PT e deputados de Oposição na Assembleia Legislativa do Paraná repudiam ameaças de morte de Coronel Lee a Lula e membros do MST

Tempo de leitura: 2 min
Fotos: Reprodução de vídeo e ALEP

Da Redação

Na manhã desta quarta-feira, 06-04, em discurso na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), o deputado estadual Coronel Lee (DC-PR) ameaçou de morte o ex-presidente Lula (PT) e falou sobre um “modus operandi” que teria levado militantes do MST “para o inferno”.

O motivo da fala foi uma manifestação de Lula que, em evento com integrantes da CUT, disse que era preciso fazer manifestações diante da casa de congressistas. 

Para o jornalista Rogerio Galindo, da Plural, “talvez seja o discurso mais chocante da história recente da Assembleia Legislativa do Paraná”.

Em seu artigo, Galindo disse mais:

Ex-comandante do Bope paranaense, Lee falou no seu discurso como se estivesse passando um recado para o Coronel Telhada, deputado por São Paulo com perfil semelhante ao seu. “Nosso modus operandi é o mesmo”, disse ele.

“A última vez que esse bando do MST e da esquerda vieram nos visitar e querer conversar com a gente no meio do mato foram parar no inferno”, disse o deputado.

Em seguida, continuou: “Então, Lula, mande a sua turma toda falar com a gente de novo. Aí vocês vão visitar seus amigos que estão lá”. Eleito para o primeiro mandato em 2018 na onda bolsonarista, Lee foi comandante da PM em Cascavel, além do Bope.

No final da tarde, o PT-PR e a liderança de oposição divulgaram nota de repúdio às ameaças do coronel do Coronel Lee a Lula e a integrantes do PT. 

Abaixo, a nota na íntegra.

PT E LIDERANÇA DA OPOSIÇÃO REPUDIAM AMEAÇAS DO CORONEL LEE

O Brasil vive capítulos difíceis em sua história com a violência e o discurso fascista, infelizmente, invadindo espaços democráticos, republicanos e de diálogo da sociedade brasileira.

Nesta quarta-feira, 06/04, a sessão na Assembleia Legislativa do Paraná foi palco de mais um episódio de discurso de ódio. Durante sua fala na tribuna da Assembleia, o deputado estadual Coronel Lee (DC) proferiu palavras contra a integridade física do ex-presidente Lula e de membros do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, os ameaçando de morte.

O Partido dos Trabalhadores e a Liderança da Oposição repudiam o incentivo à violência política seja contra o ex-presidente Lula, contra seus aliados, ou contra quaisquer pessoas que desenvolvem políticas públicas e sociais.

O discurso feito pelo Deputado Coronel Lee é um alerta e gera profunda preocupação com a escalada de violência promovida por parlamentares bolsonaristas, especialmente em ano eleitoral, já que Lula aparece como líder nas pesquisas de intenção de voto.

O ódio não pode ser ferramenta de disputa política, nem o discurso violento como retórica, ainda mais, em um lugar que deveria ser respeitado: a casa do povo.

O PT irá tomar as medidas jurídicas cabíveis contra a lamentável manifestação do parlamentar, afim de que esses episódios não se repitam e que não fiquem impunes.

. Também solicitamos à Assembleia Legislativa que seja cumprido o regimento interno e que parlamentares sejam impedidos de usar o espaço público para proferir tais ofensas e crimes.

Em defesa da Democracia e contra o discurso de ódio!

Gleisi Hoffmann
Presidenta do PT Nacional e Deputada Federal

Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores do Paraná

Arilson Chiorato
Presidente do PT-PR, Deputado Estadual e Líder da Oposição na Alep

Enio Verri
Deputado Federal pelo PT-PR

Zeca Dirceu
Deputado Federal pelo PT-PR

Bloco Parlamentar PT-PDT e Liderança da Oposição na Assembleia Legislativa do Paraná

Luciana Rafagnin
Deputada Estadual pelo PT-PR

Professor Lemos
Deputado Estadual pelo PT-PR

Requião Filho
Deputado Estadual pelo PT-PR

Tadeu Veneri
Deputado Estadual e Líder do PT na Alep

Goura Nataraj
Deputado Estadual pelo PDT-PR


Siga-nos no


Comentários

Clique aqui para ler e comentar

Ibsen Marques

Vão me desculpar, mas o coronel confessa crimes cometidos. Como vivemos no Brasil nada vai acontecer. Aqui o crime organizado se confunde com o estado.

Henrique Martins

Sobre o áudio da irmã do miliciano Adriano, acho que a turma da esquerda está esquecendo de lembrar que o Eduardo Bolsonaro chegou na Bahia 48 horas antes do Adriano ser assassinado. Por certo, ele foi lá acompanhar a queima de arquivo para se certificar que a coisa ia acontecer do jeito que eles planejaram. O país está sendo comandado por criminosos! É isso aí…

Zé Maria

Assista ao Vídeo da Ameaça de Morte ao Lula
feita pelo Coronel Nazi-Fascista Paranaense:

https://youtu.be/6MOpe7Szqls

https://www.esmaelmorais.com.br/lula-e-ameacado-de-morte-por-deputado-bolsonarista-confira-o-video/

Deixe seu comentário

Leia também