VIOMUNDO

Diário da Resistência


Jorge Solla propõe “Lei Jair Bolsonaro” contra fujões em debates eleitorais
PT na Câmara
Política

Jorge Solla propõe “Lei Jair Bolsonaro” contra fujões em debates eleitorais


05/12/2018 - 12h06

Solla propõe “Lei Jair Bolsonaro” contra fujões em debates eleitorais

Liderança do PT na Câmara, via whatsapp

O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) apresentou para tramitação na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 11080/2018, que propõe uma reforma no código eleitoral para obrigar as emissoras de TV a substituírem os debates eleitorais por sabatinas, caso apenas um dos candidatos convidados confirme sua participação.

O petista apelidou a matéria de “Lei Jair Bolsonaro”, em referência a não realização dos debates eleitorais no segundo turno da eleição presidencial neste ano devido à negativa do presidente eleito em participar dos confrontos.

A proposta prevê punição às emissoras que não dedicarem o tempo correspondente do programado para o debate a uma sabatina com o candidato que comparecer aos estúdios.

A pena vai de multa à suspensão da transmissão por 48h, e, em caso de reincidência, perda da concessão pública.

“As leis são dinâmicas e devem se aperfeiçoar para melhorar a qualidade da democracia. É claro que nenhum legislador imaginou que algum dia um presidente seria eleito fugindo do debate, porque sabia que se o povo soubesse de suas propostas, perderia a eleição. Bolsonaro disseminou fake news e, ao se negar a ir a debates, interditou o contraditório, o confronto com a verdade, num processo eleitoral, o que foi fundamental pra sua vitória”, argumenta Solla, autor do projeto.

Veja também:

Dr. Rosinha: Por causa de Bolsonaro, milhões de brasileiros não terão médico

Livro do Luiz Carlos Azenha
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet



4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Viviane

06 de dezembro de 2018 às 12h42

Muito mais efetivo seria obrigar a TV pública (se ainda a tivermos) a ser a única realizadora dos debates e as emissoras comerciais, se quiserem, retransmitem o programa.

Responder

Roque Jones

06 de dezembro de 2018 às 12h15

Ainda esse troço do debate! Vira o disco. Admitam a perda. PT nunca mais!

Responder

Renato Cruz

06 de dezembro de 2018 às 11h56

Vão catar coquinho. Vocês foram derrotados nas urnas.
1 turno: 49 milhões JB contra 30 milhões do Malddad
2 turno: 57 milhões JB contra 47 milhões do Malddad.

Aceitem essa realidade. Eu aceitei em 2002, 2006, 2010 e 2014. Agora vocês devem aceitar também.

FORA PT. Liberalismo Já.

Responder

Zé Maria

05 de dezembro de 2018 às 22h19

“Apresentamos nessa segunda à liderança do PT proposta de criação de uma CPI para investigar o esquema fraudulento de disparos de mensagens em massa durante campanha do presidente fake news Jair Bolsonaro.
Ao fim dos trabalhos, a farsa dessas eleições será desmontada!”

Luizianne Lins
Deputada Federal (PT/CE)

https://twitter.com/Luizianne13PT/status/1070066651805220864

Bolsogate
Câmara pode criar CPI para investigar uso do Whatsapp para fraudar eleições

https://t.co/Vq61MSJNkF
https://twitter.com/DeputadoFederal/status/1070080578157010944

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!