VIOMUNDO

Diário da Resistência


Ester Rabello: Uma frase com 35 anos de História e ainda atual, “o povo não é bobo, abaixo a Rede Globo”
Falatório Política

Ester Rabello: Uma frase com 35 anos de História e ainda atual, “o povo não é bobo, abaixo a Rede Globo”


24/04/2015 - 20h08

CAMPEONATO PAULISTA 2015: SANTOS FC X SÃO PAULO FC

Na Vila Belmiro, o protesto. Vai ter camisa do Santos com o símbolo da Record?

“O povo não é bobo, abaixo a Rede Globo”

por Ester Rabello, especial para o Viomundo

É difícil encontrar alguém que nunca tenha ouvido o bordão que dá título a esse artigo, gritado em manifestações de rua, comícios e outros tipos de aglomeração, como no discurso de vitória de Dilma Roussef, quando a presidente eleita teve que se calar enquanto ouvia o desabafo.

Em meio a outras palavras de ordem, sempre sai o clássico “o povo não é bobo, abaixo a Rede Globo”. Nos dias de hoje, muitas vezes a frase vem junto com outra: “A verdade é dura, a Rede Globo apoiou a ditadura”.

Neste ano em que a Globo completa meio século, as manifestações contra a emissora, fundada um ano após o golpe militar de 1964, estão acontecendo com maior intensidade. No 3 de março houve protestos em algumas capitais, como Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo e Vitória. Em nenhum deles havia mais que 500 pessoas, mas o barulho acabou sendo grande nas redes sociais.

— Sempre quis enterrar a Globo, desde criancinha, afirmou uma manifestante fantasiada de viúva, ao lado de uma caixão de papelão com o logo da emissora.

Na concentração diante da sede do império global, no Jardim Botânico, organizada pelo Sindipetro, o Sindicato dos Petroleiros, ficaram claros os motivos do protesto: a cobertura desequilibrada da Operação Lava Jato, a sonegação de impostos da Globo e a conivência com a ditadura militar…

A maioria dos manifestantes era de pessoas com mais de 50 anos de idade. Reclamavam da falta de cobertura da emissora à campanha das Diretas, nos anos 80, algo que os jovens de hoje não vivenciaram.

Este “choque de gerações” pode até levar quem tenha nascido nos anos 90 a acreditar que o bordão “o povo não é bobo, abaixo a Rede Globo” seja coisa recente.

Se perguntarmos a um jovem na faixa entre 20 e 30 anos de onde vem a frase contra a emissora, talvez ele responda como Daniella Teixeira, 22 anos, que participou das manifestações de junho de 2013 na cidade de Guiratinga, em Mato Grosso:

— Olha, não posso afirmar com certeza, mas ela [a frase] estava sempre presente nas caminhadas, talvez como resposta ao enfoque que a Globo dava, como se fossem todos baderneiros. O povo não é bobo, mas a massa é manipulável, muita gente vai só no oba oba e o povo percebeu que havia muita manipulação da informação, mostrando só um lado da notícia. Os jovens percebiam a manipulação da imprensa, que taxava todo mundo de vândalo. Aqui, por exemplo, o movimento foi pacífico.

Na cidade da artesã, que faz decalques de unha para vender pela internet, as manifestações foram contra desde o gasto de 1 milhão de reais para tapar um buraco na rodovia, até o corte de uma árvore antiga. Sobre a frase relativa à Globo, Daniella acha que ela nasceu em 2013.

o-povo-não-é-bobo

Mas se você perguntar ao deputado federal Vicentinho (PT-SP), um dos líderes das greves do ABC, ele diz que lembra muito bem da primeira vez que ouviu o grito contra a emissora dos irmãos Marinho. Foi em São Bernardo do Campo, numa das assembleias de metalúrgicos grevistas, no final dos anos 70, no estádio da Vila Euclides.

— Sempre gritavam. Nós tínhamos boas relações com os jornalistas. O foco era a Globo. A gente lotava o estádio e a Globo minimizava, sempre diminuindo a quantidade de pessoas. Tinha gente da direita infiltrada na greve, gente que fazia quebra-quebra. A gente pegava, denunciava e a Globo não dava [noticiava].

Vicentinho lembra de ajudar a proteger repórteres da emissora para que não apanhassem dos grevistas.

— A gente ficava em volta deles e o Lula gritando, “gente, eles são trabalhadores, uma coisa é a empresa, outra são os jornalistas”.

Ricardo Kotscho, ex-secretário de imprensa do governo Lula, era repórter da revista IstoÉ na época. Viu várias vezes metalúrgicos chutando os carros de reportagem da Globo, desde a época em que as assembleias ainda eram feitas nas ruas de São Bernardo.

Cobrindo as assembleias naquela época, Kotscho recorda:

— Eles [equipes da emissora] iam cobrir, mas depois a Globo mostrava só um registro.

Os gritos de “fora Rede Globo, o povo não é bobo” continuaram ao longo dos anos 80. Por exemplo, na campanha das “Diretas Já” e no movimento pelo impeachment do presidente Fernando Collor.

— Menos na [manifestação] de março, agora. Nessa, a Globo não só apoiou, como apoiou de forma ostensiva, aponta Kotscho.

O jornalista Osvaldo Maneschy, um dos assessores de Leonel Brizola, está no PDT desde os anos 80.

Afirma que ouviu pela primeira vez uma multidão gritando “o povo não é bobo, abaixo a Rede Globo” na Cinelândia, em 1986, em um comício de campanha do então vice-governador do Rio, Darcy Ribeiro, que disputava o Palácio Guanabara contra o candidato preferido da Globo, Moreira Franco.

Ele acredita que a fúria contra a Globo começou, entre os militantes do PDT, por causa da artilharia pesada da imprensa na época, com matérias negativas contra o governo de Leonel Brizola, o que gerou mais tarde um direito de resposta do gaúcho no Jornal Nacional.

— A Globo é a pauteira. Depois [o assunto] sai no [jornal] Globo do dia seguinte, no fim de semana na Veja e assim vai…

Foi o caso, segundo Maneschy, das notícias que acusavam Brizola de ter feito acordo com traficantes de drogas.

Para Fernando Brito, assessor de Brizola, a Globo fez uma péssima cobertura já da chegada dos exilados políticos. Mas, segundo ele, foi o “caso Proconsult” que levou ao primeiro enfrentamento do povão com a emissora. Durante a primeira eleição direta para governador do Rio, em 1982, a Globo foi acusada por Brizola de tentar manipular o resultado das apurações, o que a emissora sempre negou

— Até então, quem sabia que a Globo era a favor da ditadura eram os analistas políticos, não era algo de domínio da rua.

Brito lembra também do movimento “Diretas Já”, que durou quase um ano e reuniu, no seu ápice, 1 milhão de pessoas no comício da Candelária, no Rio de Janeiro, e 1,5 milhão no Anhangabaú, em São Paulo.

— A Globo só cobriu três comícios, sentencia.

globo_ditadura

Fernando Borges, jornalista recém formado na UERJ, cobriu as manifestações de 2013 para a plataforma internacional de notícias “Blasting News”.

Segundo ele, várias equipes de grandes emissoras de televisão (Band, SBT e Record) foram hostilizadas com o uso do bordão criado contra a Globo.

— A imprensa ficou estigmatizada, afirma Borges, que também viu gente gritando “a verdade é dura, a Rede Globo apoiou a ditadura”, frases que ele considera “bem ultrapassadas”.

Ultrapassadas ou não, os gritos de “O povo não é bobo, abaixo a Rede Globo” também foram ouvidos nas passeatas de protesto contra a morte do garoto Eduardo, de 10 anos, no Morro do Alemão, há menos de um mês.

E um novo grito parece estar surgindo nos estádios de futebol.

Revoltados com o pequeno número de jogos transmitidos pela Globo — que, segundo eles, privilegia o Corinthians –, torcedores do Santos levaram faixas de protesto à Vila Belmiro na semifinal do Campeonato Paulista, dia 18 último. Depois que o Santos fez 2 a 0 no São Paulo, passaram a gritar em coro o “chupa, Rede Globo, o nosso Santos vai ser campeão de novo”.

Com o Santos classificado para a final, torcedores do clube fazem campanha nas redes sociais para que a equipe entre em campo com o símbolo da TV Record no peito. Detalhe: os dois jogos serão transmitidos pela Globo. Seria a repetição do que aconteceu em 2001, na final contra o São Caetano, no Rio, quando Eurico Miranda, presidente do Vasco, colocou o logotipo do SBT nas camisas do clube para protestar contra a Globo.

Independentemente de o Santos atender ou não a seus torcedores, as finais contra o Palmeiras tem tudo para serem tão interessantes nas arquibancadas quanto no gramado.

Leia também:

Levante da Juventude convoca para manifestações contra a Globo





31 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Renata Canal

03 de junho de 2016 às 10h39

Muito interessante. Sempre fico admirada quando pesquiso e começo a ler sobre esses assuntos

http://comohipnotizarumapessoa.info

Responder

marisa

05 de fevereiro de 2016 às 10h27

Remoto neural monitoramento por satélite terrorismo no Brasil

Os cérebros dos brasileiros estão sendo conectados à satélites para fins de tortura e assassinato e o governo continua ignorando os fatos. Essa tecnologia por satélite é controlada por uma rede global de criminosos esses elementos adentram o cérebro humano 24 hs a conexão pode vir de várias pessoas ao mesmo tempo, leitura do córtex visual através da interface cérebro computador utilizando antenas de telefonia, satélite e o cérebro humano. Essa arma sonora é perigosa através dela é possível inserir sons e imagens direto no crânio do alvo com auxílio de ondas acústicas, vibracionais de rádio frequência eletromagnética com o uso de implante ou assinatura cerebral. Os elementos que compõem o bando que estão ignorando às leis são formados por quadrilhas inteiras que estão usurpando estes corpos. O crime organizado utiliza essa tecnologia no tráfico de drogas, gente para fraudar concursos públicos, vestibular ou simplesmente para atormentar, atordoar, torturar cidadãos inocentes. Leiam mais v2k technology, voice to skull, nano implant brain radar synthetic telepathy gang stalking world, target individual, microwaves in remote neural monitoring psychotronic Weapons, mk ultra, mind control an silent sound, harassment attacks. Já existem inúmeras vítimas no nosso país isto está acontecendo no mundo todo. Pessoa alguma está isenta de ser conectado e se tornar uma vítima. Não exagero em dizer que os casos são tão horrendos quanto aos praticados pelos médicos nazistas em especial Dr.Mengele na segunda guerra mundial. As vítimas são torturadas 24hs durante ano após ano sem terem o direito de defesa. Recentemente foi aprovada uma lei nos EUA contra o uso de armas geofísicas climática e controle mental, gostaria de saber a opinião da população e autoridades brasileiras à respeito desse tipo de crime HEDIONDO no país.

Responder

Fabiano Andrade

29 de abril de 2015 às 17h40

Tenho quase 70 anos e há algum tempo, comprei (muito cara) uma garrafa de champagne “Veuve Clicquot” para abri-la no dia em que souber que a Globo faliu, fechou ou fugiu ao controle dos Marinhos. Espero viver tempo suficiente para abrir a garrafa.

Responder

mineiro

29 de abril de 2015 às 08h28

ta de brincadeira , colocar o simbolo dessa outra desgraça que explora a fe dos outros para ganhar dinheiro , é trocar 6 por meia duzia. nao tem diferença nenhuma, a unica diferença e todo mundo sabe disso , é os jornalistas blogueiros progressista que la trabalham . mas de resto é a mesma m……………………………………….cardoria. e sobre a pres. calar a boca , com certeza esse poste de pres. nao achou muito bom , porque ela fez cara feia no dia. com certeza nao quer que o povo dissesse aquilo. ela so nao vai comemorar os 50 anos da rede esgoto a mais fedida do mundo. porque o povo cairia de pau nela , mas se nao fosse isso , ela e o lula tava la na bancada do famigerando jn. nao tenho a menor duvida. se essa desgraçada ate hoje escondeu o pig debaixo da saia , é porque gosta dele. nao adianta o brasil chegou a um ponto , que se nao enfrentar as reformas que ja teria que ter começado , nao vai adiantar nada. porque nos o povo e a democracia sempre estará correndo perigo , disso ninguem tem mais duvida. pode fazer isso ou aquilo , que é bom claro. mas uma virada golpista que der isso tudo vira pó , porque os golpistas desgraçados venderia ate a alma nossa.

Responder

oylas pereira

27 de abril de 2015 às 10h24

Léo, proteja sua “exuberância cerebral”, ela será muito útil aos entreguistas de plantão. Tio sam te espera com um grande abraço… de crocodilo. Tu és um inocente útil, ou será mais um quinta coluna?

Responder

FrancoAtirador

26 de abril de 2015 às 14h56

http://outroladodanoticia.com.br/2015/04/26/o-almanaque-da-ditadura-militar/

Responder

FrancoAtirador

26 de abril de 2015 às 13h57

.
.
Neste ano, a Rede Globo de TV foi desclassificada
.
nos Campeonatos Estaduais de Rio e São Paulo.
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    26 de abril de 2015 às 14h03

    .
    .
    Por que não ver a final do Campeonato Paulista pela Globo
    .
    No dia em que manifestações contra o grupo da família Marinho acontecem nas ruas e nas redes, é preciso lembrar do papel danoso exercido pela emissora em relação ao futebol brasileiro
    .
    Por Glauco Faria, no Portal Metrópole
    .
    (http://www.portalmetropole.com/2015/04/por-que-nao-ver-final-do-campeonato.html#ixzz3YR4c0dsI)

FrancoAtirador

26 de abril de 2015 às 13h08

.
.
A Globo é o Principal Agente da Imbecilização da Sociedade
.
O Jornalismo da Globo contraria os Padrões Básicos da Ética,
Manipula Constantemente os Fatos e nega o Direito ao Contraditório.
Só a Versão ou o Ponto de Vista do Interesse da Empresa é que é Veiculado.
.
Uma Verdadeira Democratização das Comunicações no Brasil passa,
necessariamente, pela Adoção de Medidas contra a Rede Globo,
para que o Monopólio seja Desmontado e que a sua Programação
tenha de se submeter a Critérios Pautados pela Ética Jornalística,
pelo Respeito aos Direitos Humanos e pelo Interesse Público
.
Por Igor Fuser, no Diário da Liberdade
.
A Rede Globo é o aparelho ideológico mais eficiente que as classes dominantes
já construíram no Brasil desde o início do século XX.
.
Substitui perfeitamente a Igreja Católica como instrumento de controle das mentes e do comportamento.
.
A Globo esteve ao lado de todos os governos de direita, desde o regime militar – no qual se transformou no gigante que é hoje – até Fernando Henrique Cardoso.
.
Serviu caninamente à ditadura, demonizando as forças de esquerda e endossando o discurso ufanista do tipo “Brasil Ame-o ou Deixe-o” e as versões sabidamente falsas sobre a morte de combatentes da resistência assassinados na tortura e apresentados como caídos em tiroteios.
.
Mais tarde, após o fim da ditadura, alinhou-se no apoio à implantação do neoliberalismo, apresentado como a única forma possível de organizar a economia e a sociedade.
.
No plano cultural, é impossível medir o imenso prejuízo causado pela Rede Globo, que opera como o principal agente da imbecilização da sociedade brasileira.
.
Começando pelas novelas, seguindo pelos reality shows, pelos programas de auditório, o papel da Globo é sempre o de anestesiar as consciências, bloquear qualquer tipo de reflexão crítica.
.
A Globo impôs um português brasileiro “standard”, que anula o que as culturas regionais têm de mais importante – o sotaque local, a maneira específica de falar de cada região.
.
Pratica ativamente o racismo, ao destinar aos personagens da raça negra papéis secundários e subalternos nas novelas em que os heróis e heroínas são sempre brancos.
.
Os personagens brancos são os únicos que têm personalidade própria, psicologia complexa, os únicos capazes de despertar empatia dos telespectadores, enquanto os negros se limitam a funções de apoio. Aliás, são os únicos que aparecem em cena trabalhando, em qualquer novela, os únicos que se dedicam a labores manuais.
.
A postura racista da Globo não poupa nem sequer as crianças, induzidas, há várias gerações, a valorizar a pele branca e os cabelos loiros como o padrão superior de beleza, a partir de programas como o da Xuxa.
.
O jornalismo da Globo contraria os padrões básicos da ética, ao negar o direito ao contraditório.
.
Só a versão ou ponto de vista do interesse da empresa é que é veiculado.
.
Ocorre nos programas jornalísticos da Globo a manipulação constante dos fatos.
.
As greves, por exemplo, são apresentadas sempre do ponto de vista dos patrões, ou seja, como transtorno ou bagunça, sem que os trabalhadores tenham direito à voz.
.
Os movimentos sociais são caluniados e a violência policial raramente aparece.
.
Ao contrário, procura-se sempre disseminar na sociedade um clima de medo, com uma abordagem exagerada e sensacionalista das questões de segurança pública, a fim de favorecer as falsas soluções de caráter violento e os atores políticos que as defendem.
.
No plano da política, a Rede Globo tem adotado perante os governos petistas uma conduta de sabotagem permanente, omitindo todos os fatos que possam apresentar uma visão positiva da administração federal, ao mesmo tempo em que as notícias de corrupção são apresentadas, muitas vezes sem a sustentação em provas e evidências, de forma escandalosa, em uma postura de constante denuncismo.
.
A Globo pratica o monopólio dos meios de comunicação, ao controlar simultaneamente as principais emissoras de TV e rádio em todos os Estados brasileiros juntamente com uma rede de jornais, revistas, emissoras de TV a cabo e portais na internet.
.
Uma verdadeira democratização das comunicações no Brasil passa, necessariamente, pela adoção de medidas contra a Rede Globo, para que o monopólio seja desmontado e que a sua programação tenha de se submeter a critérios pautados pela ética jornalística, pelo respeito aos direitos humanos e pelo interesse público.
.
*Igor Fuser é jornalista e professor de Relações Internacionais na Universidade Federal do ABC (UFABC).
.
(http://www.diarioliberdade.org/artigos-em-destaque/400-reportagens/55455-igor-fuser-a-globo-%C3%A9-o-principal-agente-da-imbeciliza%C3%A7%C3%A3o-da-sociedade-brasileira.html)
.
.

Responder

Messias Franca de Macedo

26 de abril de 2015 às 10h13

[Mais um] Crime cometido pelo Garcia “das organizações (sic) Globo”!

E perpetrado através de uma concessão pública do Estado brasileiro!

Na edição de 24/04/2015 do programe-te ‘MAU Dia Brasil’ do Rádio…

[(E)leitor(a), “Ocê” lembra daqueles R$ 86 Bilhões da Graça Foster?
Pois bem, segundo a auditoria da Petrobras, o valor das perdas da companhia petrolífera com a corrupção foi da ordem de R$ 06 bilhões (Operação Lava Jato).
A Petrobras informou também que a empresa acumulou prejuízo de R$ 15 bilhões em 2014…]

… O Alexandre Garcia vomitou: “O mesmo PT que, agora, está privatizando a Petrobras [(?!)], causou à empresa prejuízo de… [Pasme] R$ 21 bilhões…”

Ou seja:
1- No somatório estapafúrdio do Garcia, no contexto dos R$ 06 bi, não são considerados os repasses para o PSDB, PP, PMDB, PSB…;
2- 2- O Garcia “da Globo da ‘ditabranda’” teve o desplante de, literalmente, somar o valor das perdas com a corrupção e o valor
dos prejuízos causados à companhia em razão de natureza diversas…

RESCALDO: o estratagema da criminalização seletiva; atiçar mais ódio [seletivo] na população; confundir adrede e deliberadamente: ‘o [pseudo]jornalismo Penal contra o inimigo’; ‘o jornalismo que se lixe’…
Etapas diuturnas do ‘golpe jurídico-midiático ora em curso desde o antanho do Mentirão’!

É esse o Garcia “que nem sequer quer ouvir” em Lei dos Meios!

É a impunidade, estúpido!

Messias Franca de Macedo – e o ‘Observatório do PIG’! [Risos] Direto do sertão/agreste da Bahia
Feira de Santana,
República Desses Bananas

Responder

Cláudio

26 de abril de 2015 às 04h13

Ley de Medios Já ! ! ! !

Ley de Medios Já ! ! ! !

Ley de Medios Já ! ! ! !

Ley de Medios Já ! ! ! !

Responder

FrancoAtirador

25 de abril de 2015 às 23h03

.
.
(http://www.cartacapital.com.br/sociedade/tv-globo-faz-50-anos-e-movimentos-sociais-preparam-protestos-6361.html)
.
(http://www.cartacapital.com.br/blogs/intervozes/organizacoes-e-movimentos-sociais-irao-2018descomemorar2019-aniversario-da-globo-5919.html)
.
.

Responder

FrancoAtirador

25 de abril de 2015 às 22h54

.
.
Tragédia da Natureza em Jacarepaguá no Rio
.
Abalo Sísmico no PROJAC atingiu toda a Zona Oeste
.
e deixou Ana Maria só de Biquíni na Barra da Tijuca.
.
.

Responder

hc

25 de abril de 2015 às 20h54

“o povo não bobo abaixo a rede Globo e leve o PSDB junto”. kkkkkkkk

Responder

Fabio SP

25 de abril de 2015 às 20h38

Vou deixar para ler este post após a festa de 50 anos da maravilhosa REDE GLOBO, hoje à noite!!!

Responder

    Almir

    26 de abril de 2015 às 12h31

    O problema é que não tem mais água pra dr descarga no sanitário. Mas pra Coca-Cola, Ambev, Nestlé e outros “clientes fidelizados” não falta água da melhor qualidade e quase de graça.

lulipe

25 de abril de 2015 às 18h59

Como qualquer conglomerado de comunicação a Globo tem suas falhas, mas ninguém pode negar a qualidade de suas produções, qualquer país se sentiria orgulhoso de ter uma empresa como essa, o Brasil não é diferente, apesar da perda de audiência em alguns segmentos segue líder absoluta no Brasil. Muitos que a criticam hoje aprenderam o que sabe lá e talvez tenham alguma mágoa por não estarem mais no “casting” de uma das mais respeitadas redes de comunicação do mundo. O resto é dor de cotovelo….

Responder

    Almir

    26 de abril de 2015 às 07h02

    Olhe o “futurão” que a rede globo encomendou pra você e descendentes, seu babaca manipulado. Está quase conseguindo: a terceirização.

FrancoAtirador

25 de abril de 2015 às 15h52

http://outroladodanoticia.com.br/2015/04/24/equipe-da-globo-e-expulsa-de-manifestacoes-de-professores-em-sao-paulo

Responder

Leo

25 de abril de 2015 às 11h27

Quem dos quatro é o pior: a Globo, o PT, a Veja ou o PSDB? Alguém tem competência, propriedade e imparcialidade suficientes para me responder?

Responder

    Carlos Solrac

    29 de abril de 2015 às 16h58

    Léo, fala sério em que mundo vc vive.

Lukas

25 de abril de 2015 às 11h09

Nenhum time é obrigado a vender os direitos de seus jogos à Globo. A Globo não transmite os jogos do Santos porque não dão audiência, os numeros estão aí.

É fato, não opinião.

PS: vai dar Palmeiras.

Responder

tiao

25 de abril de 2015 às 11h03

Estive em todas as assembleias em Vila Euclides,fui em comícios pelas Diretas Já e sou Santista desde pequeno.A torcida do Santos tem que dar a resposta no estádio,gritando Fora Rede Globo.E o meu Santos será campeão de novo…

Responder

Adilson

25 de abril de 2015 às 05h44

Em menos de 8 horas a representação que será formalizada pelo Eduardo Guimarães ao CNJ, contra o modus operandi, do juiz Moro já conta com a adesão de aproximadamente 500 pessoas. Se você está indignado com a ditadura da toga, faça a sua adesão à mencionada representação.

Responder

    Lukas

    25 de abril de 2015 às 10h56

    Estão tentando fazer com o juiz Moro o que também tentaram fazer com o Joaquim Barbosa.

    Enredo conhecido que terá o mesmo resultado.

    Bocejo…

    Romanelli

    25 de abril de 2015 às 11h44

    pros meus filhos ,,e por esperar por décadas que finalmente os corruptos um dia (nem que parte deles) encontrariam em seu caminho uma JUSTIÇA célere e destemida, que saberia lidar com o crime organizado (que é muito organizado e rico, por sinal)
    .
    diante dos resultados que o togado tem apresentado ..BILHÕES detectados e RECONHECIDOS por todos os envolvidos ..bilhões desviados e parte já recuperados ..encaro este ato soa mais como uma tentativa de se calar, de se obstruir a JUSTIÇA, em se melar os processos e penas (mesmo pq o episódio que o justificaria, LAMENTÁVEL, mas mesmo ele ,diante da magnitude envolvida, pode ser muito bem absorvido sem maiores consequências pela sociedade que já esta madura pra entender o que efetivamente esta em jogo)

    Leo

    25 de abril de 2015 às 11h45

    Sim. “Moro é um corrupto que se locupleta com o dinheiro público. Ele é um excrecência de um regime ditador e manipulador da mídia golpista, um autêntico partidário de direita. Infelizmente, ele colocou na cadeia alguns dos principais empreiteiros que desumanamente estão sendo forçados a contar toda a verdade sobre alguns dos principais esquemas de roubo que existem no Brasil. E agora, com justiça, o PT, o PP e toda uma legião de filantropos e homens de boa-fé estão indignados com a possibilidade de que esse regime de exceção que se instalou no país venha comprometer o futuro de legendas e empresas”.
    Sinceramente, senhores e senhoras, eu não entendo esse ódio mortal contra Moro. Ao invés de alguns poucos brasileiros (de esquerda, claro) denunciarem a corrupção promovida por políticos e empreiteiras, preferem atacar uma pessoa que se propõe, justamente, a revelar a podridão que há nas negociatas entre partidos e empresas privadas.
    A depender da censura que muitos dos meus comentários sofreram neste espaço, não acredito que minha ironia seja publicada. Mas o simples fato de haver censura pressupõe que pelo menos o censurador leu o que escrevi, e isto já é por demais promissor.
    Abraços para todos.

    lulipe

    25 de abril de 2015 às 19h02

    O Moro deve estar sem dormir de preocupação, vai ler um bom livro ou namorar, Adilson, garanto que vai ser melhor!! É cada um que aparece…

Seu Zé

25 de abril de 2015 às 01h48

Percebeu o que a nova geração entende? Ultrapassado? Essa juventude não sabe nada da nossa história e ignora que é através dela que podemos nos desenvolver. Sintomático um texto sobre a Globo citando um jornalista formado recentemente: piorando tudo…

Responder

Adilson

24 de abril de 2015 às 23h39

Azenha,
o Edu do Blogger da Cidadania está convidando a todos nós, para sairmos da inércia e representar contra o Juiz Moro no CNJ, quem estiver indignado vá ao Blogger do Edu e faça como mitos já fizeram, endossam a representação contra o Moro a ser apresentada no CNJ.

Responder

    Leo

    25 de abril de 2015 às 11h49

    Estou indignado com a possibilidade de sustarem os roubos promovidos pelas empreiteiras! (rsrsrs)
    Fala sério, Adilson!


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding