VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


STF decide que Moro é “juiz ladrão”, anula provas do caso do triplex e deixa Lula livre para eleição
Política

STF decide que Moro é “juiz ladrão”, anula provas do caso do triplex e deixa Lula livre para eleição


22/04/2021 - 18h39

Sobre Barroso

Da Redação

O Supremo Tribunal Federal decidiu, por maioria, que não cabe rever a decisão da Segunda Turma que, por 3 a 2, considerou suspeito o juiz Sergio Moro.

O presidente da Corte Luiz Fux tentou adiar a decisão para a quarta-feira da semana que vem, mas os ministros adiantaram seus votos para evitar que o STF ficasse sob pressão da Globo e dos militares.

Para evitar o voto de Rosa Weber, o ministro Marco Aurélio chegou a pedir vista do processo.

Porém, ela insistiu em votar.

Rosa juntou-se a Gilmar Mendes, Cármen Lúcia, Nunes Marques, Alexandre de Moraes, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli — todos para reconhecer a decisão tomada pela Segunda Turma.

O relator Edson Fachin e o ministro Luis Roberto Barroso votaram com a minoria.

Marco Aurélio pediu vista do processo. Luiz Fux disse que só votará depois de Marco Aurélio.

Uma das consequências da decisão de hoje é o reconhecimento do voto da Segunda Turma que determina a anulação de todas as provas do processo do triplex do Guarujá.

Também fica mantida a multa contra o ex-juiz Sergio Moro.

A defesa de Lula já pediu que a decisão da Segunda Turma seja estendida aos outros três processos, o do sítio de Atibaia e os do Instituto Lula.

Os quatro casos deverão ser reiniciados na Justiça Federal do Distrito Federal.

O do triplex, com a reabertura de inquérito policial.

Em seu discurso, Luís Roberto Barroso sugeriu que o STF estava acabando com a Operação Lava Jato e que a corrupção havia vencido no Brasil, como venceu na Itália.

Foi rebatido por Lewandowski, que afirmou que o combate à corrupção não pode ser feito com ilegalidades que ameaçam o estado democrático de direito e que a operação causou muito mais danos à economia brasileira do que recuperou dinheiro para a Petrobras.





15 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

22 de abril de 2021 às 22h52

NOTA DA DEFESA DO EX [E FUTURO] PRESIDENTE LULA

“Vitória do Direito sobre o Arbítrio”

1 – O plenário do STF formou maioria para manter íntegro o julgamento realizado pela 2ª Turma que reconheceu que o ex-juiz Sergio Moro quebrou a regra de ouro da jurisdição: agiu de forma parcial em relação ao ex-presidente Lula.
https://twitter.com/LulaOficial/status/1385365057551355904
2 – Como dissemos desde a primeira manifestação escrita, em 2016, Moro usou o cargo de juiz para praticar lawfare e promover uma verdadeira cruzada contra o Lula — para acusa-lo e condená-lo sem prova de culpa com o objetivo de retirá-lo das eleições de 2018 e da vida política.
https://twitter.com/LulaOficial/status/1385365060667777025
3 – O ex-presidente Lula lutou pelo cumprimento do devido processo legal durante mais de cinco anos, período em que sofreu 580 dias de prisão ilegal e toda espécie de perseguições e constrangimentos irreparáveis.
https://twitter.com/LulaOficial/status/1385365062018347012
4 – É uma vitória do Direito sobre o arbítrio.
É o restabelecimento do devido processo legal
e da credibilidade do Judiciário no Brasil.
https://twitter.com/LulaOficial/status/1385365063377342467
.
.

Responder

Zé Maria

22 de abril de 2021 às 22h43

Ao menos desde 2014, tudo o que aconteceu de ruim,
política, econômica e socialmente, ao Brasil é obra dos
Bandidos Liderados pelo juiz Suspeito Sergio Moro.
Esse juiz imparcial e imoral deve responder, civil e
penalmente, pelo Prejuízo Causado à Nação.

Responder

    Zé Maria

    23 de abril de 2021 às 02h06

    Juiz Suspeito deve indenizar à Nação Brasileira pelos Prejuízos Causados enquanto exercia com Parcialidade a Magistratura.

Sebastião Farias

22 de abril de 2021 às 22h24

Aleluia, viva a cidadania, viva a justiça imparcial, lutemos, confiemos e esperemos em Deus, que Sua justiça verdadeira tarda mas não falta.
A justiça imparcial, é resultante da verdade, do direito e da misericórdia. A verdade, é pura luz ao passo que, a insinuação, a mentira, a injustiça e todo o mal, são trevas que não se sustentam na presença da luz, que é a verdade.
Nosso parabéns a iniciativa de todos os promotores, organizadores e presentes, nos justificados eventos cívico/cidadão em defesa da soberania do povo, da democracia, do Estado Brasileiro e Soberano e de políticas públicas justas e que levem em conta as peculiaridades cada região do país, todas, voltadas ao bem-estar de toda a nação brasileira.
Nossa contribuição ao evento, com espelho histórico do Brasil https://jornalggn.com.br/brasil/links-para-a-historia-do-brasil-de-1894-a-2018/. para que todos os cidadãos de boa vontade, por sua própria consciência, se assim lhes interessar, conheçam e entendam, o porquê https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/%3Fdown%3D105859&ved=2ahUKEwio1t7SyoHwAhWtIrkGHW4FD1cQFjAMegQIBhAC&usg=AOvVaw1IRy9M-Mmo-AehrFROKFI- , do que acontece hoje com Brasil ( https://outraspalavras.net/crise-brasileira/conjuntura-nacional-em-tempos-de-furia/ ).
É, triste, a história do povo brasileiro e do Brasil, que infelizmente, continuam sendo vítimas de injustiça e de maldades, vejam a história do Brasil e tirem suas conclusões, com a própria consciência.
As elites rurais e urbanas, os banqueiros e investidores improdutivos (rentistas), a empresas e imprensa conservadora alinhadas à causa histórica de prejudicar o povo e a nação, partidos políticos oportunistas, CN, governos, justiça e tudo, infiéis ao povo que neles confiou, aéticos e impatrióticos, etc. Ainda bem que, a história e a Internet, são testemunhas vivas que estão aí, para comprovarem toda essa saga impatriotica.
Viva a Constituição Federal da República Federativa do Brasil que em seu Parágrafo único (ainda) do Artigo 1º diz e atesta, aliados aos Artigos 2º, 3º, 4°, 5° e 70, dentre outros, que dizem e mandam fazer, para o bem da nação, o que segue:
Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
I – a soberania;
II – a cidadania;
III – a dignidade da pessoa humana;
IV – os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa; (Vide Lei nº 13.874, de 2019)
V – o pluralismo político.
Parágrafo único. “Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.”
Art. 2º São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário.
Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil:
I – construir uma sociedade livre, justa e solidária;
II – garantir o desenvolvimento nacional;
III – erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais;
IV – promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação.
Art. 4º A República Federativa do Brasil rege-se nas suas relações internacionais pelos seguintes princípios:
I – independência nacional;
II – prevalência dos direitos humanos;
III – autodeterminação dos povos;
IV – não-intervenção;
V – igualdade entre os Estados;
VI – defesa da paz;
VII – solução pacífica dos conflitos;
VIII – repúdio ao terrorismo e ao racismo;
IX – cooperação entre os povos para o progresso da humanidade;
X – concessão de asilo político.
Parágrafo único. A República Federativa do Brasil buscará a integração econômica, política, social e cultural dos povos da América Latina, visando à formação de uma comunidade latino-americana de nações.
É osso, confiemos em Deus e, se tivermos interesse em nos instruirmos, lendo, consultando e praticando o diz e manda a nossa Constituição Federal, a Constituição de nosso Estado, a Lei Orgânica de nosso município, estaremos trilhando o caminho certo para a verdadeira cidadania.
E também se, proativamente, aprendermos a cobrar da imprensa, das mídias, dos formadores de opiniões e dos influenciadores digitais, etc, responsabilidade e compromissos com a informação verdadeira, com a justiça imparcial, com a cidadania e com a ética e, se lutarmos unidos e com justiça pelo que acreditarmos, como verdade constitucional, com certeza, venceremos a ignorância, o analfabetismo cidadão, o preconceito, a desigualdade, a pobreza,
a miséria, a desumanidade, a falta de fraternidade, a injustiça e a impunidade, que historicamente, nos envergonha como nação.
Que o povo, os estudantes, autoridades, os candidatos, eleitores e formadores de opinião lembrem-se e, sempre pensem nisso. O poder é do povo e, a democracia e o estado de direito existem Constitucionalmente , para viabilizarem por interesse desse povo, conforme dispõe o Parágrafo Único do Artigo 1º da Constituição Federal da República Federativa do Brasil, o seu bem-estar e a paz social com justiça imparcial para todos, igualitariamente.
Esse, é o momento do Poder Judiciário dizer e mostrar aos cidadãos porque existe.
Paz e bem.
Sebastião Farias
Um cidadão brasileiro nordestinamazônida

Responder

Zé Maria

22 de abril de 2021 às 22h09

O que o Pleno do Supremo Tribunal Federal (STF) julgou
hoje é a Confirmação de que o Golpe de 2016 foi uma
Trama Subterrânea pela Associação de Membros do
Poder Judiciário e do Ministério Público Federal (MPF)
– juiz Moro e DD entre eles – com Empresários de Comunicação,
especialmente dos Grupos Globo, Abril, Folha e Estadão,
que articularam tanto a Derrubada da Presidente da República quanto a Prisão do ex-Presidente LULA, colaborando para a Eleição de Jair Bolsonaro em 2018.

Responder

Yuri

22 de abril de 2021 às 21h13

Não consigo deixar de pensar no estranho acidente aéreo do Teori. Não ficaria nada surpreso se aí tiver o dedo da Cia.
Deve tá nos diálogos isso.
Teori foi o único a peitar o Moro na época.
Isso tá cheirando a sabotagem da Cia no avião.

Responder

Igor Moreira

22 de abril de 2021 às 19h50

Esse ex juiz quer a lei dos EUA aqui na Brasilândia, mas só para o povo pobre, para ele não e nem para os ricos.
Nos EUA talvez a depender do Estado ele seria executado na cadeiA ELetrica por trair a pátria amada.

Responder

Zé Maria

22 de abril de 2021 às 19h04

Fachinha [do Moro (AHÁ UHÚ) e Fucks (“in Fux we trust”)
tentam uma Última Manobra, sobre Matéria Preclusa!,
já julgada pela Segunda Turma e pelo Pleno do Supremo.

Responder

    Zé Maria

    22 de abril de 2021 às 19h18

    Se os 7 (SETE) Ministros que hoje ratificaram a Decisão da
    Segunda Turma, no HC que julgou a Suspeição do Moro,
    compactuarem com essa Sem-Vergonhice do Fucks e do
    Fachinha, com apoio do Barroso Amigão do DD, então
    podem devolver a Toga, ir pra Casa e não voltar mais,
    porque é simplesmente uma imoralidade o que houve.

Zé Maria

22 de abril de 2021 às 18h56

.
.
O Caso do Triplex deverá recomeçar da
fase Pré-Processual (Inquérito Policial).

Se estendida a Suspeição aos outros
3 processos (Sítio de Atibaia e Instituto),
todos também deverão recomeçar da
Fase de Inquérito Policial, pois o juiz
Moro atuou desde essa Fase, antes da
Denúncia, portanto.
.
.

Responder

    Zé Maria

    22 de abril de 2021 às 20h16

    Por Cautela, a Defesa de Lula deverá pedir a Suspensão
    dos Processos ao Juiz Federal de uma das Varas de Brasília, a quem couber por Distribuição, até a prolação dos votos dos Ministros Marco Aurélio, que pediu vista,
    e Luiz Fux, Presidente do STF.

    Zé Maria

    22 de abril de 2021 às 21h43

    “Conclusão: a eleição de 2018 foi fraudada por Moro.”

    Professor Fernando Haddad (PT)
    ex-Candidato Presidencial em 2018
    que disputou o Segundo Turno das
    Eleições com Jair Bolsonaro.

    Zé Maria

    22 de abril de 2021 às 21h44

    Maria Carvalho

    22 de abril de 2021 às 22h27

    Aí eu quero ver se o magistrado vai desconhecer o valor probante de um Registro de Imóvel quanto ao proprietário.

    Zé Maria

    22 de abril de 2021 às 22h46

    Observação

    Não houve anulação de provas,
    simplesmente porque não havia
    provas contra o Presidente Lula.
    De todo modo, foi Anulado todo
    o Processo do chamado Triplex.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding