VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Instituto Lula desmente manchete do Estadão


09/01/2013 - 13h43

do Instituto Lula, via e-mail

“Em relação à manchete de primeira página do jornal O Estado de S. Paulo de hoje, segundo a qual o ‘MPF vai investigar Lula’, lamento profundamente que o jornal tenha induzido ao erro seus leitores e outros órgãos da imprensa, já que não há hoje nenhuma decisão oficial sobre o assunto por parte da Procuradoria-Geral da República, de acordo com manifestação oficial do órgão desmentindo a matéria. Estranho tal equívoco na primeira página de um jornal tão tradicional como O Estado de S. Paulo, e prefiro acreditar que não existiu nenhum viés mal-intencionado no ocorrido.”

Paulo Okamotto

Presidente do Instituto Lula

*****

do Stanley Burburinho

Do site do Ministério Público Federal – Procuradoria Geral da República

Nota de Esclarecimento sobre depoimento de Marcos Valério

9/1/2013

Ao contrário do que foi publicado nesta quarta-feira, 9 de janeiro, pelo jornal O Estado de São Paulo, a Secretaria de Comunicação do Ministério Público Federal informa que o Procurador-Geral da República, Roberto Gurgel, ainda não iniciou a análise do depoimento de Marcos Valério, pois aguardava o término do julgamento da AP 470 (mensalão). Esclarece ainda que somente após a análise poderá informar o que será feito com o material. Portanto, não há qualquer decisão em relação a uma possível investigação do caso.

Secretaria de Comunicação Social
Procuradoria Geral da República

Leia também:

Estadão: Gurgel manda investigar Lula

 

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


33 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Eudes Hermano Travassos

10 de janeiro de 2013 às 13h47

Está iniciada a guerra do progrecismo contra o conservadorismo da ex direita e agora ultra direita na AL.

Responder

    Cunha

    14 de janeiro de 2013 às 12h12

    Que tristeza ter que discutir quem é mais ou menos corrupto neste país de macunaímas enquanto os aposentados (pelo INSS) morrem à míngua, as pessoas tem medo de andar pelas ruas e praças, os doentes morrem nos hospitais, os professores ganham uma miséria, canalhas são recebidos com júbilo e de braços abertos pelos seus “pares” no centro do poder, pipocam escândalos em tantas direções que já fazem parte do cotidiano e a indiferença toma corpo. Tantas leis a serem regulamentadas (e votadas) e vemos no plenário os srs. deputados em pé, empaçocados como um bando tramando um assalto, não ouvem quem expõe, não se entendem, não produzem e agora só precisam “trabalhar” 3 dias por semana. E ainda pedem para não “generalizar”. Bando de canalhas.

Jose Mario HRP

10 de janeiro de 2013 às 11h13

Gurgel só vai mandar a procuradoria de São paulo analisar o depoimento de Valério por dever de ofício.
Ficando para a prerrogativa do procurador de primeira instância analisar, e depois investigar sobre as declarações de Valério.
Na verdade um depoimento dado depois de Valério estar condenado, e que segundo o próprio Gurgel tinha só a intenção de melar a ação penal 470.
Não há nada contra LULA, a não ser a alcaguetagem covarde e mentirosa de Valério!
Serão poucos minutos de regozijo da galera fora do poder há 11 anos!
Oposição sem propostas e sem novas idéias, longe do povo, a quem só resta o golpe.
Hilário!

Responder

Eurico

10 de janeiro de 2013 às 08h26

Uma piada para desanuviar a mente. Um político norte-americano reuniu a imprensa para dar uma declaração e largou a falar mal do adversário. Disse que ele era ladrão, medroso, mulherengo, mentiroso…Ao que um repórter pediu a palavra: Sua excelência, como publicar isto se sabemos que não é verdade? O político respondeu: eu bem sei que não são verdades, mas quero ver ele desmentir cada uma delas.

Responder

Marcelo S.

10 de janeiro de 2013 às 08h04

O que eu nao entendo sao essas sutilezas extremas, como ao dizer que o leitor do jornal errou, ao invez de o jornal ter errado…. sao essas coisas que nao dá pra aguentar.

Responder

Jose Mario HRP

10 de janeiro de 2013 às 06h55

A covardia de Gurgel é de dar nojo!
Pratica terrorismo psicologico rasteiro como quando levou a bordoada de Barbosa diante de seu pedido expúrio de prisão dos réus da 470!
Portanto………

Responder

PauloH

09 de janeiro de 2013 às 22h27

O mais absurdo e engraçado dessas não-notícias é que os afetados passam semanas tendo que desmentir o que não foi dito. “O senhor está sendo acusado de matar o Tobias”. “Mas eu sou o Tobias”. “Esse álibi é inconclusivo. Onde o senhor estava ontem à noite, às 11h43?”.

Responder

PauloH

09 de janeiro de 2013 às 22h07

É a velha tática do pinguim na parede. A midia joga várias vezes um pinguim na parede pra ver se cola. Evidentemente, o pinguim não gruda. Porque é um pinguim. Mas, de tanto insistir, algumas pessoas acabam acreditando que isso tem algum sentido. E, depois de meses jogando o pinguim na parede, haverá muita gente que jurará de pés juntos que viu pinguim grudar. Não é uma questão de física, química ou biologia. É questão de publicar uma quantidade suficiente de artigos em revistas e jornais insistindo nas propriedades aderentes dos pinguins. E acaba virando verdade.

Responder

J Souza

09 de janeiro de 2013 às 21h16

Como a PGR faz o que a mídia golpista quer, talvez o jornal esteja só antecipando a notícia…
Há vassalos!

Responder

Messias Franca de Macedo

09 de janeiro de 2013 às 19h50

“Os integrantes da quadrilha do MENSALÃO [DEMo]TUCANO agiam como ‘bandoleiros de estradas’!…” “supremo do supremoTF” Celso de Mello

ENQUETE

A afirmação acima foi originalmente proferida pelo decano Celso de Mello em uma das sessões [da tarde!] do julgamento televisionado, uma das fases do golpismo ora [e sempre (sic)] em curso…

… Em sendo assim, a potencial frase – enunciada antes da palavra ‘ENQUETE’ – será/seria literalmente reproduzida pelo “inclemente e ácido” magistrado Celso de Mello…

a) … não será reproduzida porquanto “o supremo julgamento” da Ação Penal 536 – que trata do MENSALÃO [DEMo]TUCANO, nascedouro do ‘Valerioduto’ – será postergado ad eternum;
b) … não será reproduzida pelo simples fato de ‘a teoria do domínio do fato’ não poder ser aplicada a réus “cheirosos”!
c) … seria reproduzida se “não nascesse dentes em bico de ave”! [Notícias recentes dão conta de que pesquisadores identificaram uma ave que apresenta dentes no segmento mais externo do bico.]
d) … seria reproduzida se o decano Celso de Mello fosse acometido de ‘caduquice suprema’ antes de se aposentar!
e) … seria reproduzida se um mesmo raio caísse três(!) vezes no para-raios instalado no prédio do STF!

Que país é este, sô?!…

Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Abel

09 de janeiro de 2013 às 18h51

Eu estou pensando cá com os meus botões o que o Instituto Millenium anda gestando para o biênio 2013/2014. Ultimamente, eles andam muito quietinhos…

Responder

Geraldo Souza

09 de janeiro de 2013 às 18h43

Clovis Ruffo – Vc é um Mané ignorante e analfabeto político, além de membro do Instituto Milenium. Não sabe definir direitos de defeitos… precisa para fazer alguma crítica, antes de tudo, ler a Constituição que o seu representante votou em 1988, onde diz que parlamentar somente poderá ser cassado pelo Congresso! VC precisa para de ser o “bobo da corte”, “pau mandado”… se fosse no tempo da Ditadura, seria um “dedo duro” um “delator” daqueles que deram a vida para que o Brasil hoje fosse um pouco mais democrático! Vc deve ser um daqueles trackers que difundem falsas informações contra as pessoas que não lhe agradam via internet. Deve ser uma aberração da natureza, preconceituoso, que defende o poder da arma e da vingança! Deve ser um ou ex-tira, talvez expulso por se envolver em corrupção ou crime. Talvez um ultra-nacionalista de direita que não sabe o que esta palavra quer dizer! Ou será um deficiente psicológico que sente orgasmo em provocar terceiros com sua política descontrutiva? Talvez… nem saiba escrever seu nome sem ira ou revanchismo!

Responder

Geraldo Souza

09 de janeiro de 2013 às 18h35

Esta publicação do Estadão (republicada instantâneamente pela Folha) foi desmentida pela MPF pela tamanha repercussão negativa que deu! A Folha para se safar por ser conivente, imediatamente publicou que “republicou informação do Estadão” e assim, tentar evitar algum processo por falsa publicação de matéria, com provocação de danos morais e materiais. Mas aí vem o seguinte: o Ministério Público vai notificar e processar o Estadão pela falsa matéria? o Ministério das Comunicações vai exigir desmentido de igual teor e forma e abrirá algum processo criminal por falsa matéria induzindo o leitor a erro? o famoso Ministério da Justiça vai desqualificar a falsa publicação e exigir retratação além de abrir processo por indução ao crime? Cadê a Lei da Midia? Cadê o Governo na regulação do dispositivo da Lei de Imprensa e o Congresso? Isto porque o 2013 somente começou…

Responder

abolicionista

09 de janeiro de 2013 às 17h01

Tenho certeza de que um jornal tão tradicional como o Estado jamais agiria de má-fé. Jornais como esse são baluartes da democracia. Sempre imparciais e objetivos, quem duvidaria disso?

Responder

Rafael

09 de janeiro de 2013 às 16h25

Pode isso Ministro Bernardo?

Se fosse a Carta Capital que desse uma barrigada desse tipo em um dos piguentos…

Responder

Regina Braga

09 de janeiro de 2013 às 15h58

Pig bom é pig mentiroso.Lei dos Médios,Dilma!!!!

Responder

Mardones

09 de janeiro de 2013 às 15h06

É para rir?

O PIG deita e rola. Pior que bandido.

Viva o Brasil!!!!!

Acho que o Álvaro Dias vai pedir uma CPI depois de tamanha afronta contra a democracia. Não é Alvinho 16 Milhões? k k k k

Responder

Messias Franca de Macedo

09 de janeiro de 2013 às 14h44

… *Por enquanto, apenas [mais] um balão de ensaio: o PIGolpista quer pauta! Ademais, é imperativo anuviar o MENSALÃO [DEMo]TUCANO, Ação Penal 536, nascedouro do ‘Valerioduto’!…

… Portanto, aguardemos os próximos capítulos do golpismo ora em curso – e para sempre!… A DIREITONA, aloprada [e em polvorosa], não sossega!…

*Procuradoria Geral da República nega ter decidido sobre investigação de Lula em primeira instância

CACHOEIRA – perdão, ato falho -, FONTE: http://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2013/01/09/procuradoria-geral-da-republica-nega-ter-decidido-sobre-investigacao-de-lula-em-primeira-instancia.htm

República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Rui

09 de janeiro de 2013 às 14h39

Não posso crer em um erro tão grosseiro por parte de um jornal que não foi fundado ontem ao meio-dia. Acho que o Gurgel já cantou a bola desse bingo para os amigos.

Responder

Pelika

09 de janeiro de 2013 às 14h31

Enquanto o Governo do PT permitir estes abusos,não terá mais meu voto!

Responder

    José Ricardo Romero

    09 de janeiro de 2013 às 16h21

    Já fiz essa promessa ha´muito tempo. PT sonega respeito aos seus eleitores e eu sonegarei meu voto.

FrancoAtirador

09 de janeiro de 2013 às 14h21

.
.
Tag: MÍDIA BANDIDA

Não parece ‘coincidência demais’ ser esse mesmo jornaleco do Estado de São Paulo
o receptor de vazamentos seletivos e distorcidos (contra Lula e o PT obviamente)

em investigações da Procuradoria-Geral da República e da Polícia Federal ?
.
.

Responder

wagner paulista de souza

09 de janeiro de 2013 às 14h21

Sei não, mas após a Grande Mídia ter acusado o Lula de “assassino” pelas 200 mortes do acidente da TAM em 2007, (pensam que eu esqueci aquele estardalhaço, hoje desmentido por laudos oficiais que indicaram “falha humana” – dos pilotos – pensam que eu esqueci ?), sei não, mas se juntar todas as acusações contra o querido Presidente Lula, ele vai cumprir prisão perpétua na cadeia, pois, se anunciam agora a intenção de investigá-lo, na verdade JÁ O CONDENARAM; só falta armar o circo (PSTF – Partido do EsseTêEfe) para nos convencer, nós os incautos. NÃO SOU TÃO INCAUTO ASSIM. Mexeu com o Lula, mexeu comigo. Vamos pro pau, Direitorna babona!

Responder

maria jose moura

09 de janeiro de 2013 às 14h13

olha queridos do instituto LULA eu acho que se for por se basear em machetes do estadao,a procuradoria for investigar o nosso querido lula deveria investigar o mensalao tucano dos politicos do PSDB de minas gerais que tem seus nomes interligados ao marcos valerio,e que para o bem da nossa democracia que o STF logo julgue esse mensalao tucano de minas gerais.assim veremos em fim a justiça feita para todos independente de sigla partidaria,de classe social,um feliz brasil para todos nos em 2013.

Responder

Daniel

09 de janeiro de 2013 às 14h10

Olha a nova notícia da Folha, via UOL:
http://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2013/01/09/procuradoria-geral-da-republica-nega-ter-decidido-sobre-investigacao-de-lula-em-primeira-instancia.htm

É hilária, de verdade.
Eles não negam a investigação, eles negam a investigação em primeira instância. Incrível.

Responder

Fabiano Araujo

09 de janeiro de 2013 às 14h01

Paulo, vc. realmente acredita que não houve má intenção por parte do Estadão ? Esse jornal tem uma história terrivel.Em 1964,defendeu abertamente o golpe contra as instituições democráticas e depois, quando a tirania do regime, instaurada por esse golpe, atingiu caráter fascista (pós AI-5,em dezembro de 1968), assumiu uma posição cinica ao publicar trechos da obra de Camões para tentar denunciar a censura que o próprio jornal ajudou a engendrar.

Responder

    Diniz

    09 de janeiro de 2013 às 14h39

    Tenha dó Fabiano Araujo. Tá na cara que o Paulo Okamoto foi irônico em sua nota, ele não tem nada de ingênuo. Se ele fosse ingênuo ele não citaria a frase: “quero acreditar que não existiu nenhum viés mal-intencionado no ocorrido”. Esta frase seria desnecessária e não seria dita se ele fosse ingênuo. Ele colocou-a lá justamente para as pessoas perceberem que “COM CERTEZA HOUVE VIÉS MAL-INTENCIONADO, E NÓS PERCEBEMOS, NÃO SOMOS INGÊNUOS !!”

José Eduardo

09 de janeiro de 2013 às 13h57

É só? Ficará num pálido e inócuo desmentido? E se o Jornal Nacional embarcar nessa, o que certamente ocorrerá, o que vão fazer? Outro desmentido inútil? Precisa ter regulação da mídia, viu? A ditadura da informação tem que acabar antes que acabem não só com as esquerdas mas com o próprio país. Precisa desenhar?

Responder

zé eduardo

09 de janeiro de 2013 às 13h55

Hehehe… eu também acho que “não existiu nenhum viés mal-intencionado no ocorrido”. É só a impressão equivocada dos leitores que não querem reconhecer a boa-fé e ‘imparcialidade’ da ‘grande mídia’ corporativa. Mas por um lado até é bom prá fazer o Jô Gurgel ter que dizer e desdizer com aquela cara de banana. Socorro: como que é deixam esse sujeito permanecer como ‘prevaricador’ geral?

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!