VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Veja acusa, mídia repercute e factóides são abatidos em pleno vôo


20/03/2010 - 09h15

por Luiz Carlos Azenha

Em reportagem de capa há duas semanas, a revista Veja acusou o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, de ter cometido uma série de irregularidades durante sua gestão na Bancoop, a Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo — baseando-se em investigação do promotor José Carlos Blat.

Vaccari negou as irregularidades, disse que Blat requentou acusações antigas e sustenta que se houvesse provas contra ele já teria sido denunciado formalmente pelo promotor.

A Bancoop nega que tenha feito doações a partidos políticos, como a revista Veja sustentou baseando-se no promotor Blat.

O juiz do caso, Carlos Eduardo Lora Franco, autorizou a análise da movimentação bancária da Bancoop, mas negou o bloqueio das contas da cooperativa e a quebra do sigilo de Vaccari Neto.

Em sua sentença, deu um puxão de orelhas no promotor Blat.

Na semana seguinte, a revista Veja veio com uma nova denúncia, tentando ligar o doleiro Lúcio Bolonha Funaro a Vaccari. De acordo com a revista, Funaro teria confirmado em depoimento transações irregulares do atual tesoureiro do PT.

As acusações da revista foram amplamente repercutidas pela mídia, num esquema muito parecido com o que aconteceu em 2005/2006: capa da Veja, reportagem no Jornal Nacional do sábado repercutindo a capa e os jornais “seguindo” as pistas nos dias seguintes, no estilo “dólares de Fidel para a campanha de Lula”:

Agora, o Ministério Público Federal de São Paulo, em nota oficial, desmentiu a existência de tal depoimento:

19/03/10 – Documentação do inquérito do mensalão sobre Funaro não traz informações sobre tesoureiro do PT

O corretor Lúcio Bolonha Funaro responde a ação penal 2008.61.81.007930-6, na 2ª Vara Federal Criminal de São Paulo, especializada em crimes financeiros e lavagem de dinheiro.

A denúncia que gerou a ação penal foi oferecida pelo Ministério Público Federal em São Paulo, em junho de 2008. Lucio Bolonha Funaro e José Carlos Batista respondem pelos crimes de quadrilha e por 33 infrações a artigos da Lei n. 9.613/98 (Lavagem de Dinheiro), em razão de fatos apurados nos autos da ação penal 470 (Mensalão), que tramita no Supremo Tribunal Federal.

Os documentos recebidos da Procuradoria Geral da República, que embasaram a denúncia, oferecida pela procuradora da República Anamara Osório Silva, em São Paulo, demonstram que, através da Garanhuns Empreendimentos, empresa de Funaro e Batista, se garantia a dissimulação da origem e do destino de valores que iam da SMPB ao antigo Partido Liberal. As transferências chegaram ao valor aproximado de R$ 6,5 milhões.

São sobre essas operações de lavagem de dinheiro que trata o processo, que tramita normalmente perante à 2ª Vara Federal. A última movimentação processual constante é de fevereiro de 2010.

O MPF em São Paulo não pode confirmar se o depoimento de Funaro, concedido em Brasília, se deu sob o instituto da “delação premiada”. De toda forma, o MPF não revela informações, nem o teor desses depoimentos, em respeito à legislação pertinente.

Entretanto, tanto na documentação remetida pela PGR à São Paulo, que embasou a denúncia, quanto na própria acusação formal remetida à Justiça pelo MPF-SP, em resposta a inúmeros questionamentos da imprensa, é necessário esclarecer, não há nenhuma menção ao ex-presidente da Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo (Bancoop) João Vaccari Neto, atualmente tesoureiro do Partido dos Trabalhadores.

Assessoria de Comunicação Social

Procuradoria da República no Estado de S. Paulo



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


139 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

beatrice_

21 de março de 2010 às 14h51

Azenha,
o des-governador Zé Trololó, como lembra PHA que dizia o Tancredo do Maluf,
o serra é bom porque perde.
Em compensação, se o PT continuar brincando de eleição e não tomar a devida espinafrada do LULA o al-ckmin volta e em SP a desgraça continua.

Responder

carlos alberto

21 de março de 2010 às 14h28

Montenegro não acredita que disse aquilo kkkkkkkkkkk

http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2010/03/21/

Responder

Bruno Américo

21 de março de 2010 às 15h58

Eu acho que já está na hora da eliminação cirúrgica de certos membros da mídia.

Responder

Eduardo Ribeiro

21 de março de 2010 às 15h41

Azenha, acredito que os brasileiros já estejam percebendo como a chamada grande imprensa brasileira é um lixo de quinta categoria, irreciclável por natureza. Louvável a sua contribuição, assim como de PHA, Rodrigo, Nassif, e de outros tantos que fazem da blogosfera o canal mais eficiente para se disseminar ideias com conteúdo real.

Mas ainda não tem sido suficiente. Um grande amigo que infelizmente está do outro lado tem o mau vezo de se instruir com as pérolas do pit bull que vomita ideias dos Civita, nosso carinhosamente chamado Reinaldinho Cabeção, cujas ofensas, sinceramente, passam longe de sombrear a sua integridade.

E para meu espanto, ele tem sustentado que a imprensa brasileira é pró-Lula. Perguntei qual a minha fonte, e para minha surpresa, ele disse: Reinaldinho Cabeção. Fiz um esforço sobre-humano e tapei o nariz para ir àquele esgoto. O cara tem dito com todas as letras essa baboseira. Tentando aparentar um humor de gosto duvidoso, ele tem chamado a alguns setores da imprensa de "A Lula News", dizendo que a imprensa brasileira tem sido muito favorável a Lula, a pretexto de corrigir falhas de repórteres inexperientes.

Ao menos em um ponto ele tem razão: a imprensa brasileira é um lixo. Mas daá a defende Lula é o fim da picada. Alguma relação com a guerra travada pela Internet?

Abraços, e parabéns pelo sempre excelente trabalho.

Responder

José Melquíades Ursi

21 de março de 2010 às 13h44

(CONTINUAÇÃO) … "Na sexta-feira a reportagem do iG ouviu Montenegro sobre suas previsões do passado e a pesquisa atual.

“Eu não acredito que disse aquilo. Deve haver algum engano. Numa eleição polarizada, com praticamente dois candidatos apenas, como é que eu poderia achar que a Dilma pararia em 20%? Até o Alckmin teve 40% contra o Lula…”

Diante da insistência da reportagem, Montenegro, então, pôs um ponto final no assunto: “Estamos em março e é muito cedo para futurologias. Fatos importantes ainda estão para acontecer. O Serra ainda vai definir seu vice. Vêm as convenções partidárias de junho. Vamos ver depois como fica.”

É ou não é para rir: O próprio dono desmoraliza sua empresa. Quem se habilita em contratar o IBOPE daqui para frente? Se o fizer, será taxado de irresponsável, como Montenegro. Ibope: "Seu método é a adivinhação". E salve-se quem puder.

Responder

José Melquíades Ursi

21 de março de 2010 às 13h42

(CONTINUAÇÃO) …Um dia antes, havia declarado ao Blog dos Blogs e à coluna Coisas da Política do Jornal do Brasil:

“Tudo indica que Dilma Rousseff chegará ao final da campanha com cerca de 15% a 17% dos votos. O favorito continua sendo o governador de São Paulo, José Serra (PSDB). E, se ninguém mais se projetar, é grande o risco de a eleição ser decidida no primeiro turno. O Ciro Gomes (PSB), por exemplo, sai com 14%, mas pode acabar com 6%, 5%, 4%.” (CONTINUA)

Responder

José Melquíades Ursi

21 de março de 2010 às 13h35

Azenha, desculpe-me destoar do tema, mas a notícia é surpreendente, não fosse cômica. Em seu post você menciona factóides da Veja. Então vai aí o jogo "o jogo de cintura" do oraculóide Mont enegro:

Veja no IG: "Não acredito que disse aquilo", diz presidente do Ibope sobre avanço de Dilma"

E segue o texto: "Em 29 de abril do ano passado, Montenegro opinou no blog do Ricardo Kotscho: “Dilma deve, num primeiro momento, manter os mesmos índices anteriores. A transferência de votos do presidente Lula para ela chegará mais adiante a um patamar de 15%. A partir daí, será difícil conquistar cada ponto a mais.” (CONTINUA).

Responder

Marcelo T.

21 de março de 2010 às 13h29

Vai começar o festival de boia fria no PIG. (Notícias "quentinhas" requentadas no microondas)

Responder

Antonio Elias

21 de março de 2010 às 13h25

Esses estúpidos da veja estão "estuprando" a ética e fazendo seus leitores de trouxa, ou duvidando da nossa inteligência.Veja bem: qual é o papel verdadeiro da imprensa? Mentir?Caluniar?.Pelo que me consta, o papel da mídia é informar a verdade,sem partidarismo, pois caso contrário ela perde sua credibilidade. Hoje em dia, tenho nojo de ler essa revista e outros jornais que praticam os mesmos métodos.

Responder

Glecio_Tavares

21 de março de 2010 às 12h57

Pelo que vi hoje fomos precipitados ao comentar o professor Gilmar.
Me desculpe professor. Peço que nos próximos comentários procure nas continuações sinalizar se o texto não for seu, e sim uma critica a malucos.
Um abraço dos Guerrilheiros da informação.

Responder

Fernando vaz

21 de março de 2010 às 12h55

Olha o golpe sendo formado…

“Não acredito que disse aquilo”, diz presidente do Ibope sobre avanço de Dilma
Segundo O presidente do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, foi o grande
surpreendido pela pesquisa do Ibope encomenda pela Confederação
Nacional da Indústria (CNI) que foi divulgada na quarta-feira.

http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2010/0321/n

Diante da insistência da reportagem, Montenegro, então, pôs um ponto
final no assunto: “Estamos em março e é muito cedo para
futurologias.FATOS IMPORTANTE ESTÃO AINDA PARA ACONTECER. O Serra
ainda vai definir seu vice. Vêm as convenções partidárias de junho.
Vamos ver depois como fica.”

Quais serão os fatos importantes para acontecer?
Mais denúncias contra Lula, Dilma e PT…
Mentiras sobre tudo que envolve o PT, Lula e Dilma na revista “inVeja”
e nos golpistas Folha, O globo e estadão.

Ou mais politicos do DEM e PSDB sendo cassados…

Só esperar para ver…

Responder

Glecio_Tavares

21 de março de 2010 às 12h31

Bom dia aos guerrilheiros da informação:

Do site do deputado Brizola Neto: http://www.tijolaco.com/?p=10379
Dá orgulho ser brasileiro.

Responder

Briguilino

21 de março de 2010 às 11h54

O problema é que a (in)Veja e demais veiculos de (des)comunicação aprontam destas e outras mais e não são punidas. Isto não é liberdade de expressão é libertinagem de cominicação.
Ah, sobre o artigo do Clóvis Rossi de hoje recomendo que leiam:

O Serra pintou muito bem a situação dele e da oposição. Clóvis Rossi escreveu um belo artigo. Mas, eu já tinha lido a mesma coisa dita com outra palavras aqui:

http://blogdobriguilino.blogspot.com/2008/11/perg

o briguilino previu?

Responder

Fred Oliva

21 de março de 2010 às 11h00

Amigos, Bom dia…

E tome chá do Santo Daime nas reuniões de pauta da Folha…

A capa de hoje é cômica e retrata a "frias" em que se meteram (pegaram o touro pelo chifre e… não conseguem mais larga-lo).

A manchete principal garante que Lula e Dilma continuam enganando a população pois inauguram obras do PAC que voltam a virar canteiros de obra logo após as "inaugurações" (engraçado que não vi nenhuma menção, na Folha, à inauguração da maquete, aquela, em Santos por José Serra). Mas, do lado da manchete tem uma foto enorme, de dois operários aparentemente vistoriando a obra da… Marginal Tietê.

É mole?

A Folha caminha rapidamente para se transformar em um jornalzinho de humor. Ou Otavinho Ditabranda suspende, definitivamente, o chá do Santo Daime da redação ou a Folha sequer chega às eleições deste ano.

Lamentável.

Responder

Felipe SP

21 de março de 2010 às 07h57

Alguém sabe me dizer se a Veja ou o Blat têm o direito de difamar livremente pessoas ou instituições sem que haja qualquer consequência? Parece que faltam leis neste país…

Responder

vitor oliveira

21 de março de 2010 às 07h13

Que absurdo! a imprensa podre faz o que quer. Se colar, colou, senão agente inventa outra semana que vem. São bandidos que sabem que gozam de imunidade total, sob o escudo da "liberdade de imprensa". Isso tem que parar!

Responder

Adilson

21 de março de 2010 às 06h04

Com o advento da internet, o PIG não consegue formar opinião, como formava há 10 anos atrás, ainda bem, com os blogs comprometidos com a verdade dos fatos, o cidadão tem o contraponto, o outro lado da moeda, pois até então só havia um lado da moeda, o lado que o PIG entendesse que fosse pertinente aos seus objetivos nada democráticos.

Responder

Marko

21 de março de 2010 às 02h52

Tdo tem seus aspectos positivos e negativos.

2, entre outros, aspectos positivos da Internet são:
– ela ter acabado c/o oligopólio da informação circulante e
– fazer valer d maneira clara e inequívoca a intuição popular expressas em ditados como papel ( real ou eletrônico ) aceita o q nele se escreve; quem tem boca fala o q quer; cabeça foi feita pra pensar etc etc

Responder

Julio Silveira

21 de março de 2010 às 01h46

Se querem saber quem acredita na Veja, basta ver seus anunciantes.

Responder

Almir

21 de março de 2010 às 01h34

A cambada neoliberal, estribados no PDV – Plano de Demissão "Voluntária" criado por Serra quando foi ministro do planejamento, demitu milhares de bancários durante os dois mandatos de fhc. Além disso, promoveu o maor arrocho e achatamento salarial da hist´roa recente desse país. Um bancário era um trabalhador muito bem pago, mas bastaram 2 mandatos de fhc pra eles nunca mais se aprumarem. Tanto no caso das missões "voluntárias" quanto no aviltamento salaril milhares de bancários deixaran de recolher suas contribuições pra bancoop. Sem arrecadação pra reforçar o caixa, a cooperativa passou por problemas de financeiros. Tudo por obra e desgraça da cambada neoliberal. Aí vem a inVEJA e coloca a culpa no PT. E meia dúzia de neomanipulados ainda acreditam. Francamente.

Responder

    Marat

    21 de março de 2010 às 03h10

    Gostei do termo "cambada", não ouvia há muito tempo, mas se enquadra bem a essa escumalha…

@gleciotavares

21 de março de 2010 às 01h06

Azenha, por favor, manda o profGilmar ir pro blog do Reinaldo Azevedo para ver quem é que é antidemocratico.
Palhaçada. Quantos esse cara tem? se voce é professor voce deveria estar de greve e ir fazer passeata junto com a classe.
Seu entreguista. Ja sei esta fazendo um por fora pro serra né?
Voce lembra do FMI? Voce vem com esse papo de Tancredo, o PT apoiou o Tancredo, porem ele não esteve nem um dia como presidente do país. voce lembra do plano cruzado? do plano collor? voce lembra da inflação? e da divida externa? voce lembra dos arrouchos salariais? Hoje o salario minimo é o que é por causa do Lula. se fosse seu partido o salario minimo seria quanto? No ano passado teriamos pedido quanto ao FMI? Voce lembra que pagavamos multa se gastavamos mais na conta de luz graças a falta de planejamento de seu partido? Voce lembra da petrobrax? acha que deveriamos ter vendido? concorda com a politica externa do sim senhor? lembra do jatene? o verdadeiro pai dos genericos? e a lei do salario desemprego é do serra? sabe quantas medidas provisorias o fhc soltou? essa bosta de partido que de socialista não tem nada nunca foi democratico, nunca fez previas. o brasileiro vai votar em burgues? esquece ja passou a sua vez. o PSDB não tem propostas. o Guerra provou isso na entrevista a revista miopia.

Responder

Leider_Lincoln

21 de março de 2010 às 00h40

E se greve na Educação já é ruim, vem aí greve na saúde: http://www.redebrasilatual.com.br/temas/trabalho/… Êh jestão!

Responder

Vander Fagundes

20 de março de 2010 às 23h07

A mídia vai lutar incansavelmente para tentar destruir Dilma e Ciro. Quanto ao Ciro, tento imaginar qual é sua estratégia para as eleições, baseado em uma conversa que tive com ele nesta quinta na faculdade de direito na USP, no Largo de São Francisco.

http://muitopelocontrario.wordpress.com/2010/03/2

Responder

    beatrice_

    21 de março de 2010 às 14h48

    Já que você declara ter conversadod e viva voz com ele, a pergunta que não quer calar:
    ele se candidata em SP ou não?
    Porque apresentar mercadante contra al-ckmin leva o troféu de piada do ano!
    O PT em Sp realmente é um desastre.

Flavio Lima

20 de março de 2010 às 22h44

Comentario finissimo do Fred Oliva!

Responder

Flavio Lima

20 de março de 2010 às 22h41

Falando em troll o klaus, por exemplo, é mais simplizinho. Mistura e distorse padrão pig usual, maluf apoia Lula, olha lá. Mas como disseram, todos os malufistas apoiam serra e são, sempre foram e sempre serão absolutamente anti-PT, ccczinho da pior laia, comunissimo na elite paulista. Não que a elite do nordeste ou do sul sejam qualquer coisa melhor…

Responder

Donizeti Costa - SP

20 de março de 2010 às 22h37

Os trolls da direita começaram a infestar o V í o Mundo. Ô cambada de descerebrados, sumam já daqui, vão postar na na cloaca (ele vai gostar!) do tio rei. Lá voces estarão no seu ambiente natural, o esgôto midiático.

Quanto aos factóides da turminha do café milenium, hoje de manhã a Veja e Leia Mentiras não tinha chegado nas bancas da capital até o meio dia, disseram que tiveram que trocar a reportagem de capa com a queda de mais esse factóide do Funaro, que foi desmentido pela nota do Ministério Público Federal.

Quanto ao grupo "Phulha de são Paulo", este continua no caminho inexorável da decadência. A Phulha de São Paulo perdeu 15% de assinantes em 2009 e seu companheiro de golpismo o Escrotão de São Paulo, perdeu 17% de assinantes. Frente a esse descalabro financeiro, causado pela sua débacle ética, as orações nas redações do PIG são : SERRA É FIEL, SÓ ZÉ SERRA NOS SALVA !!!

Responder

    beatrice_

    21 de março de 2010 às 14h49

    Pegando carona no seu comentário,
    o TIJOLAÇO também tem seus trolls de estimação,
    alguns com nome e sobrenome, endereço fixo e filiação partidária inclusive.

Flavio Lima

20 de março de 2010 às 22h34

Pessoal, tem um troll novo agora.
O prof gilmar (gilmar?!?) é troll tucano mesmo! Fica contando a estorinha do psdb de esquerda, traido no governo pelo PT, baboseirinhas por ai. Quer dar uma de antenado. Ou seja, deve ser menos barato que os outros, que só babavam. Esse é pago pra entrar no delirio pseudolibertario engana-trouxa.
Mas vamos dar um toque pra ele:
seja mais enxuto, escreva menos, que tem bastante comentario pra ler e o seu é chato pra carvalho. Da preguiça de responder, mesmo porque poucos terão esse saco todo.

Responder

    Glecio_Tavares

    21 de março de 2010 às 01h44

    Gilmar não era o pai do Marquinhos que dizia Xii Marquinho. do programa sobrinhos do ataide da 89 fm?

C. Paoliello

20 de março de 2010 às 22h11

O PiG insiste em tratar os brasileiros em geral como idiotas completos. Será que eles acham que as pessoas acreditam em uma matéria totalmente inventada ? E que os Poderes Públicos vão concordar em ser usados de forma tão tosca, sem reagir?
O desespero do PiG atingiu tal ponto que há um processo generalizado de demência entre os próceres golpistas, que estão cada vez mais isolados desde que vários líderes empresariais declararam que aceitam a ministra Dilma numa boa.

Responder

Marcio Gaspar

20 de março de 2010 às 21h57

As mentiras da revista "VEJA que mentira" tem perna curta.

Responder

Baruck Obama

20 de março de 2010 às 21h26

Acredito que devemos iniciar um movimento, sugerido por Sérgio Amadeu a Altamiro Borges, com o mote: "Privatização da Veja, já!".

Devemos, inclusive, estender tal movimento a todos os meios de comunicação que pregam veementemente o "estadomínimo". Nas cabeça dessa gente, o Estado deve cortar gastos em saúde, educação, assistência social e segurança pública. Contando que não mexam em um centavo do imprensoduto.

Também deveríamos exigir que o Instituto Millenium (IPES 2.0), retire imediatamente do seu sítio o texto mentiroso em que afirma não receber dinheiro público. Afinal, receber dinheiro de quem recebe dinheiro público é a mesma coisa, viu, Civita e cia.

Portanto, iniciemos já uma campanha pela privatização imediata dos meios de comunicação que pregam corte de gastos públicos!

Responder

    @gleciotavares

    20 de março de 2010 às 23h18

    A campanha deveria começar com despejo já. O prédio é da previ, qual o valor do aluguel.? É pago em dia?
    Se Veja se preocupa tanto com falcatruas deveria distribuir as edições para escolas de graça. Houve licitação para o (S)erra fazer a assinatura de milhares de edições para distribuição em escolas? Seria a revista recomendada por professores? Alias os professores foram ouvidos? Quantas assinaturas foram feitas com dinheiro publico? Quanto custa as propagandas da sabesp na globo? Eu pago como consumidor de agua e com impostos que deveriam gerar melhores salarios aos professores?

@gleciotavares

20 de março de 2010 às 21h24

http://gleciotavares.nafoto.net/photo200910092141

Vou deixar um link para umas fotos das crianças, afinal a vida tem coisas boas, apesar do PiG e do PUM (trololo).

Responder

Juca

20 de março de 2010 às 21h21

O blog Assaz Atroz (http://assazatroz.blogspot.com/) foi removido.

Alguém sabe o que houve? Será que o PIG tá atacando?

Responder

Fabiano

20 de março de 2010 às 21h19

É o estilo PSDB/mídia tradicional de fazer política. Na falta de programa de governo, de propostas, ataques e mentiras…

Responder

Rodrigo Albuquerque

20 de março de 2010 às 20h58

Estão preparando o terreno…

Serra nega que é candidato, quem falou foi Datena não ele.
Eles fazem, eu não. Eles agem ilegalmente, eu não.

Jogada estranha esta não? qual é o jogo que se joga hoje?
Pois, como não poderia de ser a resposta encontra-se como tem acontecido diariamente nos últimos anos, na partidarização "assumida" de nossos meios de comunicação e da mídia em geral.

Há um movimento tanto na mídia nacional como na internacional que vem acontecendo de forma mais acelerada a partir do momento em que os setores de oposição perceberam a ameaça cada vez mais latente de que a candidatura Dilma tem chances reais de ganhar as eleições de outubro, e ainda já no primeiro turno. É fácil, com um pouco de espírito crítico consegue-se perceber.

Tenho notado que estão preparando o terreno para a impugnação da candidatura dela. E em caso de vitória a sua cassação. Calcado nos moldes do golpe em Honduras e daquele que estão tentando na Argentina, cercando a Presidente num borbardeio mediático-judiciário que a está levando a ingovernabilidade (remember Allende?). Ridículo?

Pois bem, diariamente são colocadas como manchetes ou notas em jornais do Brasil informações de que o Governo estaria fazendo "campanha antecipada" ou burlando a lei eleitoral. Não ha dia em que não haja referência a um fato relacionado a ações de governo em atos públicos (inaugurações, entrevistas, decisões como a cartilha do AGU, etc) e a "suposta" campanha antecipada.
Ao mesmo tempo bombardeia-se através de representações da oposição, além de comentários, análises e editoriais, pressionando o TSE a tomar atitudes que julgam deveria tomar. Comemora-se uma multa.

Internacionalmente a tática se repete. Os jornais de fala hispana (não acompanho outros pois não domino demais línguas) já estão fazendo eco.
O jornal espanhol com seu sempre prestimoso correspondente Juan Arias, destacou:

"Lula, multado por anticipar la campaña electoral"
http://www.elpais.com/articulo/internacional/Lula

Na Argentina, os jornais direitistas e anti-kirchneristas Clarin e La Nación estamparam:

"Multan a Lula por anticipar la campaña electoral en Brasil – lanacion.com"
http://www.lanacion.com.ar/nota.asp?nota_id=12451

"Multan a Lula por realizar campaña anticipada"
http://www.clarin.com/diario/2010/03/19/um/m-0216

Qual o grau de interesse no exterior de uma singela notícia como esa?
Pergunto, não estariam preparando a opinião pública internacional para o futuro, numa possível impugnação, alegar que já existiam precedentes?

Já aqui no Brasil hoje por exemplo temos O Estadão, que num trabalho curioso de infinita paciência e cuidado chega a contar as vezes que o presidente falou o nome da ministra:
"Lula cita Dilma 47 vezes em 13 falas"
http://blogs.estadao.com.br/vox-publica/2010/03/1

E assim diuturnamente vão implantando as bases jurídicas para que no futuro o que hoje parece impensável torne-se uma possível realidade.

A tentativa poderá se dar agora, antes das eleições o que ainda difícil ou após a saída do presidente Lula, quando seu poder e influencia terá diminuído.
É claro que para que esta tentativa tenha o êxito esperado deverá contar com apoio de uma boa parcela da opinião pública. O Judiciário como se sabe está "aparelhado" e é contornável, para não dizer manipulável. Cooptar alguns políticos também não é difícil.
Como linha auxiliar então, caberá ao bombardeio mediático e as forças opositoras políticas criar um clima de ingovernabilidade, de instabilidade política-econômica.
Poderá o governo Dilma resistir as proporções de um escândalo fabricado como o do Caos Aéreo ou do mensalão?

É bom não abrir brechas…
A oposição está calma. Estranhamente calma, como que aguardando o desenrolar dos fatos guardando esta "carta" na manga para o lance definitivo.

O Azenha sempre alerta para estes movimentos. Petróleo, pre-sal, interesses internacionais, bases militares americanas, direita internacional.
A quem pertence realmente a Veja e a Globo? Que interesses tem Carlos Slim e Garnero aqui? De onde vem o dinheiro internacional para a direita? Quem está preocupado com as contas no exterior e a lavagem de dinheiro? Quem está indo em cana?
Teoria da conspiração? Não subestime o inimigo por mais ridículas que sejam suas atitudes.

Fica aqui o meu humilde alerta. Eu já abri o guarda-chuvas.

Responder

    Flavio Lima

    20 de março de 2010 às 22h59

    Rodrigo
    Canja de galinha e precaução não fazem mal a ninguem.
    Mas a dinamica da mudança historica brasileira não passa mais pelo pig, e não vão consegyuir evitar nem a vitoria nem o excelente governo que fara Dilma.
    A pesada, vagarosa e pretrea mó da Historia vai esfarelar esse pessoal.

    Glecio_Tavares

    21 de março de 2010 às 01h48

    Flavio ate a Dilma ja disse para não subirmos no salto alto. Precisamos continuar divulgando na rua, hoje fui na feira e uma velhinha me disse que mulher não vale nada e que não era para votar na Dilma, então eu disse Tia rico so pensa em rico, precisamos de gente que pense em nós. A velhinha saiu correndo mas o japones da barraca de pastéis concordou comigo na hora. Vamos a luta que a globo é foda.

    américo

    21 de março de 2010 às 04h00

    endereço correto do paulistano quatrocentão Professor Hariovaldo Almeida Prado,
    http://hariprado.wordpress.com/

djar

20 de março de 2010 às 20h12

Percebam, isto já faz parte do que vai ser até a eleição. A imprensa esgoto vai tentar de todas as maneiras criar mentiras para tentar baixar a bola da Dilma. E fiquem atentos, a cabeça, ou melhor a careca por trás disso chama-se josé serra.

Responder

fog

20 de março de 2010 às 20h06

Veja acusa, mídia repercute e FACISTÓIDES são abatidos em pleno voo.

Responder

jose carlos lima

20 de março de 2010 às 20h05

Convido-vos para minhas performances no Canal 2..segue a programação

Luzia-Homem, amanhã, na TV Sexual/Canal 2
Quando: Domingo, 20 de Março/2010, às 10:00 Horas
Quem: Luzia-Homem + desconhecidos
O Que: Luzia- Homem. Entrevista. Admirações. Conversa Com Desconhecidos
Onde: http://www.josecarloslima.blogspot.com/

P.S.
Em função do programa de amanhã, a TV Sexual/Canal2, cujo link encontra-se na lateral direita, estará fora do ar até amanhã às 10:00 horas. Neste horário os sinais serão restabelecidos para a apresentação do conteúdo.

Sinopse da Obra
no meu blog

Responder

Junior

20 de março de 2010 às 19h57

O PIG mente sem nenhuma vergonha ou culpa, oleo de peroba neles!!!

Responder

Bigphil

20 de março de 2010 às 19h50

Imbatível o Simão hoje: -" Lula não faz mais discurso, faz stand up comedy…" Hahahaha

Responder

    américo

    20 de março de 2010 às 20h57

    E o filão parece não ter entendido a piada.

Guilherme Milani

20 de março de 2010 às 19h24

A Veja "denuncia", os outros repercutem e a fantasia se acaba antes de "empolgar a mutidão". Qual a novidade? Essa turma da direita brasileira precisa se reinventar, tá ficando chato vê-los desesperados de novo. Eu "SE" divirto, ah, ah, ah.

Responder

Ricardo Medeiros

20 de março de 2010 às 19h02

heheheeh !!

Responder

Leider Lincoln

20 de março de 2010 às 18h29

E também para mostraram a capacidade dos MP tucanos de criá-los…

Responder

Dida

20 de março de 2010 às 18h25

Temos que estar unidos , eleger Dilma presidente!
PSDB nunca mais!!!
Senao eles vendem todo o país para o capital internacional, e a burguesia paulista!
Uniâo minha gente , pois cada dia o PIG vai inventar uma crise , mentiras e difamaçoes , e o 4º poder intoxicado e mal intencionado vai querer ganhar no grito.

Responder

Robin

20 de março de 2010 às 18h11

Será que a imprensa marron não percebeu que isto já cansou? A queda nas vendas não demonstra isto? Se acham que a verba pública vai sustenta-los eternamente estão enganados, pois nem as politicas são eternas. Isso me parece uma burrice ou um suicidio. Ou uma burrice suicida.

Responder

    Ronaldo Caetano

    20 de março de 2010 às 20h37

    A SABESP é extremamente competente no que se refere a tratar (bem) o esgoto…

    A Jovem Pan e a CBN que o digam.

VINICIUS MOURA

20 de março de 2010 às 18h09

vamos a luta contra essa imprensa safada golpista

Responder

profgilmar

20 de março de 2010 às 17h44

Continuação:
(…) esse é o caráter do PSDB – na busca de avanços negociados, em aperfeiçoamentos progressivos. Para o bem da sociedade, mudanças graduais, sem ilusões de rupturas, como destaca o governador José Serra. Hoje, o partido de Lula e Dilma é o que mais usufrui daquilo que atacou com todas as suas forças. Depois de uma trajetória em que se colocou contra tudo e contra todos, ao assumir o poder em 2003, encontrou instituições sólidas, regras estáveis, pré-condições dadas para avançar. Ironias da História à parte, o PT ainda vai mais longe. Tenta, fraudulentamente, monopolizar, como se fosse dele, todas as conquistas de uma geração de brasileiros, conquistas que o partido não apoiou ou, pior, combateu com todas as suas forças. Não fosse redemocratização alcançada com Tancredo os direitos advindos da Constituição de 1988 e a estabilidade arduamente conquistada com o Plano Real, não seria possível nenhum dos notáveis ganhos de consumo e ascensão social obtidos nesta década. Essa não deixa de ser uma forma de tirania, uma maneira de totalitarismo, algo que vai ficando natural no figurino petista medida que o governo Lula demonstra cada vez mais desapreço à democracia e ao respeito as direitos humanos. Reescrever a História com a tinta dos que hoje detêm o poder, como tentam fazer os petistas, é trair a nação. Dividir para conquistar, máxima de guerra, de tiranias, continua a ser a tônica petista. O Brasil inteiro reverencia a memória de Tancredo Neves, a Nova República, mas os petistas não são capazes sequer de participar de uma homenagem institucional e solene ao presidente morto realizada pelo Congresso como ocorreu no início do mês, sem a presença de um único prócer sequer do PT. Neste 2010, do 25º ano da nova República, o PT parece ter mais o que fazer que celebrar o Brasil: lutar contra os mesmos meios de comunicação que lhe deram voz quando era um partido pequeno; aliar-se, sem nenhum pudor, a qualquer grupo, inclusive aos que se opuseram a Tancredo – como é o caso do ex-Presidente Collor e de outros que hoje são aliados ao Presidente Lula – que lhe permita perpetuar-se no poder e andar de braços dados com os ditadores que temiam e não largaram o poder ao redor do mundo. Tucanos, o antigo PFL – hoje, DEM – peemedebistas, trabalhistas, comunistas do velho partidão, todos têm em comum a trajetória naturalmente associada aos progressos democráticos dos últimos 25 anos. Nenhum deles precisa recorrer ao artificialismo da fala, às interjeições forçadas, aos "uais" ensaiados para alinharem-se ao momento histórico que começou com Tancredo em Minas. Nós, os tucanos, somos parte desta história e sabemos quem sempre esteve do lado contrário!

Responder

    edson

    20 de março de 2010 às 19h28

    Nossa, quase chorei… de rir!

    Vocês, os tucanos, são uma raça que será estirpada do Brasil graças ao poder de comunicação que a internet trouxe, pois desta forma nós, os brasileiros, podemos enxergar o que de fato acontece. E é bem diferente do que a mídia de vocês passa.

    Bye bye tucanada… vcs já eram!

    jbmartins

    20 de março de 2010 às 19h38

    Prof gilmar, obrigado por fim aqui elogiar com un texto tão grande o PSDB, não acrescentasse nada, sabemos disto tudo voce falou em privatização tão bonito que fiquei com vontade de esquecer o entreguismo do BRasil por FHC, tudo que voce elogia ja foi muito debatido, e por tras de cada movimento desses elpgioado tinha empressarios e interresseiros por tras levando a melhor, esqueça a visão que tenho do PSDB não ira mudar cpom uma de longas dessas.

    Ronaldo Caetano

    20 de março de 2010 às 20h35

    Pois é, Prof. Gilmar…

    Tanta coisa feita pelo PSDB e o que restou disso tudo? Um José Serra que, hoje, tem na extrema direita a sua grande base de sustentação; claro, ao lado do PIG.

    Sabe quem virou tucano, desde criancinha, em São Paulo? Os Malufistas… Os Quercistas… O lixo eleitoral de São Paulo.

    Façam bom proveito.

    PS – Por favor, se for continuar a aparecer por aqui, seja mais sucinto e aprenda usar parágrafos. Facilita a leitura; isso no caso de você estar, de fato, querendo dizer alguma coisa e não apenas encher o saco, digo, linguiça…

    américo

    20 de março de 2010 às 21h06

    O polianagilmar, parece aquele personagem do wood allen no filme "dorminhoco" ficou em hibernação 200 anos e agora ressurge com este papo retirado da cartilha demotucana. Pronto, já cumpriu tua tarefa, passe no caixa.
    Cansei. Neste estilo os textos do Professor Hariovaldo Almeida Prado são imbatíveis.
    http://hariprado.ning.com/

    Baruck Obama

    20 de março de 2010 às 21h19

    jbmartins e edson, o profgilmar apenas citou o texto de um vereador tucano. Vejam o início do comentário dele:

    "Venho acompanhando seu blog e outros a muito tempo, e percebo que não há limites para as construções fantasiosas do PSDB e afiliados no momento de desespero. Um exemplo explícito da falta de vergonha na cara e da manipulação histórica de forma maliciosa foi o discurso do vereador Sr. Floriano Pesaro na câmara essa semana. Coloco em anexo parte desse absurdo: "

    E então ele coloca o texto que vocês criticam, como se fosse dele.

    Sergio Vesco

    20 de março de 2010 às 22h02

    belas e estudadas palavras mas nãqo convencem a nenhuma criança…a verdade é que se o psdb entreguista voltar a governar esse pais a miseria voltará, voltará a revolta e a instabilidade…guarde essas palavras vazias ao seu vazio circulo de amizade…que pena tenho de seus alunos

profgilmar

20 de março de 2010 às 17h43

Azenha,
Venho acompanhando seu blog e outros a muito tempo, e percebo que não há limites para as construções fantasiosas do PSDB e afiliados no momento de desespero. Um exemplo explícito da falta de vergonha na cara e da manipulação histórica de forma maliciosa foi o discurso do vereador Sr. Floriano Pesaro na câmara essa semana. Coloco em anexo parte desse absurdo:
(…) Falarei um pouco sobre os 25 anos da redemocratização do Brasil. No último dia 15 de março, a redemocratização brasileira comemorou 25 anos. Naquela manhã chuvosa de sexta-feira, há um quarto de século, tomava posse o então Vice-Presidente José Sarney. Na noite de véspera, o país fora surpreendido pela inesperada internação do Presidente Tancredo Neves, eleito pelo Colégio Eleitoral. Os 36 dias de agonia e a morte de Tancredo Neves foram compartilhados por milhões de brasileiros, esperançosos com o fim do regime de exceção. Em um momento em que líderes do governo flertavam com as ditaduras e seus tiranos, é necessário valorizar o papel de um grupo político que firmou um compromisso inquebrantável com a volta da democracia. O Brasil, para desgosto de alguns, e até contra sua vontade, não começou em 1º de janeiro de 2003.
As complexas negociações para que a população brasileira pudesse voltar a escolher seus próprios líderes e vivenciar a estabilidade política foram conduzidas por homens como o próprio Tancredo Neves, Ulysses Guimarães, Franco Montoro, Mário Covas, Fernando Henrique Cardoso, Jarbas Vasconcellos, José Richa e o nosso Governador José Serra. (…) A emenda Dante de Oliveira, que trazia de volta a democracia plena, foi derrotada em 26 de abril de 1984, no Congresso. Mas o estrago no regime militar já estava feito. A vitória de Tancredo Neves na eleição indireta de janeiro de 1985 foi então saudada pelo povo brasileiro como um avanço formidável. Basta buscar na memória afetiva ou fazer uma pesquisa séria em arquivos históricos e jornais da época, para conferir a euforia daqueles dias. (…) Embora o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenha chegado a participar de comícios das "Diretas Já", seu partido, o Partido dos Trabalhadores, se opôs à eleição de Tancredo Neves. Chegou a expulsar três de seus deputados, que enxergaram ali um momento de transição histórica. Contra Tancredo, estavam as forças do regime autoritário que se esvaía. Se o PT também estava contra Tancredo, com quem, portanto, se perfilava?
O processo histórico segue uma marcha de aperfeiçoamentos, sempre sujeitos a retrocessos. Instalada a Nova República, para sacramentar a transição o País necessitava de uma nova Constituição. Depois de meses de discussão no Congresso, com ampla participação da sociedade, o novo texto foi promulgado. Novamente sem a participação do PT, que se recusou a assinar a Constituição Cidadã de Ulysses Guimarães. (…) infelizmente, em toda essa história recente e gloriosa do Brasil e do povo brasileiro, que foi a redemocratização, o PT posicionou-se formalmente contrário, em todos os momentos. Além de ter sido contra a eleição de Tancredo, o PT também foi contra a Constituição Cidadã de Ulysses Guimarães. Temos de lembrar disso, o povo tem de ter memória. A roda da história girou, e o sonho inicial da Nova República descarrilou no pesadelo da superinflação, na eleição de um governo atado à corrupção – que foi o governo Collor, hoje aliado do Presidente Lula – e, felizmente, dentro dos limites institucionais, na defenestração de um presidente bufão do cargo. Novamente o PT se omitiu: porque quanto pior, melhor, não aceitou participar do governo de transição do Presidente Itamar Franco. Mas o mesmo grupo que apoiara Tancredo tinha clareza de que ainda restava muito a fazer pelo aperfeiçoamento do país. Eleito Fernando Henrique Cardoso, em 1994, pôs-se a implementar as reformas institucionais que preparariam o Brasil para os novos tempos. O PT manteve-se na mesma: opôs-se a todas as medidas que possibilitaram o fim da inflação, o reequilíbrio das contas públicas é, por consequência, a estabilidade política. O PT foi contra o Plano Real. Apostou contra a Lei de Responsabilidade Fiscal. Apostou contra a desvinculação de recursos da União para fortalecer a União e poder tirar dos armários herdados da ditadura militar. A inflação e a instabilidade ameaçavam corroer o país. O PSDB apoiou o Piano Real, o Proer, – hoje elogiado pelo Presidente Lula, mas naquela época muito atacado pelo PT a privatização dos bancos estaduais, a responsabilidade fiscal, a renegociação das dívidas do estado a abertura externa. Tudo isso foi essencial para o Brasil ser hoje o que é. O PT trabalhou e votou contra todas essas medidas (…)

Responder

Tomudjin

20 de março de 2010 às 17h18

Felizmente, os efeitos do PIG não geram mais tanta influência sobre a grande massa.
É claro que teremos, sim, o fenômeno do inconsciente coletivo que nunca escapará do nicho midiático.
O efeito PIG era , antes da internet, o que poderíamos chamar de "imposição espontânea" dos fatos relevantes. Contanto, claro , que fosse relevante sobretudo aos interresses políticos e econômicos de uma minoria (elite).
Faço questão de trocar o efeito PIG pelo efeito Pigmaleão: aquilo que, na minha visão de Brasil, não fará só bem aos meus olhos, mas a mim como cidadão, e ao próprio Brasil.

Responder

    Glecio_Tavares

    21 de março de 2010 às 01h53

    Em são paulo a maioria tem a globo como religião. No Rio nunca foi assim. em 1982 eles elegeram o Brizola.

    Tomudjin

    21 de março de 2010 às 15h59

    Talvez, se o departamento jurídico do PT fosse tão atuante quanto o do PDT do Sr Brizola na época, estaríamos hoje desfrutando de, no mínimo, um "direito de resposta"
    Mas sabemos que eles estão, mais do que ninguém, querendo que isso realmente ocorra, para poderem vir com o mesmo discurso da unipartidária "liberdade de expressão"

Milton HAyek

20 de março de 2010 às 14h08

"Coluna da jornalista Inês Nassif, no Valor desta semana, perfura a cortina de fumaça dos ressentimentos e ambições pessoais que separam Serra e Aécio e ilumina a verdadeira trinca estrutural que atinge a coalizão demotucana, dificultando a própria composição de uma chapa com representante da plutocracia paulista na cabeça. Resumo da ópera: exceto sob Vargas, São Paulo quase sempre subordinou a federação a seus interesses, o que ocorreu de forma integral nos dois mandatos de FHC. Sobraram marcas de ressentimento e aprendizado. A plutocracia paulista tem hegemonia quando mandam os 'livres mercados' –leia-se, seus interesses hegemônicos; perde espaço quando o planejamento estatal reacomoda interesses regionais e redistribui os benefícios dos fundos públicos, como ocorre agora com o PAC. Serra, independente do que ele diz que pensa, ou do que os seus amigos pensam que ele pensa, é o representante do conservadorismo paulista que não une o Brasil; aliás não une nem o PSDB paulista e mineiro. O 'desenvolvimentismo de boca' do governador de SP –ironia de Maria da Conceição Tavares– na verdade nunca passou de um fiscalismo engajado na defesa da hegemonia bandeirante, contra as urgências do resto do Brasil."
(Carta Maior e a difícil tarefa da coalizão demotucana de transformar um cavalo de tróia da hegemonia paulista em presidente de todos os brasileiros)

Responder

Eudes H. Travassos

20 de março de 2010 às 17h07

Eu sei que vamos entrar numa época muito mais emotiva do que racional, pois camapnha politica é pura emoção, é produção em larga escala de paixões e aos mais atentos cabe está sempre trazendo à realidade o verdadeiro debate do poder.

Responder

Eudes H. Travassos

20 de março de 2010 às 17h07

Azenha, estou convencido que esta refrega não vai mais cessar e mais do que isso, temos nós brasileiros seres humanos integros que reservar um tempinho de nossos dias para garantir a democracia e a vontade soberana do povo quando eleger Dilma a primeira mulher presidenta do Brasil.
Minha certeza é maior desta necessidade depois de assistir e ler as declarações corajosas do Deputado Ciro Gomes falando da tentaiva de golpe contra Lula.
Ora, o Brasil é um país fundamental na geografia mundial notadamente no plano politico, assim, é mosca zuadenta no sono da diteita mundial o fato de um governo popular de esquerda num país como o nosso, de maneira meu caro, que tendo eleito pela primeira vez uma mulher para nos presidir com as características que Dilma tem, ou seja, a preço de a curto e certamente médio prazo não é nem uma lider popular nem tão pouco politica se não houver resistência popular estaremos numa liha de risco grande.

Responder

    Glecio_Tavares

    21 de março de 2010 às 01h58

    Eudes, eu vive em 1984 durante 6 meses na argentina. Lá eles estudavam com um mapamundi feito com base no hemisferio sul, e argentina parecia maior que a união sovietica. Por isso eles são mais politizados que nos.
    Fomos ensinados que nosso pais parece do tamanho da groenlandia, e olha que temos 8,5 milhões de quilometros quadrados e a groenlandia 1 milhão. Para voce ter uma ideia do planisferio com base no hemisferio sul, a argentina tem 2,9 milhões de quilometros e a URSS tinha 22 milhões. Fomos ensinados que os ianques estavam em cima e nos embaixo, porem se voce notar bem o universo não tem em cima e em baixo. alem disso o equador passa pelo Brasil portanto estamos no meio do planeta, muito melhor situado que mutios paises ricos.

Elias São Paulo SP

20 de março de 2010 às 16h48

Eu só queria entender, como um jornalista pode 'intimar' um político titubeante a ser candidato à presidência do Brasil. José Luiz Datena entrevista José Serra e diz: "Eu acho que o sr. já devia falar como candidato, porque senão a Dilma cresce mais nas pesquisas". O que significa isto? Um jornalista da TV Badeirantes instiga um governador a se declarar candidato à Presidência o mais depressa possível, porque a outra candidatura está subindo nas pesquisas? Será que a imprensa de outros países faz o mesmo? E que países são esses? O que assisti na TV UOl, ontem, 19/03/2010 foi mais que uma aberração jornalística, foi um tapa na cara dos que acreditam na liberdade de expressão e não na libertinagem de uma imprensa partidarista, intolerante, que visa pura e tão somente interesses próprios, tanto econômicos como ideológicos.

Responder

Messias Macedo

20 de março de 2010 às 13h26

O FOLHETIM GOLPISTA ‘VEJA’ MAIS UMAVEZ ESTÁ DESMORALIZADO! Senão vejamos uma das “fontes” dos Civitas da Abril, um estelionatário que responde pela alcunha de Bolonha!: PARTE II
MPF diz que inquérito do mensalão não inclui Vaccari

Donos da corretora Garanhuns, os dois alvejaram a verba de má origem que Marcos Valério repassara ao PL, do deputado cassado Valdemar Costa Neto.
No total, a Garanhuns “lavou” R$ 6,5 milhões que a SMP&B, agência de publicidade de Valério, entregara ao PL.
Na nota, a Procuradoria informa: “Não há nenhuma menção ao ex-presidente da Bancoop, João Vaccari Neto, atualmente tesoureiro do PT”.
O nome de Vaccari não aparece “na documentação remetida pela Procuradoria Geral da República a São Paulo, que embasou a denúncia”.
O tesoureiro do PT tampouco é mencionado “na acusação formal remetida à Justiça pelo MPF-SP”.

Texto escrito por Josias de Souza – Folha de São Paulo

Feira de Santana, Bahia, República de Nós Bananas
Messias Franca de Macedo

Responder

Klaus

20 de março de 2010 às 16h22

Tantos perguntam por que o PT e Vaccari não processam VEja, né? Muito boa pergunta, por que será?

Responder

    vitu

    20 de março de 2010 às 17h03

    Klaus, meu querio desinformado, eles nao processam, porque ja processaram e nao pode haver mais que um processo. Daqui a uns 8 anos a veja sera condenada a por uma nota de rodape para o desmentido de mais um assassinato de reputacao porque a justica como a imprensa no brasil e ficticia, eles fingem que sao serios e nos fingimos acreditar que eles sejam.

    Leider Lincoln

    20 de março de 2010 às 18h26

    Klaus, ambos processaram a Veja.
    Até os infelizes da sua mesma laia sabem disso: http://www.vanguardapopular.com.br/portal/noticia
    E você, prezado troll, diz que não sabe.
    Muito boa pergunta, por que será?
    Trolxa!!!

    Felipe Amaral

    21 de março de 2010 às 12h42

    Tadinho, esse Klaus (pequeno) é tão bom quanto o PIG, desinformado…!

Bruno

20 de março de 2010 às 15h32

Isso foi jogo da imprensa para finalizar a corrupção do DEM. Agora todo mundo (inclusive a blogosfera) sobre as denúncias contra o PT e esquece a do DEM.

Responder

Alício

20 de março de 2010 às 15h22

Excelente o novo formato do Viomundo, compacto com as notícias "quentes". Quanto à revista óia, só as encontramos onde são doadas gratuitamente: consultórios médicos, dentários, escritório de advocacia e outros locais de sofrimento.

Responder

Sergio Murillo

20 de março de 2010 às 15h21

….explorando os otários reacionários de SP,aqueles que se tornaram refens da própria estupidez……
Perfeito Fred, isso é precisão cirurgica de linguagem. Antes me davam raiva mas depois de ler isso passei a ter dó, na verdade os paulistas são otários inimputáveis.

Responder

Pall Kunkanen

20 de março de 2010 às 15h20

Azenha
ontem dia 19/03/10 na contra-capa do caderno construção no estadão (PIG) tem uma publicidade comemorando a liminar concedida a anamaco para vender produtos com amianto no estado de São Paulo. No texto é citada as pesquisas fajutas da FMUSP e UNIFESP. O texto é de indignar.

Responder

Sandro

20 de março de 2010 às 14h51

É por isso que são contra o PNDH, para continuar mentindi e deturpando fatos, estuprando o intelecto de seus letores sem ter que responder por isso. Ou não é direito humano receber informações corretas?

Responder

Marcelo Ramos

20 de março de 2010 às 14h43

Galera, na verdade todo esse evento apenas mostra como a mídia não forma mais opinião. É estratégia desgastada. É que nem Pedrinho e o Lobo. A mídia virou um Pedrinho mentiroso.

Responder

Leider_Lincoln

20 de março de 2010 às 14h13

A grande questão é que o esquema já está manjado. Há alguns anos atrás eu até recebia e-mails do tipo "deu na Veja"; hoje, os próprios leitores já sabem que soa ridículo e se enviam, o fazem apenas para outros como eles. A propósito, nos consultórios do meu dentista e do meu clínico geral, já não há mais a revista. Eles andam preferindo, pasmem, Caras ou revistas médicas mesmo.

Responder

    beatrice_

    21 de março de 2010 às 14h45

    Realamente Leider,
    a VEJA vem desaparecendo de consultórios, escritórios, salas de espera, etc.
    a FRIAS PRESS também foi substituída, circula no lugar dela o VALOR

Ana

20 de março de 2010 às 14h12

É muita apelaçlão! É jogo sujo mesmo! Coisa de gente mal caráter e sem integridade. Não querem vencer com idéias, convencendo as pessoas com projetos. Fazem qualquer negócio pelo poder! MUITO medo dessa gente!

Responder

Messias Macedo

20 de março de 2010 às 13h56

[QUESTÃO DE ‘ACLARAMENTO’: [Ainda sobre O FOLHETIM GOLPISTA ‘VEJA’ MAIS UMAVEZ ESTÁ DESMORALIZADO! Senão vejamos uma das “fontes” dos Civitas da Abril, um estelionatário que responde pela alcunha de Bolonha!:
MPF diz que inquérito do mensalão não inclui Vaccari]

OS DONOS DA CORRETORA GARANHUNS: *Bolonha e o sócio dele, José Carlos Batista, respondem por formação quadrilha e outras 33 infrações relacionadas a lavagem de dinheiro.
*o denunciante, “fonte” dos golpistas Civitas!

Feira de Santana, Bahia, República de Nós Bananas
Messias Franca de Macedo

Responder

    Alberto Carlos

    20 de março de 2010 às 14h33

    Acho que o vacari neto tem que pedir na justiça direito de resposta em todos os meios de comunicação que ligaram ele a este caso. Muita paz.

    Baruck Obama

    20 de março de 2010 às 21h20

    Alberto, o direito de resposta só vai demorar uns 15 anos para sair. E quando sair, os leitores informados da Veja e seus asseclas midiáticos dirão: Vaccari quem?

Jacilon

20 de março de 2010 às 13h55

E ainda tem coragem de falarem em liberdade de imprensa, isso aí a meu ver num é liberdade é sim libertinagem, cade a justiça pra chegar esse povo nos eixos

Responder

Milton HAyek

20 de março de 2010 às 13h53

O fascismo segue adiante nos EUA,AZenha.As empresas querem,agora,dispensar os políticos e querem ter cadeiras no Congresso.Veja:

http://pedroayres.blogspot.com/2010/03/eeuu-una-e

EE.UU: una empresa quiere un escaño en el Congreso

Carlos Chirinos
BBC Mundo
¿Cuántas veces se ha dicho que los políticos en Estados Unidos trabajan para las empresas y los cabildeos corporativos? ¿Cuántos congresistas se han visto involucrados en escándalos por conflictos de intereses?
Una empresa estadounidense quiere "sincerar" la manera de hacer política en Washington y asegurando que "las compañías también son gente" aspira obtener un puesto en la Cámara de Representantes del Congreso, por el estado de Maryland.
La compañía de relaciones públicas Murray Hill Inc. quiere "dejar al humano en segundo o tercer plano" y "eliminar al intermediario entre votantes y empresas, que actualmente ejercen los políticos".
En una pieza para televisión publicada en el sitio web de su campaña electoral, Murray Hill Inc afirma que "hasta ahora los intereses corporativos han sido la fuerza detrás del Congreso", sin embargo "nunca podemos estar absolutamente seguros de que (los congresistas) trabajaran para nosotros".

Responder

Messias Macedo

20 de março de 2010 às 13h47

A$$A$$INATO DE REPUTAÇÃO!

Este expediente fascista de atacar a honra das pessoas – no estilo policial "mata, depois investiga!" – é, incrementalmente, ainda mais sórdido! Explico: a verdade dos fatos não será investigada, não será divulgada – nem ao menos será respeitado o direito de Vacarri se pronunciar no folhetim!
Acusam sem a devida fundamentação sob a elucubração vadia de que jornalistas pairam acima do bem e do mal, portanto, jornalistas não devem estar submetidos a nenhum tipo de regulamentação, a tal 'libertinagem de expressão' regada a Whisky barris de carvalho pelos 'barões da MÉRDIA' – perdão, ato falho -. 'barões da mídia'!

A Veja tem que ser processada, sumariamente!

República Desta PIGOTA (Partido da Mídia Golpista, Terrorista e Antinacionalista)
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Milton HAyek

20 de março de 2010 às 13h46

http://hariprado.wordpress.com/2010/03/19/populac

Professor Hariovaldo Almeida Prado
19 março 2010
População comparece em massa à Paulista para comemorar o aniversário de Serra

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

    Norton

    20 de março de 2010 às 17h17

    Milton, a forma do Serra se lançar foi magistral:
    Criancinhas atrás de uma grade (tinha até uma moreninha, juro que vi na band ontem) cantando parabéns ao tio, no programa do Datena – o do terror cotidiano – e pregando pulso firme, 'quem decide é uma pessoa só'!!! E isso só pq o Globope 'manteve' ele na dianteira…
    Meu Deus, ele ainda acha que vai dar certo?

    boas

Rodolfo

20 de março de 2010 às 13h44

Esse caso e o do Pimentel são interessantes por mostrarem a capacidade do MPF de desmentir os factóides.

Responder

Oliveira

20 de março de 2010 às 13h29

Deprimente, lastimavel o estado deploravel em que se encontra a velha midia brasileira,manipulações groseiras,reporcagens,assasinatos de reputações e factoides fazem parte da grade principal do PIG e, o pior querem enfiar em nós guela abaixo o lixo produzidos por eles como se fosse a face verdadeira dos fatos.

Responder

Messias Macedo

20 de março de 2010 às 13h28

O FOLHETIM GOLPISTA ‘VEJA’ MAIS UMAVEZ ESTÁ DESMORALIZADO! Senão vejamos uma das “fontes” dos Civitas da Abril, um estelionatário que responde pela alcunha de Bolonha!: PARTE III
MPF diz que inquérito do mensalão não inclui Vaccari

O PT apressou-se em levar ao seu portal na web um texto à sua página na web. Traz, ao final, manifestação de Francisco Campos, dirigente nacional da legenda:
“Essa é mais uma prova de que Veja mentiu novamente. O objetivo da revista é provocar uma guerra eleitoral visando desgatar o PT e prejudicar a campanha da companheira Dilma à Presidência.
Texto escrito por Josias de Souza – Folha de São Paulo

Feira de Santana, Bahia, República de Nós Bananas
Messias Franca de Macedo

Responder

Carlos Eduardo

20 de março de 2010 às 13h26

Vamos ter que lidar com mentiras e calunias descaradas até as eleições, infelizmente

Responder

Messias Macedo

20 de março de 2010 às 13h24

O FOLHETIM GOLPISTA ‘VEJA’ MAIS UMAVEZ ESTÁ DESMORALIZADO! Senão vejamos uma das “fontes” dos Civitas da Abril, um estelionatário que responde pela alcunha de Bolonha!:

################
MPF diz que inquérito do mensalão não inclui Vaccari
O tesoureiro do PT, João Vaccari Neto não é mencionado no inquérito do mensalão, informa o Ministério Público Federal.
Em sua edição da semana passada, Veja anotara que o nome de Vaccari fora citado em depoimento do corretor Lúcio Bolonha Funaro.

Texto escrito por Josias de Souza – Folha de São Paulo

Feira de Santana, Bahia, República de Nós Bananas
Messias Franca de Macedo

Responder

Klaus

20 de março de 2010 às 13h22

Maluf está com ordem de prisão emitida pela Interpol. Será que Lula defenderá Maluf? Se a prisão de Arruda é ruim para Serra, o fato de um político da base aliada estar com ordem de prisão em 180 países é ruim para Dilma? Se Maluf apoiasse Serra esta notícia estaria em Viomundo? Nossa, são tantas indagações que ficarão sem resposta…

Responder

    cassio oliveira

    20 de março de 2010 às 15h42

    Caro Klaus, o vídeo de Serra a afirmar que um possível slogan de campanha para a chapa com Arruda seria
    "vote em um careca em leve dois" só deverá aparecer no horário eleitoral gratuito. Maluf – do mesmo berço político demista -, é aliado do governo atual, como foi de todos os presidentes desde o golpe de 64. Ou você esquece a fotografia do notório bandido ao lado de FHC nas eleições de 1998?
    De resto, Maluf é obra de SP. A mesma SP que, hoje, eterniza a tucanada no poder do Estado. Entendeu ou quer que eu desenhe?

    Klaus

    20 de março de 2010 às 17h27

    O que você postaria aqui caso Maluf apoiasse Serra? O mesmo que está aí em cima ou pensaria diferente?

    Ronaldo Caetano

    20 de março de 2010 às 21h21

    Klaus, você é autista?

    TODOS os antigos malufistas de SP apoiam Serra que, coitado, foi adotado pela extrema direita paulistana e não tem como se livrar deles.

    Acorda, alemão.

    @gleciotavares

    20 de março de 2010 às 21h27

    É o mesmo que voce cobrar a Dilma sobre as acusações do Garotinho so porque ele apoia sua candidatura.
    Klaus quando votou em Serra voce se tornou cumplice da luta das policias de são paulo e das 78 mortes em enchentes neste ano. Se voce acredita em alguma religião va se penitenciar antes que seja tarde.

    Leider Lincoln

    20 de março de 2010 às 18h38

    O Maluf então é "lulista"? Tanto quanto o Quércia é, não é mesmo?
    Pelo jeito, em sua santa intelijência você acha que apoio do partido é igual a apoio pessoal recíproco.
    Mas vamos fazer o seguinte, Klaus, para cada foto que você achar do Lula e do Maluf abraçados, eu acho duas do Serra com o Quércia e o Arruda, que tal?

    Samira

    20 de março de 2010 às 22h39

    A foto que vale um milhão é do Lula beijando a mão do Jader Barbalho.

    Luís C. P. Prudente

    20 de março de 2010 às 23h32

    Somente o tal do Klaus deve ter centenas dessas fotos, em que aparecem Serra com Arruda e Serra com Quércia! O Klaus coleciona estas fotos, pois ele tenta se espelhar nas ações desses caras!

Edson

20 de março de 2010 às 13h14

Sou completamente a favor da liberdade de imprensa, desde que combinada com a responsabilidade de suas publicações. Antes de divulgado qualquer fato, deve o divulgador estar de posse de todos os documentos que o comprovem, sob pena de punições que o impeçam de funcionar até que as provas apareçam. Assim não sendo, as publicações da mídia se transformam em obras de ficção e não de informação, à feição de seus interesses. A grande vítima é a democracia.
Quem compra jornais, revistas ou assiste TV's tem direito a verdade. É um direito. E a verdade é uma obrigação dos divulgadores.

Responder

Marco

20 de março de 2010 às 13h06

A VEJA vive num mundo paralelo! Não aceitam a fria realidade dos fatos. São como torcedores fanáticos de futebol. Uma revista que hoje, tem menos importância do que a Caras.

Responder

    Klaus

    20 de março de 2010 às 17h28

    Mas tem mais de um milhão de assinantes…

    Stella

    20 de março de 2010 às 18h18

    Inocentes úteis e/ou otários às vezes ultrapassam a casa do milhão! Infelizmente!

    Leider Lincoln

    20 de março de 2010 às 18h30

    É o que estava comentando. Nos dois consultórios que frequentam, a Veja foi trocada pela Caras, de fato…

    Glecio_Tavares

    21 de março de 2010 às 02h08

    Desse milhão 200 mil é o Serra distribuindo para orgão do estado e escolas publicas. hahahahahaa
    Outros 100 mil é da Yeda. 80 mil do Arruda. O restante foi feita como o caso do senhor de 92 anos que teve o cartão roubado pela veja e tinha 13 assinantes recbendo revistas pagas por ele. graças a justiça ele ja conseguiu ganho de causa e a veja vai pagar 5 mil de danos morais e 12 mil de cobrança indevida.

clovis vieira

20 de março de 2010 às 12h53

sao essas coisas que deveriam ter leis que fechassem jornais ou revistas que maculem a imagem de alguem sem provas.

Responder

mar - clique aqui

20 de março de 2010 às 12h49

Azenha, onde vamos parar com esta história de as vítimas desta mídia criminosa não darem direito de respeito às suas vítimas,,,e o pior,,isto ficou garantido com a revogação da Lei que tratava das comunicação sem ter sido substutuida por outra que garanta isto que é fundamental para qualquer um de nós: o direito a defesa

Responder

Roque

20 de março de 2010 às 12h46

O que me deixa indignado é a posição do PT em relação a essas reportagens. Tenho certeza que o Vaccari, não tem nada com essa história, então vamos defendê-lo. Outro absurdo também é o que estão fazendo com o Zé Dirceu que deverá ser julgado (daqui a uns 100 anos) pelo STF (graças a Deus o Gilmar Serra Dantas tá fora) e será absolvido. Ok, foi absolvido e depois? Carregando a pecha de mensaleiro (palavra horrível) imposta pela mídia comprometida, vampiresca. Como reparar tal prejuízo? Por todos os Deuse façam alguma coisa, processem essa porcaria, pelo menos uma dedada no olho do reporter que publicou tal absurdo!!

Responder

    Luiz Carlos

    21 de março de 2010 às 00h46

    Roque, por causa dessas reporcagens o PT e o Vaccari já processaram esse panfleto reacionário e fascista. O que leva a esses abusos e crimes de informação ininterruptos por parte do PIG é a falta de uma legislação clara que os enquadre como tais e que puna os seus autores com o devido rigor. Há vários processos contra a revista 'Veja', por exemplo. Já há muitos casos em essa revista fascista e os seus 'jornalistas' foram condenados pela justiça. O problema, entre outros, é que a justiça demora muito para julgar esses casos e a condenação, quando ocorre, não passa de uma indenização muito baixa em favor daqueles que foram vítimas dos ataques, mentiras e calúnias desses bandidos midiáticos. Assim, como as punições aplicadas pela justiça para os abusos e crimes cometidos por esses canalhas são muito brandas, eles se sentem à vontade para continuar cometendo toda sorte de abusos e crimes, como assassinatos de reputações, por exemplo. Para mim, os barões da mídia e seus jornalistas-jagunços são atualmente, sem dúvida, os maiores inimigos do nosso país e do nosso povo.

    Luiz Carlos

    21 de março de 2010 às 17h37

    Uma correção. Não me expressei bem acima: O PT e o Vaccari já informaram que IRÃO PROCESSAR a Veja por danos morais, quando também pedirão à Justiça o direito de resposta.

Genghis Khan

20 de março de 2010 às 12h46

Isso só vai ter fim, quando o judiciário deixar de ter o rabo preso com o mídia. Aí, é só enfiar uma indenização milionária em cima do civita e ele vai pensar duas vezes antes de ficar fazendo esse tipo de jogo sujo. O civita é aquele que já foi chamado de canalha pelo sarney. E não retrucou. Dizem também que ele fala abertamente que é 'bandido da midia' e que a diferença entre ele e os outros, é que ele admite isso. É, faz sentido.

Responder

richard

20 de março de 2010 às 12h43

Azenha, essa imprensa é ridícula e vassala. Mas nada como um dia depois do outro. Veja como caiu a cara de Tio Rei, da Mirian e correlatos quando a comunidade internacional subscreveu o que Lula falou em Israel

http://anaispoliticos.blogspot.com/2010/03/lula-e

como fica a cara deles, agora?

Responder

Fauzi Achoa

20 de março de 2010 às 12h42

Esses factoides correm soltos no Brasil porque as vítimas jamais procuram o Poder Judiciário para a reparação do dano causado.

Responder

lcsouzaleal

20 de março de 2010 às 12h42

E agora PIG??
Retratação JÁ!

Cadê o Conselho Nacional de Comunicação pra botar ordem nessa Zona?

O mínimo que devia acontecer é essa notícia ser desmentida, que toda a verdade venha à tona

Responder

Carlos.

20 de março de 2010 às 12h40

Ou a gente acaba com a mídia porca, ou a mídia porca acaba com o Brasil.

Responder

Luiz Rogerio

20 de março de 2010 às 12h39

Azenha, sou leigo, mas não dá para esse pessoal processar a Veja e outros? Se dá porque não o faz? Rabo preso?

Responder

    E. Cabral

    20 de março de 2010 às 14h34

    Luis. lembra da "censura" ao estadão? É isso que eles querem, alegar perseguição política e ameças de censura. Entretanto, acho que dá sim pra exigir direito de resposta e indenização por danos morais, por parte do tal tesoureiro acusado indevidamente. O mais triste é que a revista podre vai às bancas no domingo mais a globo já noticia no Jn de sábado as mentiras, pra induzir os desavisados a procurar a notícia na revistinha de merda.

    Luiz Carlos

    21 de março de 2010 às 04h15

    Luiz Rogério, por causa dessas reporcagens, o PT e o Vaccari já processaram, sim, a Veja. Se for do seu interesse, veja o comentário do leitor Roque e a minha resposta ao comentário dele.

arnaldo

20 de março de 2010 às 12h38

diante de tudo isso nao há como o pt processar a veja por mais calunia?

Responder

Roberto Locatelli

20 de março de 2010 às 12h38

A diferença entre 2006 e os tempos de agora são muitas: a popularidade de Lula, a força da Blogosfera e a desestruturação do PSDB e do Demo.

A mais significativa derrota do consórcio PiG-oposição foi a não derrubada de Sarney. Os demo-tucanos, em conluio com o PiG, jogaram TODAS as suas armas e TODAS as suas forças na derrocada de Sarney, que seria substituído por "São" Marconi Perillo, apaniguado de Serra. Na ocasião, um senador justificou a decisão de não tirar Sarney dizendo que o Congresso não iria mais "se pautar por notícias de jornal". Foi um golpe duro no PiG e na oposição.

Quanto ao almanaque semanal dos Civita, foi o veículo que mais perdeu credibilidade. Tornou-se um tablóide que começa a não ser levado a sério nem mesmo pela direita.

Responder

Renilton

20 de março de 2010 às 12h37

O esquema de manipulação do PIG já está manjado e a vida últil dos factóides é cada vez menor, graças, principalmente, a ação vigilante e séria de muitos blogueiros.

Responder

Fred Oliva

20 de março de 2010 às 12h32

Moral da "estória": quem gosta de acreditar em Veja continuará acreditando que "onde há fumaça há fogo" e, um grupo majoritário, composto de vários ex-assinantes, como eu, continuará a ignorar tudo que venha não só da Veja mas de tudo que é publicado pela Editora Abril.

Aliás, está acontecendo tanto com a Editora Abril quanto com o Grupo Folha, o mesmo fenômeno, ou seja, rejeição não só à Veja e ao jornal Folha, mas a todos os outros produtos (como o UOL, no caso da Folha) por eles produzidos e distribuídos.

Mas, uma coisa é certa… como dizia o inventor do circo moderno, Mr. Barnoon, no final do século XIX, "no mundo nascem diariamente mais de mil otários… temos a obrigação moral de explolá-los".

O PIG, na verdade, está fazendo isso… explorando os otários reacionários de São Paulo. Aqueles que se tornaram reféns da própria estupidez.

Eles merecem.

Responder

    Stella

    20 de março de 2010 às 18h22

    Exatamente o que aconteceu comigo! Nem revistas femininas, que por sinal são ruinzinhas também, feitas para quem acredita que a vida pode ser feita de "glamour" 24 horas por dia, são sustentadas por meu suado dinheirinho.

Manoel Viana

20 de março de 2010 às 12h31

E agora? Uma revista de circulação nacional como a veja e jornais de grande repercussão como folha de São Paulo, Estadâoe Rede Globo de televisão, divulgaram uma noticia incriminando o tesoureiro do PT João Vacarri e agora é desmentida pela procuradoria da República do Estado de São Paulo não irão responder na justiça por esta incompetência e imoralidade jornalística?
Manoel

Responder

    Zeno José Otto

    20 de março de 2010 às 15h13

    Também não consigo entender por que os prejudicados não processam a Veja. Faz tempo que é a inimiga pública número 1 do Brasil. O MP serve para que? É preciso esfregar provas na cara desse ministério para ele acordar? Algo há! E acho que não é só covardia.

    Klaus

    20 de março de 2010 às 16h20

    Não processam porque não podem. Num eventual processo seriam apresentadas provas (ou pelo menos fortes indícios) contra eles. É melhor deixar "queto".

    Marcos Doniseti

    20 de março de 2010 às 22h37

    Processar para que? Para a Justiça condenar a 'Veja' a pagar indenizações ridículos de R$ 20 mil??? Se este fosse um país mais sério, a 'Veja' seria condenada a pagar milhões de Reais de indenização

    Flavio Lima

    20 de março de 2010 às 22h48

    Deixar tão quieto quanto quanto o seu "promotor" ta deixando, que não propõe ação alguma…

    Lucia

    20 de março de 2010 às 22h16

    O PT já entrou na justiça! Contra a Veja, o Estadão e o Promotor José Carlos Blat. Agora a justiça se pronunciar em tempo hábil, são outros quinhentos anos. E a Veja e os outros contam exatamente com isso. Quando a justiça se pronunciar em desfavor dos veículos da mídia citados e também do promotor, já passou ….

    Carlos

    22 de março de 2010 às 12h03

    Sabe informar número do processo ou dos processos?

    fog

    20 de março de 2010 às 15h52

    Não vão responder na justiça. O MP está acovardado.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!