VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Boulos explica “sabotagem” ao Enem: o importante é falar mal do Paulo Freire
Política

Boulos explica “sabotagem” ao Enem: o importante é falar mal do Paulo Freire


28/01/2020 - 15h19

Está complicado, eu tenho conversado com ele (ministro da Educação, Abraham Weintraub) para ver o que está acontecendo. Se realmente foi uma falha nossa, se tem uma falha humana, sabotagem, seja lá o que for, temos que chegar no final de linha e apurar isso aí. Não pode acontecer isso. E nós sabemos que tudo está na mesa. Eu não quero me precipitar e dizer o que deve ter acontecido com Enem. Jair Bolsonaro, sobre o colapso do Enem.

“O problema é a forma de tratar as coisas. A forma de esconder a verdade da população, manipular as informações para esconder a incompetência do governo.  Esse governo a cada dia que passa revela de maneira mais nítida o grande erro que ele significou: milícia, crime organizado, incompetência, subserviência. Tudo isso no governo Bolsonaro”. Paulo Pimenta (PT-RS), deputado federal, sobre as falhas no Enem.

Da Redação

O Ministério da Educação descumpriu por alguns minutos a decisão judicial que impedia a divulgação dos resultados do Sisu.

Os resultados ficaram disponíveis na internet e candidatos fizeram prints e fotos, que se espalharam nas redes.

“É impressionante a incompetência de Abraham Weintraub à frente do MEC. O que mais falta para que ele seja retirado imediatamente do cargo?”, reagiu o perfil oficial do Psol no twitter.

A Justiça Federal suspendeu a divulgação dos dados do Sistema de Seleção Unificada. O MEC está sendo convocado a comprovar que foram poucos os afetados pelos erros na aplicação do Enem.

“Houve inconsistência no gabarito de algumas provas do Enem 2019 e, por isso, candidatos foram surpreendidos com os resultados de suas notas. O número é muito baixo. Até segunda-feira, dia 20, tudo será resolvido. Pedimos desculpas aos participantes do exame pelo transtorno”, escreveu o ministro em postagem no twitter em 18 de janeiro.

No entanto, o próprio presidente do INEP disse em seguida que 1% dos candidatos tinham sido afetados, ou seja, cerca de 30 mil estudantes.

Dez dias depois, nada está resolvido. Os estudantes permanecem ansiosos e sem respostas.

“É uma irresponsabilidade o Ministro afirmar que são problemas isolados. Isso é muito grave e já identificamos centenas de estudantes com discrepâncias muito grandes nas notas”, reagiu à época a União Nacional dos Estudantes.

A insegurança causada aos candidatos é o maior problema. Muitos deram duro ao longo do ano e agora estão incertos se vão perder a vaga por causa de algum erro na aplicação, correção e divulgação das provas.

Para o ex-candidato do Psol ao Planalto, Guilherme Boulos, Weintraub cumpre um papel ideológico no governo, o que leva Jair Bolsonaro a “perdoar” suas barbeiragens gerenciais.

No twitter, Boulos escreveu:

Bolsonaro agora resolveu dizer que o caos do ENEM é “sabotagem”. O momento exato da sabotagem: ” — Vou ter que trocar o ministro. Tem outro aluno do Olavo? –Presidente, ele nunca passou um dia como gestor de educação! — O importante é falar mal do Paulo Freire!” Deu nisso…

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

28 de janeiro de 2020 às 18h50

“Pela primeira vez, concordo com Bolsonaro, os erros do Enem parecem sabotagem.
O próprio governo sabota a educação brasileira e todos os avanços
que lutamos para conquistar, como o Enem, o Sisu e o ProUni.
Manter Weintraub é seguir sabotando a educação brasileira.”

https://twitter.com/ManuelaDavila/status/1222174750388244480

Responder

Zé Maria

28 de janeiro de 2020 às 18h22 Responder

Zé Maria

28 de janeiro de 2020 às 17h43

A Deputada Federal Margarida Salomão (PT=MG)
pode ter razão ao afirmar que foi “Autossabotagem”.

“Pq o que mais interessa ao governo é ver ruir
o patrimônio da Educação brasileira.
Aliás, não há maior autossabotagem
que ter Weintraub como ministro.”

https://twitter.com/JFMargarida/status/1222142217789288448

Responder

Zé Maria

28 de janeiro de 2020 às 16h38

Esse desgoverno de Bolsonaro/Guedes/Moro/LavaJato que sabotou o Brasil.
Aliás, Jair Bolsonaro foi a Maior Sabotagem da Direita na População Brasileira.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.