VIOMUNDO

Diário da Resistência


MP de São Paulo requenta duas vezes denúncia contra Haddad e PT diz que é operação boca de urna
Foto Facebook de Fernando Haddad
Falatório Política

MP de São Paulo requenta duas vezes denúncia contra Haddad e PT diz que é operação boca de urna


04/09/2018 - 15h51

Foto Facebook de Fernando Haddad

O promotor Marcelo Mendroni ficou na Itália por cerca de seis meses, entre novembro de 2006 e junho de 2007. Neste período, recebeu normalmente seus vencimentos — cerca de R$ 21 mil por mês. Trecho de reportagem do Consultor Jurídico sobre Mendroni, que foi suspenso por um dia “por conseguir licença para frequentar o curso de pós-doutorado [na Itália] e não efetivar matrícula ou obter o título”.

Ministério Público denuncia Haddad 2 vezes em 8 dias, usando a mesma causa pela 3ª vez

Por Cintia Alves, no GGN

O Ministério Público de São Paulo denunciou, nesta terça (4/9), Fernando Haddad, candidato do PT à vice-presidência da República, por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Só que os fatos narrados nesta acusação se repetem em outras duas ações que já foram apresentadas contra o ex-prefeito — a última delas, há menos de 10 dias, em 27 de agosto.

Foi só o PT avisar que iria denunciar no Conselho Nacional do Ministério Público a segunda investida contra Haddad, por considerá-la uma operação boca-de-urna contra o vice de Lula, que o promotor Marcelo Mendroni sacou a terceira acusação.

Em tese, a Justiça proíbe que uma pessoa seja acusada com base nos mesmos fatos em mais de uma ação, para evitar julgamentos conflituosos.

Na prática, porém, o Ministério Público do Estado tem usado a mesma delação premiada para atacar Haddad em 3 frentes distintas.

Na primeira, que está na Justiça Eleitoral, o MP diz que Haddad foi beneficiado por caixa 2 na campanha de 2012.

Isso porque o delator Ricardo Pessoa, da UTC, afirma ter pago, supostamente a pedido de João Vaccari Neto, uma dívida do PT junto a uma gráfica.

Essa dívida seria de R$ 3 milhões, mas a UTC negociou para pagar R$ 2,6 milhões.

O dono da gráfica reconhece o recebimento dos recursos, mas afirma que não há elo com a campanha de Haddad.

Na segunda denúncia, uma ação civil por improbidade administrativa, o promotor Wilson Tafner reciclou a mesma delação para acusar Haddad de enriquecimento ilícito.

As declarações de Pessoa foram reembaladas pelo MP-SP, acrescidas de matérias de jornais, outras delações da Lava Jato e as impressões da Promotoria — que basicamente sustenta que Haddad fez com a UTC em São Paulo o mesmo que o PT fez com a Petrobras e as empreiteiras no plano nacional.

O GGN destrinchou a segunda denúncia, apontando seu caráter esquizofrênico.

O MP-SP mistura, sem cerimônia, as convicções do promotor com as delações (inclusive, algumas que contrariam a tese da acusação) e notícias de jornais, supondo que atos indefinidos tomados por Haddad durante seu mandato beneficiaram a UTC em troca dos R$ 2,6 milhões.

Agora, na terceira frente, os mesmos fatos são resgatados para denunciar Haddad na área criminal.

Quem reportou a notícia foi o UOL, mas sem dar detalhes do que consta na acusação.

O portal apenas informa que o PT teria usado uma rede de gráficas para receber a vantagem indevida e “indireta” em relação a Haddad.

Não há relatos do que o ex-prefeito teria feito em troca da propina, para justificar a peça por corrupção, lavagem e formação de quadrilha.

A descrição da operação de lavagem em favor da gráfica que recebeu os R$ 2,6 milhões, com participação de Alberto Youssef, já foi narrada nas demais denúncias.

Leia também:

TSE decide nem responder ao Ibope sobre pesquisa engavetada





8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

carlos

05 de setembro de 2018 às 22h49

O MPSP tem um vagabundo chamado Cássio conserino, esse é um agente do PSDB SP, ele atua politicamente para o PSDB.

Responder

Batista Neto

05 de setembro de 2018 às 10h51

Os caras querem ganhar o jogo de qualquer jeito. Tá valendo até GOAL de mão, em posição de impedimento, com empurrãozinho com a canela do árbitro da partida!!! kkkkk

Responder

Luiz

05 de setembro de 2018 às 10h47

Isso é medo, eles sabem da merda que fizeram e Lula é capaz de eleger qualquer um, basta apontar o dedo, Haddad estamos aqui para apoia-lo, a militância tem que se esforçar, tem que pedir voto, tem que gritar, tem que convencer.

Responder

Liomar

04 de setembro de 2018 às 22h33

Quem pode e deve resolver essa pouca vergonha é o povo e através do voto. Antes que destruam o Brasil.
Tão forçando a barra demais. Todo mundo já percebeu isso.
Se o pt tivesse escolhido o Jacques Wagner para ser o candidato do PT o MP da Bahia estaria investigando ele. Se fosse o Tarso Genro o escolhido, seria aberto um processo contra ele no RS.
Qdo o árbitro começa a ajudar demais o time da casa, algo tem de errado.

Responder

Julio Silveira

04 de setembro de 2018 às 20h59

Fala serio, esse ministério publico tucano de São Paulo usa oculos e bengala, para as trampas de seus parceiros emplumados. São a barreira que fazem o tucanos dominarem o cenario politico paulista, com todas a secas da cantareira, todas as doações de espaço publico para amigos privados, com todos os buracos e tretas mocozadas do metro, dentre outros menos publicitados como as doenças erradicadas que estão de volta no estado. Mas são celeres em trabalhar para imobilizar adversarios dos parceria treteira tucana. Deve ser por que não abandonam amigos na estrada.

Responder

Abelardo

04 de setembro de 2018 às 19h26

Quem diria? Pela matéria acima, eu vejo que o judiciário brasileiro precisou se tornar uma quadrilha de malfeitores, com o único objetivo de calar e apagar totalmente a figura de Fernando Haddad, que representará a pessoa Luiz Inácio Lula da Silva. Luiz Inácio Lula da Silva é a única pessoa que faz com que todos os golpistas safados borrem
suas calças de medo e pavor da humilhante derrota que os aguardam. Entendo, que só de pensarem em uma possível reviravolta, que coloque Lula na disputa presidencial eles se desesperam por saberem que seus lombos serão expostos ao público para serem castigados. Se “todo castigo pra corno é pouco”, como diz o ditado popular, imagine o quão pouco será o castigo, para membros do judiciário que pulam o muro para o outro lado fazendo cagadas e mais cagadas, que chega a sujar até as suas almas por conta de tantas de imundícies e malfeitos praticadas?

Responder

sergio paulo de

04 de setembro de 2018 às 19h03

Tenho vergonha de ser brasileiro com a justiça que temos. essa perseguição ao Lula é demasiadamente injusta e covarde

Responder

João Lourenço

04 de setembro de 2018 às 15h54

O Golpe rolando dentro do PT e vcs ai fazendo o jogo sujo.FHC sorrindo muito de tudo isso!!!

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding