VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Juiz investigador Moro determinou ação da PF na Lava Jato sem nem passar pelo Ministério Público
Lula Marques
Política

Juiz investigador Moro determinou ação da PF na Lava Jato sem nem passar pelo Ministério Público


19/10/2019 - 06h34

Glenn Greenwald e  João Felipe Linhares reportam no Intercept Brasil que o juiz Sergio Moro requisitou ação da Polícia Federal sem passar pelo Ministério Público.

“Russo deferiu uma busca que não foi pedida por ninguém”, escreveu um delegado da PF num chat do Telegram,  referindo ao ex-juiz federal pelo apelido.

Depois, o delegado Luciano Flores dá uma gargalhada digital e diz para a colega Renata Rodrigues para “deixar quieto”,  que “vai ajeitar” a situação.

Antes da condução coercitiva de Lula, a partir da qual os telefones do ex-presidente passaram a ser grampeados, procuradores e delegados federais da Lava Jato trocaram as seguintes mensagens:

27 de fevereiro de 2016 – Grupo Amigo Secreto

Rodrigo Prado – 15:48:19 – Senhores: SUPRIMIDO utiliza seu email particular para receber email que seriam direcionados ao LILS. Seria interessante a quebra. Podemos obter informacoes boas
Prado – 15:49:00 – Gmail
Athayde Ribeiro Costa – 15:52:32 – Otimo
Costa – 15:52:39 – Tem o endereco ja?
Prado – 15:59:00 – Sim
Prado – 15:59:47 – Ja passo
Prado – 16:03:15 – SUPRIMIDO
Márcio Anselmo – 16:03:34 – Kct
Anselmo – 16:03:42 – Esse e-mail deve ser destruidor
Luciano Flores – 16:06:16 – Com essas informações sobre o envolvimento de SUPRIMIDO, não seria o caso de pedir apreensão do smartphone dele???
Prado – 16:07:16 – Exato. Acho que esse telefone é muito importante.
Prado – 16:07:35 – So que se apreendermos, perdemos o grampo
Prado – 16:07:47 – O LILS fala muito nesse telefone
Prado – 16:07:50 – O tempo todo
Prado – 16:07:58 – É o fone seguro dele
Prado – 16:08:16 – Fala com PEPs somente nesse
Flores – 16:10:16 – Talvez seja mais um motivo para apreendermos… se até lá ainda não tenha caído alguma prerrogativa de foro que justifique a subida dos autos… aí diminuiríamos as chances disso acontecer
Costa – 16:56:44 – Não caiu nada sobre as palestras ainda?
Flores – 17:47:27 – Prezados, temos 8 conduções coertivas. Quem tiver quesitos para serem perguntados favor me enviar para eu repassar às equipes que farão as oitivas ainda na manhã do dia D.
Flores – 17:48:24 – Procs, favor informar se vão participar de alguma oitiva dos conduzidos

Flores – 17:48:48 – Até o momento…
Roberson Pozzobon – 18:08:51 – Beleza, Luciano
Orlando Martello – 18:09:52 – Luciano, Por enquanto está mantida a data?
Costa – 18:10:44 – Ok. Vamos formular e enviamos
Flores – 18:12:08 – Sim. Mantida a data de sexta-feira, né?
Flores – 18:18:04 – Russo deferiu uma busca que não foi pedida por ninguém…hahahah
Renata Rodrigues – 18:18:20 – Kkkkk
Rodrigues – 18:18:20 – Como assim?!
Flores – 18:18:37 – Normal… deixa quieto…
Flores – 18:19:40 – Vou ajeitar…kkkk

Moro não apenas atuava diretamente como investigador, como determinava o escopo das apreensões, outra interferência indevida do julgador no processo.

O juiz brasileiro deve manter posição equidistante das partes.

4 de março de 2016 – Grupo Amigo Secreto

Márcio Anselmo – 10:50:34 –Vai pedir pra apreender as caixas do sindicato???
Roberson Pozzobon – 10:53:23 – Moro pediu parcimônia nessa apreensão. Acho que vale a pena ver exatamente o que vamos apreender
Anselmo – 10:53:45 – O pessoal lá pediu pra retificar o mandado
Anselmo – 10:53:58 – Não sei o que fazer
Anselmo – 10:54:05 – Vivo ainda continua um impasse
Igor Romario de Paula – 10:54:38 – Vai ser difícil checar isso no local
Anselmo – 10:55:58 – Aguardo decisão de vcs
Deltan Dallagnol – 10:56:20 – concordo, tudo
Anselmo – 10:56:21 – Tem coisa muito valiosa
Pozzobon – 10:56:29 – Igor, pode ligar para o Moro para explicar?
Anselmo – 10:56:33 – Moscardi disse que tem coisa que vale mais de 100 mil
Pozzobon – 10:56:41 – Ou Marcio
Anselmo – 10:56:41 – Moro tá em audiência
Pozzobon – 10:57:24 – Acho que vale a pena pedir para a equipe esperar um pouco para termos o aval do juiz
Dallagnol – 10:57:52 – boa
Renata Rodrigues – 10:58:16 – Márcio tá pedindo extensão do mandado pra possibilitar apreensão
Anselmo – 10:59:01 – Pedi
Dallagnol – 10:59:06 – Boa

De acordo com o Intercept, uma varredura nos arquivos da Vaza Jato encontrou nove referências a encontros envolvendo delegados da Polícia Federal e o juiz Sergio Moro.

Greenwald e Linhares apontam como “corriqueiro” o direcionamento da Lava Jato e da PF pelo juiz Moro, dando como exemplo uma troca de mensagens de 2015:

23 de outubro de 2015 – Grupo PF-MPF Lava Jato 2

Athayde Ribeiro Costa – 09:36:46 – Prezados, sabem dizer onde localizo a planilha/agenda apreendida com BARRA que descreve pgtos a diversos politicos. Lembro que o russo tinha pedido protocolo separado. Vamos precisar pra manter a prisao dele la em cima
Costa – 09:37:24 – É URGENTE
Erika Marena – 10:04:20 – Oi Athayde, o russo tinha dito pra não ter pressa pra eprocar isso, dai coloquei na contracapa dos autos e acabei esquecendo de eprocar
Marena – 10:04:38 – Vou fazer isso logo
Costa – 10:16:28 – Erika, aguarde q vou te ligar. Abs
Marena – 10:17:44 – Ok

Erika Marena é a delegada da Polícia Federal que conduziu a investigação que resultou no suicídio do reitor Luiz Carlos Cancellier de Olivo, da Universidade Federal de Santa Catarina.

Transferida para Sergipe, ela foi posteriormente escolhida por Moro, ministro da Justiça do governo Bolsonaro, para servir no Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI).

Athayde Riberto Costa é procurador da República.

“Eprocar” é introduzir oficialmente no processo.

Como lembrado pelo Intercept, foi uma colega de Atayde, Monique Cheker, uma ativista digital em defesa da Lava Jato, quem admitiu: “Moro viola sempre o sistema acusatório e é tolerado por seus resultados”.

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

19 de outubro de 2019 às 17h59 Responder

Zé Maria

19 de outubro de 2019 às 17h53

https://pbs.twimg.com/media/EHPwUbOXYAE_gGT.jpg

“Na investigação criminal
– a única coisa que interessa -,
opa, a dupla polícia/ juiz eh senhora”

Ângelo Augusto Costa
para Monique Cheker
Procuradores do MPF/SP
Em 1º de Novembro de 2018:

“Ângelo Augusto Costa – 10:04:30 – Fez umas tabelinhas lá, absolvendo aqui para a gente recorrer ali, mas na investigação criminal – a única coisa que interessa -, opa, a dupla polícia/ juiz eh senhora.”

“Monique Cheker – 10:04:31 – Moro viola sempre o sistema acusatório e é tolerado por seus resultados.”

https://theintercept.com/2019/06/29/chats-violacoes-moro-credibilidade-bolsonaro/
https://www.conjur.com.br/2019-jun-29/procuradores-desconfiavam-parcialidade-moro-juiz

Siga o Fio da Meada:
https://twitter.com/ggreenwald/status/1185511057349074945
https://pbs.twimg.com/media/EHQNBmRW4AAS5po.png
https://pbs.twimg.com/media/EHPMBDkWkAECOty.jpg
https://pbs.twimg.com/media/EHPNPdAX4AcA_kY.png
https://twitter.com/i/status/1185520877045198848

Responder

Zé Maria

19 de outubro de 2019 às 16h35

Olha aí a Prova da Corja Fascista operando no WhatsApp:

Repórter infiltrado em Grupos de WhatsApp mostra
como opera o ‘exército de Fake News’ de Bolsonaro

Basta evocar Lula e o PT, e então os dedos
se mobilizam em frenética produção de
impropérios e mentiras, como a Montagem
da Capa da Revista Inglesa The Economist

Nesse universo paralelo, Bolsonaro
é o estadista [SIC)] incorruptível [SIC],
o ‘Lulinha’ está em todas as Falcatruas
e o STF virou ‘Saco de Pancadas’

Na terça-feira 8, o WhatsApp admitiu pela 1ª vez
que candidatos utilizaram sistemas automatizados
para promover disparos em massa de mensagens
pelo Aplicativo nas Eleições de 2018.

Por Fred Melo Paiva, na CartaCapital: https://t.co/0c2QLGB4HH

https://twitter.com/cartacapital/status/1183702757108338688
https://www.cartacapital.com.br/politica/reporter-mostra-como-opera-o-exercito-de-bolsonaro-no-whatsapp/amp

E os Patifes da Força-Tarefa Eleitoral da Operação Lava-Jato
terão se valido do mesmo expediente para seus Candidatos?

https://pbs.twimg.com/media/EDkqbfNWsAAEj7I.jpg

Reportagem da série Vaza Jato divulgada pelo The Intercept reforça a atuação política e partidária da operação Lava Jato.
Diálogos inéditos, obtidos pelo site, mostram que o procurador
Deltan Dallagnol queria ser candidato ao Senado pelo Paraná.
O procurador do MPF Vladimir Aras, nome indicado por Deltan
Dallagnol e Sérgio Moro para a PGR, foi um dos incentivadores de Dallagnol, dizendo que ele poderia derrotar “inimigos” da
Operação Lava Jato, como os então senadores paranaenses Gleisi Hoffmann (PT-PR) e Roberto Requião (MDB-PR).
O coordenador lança a possibilidade de ser criada uma Rede
de “Candidatos do MPF” e Aras inclui Moro como Candidato:

“Aras – 13:09:38 – Vc se elege fácil e impede um dos nossos inimigos no Senado: Requiao ou Gleise caem”

“Dallagnol – 13:29:56 – Não resolve o problema.
Ajuda se o MPF lançar um candidato por Estado.
Seria totalmente diferente e daria trabalho,
mas pode ser uma das estratégias para uma saída”.
“Dallagnol – 13:30:22 – No PR não precisaria ser eu rs,
mas eu apoiaria fortemente essa rede de candidatos”
“Dallagnol – 13:30:44 – Ou pensamos alguma saída maluca,
ou estamos ferrados”

“Aras – 13:45:12 – Vc e Moro”
“Aras – 13:45:14 – Ou Carlos” [Fernando Lima?]

https://pbs.twimg.com/media/EDkqbfHWkAIT2c5.jpg
https://theintercept.com/2019/09/03/deltan-senado-candidato/

Responder

Zé Maria

19 de outubro de 2019 às 13h55

“Erika Marena – 10:04:20 – Oi Athayde, o russo tinha dito pra
não ter pressa pra eprocar isso, dai coloquei na contracapa
dos autos e acabei ‘esquecendo’ de eprocar”

Ou seja, o Juiz Moro mandou a Delegada Marena ocultar
(não juntar aos autos = “deixar na contracapa” – e nem
sequer registrar no Sistema e-Proc = “eprocar”) um
Documento que continha Nomes de Políticos com
Foro Especial no Supremo Tribunal Federal (STF).
Uma Prova que poderia deslocar para o STF a
Competência de um Processo importante envolvendo
Flávio David BARRA, preso em 28 de julho de 2015,
quando presidia a AG Energia, do Grupo Andrade Gutierrez.
Solicitado pelo Ministro Teori Zavascki – então Relator da
Operação Lava-Jato no STF – a prestar informações, o
“RUSSO” (Juiz Moro), em resposta, MENTIU ao Ministro
do STF, afirmando não saber do envolvimento de pessoas
com Foro Privilegiado no Supremo, para manter o Caso
em Curitiba em mais uma Tentativa de incriminar Lula.

Pergunta-se:
Quantas vezes será preciso provar que o “Russo” (Juiz Moro)
atuou de Má-fé e com Dolo contra o ex-presidente LILS (Lula),
inclusive mentindo reiteradamente aos Ministros dos Tribunais,
até que o Supremo Tribunal Federal adote alguma providência ?

Responder

Zé Maria

19 de outubro de 2019 às 12h23

E o melhor de tudo é que o juiz Moro, os Delegados, Procuradores e Demais Patifes da Força-Tarefa da Lava-Jato em Curitiba fizeram todas essas Falcatruas Contra o Lula e não encontraram um tostão sequer irregular oriundo das Palestras realizadas pelo ex-Presidente contratadas através da empresa dele, a LILS Palestras, Edições e Publicações (PEPs) Ltda.

E mais, causava enorme inveja nesses Crápulas Elitistas da FTLJ
o fato de Lula, um Metalúrgico Analfabeto como as Mentes Preconceituosas pensavam,
receber um valor muito maior do que eles próprios recebiam por Palestra, mais até do que Moro recebia nos EUA.

Aliás, quebraram os sigilos, mesmo ilegalmente, e furungaram todas as contas de Lula e de Dona Marisa e não encontram nada irregular.

https://lula.com.br/patrimonio-de-lula-e-fruto-de-palestras-como-ex-presidente/

Responder

Messias Franca de Macedo

19 de outubro de 2019 às 09h37

… Um país em que a Justiça não é confiável!
Um país em que o MP não é confiável!
Um país em que a Polícia Federal não é confiável!
Um país em que a velha mídia golpista é uma organização mafiosa…
Um país em que o Tribunal de Contas da União está infestado de criminosos, segundo um procurador do MP.
Um país em que a Receita Federal não é confiável!
Um país em que “a suprema corte” não respeita a própria Constituição…
(…)
País?

Responder

Messias Franca de Macedo

19 de outubro de 2019 às 09h32

“O russo mais norte-americano do mundo” (sic) arrebentou a economia do Brasil, fomentou um golpe de estado, mudou o curso das eleições gerais de 2018, entronizou o fascismo miliciano no Palácio do Planalto, entregou o nosso patrimônio aos estrangeiros imperialistas… E desMOROlizou as nossas instituições!
Que vergonha, Polícia Federal!
O Brasil foi transformado no chiqueiro, na latrina e no esgoto do mundo!
Só falta agora o STFede prolatar a sentença: “o ex-juiz ladrão não é suspeito para julgar o presidente Lula”!

Responder

abelardo

19 de outubro de 2019 às 07h40

Se um grupo desobedece as normas legais, as quais juraram obedecer, e planejaram, premeditaram e colocaram em prática ações ilegais, sem o conhecimentos das autoridades hierarquicamente superiores, as quais todos tem o dever oficial de se submetetem, não há outra classicação para essas delinquências que não seja de traição, de prática criminosa e grave formação de quadrilha. Se equipararam com a bandidagem sórdida que deveriam combater. Pior ainda é a gravidade de usar e manchar os cargos e as instituicoes que representam, para agirem como facínoras e desqualificados meliantes do crime organizado.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.