VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Miguel do Rosário: Versões impressas de Globo e Estadão omitem que Jobim negou chantagem de Lula


28/05/2012 - 10h41

por Miguel do Rosário, em O Cafezinho, sugestão de Adriano Rattes

Vamos direto às novidades do escândalo Gilmar-Lula. Para quem não sabe do que se trata, sugiro dar um giro por outros posts do blog depois voltar aqui.

O Globo simplesmente – e inacreditavelmente – escondeu Nelson Jobim. Logo ele, orgulho da mídia de oposição por sua orgulhosa e bem sucedida independência. Mesmo antipetista e mais ligado ao PSDB do que ao governo, Jobim conseguiu ser ministro de Lula e Dilma. Aliás, foi ministro justamente por essa característica. Ele era uma espécie de ponte entre o tucanato midiático e o governo. Durante o chamado “caos aéreo”, Lula nomeou Jobim para acalmar setores apavorados da classe média. Deu certo. Jobim deu meia dúzia de declarações em tom chauvinista e terminou a crise. Foi demitido em 2011 por Dilma Rousseff após começar a dar entrevistas dizendo que votara em José Serra.

Recentemente, Jobim voltou a ganhar destaque nos jornais por sua intervenção num evento do PMDB, no qual advogou que o partido assuma posições independentes do PT.

Ou seja, Jobim tem tudo para ser um queridinho da grande mídia.

Pois mesmo assim, O Globo impresso de hoje não dá a informação de que Jobim declarou, a um jornalista da própria empresa, Jorge Bastos Moreno, que a reportagem da Veja é inverídica, de que Lula não pressionou Gilmar Mendes a adiar o processo do mensalão, e que os dois não ficaram sozinhos.

Ao invés disso, o Globo traz matéria, estranhamente assinada pelo próprio Moreno (no site, ainda mais bizarramente, a matéria vem anônima), na qual o encontro entre Lula e Jobim é reconstruído através de um curioso método:

Convém esclarecer, também, que tudo isso e o que se segue foram reconstruídos seguindo os rastros das conversas que o ministro Gilmar Mendes passou a ter com vários interlocutores sobre o ocorrido.

Por que a versão impressa do Globo não publicou a entrevista de Jobim ao blog do Moreno, a única que de fato trazia novidades? Por que exigiu que Moreno escrevesse uma matéria contradizendo a própria fonte, e baseado em “rastros de conversas”?

Bem, a resposta é fácil. Basta ler a coluna de Noblat, publicada no mesmo dia. Ou conferir a incrível manipulação do jornal a partir de uma entrevista de Celso de Mello ao site Consultor Jurídico, notoriamente ligado a Gilmar Mendes.

O Conjur entrevistou Celso de Melloneste domingo, antes que Mello tomasse conhecimento de que a única testemunha da conversa entre Mendes e Lula havia negado veementemente seu conteúdo. Mello respondeu a partir de uma hipótese.

Mello deixa, porém, bem claro o condicionante de sua frase: “a conduta do ex-presidente da República, se confirmada, constituirá lamentável expressão de grave desconhecimento das instituições republicanas.”

A postura de Mello, de qualquer forma, nos lembra a lamentável influência que a Veja e órgãos da grande mídia ainda exercem sobre o espírito de magistrados. Esperemos que o ministro, vendo que sua fala foi manipulada, e constatando que a informação na qual se baseou estava equivocada, reflita sobre os danos que, apesar de involuntariamente, causou à estabilidade política, o que constitui uma irresponsabilidade e uma infração ética de sua missão como juiz da corte superior. Diante do histórico da revista, Mello deveria ter pedido tempo para se informar melhor. É absurdo que os ministros do Supremo ainda sejam manipulados tão facilmente.

Pois é, excelentíssimo Mello: a notícia não foi confirmada. Lula e a única testemunha, Nelson Jobim, negaram o teor da conversa. São dois contra um. O Conjur, ao menos, informa, ao final do texto, que Jobim rechaçou a matéria da Veja. O Globo, ao invés disso, optou pela seguinte chamada na capa (observe o subtítulo):

Além de pedir o “impeachment” de Lula na capa, o Globo dá o seguinte título à matéria (onde não informa, repito, que Jobim negou o conteúdo da conversa, nem que Mello falava hipoteticamente):

À Folha, o ex-ministro, além de negar a conversa, acrescentou uma informação nova (para assinantes do UOL):

O ex-ministro se diz surpreso também com o relato de que Gilmar teria ficado perplexo com a conversa.“Lula saiu antes dele e não houve indignação nenhuma do Gilmar. Isso só apareceu agora na revista”, argumenta Nelson Jobim.

Quem deu o furo sobre  a negativa de Jobim foi o Estadão, em matéria destemida. Uso o adjetivo destemida para diferenciá-la daquela escrita por Jorge Bastos Moreno (a primeira, com fatos; não a segunda, com “rastros de conversa”), repleta daquela covardia travestida de ironia, na qual ele procura atenuar a negativa, firme, do ex-ministro com a ridícula insinuação de que ele estaria com “voz estranha”.

Pena que o destemor do Estadão tenha se limitado a sua editoria virtual. A negativa de Jobim não consta da versão impressa.

É realmente incrível que, num caso dessa gravidade, os editores neguem ao leitor, na maior cara dura, uma informação fundamental para se entender a história em sua plenitude. E isso em tempos de internet, quando a grande maioria do público interessado no tema perceberá a manobra. Não precisavam acreditar em Jobim, mas bloquear a informação?

Voltando ao Globo, a coluna do Noblat aborda o caso igualmente sem uma mísera menção à negação de Jobim ou Lula. Discorre sobre caso baseando-se exclusivamente no relato de Jobim à Veja. O início é de um desrespeito estarrecedor:

 

Repare na citação sobre Dirceu, provavelmente mais uma invencionice. Há uma só palavra citada: “deseperado”, o resto são colchetes e parênteses. A palavra parece dizer mais sobre o estado de espírito do jornal do que do ex-deputado.

A baixeza de Noblat parece não ter limites. Iniciar uma análise atribuindo a postura de Lula ao efeito dos remédios contra o câncer me parece, este sim, um recurso desesperado.

Observe a afirmação: “Para chegar bem ao seu final, a CPI terá que dar em nada”. Noblat vocaliza a enésima ameaça da mídia à CPI. E mais uma vez atribui sua criação exclusivamente ao presidente Lula, quando ela foi criada a partir da assinatura de mais de 400 deputados e senadores.

Por essas e outras razões, os parlamentares não podem se acovardar perante a mídia,  e sobretudo jamais esquecer que o juiz final de sua atitude na CPI não será a mídia, nem a blogosfera, mas a história.

PS: Leia também esse post, com entrevista de Jobim ao Zero Hora, principal jornal do Rio Grande do Sul, onde o ex-ministro diz o seguinte:

ZH – Lula pediu ao ministro Gilmar Mendes o adiamento do julgamento do mensalão?Nelson Jobim – Não. Não houve nenhuma conversa nesse sentido. Eu estava junto, foi no meu escritório, e não houve nenhum diálogo nesse sentido.

 

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - A mídia descontrolada e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


98 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Jaime Amparo Alves: Nunca houve tanto ódio na mídia brasileira « Viomundo – O que você não vê na mídia

29 de dezembro de 2012 às 13h22

[…] Miguel do Rosário: Versões impressas de Globo e Estadão omitem que Jobim negou chantagem de Lula […]

Responder

Elke di Barros

30 de maio de 2012 às 03h45

Gente, tá na cara que o Gilmar aprontou e se banhou nas águas do cachoeira, por isso o seu desespero. O Lula deve ter lhe perguntado a respeito de Berlin e ele, com a consciência pesada que estava, achou que o ex-presidente soubesse de algo. Vendo pipocar as primeiras evidências sobre sua viagem no avião do Cachoeira, achou que tivesse sido coisa do PT, então é aquela velha estória, a melhor defesa é o ataque. Sim, Gilmar deve explicações. Queremos os grampos.

Responder

PauloH

28 de maio de 2012 às 23h23

“Folha faz matéria sobre trending topics, cita o 10o. lugar e esquece de citar primeiro e segundo”

A Folha publicou hoje uma matéria sobre os “trending topics” do twitter no Brasil e dá destaque para os temas que ficaram em 5o. “Johnnie Walker” e 6o. “Ypioca” na lista nacional. Foi por causa da compra da cachaça brasileira pela marca que fabrica o uísque. Também menciona o hashtag “sexo a 3”, que se refere ao programa do Dr. Ray na rede TV e ficou entre os mais comentados em SP e no RJ. Por fim, a matéria faz uma referência à derrota de Tomas Bellucci, que perdeu na primeira rodada de Roland Garros – o assunto ficou em 10o. lugar entre os mais twittados do país. Daí a gente, currioso como é, vai conferir as listas completas pra ver quem está em primeiro – porque a Folha esqueceu de citar no texto da notícia. E, surpresa, em primeiro e segundo lugares dos “trending topics” nacionais estão os assuntos “#GilmarMentes” e “#BrasilConfiaEmLula”. Este último também foi o primeiro tema da lista de SP e o segundo da lista do RJ. Mas a matéria não dá uma linha, uma palavra, uma letra sequer sobre isso. Pode isso, Arnaldo?

http://www1.folha.uol.com.br/paineldoleitor/ultimasdasredessociais/1096776-compra-da-ypioca-por-dono-do-johnnie-walker-e-destaque-na-rede.shtml

Responder

Luciano

28 de maio de 2012 às 22h41

Se alguém precisava de um desmentido oficial, Gilmar Dantas o fez, no JN de hoje (não assisto esse lixo, mas acabei direcionado para o noticia por um link em outro blog). Disse Gilmar: “Não houve nenhum pedido específico do presidente em relação ao mensalão. Manifestou um desejo, eu disse da dificuldade que o tribunal teria. Ele não pediu a mim diretamente.(…)”. Isso só prova que Gilmar e veja se merecem… Pra confirmar a armação, só falta encontrar os ratos presentes no esgoto onde Gilmar encontrou o reporter da veja para a entrevista. Eles podem contar como tudo foi armado.

Responder

Marcelo

28 de maio de 2012 às 19h54

Desculpem , mas tem que ser muito otario , mas muito babaca mesmo para dar credibilidade a uma denuncia de gilmar mendes feita a veja , nem homer simpson cai nessa .

Responder

    Fabio Passos

    28 de maio de 2012 às 20h54

    Só meia dúzia de militantes do PIG defende esta nova canalhice de rupert civita & gilmar dantas.
    A veja considera que seus leitores são imbecis.

    Luiz (o outro)

    29 de maio de 2012 às 10h03

    Mas infelizmente a grande maioria dos leitores da Veja são realmente imbecis…

Jicxjo

28 de maio de 2012 às 19h53

Parece que Gilmar contou com o ovo naquele lugar. Não tinha combinado versão com Jobim, achando que este imediatamente o endossaria, como ocorreu no episódio do grampo sem áudio. No entanto continuo achando Jobim Micheletti não confiável; este pode estar fazendo alguma chantagem nos bastidores, como aventado por Wálter Maierovitch no Terra Magazine. Não será surpresa se mudar de versão a qualquer momento, deixando a todos sem argumento, dizendo que estava apenas tentando botar panos quentes e “salvar a República”, emergindo ainda como “herói” na mídia, como ocorreu no “caosaéreo”. Não acho que devemos nos apegar demais à versão dele, pois afinal é só isso, mais uma VERSÃO de um fato; fato a respeito do qual a verdade dificilmente emergirá, para alegria dos caluniadores com o trombone midiático, ficando apenas palavra contra palavra(s). Jobim não é nenhum fiel de balança para definir o que é a verdade.

Responder

Jicxjo

28 de maio de 2012 às 19h50

Em horas como essa o Roberto Civita deve dar altas risadas, em ver o tamanho do seu poder midiático. A República inteira pautada por uma reportagem de quinta de sua revistinha já sob suspeita. Um simulacro em estado puro, engolindo políticos, juízes, engravatados em geral, presunçosos e vaidosos, além de uma horda de “inocentes” (?) úteis. Alienados e demagogos magnetizados em uma só direção. Um circo dos horrores diante de nossos olhos, de nossa cidadania estuprada por psicopatas que se julgam donos do país.

Responder

Francisco

28 de maio de 2012 às 18h47

Antes quando eu ouvia que a oligarquia não demarcava terra de indio porque ainda achava que indio bom é indio morto, ou que não votava a condenação ao trabalho escravo porque no fundo, achava que negão tinha que estar no eito, eu dizia “calma lá, pessoal, também não deve ser assim…”.

Tolinho…

A neura de se agarrar ao passado é tal que querem inpeachment de Lula DEPOIS de Lula ter deixado de ser presidente!!! É inacreditável!!!

Lula é um cidadão comum! Se ele tivesse falado o que bem entendesse, o juiz ia ter que ouvir com a educação e gentileza que deve ter com qualquer contribuinte. Sorrir e… calar. Ponto final.

Existe quebra de decoro no judiciário? Juiz mentiroso pode continuar a advogar? Catilina, Catilina…

Responder

    Fabio Passos

    28 de maio de 2012 às 20h56

Gil Rocha

28 de maio de 2012 às 18h34

E já que usaram o Jorge Bastos Moreno
para confirmar que Gilmar mentiu, vou
deixar um TT dele aqui.
“O desespero dos aloprados petistas do
twitter em desmentir Gilmar é prova de
que até eles acharam o comportamento de Lula
inadequado”.

Quem achar que e mentira é só entrar no Twitter
dele e confirmar.

Responder

    Gil Rocha

    28 de maio de 2012 às 18h38

    E já que usaram o Jorge Bastos Moreno
    para confirmar que Gilmar mentiu, vou
    deixar um TT dele aqui.

    “O desespero dos aloprados petistas do
    twitter em desmentir Gilmar é prova de
    que até eles acharam o comportamento de Lula
    inadequado”.

    Quem achar que e mentira é só entrar no Twitter
    do Moreno e confirmar.

    Bonifa

    28 de maio de 2012 às 23h24

    Você tem toda a razão, Gil Rocha. Esse Moreno mente escandalosamente e é como você fala, está movido por ódio irracional, herdado de seus patrões, contra o Lula e o Partido dos Trabalhadores.

marcosomag

28 de maio de 2012 às 18h33

Imprensa burguesa no Brasil é delinqüente irrecuperável. Deve ser combatida todos os dias pelos democratas deste país. Falta firmeza ao PT para colocar barões da mídia no banco dos réus da CPI e esclarecer o povo do que se trata.

Responder

Jefefrson

28 de maio de 2012 às 18h24

Para os petistas basta a palavra de Jobim, do Nassif e da Carta Capital, mas para mim e para muitos outros brasileiros Lula deve uma explicação a nação já que se trata de um dos mais graves ataques a democracia brasileira.

Responder

    Gersier

    28 de maio de 2012 às 19h55

    Pois é,pra nós que conhecemos a alma de Lula não precisaria nem o desmentido de “jonhbim”,bastaria a palavra do Lula.Acreditar em gilmar mendes é um grande sinal de inteligência,de discernimento.Acreditar na veja então é uma grande demonstração de genialidade.

    Abel

    28 de maio de 2012 às 23h18

    Ataque à democracia? O teu candidato Demóstenes é PHD nisso ;)

Celso Schröder: “A Fenaj não vai proteger jornalistas criminosos” « Viomundo – O que você não vê na mídia

28 de maio de 2012 às 18h23

[…] Miguel do Rosário: Versões impressas de Globo e Estadão omitem que Jobim negou chantagem de Lula…. […]

Responder

JOSE CARLOS DE CAMARGO

28 de maio de 2012 às 18h12

LCAZENHA: tudo isso porque o LULA é e sempre foi um fujão! Êle morre de medo da MÍDIA, principalmente do Plim-Plim da Globo! O PIG sabe disso e porisso manda bala! E o PT e seus aliados calam-se (e que cala consente!)

Responder

    Marcelo de Matos

    28 de maio de 2012 às 18h30

    Quem não tem medo do PIG? O Gilmar mesmo se borra. Seus colegas do Supremo, então, nem pensar. No Legislativo um ou outro, como Collor, Requião ou Ciro Gomes dão umas porradas na onça, mas, eles também sabem que tudo tem limites. O Ciro declarou em recente entrevista que a CPMI não deve convocar a Veja e, de modo algum, afrontar a imprensa.

Manuel Henrique

28 de maio de 2012 às 17h49

A estratégia do pig é negar voz a qualquer pessoa contrária a posição dos jornalões. Já tentei postar diversos comentários na folha e no globo e não publicam. Além de censurar as informações (como o desmentido do Nelson Jobim à historinha do Gilmar Mendes), estão censurando comentários. Essa é a liberdade de imprensa que eles defendem.
PARTICIPEM DO TUITAÇO, HOJE 28.05.12:
#GilmarMentes e #BrasilConfiaEmLula

Responder

    Fabio Passos

    28 de maio de 2012 às 18h00

    #GilmarMentes é muito engraçado
    Vou participar…

Igor_

28 de maio de 2012 às 17h41

Piada mesmo! Acreditarmos que vivemos uma democracia com a situaçã da mídia aqui no Brasil !Aonde uma emissora Global “engole” quase toda audiência somente para ela. Estamos mais parecidos com uma ditadura de uma empresa só! (Algo,sei lá, como Irã, Rússia,China etc…) E ai do canal que tentar tirar o monopólio, o Ibope dessa emissora Global. Ela mata esse canal ! Vai matando esse canal aos poucos….de uma forma ou de outra! Essa é a “porca situação” da “dita” democracia na nossa mídia. Democracia na mídia, com melhor modelo, possue os EUA, aonde os telespectadores podem escolher entre vários canais de TV e a audiência po lá é bem dividida entre os canais. Aqui o que vivemos é uma ditatura Global, a da Rede Globo, isso sim ! E os outros canais parecem servir de enfeite em volta…(A Record á a única que desafia e por isso é que leca chumbo !) As outras emissoras são cordias e fazem o jogo de serem
subservientes à Rede Globo e de não desafia-las mais.
Um pais do tamanho do Brasil ter uma emissora só “apitando” junto com uma revista semanal (a revista solta “umas coisas” e a emissora “quando quer” explode, porque a verdade é a seguinte: a revista sem a Globo tem poder algum!) e ai de quiser apitar junto. Essa, parece, ser, situção por aqui. O resto, parece, ser, blá blá blá…

Responder

Bonifa

28 de maio de 2012 às 17h20

Essa trama deve ter sido bolada com assessoria internacional especializada em tirar gente graúda de sinucas de bico, mundo afora. E o pior de tudo é o fator Jobim; Lula e toda a esquerda trabalhista e progressista ficam reféns de um fiador, que parece ter sido escolhido a dedo: Jobim.

Responder

Luz

28 de maio de 2012 às 17h12

Azenha, teremos mesmo que esperar outras versões, pois essa tá furada.

“Coincidentemente, Gilmar, naquele mesmo dia, tinha marcado um encontro com o presidente dos Democratas, o senador Agripino Maia. Maia contaria aos correlegionários que Gilmar chegou ao encontro esbaforido, soltando fogo pelas ventas”.

Logo o Agripino Maia, que está envolvido no escândalo da CONTROLAR, segurar por todo esse tempo uma bomba dessa sem dizer nada ao PIG, e nem mesmo tentar usar isso para combater o PT e o Lula, sobre um episódio como esse? Tenha dó, né?

Engraçado que ele aproveitou nessa versão alguns ingredientes para atacar algumas pessoas próximas ao Lula, como o Luis Dulci, pessoa extremamente séria e reservada. O Moreno criou alguns detalhes apara tentar da veracidade ao texto, mas que não passa de enfeites elaborados sob medidas para os mal intencionados e cegos seguidores do estilo José Serra de ser.

“A história espalhou-se logo pelos Três Poderes. Formalmente, Gilmar relatou ao presidente do Supremo, Ayres de Britto. Mas contou ao amigo Sigmaringa Seixas e este, supõe-se, a Dilma”.

Bom, com esse episódio em que até a Dilma é lembrada, quero crer que agora o Governo acorde, ou acorda ou se afunda.

Como a História poderia ter se espalhado pelos Três Poderes, e levado um mês para chegar à grande imprensa, se a mesma está envolvida no escândalo? Brincadeira, conta outra Moreno.

A Globo iria ficar sabendo de uma história dessa e ia ficar calada, pois se os Três Poderes sabiam, a Globo não saberia? Esse pessoal acha que todos são idiotas.

Logo, logo a cobra vai fumar, deixa começarem a divulgar as inúmeras ligações entre o Poli e o Cachoeira.

Cadê o acordão, que diziam existir? Se houvesse acordo fatos como esses não seriam divulgados. Isso é o sinal nítido do desespero de quem deve e vai ser desmascarado.

Abraço a todos

Responder

    mauriciomartins

    30 de maio de 2012 às 13h58

    pf deve divulgar as gravações entre peospero e cachorira pt sejam mais duros

Bonifa

28 de maio de 2012 às 16h51

A piada continua. Oposição entrará com pedido para que o Gurgel investigue o Lula por tentativa de corrupção do Gilmar.

Responder

    Edmar

    28 de maio de 2012 às 20h24

    Cuidado, “HÓ!…POSIÇÃO!”. Se o Lula quiser, prova com a maior facilidade que o Gilmau é um MENTIROSO e um CRIMINOSO contumaz. Melhor o gilmau pedir pro PREVARICADOR GERAL não levar a “HÓ!…POSIÇÃO!” e seguir “ronronando” com a SUB-PREVARICADORA GERAL, sua senhora.

maria ribeiro

28 de maio de 2012 às 16h48

A folha e a cbn também omitem a informação de jobin.
Não acredito que o Lula confie nesses traíras. Ele de-
via saber que quem anda em pocilgas acaba sujando os pés.

Responder

Bonifa

28 de maio de 2012 às 16h42

Agora tudo entrou no terreno da mais pura diversão. De um lado, a palavra do Gilmar. De outro, a palavra de Jobim mais a palavra de Lula. Poderemos separar os bois, quais são os que fingem acreditar (é, porque de sã consciência ninguém realmente acreditaria)e os que não acreditam no Gilmar. Nunca foi tão fácil estabelecer quem é quem em todo este cenário de batalha montado pela CPI do Cachoeira. O presidente da OAB, por exemplo, está a querer esganar o Lula, de tanto que finge acreditar no Gilmar. Agora, para jogarem tão alto, não há outra explicação: Veja e Gilmar estão em estado de pânico explícito.

Responder

Regina Braga

28 de maio de 2012 às 16h01

´Baixaria pouca é bobagem,bye-bye ex-supremo.Adorei,que vc levou a óia junto para o lamaçal.

Responder

    Marcelo de Matos

    28 de maio de 2012 às 16h13

    O substituto de Gilmar, o indecoroso, devia ter feito como Jânio Quadros que desinfetou a cadeira do gabinete do prefeito depois que FHC sentou nela.

Marcio H Silva

28 de maio de 2012 às 15h56

A mídia bandida está mudando a estratégia? Escandalo na Veja, e repercusão nos blogs limpos antes de sair na folha, globo e JN?

Responder

Gustavo Pamplona

28 de maio de 2012 às 15h55

É interessante ver o quanto a blogosfera progressista (É progressista mesmo?) é também pautada pela grande mídia.

Bastou um tal de Gilmar Mendes que todos nós sabemos não vale nem o ar que respira dar uma declaração numa revista que todos nós sabemos não vale o papel em que é impressa que a blogosfera todinha vai atrás do… digamos… “efeito manada”.

Você se lembra de quando você uma vez discorreu sobre o “efeito manada” em seu blog, meu caro Azenha.

E também é interessante ver que você, meu caro Azenha não respondeu uma simples pergunta que te fiz sobre a inserção de imagens em comentários, analisando que eu sou um dos poucos leitores que realmente prezam seu blog (apenas não aparenta) ao ponto de dar sugestões (muito utéis) e inclusive citei vários plugins de WordPress e não contando com o fato que este leitor aqui no próximo mês fará 5 anos que preza o “Vi o Mundo”.

Além do mais a informação que requisitei seria de interesse de todos inclusive do Sr. Gerson Carneiro, mas conforme vi a resposta do Sr. Fábio Passos basta apenas copiar e colar a URL da imagem, já que conforme eu tinha falado um tempo atrás eu tenho uma certa experiência com WP e pensava em “shortcodes” ou mesmo tags de HTML.

—-
Desde Jun/2007 prezando o “Vi o Mundo”! ;-)

Responder

    Conceição Lemes

    28 de maio de 2012 às 16h01

    Gustavo, o Leandro já resolveu a questão de postar imagens e vídeos. Vamos publicar um post a respeito. abs

    CarmenLya

    29 de maio de 2012 às 01h17

    Gustavo…acompanho o Viomundo há bastante tempo, embora pouco participe dos comentários. Também os outros blogs “sujos”. Quando surge esse tipo de notícia eu sempre procuro os blogs pois as informações são mais dinâmicas. Muitas vezes através do comentário de outro leitor. Isso não é efeito manada…mas sei que aqui tenho esclarecimentos mais rápidos e diversos. Não gostei desse termo pois foi o mesmo usado pela ombudsman da Folha de São Paulo quando escrevi reclamando das manipulações e das manchetes escandalosas sobre a Dilma no período das eleições.

Manuel Henrique

28 de maio de 2012 às 15h44

A folha on line publica hoje a matéria “Nelson Jobim se recusa a falar sobre pedido de Lula a Gilmar Mendes” – título capcioso, hein? Mas o texto só diz que ele não quer mais falar sobre o caso, que já disse o que tinha a dizer. O quê? Pois a folha omite que o ex-ministro, em TODAS as entrevistas que já deu, negou a versão do Gilmar Mendes; negou que Lula e Gilmar tenham conversado a sós e sobre o mensalão! Fiz um comentário questionando isso, mas ficou brecado. Segundo mensagem que recebi, havia palavras no texto indicando a necessidade de uma moderação prévia. Quais palavras – Veja e Gilmar?. Afinal, a Folha publica comentários altamente ofensivos a Lula e a qualquer um que questione a reportagem. E o meu, sem qualquer ofensa, não pode?!

Responder

    Deusdete

    28 de maio de 2012 às 17h45

    Jobim só deu uma entrevista e ontem ao ZERO HORA… não foram várias.

Nassif: Marco Aurélio não endossou versão sobre encontro « Viomundo – O que você não vê na mídia

28 de maio de 2012 às 15h42

[…] Leia também: Miguel do Rosário: Versões impressas de Globo e Estadão omitem que Jobim negou chantagem de Lula […]

Responder

Marisa

28 de maio de 2012 às 15h37

Eles perderam a vergonha, completamente!

Responder

Jorge Nunes

28 de maio de 2012 às 15h37

Até agora sabemos que Gilmar tinha ou tem uma relação muito próxima com Demósteles (é só pesquisar nos arquivos da própria Veja). E sabemos muito bem que Demósteles tem ou tinha uma ligação muito próxima com Cachoeira que por sua vez parece se o governador das sombras de Goias e com ligações com a Revista Veja. Se juntar as pontas vamos chegar a conclusão que Gilmar tá querendo que esqueçam algumas ligações.

Responder

O_Brasileiro

28 de maio de 2012 às 15h36

Os desdobramentos dessa “notícia” da Veja são trágicos…
Ou o Lula enlouqueceu, e decidiu “trocar favores” com o ministro do STF que o “chamou às falas”…
Ou essa “notícia” é totalmente inverídica, plantada pelo Cachoeira…
Ou o Gilmar Mendes é um dos maiores mentirosos desse país.
Essa “notícia” vai ter que ser apurada até o fim, e quem acusou tem que provar!
Vai ser interessante ver um ministro do STF sendo processado por calúnia e difamação!

Responder

    maria olimpia

    28 de maio de 2012 às 17h39

    O Brasileiro,
    Vai ser pra lá de interessante ver um ministro do supremo ser processado por calúnia e difamação, com certeza. E o STF que se cuide, poi se não “chamar o gilmar âs falas” ficará comprometido pelo corporativismo. Espero uma declaração dessa Instituição para ontem, sob pena de seu descrédito.

    nonato barboza

    28 de maio de 2012 às 20h34

    Brasileiro, é bom lembrar que o Gilmar é um tipinho perigoso. Além de mentiroso ele tem capangas, como já disse o Ministro Joaquim Barbosa.

Gil Rocha

28 de maio de 2012 às 15h31

E só para lembrar.
Nada sobre o presidente da
CPMI e a funcionária gasparzinho
do seu gabinete?

Responder

    Serrote

    29 de maio de 2012 às 07h38

    Essa notícia não foi dada pela Folha? Tem que reclamar com eles pela falta de continuidade. Aqui você pode espicaçar, se quiser, mas para conseguir informação a respeito, vá à Folha.

Vinicius Garcia

28 de maio de 2012 às 15h29

Quero só ver o que eles vão fazer para consertar essa bagunça toda.

Responder

Rogério [email protected]

28 de maio de 2012 às 15h23

ACAREAÇÃO JÁ !!!

Chamem o SERRA e o Amauri Ribeiro Jr. e vamos passar a “PRIVATARIA TUCANA” a limpo !!!

ps: Quando foi mesmo esse encontro entre Lula e o GM ? … E só agora ele falou, e na VEJA !!!

Responder

Luz

28 de maio de 2012 às 15h21

Teremos mesmo que esperar outras versões, pois essa tá furada.

“Coincidentemente, Gilmar, naquele mesmo dia, tinha marcado um encontro com o presidente dos Democratas, o senador Agripino Maia. Maia contaria aos correlegionários que Gilmar chegou ao encontro esbaforido, soltando fogo pelas ventas”.

Logo o Agripino Maia, que está envolvido no caso da CONTROLAR, segurar esse tempo todo sem dizer nada ao PIG, e nem mesmo tentar usar isso para combater o PT e o Lula, sobre um episódio como esse? Tenha dó, né?

Engraçado que ele aproveitou nessa versão alguns ingredientes para atacar algumas pessoas próximas ao Lula, como o Luis Dulci, pessoa extremamente séria e reservada. O Moreno criou alguns detalhes apara tentar da veracidade ao texto, mas que não passa de enfeites elaborados sob medidas para os mal intencionados e cegos seguidores do estilo José Serra de ser.

“A história espalhou-se logo pelos Três Poderes. Formalmente, Gilmar relatou ao presidente do Supremo, Ayres de Britto. Mas contou ao amigo Sigmaringa Seixas e este, supõe-se, a Dilma”.

Bom, com esse episódio em que até a Dilma é lembrada, quero crer que agora o Governo acorde, ou acorda ou se afunda.

Como a História poderia ter se espalhado pelos Três Poderes, e levado um mês para chegar à grande imprensa, se a mesma está envolvida no escândalo? Brincadeira, conta outra Moreno.

Abraço a todos

Responder

Rodrigo

28 de maio de 2012 às 15h11

PT tenta melar o julgamento do mensalão. PSDB, DEM e PMDB tentam ofuscar o caso Cachoeira.

Burro é aquele que ainda se ilude com politica e fica por ai erguendo bandeiras e passando raiva a toa achando que seu partido e menos sujo que o do outro.

Depois do trabalho vou é estudar e ficar jogando video game que ganho mais.

Responder

Vlad

28 de maio de 2012 às 15h08

Não deve reclamar de comentários quem frequenta certos tipos de sauna.
Mesmo que tenha ido lá para fazer sauna.

º,..,º

Responder

Gil Rocha

28 de maio de 2012 às 14h40

Deveriam antes, colocar a
reportagem do Jorge Bastos Moreno.
E porque não está aqui?
Porque nem ele acreditou no Jobim.
Foi honesto em divulgar a entrevista,
mas também disse que Jobim fez o que
tinha que fazer, não confirmar nada.
O que é mais engraçado, é que quase todo
jornalista em Brasília, sabe do assédio de
Lula aos ministros do STF.
E quem duvida disto?
Só os petistas progressistas.

Responder

    Bonifa

    28 de maio de 2012 às 16h46

    Espreme-te, Gil Rocha. Nada conseguirás do que pretendes por aquí.

    DanBoo

    28 de maio de 2012 às 17h02

    Lembre-se o que a Ministra Calmon, do STJ, queria dizer sobre “bandidos togados”.

    DanBoo

    28 de maio de 2012 às 17h04

    Lembre-se o que a Ministra Calmon, do STJ, queria dizer sobre “bandidos togados”.

sergio

28 de maio de 2012 às 14h34

Ricardo Delgado chega a ser grosseiro, a mídia quer criar factoides para forjar uma condenação dos supostos mensaleiros, esquece de um detalhe, aconteça o que acontecer o PT vai bombar nas eleições, com ou sem mídia, aliás, sem mídia, pois, essa entidade já existiu banhada que foi no Cachoeiroduto.

Responder

Mancini

28 de maio de 2012 às 14h28

O senador álvaro dias está descendo a ripa em Lula agora(14:28) na TV Senado. A farsa continua… http://refazenda2010.blogspot.com

Responder

    maria olimpia

    28 de maio de 2012 às 17h47

    Está dando pena do Álvaro Dias e do Aloysio Nunes tentando convencer alguns dessa tramóia. Esquecem que o ministro que fez essa “denúncia” ou melhor, calúnia para a revista sobejamente manjada é quem deveria se pronunciar em primeiro lugar e, PROVAR.

CNunes

28 de maio de 2012 às 14h24

Azenha,

Jobim negou a pressão de Lula para o jornal Zero Hora, do grupo RBS – afiliada da rede Globo para SC e RS.
http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/politica/noticia/2012/05/jobim-nega-pressao-de-lula-em-julgamento-do-mensalao-3771290.html

Responder

Sagarana

28 de maio de 2012 às 14h18

Se Gilmar está mentindo, é gravíssimo. Se Gilmar está falando a verdade, é gravíssimo. O Povo tem o direito de saber quem está mentindo. Acareação JÁ!

Responder

Igor_

28 de maio de 2012 às 13h29

O que sabemos é que nossa mídia (PIG), mais uma vez, se o PT, não souber lidar direito com o ocorrido, sem fazer mais trapalhadas, vai deitar e rolar com isso (já está fazendo). E o pior, o Sr. Gilmar Mendes, ainda vai sair da situação como sendo o “honesto”, o “sujeito de bom caráter”, etc… pois ele já anda sendo defendido por alguns de seus coleguinhas lá do STF. De medo do PIG, tem gente no governo, no PT, já arrependida da CPI. Ou seja, “esse povo”, morre de medo do PIG! Um absurdo! Outro detalhe importante: Será que Nelson Jobim vai ter coragem de desafiar o PIG, e defender Lula de forma contundente, dizendo que era tudo mentira, esse papo todo do Gilmar Mendes ? Pois, sabemos que nesse Jobim é outro em quem não se pode confiar…

Responder

Luana

28 de maio de 2012 às 13h09

Azenha,

Uma coisa que me chamou a atenção: parece que a internet está chegando ao povo. Hoje, quando cheguei para trabalhar, o faxineiro que fica até às nove, quando o porteiro chega, me chamou para mostrar esta reportagem de O Globo.

O curioso foi que ele já sabia do que Jobim havia falado. Então eu disse, pois é, por aí você avalia este jornal, neh? E tem mais, Lula indicou quatro ministros para o STF, se fosse para haver acordo, ele falaria logo com Gilmar, que o havia chamado às falas, num total desrespeito as instituições?

Cabe a você pensar: Se isto aí for verdade, você como presidente, chamaria quem você indicou ou alguém declaradamente seu inimigo institucionalmente?

O correto é que o processo corra sem pressão e se chegue a um veredito, mas isto é o Brasil e você sabe quem é a imprensa. Não sei o que ele irá pensar, já que é simpático a Lula, mas de início ele não acreditou em nada disto. Por outro lado, o que tentei fazer foi ele pensar além e ir cada vea mais se politizando. Ele voltou a estudar, portanto, deixei sementes para ele argumentar na escola.

Da próxima vez, falarei com ele para analisar textos jornalísticos e suas intenções. Passei mais de quinze minutos falando com dois faxineiros (um faz curso técnico de petróleo e gás e o outro voltou a estudar. O povo se precisa se esclarecer e verbalizar suas opiniões de forma mais clara e tirar suas próprias conclusões.

Responder

LUIZ FORTALEZA

28 de maio de 2012 às 12h58

Qtas pessoas leem essas porcarias?

Responder

    José Ruiz

    28 de maio de 2012 às 14h25

    As duas instituições mais corrompidas no Brasil: a mídia e o judiciário.. “tamo frito”..

    Gil Rocha

    28 de maio de 2012 às 14h59

    A sim, mas a política
    está uma maravilha não é?

Rose SP

28 de maio de 2012 às 12h54

Ainda dar para acreditar no que a Veja e Globo noticia ? Fica a pergunta esperando uma resposta.

Responder

Ronald

28 de maio de 2012 às 12h49

Tudo, pela governabilidade! São todos afins, sempre acabam se encontrando no fim de noite.

Responder

    Scan

    28 de maio de 2012 às 13h46

    Reagan! Você por aqui?

    Gil Rocha

    28 de maio de 2012 às 15h02

    Melhor e verdadeiro comentário
    até agora.

Elias

28 de maio de 2012 às 12h48

Esses maricas globais, de jornais nacionais que almejam ditar normas a um país que jamais amaram, deveriam prestar contas à justiça dos juízes verdadeiramente engajados com o povo brasileiro.

Responder

Elias

28 de maio de 2012 às 12h35

Isso é o que se pode chamar de rebuceteio. É o disse que disse de uma mídia que vive do esculacho, da farofa no ventilador, do papo de comadres, quando não da balbúrdia em zona de meretrício.

Responder

    Luiz

    28 de maio de 2012 às 14h46

    Caramba! É isso mesmo, rapá. Dissestes tudo em poucas linhas.

Geysa Guimarães

28 de maio de 2012 às 12h31

O PT não pode inserir matéria paga nos jornais citados, contendo a negativa de Jobim em letras garrafais?

Eles podem se recusar a publicar? Caso recusem, boca no trombone contra essa PANELA (eufemismo cautelar).

Responder

Ari

28 de maio de 2012 às 12h01

Diferentemente dos textos da “Veja”, que são peças de humor involuntário, o texto do Moreno foi intencional e escancaradamente carregado de ironia. A intenção é mostrar quão ridícula e inverossímil é a “denúncia” de Gilmar. Mas talvez algumas pessoas não tenham percebido a intenção – inclusive os próprios editores do jornal “O Globo”, que publicaram a matéria.

Responder

    Gil Rocha

    28 de maio de 2012 às 15h06

    É, a ironia dele foi justamente
    ao contrário.
    Ou você deve ter lido a matéria
    com muito boa vontade.
    Deixa bem claro que Jobim não podia confirmar,
    talvez até, porque a conversa deve ter sido particular.
    E Jobim perguntado se o ministro mentiu?
    Bem, aí ele diz que não vai comentar.
    Aliás, o próprio Moreno tratou de confirmar
    a entrevista do ministro Gilmar a Veja.
    O que foi prontamente confirmada.
    É só colocar a matéria do Moreno aqui, e aí
    vocês que julguem o que ele quis dizer realmente.

Ricardo Oliveira

28 de maio de 2012 às 12h00

O globo impresso de hoje , segunda-feira, insiste na mentira. Tem uma chamada em primeira página e uma charge dando apoio. Certamente deve existir, e esperamos que apareça logo, envolvimento de Gilmar, globo e outros mais na enxurrada do cachoeira. Toda essa armação de veja, gilmar, com apoio da grande imprensa é sinal, inequívoco , de desespero dessa turma. Prá cima deles .

Responder

Fabio Passos

28 de maio de 2012 às 11h52

globo, estadão, fsp e veja vão omitir toda e qualquer informação que negue a tentativa desesperada do PIG para escapar da CPI.

O PIG está lutando pela sobrevivência.
Precisa emplacar a reporcagem da veja para tentar melar a CPI… mas ninguém sério dá bola. rsrs

Assistimos ao ocaso do PIG: A organização mais corrupta do Brasil.
E isto é muito bom.

Responder

    Werner [email protected]_2

    28 de maio de 2012 às 16h23

    aqui em BHZ o PIG está vivissimo! Na BandNewsFM BH, na Radio Itatiaia… é só criticas a LULA, o que não respeita nada nem tem limites, total crédito à #VejaBandida e ao #GilmarMentes.

    E 7 entre 10 radioouvintes que formam opinião escutam à @radioitatiaia . É podre, é NOJENTO, é PIG!

SILOÉ-RJ

28 de maio de 2012 às 11h47

Desse encontro histórico de TITÃS, entre um do bem outro do mal, um estadista e o outro crápula. Nenhuma foto, escuta, gravação, vídeo, grampo, grampo sem áudio, com áudio, imagem de celular, de câmera escondida, qualquer coisa!!!
NADA???
SÓ ESSA TESTEMUNHA!!!
Não acredito!!!
Não se faz mais araponga como antigamente!!!

Responder

Luiz Carlos

28 de maio de 2012 às 11h44

Estamos esperando o pronunciamento do Lula.
Gilmar disse que Lula o pressionou, Jobim desmetiu, e Lula diz o quê ?!
Se for mentira do Gilmar, Lula deveria processá-lo por injuria e difamação!

Responder

Hudson Luiz

28 de maio de 2012 às 11h41

Outra coisa…
O Noblat devia estar obre efeito etílico quando escreveu de forma canhestra o que escreveu sobre Lula. A inveja que Noblat tem de Lula seria de da pena se não estivesse carregada de tanto ódio e comentários abjetos!!!

Responder

Hudson Luiz

28 de maio de 2012 às 11h39

E daí que o Jobim sempre tenha sido tratado como quinta coluna aqui ou em outros blogues independentes??? Isso só fortalece o discurso que Jobim, por sua reconhecida ligação com tucanos de alta plumagem é insuspeito nesse caso. Ademais o estranho é a grande imprensa que sempre o tratou com deferência preferir, criminosamente, esconder suas declarações sobre o tal encontro.

Responder

    Mauricio Ferraz

    28 de maio de 2012 às 12h06

    Está comprovado: o importante é o que eu não publico…

DanBoo

28 de maio de 2012 às 11h27

Pois é, Marcelo e Fábio, quando a Ministra Calmon, do STJ, acusou que na justiça existiam bandidos togados, causou um terremoto no meio jurídico. Dá para pensar quem são os bandidos…

Responder

Jr. Dalprà

28 de maio de 2012 às 11h21

Os “trolls” chegam primeiro! Rsrsrss

Responder

Carlos Cwb

28 de maio de 2012 às 11h20

Marcelo, ou vc é burro ou é cooptado pelo PSDB.
O Jobim não morre de amores nem pelo Lula nem pelo PT.
Mas na tua avaliação, se o Jobim confirmasse, vc acreditava.
Como desmentiu, vc não acredita, porque o PT e o LUla são maus. Correto?

Responder

de paula

28 de maio de 2012 às 11h19

A mídia quando se contorce é quando mais distorce.

Responder

Bruno Lindolfo

28 de maio de 2012 às 11h16

Gilmar, o Fausto.

A julgar pela estória, o ministro Gilmar anda imerso na torrente Cachoeira. Sua tentativa é clara, se escudar do que está por vir, que se inicia numa viagem com o amigo senador e o parceiro contraventor à terra de Goethe.

Do escritor alemão, Gilmar retirou inspiração para sua tragédia particular. Nela, Gilmar Fausto, o ilibado e notável conjurador das magias jurídicas, após ser seguido por Lula, o sabujo, enquanto passeava com seu assistente/contraventor Cachoeira Wagner nas terras alemãs tem, no escritório de Nelson Jobim, a revelação: Lula, o sabujo, era Lula Mefistófeles.

Lula, o Mefistófeles, tem uma proposta indecorosa e espera uma resposta de Gilmar, o Fausto: faria de tudo, movendo terras, para que a CPI envolvendo Cachoeira, o Wagner, não respingasse em Gilmar Fausto, enquanto este, servindo ao demônio, faria de tudo para livrar os amigos do infernal julgamento do mensalão.

Findas as reinações de Gilmarzinho, restam os fatos.

Lula, que foi reeleito em pleno turbilhão do mensalão, com direito a dinheiro na capa de Veja às vésperas da eleição, procuraria Gilmar para adiar a votação do mensalão, retirando esse fato das vésperas das eleições municipais. Sim, das eleições municipais, em que o fator ideológico-partidário tem peso irrisório, já contrabalançado e sobrepujado em muito por um escândalo atual: Cachoeira.

Mais, Lula, que é padrinho de 6 dos 11 atuais ministros, procuraria logo Gilmar, o mesmo do grampo sem áudio, para chantageá-lo, dentro do escritório de Jobim, o Serrista assumido, defenestrado por Dilma de seu governo.

Quisesse Lula ingerir no julgamento do mensalão bastava, à Vacarezza, enviar aos “seus”: “A situação do PT vai azedar no julgamento, lembrem-se: eu sou de vocês e vocês são meu”.

O Globo ainda traz um dado estatístico: Gilmar tem um histórico de decisões pró-PT, “todas técnicas”, repisa o jornal por 3 vezes (ué, e quem disse que não foram?): recusou denúncia contra Gushiken e Mercadante e votou favoravelmente a Palocci.

Desse fato se extraem dois outros: Um – Gushiken e Palocci foram jogados ao limbo pela imprensa, mostrando que o agravo é sempre mais duro e lesivo que o desagravo e que direitos fundamentais são, na mesma imprensa, uma garantia seletiva; Dois – a estória se torna ainda mais ficcional, Lula teria chantageado um ministro “amigo”, dentro do escritório do Serrista e defenestrado do governo Dilma, Jobim, que à época do grampo sem áudio referendou Gilmar, sendo desmentido posteriormente pelas Forças Armadas.

Resta, ainda, perguntar: que gerência possui Gilmar para adiar julgamento no Supremo?

Lula é um idiota.

E Gilmar é o primeiro ministro do STF, maior autoridade judiciária do país, que, achacado, tomo como medida cabível uma entrevista.

Responder

Alexandro Rodrigues

28 de maio de 2012 às 11h13

Os sinais são claros: a quadrilha formada por mídia, poder privado, poder político e poder judiciário está se esfacelando. A verdade é que nem de longe sabemos os podres que ainda estão por aparecer. Muita gente graúda ainda vai se refrescar nas águas desta cachoeira…

Daí o desespero deste delinquente, deste câncer que FHC colocou no Supremo como forma de proteger os seus e que, se nada for feito, por lá permanecerá até 2026! Gilmar Mendes sabe que seu nome aparece nestas investigações. Ele é amigo do Demo! Viajou com ele para Alemanha e junto com o bastião da ética do cerrado formavam uma dupla dinâmica aplaudida, enaltecida pelo braço midiático da quadrilha. É só ler os textos honrosos que o blogueiro chapeleiro da Veja escreve (u) sobre os dois.

Por mais que eu ache que Lula e o PT estão desesperados por causa das consequências deste julgamento, duvido que ele seria inocente o suficiente a propor algo justamente ao Gilmar (Dantas!). Para isso que ele colocou lá o Ministro que não passa em concurso para juiz de primeira instância, Toffoli.

Agora, ao ser quase que automaticamente desmoralizado em público, desmentido por ninguém menos que Nelson Jobim, parceirão de muitos graúdos envolvidos nesta história, eu enxergo neste acontecimento uma chance única para: em primeiro lugar acabar com a vitaliciedade dos Ministros do supremo; em segundo lugar mudar as regras de indicação para o Supremo (porque não por voto popular?) e em terceiro lugar, se este vagabundo mentiu ao acusar irrersponsavelmente Lula de algo que ele não fez, tendo em vista a importância do cargo que ocupa, ou ele prova o que está dizendo ou o PT e sua base no Senado devem sem pestanejar abrir um processo de impedimento contra este canalha.

Pergunta: quem acha que o PT terá coragem de enfrentar Gilmar?

Responder

    Geysa Guimarães

    28 de maio de 2012 às 16h48

    Alexandro:
    Muito bom seu comentário.

Roland

28 de maio de 2012 às 11h08

Pois é… mas pelo que vejo nos jornais de hoje, dois ministros dos mais experientes do STF estão preferindo a versão do Gilmar Mendes à atrapalhada tentativa de desmentido do Jobim…

Mesmo que tenha colocado a ressalva do “se confirmado” antes de seu juízo de valor sobre a indecência lulista, só o fato de terem classificado o ato como absurdo já dá a indicação certa de quem fala a verdade nesse caso.

Ou alguém é tolo de achar que os ministros Celso de Mello e Marco Aurélio iriam se pronunciar dessa forma se não estivessem convencidos da veracidade das afirmações do Gilmar Mendes?

Responder

Marcelo

28 de maio de 2012 às 11h05

Mas e daí que o Jobim negou? Ele é ex-ministro do lula e da dilma, que credibilidade este senhor tem ao defender os ex-patrões?

Aliás, aqui mesmo nesse blog o jobim viva sendo demonizado, achacado e ridicularizado, agora ele é portador da verdade absoluta porque em tese defendeu o lula?

Só um pouco de coerência, “progressistas”.

Responder

    Otto

    28 de maio de 2012 às 11h12

    Marcelo, o ônus da prova é de quem acusa. Até agora é a palavra do Gilmar (na Veja, ainda por cima, sem credibilidade nenhuma) contra Lula. E o Jobim desempata a favor de Lula.

    jose marcos

    28 de maio de 2012 às 11h30

    Marcelo parece que voce não sabe ler direito, pois o que o texto discute é porque a midia não noticiou que o Jobim desmentiu ou isto não é notícia??? outra coisa os progressistas tambem nunca gostaram do Gilmar. Agora o cara antes de comentar um texto aprendaa interpretar

    Luiz Moreira

    28 de maio de 2012 às 12h14

    Marcelo!
    Eu sugeri uma acareação entre o LULA, Nelson, gilmar dantas, e reporter da OIA. (o gilmar não merece letra maúscula no nome, pois esterco é palavra poluida). Isto o PSDbosta não sugeriu, o que mostra sua falta de democracia. Tambem, que os depoentes fossem tratados como na democracia do DEM. Choque eletrico. A polícia de Sao Paulo é especialista.

Fabio Fernandes

28 de maio de 2012 às 11h03

Era uma vez um conjunto de blogueiros coerentes.

Eles achavam que Nelson Jobim não tinha credibilidade alguma…

Azenha, escreva o fim desta história de maneira que eu ainda tenha confiança nos blogueiros.

Responder

    CarmenLya

    28 de maio de 2012 às 14h31

    Fábio…você precisa que os blogueiros expliquem???? que tal analisar e pensar pela sua própria cabeça???? Está na cara que o gilmar (dantas)mendes e a Veja estão armando uma defesa para quando começarem a aparecer as ligações do Mendes com a quadrilha do Cachoeira. Daí eles escreverão…viram a vingança do Lula???? E escamotearão os feitos do dito-cujo. Aliás, eles só fazem essas armações (acho que o Jobim está no meio…já estava combinado que suas declarações não sairiam na imprensa) porque pessoas como você certamente acreditarão. É tanto ódio ao Lula que se a imprensa disser que ele matou a mãe, vão acreditar.
    Agora…acho que o Lula até merece…vive se metendo com essas más companhias.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.