VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Artur Neto corre risco no Amazonas


15/09/2010 - 11h17

AM: Vanessa ultrapassa Arthur Virgílio na disputa pelo Senado
14 de setembro de 2010 • 16h42

Raphael Cortezão, no Terra
Direto de Manaus

A terceira pesquisa Ibope de intenções de voto divulgada no Amazonas indica, pela primeira vez nestas eleições, vantagem de cinco pontos percentuais da deputada Vanessa Grazziotin (PCdoB) sobre o senador Arthur Virgílio Neto (PSDB) na disputa para o Senado. A sondagem foi divulgada na noite desta segunda-feira (13), pela Rede Amazônica de Rádio e Televisão.

Pela pesquisa mais recente, o ex-governador Eduardo Braga (PMDB) permaneceu na liderança 80% das intenções no Estado, Vanessa assumiu a segunda posição com 39% e, se as eleições fossem hoje, estaria eleita. De acordo com a sondagem. Arthur Virgílio aparece em terceiro, com 34% das intenções, e ficaria de fora da próxima legislatura no Senado.

Nas duas pesquisas Ibope anteriores, o tucano aparecia logo atrás do ex-governador do Amazonas Eduardo Braga (PMDB), em segundo lugar. Em comparação com o resultado da sondagem anterior, o ex-governador perdeu sete pontos percentuais na pesquisa estimulada. Vanessa, que havia perdido quatro pontos percentuais, agora ganhou dez pontos. O senador tucano registrou a maior queda, de 17 pontos percentuais entre as duas últimas pesquisas.

O candidato do PDT, senador Jéferson Praia, ficou com 9% e a candidata do PT, Marilene Corrêa obteve 5% das intenções de voto na pesquisa mais recente. Os demais candidatos não foram citados. Nessa pesquisa, o percentual de indecisos foi de 12% e o de brancos e nulos 2%.

Governo
O governador e candidato à reeleição Omar Aziz (PMN) aparece novamente na liderança da disputa pelo governo, com 53% das intenções de voto da consulta estimulada, à frente do senador e ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento (PR), que obteve 32% das intenções.

O vereador Hissa Abrahão (PPS), único candidato ao governo a apoiar José Serra (PSDB) no Amazonas, teve 2% das intenções de voto. Os candidatos Herbert Amazonas (PSTU) e Luis Navarro (PCB) tiveram 1% das intenções de voto, cada. Luís Carlos Sena (PSol) não pontuou. O percentual de indecisos foi de 8% e brancos e nulos somaram 2% das intenções.

A pesquisa foi realizada entre os dias 10 e 13 de setembro de 2010. Foram entrevistados 812 eleitores. A margem de erro da pesquisa foi de três pontos percentuais. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 29.651/2010 e no Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AM) sob número 25.558/2010.

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



23 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Paulo Fernandes

20 de setembro de 2010 às 13h47

Vai de retro satanas

Responder

Valcir Barsanulfo

18 de setembro de 2010 às 16h26

O panaca troca até de nome, que vergonha; tão valente, tão agressivo, tão mordaz! Agora você Arthur XILIQUE, é que vai se danar, seu SAFARDANA.

Responder

lborges

17 de setembro de 2010 às 09h43

Golpista!
Quando o Lula apareceu com um boné do MST, no início de seu governo, a frase do senador Artur Neto: "Esse governo cheira a João Goulart".´Os tempos mudaram, ex-senador.

Responder

Aparício Torelli

15 de setembro de 2010 às 22h20

Artur "Pitbul" Virgilio agora vai ter mais tempo para aperfeiçoar seus talentos de pivete briguento, e ruminar esta importante lição.
Por hora, sugiro que o homem-cão seja inscrito em algum campeonato de "vale-tudo", a fim de demonstrar todo o talento de suas mandíbulas (mandíbulas? acabei de me lembrar que outro Pitbul, o Roberto Freire do PPS, que fugiu como uma galinha assustada de Pernambuco para São Paulo, para tentar se reeleger).

Por favor, não votem em políticos caninos pois o legislativo não é um deposito de zoonose!

Responder

Rodrigo Prado

15 de setembro de 2010 às 19h14

Acho que ele perdeu mais votos por ter mudado de nome do que outra coisa. Até o povo percebeu que quem muda de nome é porque deve alguma coisa. Mas isso faz parte da estratégia do DEM (ex-PFL). Acha que é só mudar o rótulo que o povo compra… Só falta o DEM mudar o nome para PTN (Partido dos Troca Nomes) para ver se consegue alguns votinhos.

Responder

william porto

15 de setembro de 2010 às 15h41

Acho essa notícia ótima, a deputada seria uma grande senadora, é uma das grades deputadas do Brasil. Esse senado precisa ser derrotado. Se realmente perder as eleições poderia abrir uma academia de judô, mas não aceitaria como aluno o jornalista de Brasília com quem se alterou mas não deu uma de brabo.

Responder

Haroldo Cantanhede

15 de setembro de 2010 às 15h13

Ótima notícia. O povo do Amazonas não será ludibriado novamente.

Responder

monge scéptico

15 de setembro de 2010 às 15h07

O povo do estado do AMAZÔNAS tem honra e, deve defenestrar esse inútil tribufu davida pública.
Outro, entretantos, que não merece um voto é álvaro dias o "raivoso". Ele é da turma dos criadores
de crises, para emperrar, atrazar, ações do governo. Essa molecagem, tem que ser expulsa do con-
-gresso, se queremos a reconstrução do país devastado pela pirataria e privataria.
DILMA, sabe com quem vai lidar. FoRA sarney, collor et trambiqueiros!!!

Responder

Nelson

15 de setembro de 2010 às 14h34

Depenar o papagaio do FHC é um favor que o povo do Amazonas faz a si mesmo e ao País.
O Estado do Amazonas não merece ter esse boquirroto como senador.
Bye-bye Arth(?)ur Virgílio(?) Neto(?).

Responder

francisco.latorre

15 de setembro de 2010 às 14h15

outro que já era.

adeus.

..

Responder

O_Brasileiro

15 de setembro de 2010 às 14h10

Menos um!

Responder

Leall

15 de setembro de 2010 às 13h54

Muda o rótulo. Muda a embalagem. Muda o nome. O conteúdo é o mesmo. Merda.

Responder

zelulinha

15 de setembro de 2010 às 13h49

sábio povo amazonense…..

Responder

Marcelo de Matos

15 de setembro de 2010 às 13h33

Azenha. Não é melhor mudar o título para Arthur Virgílio? Artur Neto ninguém conhece. Se você colocar Arthur Virgílio a gente já sai comemorando.

Responder

ruypenalva

15 de setembro de 2010 às 13h26

Ele pode se candidatar a uma alegoria no Boi Caprichoso

Responder

ZePovinho

15 de setembro de 2010 às 13h16

Que fuleragem!!!KKKKKK!!!!!!!

Responder

ZePovinho

15 de setembro de 2010 às 13h15

O Senador Coxinha manda um recado para Arthur Virgílio:VAI-TE EMBORA,CARNIÇA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

[youtube UxS_ZLF2s2k http://www.youtube.com/watch?v=UxS_ZLF2s2k youtube]

Responder

LAlves

15 de setembro de 2010 às 12h53

Ele mandou, certa vez, o povo se danar. E AGORA ArtHur , DANE-SE VOCÊ com H ou sem H!

Responder

Leandro

15 de setembro de 2010 às 12h25

Até eu, matogrossense me sinto de alma lavada com a derrota deste hipócrita

Responder

Jairo_Beraldo

15 de setembro de 2010 às 12h01

Arthur Virgílio ameaçou surrar o Presidente Lula. Agora,os amazonenses devem dar uma surra no Arthur Virgílio. Nada como um dia depois do outro!

Responder

    Beto Crispim - BH

    15 de setembro de 2010 às 12h25

    A onda Dilma. Vamos extirpar esta corja por mais de 300 anos.

    jonas

    15 de setembro de 2010 às 14h34

    vade retro!!

santel gomes

15 de setembro de 2010 às 11h58

Miserável, muda até o nome pra continuar a ludiabriar o Povo. O que esperar de um infeliz deste.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.