VIOMUNDO

Diário da Resistência


Política

Mino Carta, astrólogo: “Se Dilma não ganhar, ganha o Serra”


26/04/2010 - 10h59

Dilma ou Serra?

23/04/2010 12:27:59

Mino Carta, na CartaCapital

PS do Viomundo: Tudo indica que a partir disso

Em vão busquei a resposta de Homero, da Sibila, do Eremita e muitos mais. Não ouvi o astrólogo Quiroga, profeta na revista Veja

Estariam os deuses do Olimpo dispostos a exercer sua poderosa influência sobre o resultado de nossa eleição presidencial? Ocorre-me a guerra de Troia. Afrodite, deusa do amor, protegia Páris, filho de Príamo, rei troiano. Pallas Ateneia inspirava o grego Ulisses, rei de Ítaca. Foi ele o inventor do célebre cavalo que enganou os troianos e selou sua derrota.

Afrodite deixou cantar sua vocação e seu destino, preferiu o troiano, belo mancebo, dado mais ao galanteio do que ao duelo, responsável pela guerra ao seduzir e raptar a deslumbrante Helena, mulher de Menelau, irmão de Agamemnon, comandante supremo do exército grego. Pallas, nascida do cérebro de Zeus, fortaleceu em Ulisses a astúcia e a audácia. Deu no que deu.

Decidi recorrer a Homero, o vate cego que contou essa história. Poderia haver por parte dos deuses gregos algum interesse pela refrega que por aqui está a começar? Evitou uma resposta direta, recordou apenas que aquelas divindades tão humanas há muito tempo abandonaram o Olimpo, por não achá-lo suficientemente majestoso, um montezinho, pouco mais que um morro.

Procurei, então, a Sibila de Cuma, celebrada na antiquíssima Roma. Ao soldado que perguntava se voltaria da guerra, respondia: “Ibis, redibis, non morieris in bello”, irás, voltarás, não morrerás na guerra. Caso o militar morresse e a família batesse à sua porta para queixar-se, esclarecia prontamente ter dito: “Ibis, redibis non, morieris in bello”.

A despeito da vírgula volúvel, tomei o caminho de Cuma e propus à Sibila: quem ganha, Dilma ou Serra? Ela encarou as paredes de sua caverna, e dela ouvi de saída a seguinte observação, pronunciada em tom tão áspero quanto a pedra que a cercava: “Michelangelo me fez feia demais na abóbada da Capela Sistina, eu sou bem melhor do que aquele monstro”. Insisti. “Se a Dilma não ganhar, ganha o Serra”, sentenciou.

Quando compareci diante da maga Circe colhi em seus olhos um brilho sinistro. Desisti de interrogá-la. A recordação daquele momento atroz em que transforma em porcos os companheiros de Ulisses me fez dar meia-volta e afastar-me de carreira.

Andei pelo deserto em busca de Pedro, o Eremita, talvez ele soubesse quem seria o protegido do Deus cristão, o mesmo que quis as cruzadas contra os infiéis. Temi, obviamente, que pudessem ser leitores dos editoriais da mídia nativa, Pedro e o Altíssimo, de sorte a praticar o wishful thinking. Mesmo assim parti no encalço do frade pregador. Acabei por encontrá-lo no próprio Vaticano, envergava um clergyman muito bem cortado. Foi evasivo, todas as suas preocupações dizem respeito agora ao escândalo dos padres pedófilos. Limitou-se a comentar: “No meu tempo também aconteciam coisas terríveis, os homens pecavam com ursos, éguas, ovelhas”.

Não esqueci madame Blavatsky e a alcancei munido das fotos de Dilma e Serra. Ela esquecera seu pêndulo, infelizmente, a girar sobre as imagens contaria o futuro de cada um. Frequentei os terreiros, mas o pessoal caiu em transe alcoólico. Em vão fui atrás de videntes, cartomantes, jogadores de búzios.

Os profetas estavam a pretender que o colega Daniel se tornasse domador de circo. Os numerólogos perderam-se no labirinto dos logaritmos. Cheguei a cogitar de Paulo Coelho, a quem pediria o endereço de algum alquimista de confiança. Não faltou quem me avisasse: certos assuntos ele só trata com José Dirceu.

Em paz deixei Oscar Quiroga, astrólogo do Estado de S. Paulo, mesmo porque é também o preferido de Serra, o que, em princípio, configura um conflito de interesses. Quiroga foi taxativo, conforme o precioso relato da revista Veja: com todos os sinais astrológicos que ele constatou “seria tolice não arriscar a afirmação de que José Serra deve ser o próximo presidente do Brasil”.

De fato, os sinais são impressionantes: Sol e Netuno em oposição, Lua em Áries, Saturno e Urano em conjugação. Só não ficou claro se quando alude a Saturno também leva em conta o comportamento dos anéis. Contido, Serra admite: “Há uma espécie de ciência por trás disso”. Pensamento singelo, humilde até.

Lembrei-me do antigo Estadão, pioneiro na publicação de horóscopos, se não me engano no final dos anos 40, ou começos dos 50. O jornal carecia de um Quiroga e o astrólogo de plantão recebia contribuições da redação toda. Podia ser de Luiz Carlos Mesquita, o Carlão, que recomendava aos nascidos em Áries que não saíssem de casa no dia seguinte. Ou de meu pai, Giannino, segundo quem os taurinos deveriam abster-se de bifes malpassados. Ele não gostava de carne a verter sangue, e nascera em Touro. Os tempos eram outros.





20 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Ronaldo Caetano

14 de maio de 2010 às 19h42

Um lembrete para Serra…

Ao voltar para casa, Agamenon, que achou que tinha ganho a guerra, foi assassinado pela própria mulher e seu amante.

Isso que dá ficar conspirando de madrugada ao invés de dormir, no leito conjugal, ao lado da esposa.

Responder

Glecio_Tavares

04 de maio de 2010 às 01h33

O nome do astrologo é QuiDroga? Ele deveria ser astrologo do FHC.

Responder

Rasputin Zoroastro.

27 de abril de 2010 às 03h31

serra não ganha. perde.

saturno no meio céu já vitimou nixon. caso watergate.

__

análise preliminar do astral do zé maligno.

signo solar peixes. enganador. pouca sorte. tancredo jango gorbatchev e de klerk. encerram períodos na política. vai de último reacionário. relíquia do século que passou.

lua em áries. reações egocêntricas infantis.

sol e netuno em oposição. manipulador. nenhuma empatia ao próximo.

saturno e netuno em oposição. saturno é o reacionário cósmico. bloqueia o impulso libertário de urano. reacionário.

ascendente aquário. pouco ou nenhum compromisso com o que diz e pensa.

vênus e mercúrio na casa 2. louco por dinheiro.

sol na casa 3. superficial e trololeiro.

plutão na casa 7. sócios plutocratas. criminosos de alto padrão.

netuno casa 9. fantasias místicas descolando da realidade.

mercúrio quadrado marte. fala uma coisa e faz outra.

mercúrio na 2 em quincúncio com plutão na 7. recebe uma grana dos sócios plutocratas bandidos.

__

os trânsitos pra outubro então… maravilha.

netuno quadrado saturno. ansiedade e decepção.

netuno quadrado urano. segrêdos revelados. ih… sujou.

urano oposição netuno. falência de sonhos impossíveis. decepção.

urano conjunção sol. instabilidade e caos.

júpiter oposição netuno. especulações ruinosas. esquemas irrealistas causando grandes perdas.

marte quadrado mercúrio. raiva e irritação.

vênus quadrado plutão. esse é legal. a tentativa de manipular o ser desejado (o eleitorado) fracassa devido ao uso de táticas subversivas pra controlar a relação, destruindo qualquer boa vontade que exista.

mercúrio quadrado vênus. discórdia nos relacionamentos atrapalhando a comunicação.

e a cereja do bolo…

saturno conjunção meio-céu. retorno cármico. se você é um bom sujeito, sucesso. já os crápulas serão desmascarados. esse aspecto estava presente no mapa da renúncia de nixon. watergate. adeus zé maligno.

vou parar por aqui. estudar psicopatas estressa. só banho de erva pra consertar.

__

já os mapas de lula e dilma… só alegria.

lula tem vênus júpiter e netuno em libra. ama realmente as pessoas. padrão gandhi. incrível diplomata.

marte lua e saturno em câncer. luta contra os inimigos do povo.

sol em escorpião. justiceiro. sentido de finalidade.

e a dilma…

mercúrio conjunção júpiter. sinceridade franqueza verdade. fala o que pensa. inteligência brilhante.

sol em sagitário. enxerga longe. e tem sorte.

lua conjunção vênus. equilíbrio emocional.

e incríveis aspectos de objetividade e competência. realmente raros.

mais não digo. pra não telegrafar o gol.

__

o quidroga esse não é astrólogo de verdade.

seu enrolo diário é ridículo. parece que tem uma dúzia de vidros com generalidades sobre os signos. sorteia e publica.

e a bobagem publicada na inveja tá mais pra mãe diná. ou aquele juscelino. fala o que o cliente encomendar.

a historinha que serra será presidente a não ser que o mapa dos outros etc… é ridícula. por que não estuda os outros? tá com meda?

__

professor rasputin zoroastro. sacana e transcendental. sabe tudo. ou quase.

Responder

Aparecida Maciel

26 de abril de 2010 às 22h49

Lembrando o jeito que o Min Marco Aurélio Melllo deu para evitar declarar a vitória de Lula:
…"O candidato José Serra não conseguiu votos suficientes para vencer"…
Cara de pau!

Responder

Hildermes Medeiros

26 de abril de 2010 às 20h46

A meu ver Serra está mais do que certo, ao valer-se dos oráculos dessa quase-ciência, como é de seu entendimento. E se essas pesquisas estiverem "marretadas" como muitos presumem? Pior de que uma quase-ciência, né, nâo? É o que resta: acreditar em horóscopo, búzios, no que for, desde que lhe dê ânimo para ter, mesmo que passageira, aquela sensação de que vai ganhar, porque perder é quase certeza.

Responder

Carlos.

26 de abril de 2010 às 20h00

"Em paz deixei Oscar Quiroga, astrólogo do Estado de S. Paulo, mesmo porque é também o preferido de Serra, o que, em princípio, configura um conflito de interesses."

Pois é, em 1993 um vidente fez a seguinte previsão: Se Luxemburgo (o Wanderley, na a Rosa) não for chamado para o lugar de Parreira, o Brasil vai perder a Copa dos Estados Unidos. Daí eu eu fico me perguntando: será que Baggio chutou aquela bola lá em cima porque fez pontaria no próprio ascendente? E do Senna, alguém previu a morte? E o Professor Juscelino, escreveu alguma carta nova prevendo a vitória de Obama nas eleições dos EUA? Porque a demora em escolher o vice de Serra, ainda não encontraram algum candidato com mapa astrológico conveniente ou Aécio não está ligando para o possível risco de que o céu lhe caia sobre a cabeça se insistir em recusar o cargo?

Responder

Fabio

26 de abril de 2010 às 19h34

Serra nunca maissss!!

Responder

Ramon

26 de abril de 2010 às 19h01

E o que protetiza oData-Folha-de-Arruda? esconjuro, Cruz-Credo!
Deus é grande, não há de consentir tal sofrimento ao povo brasileiro, Serra e PSDB só é bom mesmo em Marte, em Saturno…

Responder

flavio cunha

26 de abril de 2010 às 18h41

Eu conheci uma parteira com uma média impressionante de acertos no sexo dos bebês a serem trazidos ao mundo. Ela conseguiu ao longo dos anos manter mais ou menos 50% de acerto. Impressionante!

Responder

    mauro

    26 de abril de 2010 às 23h01

    Flávio meu deslumbrado impresionado! se o sexo, pelo menos no nascimento é "machim" ou "feminha", é claro que isso dá ao longo dos anos um certo grau aproximado de acerto de 50%.

Dirck

26 de abril de 2010 às 17h06

"Preparei-me a vida inteira para ser presidente"
Serra tem um projeto pessoal. Nada a ver com o Brasil.

Responder

    Almir Rocha

    26 de abril de 2010 às 19h19

    Espero que permaneça se preparando pelo resto da vida.

    Carlos

    26 de abril de 2010 às 19h20

    Na mosca: projeto pessoal.

    francisco.latorre

    27 de abril de 2010 às 03h26

    eu.. eu mesmo.. eu.

    ..

    Aparecida Maciel

    26 de abril de 2010 às 22h51

    Como o Carlos Lacerda (o corvo), deve pensar que TEM o direito de ocupar o cargo de Presidente da República.
    E vai fazer de tudo para conseguir.

Rodrigues

26 de abril de 2010 às 16h49

Se o Serra ganhar, o PSDB vai propor parlamentarismo outra vez! Ainda mias se houver crise econômica aguda!

Responder

Paulo

26 de abril de 2010 às 15h57

Se o Serra ganhar, talvez chegue até o final do mandato, mas com certeza o Psdb afunda até o fim do poço.

Responder

Armando do Prado

26 de abril de 2010 às 14h59

Apelação, manipulação e arrogância, eis os ingredientes da direita que quer porque quer recuperar o poder, para continuar a "obra" de entrega da era do ex-professor Cardoso.

Responder

Maria Efigênia

26 de abril de 2010 às 14h45

kkkkkkk li na Carta Capital, muito engraçado.

Responder

Gerson Carneiro

26 de abril de 2010 às 14h29

Não fui ao deserto (até pensei em ir, mas bateu uma preguiça da porra; também estava sem grana, né meu pai), não fui a lugar algum. Aliás, não saí da Bahia. Fui sim, aqui mesmo, aos Terreios ouvir os atabaques que me disseram que Dilma será eleita, assim como haverá um show do Roberto Carlos, em dezembro, na Rede Globo.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding