VIOMUNDO

Diário da Resistência


Em documentário, Dilma denuncia que Globo “envenenou” o Brasil e dá sua versão sobre o golpe de 2016; assista
Falatório Política

Em documentário, Dilma denuncia que Globo “envenenou” o Brasil e dá sua versão sobre o golpe de 2016; assista


13/09/2018 - 19h33

Dilma lança documentário sobre o Golpe de 2016

“A Historia do Golpe” está disponível na internet e trata da conspiração que a tirou da Presidência da República

via e-mail

A ex-presidenta Dilma Rousseff, candidata do PT ao Senado por Minas Gerais, lançou nesta quinta-feira, 13 de setembro, o documentário “A História do Golpe”, que mostra como foi forjada a aliança entre parte da mídia brasileira e do setor financeiro nacional, o PSDB e líderes do PMDB para derrubá-la do governo.

O documentário está disponível no You Tube e terá versões em inglês e espanhol.

O filme é um documento histórico e político que ajuda a compreender como foi forjado o impeachment de Dilma, fraudado por ter sido aprovado pelo Congresso sem que houvesse sido cometido crime de responsabilidade, como prevê a Constituição do Brasil.

“A História do Golpe” tem narrativa direta e didática sobre a evolução da crise política brasileira que começou em 2013 e foi agravada pelos desdobramentos da crise econômica internacional.

O filme explica como a derrota de Aécio Neves em 2014 acabou sendo instrumentalizada para derrubar um governo legítimo, eleito com 54,5 milhões de votos.

O documentário recorre a material de imprensa brasileira e estrangeira, além das sessões do julgamento na Câmara e no Senado, e de depoimentos como da própria Dilma e do advogado José Eduardo Cardozo.

O filme abre com o primeiro ato do golpe: “A derrubada de um governo legítimo”.

Essa primeira parte tem 27 minutos e aponta o envolvimento direto de parlamentares como Eduardo Cunha, Aécio Neves, Antonio Anastasia e outros políticos, como o vice Michel Temer, assim como jornalistas da chamada grande imprensa, para forjar o ambiente que permitiu cogitar o impeachment sem crimes de responsabilidade, antes mesmo da vitória de Dilma nas eleições de 2014 ser obtida nas urnas, em 26 de outubro daquele ano.

O filme denuncia o comportamento parcial de setores da imprensa, como a Rede Globo de Televisão, que ajudou a envenenar o ambiente político e mostra também como parte do mercado financeiro atuou para ampliar o clima de descontentamento, fomentando críticas ao governo Dilma por conta das seguidas reduções das taxas de juros promovidas pelo Banco Central ainda no primeiro mandato da presidenta.

“A História do Golpe” está disponível no site oficial de Dilma Rousseff e nas redes sociais da candidata ao Senado por Minas Gerais.

A petista lidera as pesquisas de intenção de voto e vem denunciando na campanha a participação direta dos adversários políticos no Golpe de 2016.

PS do Viomundo: Dilma lidera a corrida pelo Senado em Minas com 28% a 12% sobre o segundo colocado, margem que de acordo com as últimas pesquisas vem aumentando.

Livro do Luiz Carlos Azenha
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet



8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Paulo Silva

14 de setembro de 2018 às 16h37

Resta saber se ela não recorda do episódio do Collor

Responder

Julio Silveira

14 de setembro de 2018 às 15h23

Devia creditar sua queda a seu staff incompetente politicamente, principalmente ao Zé da Justiça, o republicano, que foi engolido pela PF tucana amotinada.

Responder

vinicius

14 de setembro de 2018 às 13h51

Foi omissa, ela e seu controle remoto. Agora resta ela ir na ana maria fritar ovos.

Responder

Luis

14 de setembro de 2018 às 08h28

Pena que a maioria dos elitores dela mal sabem ler.

Responder

Roberto

14 de setembro de 2018 às 08h02

Golpe, foi o PT, desgraçando o País por 13 anos.

Responder

    Nelson

    14 de setembro de 2018 às 17h20

    Perfeito. Você está dizendo aquilo que o Sistema de Poder que domina os Estados Unidos espera de todos os brasileiros.

    Agora, meu chapa, tu já podes enviar um e-mail ou uma cartinha para a embaixada estadunidense e pedir o soldo a que tu tens direito por servires de capacho desse sistema, o verdadeiro arquiteto e gestor do golpe.

Fernando Antônio do Amaral Santana

13 de setembro de 2018 às 21h35

Agora que veio fazer documentário sobre o golpe? Não percebeu os sinais desde 2013? Quer dizer desde sempre a grande mídia e o grande capital boicotam os governos de esquerda. A questão é quevDilma e Lula encheram as burras da mídia com dinheiro público, os banqueiros ganharam dinheiro como nunca nos seus governos. Criaram cobras para moedê- Los depois.
Se a Dilma tivesse lutado pelo seu mandato em vez de seguir a cabeça de seus assessores diretos que achavam que o golpe não aconteceria dando espaço para as ações dos golpistas a conversa era outra.

Responder

    Regina Maria

    14 de setembro de 2018 às 06h49

    Mto tarde d. Dilma. 5 anos de atraso. Lá atrás vc chamava isso de democracia, de republicanismo. Deu no que deu. E nao acho que seguiu cabeca de seu ninguém. A teimosa (ou seria covarde) foi ela mesma


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!