VIOMUNDO

Diário da Resistência


Colunista sugere que Haddad pague “20 paus” para calar críticos
Política

Colunista sugere que Haddad pague “20 paus” para calar críticos


17/12/2013 - 07h12

NÃO ENTENDO POR QUE PETISTAS DE CARTEIRINHA VIVEM CRITICANDO O HADDAD

por TÃO GOMES PINTO, no 247, em 16.12.2013

Acho que um carguinho público faria essa turma mudar de ideia e defender o prefeito, cercado de abutres disfarçados de tucanos

O que há com o Haddad que irrita tanto alguns petistas? Será que é por que é bonito? Será por que mora na Vila Mariana e não na famosa Vila Nhocuné?

Ou será por que sabe se comportar em público, não costuma dizer palavrões, nem grosserias.

Ah sim… talvez por razões ideológicas. O prefeito de São Paulo estudou profundamente o marxismo. Tem doutorado na USP na matéria.

Acho que a maioria dos petistas que critica o Haddad não gosta de quem é marxista. Prefere quem? Stalin? Trotsky?

Ou será que não gosta de quem estuda, ou estudou, modo geral? Opta pela ignorância.

Só assim se explica a campanha insistente contra as ações do prefeito por parte de “companheiros”.

Eu sei que o PT é cheio de idiossincrasias, que tem “tendência” pra cá, “tendência pra lá, é um partidinho complicado.

Mas acusar o Haddad de privilegiar a mídia golpista — a saber Folha de S.Paulo, Estadão, a Rede Globo e por aí vai, quando anuncia alguma medida…

Pera aí. Isso se chama, em propaganda, “mídia técnica”. E a realidade é dura, mas é realidade: neguinho que precisa aparecer tem de sair na Globo.

Acho que os críticos preferiam que ele não recebesse mais jornalistas credenciados na prefeitura. Aliás, devia proibir a entrada dessa corja na sede do antigo Edifício Matarazzo.

Entrevista com o Haddad? Tem de consultar antes a Sociedade dos Blogueiros, ou Federação, sei lá se existe essa entidade!

Não deve ter sede. Mas tem sêde. De cargos públicos e das suas benesses, um mal que parece atingir 10 entre 10 petistas.

Esses caras têm o poder de me irritar.

Não o Haddad. Ele não dá a menor pelota para essa turma. Mas que é chato é.

Você tem um prefeito trabalhador, honesto, um homem de cultura, capaz de sustentar um debate ideológico de alto nível, defendendo pontos de vista que são a base dos movimentos de esquerda no planeta.

E vem lá um neguinho dizendo que “tá tudo errado”, que não é assim que faz, que o Haddad não pode sair na coluna da Mônica Bergamo ou na Sonia Racy, porque isso o transforma automaticamente num sabujo da direita.

Eu citei essas duas moças porque são o top do top das notícias que interessam à burguesia. Eu leio suas colunas às vezes.

Mas não me recordo de “notinha” – como são chamadas as informações das citadas colunistas, mencionando o Haddad que tenha saído nessas colunas nos últimos dias.

Por essas – e por outras, esse pessoal que se diz PT e critica o Haddad parece que está querendo mesmo é uma “boquinha” na prefeitura.

Um salário em torno de 17, 18, 20 paus por mês faria com que eles mudassem de opinião na hora e partissem na defesa do prefeito que anda cercado de abutres disfarçados de tucanos.

PS do Viomundo: Quem fez uma crítica direta a Nunzio Briguglio Filho — que comanda o setor de comunicação da Prefeitura — na blogosfera, foi o Rodrigo Vianna, aqui. Não acompanho as lutas políticas internas do PT. Sei que existem e podem ser destrutivas. Porém, se a sugestão é que um emprego vai calar o Rodrigo, certamente quem escreveu não conhece o Rodrigo, que não precisa nem nunca precisou de emprego público para sobreviver — e não se calaria nem que tivesse um.

Além disso, sinceramente, não conheço uma só pessoa que tenha dito que o prefeito não deva dar entrevistas a quem quer que seja. As sugestões feitas são sempre no sentido de que o PT desenvolva seus próprios canais de comunicação e que apoie uma reforma na regulamentação da mídia eletrônica, em defesa da sociedade, na mesma linha da regulamentação existente, por exemplo, no Reino Unido.

Mais: imaginar que a blogosfera fale com uma só voz e seja “comprável” com empregos ou verbas revela o desconhecimento completo sobre como funciona a blogosfera. É ideia antiga, dos tempos da mídia verticalizada, em que “comprar” o topo calava toda a hierarquia. É por isso que, então, bastava a um político fazer quatro ligações: Marinho, Frias, Mesquita e Civita.

O desconhecimento, aliás, está na origem dos equívocos cometidos pelo PT em geral e por Haddad em particular na política de comunicação, alguns dos quais derivam da falta de humildade para aprender, como se não estivessemos atravessando uma revolução completa no setor por conta das redes sociais.

Parece óbvio que gastos oficiais de publicidade da Prefeitura, bem acima dos “20 paus” acima mencionados, não calam críticos, como se pode ver na capa da Folha de S. Paulo. O curioso é que essa gente convive muito bem com as críticas à direita, mas não suporta as que partem da esquerda.

O fato é que, com as ferramentas certas, é possível falar com São Paulo por uma fração do que a Prefeitura gasta em dinheiro público para falar com São Paulo, mas se a Prefeitura cortar as verbas de publicidade existentes ou redirecioná-las não haverá justificativa para manter as “boquinhas” já existentes, certo?

Tem também o fator preguiça. É muito mais simples gastar os tubos com o canhão da Globo do que desenvolver ferramentas específicas para que a Prefeitura fale diretamente com os moradores de Itaquera, sobre problemas específicos de Itaquera, por uma fração do dinheiro. Dá trabalho e ainda pode desagradar a patota.

Este site defende a extinção das verbas oficiais de publicidade, a não ser para a promoção de campanhas de vacinação e outras do mesmo gênero, com investimento do dinheiro em escolas, creches e hospitais.

Para quem está chegando agora, é importante lembrar que o Viomundo não aceita publicidade de empresas públicas, estatais ou de governos, em qualquer esfera.

PS2 do Viomundo: Outras observações tardias sobre o texto do colunista, que em nossa opinião expressam equívocos causados pela desinformação. Na atmosfera horizontal dos blogues, não há ascendência intelectual dos blogueiros em relação a seus leitores. Jornalistas da antiga estavam protegidos das críticas pelo corporativismo do editor da seção de cartas. Não é mais o caso. Aqui o leitor não é passivo, é parceiro. Tem a caixa de comentários e seus próprios meios para criticar qualquer conteúdo. Portanto, a ideia de uma “sociedade de blogueiros” malvada e controladora é fictícia e fica mais adequada no discurso de José Serra, que a adotou durante a campanha de 2010.

O recurso à formação intelectual do prefeito, marxista da USP, além de condescendente remete a algo que boa parte dos leitores de blogues rejeita, que é a hierarquia por título, sobrenome ou conta bancária. O que se discute são as políticas públicas do prefeito Fernando Haddad. Afinal, Roberto Freire e José Serra também se dizem políticos de esquerda.

Finalmente, seria interessante que o PT, petistas e oportunistas que agora se dizem petistas para mamar direta ou indiretamente nas tetas do governo centrassem o debate nas políticas públicas adotadas, inclusive a da comunicação, deixando a desqualificação pessoal para a direita, que é craque nisso.

Leia também:

“Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial”, diz Requião





33 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Marcos Antonio Silva

18 de dezembro de 2013 às 09h45

Azenha, os PSs do Viomundo disseram tudo e colocaram os devidos pingos nos “is”. O Tão desinformado foi cantar de galo e se notou que é Pinto.

Responder

Dias

17 de dezembro de 2013 às 23h49

Nesse tempo em que o rolabostismo grassa na mídia de oposição, perder tempo com Tão desesperada personagem, tentando sobreviver, não vale a pena. Que Tão consiga suas quirelas, mas não com nossa colaboração. Rema Tão, rema!

Responder

Scan

17 de dezembro de 2013 às 23h07

Repercutir texto do Tão aqui?
Nossa! A coisa tá feia…

Responder

marcosomag

17 de dezembro de 2013 às 22h34

A Globo não é mais o “canhão” que o vetusto jornalista que escreveu o texto acima acha que é. Os jornalões estão na “bacia das almas”, falimentares. Os blogs mais lidos da blogosfera de esquerda já têm mais leitores do que OESP e Folha juntos. Quem diria que o blog de um simples vendedor de autopeças, o Eduardo Guimarães, teria mais leitores diários do que o velho diário dos quatrocentões! O que a blogosfera pede ao PT no Poder é aquele golpe de misericórdia na velha mídia, uma morta-viva que ainda insiste em “agarrar as pernas” da população para tentar uma utópica salvação do precipício. Até o Deputado Garotinho fez mais contra a velha mídia do que o PT em 11 anos de Planalto! Acorda Haddad! Acorda Dilma!

Responder

Rubens Correia

17 de dezembro de 2013 às 21h37

Fora do post….Alguém pode me informar por onde anda o Franklin Martins e a Tereza Kruvinel?

Responder

Marat

17 de dezembro de 2013 às 20h18

Com exceção do transporte público, que está um lixo e teve a proeza de piorar o que o Kassab fez, o reto está aos poucos melhorando.
Acredito si que Haddad seja honesto sério e competente! O drama é que uma parcela significativa do PT (a ala da direita enrustida) fustiga tudo o que palidamente pareça ser de esquerda. Esses caras deserdam rápido e depois vão para o PSDB ou qualquer outro partido de mercado (e do mercado). Esses são uns vermes sujos que enlameiam tudo o que é ideologia. Sendo assim, é melhor darem uma de Lobão: Trocar mentiras e idiotices por um bom emprego no PIG!

Responder

denis dias ferreira

17 de dezembro de 2013 às 20h05

O Haddad mudou de endereço? Ele não morava nos Jardins? Qual o político (renomado)do PT que mora na Vila Nhocuné? Qual o político do PT que não sabe se comportar em público, que diz palavrões e grosserias? Qual partido político que não é cheio de idiossincrasias, que não tem “tendência” pra cá, “tendência pra lá, que não seja um “partidinho” complicado? Os militantes dos outros partidos não lutam por “carguinhos”? Neguinho que precisa aparecer tem de sair na Globo? E aí, Mano Brown, isso é verdade? Esse texto está recheado de mentiras e afirmações preconceituosas. Quanto aos blogueiros que buscam uma boquinha, o Azenha já deu uma boa resposta.

Responder

Elias

17 de dezembro de 2013 às 18h01

Primeiro o colunista chama gratuitamente petistas de “abutres disfarçados de tucanos”. Depois diz que Haddad é bonito e mora na Vila Mariana e sugere que petistas são feios e tem inveja de Haddad por morarem na longíncua Vila Nhocuné. Em seguida chama Haddad de educado e petistas de desbocados e grosseiros. Aí fala que Haddad estudou na USP e dá entender que petistas são ignorantes e não gostam de quem estuda. Tudo isso para defender a ideia de que o prefeito tem mesmo de usar os serviços do que ele chama de “mídia técnica”: “a saber Folha de S.Paulo, Estadão, a Rede Globo”, todos explicitamente órgãos contra o PT. Não, não aceito as colocações do famoso jornalista Tão Gomes Pinto que finge defender Haddad para atacar correliginários do maior partido do Brasil, diga-se Partido dos Trabalhadores.

PS: Quem pensa que “um carguinho”, “uma boquinha” ou “17, 18, 20 paus por mês” resolve tudo, talvez já tenha usado esse precedente na vida, ou deseja ainda usar.

PS 2: É próprio da esquerda fazer autocrítica, é dessa forma que ela aprende nos tropeços e avança nas discussões. Porque o debate é que alimenta as ideias. Então discutir comunicação no PT é mais que necessário diante de tanto bombardeio midiático contra o partido. Bombardeio que não cessa, pelo contrário, é uma artilharia que não tem dó nem piedade e que ataca 24 horas por dias, 365 dias por ano.

Responder

Alexandre Tambelli

17 de dezembro de 2013 às 17h50

Eu defendo que é cômodo para o PT o processo de comunicação dos feitos do Governo Federal centralizado nos comerciais e páginas de propaganda da velha mídia. O contraponto da notícia está nas propagandas, na lógica implementada pelo Governo Federal e pelo PT.

Tanto é que virou febre nos comerciais da TV a propaganda de governos de Estado, prefeituras e de diferentes partidos, e como é massiva essa prática dentro do Governo Federal. E anunciam, até sem lógica: Governo de Minas e Prefeitura de São Bernardo do Campo fazem propaganda nos comerciais das TVS abertas de São Paulo. Eu pergunto qual a lógica de informar sobre ações que não dizem respeito ao nosso Estado, à nossa cidade? Parecer ter resultado eleitoral.

No Paraná, o Ex-Governador Roberto Requião era bem-avaliado pela população e não fez seu sucessor, motivo? Não anunciava suas realizações na velha mídia.

Deve haver algum problema no Jornalismo da velha mídia, e nos mecanismos de informação dos governos, não é verdade? Os governantes precisarem dos comerciais e propagandas na velha mídia para dizer que inauguraram um novo hospital ou que ampliaram os produtos que podem ser adquiridos pelo programa Minha Casa Melhor?

Por outro lado.

O PT optou pela segurança do voto no pleito Federal. E de forma inteligente (para ele) e eleitoralmente percebeu que não havia uma oposição política, apenas gente de direita ou se tornando de direita aos poucos vislumbrada em aceitar uma troca de favores com a velha mídia (que vende assinaturas, adquire espaços de publicidade exclusivos, que recebe terreno público para construção privada, etc.) com o benefício do silêncio, quando das suas irregularidades administrativas; ou pequena parcela de gente de extrema-esquerda em busca dos seus cinco minutinhos de fama para atacar o PT, muito mais por ressentimento do que qualquer outro motivo. Oposição que parece não se preocupar em fortalecer suas siglas partidárias, convencer os eleitores a mudarem radicalmente o voto, através de ações práticas, programas de governo plausíveis e críticas construtivas aos 11 anos de PT no Governo Federal.

Assim, não há atualmente muito dissidente de votos no PT e no Governo Federal, existe em maior parte, isto sim! Nas oposições! Em final de 2013, parece estar consolidado um grupo grande de votos em DILMA no ano que vem, sem indecisão, como ocorre nas oposições, que sequer sabem dizer, afinal quem são os candidatos: AÉCIO ou SERRA? EDUARDO ou MARINA? JOAQUIM BARBOSA?

Foi ficando viciado o negócio PT e velha mídia, a ponto de não haver oposição política, praticamente. Muitos se fingem de aliados do PT, porque ele é Governo e alguns, que se venderam à velha mídia, numa troca de favores, esqueceram que a Política é outra coisa, não são flashes em telejornal, jornal ou revista.

Esse mundo de ficção, um mundo preguiçoso, porque você acredita que não precisa arregaçar as mangas e trabalhar/conquistar o voto, que a velha mídia faz o serviço por você, durou alguns anos e está em plena erosão. O desenvolvimento da internet e as redes sociais quebraram esse mundo de ficção e romperam com o monopólio da informação. Ninguém é mais blindado, por trocar favores com a velha mídia. De fora dela surge a informação, como é o caso das licitações fraudulentas do Metrô de São Paulo, a maioria da população fica sabendo e a velha mídia acaba por noticiá-la. Noticia muitas coisas impensadas, com atraso é certo, mas noticia, porque não tem como omitir, porque até o “reino mineral” já sabe delas. E a oposição política de direita não se deu conta ou finge que não se deu conta disso.

(O que tem de leitor novo dos blogs progressistas e dos portais de esquerda não é brincadeira – vejo pessoas que pouco tempo atrás falavam barbaridades dos “mensaleiros” e do PT, hoje, publicando textos do Viomundo, da Revista Fórum, do Nassif, da RBA, etc.). É um baita avanço!

O PT fica só de espectador da erosão das oposições. A extrema-esquerda, a centro-direita, a direita e a extrema-direita perdidas fazendo críticas descoladas da realidade, dos resultados concretos, sem se organizar como força viável de receber votos suficientes para competir com o PT, sem ser, a oposição, opção de voto consciente e com programa de governo para além do PT! Viverão até quando, apenas do discurso de voto antipetista?

Em 2012 os partidos oposicionistas ao Governo Federal angariaram apenas 20% dos votos para Prefeito e Vereador.

Nessa realidade o PT disputa a eleição com a velha mídia, e como a velha mídia não pode se candidatar ele vence, afinal disputa a eleição contra ele mesmo!

O PT por não se vender a velha mídia, joga o jogo do comercial, da propaganda e dá dinheiro aos montes para a velha mídia: é público e notório. Porém, não há troca de favores, como assinaturas, disponibilização de terrenos públicos para empresa privada, etc. Então, quando for possível romper com a propaganda na velha mídia ele pode deixa-la afundar de vez.

Irão dizer que o contrário pode acontecer antes, e que a velha com uma mãozinha do Judiciário é quem pode afundar o PT. Eu duvido por hora. A ausência de oposição política é muito acentuada no Brasil e como disse: a velha mídia pode atuar como partido político e ser a verdadeira oposição, falar mal do PT 24 horas por dia, que não faz tanta diferença: ela não disputa eleição e não tem votos!

E, no meio de tantas contradições da velha mídia, como por exemplo, defendendo a punição de petistas, o tempo todo, por causa do “Mensalão” e abrandando nas críticas para com o PSDB, em quase toda denúncia; ou, em de repente, dizer para o seu leitor que o “Mensalão” foi apenas caixa dois, oito anos depois, como fez a Revista Veja na última edição, a credibilidade deles está diminuindo consideravelmente.

O PT assiste de camarote. Para que mexer com a velha mídia, agora? A dita cuja está perdendo audiência e leitores de forma progressiva. O JN, sua maior vitrine, que tinha nos tempos áureos 60% de audiência, hoje, está na casa dos 20%.

A política suicida da velha mídia e seus políticos aliados só favorece ao PT, eleitoralmente, e a mais ninguém! Com ou sem mecanismos precisos de comunicação do Governo Federal ele continua bem votado e bem cotado para a eleição de 2014.

Talvez, uma autocrítica maior deva ser feita, fora do PT, não dentro dele. Afinal, como se explica que um Partido que se comunica “tão mal”, segundo lemos muitas vezes, com a população ganhe três vezes seguidas a eleição no País que é a sexta economia do mundo? E, como, se explica que tem tudo para ganhar em 2014? Será que o PT é que está fazendo tudo errado? Ou, as oposições é que não se acertam? Será que não somos críticos demais para com o PT?

E a parte da esquerda fora do PT ou da base aliada? Não é hora de ela refletir suas ações políticas para crescer? Ser uma força capaz de empurrar o PT para a esquerda de vez? PSOL, PSTU, PCO, PCB, etc. onde estão seus votos?

Responder

Roberto Ribeiro

17 de dezembro de 2013 às 16h49

Luiz Carlos Azenha, ontem pela manhã sugeri no meu comentário no face do Edu Guimarâes e no twitter que Fernando Haddad não desse entrevistas à Folha, Estadão, Veja, Globo, etc. Se ele fizer isso não perderá nada. Muito pelo contrário…

Responder

Hélio Pereira

17 de dezembro de 2013 às 13h41

Eu acho que o Prefeito Haddad vem cumprindo todas as Promessas de campanha,mas certamente vem falhando na comunicação com a população de SP.
Haddad acabou com a Taxa de Inspeção Veicular,que foi uma das principais Promessas de campanha,mas quem é que sabe disto ?
Haddad prometeu criar 280 Km de Faixas exclusivas pra onibus,priorizando o transporte Coletivo,isto em 4 anos,já criou mais de 300 Km,também ninguém sabe disto,pois a “Foia” e a Globo só citam o “caos’ no trânsito,causado segundo eles pelas Faixas Exclusivas de onibus e a Prefeitura se mostra incapaz de divulgar a verdade.
Haddad prometeu criar o Bilhete unico mensal,com custo de 140 Reais por mes,parece que ninguém percebeu que o Prefeito cumpriu também esta promessa.
Haddad prometeu corrigir o IPTU baseado no Valor Real dos imoveis,cobrando mais dos Imoveis de Alto Padrão e reduzindo o IPTU da Periféria,cumpriu,mas esta sendo BOMBARDEADO pela midia,que conseguiu colocar contra o Prefeito ate quem vai ficar isento deste pagamento.
A comunicação da Prefeitura esta uma lástima,mas não sera injetando Dinheiro na Folha e na rede Globo que o Prefeito vai melhorar sua imagem.

Responder

    Felipe

    17 de dezembro de 2013 às 14h42

    Infelizmente os problemas da cidade estão além das promessas de campanha. Vc aderiu ao bilhete único? Vc acha que R$230,00 reais de integração ônibus metro compensa?
    Tem ora que o marketing comfunde a gente, mas a realidade está aí…

    Clarivaldo Freire

    17 de dezembro de 2013 às 16h33

    Algum fundamento na crítica ou só a crítica por ela mesma garante a grana no final do dia?

    Cada comentartista…

Edgar Rocha

17 de dezembro de 2013 às 13h13

Taí. Gostchei! Sempre aquele discurso de que quem atrapalha o PT é o próprio PT. Uma afirmação pra lá de furada de que, uma vez eleito o candidato do PT, este deve ficar quieto, não mais reivindicar, não mais usar a voz, por que já estão representados e questionar ou reivindicar é o mesmo que atrapalhar. Isto é velho. Vem do tempo da administração Erundina. E nós sabemos o resultado: neguinho da militância ia cobrar o que foi prometido recebia um cala-boca. Político de direita chegava nas regionais e nem marcava hora. era recebido com cafezinho e tudo mais. Os administradores acreditavam que, assim, abririam um cana de diálogo com o diferente. Estariam, “cooptando”. E os movimentos sociais que se ferrassem e engolissem calados este absurdo. Já sabemos que esta prática cresceu e deu no que deu: de quem foi a brilhante ideia de “cooptar” o Marcos Valério? sobrou pro Genoíno, né? Quando um petista vem com essa de que militante criticando ou cobrando atrapalha, eu já sei o que dizer: na bunada não vaidinha?

Responder

Aroeira

17 de dezembro de 2013 às 12h59

PETISTA ESMURRANDO PETISTA? POIS O SAAD SABE MUITO BEM O QUE QUER.

Fonte: Conversa Afiada
http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2013/12/17/saad-da-bandeirantes-ameacou-haddad/

Saad da Bandeirantes
ameaçou Haddad

Kassab deu a Johnny 25 anos para explorar os pontos de ônibus de São Paulo. Viva o Brasil !

Johnny é imparcial. Não toma partido !

Na entrevista aos blogueiros sujos, o prefeito Fernando Haddad contou que percebia que um certo “grupo de comunicação”, que tem tevês, rádios, cabo, e uns jornalecos gratuitos, fazia sistemática campanha contra o Governo dele, em todas as mídias.

Achou aquilo atípico, mesmo num ambiente em que o PiG (*) quer destrui-lo, pelo simples fato de ser do PT.

A perseguição se tornou tão aguda, que ele, Haddad, ligou para o dono do suposto “conglomerado” e perguntou se aquilo se devia a alguma falha do Governo, que não dava informação, não era transparente.

Queria saber a razão daquele cerco implacável.

A resposta foi simples.

Dei instruções a todos os veículos de minha propriedade para atacar você de forma sistemática, desde que você aumentou o IPTU, respondeu o falso Roberto Marinho.

Quem é o grande comunicador ?

Johnny Saad, dono da Bandeirantes.

Como se sabe, desde os bons tempos de Ademar de Barros, a família Saad é proprietária de muitos imóveis urbanos em São Paulo.

E a atualização da planilha do IPTU de Haddad é um Robin Hood: cobra mais dos ricos, como Saad.

É assim que funciona o PiG (*), amigo navegante.

A sorte é que Saad tem um pequeno problema.

Audiência.

A Bandeirantes, desde que saiu das mãos do velho, o seu João, para o primogênito é o que é: irrelevante.

Virou um braço desarmado da UDR.

Desarmado.

Como a TV Bandeirantes.

Uma empresa de negócios imobiliários.

Em tempo: Haddad fez questão de informar aos blogueiros que não ia identificar o Grande Comunicador, porque se tratava de uma conversa privada e ele não cometeria a grosseria. O grosseiro, no caso, é o ansioso blogueiro, que identificou Saad em outra fonte.

Em tempo2: ao deixar o Governo, Kassab assinou com Saad, por 25 anos – 25 anos !!! – um contrato de exclusividade para que Saad possa explorar a publicidade de TODOS os pontos de ônibus de São Paulo. Está aí um bom tópico para um cidadão paulistano empreender uma ação popular, não, amigo navegante ?

Responder

    Elias

    17 de dezembro de 2013 às 16h12

    Seu comentário leva a crer que Datena (BandTV) joga enquete no ar sobre o IPTU – em programa policial – seguindo às ordens do dono da emissora. Primeiro Datena mete o pau no IPTU, na prefeitura, cita Haddad e depois faz a enquete. Seus telespectadores, óbvio, votam em massa contra o imposto e por tabela o prefeito vai perdendo popularidade. Se a Secretaria Municipal de Comunicação não faz nada, a gente tem que pôr em prática os meio que temos, e o blog é um deles.

ricardo silveira

17 de dezembro de 2013 às 12h53

Nada a acrescentar aos comentários do Viomundo, que me parecem exatos, apenas uma observação: o ódio que a direita e parte da esquerda têm em relação aos petistas é uma coisa impressionante, e parece que cresce mais e mais à medida que ninguém, a não ser a própria turma, os escuta. Talvez seja o caso de procurarem um psiquiatra.

Responder

JoãoP

17 de dezembro de 2013 às 12h52

Pensei que esse Tão já estivesse aposentado…ele poderia passar à aposentadoria sem esses magníficos “PS” do Viomundo. Viva os blogs “sujos”! Vida longa para o Viomundo!
Alô Haddad, ou você se comunica com quem tem votos ou você perde todas… Esqueça o PIG e seus cupinchas!

Responder

Lucas G.

17 de dezembro de 2013 às 12h31

é o Stalinismo de setores petistas que não aceitam crítica pela esquerda. É só ver que o post de ontem sobre a crítica do MPL ao bilhete mensal já foi retirado do destaque daqui do Viomundo devido ao baixíssimo nível dos comentários de gente que não aceita divergência na esquerda.

Responder

FrancoAtirador

17 de dezembro de 2013 às 12h16

.
.
Como bem afirmou o Rodrigo Vianna no post acima indicado,

o maior erro de governos petistas, na área de comunicação,

é precisamente “legitimar” a Mídia Empresarial antipetista

“como foro onde se dá o debate político” no Brasil.

Não há militante consciente que possa tolerar essa atitude.
.
.

Responder

Felipe

17 de dezembro de 2013 às 12h08

Não posso negar que a zeladoria da cidade melhorou com o haddad. As praças que cruzo no caminho de casa pro trabalho viviam com a grama alta agora vivem cortando a grama, mas é só.

me decepcionei com:
– A postura do prefeito contra o povo durantes as manifestações .
– Corredores de ônibus traçados de forma atabalhoada, mtas vezes sem sentido;
– A postura Hobin Hood sobre o IPTU, sem abrir canais de comunicação para o cidadão incomodado com seu imposto possa solicitar revisão de seu caso;
– A cidade tá em espírito de guerra, quando um transporte público bom e eficiente melhoraria isso, o que o bilhete único mensal poderia contribuir muito, pra mim foi uma grande decepção, foi marketing de campanha, lamentavelmente.

Eu considerava o prefeito uma nova cara na política, mas percebi que ele governa de um jeito velho…

Responder

Luiz Gonzaga, da Bahia

17 de dezembro de 2013 às 12h03

Esse tal de tão falando “pelota” me lembrou Lobão, aquele que fala de tortura tipo “arrancar unhazinhas” tomando sorvete.

Responder

Julio Silveira

17 de dezembro de 2013 às 11h47

O PS do Viomundo foi preciso na resposta. Retirou de minha mente todas as palavras que gostaria de ter usado para responder a mais esse burguês metido a socialista e o PT está cheio deles, muitos nos altos escalões de poder deste país, que acostumou seus políticos a enxergarem a cidadania por cima como se devessem se comportar como correia de transmissão para seus atos geniais.

Responder

Bacellar

17 de dezembro de 2013 às 11h39

SP é um monstro. SP é o caos. SP apresenta todos os sintomas da doença social que atinge as megalópoles mundo afora, principalmente as do terceiro mundo. Todos os setores são problemáticos: Meio-ambiente, saúde pública, trânsito, cultura, educação, lazer, esportes, sistema imobiliário, rede de esgoto, enfim tudo. Consertar SP é impossível. Simplesmente é gente demais vivendo espremida. Some-se a isso um ideário coletivo individualista e neurótico e temos essa coisa aqui que infelizmente chamo de minha terra…
Mas ter um prefeito que atua no sentido de amenizar tais problemas, diferentemente das gestões anteriores de Serra e Kassab ou dos anos do malufismo onde a prefeitura era agente acentuador deles, é um benefício temporário do qual a cidade (nós os habitantes) não pode se dar ao luxo de desperdiçar. A esquerda precisa fechar com Haddad e brigar pela viabilização de seus projetos.

Responder

Cartel de pobres

17 de dezembro de 2013 às 11h34

´
Hadad é leeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeento!

Mas começa a se mexer. Melhor.

Responder

José BSB

17 de dezembro de 2013 às 11h18

O Haddad deve gastar pouco com propaganda.

Responder

Dinho

17 de dezembro de 2013 às 11h08

Sempre achei que o Hadad tem projetos carreiristas e a blogosfera não cai bem nos planos dele. É o PIG que constrói as celebridades, ainda.

Responder

Gerson Carneiro

17 de dezembro de 2013 às 10h14

Haddad reuniu meia dúzia de blogueiros no final da tarde de segunda-feira, 16.12.2013, para debater dentre outros temas a péssima comunicação do seu governo. Hoje fiquei sabendo que o vídeo da entrevista não foi disponibilizado pela Secom do Haddad. Se fosse entrevistado pela imprensa que sacaneia o Haddad com certeza esse vídeo estaria disponibilizado. O autor do texto introdutório do post deve estar muito contente. Ou, mais uma vez, não entendeu nada.

Responder

José X.

17 de dezembro de 2013 às 08h53

Mau-caratismo do tal tão. Próxima.

Responder

Zezé Sette

17 de dezembro de 2013 às 08h38

Liberdade de expressão inclui naturalmente o direito de “colunistas” como esse dizer e escrever besteiras, mas fiquei indignada com o texto justamente pelos pontos que vc abordou, Azenha. Ótima resposta!

Responder

Gerson Carneiro

17 de dezembro de 2013 às 08h38

Ah sim. O Azenha usou esse texto como introdução ao dele. Compreendido.
Porque o texto em si é uma síntese das bobagens que aquele manjado grupinho desonesto, de má-fé, escreve na caixa de comentários desse blog. Ou seja, pela fundamentação usada pelo autor não teria espaço de destaque nesse precioso blog.

Ainda ontem, 16.12.2013, o Haddad reuniu uma meia dúzia de blogueiros para fazer uma graça. Como se sabe, Haddad está em apuros com a imprensa referida pelo autor do texto introdutório desse post. Não fosse isso, ignoraria de pronto os blogueiros, como tem feito após vencer as eleições.

Não acompanhei a tal entrevista mas hoje não fiquei surpreso quando li a seguinte informação no Blog da Cidadania, do blogueiro Eduardo Guimarães, um dos entrevistadores:

“PS: O prefeito Fernando Haddad não quis revelar o nome do tal ‘grande grupo de comunicação’ que praticamente o ameaçou.”

Resumindo: reuniu meia dúzia de blogueiros para, intimidado com a imprensa, negar informação.

Essa covardia sim desanima e irrita a militância.

Em suma: Mais do mesmo. Procura blogueiros apenas para fazer média quando está em apuros.

Nem precisa ser petista de carteirinha para entender porquê petistas de carteirinha vivem criticando o Haddad. Basta ser honesto.

Responder

    Rodrigo

    17 de dezembro de 2013 às 09h45

    Alô Gerson,

    um único reparo:
    Falar em ameaça de um grande grupo de mídia hoje em dia nem precisa dizer o nome… Afinal eles são todos um partido só, o PIG, e fazem sempre tudo combinado, um bate no IPTU, outro reclama da corregedoria, outro martela o corredor de ônibus, depois eles trocam, um fala o que o outro falou, o outro fala o que o um disse… é uma fezta! Todo dia o dia inteiro, no rádio, tevê, Internet, jornalzinho gratis no farol… enfim, eles todos são um só.
    Enfim, tô de acordo que tinha que ter mais entrevista com blog e menos pro pig.

    J Fernando

    17 de dezembro de 2013 às 11h36

    Citar nome sem ter provas robustas é suicídio. Então, no caso da não citação do grande empresário de mídia (que todos já sabem que é o Saad da Bandeirantes), ele está certo.
    Gerson, você está aqui há anos, acompanha os blogs e participa ativamente. Eu admiro muito seu ativismo mas, você sabe muito bem que não é assim: não pode sair para o confronto acreditando que vai ganhar de nocaute. A mídia, a que tem tvs e jornais, seja uma band ou globo, ainda detém muito poder.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding