VIOMUNDO

Diário da Resistência


Altamiro Borges:  Bolsonaro é tratado como pária pelo G7
Política

Altamiro Borges: Bolsonaro é tratado como pária pelo G7


07/05/2022 - 23h27

Bolsonaro é tratado como pária pelo G7

Por Altamiro Borges, em seu blog

Jair Bolsonaro se transformou em um pária internacional, motivo de galhofa e desprezo no mundo inteiro.

Nesta semana, o governo alemão anunciou os quatro países em desenvolvimento convidados para a próxima reunião do G7 – grupo das sete nações mais ricas do planeta –, que ocorrerá em junho. Pela quarta vez consecutiva, o Brasil ficou de fora da lista!

Como ironizou o jornal português Público, o “Brasil só foi convidado enquanto teve Lula da Silva na liderança, mas o atual presidente acabou por afastar o país dos palcos internacionais”.

O “capetão” é visto como um sujeito tosco e um fascista contagioso! Da política externa ativa e altiva dos governos Lula e Dilma, o Brasil hoje exibe a imagem de nação vira-lata!

Jamil Chade estampou no título do site UOL: “Bolsonaro é esnobado e Brasil fica fora da cúpula do G7, de novo”.

Ele registrou que “assim como ocorreu em 2021 e em 2019, o Brasil foi esnobado. Se Jair Bolsonaro não for reeleito, ele terá passado os quatro anos de sua gestão sem ter sido convidado uma só vez ao evento das principais economias do mundo”.

O G7 é formado por EUA, Itália, França, Japão, Canadá, Reino Unido e Alemanha.

“Mas tem já sido uma praxe dos líderes desses países ampliarem a reunião para também ouvir as perspectivas de países em desenvolvimento. O Brasil, que por anos foi um dos países mais presentes ao evento, passou a ser preterido”, relembra Jamil Chade.

Em 2020, Bolsonaro anunciou que Donald Trump o havia convidado para a cúpula, que seria organizada nos EUA. Mas a pandemia e a derrota eleitoral do republicano obrigaram a Casa Branca a reconsiderar o evento.

No G7, segundo o colunista, a ausência do Brasil “é interpretada no meio diplomático como um sinal da perda de prestígio internacional do país e de resistência por parte dos países ricos em aceitar a presença de Bolsonaro na mesa de negociações”.





1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Ibsen Marques

07 de maio de 2022 às 23h52

A imagem do Brasil está associada à imagem do fascista. Parte expressiva da população apoia o genocida apesar de, ou talvez motivada por, toda a destruição e matança priminha por ele no país. Bolsonaro no poder diz muito sobre os brasileiros e suas instituições.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding