VIOMUNDO

Diário da Resistência


Política

Economia brasileira pode crescer até 7% em 2010


15/04/2010 - 11h10

por Luiz Carlos Azenha

A notícia está na capa do Valor Econômico. A economia cresceu nos primeiros meses do ano a uma taxa anualizada de 8,4%. Poderemos ter o maior crescimento desde os 7,49% de 1986.

“Todos os dados vieram acima das projeções”, disse um dos entrevistados.

Na capa do mesmo jornal, uma pesquisa feita com 142 empresários pelo DataValor mostrou que 111 vão votar em José Serra. É a elite pesquisando a elite.

Mas no corpo da reportagem Marcos Coimbra, do Vox Populi, diz: “Serra é a mudança numa eleição da continuidade”.

Sempre achei que o estado da economia será decisivo na eleição de 2010. O presidente Lula parece ter conseguido seu objetivo: colocar diante do eleitor uma pergunta, se ele quer ou não mais 4 anos de Lula.





85 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Sonia Montenegro

18 de abril de 2010 às 22h01

Eu tb desconfio desse Data-Fiesp, porque os empresários brasileiros se ferraram nos 8 anos de (des)governo FHC. Até o José Mindlin foi obrigado a vender a Metaleve. Mas de uma coisa eu tenho certeza: todas as empresas que precisam de dinheiro público, como a Imprensa, vão com toda a certeza, votar no Serra. Se quisessem o bem do Brasil e dos brasileiros, votariam em Dilma. Mas os Marinho, os Frias e os Civitas estão loucos para mamar nas tetas dos mais pobres. Não é por acaso que acham um desperdício de dinheiro o Bolsa-Família, que chamavam de Bolsa-esmola.

Responder

Touaf Barrah

16 de abril de 2010 às 14h49

Votarei na Dilma. Agora é preciso que se diga, a sua vitória não será o passeio que se imagina. Lula foi muito bom para os muito pobres e muito ricos. Para a classe média assalariada foi um carrasco, com exceções de alguns setores do funcionalismo federal. Nada influiu entre aliados no sentido de recompor as perdas salariais de servidores de estados governados por petistas e aliados. O que se vê muito é isenção de impostos p´ra todo o lado, para segurar a atividade industriale, por tabela o comércio que vende mais com preços nem sempre menores. E a tabela do IR pessoa física?. É um Deus nos acuda quando se fala em reajustar a escorchante cobrança de impostos sobre os salários. Quem mais paga é a faixa média. Para não falar dos aposentados. Tudo que se consegue para eles é com muito sacrifício e parece que eles estão sabotando as riquezas da nação. Cadê o fator 85/95? Que minimizará o absurdo e nazista fator previdenciário. Lula deslumbrou-se com a sua popularidade e esquece que o maior contraponto à imprensa PIG é a classe média satisfeita e conhecida formadora de opinião. Claro, apesar de tudo, Dilma é melhor que os entreguistas e vendilhões do PSDB. Mas, nem todo mundo pensa como eu e conheço muita gente que não votará mais no PT. A coisa está ficando europeízada. Lá, há um revezamento permanente entre progressistas e conservadores, mas não nascem e nem morrem tantos eleitores em 04, 05 ou 06 anos que justifique a imprevisibilidade do resultado das eleições. Mudam as percepções. O bolso é que decide. Não duvide

Responder

Augusto da Fonseca

16 de abril de 2010 às 14h06

Minha Casa, Minha Vida atinge 40,8% da meta de 1 milhão de casas

Uol e Estadão sonegam essa informação para os seus leitores. Para eles, não existiu isso aí…

Cobertura completa em:
http://festivaldebesteirasnaimprensa.wordpress.co

*

Responder

José A. de Souza Jr.

16 de abril de 2010 às 12h28

Poderia crescer 7% a.a., mas o "nosso, só nosso" banco central, com o inestimável apoio de "nossa" livre imprensa, tudo fará para impedir que tal aconteça. Afinal de contas, até os pobres poderiam subir de vida às custas de seus próprios esforços…

Responder

Gunther Furtado

16 de abril de 2010 às 12h02

Se está na capa do valor, pode ser que seja para reforçar o coro do aumento de juros.

Responder

Francisco Souza

15 de abril de 2010 às 23h49

Nossa, interessante notar nos comentários aqui como a turma demotucana contratou gente para fazer "community manegement". Engraçado isso, é a tal da guerra política nas mídias sociais.

Responder

    francisco.latorre

    16 de abril de 2010 às 04h37

    new kids on the block.

    ..

    Luiz

    16 de abril de 2010 às 11h45

    Pra defender a demotucanalha só sendo pago pra isso mesmo… ou sendo canalha igual…

Leonardo Oliveira

15 de abril de 2010 às 21h19

De fato, só um desastre econômico tiraria a vitória da Dilma.

A única dúvida, agora, é se a vitória do Lula vem no primeiro ou segundo turno.

Mas o que chama a atenção é essa pesquisa feita com empresários.

O preconceito é, de fato, a cegueira da alma.

Os caras estão ganhando dinheiro como nunca… Mas não admitem a vitória dum projeto trabalhista.

Preferem o risco Serra. Dependem de infraestrutura, mas preferem os demotucanos…

Mas a única coisa que eles podem fazer é jogar dinheiro fora, financiando o Serra.

Responder

    Ubaldo

    15 de abril de 2010 às 22h34

    "Os caras estão ganhando dinheiro como nunca… " Leonardo.

    Se você estiver se referindo aos banqueiros, você está absolutamente certo!
    Os banqueiros, quais desde antes do segundo turno que o Lula foi reeleito e fez a Carta à Nação ,tranquilizando os banqueiros e afirmando sua fidelidade a eles, "nuncanahistóriadestepaís" ganharam tanto. Até a dívida com o FMI o Lula transformou em dívida interna e paga juros de 8,75% ao invés de 1% que pagava ao FMI, mas pode marquetear e dizer que não deve mais nada aos gringos. O que não é verdade, pois a dívida externa já chega a US$ 230 bilhões.

    Alexandre Porto

    16 de abril de 2010 às 00h38

    Ubaldo meu jovem;
    Os banqueiros ganham muito dinheiro como nunca ante4s na história desse país por 2 motivos;

    1 – Duplicaram a carteira de crédito;
    2 – Pq no governo anterior a dívida pública passou de 28 para 55% do PIB;

    Naturalmente, mesmo estando hoje em 43% do PIB, se pagou mais juros nesses 7 anos. Mas não se esqueça que se em 2003 o país pagava 8% do PIB em encargos, hoje paga 5,4%.

    A sua conta sobre o pagamento ao FMI esquece de uma outra variável;
    Quanto essa boa gestão fiscal economiza na hora de rolar a dívida?
    Não é a toa que temos hoje um risco país de 170 pontos e não mais de 1.500.

    A dívida externa não é problema pq é menor que as reservas;

    Ubaldo

    16 de abril de 2010 às 02h49

    Alexandre,
    A dívida pública bruta atual passa dos dois trilhões de reais. No início do governo Lula era de R$ 687 bilhões,portanto triplicou e gera enorme despesa com juros, amortização e rolagem,cerca de um terço do Orçamento Geral da União. Os números que o BC passa não incluem os chamados títulos de mercado aberto do BC que somam a aproximadamente R$ 500 bilhões e devem ser incluídos e não mascarados.
    A "boa" gestão fiscal que você se refere está sob a batuta do Meirelles, ex-presidente mundial do Bank of Boston que sempre sob os juros para contentar os seus amigos banqueiros. Como é que os EUA só pagam 1% à China e nós pagamos de 8,75% a 13% aos banqueiros? Será que a tão propalada popularidade e credibilidade do Lula não serve para baixar esses juros? O Meirelles e Mantega só tem essa fórmula mágica tupiniquim de segurar a inflação às custas do aumento de juros?
    Só este ano pagaremos, só de juros mais de R$ 140 bilhões. Como o orçamento da Educação é de R$ 48 bilhões, dá para se sentir o estrago.
    Por que o Lula não renegocia essa enorme dívida com banqueiros e investidores num patamar de juros menos pornográfico, por volta de 2 a 3% ao ano? Penso que vale a pena essa moratória para o bem do país.
    Aguardo suas objetivas respostas.

    Rolando

    16 de abril de 2010 às 15h23

    É importante questionar o quanto a hegemonia do ambiente político nos obriga à análise das novas proposições.

    Maurício

    18 de abril de 2010 às 14h45

    Ubaldo, o Mantega desde que eu conheço seu trabalho sempre defendeu juros baixos. Ele é um dos poucos críticos do Meireles e vez ou outra aparecem atritos entre eles. O próprio Lula já manifestou várias vezes descontentamento com essas taxa de juros, e mais do que ele o Alencar. Nesse aspecto eu concordo com você, aqui os juros são muitos altos mas infelizmente o BC tem autonomia e o mercado controla o BC para benefício próprio. Sempre que tem alguma notícia relacionada à inflação o mercado cai em cima que nem mosca pra "forçar" o BC a aumentar o juros. Mas muitas causas da inflação são sazonais o que não justifica criar-se essa perspectiva, isso dito pelo próprio Mantega esses dias. Até onde eu sei o Lula infelizmente não pode interferir e se o fizesse seria taxado de "comunista" pelo mercado nacional, internacional e elite. Infelizmente não saberia como resolver isso, principalmente porque bateria de frente com o mercado financeiro. Apesar disso Ubaldo, não seja tão pessimista pois o que realmente importa é a dívida pública líquida e por enquanto o Brasil está em um patamar bom no mercado internacional, nenhum problema grave pelos próximos anos principalmente se o desempenho do PIB se concretizar, investimento direto, etc. Só exige bastante controle para não perder a direção e acontecer o que aconteceu com a Grécia por exemplo.

Alexandre

15 de abril de 2010 às 21h07

Daqui a pouco a Regina Duarte vai aparecer na televisão e dizer: "os empresários querem um Brasil que pode mais, por isto precisamos votar em SERRA para dar continuidade aos avanços econômicos e sociais desses últimos 25 anos de Democracia… Dilma seria o atraso, as ideias do comunismo não podem ser ressucitadas no Brasil… Vocês preferem um Brasil que pode mais ou o atraso?… Eu tenho medo do comunismo, da terrorista Dilma e do que ela representa para o fim da Democracia e da liberdade de imprensa… Eu voto em SERRA porque o Brasil pode mais… " (risos)… Na verdade, a maioria dos empresários vão votar na DILMA, podem ter certeza… Esta é mais uma pesquisa fraudada… Eles estão ganhando muito dinheiro com o Governo LULA e ampliando seus negócios pelo Brasil e pelo Mundo… Eu penso que nenhum empresário é maluco de votar no SERRA se tem um pouco de informação e está atento aos indicadores econônicos e sociais do Governo LULA!

Responder

O vice do Lula?

15 de abril de 2010 às 21h02

Como classe média,assalariado,metalurgico,portanto,na condição de explorado na sociedade dos exploradores patronais,não vejo vantagens,neste "desenvolvimento" todo,só uma coisa é certa,os lucros dos capitalistas sobem pelo elevador,e os salários(miseros),sobem pela escada,basta dizer que somos a 10ª economia capitalista no planeta,no entanto, somos o 75ª na distribuição de qualidade de vida.Que fique bem claro,desenvolver o capital não é a mesma coisa que distribuição de renda,a exploração só faz aumentar,criando uma sensação de "bem estar",para a classe média não assalariada. Quem fica 8 a 12 horas,por dia,preso dentro duma linha de produção sabe do que estou falando,o resto é discurso de pequeno burgues.O maximo que se consegue,com esse aquecimento dos lucros,é diminuir o exercito industrial de reserva,mais conhecido entre nós como desempregados,ou seja,se a sociedade é capitalista o desemprego é uma constante,por isso,o "bem estar social" sera sempre uma ilusão psicologica,isso pra quem pensa,numa sociedade sem exploradores e nem explorados.

francisco.

Responder

    Ubaldo

    15 de abril de 2010 às 22h41

    Francisco,
    Muito lúcido o seu comentário. As coisas melhoraram para quem não trabalha. Para quem trabalha está mais difícil ganhar dinheiro, pois os impostos subiram para pagar quem não trabalha e não sobra para recompensar o trabalhador.

    O vice do Lula?

    16 de abril de 2010 às 01h59

    Ubaldo,para os donos do capital,pagar impostos no Brasil nunca foi problema,isto já esta provado,na medida que os parasitas sociais,digo,os patrões repassam os impostos para o preço final das mercadorias.A questão central que coloco no meu comentário é que,cresça quanto for,na economia capitalista,o resultado vai sempre para as mãos dos patrões,estes sim,os verdadeiros parasitas sociais,que se enriquecem as custas do trabalho alheio.O bolsa familia,diante da riqueza produzida pela classe assalariada,não passa de migalhas,caido da mesa burguesa,nos pratos de refeição dos miseráveis da nação.E quem vai corrigir esta distorção social,não vai ser o capitalismo e sim o socialismo.

    francisco.

    Ubaldo

    16 de abril de 2010 às 03h04

    Francisco,
    Os empresários e empregados são parceiros. Não há empresários sem empregados e vice-versa. O sistema capitalista, qual foi também adotado e abraçado pelo PT é o que tem funcionado em todo o mundo. O sistema socialista se perdeu na antiga União Soviética. É passado. O que está errado é o peso exagerado do Estado que é ineficiente e demanda muito imposto. Você sabe que mais de um terço de tudo que é produzido é gasto com o Estado e este não nos dá o retorno necessário e que todos esperamos. Não é só o trabalhador de fábrica que luta com dificuldades. Os empresários estão sempre às voltas com novos impostos, com a competição predatória estrangeira, como a chinesa que manda para cá tudo o que é tranqueira manufaturada fabricada com os nossos minérios e com um custo muito alto para produzir. Essa filosofia da cartilha que empresário é aproveitador até o Lula já abandonou.

    O vice do Lula?

    16 de abril de 2010 às 12h39

    Ubaldo,o meu patrão é tão parceiro que,não paga o nosso vale transporte(lei federal),hora extra,ele paga 40% e o acordo sindical é 50%,ou seja,os capitalistas entram com a corda e nós assalariados entramos com o pescoso.Pelo jeito,voce fala na condição de explorador (patrão),e eu falo na condição de explorado(assalariado).Este papo de União soviética(socialista?),nunca existiu,voce confunde,socialismo de Karl Marx,com capitalismo de Estado,desenvolvido por Josef Stalin (stalinismo soviético),como pode uma idéia de sociedade sem exploradores nem explorados ser passado,se ela nunca existiu?Quando foi que a classe trabalhadora esteve no poder soviético? Os empresários não são aproveitadores,são sim,usurpadores da riqueza produzida pela classe trabalhadora,e do Estado brasileiro,este,em conluio permanente com o capital. O governador Arruda sabe disso,e voce também.

    francisco.

dil

15 de abril de 2010 às 20h54

Ah, agora tá explicado o "Brasil pode mais" do PSDB, eles já sabem que o perspectiva é muito boa…até o Bolsa família eles estão elogiando agora.

Responder

Marcelo

15 de abril de 2010 às 20h52

No mínimo são empresaros de noticias, ai ta explicado. Tambem podem ser socialites pensando que são empresários.
Dúvido que o Abílio Diniz vote no Serra, que os empresários da contrução civil ou naval votem no serra, eu dúvido que alguém que investa em trabalho vote no Serra.

Responder

Erivaldo de Souza

15 de abril de 2010 às 20h32

Triste não é ver empresários afirmarem que vão votar em Serra.
Triste mesmo é ver classe média aparentemente esclarecida dizer a mesma coisa.

Responder

yacov

15 de abril de 2010 às 20h24

Até o (des) governo do FAROL, tivemos 500 anos de atraso e subdesenvolvimento (vamos esquecer isso??), a partir do LULA são outros 500, só que agora à caminho do primeiro Mundo. VAI BRASIL!!! Chega de LACAIOS E SABUJOS governando o BRASIL!!! Precisamos de brasileiros no governo e todo mundo sabe que o serra é italiano eo FHC é francês.

FORA PSDBabacas DEMentes e PIg'SS!!!
QUERO LULA DE NOVO QUERO DILMA 2010 MEU POVO!!!

Responder

Ubaldo

15 de abril de 2010 às 20h20

Penso que não dá para contar muito com a Economia para aumentar as chances da Dilma. Na hora que o pessoal do PSDB no horário eleitoral da TV começar a mostrar que a Economia não está essa maravilha toda que os governistas falam a coisa vai pegar. Para começar, provavelmente será evidenciado que durante o octaetéride de Lula a Economia mundial cresceu mais que a do Brasil e que a dívida pública cresceu de R$ 687 bilhões (esse é o número correto) no final de 2002 para R$ 2.1 trilhões nofinal deste ano, deixando o peso da irresponsabilidade de distribuir dinheiro emprestado para nossos filhos e netos pagarem.

Responder

    Bando Lêro

    15 de abril de 2010 às 22h30

    Por outro lado, a execução dos pontos do programa apresenta tendências no sentido de aprovar a manutenção da gestão inovadora da qual fazemos parte.

    Alexandre Porto

    16 de abril de 2010 às 00h42

    Ubaldo meu jovem;

    quando Lula assumiu a dívida pública representava 55% do PIB, hoje está em 44% do PIB; isso pq aumentou um pouco durante a crise e em consequência da retirada da Petrobras do cálculo.

    A gestão fiscal do governo Lula é reconhecida pelas agências de rating;
    Se o que vc tenta vender fosse verdade, o Risco Páis não estaria em 170 pontos.

drkshns

15 de abril de 2010 às 19h50

4 anos não… Queremos mais 8 anos de Lula!

Responder

Carlos

15 de abril de 2010 às 19h10

Caramba, está cada dia mais fácil defender a candidatura de Dilma. Está tudo a nosso favor!

José Serra que se cuide, ele vai para o ostracismo político.

Além disso, eu não entendo como Serra está nessa disputa.
Dilma, sem dúvidas, tem muito mais predicados que Serra para embarcar no cargo mais importante deste país. Aliás, pq o PSDB não escolheu o Aécio ao invés de Serra? Às vezes acho que os tucanos pensam com o bico e não com a cabeça.

Eu fiz um artigo comparando o desempenho dos estados na OBMEP 2009 (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas). É possível afirmar que Aécio fez mais pela educação mineira do que Serra fez pela educação paulista, vejam:
http://embuscadoconhecimento.wordpress.com/2010/0

Responder

J Tavannes

15 de abril de 2010 às 18h54

111 empresários contra um Brasil que dá certo, prova a quantas andas o atraso da mentalidade de empresários que não acompanha a evolução do Brasil atual. Eles preferem ficar com o maquinista caranguejo que fez andar para trás a locomotiva que era São Paulo.

Responder

    Almerindo

    15 de abril de 2010 às 20h07

    Tem que ser muito BURRO pra não enxergar o bem que o Presidente Lula, com sua política, tem feito pelo Brasil e INCLUSIVE para eles, empresários…

    paraleloxiv

    16 de abril de 2010 às 03h16

    Não, BURRO não; talvez egoísta, individualista e ganancioso.
    O melhor caminho para a humanidade sempre foi o senso do coletivo, o que é bom para todos, para a coletividade. Aí vem um f…d…p… e acha que pode ou deve comer, vestir e possuir mais coisas que o outro. É isso o que é exacerbado no capitalismo: o individualismo. Ao invés de colocar sua engenhosidade, inteligencia e esforço no ganho do coletivo, o amaldiçoado capitalismo reforça a ideia de "pode mais, tem mais, quem tem capacidade, quem trabalha mais". Isso começou a criar o que hoje é um gigantesco desnível entre pessoas, mais tarde, entre classes: pobres e ricos, formados e iletrados, feios e bonitos, etecetera.

    Gente mesquinha e ridicula como por exemplo o poodle de Jose Serra, Eduardo Azevedo, daquele panfleto reacionário chamado Veja. Ele foi um dos idiotas elitistas que pregaram a supremacia do mercado e dos "valores do individualismo", naquele convescote do Instituto Millenium.

    Só gente torpe, individualista e burquesa se irrita com a redistribuição de renda e o nivelamento da sociedade. Eles não querem saber quantos milhões deixaram de passar fome, frio ou sede; acham-se superiores, enquanto acadêmicos letrados, oriundos de famílias tradicionais e burguesas.

    A essa corja só interessa o seu lucro, nesse sistema monetário falido que escraviza as pessoas.

    O lema deles é: "Às favas com o povo; se a farinha é pouca, meu pirão primeiro!"

    Terão uma infeliz surpresa…

    Fernando José

    15 de abril de 2010 às 21h00

    Isso me faz lembrar de um "empresário" (dono de uma lojinha de vender discos) da minha cidade que defendeu ardorosamente a eleição do Collor e votou na "coisa". Foi um dos primeiros a quebrar após a posse do dito cujo.
    Esta turma é assim: não vota em ninguém que não seja do ramo, mesmo que seja muitíssimas vezes melhor que o seu candidato. O que decididamente é o caso.
    Moral da História: trabalhador vota em trabalhador. Dilma nelles.

Milton Hayek

15 de abril de 2010 às 18h43

Brizola Neto redefine os "trolls":
http://www.tijolaco.com/?p=12172

"…………E é isso que não podem comprar. Os militantes da direita são negativos, ranzinzas, histéricos, chatos. Só agora pude entender o que foi o lacerdismo.

Quando falei isso com um companheiro que me recebeu no aeroporto, ele me contou que, nos anos 50 e 60, os cariocas chegaram a batizar um mosquito muito irritante de “lacerdinha” por isso. Achei engraçado e fui na wikipédia ver era isso mesmo.

Taí um bom substituto para este nome de troll que ninguém entende".

É isso aí!!!!!! Vamos aporrinhar os LACERDINHAS!!!!!!!!!!!!KKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!

Responder

    Leider_Lincoln

    15 de abril de 2010 às 19h58

    Ou modernizando, os "serritocas"…

desinformacaonao

15 de abril de 2010 às 18h15

Acho que esta eleição será definida no momento em que, em qualquer programa eleitoral da Dilma, aparecer o Lula e dizer assim. Você quer que o meu governo continue? Vote em Dilma.

Pronto. É eleição em primeiro turno na certa!

Responder

    francisco.latorre

    15 de abril de 2010 às 18h48

    heh.

    ..

    Ubaldo

    15 de abril de 2010 às 19h54

    Mas há o perigo do eleitor interpretar que a Dilma será uma mera marionete do Lula, de saias. Também penso que o tempo em que os políticos apresentavam suas mulheres para a campanha e se perpetuar no poder, já acabou. isso é proibido hoje pelas regras do TRE.
    Mas o que mais me causa espanto e indignação é esse tipo de proposta, bem ao estilo petista: as leis foram feitas para serem burladas!
    A apelação denota uma vontade ferrenha, quase uma questão de vida ou morte aos petistas ganhar as eleições.
    Será que há algo podre dos petistas que os tucanos podem descobrir quando eventualmente estiverem novamente no poder que esse pessoal teme tanto?

    Paulo

    15 de abril de 2010 às 20h17

    Pois é! Você acertou em cheio!

    yacov

    15 de abril de 2010 às 20h36

    Eu gostaria muito que a DILMA fosse uma marionete do LULA. Mas dizem que não é…

    FORA PSDBeócios, DEMentes e Pig'SS!!!
    QUERO LULA DE NOVO QUERO DILMA 2010 MEU POVO!!!

    Bando Lêro

    15 de abril de 2010 às 22h32

    No entanto, não podemos esquecer que o comprometimento entre as equipes exige a precisão e a definição de todos os recursos funcionais envolvidos.

    Alexandre Porto

    16 de abril de 2010 às 00h44

    Corre o risco também de o candidato da oposição ter que elogiar tanto o governo Lula que o seu recall perca a validade antes do tempo.

sergio

15 de abril de 2010 às 18h00

todos querendo mamar, como a abril e a globo nas tetas do serrinha paz e amor

Responder

mila

15 de abril de 2010 às 17h47

Não esqueçamos entretanto que o empresariado brasileiro é burro, ao contrario do estadunidense que sabe quanto maior quantidade de dinheiro circulando, maior o ganho. Não é por acasao que o bolsa familia é responsavel por alavancar a economia em tempo de crise. Que o diga seu Abilio Diniz. É ismples assim: o dinheiro do bolsa familia não para na mão do beneficiário que o usa para o consumo comprando comida e outros bens de primeira necessidade ou não tipo eletrodomestico. As megas fusões são exemplo de que eles estão faturando alto.

Responder

    Ubaldo

    15 de abril de 2010 às 19h57

    "Não esqueçamos entretanto que o empresariado brasileiro é burro,…" Mila.

    Concordo com você. De quem você acha que sai as verbas para o Bolsa Família? Seria de Jesus Cristo?

    Almerindo

    16 de abril de 2010 às 11h57

    Ô figurinha trololó, vc acha que o Zé Vampiro irá dizer UMA PALAVRA CONTRA o Bolsa Família??? Um programa que está ajudando a mudar a cara do país pra melhor??? Deixa de ser bobo! ACORDA PRO MUNDO!!!

Siron

15 de abril de 2010 às 17h26

ontem, eu tava assistindo o jornal da globo e a primeira matéria era sobre os aeroportos. primeiro falava sobre a expansão da quantidade de gente que voou no brasil em voos domésticos que aumentou mais de 30% ano passado. depois falava da super lotação dos aeroportos e da necessidade de ampliação da capacidade de todos eles, dando o exemplo de fortaleza e porto alegre. depois veio uma matéria de uma família de classe média baixa que voou pela primeira vez: estavam empolgados e não se importavam com os possíveis atrasos. após essa matéria de tocar o coração, entrou o jabor espinafrando o governo, dizendo, em suma, que a sociedade está fazendo a sua parte, consumindo, amplianmdo a economia mas o governo não privatiza aeroportos e presta serviços precários: a sociedade voa em céu de brigadeiro e o governo é um elefante pesado deitado no chão, segundo o comentarista.

segundo o pravda, tempestade no deserto é uma operação que envolve a grande mídia para atacar o governo e uma das táticas era separar os bons dados e fatos econômicos da política governamental.

fiquei azul avatar.

Responder

    Bonifa

    15 de abril de 2010 às 18h38

    Eles não conseguem botar uma única bolinha de gude no buraco. O Jabor ninguém dá mais o mínimo de atenção a ele. Até meu sogro reaça, dia desses, acabou de vê-lo e disse: Esse sujeito é muito exagerado! E mudou de canal.

    José

    15 de abril de 2010 às 18h47

    Governo Lula controla a inflação, amplia crédito, abre mão de receita (IPI em diversos setores) o que turbina a economia e permite reajustes salariais, e o calhorda Jabor ainda espinafra o governo?
    .
    Deserto ou Cerrado? Tempestade prevista pela Míriam Leitão?
    .
    Azul Avatar?

Valdir

15 de abril de 2010 às 14h26

Não estou conseguindo enviar a matéria para meus amigos. Dá mensagem de erro, indicando falta do e-mail do remetente, mas esta infomação não é pedida na janela de envio.

Responder

    Conceição Lemes

    15 de abril de 2010 às 11h33

    Valdir, realmente está havendo esse problema. O Leandro Guedes deve solucionar até o final da semana. Abs

    Reinaldo

    15 de abril de 2010 às 14h54

    15/04/2010 – 11h24
    Março tem criação recorde de empregos formais
    BRASÍLIA, 15 de abril (Reuters) – A economia brasileira criou 266.415 postos de trabalho com carteira assinada em março, número recorde para o mês, informou o Ministério do Trabalho e Emprego nesta quinta-feira.

    No acumulado do ano, o número de vagas criadas é de 657.259.

    Em abril, o Brasil deve criar entre 340 mil e 360 mil empregos com carteira assinada, o que seria uma nova máxima histórica, previu o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, nesta quinta-feira. O recorde atual é de 309 mil em junho de 2008.
    http://economia.uol.com.br/ultimas-noticias/reute

    Alexandre Porto

    16 de abril de 2010 às 00h46

    Eu postei uma tabela dos dados do Caged desde 2003
    divirtam-se http://www.aleporto.com.br

    José

    15 de abril de 2010 às 15h19

    Tenho feito o seguinte: copio o link e mando pelo e-mail – pra trocentas pessoas -, sem usar o recurso oferecido.

Fred Oliva

15 de abril de 2010 às 17h19

As projeções apontam para um crescimento real ao redor de 7,3% em setembro; ou seja, o auge da campanha.

Vai ser engraçado ver o que o PIG vai aprontar para convencer o eleitor de que está tudo errado no Brasil.

Responder

    Paulo

    15 de abril de 2010 às 20h18

    O Brasil pode mais!

    samiR savoN

    15 de abril de 2010 às 21h10

    Rarará…

    FHC que o diga…

    paraleloxiv

    16 de abril de 2010 às 03h36

    Pode sim!!!

    Pode finalmente trazer de vez a representatividade para o povo, que isolará e massacrará essa imprensa PIG ridícula, cujas ligações com a CIA, com o Departamento de Estado Norte Americano e com as corporações yankees, não podem mais ser ocultadas!!

    Tenho uma novidade para vocês: NÃO ESTÁ DANDO CERTO!!

    Com perdão da expressão – que, apesar de chula, é a mais adequada no momento – o povo está "cagando e andando" para a Globo, Veja, Estadão, Folha, etc!!!! CAGANDO E ANDANDO!!!!

    O povo tem comida na mesa, tem carro usado ou zero, notebook, computador, banda larga e agora está fazendo a festa das imobiliárias com a compra de suas casas próprias!!

    Ele assiste às sandices do Jabor com diversão, e um sorriso no rosto, porque sabe que trata-se somente de mais um bobo da corte a cantar e dançar para o Rei, cujo poder a Plebe Rude agora ignora!!

    Ele – o Povo, é dele que ainda falo – lê Reinaldo Azevedo e o entende como um riquinho egoísta e mimado que descobriu que não é o centro do mundo, e sim aquele garoto branquinho e filhinho de mamãe que fica fora da diversão e da gritaria alegre de um jogo, no campo de futebol, só porque deu chilique ao não conseguir manipular os colegas de time por meio de sua bola de futebol novíssima, original e de grife!

    O Povo olha para Serra e o vê como um aristocrata vampiresco que vem agora tentar pegar o melhor da festa no meio, e dizer que ele também pode ajudar.

    O Povo olha a Rede Globo como aquela que não é mais a mesma, e conversa animado com seus familiares enquanto ignora o William Bonner e a Fatima Bernardes fazerem suas caras e bocas ao transmitir noticias de um lado e de outro, numa tentativa frustrada de continuar a manipular as massas!!!

    Essa eleição está perdida para a elite!! Cada vez que batem, mentem e tentam desarticular Lula e Dilma, o povo mais e mais se convence que, se Lula e Dilma irritam tanto as elites, então necessariamente boa coisa são!!!

    Funciona mais ou menos assim: Estão batendo no Lula e na Dilma?? Quem está batendo? Os burgueses?? Significa que Lula e Dilma os desagrada. Ora, o que é ruim para os Burgueses, é bom para nós (o povo), e vice-versa!!! Portanto, meu povo…

    …DILMA 2010 é inevitável.

    Simplesmente a força de uma nação, que acordou, quer ser representada e agora deseja andar com as próprias pernas!!!

    I-NE-VI-TÁ-VEL!!!!

    francisco.latorre

    16 de abril de 2010 às 04h46

    …DILMA 2010 é inevitável.

    I-NE-VI-TÁ-VEL!!!!

    grande.

    matou. ponto por ponto.

    claps.

    ..

    Almerindo

    16 de abril de 2010 às 12h10

    S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L seu texto, Paraleloxiv!!! Show do começo ao fim. Parabéns!!!

francisco.latorre

15 de abril de 2010 às 17h06

quem não quer?…

..

Responder

    francisco.latorre

    15 de abril de 2010 às 19h39

    dilma é mais lula.

    só alegria.

    ..

Curumin

15 de abril de 2010 às 16h36

Nao é possivel que o povo nao veja os resultados, temos sim muito problemas ainda para serem resolvidos, mas nunca foi tao facil comprar uma casa propria, ter um carro, 90 milhoes de brasileiros na classe média, salario minimo subindo mais que a inflaçao,…….o Brasil nao pode parar agora nas maos daqueles que se acham uma "massa cheirosa"!!!! Salve Dilma!

Responder

Bambam

15 de abril de 2010 às 16h35

Quem anda pra trás é caranguejo. O Serra fala que quer falar de futuro mas ele é o passado. O povo brasileiro quer é olhar pra frente.

Responder

Dida

15 de abril de 2010 às 16h22

Acaba de sair no Grobo , Plim plim… eles já nao podem negar a realidade vitoriosa e o show de bola do governo Lula:
http://oglobo.globo.com/economia/mat/2010/04/15/b

Responder

mila

15 de abril de 2010 às 16h21

Bem, Lula introduziu o Brasil no capitalismo ao inserir mais de 20 milhões no mercado de consumo Tem quem não goste… São queles que estão loucos para que o Brasil retorne a condiçaõ de pedinte do FMI. É simples assim: os empresarios brasileiros querem se tornar GRANDES e com condições de competir com igualdade no mercado mundial ou preferem retornar a condição de NANICOS expostos a ambição dos megas empresarios predadores dos USA e Europa? É uma questão de escolha. Duvido que o empresariado escolha dar um tiro na cabeça apoiando serra. FHC ja mostrou que tucano no poder é sinonimo de QUEBRA do país.

Responder

Leider_Lincoln

15 de abril de 2010 às 15h56

Para eles resta apenas dizer que a bola é quadrada, mas nem assim adiantará. Como disse o Clinton: é a economia, estúpido!

Responder

Paulo

15 de abril de 2010 às 15h44

Essas pesquisas do Datafolha não tem credibilidade. Então vejamos: o Dono do Pão de Açucar já sinalizou que vai votar na candidata de Lula, o presidente das industrias de açucar está satisfeitissimo com o governo Lula e já disse que Dilma dialoga mais que Serra, as exportações brasileiras batem recorde em cima de recorde, agora mesmo estão em Teerã com um grupo de 80 empresarios. Pergunto esses 111 empresários será que são todos paulistas? E quem São? Qual o setor produtivo que foi beneficiado com o governo Serra? Só se for o de mídia? Mas a aliada.

Responder

    Pedro Peres

    15 de abril de 2010 às 16h53

    Paulo, se você fosse empresário, ambicioso, rico e poderoso, iria votar em quem? Com quem na presidência seria mais fácil ficar ainda mais rico e poderoso?

    Claro que com Serra. Até um lixeiro, com a permissão do Casoy, sabe isso.

    Apesar do Jornal Valor ser uma joint-venture da Folha e Globo, faz sentido.

    Lucas Cardoso

    15 de abril de 2010 às 18h16

    Não estou tão certo quanto você de que o governo do Serra atrai mais os empresários.Eles estão lucrando bem no governo do Lula, e duvido que queiram trocar o certo pelo duvidoso.

    Cecéu

    15 de abril de 2010 às 18h53

    Caro Pedro Peres, A vida do empresário em tempos tucanos é definida por suas relações íntimas com o poder. Eles se ferram quase sempre, mas têm a sensação de que ESTÃO no poder, de que SÃO o poder. Em tempos de Lula, eles avançam muito mais, enriquecem mais e mais, mas guardam uma sensação de que não estão no poder. De que o poder está com os trabalhadores, não com eles. Isso nem de longe perturbaria o sono de qualquer empresário inglês, por exemplo. Mas tratando-se de um provinciano e afetado empresário pauliista, signifaca um pesadelo. Ele preferiria ser pobre, mas sentir a sensação de que estava no poder, assim como um parente de um prefeito de cidade do interior.

    José

    15 de abril de 2010 às 18h54

    Com Serra não haveria diálogo, reivindicações dos trabalhadores ligados ao governo federal – administração direta e indireta – seriam tratados a coice, com achatamento salarial, nenhum reajuste, e a resposta seria uma gigantesca onda de greves… e o resto você deduz.
    O que os empresários teriam a ganhar com isso?

    yacov

    15 de abril de 2010 às 20h32

    Não tenho tanta certeza disso, Pedro. NUNCA NA HISTÒRIA DESSE PAÌS os empresários faturaram tanto. Então porque mudar o governo??? Só porque o LULA não tem diploma?? Porque a massa do LULA não é cheirosa??? Acredito que o empresariado brasileiro é mais pragmático que isso, mesmo as antas esnobes de São Paulo.

    FORA PSDBiscates DEMentes e PIg'SS!!!
    QUERO LULA DE NOVO QUERO DILMA 2010 MEU POVO!!!

    francisco.latorre

    15 de abril de 2010 às 18h52

    pesquisa?… datafolla?…

    compre um bonde.

    ..

amores

15 de abril de 2010 às 15h43

me parece que o Eike e o Abilio vão de Dilma

Responder

    Alexandre Porto

    16 de abril de 2010 às 00h47

    Estou mais interessado é nos funcionários das empresas desses caras;

    francisco.latorre

    16 de abril de 2010 às 04h52

    esses vão junto. aliás já estavam lá.

    e grande parte dos fornecedores e clientes. também vão com dilma.

    ..

    só os lacaios do império… e os neuróticos reacionários… e a classe média encabrestada anacrônica… ainda esperneiam.

    dilma 2010. inevitável.

    boa essa.

    ..

neto

15 de abril de 2010 às 15h43

Empresários, pig,pps,psdb são todos da elite branco ou ( massa cheirosa ) como disse aquela minina da folha vota no serrágio, nós que samos humanos votamos na Dilma 2010.

Responder

Bonifa

15 de abril de 2010 às 15h11

Empresário paulista é assim. Prefere falir a deixar de votar no conterrâneo.

Responder

paulo chacon

15 de abril de 2010 às 15h10

Os empresários estão onde sempre estiveram, na diretona. O que importa é que seus fun cionários estarão com Lula e Dilma.

Responder

Vinicius

15 de abril de 2010 às 14h59

Mas a inflação deve subir um pouco, ainda que não seja muito.

Responder

João Aguiar

15 de abril de 2010 às 14h53

É, se é assim com o Lula, segundo esses empresários o Serra pode mais. Já o Bessinha acha que com o FHC, agora conhecido como THC, defensor da canabis sativa, indica e híbrida, e o Serra com o pó demais, tão fazendo concorrência com o PCC.
Charge do Bessinha postada no Esquerdopata:http://3.bp.blogspot.com/_VI09UZEkRY4/S8YMxABKhmI

Responder

    Mosca Porvinha

    15 de abril de 2010 às 20h00

    Ao PCC e traficantes em geral nao interessa a descriminalizaçao das drogas pois é a proibição que garante sua lucratividade (basta lembrar da lei seca que vigorou nos EUA e fez mais vítimas que o alcoolismo em si). O fato do boçal do FHC estar com essa bandeira nao significa que esse nao seja um assunto a ser discutido com seriedade. abs.

    yacov

    15 de abril de 2010 às 20h26

    Com certeza amigo. Agora, com o FHC defendendo esta causa, acho que ela, a causa, perde muito…

    FORA PSDBolhas DEMentes e Pig'SS!!!
    QUERO LULA DE NOVO QUERO DILMA 2010 MEU POVO!!

Maria Magalhães

15 de abril de 2010 às 14h48

Vcs viram hj o Bom Dia Brasil? Quanta discrepância! Noticiaram, com muita ênfase, a volta da inflação (com destaque para a informação de que vai atingir justamente a classe mais pobre.). Não adianta: eles continuam achando que o povo é bobo…

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding