VIOMUNDO

Diário da Resistência


Lula pede que Colômbia vote hoje em Gustavo Petro, que agradece: “Tomara que possamos construir uma América Latina unida”
Foto: Ricardo Stuckert
Política

Lula pede que Colômbia vote hoje em Gustavo Petro, que agradece: “Tomara que possamos construir uma América Latina unida”


29/05/2022 - 00h00

Por Lula oficial e ComunicaSul

Antes de iniciar seu discurso na plenária com 87 entidades e movimentos sociais na tarde de sexta-feira, 27, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva parou o ato por um momento e pediu a participação do público.

Ele queria gravar uma mensagem para ser enviada à Colômbia, que neste domingo, 29, terá o primeiro turno da eleição presidencial.

“Domingo vai ter eleições na Colômbia. O companheiro Gustavo Petro [candidato da esquerda e primeiro colocado nas pesquisas] tem uma mulher como vice [Francia Márquez] e estão sendo vítimas, já sofreram atentados. Nos últimos discursos ele teve que falar cercado de seguranças, porque tem medo de ser baleado. Não gosto de pedir interferência em outro país, mas gostaria de pedir que os colombianos votassem em Petro”, afirmou.

Em seguida, pediu para a plateia participar, fazendo um jogral com o pedido de apoio a Petro, para ser gravado e enviado ao povo colombiano.

“Nós, trabalhadores e trabalhadoras, estudantes, representantes de movimentos sociais, que lutamos para derrotar um governo fascista nas eleições de outubro, queríamos pedir ao povo da Colômbia que nas eleições colombianas o povo pudesse votar no companheiro Gustavo Petro para presidente. Para que a partir de outubro, Brasil e Colômbia possam se juntar a outros países e construir uma América do Sul forte, com integração política, econômica, cultural, para que tenhamos um bloco muito forte para negociar com outros blocos do mundo inteiro”, disse Lula.

Em seu perfil do Twitter, Petro agradeceu o apoio. “Obrigado a Lula, futuro presidente do Brasil, por seu apoio. Tomara que possamos construir uma América Latina unida na produção, na justiça social e no conhecimento”, escreveu o senador colombiano.

Com cerca de 40% das intenções de voto, a tendência é que ele passe para o segundo turno para disputar, no dia 19 de junho, contra Federico Gutiérrez ou Rodolfo Hernández, ambos candidatos de coligações de direita.

Quatro dias antes, no dia 23 de maio, Dilma Rousseff já havia enviado uma mensagem de apoio a Francia Márquez, potência da política colombiana e candidata à vice-presidência pelo Pacto Histórico.

“A primeira mulher afro que acompanhará Gustavo Petro para governar por e para mulheres, pelas mães chefes de família, pelas defensoras do meio ambiente, por toda a Colômbia que está indo ‘viver’ gostoso nos próximos quatro anos”, disse Dilma. A ex-presidenta fez referência ao lema de campanha de Francia Márquez, que é o vivir sabroso.

Esta cobertura será feita pela Agência ComunicaSul graças ao apoio das seguintes entidades: da Associação dos/das Docentes da Universidade Federal de Lavras-MG, Federação Nacional dos Servidores do Poder Judiciário Federal e do MPU (Fenajufe), Confederação Sindical dos Trabalhadores/as das Américas (CSA), jornal Hora do Povo, Diálogos do Sul, Barão de Itararé, Portal Vermelho, Intersindical, Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Sindicato dos Bancários do Piauí; Associação dos Professores do Ensino Oficial do Ceará (APEOC), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES-Sul), Sindicato dos Bancários do Amapá, Sindicato dos Metroviários de São Paulo, Sindicato dos Metalúrgicos de Betim-MG, Sindicato dos Correios de São Paulo, Sindicato dos Trabalhadores em Água, Resíduos e Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp Sudeste Centro), Associação dos Professores Universitários da Bahia, Sindicato dos Trabalhadores no Poder Judiciário Federal do RS (Sintrajufe-RS), Sindicato dos Bancários de Santos e Região, Sindicato dos Químicos de Campinas, Osasco e Região, Sindicato dos Servidores de São Carlos, mandato popular do vereador Werner Rempel (Santa Maria-RS), Agência Sindical, Correio da Cidadania, Agência Saiba Mais e centenas de contribuições individuais.





Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding