VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Janaína chama aliado dos Bolsonaro de “bandido” em bate boca na Alesp; vídeo
Janaína dizendo o "di" de bandido. Reprodução de vídeo.
Política

Janaína chama aliado dos Bolsonaro de “bandido” em bate boca na Alesp; vídeo


27/11/2019 - 10h43

Leitura labial

Da Redação

Não houve registro de áudio, mas a leitura labial é clara: a deputada estadual mais votada de São Paulo, Janaina Paschoal, do PSL, 2.031.829 votos, chamou seu colega e líder de partido, Gil Diniz, de “bandido”.

Diniz, o Carteiro Reaça, é íntimo de Eduardo Bolsonaro e possível candidato do clã à Prefeitura de São Paulo em 2020. Foi eleito com 214.037 votos.

Ele está sob investigação, acusado de ter praticado a “rachadinha” em seu gabinete pelo ex-funcionário Alexandre Junqueira, o Carioca de Suzano, que também foi íntimo da família Bolsonaro — passou o reveillon na Granja do Torto antes da posse.

Carioca de Suzano e Eduardo Bolsonaro festejando na Granja do Torto.

O Carioca de Suzano trabalhou oficialmente no gabinete de Gil Diniz de 18 de março a 31 de julho de 2019.

Entrou com representação contra o deputado alegando que o Carteiro Reaça queria embolsar R$ 5 mil do salário bruto de R$ 12 mil, além das chamada GED, gratificação, de outros R$ 5 mil.

Se confirmada a denúncia, o pedágio do Carteiro Reaça seria de cerca de 60%!

De acordo com o diário conservador paulistano Folha, o deputado também montou uma central de ataques digitais contra adversários usando funcionários da Alesp e, portanto, dinheiro público.

Uma das vítimas foi o Sargento Neri, líder do Avante, que na eleição para a presidência da Casa apoiou o candidato do governador João Doria e não a do PSL, Janaina Paschoal.

Desde a disputa pela presidência, no entanto, o Carteiro Reaça e Janaina tomaram rumos distintos.

No bate boca, ela é quem acusa o Reaça de votar com o governador Doria e sob o comando do PT e, assim, desrespeitar a bancada do PSL.

Ela não explicita exatamente a qual votação está se referindo.

O bolsonarista Diniz diz que não deve satisfação a Janaina, mas a deputada retruca que deve, sim.

“Quer ser líder, pede o voto da bancada”, ele grita.

A principal ativista pelo impeachment de Dilma Rousseff deixou o plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo furiosa.

Janaina Paschoal já informou a seus eleitores que não vai aderir à Aliança, o partido que o presidente Jair Bolsonaro pretende criar.

Quando explicou sua denúncia contra Gil Diniz a O Globo, o Carioca de Suzano disse textualmente:

Decidi denunciar, porque não foi para isso que eu lutei. Eu queria ver esses caras fazerem isso na Indonésia. Já estariam todos fuzilados. É revoltante. Viu a forma que o nosso país está. E esses caras só pensam em roubar, roubar e roubar.

Ele não deu a lista completa de quem seriam “esses caras”, mas o Carteiro Reaça certamente estaria entre os que o acusador nomearia.

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.