VIOMUNDO

Diário da Resistência


Depois do “paraíba”, avaliação ruim/péssimo de Bolsonaro dobra no Nordeste
Política

Depois do “paraíba”, avaliação ruim/péssimo de Bolsonaro dobra no Nordeste


10/08/2019 - 15h08

Reprodução

Da Redação

Jair Bolsonaro, em comentário privado captado por microfones, dirigido ao ministro Onyx Lorenzoni, disse que dos “governadores de paraíba” o que mais desprezava era Flávio Dino, do Maranhão.

Nos dias seguintes, o presidente da República tentou se afastar da ideia de que havia apenas reproduzido um preconceito popular da elite carioca em relação aos nordestinos.

“Paraíba” no Rio é o “baiano” em São Paulo. Pejorativo contra aqueles que fisicamente construíram as duas metrópoles, com salários em geral aviltantes.

Depois da declaração, Bolsonaro foi inaugurar o aeroporto de Vitória da Conquista, na Bahia, mas num evento absolutamente controlado. “Somos todos paraíba”, disse então.

O presidente tentou se esconder atrás da primeira dama Michelle, alegando que ela é filha de cearense.

Porém, uma pesquisa XP/Ipespe divulgada por Guilherme Amado na revista Época registrou o dano: o índice de ruim/péssimo do governo Bolsonaro no Nordeste saltou de 26% para 53%.

Mais recentemente, em nova inauguração na Bahia, Bolsonaro atacou os governadores nordestinos pela criação do Consórcio Nordeste, que buscará soluções conjuntas para problemas regionais.

“Querem fazer disso uma Cuba?”, afirmou.

Os governadores do Nordeste são Rui Costa (PT), Camilo Santana (PT), Wellington Dias (PT), Fátima Bezerra (PT), Flávio Dino (PCdoB), Paulo Câmara (PSB), João Azevêdo (PSB), Renan Filho (PMDB) e Belisário Chagas (PSD).

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Notívago

11 de agosto de 2019 às 08h19

COMA MAIS E CAGUE MENOS

Foi isto que Bolsonaro disse ao explicar o seu plano GENIAL para preservar o meio ambiente. Veja o vídeo:

https://youtu.be/k8hrhArD1nU

E apresentou uma sugestão GENIAL para seus eleitores resolverem definitivamente o problema da poluição ambiental: fazer cocô dia sim, dia não. Mesmo comendo mais.

Ou seja, ele propõe uma prisão de ventre nacional, em dias alternados, com todo mundo entupido.

Não sei se todos os seus eleitores vão se ajustar a esta situação com facilidade. Por isso eu proponho que o capetão se engaje nessa campanha da seguinte maneira:

Bolsonaro, mostre como enfiar no rabo uma MAMADEIRA DE PIROCA, dia sim, dia não. Grave um vídeo mostrando essa sua experiência e a sua campanha em prol do meio ambiente será um sucesso. Mas deixe seus amigos militares de fora e no finalzinho do vídeo diga essa frase para eles: os militares podem cagar a vontade.

OBS: tudo o que Bolsonaro faz é GENIAL.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.