VIOMUNDO

Diário da Resistência


Eduardo Matysiak: No Festival Coolritiba, mais de 16 mil pessoas pedem Lula livre e ‘Ele, não, ele não’; veja vídeos
Fotos: Eduardo Matysiak
Política

Eduardo Matysiak: No Festival Coolritiba, mais de 16 mil pessoas pedem Lula livre e ‘Ele, não, ele não’; veja vídeos


12/05/2019 - 13h05

por Eduardo Matysiak

Nesse sábado (11/05), aconteceu na Pedreira Paulo Leminski o segundo dia do Festival Coolritiba.

Na plateia, durante o show de Criolo, mais de 16 mil pessoas cantaram e gritaram Ele, não, ele, não!

Um festival de música com tom político e nítido apoio ao ex-presidente Lula, que há mais de um ano encontra-se preso na Superintendência da Polícia Federal de Curitiba.

Teve show do Otto, falando do encantamento dos nordestinos pelo Sul, da importância de Paulo Leminski e encerrando com Boa noite, presidente Lula

Teve Letrux, dando Boa tarde, presidente Lula

Teve Vitor Salmazo, vocalista da banda Machete Bomb, criticando Sérgio Moro.

E detonando o projeto de construção de um porto que vai acabar com a Ilha do Mel.

Ele usava uma camiseta onde estava escrito Salve a Ilha do Mel

A banda Mulamba, 100% feminina, emocionou ao falar de machismo, genocídio e homofobia.

Carla de Sá, uma de suas vocalistas da Mulamba, criticou também um grupo de seguranças com cassetetes, que impediu a galera — que pagou caro para assistir ao show — de sentar na grama.

“Deixa o povo sentar na grama, repressão aqui, no festival, não!”, disse.

O Coolritiba firma-se, assim, como um dos grandes festivais de música do País

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

a.ali

12 de maio de 2019 às 13h27

eita, e no estado do FALA FINA! BELEZAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.