VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Glenn desmoraliza Moro com os que o colocaram na lista das revistas Fortune e Time
Carolina Antunes/PR
Opinião do blog Política

Glenn desmoraliza Moro com os que o colocaram na lista das revistas Fortune e Time


20/10/2019 - 20h16

Moro, mentindo

Assista a este vídeo de 1 minuto para nunca esquecer que Moro é um mentiroso patológico: antes de Vaza Jato, ele veementemente negou fazer o que todos nós sabemos agora que ele fez repetidamente: mandar na estratégia do MPF e da PF. Apenas observe-o mentir para o público. Glenn Greenwald, no twitter, reproduzindo o vídeo acima (com legendas, para os que fizeram homenagens a Moro fora do Brasil ficarem sabendo).

Da Redação

No dia 17 de abril de 2016 a Câmara dos Deputados autorizou a abertura do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, sob a batuta do deputado Eduardo Cunha.

No dia 26 daquele mês, o juiz federal Sergio Moro foi homenageado em Nova York como integrante da lista das 100 personalidades mais influentes do mundo, segundo a revista Time.

Henry Luce, o fundador do conglomerado, era colaborador da Central de Inteligência Americana, a CIA.

Controlou publicações como a Time e a Life, que fizeram a cabeça dos norte-americanos durante a guerra fria.

Deu o dinheiro para Roberto Marinho fundar a TV Globo no Brasil, num empréstimo que o empresário supostamente devolveu sob pressão do Congresso, antes do golpe de 1964.

Marinho apoiou o golpe e foi o principal beneficiário da ditadura militar. Depois da quartelada, conspirou contra eleições presidenciais.

Não é por acaso: os mesmos sobrenomes aparecem com destaque em momentos-chave da História do Brasil, como o dos Marinho.

Moro não é um deles, sempre foi apenas um serviçal de ocasião.

Na entrevista a um entusiasmado correspondente da TV Globo em Nova York, antes da homenagem da Time, o juiz afirmou que “essa perspectiva acho muito positivo”, errando grosseiramente a concordância.

Era o “conje” ainda em fase embrionária, badalado pelo jornalismo acrítico e medíocre —  que sempre foi a marca registrada da meia dúzia de homens brancos e ricos que controlam a mídia brasileira.

“Ele é o protagonista da versão brasileira e real de Os Intocáveis”, escreveu sobre Moro a revista Fortune, ao colocá-lo na 13a. posição dentre os 50 líderes mais importantes de 2016, numa lista divulgada semanas antes, em 24 de março de 2016.

Em setembro, foi a vez da Bloomberg colocar Moro entre os 50 líderes mais importantes do mundo.

Agora sabemos que muito por obra de Sergio Moro e da Lava Jato, Temer usurpou a presidência de Dilma e assumiu no agourento 31 de agosto de 2016 prometendo “reformas” tão ao gosto do mercado:

Agora nós inauguramos uma nova fase em que nós temos um horizonte de dois anos e quatro meses. E espera-se que nesses dois anos e quatro meses nós façamos aquilo que temos alardeado, ou seja, colocar o Brasil nos trilhos.

De lá para cá, o Brasil desandou.

Bolsonaro também chegou ao poder com o apoio de Moro e da Lava Jato e escolheu o ex-juiz para ser um dos pilares de seu governo.

A Vaza Jato expôs a corrupção dos que se diziam politicamente neutros e eram incensados pela imprensa.

Bolsonaro se desmoralizou por envolvimento com a corrupção do qual se dizia combatente.

Agora, Moro é exposto não apenas como corrupto, mas também “mentiroso patológico”, na definição de Greenwald.

Para todo o mundo ver.

A essa altura, no entanto, a Lava Jato já dilapidou a economia brasileira, destruiu grandes empresas e colocou de joelhos a estatal controladora do pré-sal, a maior reserva de petróleo descoberta no mundo no último meio século.

Isso não é pouco.

O descarte de Moro não significa que ele não tenha sido bem sucedido.

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



20 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Regis

21 de outubro de 2019 às 16h47

Matéria objetiva mas educada demais pro tamanho da canalhice deste juiz. E obviamente o gado se manifesta com sua costumeira sindrome de negação, sem se dar conta que de apoiadores e correligionários, se tornaram cúmplices das piores barbaridades da história contemporânea do Brasil.

Responder

Xavier

21 de outubro de 2019 às 14h52

Viomundo;

Aqui tá cheio de chorume direitóde.
Não tem como livrar disso?

Responder

Marcoa Moura

21 de outubro de 2019 às 14h14

“Glenn desmoraliza Moro….” quanta besteira. Pra desmoralizar Moro alguém precisa ter moral, o que não é o caso.

Responder

Vitor

21 de outubro de 2019 às 11h32

Fora Koro lixo juiz parcial engavetoj todos podres do PSDB

Responder

LULIPE

21 de outubro de 2019 às 10h41

O choro é livre, lula não. #moro2026

Responder

    nelson

    21 de outubro de 2019 às 15h52

    LULA SIM o maior PRESIDENTE que o mumdo já viu.

Rosana

21 de outubro de 2019 às 09h48

Então não houve corrupção na Odebrecht, OAS, Petrobras? Palocci mentiu? Marcelo Odebrecht mentiu? Todo mundo mentiu? Ninguém roubou? Sérgio Cabral?
Os culpados são os procuradores e juízes? Será que meu raciocínio está errado?

Responder

    Ulisses

    21 de outubro de 2019 às 15h40

    Errado é um povo acéfalo apoiar um agente a serviço do EUA destruir as empresas de engenharia e petróleo brasileiras para dar estes serviços a empresasa de engenharia americanas ainda mais corruptas que as Brasileiras. Quanta ignorância! Provavelmente devem achar os americanos tão bonzinhos.

    Miguel Araujo de Matos

    21 de outubro de 2019 às 20h27

    É possível combater a corrupção responsabilizando PESSOAS, sem destruir EMPRESAS e milhares de empregos. Em 2007, a multinacional alemã Siemens se envolveu em um dos maiores escândalos de corrupção corporativa da história. O que a justiça da Alemanha fez? Levou a Siemens à falência? NÃO, puniu os executivos mas preservou a empresa e os empregos.

    Eduardo Castro

    22 de outubro de 2019 às 02h15

    A Lava Jato é uma FARSA! Moro e Bolsonaro são FANTOCHES dos EUA!

Jean Alberto Gelain

21 de outubro de 2019 às 07h39

Está tudo fora de ordem cronológica e descontextualizado!
Muito dificil de entender, mal escrito, com falhas!
Talvez seja para robôs entenderem, mas eu não sou robô! Que coisa triste, eu queria ter entendido! Sinto que tem algo importante que eu poderia ter descoberto, mas tá confuso e com datas trocadas! Que coisa! Agora que perceberam que é uma crítica tão aparecendo caixinhas de publicidade com bebidas, estão escondendo a opção de marcar que não sou um robô, tá cada vez mais difícil entender e responder tbm.. sinto que se eu realmente for lido nesse critica será como o maior êxito de minha vida. Saltou uma caixa com o Sérgio Moro que falou a tela toda, eu amo esse cara mas ele tá atrapalhando minha opinião. Arrastei o Sérgio Moro e foi o reCAPTCHA junto, agora vou ter que mandar minha opinião pro muro.
Enfim, muito confuso o texto, mais ainda a ordem cronológica, e lhes dizer isso foi como jogar um jogo do meu sobrinho! Abraço.

Responder

Adriano Toste

21 de outubro de 2019 às 07h21

Glenn, por seu formidável trabalho em reportagem investigativa tem o direito de ganhar o prêmio Pulitzer nessa categoria e em outras mais. Seu trabalho e sua coragem estão sendo de suma importância para toda a nação brasileira e pela democracia no mundo. Certamente não há nenhum outro trabalho no mundo nos dias atuais que possa concorrer com a magnífica série de descobertas e coberturas de caráter sem igual que tem dado ao mundo a visibilidade de toda uma trama que envolve as camadas mais poderosas tanto da nação subdesenvolvida brasileira como mandantes de ditas nações desenvolvidas. Com provas cabais e irrefutáveis sendo apresentadas semana após semana há meses, esse Jornalista, com a coragem que poucos teriam tido num país onde os assassinatos em sua maioria ocorrem sem que os verdadeiros responsáveis sejam sequer indiciados, mostra dia após dia uma capacidade extrema para relatar diversos crimes que foram e continuam sendo praticados por autoridades jurídicas, policiais e políticas que, ao invés de estarem encarceradas, continuam exercendo poder e influência em toda a sociedade e ludibriando até mesmo o mundo.
Parabéns a esse grande e honrado Jornalista!

Responder

    Patricia

    21 de outubro de 2019 às 21h07

    Se esquerdopatas ideiam Moro, ele está no caminho certo para continuar caçando corruptos.

Zé do rolo

21 de outubro de 2019 às 02h59

Nunca existiu lava jato e sim farsa a jato de Curitiba e todo esse conteúdo divulgado pelo site Intercept Brasil em parceria com a veja e folha é VERDADE ou seja o Moro e o dallagnol e demais procuradores da lava jato que na verdade é farsa a jato de Curitiba conspiraram pesado contra o Lula e o Janot com suas declarações e seu livro a ser lançado só comprova que nunca existiu lava jato e sim farsa a jato de Curitiba

Responder

Edson Guimarães

20 de outubro de 2019 às 23h34

Quando é dado um golpe de Estado (especialmente aos moldes do que foi concluido em 2016), com total conivência dos militares, é temerario aceita-lo calado ou repudia-lo se manifestando publicamente. Por ora permaneço calado, nem contra, nem a favor, muito pelo contrário.

Responder

Christiane

20 de outubro de 2019 às 23h01

Esse canalha JAMAIS CHEGARÁ AOS PÉS DO MORO.

Responder

    enganado

    21 de outubro de 2019 às 17h17

    ””’ . . . Esse canalha JAMAIS CHEGARÁ AOS PÉS DO MORO. . . . ””””’ . Esse canalha , QUEM CARA PÁLIDA??? O çERRA??? O Maior Vice-Ladrão do ___braZiU$$$A__ ???? Realmente a roubalheira do __çERRA___ em tempo algum JAMAIS CHEGARÁ AOS PÉS da roubalheira DO __çarjiou MORO, pois no Processo do BANESTADO pelo envio de ”””’ 132 BILHÕES de DÓLARES p/ os U$$$$raHell ”””’ em cuja sentença o juiz-honestíssimo-probo-bi_MERDAlhado p/ MERGANHA viDDa$$$ bôa$$$ , ___çarjiou murrow___, exarou que TUDO ESTAVA CORRETÍSSIMO. Será que nem 1% da bolada não entrou de PROPINA nos bolsos do correto / brioso / consciencioso / decente / digno / direito / honrado / íntegro / justo / leal / pundonoroso / reto / sério / virtuoso / . . . etc. Me engana que eu gosto!!!

    Luiz Fonseca

    22 de outubro de 2019 às 00h54

    Você inverteu o comentário: esse ex-juiz canalha jamais chegará aos pés do Greenwald.

Mauricio

20 de outubro de 2019 às 22h09

Lixo de reportagem. Querer justiça não tem nada a ver com política. Os políticos e partidos, todos eles, é que se apropriam de fatos para se promoverem. Ficar procurando falhas para desvalorizar e inverter a ordem das coisas é baixeza demais….as pessoas falham, são humanas…a lava jato não lida com ninguém inocente…

Responder

Elias Daniel Krepki

20 de outubro de 2019 às 21h52

Globo traidora é a mesma que o lula se gabava de andar de mãos dadas?

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.