VIOMUNDO

Diário da Resistência


Lula: “Nós queremos comparação, inclusive sobre corrupção”
Política

Lula: “Nós queremos comparação, inclusive sobre corrupção”


21/02/2013 - 01h11

Petistas e integrantes de partidos da base aliada estiveram no evento. Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

por Piero Locatelli, em CartaCapital

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quarta-feira 20 que o PT não vai fugir do debate sobre corrupção com os tucanos. Em discurso na comemoração dos dez anos do partido na Presidência, ele rebateu as críticas feitas nos últimos dias pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG).

“Nós não temos medo de comparação, inclusive comparação em debate sobre corrupção,” disse o ex-presidente no evento realizado na zona norte de São Paulo. Na terça-feira 19, FHC divulgou um vídeo dizendo que as comparações feitas pelo PT com a sua gestão na presidência (1995-2002) são “coisa de criança” e “parecem picuinha”.

Lula falou que só o fato do seu partido passar oito anos no poder já deixa a oposição nervosa. “Eles estão inquietos porque percebem que estão sem valores, sem discursos, sem propostas. Porque todas as coisas que eles pensaram em fazer nós fizemos mais e fizemos melhor. É por isso que nós queremos fazer esse debate.”

O ex-presidente também fez referência ao discurso do senador tucano Aécio Neves (MG) nesta quarta. Nele, o mineiro elencou 13 erros do PT cometidos nos últimos anos. “Eu não vou responder a eles. Só queria dizer que a resposta que o PT deve dar é dizer para eles que podem se preparar, juntar quem eles quiserem. Porque, se eles têm dúvida, nós vamos dar como resposta a reeleição da presidenta Dilma,” disse Lula.

Lula e Dilma também usaram o discurso para criticar a imprensa. “Na ausência de uma partido da oposição, um setor da imprensa fazia oposição. Eu fico preocupado porque quando critico a imprensa , eles dizem: ‘Lula ataca a imprensa’. E, quando eles me atacam, dizem: ‘Fizemos uma crítica’.”

Já a presidenta Dilma disse que não pode se calar diante das críticas. “Como reagem agora determinados setores frente ao avanço do combate à miséria? Alguns tentam dizer que esse feito não passa de um mero jogo estatístico. Outros preferem inverter o significado das coisas e destacar, de forma exagerada, o que falta ser feito,” disse a presidenta. Na terça-feira 19, Dilma lançou programa o programa Brasil sem Miséria, que complementa o Bolsa Família para que a população supere a renda de 70 reais mensais por pessoa, considerada a linha da miséria.

Coube ao deputado estadual e presidente do partido, Rui Falcão (SP), defender a regulação dos órgãos de imprensa. “É inadiável o alargamento da liberdade de expressão no país, da democracia e dos meios de comunicação tal qual está previsto na Constituição e que esperam a anos por uma regulamentação.”

Kassab é vaiado

O ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD) foi vaiado duas vezes pela militância petista no evento. Primeiro, quando foi apresentado. Depois, enquanto discursava como presidente do seu partido. No palco, ele se disse grato aos dez anos do PT na Presidência, mesmo tendo feito oposição à legenda até o ano passado. “O PSD se sente muito confortável em estar aqui hoje,” disse Kassab.

Em seu discurso, Lula justificou as alianças da base aliada nos último dez anos ao dizer que ganhar a eleição era mais fácil do que governar. “Nós sabemos o quanto importante é a base aliada, com gente que às vezes a gente até não gosta. Mas a gente não está convidando para casar, está convidando para governar.”

Representantes de diversos partidos da base aliada estiveram presentes. Entre eles, dois ministros que foram derrubados em escândalos de corrupção e agora presidem seus partidos: Alfredo Nascimento (PR), ex-ministro dos Transportes, e Carlos Lupi (PDT), ex-ministro do Trabalho. Presidente do PSB e possível candidato à Presidência e 2014, o governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) foi representado por Roberto Amaral (PSB).

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



70 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Altamiro Borges: Por que FHC anda tão amargurado? « Viomundo – O que você não vê na mídia

24 de fevereiro de 2013 às 13h29

[…] Lula: “Nós queremos comparação, inclusive sobre corrupção” […]

Responder

Julio Silveira

22 de fevereiro de 2013 às 17h17

Infelizmente para nós Brasileiros o rouba mas faz virou o mote politicamente correto. Num Brasil carente de honestidade saber que para conseguir algum avanço temos que contabilizar uma taxa extra, os 10%/20%, virou verdade. Fico triste com o brado do presidente Lula em fazer a metrica discursal da corrupção, significa para mim que o Malluf fez escola. Mesmo sabendo que é verdade, que seu lado roubou menos, produziu mais e que é muito mais fiscalizado.

Responder

Mário SF Alves

22 de fevereiro de 2013 às 14h50

Afinal, existe direita ou marionete da direita que possa expressar a verdade? Onde? Aqui? Quando?
_________________________________________
Um dos pressupostos do capitalismo é a mentira. E na melhor das hipóteses, quando muito, a incontinente omissão da verdade.
________________________________________________
Verdade e capitalismo são como água e óleo; não se misturam nunca. Pode ter certeza disso.
________________________________________________________
A começar por aqui: “todo poder emana do povo e em seu nome deve [deverá ou será?] ser exercido”

Responder

carlos cruz

22 de fevereiro de 2013 às 11h47

A demagogia do Sr. Lula, que hoje briga para seu partido ter roubado menos, é imensa. O pior é que não há nada novo no horizonte político… O voto, então, é nulo!

Responder

    Bonifa

    22 de fevereiro de 2013 às 17h32

    Isto reforça a teoria de que uma parte da direita prega a anulação de votos, uma idéia que poderá atingir até partidos importantes que se dizem de esquerda. Esta anulação atingiria aquelas pessoas irremediavelmente contaminadas com o veneno da falsa moralidade udenista espalhado pela mídia tucana sobre a esquerda e os trabalhistas. São pessoas diferenciadas, que ainda abominam a tentação do poder e se julgam especiais e preocupadas com o planeta. Normalmente votariam na Marina mas percebem hoje que ela se distanciou além do limite de suas bandeiras fundamentalistas, com o desgaste progressivo que acompanha a intensidade de seu jogo político. Ensinadas subliminarmente pela mídia a odiar o Lula e o PT, o que condiz com os profundos preconceitos que persistem em sua alma de classe média brasileira, estas pessoas jamais reconhecerão que o Brasil de hoje é mil vezes melhor que o Brasil de há dez anos atrás, saído aos frangalhos de seu próprio pesadelo neoliberal. Para servirem à direita sem dar na vista, estas pessoas só podem seguir um caminho: O do voto nulo.

    carlos cruz

    22 de fevereiro de 2013 às 20h03

    Concordo que o voto nulo é perigoso, pois pode levar ao poder o nefasto PSDB ( ou seus clones). Mas se o atual governo quer continuar, então mude! Não posso votar em quem não acredito. E não votarei. Onde trabalho houve perseguição desumana contra quem era PT na década demotucana. Pessoas suicidaram-se, familias foram desfeitas, muito sofrimento, por acreditar e votar no PT. Hoje sofremos as mesmas perseguições, cobranças, demissões. Política neoliberal mesmo. O lucro é a meta. A diferença do PT para o PSDB é que ele come pelas beiradas, com a cara de santo, amiguinho para todas as horas. A realidade é outra. Se o PT e seu incompetente governo não mudarem pregarei e votarei “NULO”. Se outra tendencia política aparecer e me convencer, lutarei por ela. Mas do jeito que está é voto nulo. Se eles estão “se achando”, que caiam na realidade. O voto é NULO!

Weber Dutra

22 de fevereiro de 2013 às 10h42

Em matéria de corrupção, nós estamos muito melhor que eles.

Responder

Eduardo

21 de fevereiro de 2013 às 20h51

OS 45 MAIORES FRACASSOS DO PSDB

1) ESCOLHER O SERRA DUAS VEZES PRA DISPUTAR A PRESIDÊNCIA CONTRA O LULA E A DILMA. ahahahahahahahahahahahahahahahahah

2) o próximo, por favor !

Responder

João Brasileiro

21 de fevereiro de 2013 às 18h12

Olá, Lulipe e demais piguistas

Sobre partidos políticos no Brasil envolvidos em corrupção, o PT está em oitavo lugar, entre os 10. Os primeiros são DEM e PSDB.

Quem informa é o STE – SUPERIOR TRIBUNAL ELEITORAL.

Um abraço.

Responder

    Willian

    21 de fevereiro de 2013 às 20h39

    Nesta conta estão Zé, Geonoíno e Delúbio? rs

    lulipe

    21 de fevereiro de 2013 às 22h45

    Envolvidos é uma coisa, caro João, condenados no STF por corrupção só têm, petistas.Não adianta deturpar, contra fatos não tem argumentos.Próximo..

    carlos cruz

    22 de fevereiro de 2013 às 12h25

    Mas corrompe e e se deixa corromper!

Pascoal

21 de fevereiro de 2013 às 17h52

A melhor análise desse evento foi feita por alguém do PSD que ao saber que o PT convidara para a festança desta quarta-feira (20) três de seus condenados –José Dirceu, José Genoino e João Paulo Cunha—, disse: “Trinta e três anos de idade, dez dos quais no poder, deram ao PT a aparência de um velho prematuro. Chegou num ponto em que nem a maquiagem nem a plástica resolvem mais nada. O que precisa agora é de bom senso. Mas já não se lembra pra que serve.”

Responder

Eudes Hermano Travassos

21 de fevereiro de 2013 às 16h30

Seria ótimo se o PT aprendesse esta característica de Lula e saísse da feza para o ataque contra esta direitalha.

Responder

Urbano

21 de fevereiro de 2013 às 16h16

Eita lasqueira! O Eterno Presidente Lula acertou bem em cima do relógio da ferida tungana.

Responder

Messias Franca de Macedo

21 de fevereiro de 2013 às 16h10

… DIREITONA NUNCA MAIS!…

(A questão é simples: quem será o(a) presidente da República do Brasil apoiado(a) pelo [eterno] presidente Lula e pela Magnífica Dilma Rousseff?!… PANO RÁPIDO!)

BRASIL (QUASE-)NAÇÃO
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

    Messias Franca de Macedo

    21 de fevereiro de 2013 às 16h12

    … A governar o país a partir de janeiro de 2019, óbvio que a presidente Dilma Rousseff será eleita em primeiro turno! Óbvio!…

    BRASIL (QUASE-)NAÇÃO
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

lulipe

21 de fevereiro de 2013 às 16h02

No quesito corrupção o placar, por enquanto, é de 4×0 para o PT, já que teve quatro petistas condenados por corrupção pelo STF.Assim fica difícil competir….

Responder

    Paulo Figuiera

    21 de fevereiro de 2013 às 16h59

    Consulte o ranking dos partidos ficha suja, aliás você deve conhecer e está apenas sofismando, será bom também comparar qual dos governos fez mais no sentido de dotar o Estado de instrumentos institucionais de combate a corupção.

    lulipe

    21 de fevereiro de 2013 às 19h05

    Me mostre um único político do PSDB que tenha sido condenado por corrupção no STF, um só!!!!Contra fatos não há argumentos.

João Brasileiro

21 de fevereiro de 2013 às 16h00

Olá, Pessoal

Olá, lulipe!!!

Sobre o que você escreveu: “Pelo menos não tem nenhum político condenado por corrupção pela mais alta corte do país, já seu PT…..”

Todos os ministros que condenaram os políticos na Ação Penal 470 disseram, por repetidas vezes, que não há provas contra os condenados!!! Palavras deles: “Nunca dissemos que havia provas, sempre dissemos que havia indícios, suspeitas, …”!!!

Lulipe, vamos combinar uma coisinha: Quando eles descobrirem as provas contra os condenados e nos mostrarem, aí agente volta a conversar, tá certo?!

Um abraço!!

Responder

    lulipe

    21 de fevereiro de 2013 às 22h47

    Vá dizer isso a José Dirceu, caro João, quando ele estiver cumprindo pena na cadeia.

    Maria Amélia Martins Branco

    22 de fevereiro de 2013 às 15h55

    Caro TUCANO DERROTADO 4 vezes por Lula, quando a Privataria Tucana e a Lista de Furnas que o JôGurgel senta em cima e não julga aí vamos ter mais de 50% do TUCANO CONDENADO, quer um conselho: deixa de ler a bandida Veja, Estadão, Folha e assistir a Globo que vai te fazer um bem danado, esse pessoal teleguiado por esses nefastos jornalões chega à beira do ridículo. Se você é mesmo leitor da Folha deveria saber que o JôGurgel disse em entrevista àquele jornal que não tinha prova contra Dirceu e os demais, o julgamento foi político e pressionado pela o PIG(Folha,Estadão,Veja e Globo) porque o candidato deles não ganha mais, entendeu, ou quer que eu desenhe?

    MTHEREZA

    22 de fevereiro de 2013 às 09h00

    João, desenha pro pessoal que ser condenado pelo stf num linchamento não é exatamente uma certeza de ter sido corropto.
    Ah! e a Dilma estva de vermelho. Dessa vez era vermelho mesmo. Os penosos não vão entrar com uma ação, não?

Weber Dutra

21 de fevereiro de 2013 às 14h37

“Em seu discurso, Lula justificou as alianças da base aliada nos último dez anos: “Nós sabemos o quanto importante é a base aliada, com gente que às vezes a gente até não gosta. Mas a gente não está convidando para casar, está convidando para governar.”

Responder

Weber Dutra

21 de fevereiro de 2013 às 14h32

O presidento Lula está certo, como sempre. Não há bom que sempre dure, nem mau que nunca se agabe. Em matérias de corrução, O PT está melhor quie qualquer outro partido político do Brasil, ou em qualquer lugar do mundo.

Responder

Gerson Carneiro

21 de fevereiro de 2013 às 13h56

PT arrasa. Qualquer chá da tarde que o PT promove provoca ira na oposicinha. Eu amo tudo isso.

Responder

    renato

    21 de fevereiro de 2013 às 18h34

    Ontem os PSDBs, se largaram nos plenários.
    Parecia um galinheiro sem dono.
    Até aparecer Lindenberg.

Vlad

21 de fevereiro de 2013 às 13h11

Se o PSDB e o PT forem discutir corrupção, nossos netos terão morrido de velhos e a discussão não terá ainda chegado à metade.

Responder

trombeta

21 de fevereiro de 2013 às 13h08

A direitada contava com a pirotecnia do julgamento do mentirão no tribunal da casa grande em conluio com a mídia golpista para ganhar a eleição, não adiantou.

Sem candidato, sem discurso, sem projeto e sem golpe à vista o que resta para eles além de choramingar as mágoas na internet e nos jornais de duvidosa credibilidade?

Responder

assalariado.

21 de fevereiro de 2013 às 13h00

Conceição/ Azenha, cade meu comentário das 10: 46hs?

Abraços.

Responder

    Conceição Lemes

    21 de fevereiro de 2013 às 16h42

    Assalariado, está aí. Confira, por favor. abs

augusto2

21 de fevereiro de 2013 às 12h18

duro vai ser pra eles no final do segundo governo dilma. Do jeito que a presidenta é persistente, focada e durona nao sabemos se fauna tucana (no bom sentido) na ocasião ja estará extinta. aS oposiçoes virão do Pig e de outro partido,dissidencia da base de hoje.

Responder

Willian

21 de fevereiro de 2013 às 11h21

Sobre a cartilha distribuída pelo PT para comemorar os dez anos da criaç…, quer dizer, os dez anos de PT no poder, e cuja capa aparece ao fundo da foto acima, tenho duas perguntas a fazer:

1) Por que contrataram o mesmo desenhista que ilustra a Revista SENTINELA, que as Testemunhas de Jeová vendem de porta em porta?

2) Por que colocaram o Hugo Carvana com a Dilma?

Responder

jcm

21 de fevereiro de 2013 às 11h19

Essa da gravata tucana do Lula foi demais! Vai ser gozador assim la na PQP !!!

Responder

assalariado.

21 de fevereiro de 2013 às 10h46

Para Marcelo Matos;

Embora aprecie seus comentários, neste, sou obrigado a lhe dizer que voce tem complexo de vira latas, digo, não é capaz de fazer uma auto critica, digamos, arrumar a carga do fardo politico, e erros históricos, que as esquerdas do Brasil sempre tiveram e ainda tem. A auto critica é dialética, Marx explica.

Reconheço que o Psol, ainda é infantil, mas esta comparação que fazes, que, na boca dos petistas virou adjetivo e tudo mais, é também, uma forma dos complexados do pensamento único da social democracia, se esconderem atrás da direita “amiga” e, aproveitar para colocar o rabo entre as pernas e abraçar o “grande aliado”, cegamente. Pelo jeito voce não viu o discurso do seu lider (Lula) ontem, quando disse: “Sabemos o quanto é importante manter uma base aliada com gente que a gente até não gosta. Ora, não é pra casar! Eu casei foi com a Marisa”, afirmou.

Um exemplo claríssimo: Nas votações no congresso nacional, como 40 horas semanais, questão agraria, fator previdenciário, … Enfim, por várias vezes, os “aliados”, sempre votam em a favor dos interesses, de quem mesmo? Continuo achando que a (HEGEMONIA) pela esquerda nas casas legislativas passará, quando as esquerdas, perderem o complexo e começarem a chamar, nas eleições, o voto nos partidos ditos de esquerda. Teremos que por fim a dita esquerda, desavisada e bitolada, nesse tipo de debate, a culpa é sempre do outro, isso que nos separa e, não é capaz de separar o joio do trigo.

A auto critica é fundamental, para depois podermos avançar mais a esquerda, mais rapido e melhor. Desta forma estaremos dando um salto de qualidade na discussão politica das esquerdas também, para com as massas. Navegar é preciso, um passo a frente por favor, …

Saudações Socialistas.

Responder

Jairo Falcucci Beraldo

21 de fevereiro de 2013 às 10h46

CRONICAS DO MOTTA

O provável candidato tucano à Presidência, senador Aécio Neves, bem que tentou marcar um ponto na sua campanha eleitoral: quis contrapor os “13 fracassos” do PT, explicitados no discurso que fez na quarta-feira no plenário do Senado, à festa promovida pelo partido governista para marcar os 10 anos em que está no poder.
Tudo ficou na tentativa, porém.
Não fosse o fato de que os discursos de Aécio costumam ser um encadeamento de obviedades, nada que perdure além dos enfadonhos minutos da alocução, um simples aparte do senador Lindbergh Farias (PT-RJ) reduziu a pó de traque todo o esforço do oposicionista para ganhar os holofotes:
“Em mais de 30 minutos de discurso, pessoa, gente, inclusão, miséria, isso não foi colocado em pauta pelo nobre senador Aecio. Mais de 40 milhões de brasileiros entraram na classe média. Em relação à miséria, vamos conseguir chegar perto da erradicação da miséria em nosso país. Vossa Excelência também não falou de emprego”, afirmou o petista, que completou dizendo que o discurso do tucano não era competitivo para quem pleiteia disputar a Presidência, pois o tucano não havia sequer mencionado nele as palavras povo, pessoas, gente, emprego e miséria.
Mais tarde, na festa do PT, o ex-presidente Lula desafiou os tucanos a comparar os dois governos, o do PT e o do PSDB.
Aproveitou ainda para lançar a candidatura da presidente Dilma Rousseff à reeleição, acabando com as fofocas de colunistas e “analistas” de que ele estaria morrendo de vontade de concorrer novamente, em 2104, à Presidência.
Foi uma quarta-feira didática.
Expôs claramente duas maneiras antagônicas de governo.
Aécio não poderia ter sido mais convincente sobre o que é o PSDB, nem Lindbergh – e depois Lula -, sobre as prioridades do PT.
Isso sem falar da recepção calorosa que os congressistas da oposição, incluindo o notório Jair Bolsonaro, prepararam para a blogueira cubana que veio ao Brasil esculhambar o regime de seu país.
Todos sorridentes, todos imbuídos da sagrada missão de lutar pela liberdade.
Que nojo!
Que figuras!
Que hipócritas!

Responder

Willian

21 de fevereiro de 2013 às 10h06

Incrível a fixação do Lula com FHC. Coisa pra psicólogo investigar.
Ser derrotado duas vezes no primeiro turno por ele é chato, politicamente desconfortável, mas a vida segue. Lula foi eleito depois duas vezes também (só no segundo turno, é verdade), fez sua sucessora, já era hora de virar a página e deixar o trauma para trás.

Se Lula ficou amiguinho de Collor e Maluf, não era hora de fazer as pazes com FHC?

Responder

Willian

21 de fevereiro de 2013 às 10h02

Discutir sobre corrupção com petista é difícil. Qualquer caso de corrupção (mensaleiros, aloprados, todos os ministros demitidos pela Dilma) envolvendo o PT a culpa é da mídia.

Assunto encerrado.

Responder

MariaC

21 de fevereiro de 2013 às 09h46

Marta tem medo de olhar para a câmara ou câmera.

Responder

Mardones

21 de fevereiro de 2013 às 09h38

O PSDB vai discutir sobre o Geraldo Brindeiro e dizer que ele engavetou todas as denúncias contra os parlamentares, pois não interessava ao Brasil investigar seus representantes.

Sobre as privatizações, o partido dos tucanos vai dizer que o valor cobrado pela Vale foi necessário para ajudar os compradores e apoiadores dos tucanos.

E mais: vai afirmar que na privatização do sistema de telecomunicações ”quase deu [email protected]” porque só as empresas privadas podem auferir tanto lucro e prestar um serviço tão ruim para a população.

Não pode faltar o ‘gran finale’: R$ 200 mil per capta para aprovar a emenda da reeleição é assunto para ser lido nos livros de história sobre A ERA FHC: O homem que entregou o patrimônio dos brasileiros (com apoio incondicional do PIG) quase por inteiro, deixando escapar a Petrobrax e o Banco do Brasil.

Responder

renato

21 de fevereiro de 2013 às 08h59

Olha a gravata do Homem.
Meu Presidente, você é perspicaz.
Ir ao um encontro do PT levando as cores
do Serra.(RsssssRsssssAhhhhAhhhhAAAh)
Foi uma homenagem póstuma. Foi sim que eu sei.
E minha Presidenta, que linda. de casaquinho Vermelho.
É paixão Pura.
E a mulher de Lula, que vestido maravilhoso.
E a foto la atrás, uma verdadeira Amizade.
Presidenta Dilma para dois mil e quatorze.
Dá para fazer um ranquing de Corrupçôes, e valores
desviados. Por ano de Governos.
E colocar ao lado do Impostometro.

Responder

    Gilberto

    21 de fevereiro de 2013 às 11h26

    É por essa vastíssima capacidade de argumentação, dentre outras coisas, que a oposição ao PT vem minguando ano a ano neste país, rumo à aniquilação…

    renato

    21 de fevereiro de 2013 às 18h38

    Gilberto pelo amor de Deus.
    Me livra deste pensamento sobre mim.
    Entendeu ou não a brincadeira.
    Homem de Deus, eu só adiantei a mídia
    que cuida das roupas do meu Presidente.
    Espero que você seja um brincalhão comigo.
    Aí eu te perdoo, ou esteja falando da direita.

Rodrigo Leme

21 de fevereiro de 2013 às 08h57

Vide, discussão sobre casos de corrupção de todo mundo? Vai levar uns 30 anos.

Responder

    renato

    21 de fevereiro de 2013 às 09h03

    Corrupção é uma desgraça publica.
    É o inicio das dores do mundo, é a
    causa da dominação dos ladrão em
    todo país.
    É a briga da policia contra a milicia,
    e contra os ladrão.
    Os dois últimos querendo se instalar
    definitivamente.
    Não se iluda, não são os políticos, são
    apenas usados.

    Altemar

    21 de fevereiro de 2013 às 11h52

    Meu lindo, permita-me sugerir:
    Que tal discutir 500 anos, de cabral a Jango, de Getúlio a Collor, de FHC a Dilma?

    renato

    21 de fevereiro de 2013 às 18h28

    É verdade, estava querendo salvar alguém.
    E meu voto!
    Não vai sobrar nem eu!

Aécio Neves lista os 13 “maiores fracassos” do PT « Viomundo – O que você não vê na mídia

21 de fevereiro de 2013 às 08h54

[…] Lula: “Nós queremos comparação, inclusive sobre corrupção” […]

Responder

baader

21 de fevereiro de 2013 às 08h40

bacana a comemoração. enquanto isso enormes cartazes apócrifos estão espalhados por belo horizonte, pregados em tapumes: “royalties do petróleo. Dilma tirou 600 milhões de Minas. e agora?” uma campanha insidiosa que pode produzir seus efeitos nos “analfabetos políticos”, ou melhor, nos que acreditam no tal PIG. ainda bem que o governo federal pode usar de rede oficial de TV e rádio, quando o controle remoto não precisa ser usado…mas acho que uma lei da mídia seria melhor…

Responder

Willian

21 de fevereiro de 2013 às 08h31

Lula, Dilma, Kassab, FHC, Aécio, Eduardo Campos, Rui Falcão, todo mundo aparece no texto. José Dirceu, Genoíno e Delúbio não foram à comemoração? Tudo bem não quer misturá-los numa foto no palanque com Lula e Dilma, mas nem serem citados no texto?

P.S. Rosemary foi?

Responder

    renato

    21 de fevereiro de 2013 às 09h15

    Foi!

    Willian

    21 de fevereiro de 2013 às 11h12

    Climão, hein?!

    Rodrigo Leme

    21 de fevereiro de 2013 às 15h02

    Eles ganharam o abada do bloco da vergonha….

Pedro Sanches

21 de fevereiro de 2013 às 08h15

O últimos dez anos estão sendo HISTÓRICOS pois o nosso BRASIL vem sendo tirado gradativamente da colonização dos Países ditos do 1° mundo, pois estes ditavam regras como e onde deveríamos investir ou deixá-lo de fazer, a partir da nossa saída do FMI, que o LULA conseguiu este feito em 2 anos de mandato, foi o suficiente para os golpista do Brasil que querem nos deixar nas mãos dos mesmos usurpadores que nos distratavam, pois neste momento caiu a máscara das Elites e das Mídias golpistas e tentam emplacar a pecha de corrupção no governo que governa o Brasil para os Brasileiros, enquanto que na realidade os corruptos são eles e que se juntam com a justiça cooptada por eles para trazerem um imagem de certinhos.

Parabéns ao Governo e sua Base Aliada encabeçada pelo PMDB, PDT, PCB, PSD. e PSB.

Responder

tania maria machado

21 de fevereiro de 2013 às 07h55

COMO A OPOSIÇAO GOSTARIA DE TROCAR O FHC PELO LULA, OU ATÉ MEIO LULA. QUE FRACASSO, CARA, CHEGA DAR DÓ. SEM CHANCE. DA~LHE LULA, NÓS TE AMAMOS SEMPRE. O PT, VOCE E A DILMA LUTAM COM O CORAÇÃO, ESTA É A RECEITA DO SUCESSO DE VOCES. O POVO ENTENDE E ESTÁ COM VOCES. NÃO VAI SER JORNAL, REDE DE TV, FOFOQUINHA, DESESPERO, QUE VAI FAZER O POVO PERDER O F O C O. 2014 É DILMA, OU QUEM O LULA INDICAR, ATÉ UM POSTE. PARABÉNS PT. PT SAUDAÇÕES

Responder

Marcelo de Matos

21 de fevereiro de 2013 às 07h31

Quem vaia aliados do PT, ou ministros da presidenta Dilma, não é petista. Em minha opinião trata-se ser psolistas infiltrados. A aliança com Kassab e seu PSD é imprescindível. Se ele bandear para o lado da oposição teremos um prejuízo incalculável. Os “socialistas” do PSB, como Eduardo Campos e Cid Gomes, dizem que o apoio a Dilma em 2014 dependerá do desempenho do governo na economia: se a crise será afastada, se o PIB irá aumentar. Se mal pergunto, esse pessoal é socialista ou desenvolvimentista? Afinal, qual é a deles? Estão no governo com um discurso de oposição? Não dá para confiar: melhor o PT ser leal com seu aliado Kassab.

Responder

    Mário SF Alves

    21 de fevereiro de 2013 às 15h09

    Caro Marcelo,
    Essa dúvida aí entre ser socialista ou ser desenvolvimentista, parece ter sido mal colocada e cabe consideração:

    1- Melhor do que essa briga de foice no escuro, seria adotar como premissa e ação política o máximo de empenho e compromisso na consolidação da democracia no Brasil. Única forma de blindar o país contra golpes de estado, seja de direita (o mais comum, mais provável e essencialmente antissocial), seja o de esquerda (não igualmente, mas ainda assim, indesejável).
    2- Acatando como premissa o que tem nos demonstrado a mídia corporativa e o julgamento/linchamento político na questão do dito mensalão [tudo {só} contra o PT], ou seja, a impossibilidade de qualquer acordo progressista com a pior elite do mundo e sua [até agora] representação midiática e partidária, só nos resta [enquanto brasileiros] um caminho: e é muito mais do mesmo, i. é., a consolidação da democracia pela via institucional.
    ______________________________
    Um outro – e haja competência, educação e… sorte – … é esquecermos isso, e levarmos às últimas consequências a luta pelo socialismo.

    ____________________________________
    E não se iluda, em qualquer das duas hipóteses, sendo o Brasil o país que é, geopoliticamente falando, o máximo que conseguiríamos seria seu desenvolvimento socioeconômico. E é tudo o que eu gostaria que viesse a ocorrer.

acmsouza

21 de fevereiro de 2013 às 07h27

Oposiçãosinha mequetrefe, Aécio ataca PT com discurso que mais parece o ladrar esganiçado das hienas carniceiras em vez do urro onissono da leoa provedora.
Cadê o programa de governo que seja superior ao do PT? Hás hienas esganiçam enquanto a caravana passa.

Responder

monge scéptico

21 de fevereiro de 2013 às 06h40

Muito bem!. A hora é de enfrentar as críticas e, confronta-las com os fatos.
O presidente LULA, ZÈ DIRCEU etc devem a nós eleitores do PT, explicações
sobre o mensalão e outrs “ãos”, para que não sobre nenhuma dúvida sobre nada.
Quanto as “comparações” de fhc/cerra, são dignas de dó, partindo de indivíduos
que penduraram o BRASIL naquilo do FMI, praticando o assalto ao povo, dando
de presente emprêsas produtivas, aos GRINGOS. Temos memória fhc/cerra senis;
não os esqueceremos…………………..

Responder

Roberto Locatelli

21 de fevereiro de 2013 às 06h33

Detalhe: a comparação não é sobre o que ganha destaque na mídia tucana, é sobre corrupção.

Responder

    renato

    21 de fevereiro de 2013 às 09h18

    Verdade Locatelli, Senão estamos mortos.
    Dava para fazer um placar ao lado do
    Impostômetro.
    Cada corrupção apurada pela Justiça.
    Ia para lá como numero de presos.
    do PT X PSDB.

    Esqueçe tudo o que falei, esqueci que tem
    que passar pela JUSTIÇA.

Gerson Carneiro

21 de fevereiro de 2013 às 04h25

É por isso que leitores da Folha de São Paulo, Estadão, O Globo e Veja ficam surpresos e decepcionados quando descobrem que o PSDB lidera o ranking de fichas sujas.

Responder

    lulipe

    21 de fevereiro de 2013 às 12h24

    Pelo menos não tem nenhum político condenado por corrupção pela mais alta corte do país, já seu PT…..

    Gerson Carneiro

    21 de fevereiro de 2013 às 13h52

    Não ter nenhum político condenado por corrupção pela “mais alta corte do país” e liderar o ranking de fichas sujas não te diz nada?

    Sinto imenso orgulho de José Dirceu e Genoíno(e não sou o único). São meus heróis.

    Você tem algum heroi no teu PSDB?

    Fabio

    21 de fevereiro de 2013 às 14h12

    Pelo menos neste site vemos críticas inclusive ao PT. Já naquele seu blog favorito, veja só, nadinha. Nem comentários contrários são publicados. É por isto que você e outros contrários ao Brasil vem aqui.

    Valdeci Elias

    21 de fevereiro de 2013 às 14h36

    É o mundo evoluindo, nos governos anteriores as acusações eram engavetadas, e o Supremo não podia fazer nada. Já hoje em dia ele pode julgar.

    Rodrigo Leme

    21 de fevereiro de 2013 às 15h03

    Ah, mas aí não vale, é tudo mentira. Só é verdade qdo é com os outros.

    Abel

    21 de fevereiro de 2013 às 20h29

    Quero ver o Luli-ipe fazendo a defesa do Demóstenes Torres ;)

    Mário SF Alves

    21 de fevereiro de 2013 às 21h46

    Lulipe, quer um conselho? Bota sentido na resposta do Gerson. É tudo o que um interlocutor honesto precisaria saber.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.