VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Bolsonaro recua e deixa seguidores expostos ao ridículo nas redes sociais
Reprodução vídeo
Política

Bolsonaro recua e deixa seguidores expostos ao ridículo nas redes sociais


23/03/2020 - 16h10

O tamanho da derrota de Bolsonaro, ao recuar na MP 297, é tão grande quanto sua falta de capacidade técnica. Decidiu vetar o trecho sobre suspensão de salários e contratos. Ignora que não se pode vetar trecho de MP. Só é possível pedir devolução. Vai ter que remendar o furo! Margarida Salomão, deputada federal (PT-MG), no twitter.

Da Redação

Os seguidores de Jair Bolsonaro nas redes sociais ficaram perdidos.

Primeiro, atendendo a um tweet do presidente da República, eles conclamaram os internautas a ler o texto da Medida Provisória que permitia a empregadores deixar de pagar salários a empregados durante quatro meses.

Os argumentos eram os  mais estapafúrdios possíveis, mas o central era de que a MP na verdade protegia empregos.

As bancadas de oposição repudiaram a medida:

MP de Bolsonaro é sentença de morte para milhões de trabalhadores e suas famílias

A Medida Provisória editada por Jair Bolsonaro na calada da noite deste domingo (22 de março) é uma sentença de morte para milhões de trabalhadores e trabalhadoras do Brasil e suas famílias.

Somente um monstro, cercado por uma equipe econômica insana, poderia gerar esse tipo de medida, que vai na contramão do que os países civilizados estão fazendo para proteger a humanidade dos efeitos do coronavírus.

Suspender os contratos de trabalho é jogar sobre as costas dos trabalhadores a conta dos sacrifícios que toda a sociedade tem de fazer diante do avanço da pandemia.

Em todos os países democráticos o estado está assumindo a maior parte dessa conta, aplicando todos os recursos possíveis e imagináveis para salvar as pessoas.

Bolsonaro e Paulo Guedes, ao contrário, além de não entenderem que é obrigação do governo sustentar durante a crise as famílias lançadas na informalidade e no desemprego, querem liberar também as empresas de sua obrigação mais básica com os trabalhadores, que é pagar o salário.

O único resultado desta MP será lançar milhões ao desamparo, tornando os trabalhadores e os pobres ainda mais frágeis diante da pandemia, sem assegurar a sobrevivência de micros e pequenas empresas, que são as grandes empregadoras no Brasil.

O que propomos diante da crise — em conformidade com o que se faz nos países civilizados — é a garantia de uma renda emergencial e garantia de empregos e salários para todas as famílias que vão sofrer os efeitos do coronavírus.

O que Bolsonaro e Guedes propõem é uma medida cruel, oportunista e desumana, um salve-se quem puder em que já se sabe que milhões não poderão se salvar.

Conclamamos o Congresso Nacional a devolver imediatamente esta Medida Provisória ao Poder Executivo.

Brasília, 23 de março de 2020

Gleisi Hoffmann, presidenta do PT

Carlos Siqueira, presidente do PSB

Carlos Lupi, presidente do PDT

Luciana Santos, presidenta do PCdoB

Juliano Medeiros, presidente do PSOL

Pedro Ivo Batista e Laís Garcia, porta-vozes da Rede Sustentabilidade

Bolsonaro voltou atrás depois da ameaça de que a MP seria devolvida pelo Congresso.

De maneira cruel, o perfil Haddad debochado no twitter brincou:

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

23 de março de 2020 às 23h49

Bolsonaro/Guedes/Moro
anteciparam para quarta que vem
o Feriado de Sexta-Feira Santa

Responder

robertoAP

23 de março de 2020 às 20h41

Não pode revogar uma parte da MP e acima de tudo não pode revogar por Twitter.
Dois Malucos no Mundo da Lua.

Responder

Zé Maria

23 de março de 2020 às 19h24

“É patético Guedes vir dizer que o corte dos salários
por 4 meses foi um erro de redação na MP.
Dá a medida da desonestidade desse governo.
É imoral.”
#BolsonaroGenocida

Professor Marcelo Freixo
Deputado Federal (PSoL=RJ)
https://twitter.com/MarceloFreixo/status/1242193761586810885

“É duro ter que lidar com um vírus [Corona]
e um verme [Bolsona], simultaneamente”

Professor Fernando Haddad (PT=SP)
Ex-Prefeito de São Paulo
Ex-Ministro da Educação
https://twitter.com/Haddad_Fernando/status/1242061342464528384

Responder

a.ali

23 de março de 2020 às 18h39

e o gado está feito PEITO em bombacha (aquela vestimenta que gaucho usa): de um lado para outro sem saber por onde sair!
a ignorancia do miliciano mor qto a dos bolsominios é tamanha que ñ sabem que ñ se veta trechos de mp e essa COISA foi guindado ao cargo que NEM sabe que ocupa!

Responder

Zé Maria

23 de março de 2020 às 18h18

O Dias se meteu a fazer “sugestões”
ao desgoverno para alterar o texto
da Medida Provisória 927.
Passou a ser Suspeito no julgamento.

https://oglobo.globo.com/economia/toffoli-sugere-alteracoes-para-dar-seguranca-juridica-mp-927-24322722

Responder

VALDIR CARRASCO

23 de março de 2020 às 18h13

Avisemos aos boçaisnaros que seguem(o boçal-mor) e o aplaudem com a estupidêz que lhes é característica, que o Maduro, na Venezuela, que segundo os idiotas está “quebrada”, fez exatamente o contrário, ou seja: garantiu todos os empregos até dezembro e ainda dispensou o povão de pagamento de luz, água, gás e mais algo que não me lembro. Afinal, o empresariado de lá tem que arcar com sua parte no sacrifício que, aqui, o boçalnaro quer jogar só nas costas dos trrabalhadores. E la, se necessário o governo vai ajudar…contando com a ajuda chinesa e russa, já que os cafajestes norte americanos só fazem de tudo para solapar a economia venezuela com suas sanções criminosas. Mas os idiotas, puxa-sacos de americanos acham que prejudicarem a Venezuela está correto……..e a Venezuela dá o troco ajudando seu povo.

Responder

Zé Maria

23 de março de 2020 às 16h40

Enquanto isso, Portugal garante renda não inferior
ao salário mínimo nacional (700 Euros = R$ 3.864,00)
a todos os trabalhadores de alguma forma impedidos
de ir ao trabalho por causa do Coronavírus (COVID-19),
principalmente os que necessitam ficar em casa para
cuidar dos filhos, diante do fechamento das escolas.

Responder

Zé Maria

23 de março de 2020 às 16h33

“Somente um monstro, cercado
por uma equipe econômica insana,
poderia gerar esse tipo de medida”

É isso! Espera-se que o STF a julgue
urgentemente inconstitucional !
É uma afronta ao Estado de Direito.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.