VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Sensus: 54,6% identificam Dilma com continuidade de benefícios sociais e econômicos


17/05/2010 - 16h28

A CNT/Sensus divulgou hoje nova pesquisa de intenções de voto à Presidência da República. Foram feitas 2.000 entrevistas entre os 10 e 14 de maio nas cinco regiões do Brasil.

“O país encontra-se em momento extremamente favorável, com Lula e o Governo atingindo índices recordes de aprovação. Dilma Rousseff aparece pela primeira à frente de José Serra nas eleições presidenciais”, avalia a pesquisa Sensus. “A população pede a continuidade da política econômica e social no país, e a legitimidade do Governo possibilita a complementação das reformas necessárias.”

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



40 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

william porto

18 de maio de 2010 às 22h39

ninguem deve estranhar que o datafolha tenha procurado colocar uma pergunta fazendo uma ilacao sobre terrorismo. vao fazer muito mais, vao tentar de tudo, todo o arsenal fascista, dai o porque se deve tentar plebiscitar a campanha em torno do lula e do seu governo, conytra ou a favor, quem e favor do lula vota em dilma, quem e contra volta no luiz gonzaga em compotas, o serra agora ta dando uma de gnzagao, era so o que faltava, e pena stanislaw ponte preta nao estar vivo. acho que a campanha deve ser em torno do lula. e priu.

Responder

Jairo_Beraldo

18 de maio de 2010 às 16h47

"O PSDB quer que o TSE multe Lula, Dilma e o PT em R$ 250 mil ou valor correspondente ao custo da propaganda. A legenda de oposição também pede que o PT seja punido com a perda do direito de veicular sua propaganda partidária no segundo semestre de 2011." A falta de projeto, discurso, leva incompetentes a tentar esconder ou desqualificar quem faz e sabe fazer as coisas. Lamentável, a posição do tucanato!

Responder

marco antonio

18 de maio de 2010 às 16h04

Que feio esta “Folha de São Paulo” esta fazendo, com sua DATAFOLHA, APELANDO… Olha só as perguntas no Questionário da dita cuja, tentando induzir o eleitor ao negativismo da Dilma (associando-a ao terrorismo, da mesma forma que o General fêz):
P.23 Você diria que é a favor ou contra a punição de pessoas que torturaram presos políticos durante a ditadura?
P.24 Você é a favor ou contra a punição de pessoas que praticaram atos terroristas contra o governo durante a ditadura?
Não adianta ficar mentindo, chamando-a de terrorista sem provar, para tentar colar uma imagem que não é a verdadeira; isto é crime e o criminoso é a “Folha de São Paulo”.

Responder

Carlos

18 de maio de 2010 às 12h20

LULA x FHC em números da economia:http://www.conversaafiada.com.br/economia/2010/05

Responder

Carlos

18 de maio de 2010 às 11h39 Responder

Otavio

18 de maio de 2010 às 13h43

O porquê do silêncio do PSDB sobre as pesquisas, por Ricardo Noblat. http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2010/05

Responder

Feio Feldman

18 de maio de 2010 às 12h10

Queremos Quercia para Presidente.

Responder

    Carlos

    18 de maio de 2010 às 16h49

    Me inclua fora da conjugação.

Matheus Nahkur

18 de maio de 2010 às 05h34

impressão minha ou o novo site de política do estadão deturpa a pesquisa e coloca o serra bastante na frente?http://politica.estadao.com.br/

Responder

Gerson Carneiro

17 de maio de 2010 às 23h39

E o Serra desembarcou hoje em Juazeiro do Norte, no Ceará, vai ficar dois dias na região, disse que foi pedir a bença a Padim Ciço. Humm, ai ai… faltava essa: devoto de Padim Ciço.
(deve tá passando muito mal com o calor que está fazendo lá).

Responder

    @marisps

    18 de maio de 2010 às 10h57

    Padim Ciço deve ter zarpado quando soube desse visitante! Tá correndo até agora! ;-)

    Gerson Carneiro

    18 de maio de 2010 às 11h54

    rsrsrsrs… Fico imaginando o Serra no sertão do Ceará (mais perdido que turista norte americano no interior do Irã).

    Fico imaginando ele se aproxmando de um menino, pedindo informação:

    – Ôh meu, tem Mc Donalds aqui?
    – Que diacho é isso?
    – Lanchonete, lugar pra comer, almoçar.
    – Aqui num tem esse MaquiDonis não sinhô. Se o sinhô quiser encher o bucho vai ali perto da rodoviária. Lá tem buchada, sarapatel, sarrabuio, tripa de porco, mocotó, mocó muquiado, preá assado, teiú, e ainda tem corró frito.

Gerson Carneiro

17 de maio de 2010 às 23h26

A Marina Silva acertou com o dono da Natura para concorrer como seu vice. Pura jogada de marketing pois, a Marina Silva não conseguirá se eleger presidente, e a Natura terá uma possibilidade real de aumentar suas vendas. Nada mau:
tudo verde no Partido Verde.

Responder

Gerson Carneiro

17 de maio de 2010 às 23h19

E qual a percentagem dos que identificam o Serra com os pedágios mais caros do mundo e o descaso administrativo do Estado de São Paulo? (como as obras do metrô, vigas do rodoanel, incêndio em favelas, alagões, e incêndio no Butantâ)

Responder

Antonio

18 de maio de 2010 às 01h38

Há pouco tempo, com certo sacrifício, não sem antes me preparar com medicamento anti-enjoo, assisti até o final o "noticiário" do Jornal Nacional (nacional de que país?).
Os calhordas dos editores mais uma vez omitiram a pesquisa Sensus – que confirma a do VoxPopuli – da vantagem da Dilma sobre o famigerado Serra.
Como enquadrar e classificar tamanha parcialidade, que beira à canalhice, à desfaçatez, ao descaramento, à infâmia, à ignomínia, à falta de caráter, à deslealdade, à desonestidade, ao descrédito, à desonra, à pouca-vergonha, ao atrevimento, à empulhação, à vileza, ao afrontoso, à pusilanimidade e à putatividade desta concessionária de serviço público?

Responder

    Paulo

    18 de maio de 2010 às 02h02

    Antonio,
    nao pude assistir o JAlmoço e nem mesmo o JN… o que eles falaram do acordo com o Irã??

    Antonio

    17 de maio de 2010 às 23h31

    Com bastante destaque logo no início, porém muito menos do que a um jogador de futebol da seleção (óbvio) e com muito destaque também óbvio, para as posições céticas dos EUA, de Israel, e das opiniões contrárias de dois "expoentes" do DEM e PSDB (ressalvando o Pedro Simon elogiando a vitória da política pacifista do Lula). Postei no G1 numa coluna política este mesmo texto aí de cima, tou aguardando os facínoras publicarem.

mac

17 de maio de 2010 às 21h17

Claudio Lembo tomou uma surra dos comentáristas do Terra ,hoje !
http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI44…

Responder

Milton Hayek

17 de maio de 2010 às 21h09

O ONIPRESENTE continua impagável!!!!!!!!!!KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
http://blogdoonipresente.blogspot.com/2010/05/eu-

Eu não vou nada bem…

SENSUS:

Dilma 35,7% X Serra 32,2%

Vox Populi:

Dilma 38% X Serra 35%

E você, JOSÉ SERRA. Como Vai?
http://www.youtube.com/watch?v=Q78Yuu2gBEE

[youtube Q78Yuu2gBEEhttp://www.youtube.com/watch?v=Q78Yuu2gBEE youtube]

Responder

    Marat

    17 de maio de 2010 às 21h38

    Eu fico imaginando o séquito lambedor de botas, os "jornalistas" do PIG… Ouvi dizer até que o estoque de Lexotan acabou em São Paulo. rsrsrsrs

Jairo_Beraldo

17 de maio de 2010 às 21h04

Deu no PHA

O Ministro do STF Marco Aurélio Mello deu a senha para o Golpe. A Dilma corre sério perigo.“A Senha – Mais do que qualquer outra expressão ‘abuso dos meios de comunicação’ usada pelo Ministro Marco Aurélio Mello no julgamento que multou o PT … a pena prevista é clara: cassação do registro da candidatura.” Vale lembrar que na campanha presidencial de 2006, como presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ele não disse que o Lula ganhou, mas, sim, que, diante do número de votos a apurar, o Alckmin não podia mais ganhar.
Imparcial, transparente e primo do Collor!

Responder

JSB

17 de maio de 2010 às 20h36

Desde os primórdios da nossa raça, alguns humanos, depois agrupados em seitas, legendas, partidos ou seja lá mais o que for, acreditaram na capacidade de manipulação dos seus semelhantes. Temos assistidos, graças sobretudo a esta nova e extraordinária capacidade de comunicação – a rede – como ainda funciona, principalmente por estas bandas, esta empulhação. É de vomitqar! Como pode comunicadores, políticos, magistrados e etc e tal, alardear o "precisamos fazer", "precisamos contruir", "precisamos ordenar… proteger… cuidar… regular… resgatar… sanear… resolver…" desculpem-me, mas que %@#$%@#%@#%. Um iluminado, monoglota, operário, obstinado, com os pés no chão (obrigado Da. Marise), diz e age, não sómente como se uma nova era da humanidade fosse possível, mas como se esta nova era seja necessária.

Numca mais, nunca mesmo, vou continuar prestando atenção quando alguém começar a expor algo com "o negócio é o seguinte…". Às favas com todo este engodo. VIVA para a nossa espécie, VIVA a raça humana, VIVA para todos os seus representantes ilustres de todos os tempos. Um VIVA especial para um dos seus mais ilustres, que realiza milagres, via política, de forma contínua e estonteante. Um baile fantástico, um primor ao nível de Mozart, Newton, Beetoween, Darwin, Einstein, Freud, DaVinci – um ser elevado, que acredita, que pode, que olha nos olhos e fala com a alma. VIVA Lula, que você ainda consiga muitas outras transformações. Estou feliz e poder viver na sua época, ainda que enojado como tenho compatriotas agindo com tamanho desprezo pelos seus semelhantes, por seus interesses medíocres, sem nenhum valor para a nossa espécie.

Responder

Marat

17 de maio de 2010 às 20h33

Creio que devamos chamar a Regina Duarte para dizer que tem medo de o Serra ganhar…
Creio que devamos chamar a FIESP para dizer que os empresário sairão do Brasil de o Serra ganhar…
Creio que devamos chamar os que desejam paz e prosperidade para dizer que tem medo de o Serra ganhar…
Será que o PIG ainda não percebeu que quem representa o atraso e o perigo é o candidato deles? Será que dinheiro sujo vale a pena com que eles escrevem?

Responder

mac

17 de maio de 2010 às 20h27

É esse o teto do tucano. Não sai disso. E nem tem como. Conhecido por 97% da população, sair disso só se for pra menos!!!

Responder

Guilherme Milani, SP

17 de maio de 2010 às 20h18

SP bateu record de arrecadação no ano passado. Entretanto, a cartilha tucana, seguida há 16 anos sem restrições, manda represar esses recursos. Afinal, distribuir renda pra quê? Funcionários do TJ paulista ñ recebem a data-base há 2 anos (DESCUMPRIMENTO DA LEI A OLHOS VISTOS E NINGUÉM FAZ NADA) e programas sociais são diminuídos, entre outras sandices. Até quando, SP, até quando? Pelo menos o Brasil parece ñ sofrer mais dessa letargia tucana. O fato é que SP "se acha", mas na verdade se isola casa vez mais, mostra a todos o seu atraso, sua arrogância sem conteúdo. Coitados dos poucos paulistas que têm espírito de cidadania. O resto é massa de manobra, moldada nas escolas públicas de péssima qualidade com as bênçãos da malfadada progressão continuada. Gente que se derrete por um jingle bonito sem se preocupar com o conteúdo da música. Propaganda bem feita invade cérebros vazios com uma facilidade… por isso essa tucanada se enraizou aqui. Deus nos livre de mais 4 anos disso!

Responder

    humborges

    18 de maio de 2010 às 01h45

    Eu acho que com o Suplicy como vice do Mercadante e a desconstrução do mito de gestão 10 de psdb e de serra no governo estadual em frangalhos depois de 16 anos de tucanagem com todas as mazelas (enchentes, porradas em trabalhadores que fazem passeata por salários, aumento de homicídios, do pcc, secretario de segurança e vice demitidos por corrupção, assalto dentro de delegacias, delegacia trancada por fora por bandidos, armadilha$ dos pedágios (que impedem cada vez mais o livre transito do cidadão sem dinheiro, educação deteriorada, corrupção (Alstom) e acidentes de engenharia de obras (tragédia do metrô em Pinheiros, queda das vigas do viaduto do rodoanel) e o contraditório jornalístico da blogosfera à grande imprensa golpista informando melhor o cidadão paulista e a puxada prá cima que o Lula dá aos candidatos que apoia, DESDE QUE O POVO SAIBA QUAL É, como eu disse no início, eu acho que o PT e seus aliados tem grandes chances de derrotar o picolé de xuxu e seu Orestes.

mac

17 de maio de 2010 às 20h18

Wagner lidera na BA com 41%
http://ultimosegundo.ig.com.br/eleicoes/wagner+li

Responder

    Renato Lira

    17 de maio de 2010 às 23h57

    Eduardo Campos em Pernambuco dá uma surra no peemedebita tucano e inventor de factoides maraJarbas Vasconcelos:

    Eduardo 57% .

    Jarbas 28%.

Milton Hayek

17 de maio de 2010 às 19h46

http://diariogauche.blogspot.com/2010/05/direita-brasileira-esta-beira-de-um.html

Direita brasileira está à beira de um ataque de nervos

Oposição formal se desmoraliza a cada semana

Depois que um instituto de pesquisas de intenções de voto deu vantagem técnica (pela primeira vez) à candidata lulista, Dilma Rousseff, e que o presidente Lula logra êxito extraordinário no acordo nuclear com o Irã, a direita do Brasil pode se preparar para o pior.

Uma leitura dos jornais de ontem e hoje, já dá para suspeitar do que vem por aí. Choro, ranger de dentes e muita guerra de nervos para desmontar o que parece inevitável: mais uma vitória do lulismo. Melhor dito: mais quatro anos de sereno para a velha direita golpista brasileira.

Lula está conseguindo êxitos sobre êxitos, tanto na política interna, quanto na externa. O acordo de Teerã, costurado ontem, é uma plataforma de lançamento para novas conquistas internacionais para o País, mas especialmente para o ex-metalúrgico, que acaricia o sonho de dirigir a ONU, em 2012.

O presidente Lula obteve um arco de alianças inédito na história brasileira, que vai dos banqueiros, financistas, especuladores, rentistas, passando por parcela do agronegócio de exportação, patronato industrial, classe operária urbana, pequenos agricultores e subproletariado. Fora desse bloco pró-lulismo, heterogêneo e desorganizado, estão os setores de classe média urbana com veleidades estético-culturais formatadas pelas falsas tendências apontadas pela mídia oligárquica – orientada por uma abstrata matriz de mundanidade e consumismo estadunidense.

Sem querer ser economicista, há que se reconhecer o relevante – determinante mesmo – papel da economia no trançado que logra cimentar classes e frações de classes tão desiguais sob a hegemonia política do lulismo tout court (seja lá o que essa novíssima categoria queira significar, tarefa acadêmica para muitas décadas de estudos e investigação científica).

O êxito econômico do País, sob o lulismo, tem garantido a coesão social e a estabilidade administrativa, mesmo que sob intensa luta de classes manifesta no tecido estatal e abafado pelo prestígio do presidente.

A oposição formal está aturdida pelas próprias contradições e rachas na tradicional base de apoio político, ficando o papel de porta-voz político aos meios de comunicação, que fazem o que podem e o que aprenderam desde sempre, quando sentiram-se ameaçados nos seus permanentes privilégios – conspirar contra as instituições e forjar crises falsas para que evoluam para crises reais.

Tarefa inglória e fracassada, até o momento.

Ao PIG, só resta a crise de nervos mesmo.

Responder

Paulo Achilles

17 de maio de 2010 às 18h42

Mês passado eu já falei que havia batido um desespero na blogesfera que o PT não reagia. Calma gente esta eleição é de um turno só, com lula pedindo votos de 67% pra cima. Sem pedidos de lula 56% para cima. A surra vai ser grande.

Responder

    Jairo_Beraldo

    17 de maio de 2010 às 20h04

    Desce das tamancas, Achilles…Lula deu show no acordo com o Irã, por ter humildade. E humildade ,canja de galinha e bom senso, não fazem mal a ninguém.

Jairo_Beraldo

17 de maio de 2010 às 18h27

Dilma passou Serra.Novamente vamos ver a ladainha e a gritaria da mídia oficial tucana, e dos próprios tucanos. Vão dar xilique, questionar na Justiça o resultado da pesquisa. Afinal, qualquer resultado que não seja aquele que eleja o Serra, é válido.

Responder

    @marisps

    17 de maio de 2010 às 19h57

    Nunca antes na história deste país foi tão difícil ser oposição: Brasil crescendo,+ de 10 milhões de empregos criados, petróleo jorrando, pré-sal, indústria naval "de vento em popa", Presidente Superstar, continuidade com qualidade à vista, copa do mundo, olimpíadas, política externa arrasadora, gol de placa na negociação com o Irã…. humm, eu "teria pena" se não estivesse me divertindo e adorando ver esse massacre!

    Douglas Barbosa

    05 de junho de 2010 às 13h12

    Este comentário simplifica tudo ! Concordo em genêro, número e grau ! Parabéns…………..

João Fernandes - RN

17 de maio de 2010 às 18h16

Azenha, a Dilma falou com a blogesfera via entrevista ao Nassif, os links:
http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2010/05/17
http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2010/05/17

Responder

Tweets that mention Sensus: 54,6% identificam Dilma com continuidade dos benefícios sociais e econômicos; Serra, 25,9% | Viomundo - O que você não vê na mídia -- Topsy.com

17 de maio de 2010 às 17h49

[…] This post was mentioned on Twitter by Lúcia Orpham, Dilma 13. Dilma 13 said: Sensus: Maioria identifica Dilma com a continuidade dos benefícios sociais e econômicos atuais http://bit.ly/99Cq67 […]

Responder

Rafael Frederico

17 de maio de 2010 às 17h46

Nossa, por um tempo eu abandonei a idéia de vitória da Dilma já no primeiro turno, mas começo a voltar acreditar que existem chances sim. Acho que certeza mesmo só se a gente ganhar a copa.

Responder

    Jairo_Beraldo

    17 de maio de 2010 às 20h06

    Nada a ver com a Copa da FIFA…em 2006, perdemos feio, e Lula bateu nos tucanos do mesmo jeito…sem dó e nem piedade!

    João Aguiar

    17 de maio de 2010 às 22h01

    krai, véi, tudo de novo rs


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.