VIOMUNDO

Diário da Resistência


Em Salvador, manifestantes driblam proibição da Justiça e vaiam Moro em jantar de gala em hotel; veja vídeo
Reprodução de vídeo no Facebook
Falatório Política

Em Salvador, manifestantes driblam proibição da Justiça e vaiam Moro em jantar de gala em hotel; veja vídeo


23/08/2018 - 14h46

Manifestantes ludibriam Justiça de Salvador e vaiam Moro

O juiz proibiu manifestações no Shopping Barra, sob pena de multa de R$ 100 mil/dia. Manifestantes encontraram Moro no hotel, onde não havia proibição

por Redação da Fórum

De nada adiantou a proibição pelo juiz de direito Carlos Cerqueira Júnior, da 6ª Vara Cível e Comercial, de realização de ato pró-Lula no Shopping Barra em Salvador, enquanto por lá estivesse acontecendo evento que contava com a presença de Sérgio Moro entre outras autoridades.

Para não levar multa diária de R$ 100 mil em caso de descumprimento da medida, resolveram mudar o local da manifestação, e foram para a porta do hotel, na noite desta quarta-feira (22), onde se hospedavam os participantes do o III Simpósio Nacional de Combate à Corrupção, o que acabou por ser mais eficiente, de acordo com os manifestantes.

“A manifestação no hotel foi ótima, eles foram pegos de surpresa. Causamos o maior constrangimento a ele (Moro) e aos demais que estavam lá. Dissemos tudo que tinha pra ser dito”, revelou.

Além do juiz Sérgio Moro, estavam confirmados para participar do evento agentes da Polícia Federal e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, dentre outras personalidades são esperados no encontro.

De acordo com informações obtidas pelo jornal Bocão News, de Salvador, o magistrado proibiu “quaisquer tipos de atos de tumulto, vandalismo, violência, agressões ruidosas, lançamentos de objetos, ameaça, protesto, sedição, conturbação, desordem e repúdio violento, interdição de ruas, passagens, trânsito de veículos e tráfego de pessoas, no interior das dependências do shopping, e fora delas, por ocasião do III Simpósio Nacional de Combate à Corrupção, programado para acontecer nos dias 23 e 24 dos correntes mês e ano, sob pena de desobediência à ordem judicial”.

O processo movido na Justiça pelo Condomínio Shopping Barra tem como alvo o movimento Lula Livre, que fez um “trompetaço” há poucos dias em defesa do ex-presidente dentro do centro de compras da capital.





28 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Julio Silveira

25 de agosto de 2018 às 12h16

Como a justiça brasileira é torta, Moro já está recebendo seu troco pela justiça divina.

Responder

RONALD

24 de agosto de 2018 às 16h58

“Carlos Cerqueira Júnior, que proibiu protestos contra Sergio Moro num shopping da Bahia, já foi condenado por conta de supostos casos de abuso de autoridade” – Logo vi, os bicudos se protegem !!!!!

Responder

RONALD

24 de agosto de 2018 às 16h33

O moro é tão “bem quisto”, que o juiz puxa-saco já proibiu, por antecedência, manifestações contra o dito, putz !!!
moro não é bem-vindo aqui no Nordeste. Aqui, não somos otários como os catarinenses !!!

Responder

    RONALD

    24 de agosto de 2018 às 16h34

    Os catarinenses são alinhados com a NABA do neoliberalismo escravocrata em seus orifícios corrugados !!!!

Waldir R, Sachs

24 de agosto de 2018 às 12h06

Oilha pessoal do bem bom ! nao se phode e nem se deve encarar uma besta quadrada (presente em todos os cantos inclusive aqui) tipicamente falando pois como bem sabemos porem nem sempre assim agimos, apenas a alimentamos com discursos de raiva e odio que e a propria voz caracteristica e representacao da mesma forca, vide Bolsohinario e a turma Temer-osa bestial, gananciosa e verdadeiramente corrupta os quais sao os protagonistas de todos os golpes da direita da NOVA ORDEM E PROGRESSO IMUNDIAL especialmente desde 1964 pois como bem phodemos observar estamos literalmente nutrindo essa corja, Agora entramos numa NOVA JAH ERA somos da COR JAH os que estao a se A COR DAR no renascer desses novos velhos tempos praticam a verdade suprema ou sejah, a maior vitoria contra qualquer inimigo e lhe tornar o melhor amigo ,exatamente como se percebe na MATRIX,

Responder

David

24 de agosto de 2018 às 11h32

O tal “capitão” que está sendo citado por alguns idiotas nos comentários está se cagando todo com medo dos debates.
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Responder

    RONALD

    24 de agosto de 2018 às 16h36

    David, o país de bozonazo se resume a pesquisa, armas(inclusive na mão de crianças) e Lula, putz !!!!

    Hudson

    25 de agosto de 2018 às 17h36

    Mesmo assim, ele ainda precisa usar “cola”; nem a palavra “armas” ele consegue decorar?

David

24 de agosto de 2018 às 11h30

O ato deveria ter sido feito dentro do shopping.
Depois manda o “meretríssimo” procurar de quem vai cobrar a multa.
O movimento não tem personalidade jurídica.
É espontâneo.

Responder

L'Amie

24 de agosto de 2018 às 10h38

Só quero saber se a JUSTIÇA será aplicada aos magistrados após serem feitos os esclarecimentos sobre suas condutas e ações prejudiciais à NAÇÃO BRASILEIRA. Quatro anos de lava vulcânica , JÁ TÔ por aqui de primeira, segunda, terceira, suprema e tudo mais que não é J U S T I Ç A. A quem interessa tudo isto ? Ah, nós até podemos dizer que ” desconfiamos “, afinal o Présal, o Nióbio, Alcântara, Submario, Embraer, Petrobrás, Eletrobrás etc são cobiçadissimos. Para tanto, às favas com a Educação, a Saúde, a Segurança, o Trabalho, Transporte, a Agricultura familiar, a Mídia etc.

Responder

    JULIO CEZAR DE OLIVEIRA

    24 de agosto de 2018 às 13h21

    sabe o que eu acho mais engraçado,ninguém tem um plano de privatizar
    por exemplo as penitenciárias do brasil,só querem privatizar setores elétricos
    petroquímicos,minerais.
    Porque jornalistas não abordam essa questão?
    Porque enquanto agirem desta forma,lógico que o cara vai continuar roubando
    pois dentro da cadeia tem tanto privilégio,que compensa mais ficar lá dentro
    que passando fome nas ruas.

    Hudson

    25 de agosto de 2018 às 17h43

    Eu não saberia citar nomes, mas certamente há polític… digo: empresários interessados em privatizar completamente os presídios, tornando-os em indústrias de trabalho escravo (como nos EUA) − sem se esquecerem, é claro, de prender pessoas inocentes (ou deixá-las presas além das penas, sem suporte legal) e estimular a criminalização de pessoas pobres e negras.

    Sim, isso merece matérias jornalísticas!

Cláudio

24 de agosto de 2018 às 04h13

: : * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra♥♥S♥♥il e postando: Poesia contra a distopia (Distopia = Ideia ou descrição de um país ou de uma sociedade imaginários (!??!!!????) em que tudo está organizado de uma forma opressiva, assustadora ou totalitária, por oposição à utopia.)

Poema(s) acróstico(s) para o maior e melhor brasileiro de todos os tempos : Luiz Inácio LULA da Silva :

L ouvemos quem bem merece o mais pleno louvor:
U m homem simples, como as coisas boas da vida,
Í ntimo camarada, nosso irmão e amigo de valor,
Z elando sempre pelo bem da humanidade querida.

I nimigo dos maus, amigo dos bons, trabalhador
N ascido do povo que muito o ama e admira,
Á rvore de bons frutos, os de melhor sabor,
C onsciência plena de tudo que no mundo gira,
I magem perfeita do homem de si senhor,
O humano defensor de humana lira.

L uz de nossa gente, lutador incansável,
U m verdadeiro herói do povo brasileiro,
L úcido e consciente do mais admirável
A mor pelo ser humano e verdadeiro.

D igno e sincero, fraterno e muito humano,
A migo do povo, honesto e sempre lhano.

S eja o meu/nosso canto para te louvar,
I sso que a voz do povo já disse várias vezes:
L ula, o BraSil vive mais feliz só por te amar,
V itória da melhor sorte no número treze,
A fazer do brasileiro a humanidade a se ampliar.
::
Autor: Cláudio Carvalho Fernandes ( PoeTa anarcoexistencialista )
.:.
.:. ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ * * * * * * * * * * * * * ♥ ♥ ♥ ♥ * * * *
Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) ! ! ! ! Lul(inh)a Paz e Amor (mas sem contemporizações indevidas, ou seja : SEM VASELINA) 2018 neles/as (que já PERDERAM, tomaram DE QUATRO nas 4 mais recentes eleições presidenciais no BraSil) ! ! ! ! !
* * * * ♥ ♥ ♥ ♥ * * * * * * * * * * * * * ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ?????????????????????
:: ????????????????????? ::

Responder

RICARDO DIAS CALDEIRA

23 de agosto de 2018 às 22h00

ainda tá na base de pão com mortadela mais 30,00, ou já mudou? melhorou pros contratados, chamados por eles mesmos de manifestantes, ou tá cada vez pior?

Responder

    JULIO CEZAR DE OLIVEIRA

    24 de agosto de 2018 às 13h28

    Poisé,mais pão com mortadela mais 30 reais é até barato,o duro é quando um cara
    vende um patrimônio como a vale do rio doce para comprar uma reeleição,eu não
    vi ninguém manifestando contra a venda da vale.
    E olha o dano causado ao meio ambiente por esse negócio,peixe no rio doce só
    daqui 150 anos

Raimindo

23 de agosto de 2018 às 20h16

Foram boas e pertinentes essas ações, pq vivemos na democracia e os juízes tem que entender que trabalham para o povo, e diga de passagem muito bem pago. E saber que devem explicações ao estado brasileiro, não podem julgar e condenar sem provas. Lembrando que quem o ônus da prova é sempre o estado, então se acusam tem que provar de forma legal e fundamentada. Infelizmente no Brasil virou uma guerra política partidária, juízes, promotores e agentes públicos festejam, palestram, fazem fotos juntos com integrantes do PSDB, revestem processos penais e eleitoral, e estão concorrendo a cargos públicos. Aí nos comentários aparecem muitas condenando integrantes do PT e santificando outros que estão respondendo por infrações na justiça. Apenas um lembrete dos 13 candidatos à presidência 09 tem problemas com a justiça (respondendo processos), a diferença deles para Lula é que estão soltos, mas são infratores penais e querem combater a corrupção no Brasil. Será?

Responder

Gonzaga

23 de agosto de 2018 às 18h09

Como Bolsonaro conquista o coração dos medrosos usando o discurso do pai redentor e do bode expiatório

1 – Apele a sentimentos e não à razão. Apele principalmente a preconceitos, senso comum e, principalmente o medo. Tem de deixar as pessoas assustadas para se vender como um pai salvador que vai punir os maus e salvar os bons. Um pai que vai cuidar dos problemas de todos os que não querem cuidar dos próprios problemas. O indivíduo massa não é racional, mas sentimental. Achar que um discurso racional apela às massas é o caminho para a derrota. As palavras têm de ser simples e apelar ao coração e não à mente.

2 – Criar um bode expiatório que encarne todo o mal na sociedade. Dizer que destruindo o bode expiatório, o mal na sociedade acaba. Pode ser o judeu ou o esquerdista.

3 – Sempre usar do show e do espetáculo para deixar o público sem reação e conquistar corações. Vender-se como o redentor da sociedade que vai levá-la de volta à glória.

4 – Fazer com que os desiludidos, frustrados, medrosos acreditem que fazem parte de algo maior. O indivíduo massa é um sem rosto numa população gigantesca e por isso se sente sem importância. Por isso o “pai redentor” precisa fazê-lo acreditar que é alguém e tem importância. Que faz parte de algo maior que ele mesmo e que sua vida ordinária diária. Apelar ao desejo de status dos indivíduos. Fazer com que acredite que seguindo o pai salvador, ele passará a ser alguém de importância na sociedade.

5 – O medo é a principal emoção do seguidor do “pai salvador”. Mostrar que eles não precisam ter medo desde que exista um pai salvador no comando da sociedade, um pai salvador que dá amor aos que merecem e pune com violência os que estão causando o mal na sociedade (o judeu, o esquerdista). Apelar aos sentimentos mais infantis dos indivíduos.

Bolsominion é igual nazista: não pensa, se recusa a usar a razão. Só sabe se guiar por sentimentos: sentimentos de medo, frustração.

O bolsominion, assim como o nazista, é um frustrado, covarde, que quer um homem de farda para resolver seus problemas magicamente.

O bolsominion é o melhor exemplo do homem massa: é puro sentimento, aproveita-se do anonimato e da multidão para relaxar qualquer bloqueio moral e de civilidade. Deixa os sentimentos e preconceitos mais odiosos e nojentos aflorarem.

Não pensa, não é um ser humano racional.

Só sente e se apega a seus preconceitos mais infantis porque assim se sente seguro num mundo do qual ele tem medo.

Bolsominion é geralmente um carente e frustrado.

Acha que dando amor ao homem fardado, vai receber de volta amor e proteção dele.

E que o homem de farda tapado vai punir os malvadões do mundo.

Acha que o Bolsonazi é como um pai que vai amar os seguidores e dar proteção a eles enquanto pune os maus.

Basicamente um sentimento totalmente infantil.

Responder

    Antônio César Guimarães

    24 de agosto de 2018 às 07h16

    Texto super bem elaborado!!!!
    Digno de aplausos.
    Só que por descuido o nobre autor trocou os nomes é partido. Tudo o que foi escrito é SINÔNIMO PECULIAR dos PeTistas.

Miranda

23 de agosto de 2018 às 17h52

Parabens aos organizadores. Nada melhor do que ações bem pontuais e objetivas.

Responder

    Antônio César Guimarães

    24 de agosto de 2018 às 07h07

    Caso essa manifestação fosse de direita, o nobre comentarista estaria chamando de golpe de baderna e por aí à fora! Lula está onde fez por merecer. Passeata objetiva? Tá brincando!!!!(?????).

lulipe

23 de agosto de 2018 às 17h19

Não custa lembrar que o Moro ainda têm alguns processos, contra o presidiário, pra julgar. É bom JAIR preparando mais algumas “manifestações”.

Responder

    Antônio César Guimarães

    24 de agosto de 2018 às 07h23

    E aí é que está o desespero de toda essa galera do PTisco…sabem o horizonte é negro pr eles. Os PTralhas sabem que falta pouco pr ” Pro sol nascer quadrado” pra boa parte que desafia a honestidade de Moro. Capitão prá cima deles!!!!!

    RONALD

    24 de agosto de 2018 às 16h28

    LILIPINHA, quem em breve vai para um presídio é o moro por alta traição !!!

    Por falar no seu milico por trás, você já comprou uma arma para seu filho atirar, se é que tem algum?

    Foi você que forneceu a cola de bozo para o debate do capitão-gay?

Cláudio

23 de agosto de 2018 às 16h06

Que absurdo, isto é Ditadura Judicial! Como também pode ser uma armação do Sr Moro, como forma de dizer que agredido pela militância do PT. Vergonhoso!

Responder

celestino de Oliveira Brito

23 de agosto de 2018 às 15h56

Encaminhei a seguinte solicitação de informação ao CNJ: Gostaria que infomassem se quando os juízes e promotores se ausentam do trabalho em horário normal para proferir palestras pagas a outra instituições ocorrem descontos em seus vencimentos ou subsídios, ou eles recebem normalmente como se houvesse trabalhado? Faço a pergunta porque em meu trabalho, mesmo quando necessito me ausentar por motivos onde minha presença é indispensável, tenho descontado, além do dia que não compareci, mais descanso remunerado, o que acho correto, quando não há possibilidade de reposição, minha preocupação é que essa prática de preterir o seu trabalho para o qual prestou concurso e se comprometeu a desempenhar com ética e eficiência, está se disseminando, assisto aos meus colegas, muito embora aqui, tenham solicitado dispensa sem remuneração, causa imenso prejuízo para a administração pública, fato que mais notório em se tratando de órgão que precisam administrar a justiça, onde processos envelhecem em gavetas, quando todos cobramos justiça seja celere, pessoas morrem esperando decisões, imaginem se essa pratica de abandonar o posto de trabalho sendo incentivada, por não descontar dos vencimentos desses servidores públicos que ocupam vaga e não cumprem

Responder

    Marly A A Zacarias

    24 de agosto de 2018 às 04h15

    Faço meus seus argumentos, questionando a quem tenha competência, para colocar um basta nessa farra que desvia completamente agentes públicos de suas funções precípuas, configurando prejuízo às instituições, caras em todos os sentidos, ao erário, ao povo, a ordem, a moralidade, às regras. Tal como crianças rebeldes, sem os devidos cuidados e limites transgridem,tergiversam usando as instituições em seus interesses partidários e pessoais.

    lulipe

    25 de agosto de 2018 às 13h18

    Celestino, já ouviu falar em ponto final?

celestino de Oliveira Brito

23 de agosto de 2018 às 15h52

Gostaria que infomassem se quando os juízes e promotores se ausentam do trabalho em horário normal para proferir palestras pagas a outra instituições ocorrem descontos em seus vencimentos ou subsídios, ou eles recebem normalmente como se houvesse trabalhado? Faço a pergunta porque em meu trabalho, mesmo quando necessito me ausentar por motivos onde minha presença é indispensável, tenho descontado, além do dia que não compareci, mais descanso remunerado, o que acho correto, quando não há possibilidade de reposição, minha preocupação é que essa prática de preterir o seu trabalho para o qual prestou concurso e se comprometeu a desempenhar com ética e eficiência, está se disseminando, assisto aos meus colegas, muito embora aqui, tenham solicitado dispensa sem remuneração, causa imenso prejuízo para a administração pública, fato que mais notório em se tratando de órgão que precisam administrar a justiça, onde processos envelhecem em gavetas, quando todos cobramos justiça seja celere, pessoas morrem esperando decisões, imaginem se essa pratica de abandonar o posto de trabalho sendo incentivada, por não descontar dos vencimentos desses servidores públicos que ocupam vaga e não cumprem jornada estabelecida, o caos se estabelece. Respeitosamente, Celestino de Oliveira Brito

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding