VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Gilson Caroni: Em desespero, Serra agora tenta golpe midiático


27/08/2010 - 22h02

DEBATE ABERTO
Os noves fora de José Serra

Secundado pela mídia que sempre o apoiou, e hoje se declara independente, Serra não tem escrúpulos em conspurcar a credibilidade do jogo político às vésperas de uma eleição presidencial. Em queda livre, o candidato e seus aliados ensaiam uma quartelada midiática.

Gilson Caroni Filho, na Carta Maior

O que estamos assistindo agora, com as tentativas tucanas de plantar escândalos e judicializar a campanha, é a uma gigantesca operação de engodo de candidatura sem perspectiva. Secundado pela mídia que sempre o apoiou, e hoje se declara “independente”, Serra não tem escrúpulos em conspurcar a credibilidade do jogo político às vésperas de uma eleição presidencial. O que ele e seus sócios do PPS e do DEM estão querendo fazer é um autêntico golpe de mão, uma quartelada midiática para evitar que a sociedade possa comparar dois projetos de país.

Estado por estado as notícias são parecidas. Há um rápido processo de cristianização do candidato tucano. No Nordeste é um arraso: quem fez oposição a Lula nos últimos quatro anos, desembarca da nau serrista para cuidar da própria sobrevivência política. Nem mais em São Paulo, estado que o elegeu senador, prefeito e governador, Serra voa em céu de brigadeiro. O repúdio não se dirige apenas contra sua melancólica figura, mas ao estilo de governo posto em prática nos oito anos em que o neoliberalismo vigorou no país. Há algo de covarde na recusa de uma comparação retrospectiva, mas também há algo de didático no exame das decisões de um ator político.

Quando se nega a comparar o governo a que pertenceu com a gestão petista, Serra afirma “que não faz política olhando para o retrovisor”. Certamente preferia que tudo fosse diferente, mas, no beco sem saída em que se encontra, não é possível acertar o caminho com manobras abruptas. Seu trem em marcha ré colidiria com os desastres da política econômica de FHC, o padrinho a ser ocultado.

Vamos aos fatos: a abertura comercial, promovida pelo consórcio demo-tucano, não trouxe ganhos de competitividade à indústria nacional. Pelo contrário, causou um efeito devastador em setores, como o têxtil, transformando segmentos que produziam localmente em meros importadores de insumos. De acordo com estudos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), depois de oito anos de economia submetida à concorrência internacional, sem instituição de políticas públicas adequadas, as conseqüências apareceram nos resultados negativos da balança comercial, em menos geração de emprego e renda no Brasil.

Os pesquisadores concluíram que a importação de matérias-primas provocou o esgarçamento dos setores intermediários de produção, aqueles encarregados de produzir os insumos para os fabricantes de produtos finais. A análise dos resultados na década de 1990 demonstrou maior competitividade na produção de commodities e vulnerabilidade das atividades de maior conteúdo tecnológico, aquelas com maior valor agregado e responsáveis pela geração de mais postos de trabalho. Nesse contexto, cabe a pergunta: como Serra teria condições de apresentar sua política industrial, sem renegar totalmente o pensamento do PSDB?

Seguindo os preceitos do Consenso de Washington, a possibilidade de o Brasil tornar-se exportador de produtos básicos, que seriam processados em outros países, e importados posteriormente, era o que se afigurava como horizonte à época. Na indústria química, o crescimento das importações levou à desativação de centros de produção de insumos. Princípios ativos para a produção de medicamentos que, nos anos 80, começaram a ser produzidos aqui, com a abertura desregulada, passaram a ser fornecidos pelos Estados Unidos e por países europeus. Nos tempos ministeriais de Serra, a saúde que interessava era o da indústria farmacêutica internacional. Não lhe peçam, portanto, para apresentar propostas programáticas para o setor. Além das platitudes, o vazio é total.

No campo energético, o desastre não foi menor. A decisão de vender usinas prontas, em plena operação, sem ao menos abrir aos investidores a oportunidade, e o consequente risco, do empreendimento novo, gerou uma situação de insegurança energética, com 70% do mercado de distribuição e boa parte da geração privatizados. Sem agregar energia nova, o governo de FHC pensou em esquartejar Furnas quando o movimento mundial ditava fusões. Não faltavam, ainda, os defensores da venda da Chesf, detentora de grandes reservatórios – alguns de alta importância ecológica e social – antes de se regulamentar o uso múltiplo das águas. O que Serra teria a dizer sobre o descalabro? Por que a doce e ética Marina silencia sobre o tema?

Por que não discutir sobre as consequencias desastrosas da Alca, a Área de Livre Comércio das Américas, programada para se instalar em 2005 e que, fatalmente, nos levaria a novo pacto colonial?

Serra, o “Zé que joga pesado” não pode defender o passado sem deixar de fazer um elogio à rasteira da soberania nacional. Por isso, dele só se pode esperar a pregação golpista, o denuncismo como método. E um genérico de Elba Ramalho em seu programa eleitoral. O ex-presidente da UNE jogou sua biografia no ralo das circunstâncias. Da soma dos fatores a que se submeteu, deixando de fora os nove, sobra rigorosamente nada.

Gilson Caroni Filho é professor de Sociologia das Faculdades Integradas Hélio Alonso (Facha), no Rio de Janeiro, colunista da Carta Maior e colaborador do Jornal do Brasil





47 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

XAVIER

29 de agosto de 2010 às 16h34

Sei não!!! Aquele discurso no comicio da Central,em 64, tendo ao lado um fardado…Não ter sido preso ou molestado dias depois, ao contrário de todos os seus colegas da UNE, tendo, agora, encontro com militares – e a portas fechadas – para acusar o governo de "republica sindicalista" igual no seu discurso em 64 …Sei não!!! Vou ficar de olho aberto…

Responder

Marat

28 de agosto de 2010 às 22h59

Golpe midiático – rsrsrs – pobre Serra, pobre PIG… o tempo deles está passando…

Responder

marcio gaúcho

28 de agosto de 2010 às 20h43

Quando saio de casa pela manhã, só ouço na rua; "bom dilma", "bom dilma", "bom dilma"…!!!
Kakakakakakakakakakakakakakakakakakakakakakakak…

Responder

Urbano

28 de agosto de 2010 às 19h02

O zé contra-rampa, o mitômano, já sente o nível da bósnia rente às suas narinas.

Responder

Messias Macedo

28 de agosto de 2010 às 14h26

PERDÃO!
FALTOU O CAPÍTULO VII DO COMENTÁRIO ‘A FOLHA DE SÃO PAULO’ EDITA UMA NOVA – E MOTIVADA (sic) – “Marcha da Família com Deus pela Liberdade”
[O neogolpe está em curso terminal! No entanto, os golpistas MENTEcaptos não se aperceberam que o país mudou! “Irão dar com os burros n’água!”]

VAMOS AOS FATOS

CAPÍTULO VII
Coincidentemente(?!), no mesmo dia da publicação deste editorial 'golpenazifascista' da 'Folha', o candidato pré-derrotado da vez da DIREITONA OPOSIÇÃO AO BRASIL "bateu continência” para um grupo de 'milicos'!
PASSANDO A ENTENDER O QUE NÃO(!) É CERCEAMENTO DA LIBERDADE DE IMPRENSA!
A repórter da Rede Globo, escalada para cobrir o encontro de José (S)erra com os militares, apareceu na telinha com uma 'forçação' de sorriso capaz de provocar inveja no mais pífio canastrão!
Abre aspas para o tal sorriso: "… Não foi permitido o acesso da imprensa ao encontro do candidato José (S)erra com os militares! Foi um encontro reservado!…"
Vejam só, o termo utilizado: 'reservado'! Na verdade o que houve foi uma coerção violenta ao trabalho da imprensa, sobretudo porque a reunião envolveu um candidato á Presidência da República! Houve, também, estorvo à legitima prerrogativa de o(a) cidadão/cidadã inteirar-se do conteúdo dos fatos. Lembremo-nos de um pressuposto democrático propugnado pelo editorial da 'Folha': "[Todo aquele(a)] que abandona a esfera exclusiva da existência privada a partir do momento em que pretende ocupar o cargo de presidente da República não pode estar submetido a nenhum sigilo, ainda mais quando promovido por uma instância oficial.”

BRASIL
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Macedo

28 de agosto de 2010 às 14h19

RETIFICAÇÃO EM COMENTÁRIO ANTERIOR: E A TENTATIVA DE SÍNTESE, MATUTO ‘BANANIENSE’?!
“Se queremos a paz do não-retrocesso, preparemo-nos para a guerra!”
Afinal, ainda vem muito ‘chumbo’ (sic) grosso’ por agora (idem sic)

BRASIL
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Nelson Menezes

28 de agosto de 2010 às 13h03

Se a Dilma está na frente nas pesquisas em São Paulo vamos trabalhar com votos casados, ou sêja um voto Dilma, um voto Mercadante, e aí venceremos, ou na pior das ipótze, segundo turno com certeza.

Responder

Gerson Carneiro

28 de agosto de 2010 às 09h48

Quero ver o jatinho do JN pousar em Florianópolis para denunciar o estupro sofrido pela garota de 13 anos de idade.

Responder

Gerson Carneiro

28 de agosto de 2010 às 09h35

Eu só sei que essa eleição mexeu até com o meu paladar: só tô tomando DILMAMALTE.

Responder

Laet

28 de agosto de 2010 às 08h19

http://www.youtube.com/watch?v=yCAlUKcsao0
Análise da política – Exercício de Futurologia Pretérita:
E se o Serra fosse eleito (Deus nos livre!) em 2002?
– Petrobras seria PetrobraX Corporation e o Pré-Sal seria Before Salt.
– Aposentado seria caso de polícia por prática de vagabundagem.
– Aposentadoria só com a Previdência Privada.
– Bolsa família seria apenas uma sacola feita de pano reciclado.
– A Polícia ganharia pouco, mas se “divertiria” muito.
– Decretada a lei Pedágio para todos.
– Volta do Seguro Apagão.
– Criaria o seguro Alagão em São Paulo.
– ALCA ao invés de MERCOSUL.
– O México seria exemplo de desenvolvimento.
– Nossa situação atual seria pior que a do México.
– Salário mínimo de 68 dólares e jornada de 54 horas.
– Professores…???! Pra quê pobre quer estudar?
– A sede da Sabesp atenderia clientes somente em Miami.
– A Quarta Frota Americana estaria ancorada no Porto de Suape.
– A Base de Alcântara no Maranhão seria cedia a NASA, em troca de ajuda humanitária para os flagelados do Nordeste.
– Decretada guerra conta a Venezuela e Bolívia.
– Entrada nos EUA seria só para “pés descalços”.
– Quem tiver estômago é só sugerir outras conseqüências….
Mas teria pelo menos uma coisa boa, ainda que pequena:
– Ele não seria nem prefeito nem governador de São Paulo.

Responder

Otaciel de Oliveira

28 de agosto de 2010 às 07h17

ENTREGAR PARA NÃO SE PREOCUPAR

Isso mesmo, o slogan da campanha do Serra deveria ser "entregar para não se preocupar".

Ainda há tempo de usar este slogan na campanha. Eu não cobrarei direitos autorais.

Responder

Galvão Bueno

28 de agosto de 2010 às 05h39

Acaaabbbboooooouuuuuuuuuuuuuu!

Dilma abre 24 pontos de vantagem sobre Serra na pesquisa Ibope
Crescimento da candidata petista foi de oito pontos porcentuais se comparado ao levantamento anterior feito pelo mesmo instituto

Responder

Márcia Aranha

28 de agosto de 2010 às 05h36

Rarará…

Sensacional a entrevista de Montenego à Isto É:

"Agora, a um mês das eleições e respaldado por números apresentados em pesquisas diárias, Montenegro faz um mea-culpa. “Errei e peço desculpas. Na vida, às vezes, você se engana”, afirmou. “O Brasil já tem uma presidente. É Dilma Rousseff.” Segundo Montenegro, a ex-ministra da Casa Civil vem se conduzindo de forma convincente e confirma, na prática, o que o presidente disse sobre ela na histórica entrevista concedida à ISTOÉ na primeira semana de agosto: “Lula acertou. Dilma é um animal político. Está mostrando muito mais capacidade do que os adversários.”

É mole? Mas ela não era um poste?

Responder

Messias Macedo

28 de agosto de 2010 às 05h30

VAMOS AOS FATOS
EPÍLOGO(?!)

PORTANTO, [o desesperado] José (S)erra, submetido a pressões dos seus aliados(!), tratou de atiçar as casernas! Coube ao PIG aspergir uma cortina de fumaça na moldura do encontro!
LEMBRETE: é bastante tênue a demarcação do matiz cinza das fumaças e a cor plúmbea dos chumbos golpistas!

BRASIL
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Macedo

28 de agosto de 2010 às 05h29

VAMOS AOS FATOS
CAPÍTULO VI

E A TENTATIVA DE SÍNTESE, MATUTO ‘BANANIENSE’?!
“Se queremos a paz do [infame] não-retrocesso, preparemo-nos para a guerra!”
Afinal, ainda vem muito ‘chumbo’ (sic) grosso’ por agora (idem sic)

HUMILDES ADVERTÊNCIA E CONCLAMAÇÃO: companheiros e companheiras, só nos resta mantermos a altivez da resistência patriótica e moral!

BRASIL
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Macedo

28 de agosto de 2010 às 05h28

VAMOS AOS FATOS
CAPÍTULO V
Aloysio Nunes Ferreira Filho participou destes eventos na condição de guerrilheiro da recém-nascida Ação Libertadora Nacional (ALN), a organização dos líderes comunistas Carlos Marighela e Joaquim Câmara Ferreira, o Toledo. Sabe-se que, após o estrepitoso assalto ao trem, Aloysio escafedeu-se para Paris, onde, dizem, desfrutou de um “exílio de caviar”, ao lado do sociólogo da USP Fernando Henrique Cardoso.
E os dados das traquinagens do DEMotucano Eduardo Jorge junto ao Fisco devem ou não ganhar a luz do dia?!
Deveria ser papel da ‘Folha’ – diligente e paladina da ética, da moral e dos bons costumes – investigar a fundo e publicar/divulgar as “tabelinhas indecorosas” da dupla Ve-Ve, Verônica do banqueiro bandido e condenado Daniel Dantas, “o brilhante” segundo FHC, e a Verônica do José (S)erra?!
A mesma organização criminosa, ‘Folha de São Paulo’, por acaso considera relevante os fatos e questionamentos supramencionados?!

Responder

Messias Macedo

28 de agosto de 2010 às 05h28

CAPÍTULO IV

AMIGO DE EX-ASSALTANTE TUCANO DESAPARECE COM R$ 4 MILHÕES DO CAIXA 2 DE SERRA;;
SERRA NOMEIA ASSALTANTE PARA CASA CIVIL DE SP
Gatuno já teve passagem pelo governo FHC, como Ministro da Justiça
O advogado paulista Aloysio Nunes Ferreira Filho, de 64 anos, ex- secretário da Casa Civil do governo tucano de José Serra, outrora conhecido pelo cognome “Mateus”, um dia empunhou um tresoitão para ajudar a surrupiar a assombrosa quantia de NCr$ 108 milhões da antiga Estrada de Ferro Santos-Jundiaí, dinheiro que seria utilizado no pagamento dos salários dos ferroviários. O memorável (sic) assalto (ou “expropriação”) ao trem-pagador deu-se no dia 10 de agosto de 1968. Segundo relatos da imprensa da época, na ação fulminante, Aloysio era omotorista do Fusca no qual os assaltantes deram o pira com os malotes cheios da grana. Essa, porém, não fora a primeira ação espetacular do braço direito de José Serra. No mesmo ano, ele partipara do assalto ao carro-pagador da Massey-Fergusson, interceptando uma perua Rural Willys da empresa em plena praça Benedito Calixto, no bairro paulistano de Pinheiros.

Responder

    Herminio

    29 de agosto de 2010 às 11h03

    Esse com efeito não estava pensando no bem estar do povo brasileiro e sim no proprio bolso abarrotado de cruzeiro/reis para o seu proprio bem estar.

Messias Macedo

28 de agosto de 2010 às 05h27

VAMOS AOS FATOS
CAPÍTULO III

NOTAS DO MATUTO ‘BANANIENSE’
Terrível! Ordinariamente terrível!

REFLEXÕES E PREOCUPAÇÕES DO MATUTO!
O folhetim golpista ‘Folha da ditabranda’ está preocupado com os arquivos do José (S)erra presidente da UNE pré-golpe militar de 1964, apoiado pela mesma ‘Folha de São Paulo’?!
Em algum momento desta campanha e de outras anteriores, os Frias – que disponibilizaram veículos para os torturadores do nefasto regime militar – se preocuparam em escrutinar o trecho da biografia que segue?!: José Serra foi terrorista , pertenceu ao grupo AP (Ação Popular), e a imprensa esconde isto. Grupo ao qual pertencia José Serra é culpado da morte de duas pessoas
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Responder

    Almeida Bispo

    28 de agosto de 2010 às 09h55

    Só porque o rapaz pode aparecer nos arquivos como fiel depostiário das esperanças da turma do "Terço de Nossa Senhora" da conhecida Opus Dei?

Messias Macedo

28 de agosto de 2010 às 05h27

VAMOS AOS FATOS
CAPÍTULO II
(prossegue o editorial golpista da ‘Folha’!)
Sabe-se até que ponto, nos Estados Unidos, é levado à risca o princípio de que nenhum aspecto da vida privada de um candidato está, em tese, a salvo do interesse público. Do prontuário médico aos hábitos de consumo, do currículo escolar ao cotidiano doméstico, nada é irrelevante.
Ainda que, no Brasil, tenha-se o costume de resguardar um pouco mais a intimidade de governantes e políticos, é dever da imprensa escrutiná-la quando há motivos razoáveis para supor sua possível influência na condução dos negócios de Estado.
(…)
Não é exagero dizer que, apesar de seus índices de popularidade, pouco ainda se conhece a seu respeito -exceto aquilo que, graças a uma operação intensiva de marketing, ao peso paquidérmico da máquina oficial e ao desmedido esforço cesarista do presidente Lula, vem sendo imposto artificialmente ao eleitorado.
Nenhum sigilo, ainda mais quando promovido por uma instância oficial, justifica-se nessa circunstância.

Responder

Messias Macedo

28 de agosto de 2010 às 05h25

O seu comentário está aguardando moderação.
28 de agosto de 2010 às 4:38
‘A FOLHA DE SÃO PAULO’ EDITA UMA NOVA – E MOTIVADA (sic) – “Marcha da Família com Deus pela Liberdade”
[O neogolpe está em curso terminal! No entanto, os golpistas MENTEcaptos não se aperceberam que o país mudou! “Irão dar com os burros n’água!”]

VAMOS AOS FATOS
CAPÍTULO I
Editoriais – Folha de São Paulo, sexta-feira, 27 de agosto de 2010

[email protected]

Mistérios de Dilma
Ao tornar inacessíveis os dados referentes à prisão da candidata Dilma Rousseff, o STM sonega informações de evidente interesse público

Encontram-se guardados a sete chaves, num cofre do Supremo Tribunal Militar, os autos do processo que levou à prisão, em 1970, a atual candidata do PT à Presidência da República.
É evidente a distância, temporal e ideológica, entre aquela Dilma Rousseff de 1970, integrante do grupo guerrilheiro Vanguarda Armada Revolucionária-Palmares, e a candidata de hoje.
(…)
Até mesmo em função dessa circunstância, não faz nenhum sentido manter em sigilo os documentos relativos ao processo movido contra Dilma Rousseff durante o regime autoritário.
(…)

Responder

fernandes

28 de agosto de 2010 às 04h32

Pelo que FHC fez om o nosso país, ele, FHC deveria, por imposição do povo b rasileiro, morar parede-meia com Bill Clinton lá nos EUA. Pelo menos passaria o resto de sua vida coçando o saco de Bill.

Responder

fernandes

28 de agosto de 2010 às 04h26

Se tirar que ele foi presidente da UNE o que lhe resta?

Responder

Messias Macedo

28 de agosto de 2010 às 00h52

… O botafoguense diretor do Ibope já pode 'BOTAFOGO' no instituto dele!…

Messias Franca de Macedo – ‘mais feliz do que pinto no lixo’!
Feira de Santana, Bahia, BRASIL

Responder

SérgioFerraz

28 de agosto de 2010 às 00h45

Serra: escrúpulo e carater nota zero.
Globo/Folha: golpismo e manipulação nota 10.

Responder

Nelson Menezes

28 de agosto de 2010 às 00h30

SE candidato Serra se reunir mais de vez com os militares,com as portas fechadas,a cobra vai fumar

Responder

Messias Macedo

28 de agosto de 2010 às 00h27

[A ONDA VERMELHA CADA VEZ AUMENTA MAIS II
VIXE MARIA! Vou infartar de susto de alegria!]

IBOPE: CÉSAR E LÍDICE EMPATADOS PARA O SENADO
________________________________________
00:00:43

A principal novidade da pesquisa de intenção de votos do Ibope é o fato de o senador César Borges (PR) já não mais liderar a disputa pelas vagas da Câmara Alta isoladamente. O instituto aponta para um empate técnico entre o republicano e Lídice da Mata (PSB). César aparece com 35% e a socialista 32%. Em terceiro está Walter Pinheiro (PT) com 29% e José Ronaldo (DEM) surge em quarto lugar com 9% da preferência. Os indecisos ainda são a maioria em disparado. Pelo menos 48% dos entrevistados não sabem em quem votar.

FONTE: http://www.bahianoticias – jornal ‘A Tarde’, Salvador-Ba

ADENDO DO MATUTO ‘BANANIENSE’: os candidatos pré-derrotados ao Senado pelo DEMo carlista “estão catado coco” nas estradas asfaltadas pelo ínclito governador Jaques Wagner!

Messias Franca de Macedo – ‘mais feliz do que pinto no lixo’!
Feira de Santana, Bahia, BRASIL

Responder

Messias Macedo

28 de agosto de 2010 às 00h21

[A ONDA VERMELHA CADA VEZ AUMENTA MAIS I
VIXE MARIA! Vou infartar de susto de alegria!]

28 de Agosto de 2010
IBOPE: WAGNER VENCERIA NO 1º TURNO COM 49%
________________________________________
00:00:45

Foi divulgada na noite desta sexta-feira (27) a pesquisa Ibope de intenção de votos sobre a sucessão do Estado. Segundo o estudo, o governador Jaques Wagner (PT) seria reeleito no primeiro turno com 49% dos votos. O petista subiu três pontos com relação à pesquisa anterior do instituto. Paulo Souto (DEM) aparece em segundo com 18%, um ponto a menos que o estudo precedente. Geddel Vieira Lima (PMDB) teve um acréscimo de um ponto e está em terceiro com 12%. Luiz Bassuma (PV) teve 1% e os demais candidatos não foram lembrados.

FONTE: http://www.bahianoticias – jornal ‘A Tarde’, Salvador-Ba

Messias Franca de Macedo – ‘mais feliz do que pinto no lixo’!
Feira de Santana, Bahia, BRASIL

Responder

Pedro

28 de agosto de 2010 às 00h00

Esse é o jeito PSDB-DEMOS de fazer política.Serra desceu a Serra das pesquisas de vez e acredito que Bye Bye.Aliás..foi tarde.

Responder

Messias Macedo

27 de agosto de 2010 às 23h54

[VIXE MARIA! Vou infartar de susto de alegria!]

Dilma abre 24 pontos, pelo IBOPE
Enviado por luisnassif, sex, 27/08/2010 – 21:57
Por ensygn
(faltou link)
saiu do forno do Noblat
Ibope – Dilma abre 24 pontos de vantagem sobre Serra
O DataPolvo, instituto de pesquisas deste blog, informa em edição extraordinária: na pesquisa nacional do Ibope, aplicada esta semana e que será publicada amanhã pelo jornal O Estado de S. Paulo, Dilma Rousseff abriu 24 pontos percentuais de vantagem sobre José Serra.
Ela subiu oito pontos percentuais nas intenções de voto. Foi para 51%. Serra caiu cinco pontos percentuais – de 32% para 27%. Marina Silva oscilou de 8% para 7%.
Todos os adversários de Dilma somam 34% de intenção de voto. Ela tem 17 pontos percentuais a mais do que eles. Se a eleição fosse hoje, ganharia no primeiro turno.
#############
ARRISCA UMA PREVISÃO, Ô MATUTO, BABALORIXÁ DAS CAUSAS PERDIDAS!
Mais “dossiês” desembarcando no esgoto ASTRAL da DIREITONA via sucursal PIG!

Messias Franca de Macedo – ‘mais feliz do que pinto no lixo’!
Feira de Santana, Bahia, República de Nós Bananas

Responder

    Fábio Venancio

    28 de agosto de 2010 às 06h09

    Oxalá que Dilma consiga transferir seus votos para o Mercadante em São Paulo e acabar com a egemonia do psdb em São Paulo que só fez o estado andar para traz todos esses anos.

Maria Edineide

27 de agosto de 2010 às 23h51

O povo cansou de tanta baixaria. Aprendeu a decifrar quem esta faalndo a verdade, e, quem mente. Quando estava em alta nas pesquisas, era o todo bom. Agora se DEUS quiser beirando os vinte por cento vai voltar para onde nunca deveria ter saído, q é o quito dos infernos.

Responder

Claudio Ribeiro

27 de agosto de 2010 às 23h50

Para a mídia que já apelou para uma previsão-panfleto de Montenegro um ano atrás, nada pode ser descartado em matéria de baixaria…
http://palavras-diversas.blogspot.com/2010/08/dis

Responder

jotaí de oliveira

27 de agosto de 2010 às 23h24

Não tem adiantado nada a apelação do Serra e seu séquito. Parece massa de bolo, quanto mais batem, mais a Dilma cresce. Vejam esta notícia no Blog do Luiz Nassif: http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/dilma-ab

Responder

BloGDoRiLDo

27 de agosto de 2010 às 23h23

Bem, estão sucumbindo nas suas intenções. Com Lula fazendo um comício por dia (assisti a 3 ao vivo pelOS Amigos da Presidente Dilma) parece que a coisa é de levar o tucano pra casa dos 20. E nem adianta tentar fazer Marina aparecer que não está dando certo. Esse negócio de Marina não "saber" quem é Dilma, dá corda ao PIG, mas desqualifica sua ética no processo. Agora vamos curtir o novo Ibope. Fontes indicam 51 x 27.

Responder

Luiz Antonio

27 de agosto de 2010 às 23h14

Ao ler neste artigo a citação do consenso de washington me veio a recordação de que a matéria sobre ele foi publicada na folha de São Paulo na véspera da eleição para que não houvesse tempo hábil para haver reflexão sobre o assunto e desta forma não por em risco a eleição do fernando henrique. Esse ato foi o início do entreguismo.

Responder

carlos vicente

27 de agosto de 2010 às 23h11

Ditador Serra proibe imprensa em evento com militares

A assessoria de imprensa do Clube da Aeronáutica afirmou que o fechamento do evento à imprensa foi a pedido da assessoria do candidato. “Eles estabeleceram as regras do jogo. Eles pediram. Nós queríamos que fosse aberto”, afirmou o assessor do clube, coronel Paulo F. Tavares.

Com o ato, Serra jogou no lixo seu discurso feito no Congresso Nacional dos Jornais, defendendo a liberdade de imprensa, quando afirmou "ser contra qualquer restrição à atividade jornalística". Naquela ocasião, após o discurso, ele já havia se recusado a responder três perguntas de repórteres.

Agora fica a pergunta: que tipo de conspiração Serra quis apresentar aos militares, que a população brasileira não possa ouvir?

http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/

Responder

    ZePovinho

    27 de agosto de 2010 às 23h48

    Eu também fiquei preocupado,Carlos Vicente.Ia postar a mesma coisa.
    Esse maluco é capaz de apelar para essas coisas e nem se preocupa com o país.É um imbecil completo.

    francisco.latorre

    28 de agosto de 2010 às 02h38

    'imbecil completo'.

    nada como a exatidão semântica.

    nome aos bois. porcos sem asas.

    ..

Ed.

27 de agosto de 2010 às 22h31

Cansei (êpa!) de falar mediocrelite, PIG e demotucanos, corretores da nação.
Agora resumo-os como: coligação "Brasil à Venda".
Sua visão de Brasil é nefasta ao país e seus habitantes. Seja por ideologia neoliberal, seja por obediência à interesses externos, seja por enriquecimento pessoal, seja por tudo isso.
Vamos continuar mudando o "cheiro" do Brasil.

Responder

ZePovinho

27 de agosto de 2010 às 22h29

Lula tá batendo pesado lá em Pernambuco:
http://www.tijolaco.com/?p=24273

Responder

dukrai

27 de agosto de 2010 às 22h23

o mais doido de tudo é que se remete à Serra enquanto ministro da saúde de FHC, enquanto que o candidato passou pela prefeitura e governo de sunpaulu sem ter nada pra mostrar?

Responder

    Fred Oliva

    28 de agosto de 2010 às 05h46

    Cuma?

    E a invasão da USP com cacetete e gás? E a violência contra os professores, contra os servidores públicos em geral e até contra os delegados de polícia? E os pedágios?

    Quando você retira todos os espelhos retrovisores e sai dirigindo seu carro, é inevitável que acabe se envolvendo em um desastre. O de Serra está sendo de grandes proporções com alta probabilidade de que jamais volte a dirigir…

ARTUR 75

27 de agosto de 2010 às 22h22

O que pretendia o José Serra ao vetar a presença de jornalistas durante a palestra que proferiu, hoje à tarde, para militares da reserva das 3 forças no Clube da Aeronáutica? Ele deveria vir a publico justificar o porque dessa atitude. Segundo a noticia de
os militares não foram os autores da proibição e sim a assessoria de Serra que, naturalmente, concordou ou determinou. Este é o homem que fala em liberdade de imprensa. aí vai o site com a noticia: – http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoes/serra+fec

Responder

Marcos De Almeida

27 de agosto de 2010 às 22h20

Se Lula é o melhor presidente da história e óbvio que FHC é sem dúvida nenhuma que é o pior presidente da história do Brasil, que deveria está preso pelo crime de lesa-pátria.

Responder

    Enoque

    28 de agosto de 2010 às 10h06

    cadeia, cadeia, cadeia, cadeia, cadeia, cadeia,cadeia,…


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding