VIOMUNDO

Diário da Resistência


Alexandre Tambelli: Alessandre Molon, do PT para matéria de página inteira em O Globo
Política

Alexandre Tambelli: Alessandre Molon, do PT para matéria de página inteira em O Globo


28/09/2015 - 17h21

molon

ALESSANDRO MOLON: DO PT DIRETAMENTE PARA O GLOBO

por Alexandre Tambelli, nos comentários

O que chama atenção destas saídas de parlamentares do PT é que muitos dos políticos não saem do PT e se mantém em silêncio ou falam do(s) motivo(s) da saída do partido, apenas em uma Imprensa de esquerda, eles vão parar nas páginas da velha mídia e o pior, no dia seguinte.

Ontem o Deputado Alessandro Molon estava com página inteira em O Globo, justamente, no maior dos carrascos do PT, das esquerdas e do Brasil e acredita ser normal assim proceder.

Holofotes em O Globo é de uma incoerência só. Na verdade, mostra oportunismo e desvalorização do eleitor do Deputado Federal.

Realmente, a gente vê gente saindo do PT direto pras páginas amarelas da Veja, pra página inteira de O Globo e se questiona:

Esta gente tem algum comprometimento coletivo com uma sociedade mais igualitária e com as esquerdas ou quer um mandato para si? Um Projeto particular de Poder?

Direto pras páginas dos meios de comunicação mais à direita que conhecemos? Mais antinacionalistas? Mais anti-petistas? Mais anti-esquerdistas? Cadê o comprometimento ético com a Ideologia que se crê o Político exercitar no cotidiano e defender nos parlamentos?

No Facebook os eleitores do Molon não estão do seu lado, se sentem traídos pelo que pude notar nos comentários.

O maior carrasco do PT é a velha mídia, os eleitores do PT e do Deputado vivem criticando a parcialidade e as mentiras e perseguições contra petistas no Jornal O Globo.

E o Deputado aceita e ganha página inteira em O Globo no momento exato de sua saída do partido dos trabalhadores. Se a moda pega… E, o pior, que é sempre assim.

Apanha anos e anos e, de repente, saem do PT e se abrem as cortinas da velha mídia.

Heloísa Helena, Marina Silva, Luciana Genro, Marta Suplicy, Alessandro Molon, etc.

Agora, não esperemos que o ideário, a Ideologia da esquerda tenha voz na velha mídia nesta saída do Deputado Molon. Só quase tem voz falas depreciativas sobre o PT, porque está queimando o filme do PT, do Governo da Presidenta Dilma, de Lula e das esquerdas por tabela.

Tenta ver se o Molon quiser mudar o script da conversa, se ele não fizer o papel de convertido à direita se vão lembrar-se dele.

Vão nada. Vai virar a Heloísa Helena 2.0.

Somem suas plataformas, ideias e microfones à disposição. O microfone é pra falar mal do PT, do Governo Federal, de Lula e das esquerdas e só.

Está tudo errado. Quer sair do PT, saia, mas não vá no dia seguinte dar entrevista à velha mídia.

Ela vai aproveitar o momento, somente para descer mais um pouco a lenha no PT, no Governo Federal, na verdade, o PT e o Governo Federal são só biombos para atacar a esquerda como um todo e tirar umas casquinhas do LULA em benefício da direita política.

Não há nenhum interesse na velha mídia em defender bandeiras da esquerda, que, supostamente, um Deputado progressista possui. O Molon é usado e se deixa usar, mas o deixar-se usar só traz prejuízo. Não ganhará votos à direita e cria antipatia da esquerda. A Heloísa Helena, a Marina Silva, a Luciana Genro pouco progrediram suas carreiras políticas ao saírem do PT. Ficam na conta do chá em votos.

Viram aquele candidato que para direita continuam sendo petistas e para as esquerdas viram traidores ou oportunistas, aqueles que querem tirar proveito do momento político em benefício próprio e a centro-esquerda os ignora.

Veja a quantidade de rejeição da Luciana Genro na centro-esquerda por suas falas, que colocam o PT e o PSDB no mesmo barco e que na hora em que ela fala mal do PT se dá até repercussão na velha mídia; diferente de quando ela crítica o PSDB ou o Capitalismo ou o Mercado Financeiro ou fala de Socialismo.

Uma última coisa: Nunca vi Deputado, Senador, Governador entrar no PT ou sair do PT para um PSOL, PCdoB e ter alguma repercussão na velha mídia. Só dá repercussão quando o sujeito sai do PT e se presta ao papel de falar mal do PT e aceita ingressar em legendas amigáveis à velha mídia.

Alguém já viu?

Leia também:

Olavo Carneiro: Lamento pela saída de Molon e a crise no PT



29 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Jorge

04 de novembro de 2015 às 17h45

Vergonha! E dizia que saiu do PT porque o partido não reviu o modo tradicional de fazer política. Não vamos esquecer desses traidores e desertores. Vamos derrotá-los nas eleições.

Responder

WALTER PASTORI

01 de novembro de 2015 às 12h50

Babaca molom escreve na sua agenda quem apareceu gracas a nos eleitores petistas formigas trabalhodoras detestemos trairas e covardes nosso partido precisa de todos que pensa num pais mas justo e igual o PT esta precisando de unir forcas neste momento de guerra e voce foge se alia a uma ex petista que no segundo turno votou num senador eleto por Minas Gerais mora no Rio de Janeiro e quando da tempo ele trabalha em Brasilia.Ex querido Molon nao esqueceremos de voce nas proximas eleicoes BABACA.

Responder

Wendel

18 de outubro de 2015 às 13h49

Quando diante de uma crise, os ratos são os primeiros a deixarem o navio !!!
Qualquer semelhança com os petistas que nunca foram, deixam a legenda, é porque foram e se deixaram cooptar pelos seus instrumentadores !!! Nada mais !!!!

Responder

Assim Falou Golbery

30 de setembro de 2015 às 23h56

e depois quando o petismo precisar se juntar com gente como Sarney, Barbalhos, Maluf, etc para que não passe pela vergonha de perder eleições, que não se venha com moralismos barato

Responder

FrancoAtirador

30 de setembro de 2015 às 14h45

.
.
TROCANDO SEIS POR MEIA DÚZIA
.
Jaques Wagner na Casa Civil,
.
Mercadante na Educação
.
e Aldo Rebelo na Defesa.
.
.

Responder

FrancoAtirador

30 de setembro de 2015 às 14h04

.
.
“Fomos nos burocratizando,
nos afastando das lutas sociais,
criando uma certa empáfia
e seguindo a prática que condenávamos
nos outros partidos”
.
Gilberto Carvalho
Ex-Ministro da Secretaria-Geral
da Presidência da República
.
Em Entrevista ao Programa “Espaço Público”, da TV Brasil, nessa terça-feira (29),
o ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho (PT),
afirma que o PT errou ao se envolver em escândalos de corrupção e que está pagando por isso.
.
Para ele, o PT teve que “seguir uma regra imposta” pelos outros partidos para conseguir chegar ao governo e aderir a esse tipo de financiamento, contrariando uma filosofia histórica do partido.
.
“Nesse processo virtuoso, estamos sujeito a erros.
Fomos nos burocratizando, nos afastando das lutas sociais,
criando uma certa empáfia
e seguindo a prática que condenávamos nos outros partidos.
Não fosse a contratação milionária do Duda Mendonça
[publicitário responsável pela campanha de Lula em 2002],
não teríamos feito a campanha que fizemos,
não ganharíamos e não faríamos as importantes mudanças que fizemos no país.
Nós seguimos a regra do jogo que estava posta.”
.
Carvalho lembrou que o PT deveria ter proposto essa mudança após o processo do mensalão,
o que acabou não ocorrendo.
.
“Ao ver que sofremos as dores da corrupção,
tínhamos que ter feito uma Reforma Política
e colocado na pauta o fim do financiamento.
Acho que estávamos tão envolvidos no projeto de mudança do país que não fizemos.
Estávamos percebendo que o partido começava a apodrecer por dentro.
Empresa não doa, faz investimento.
Amarram o político a seus interesses.”
.
Ele se referiu à Operação Lava Jato
e reclamou do que chama de “vazamentos seletivos”
ou “interrogatórios parciais”.
.
“É duro ser apontado na rua, chamado de bandido, ter companheiros presos.
Temos nossa cota de responsabilidade, temos que sofrer.
Mas a grande pergunta é:
por que os vazamentos da Operação Lava Jato só saem nas questões do PT?
Os vazamentos estão sendo seletivos ou os interrogatórios são parciais?
De qualquer forma, isso é errado”.
.
O ex-ministro disse ainda que a operação da Polícia Federal,
que investiga pagamentos de propina na Petrobras,
está “desmontando um processo oligopólico que sempre existia no Brasil”.
.
Ele ressaltou que se essa estrutura de corrupção deixar de existir,
então não “tem problema” o partido passar pelo que está passando.
.
Carvalho, que é presidente do Conselho Nacional do Serviço Social da Indústria (Sesi),
defendeu o veto da presidenta Dilma Rousseff
ao financiamento de partidos por empresas,
já proibido pelo Supremo Tribunal Federal (*).
.
Agora vamos ver quem é de fato a favor da corrupção. Quero ver o PSDB, o PMDB e o PT se posicionarem, porque quem quiser derrubar a decisão do Supremo é demagogo e hipócrita. Com esse veto [presidencial] e essa proibição [do Supremo] daremos um passo importante no combate à corrupção”, afirmou.
.
*(http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=300575)(http://www.stf.jus.br/portal/diarioJustica/verDiarioProcesso.asp?numDj=192&dataPublicacaoDj=25/09/2015&incidente=4136819&codCapitulo=2&numMateria=29&codMateria=4)
.
(http://jornalggn.com.br/noticia/para-gilberto-carvalho-pt-errou-ao-se-envolver-com-corrupcao)
.
.

Responder

Mello

30 de setembro de 2015 às 13h21

Esse “deputado” buscou votos na porta da Petrobras no ano passado. Só quero ver o que vai tentar no ano que vem.

Responder

lio

30 de setembro de 2015 às 11h51

Molon deveria perder o mandato. Se elegeu pedindo votos pelo PT. Recebeu votos mas não honrou. Sabe tudo sobre o PT desde sua fundação e só agora descobriu que há contradições no partido?

Responder

ligia

29 de setembro de 2015 às 22h00

Sempre votei nele,agora nao dou mais meu voto, um traidor.

Responder

Julio Silveira

29 de setembro de 2015 às 19h37

Engraçado, minha percepção é de que hoje o PT são só duas letras, a essência foi retirada a muito tempo, quando “pragmatizaram” o partido para alguns poucos reinarem. E os petistas de espirito serem anulados, quando não expurgados. Ficaram os que gostam de luzes, e a medida que a luz do partido diminuir vão buscar aonde ela estiver mais forte,
não importa a fonte, nem para qual o uso.

Responder

FrancoAtirador

29 de setembro de 2015 às 16h03

.
.
Não é a Entrevista do Molon – ou de quem quer que seja –
.
no Jornal O Globo – ou em qualquer outra Mídia Porcaria –
.
que vai promover a Destruição do PT ou do Governo Dilma.
.
Foi o próprio Partido dos Trabalhadores que, dentro do Governo,
.
com Alianças Espúrias e por Infiltrações Internas, se Auto-Destruiu.
.
.
Lembrem-se, por exemplo, que a ‘Mini-Reforma Política’ do Edu Cão,
.
que depois foi literalmente abraçada pelo Ministro Gilmar lá no STF,
.
teve como principal Articulador Político na Câmara dos Deputados,
.
o então Deputado Federal Cândido Vaccarezza do PT de São Paulo,
.
‘Grande Liderança’ Petista que chegou a ser Líder do Governo, na Casa*.
.
*(http://www.gazetadopovo.com.br/vida-publica/dilma-mantem-vaccarezza-lider-do-governo-na-camara-e67p3pvv4iox0sm67djohlp3i)
(http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/130795.html)
.
(http://vaccarezza.com.br/vaccarezza-entrega-relatorio-final-reforma-politica)
(http://cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/As-10-armadilhas-da-Emenda-Vacarezza-/4/32984)
(http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=600023)
(http://jornalggn.com.br/blog/antonio-ateu/debate-reforma-politica-ou-o-estrume-vaccarezza-impulsionada-pelas-manifestacoes-de-junho-2013)
.
.

Responder

Leo

29 de setembro de 2015 às 15h53

Os comentários nos sítios (inclusive neste) e redes sociais corroboram o que eu já afirmava: todo petista tem a certeza (não acha) de que apenas os petistas e seus aliados estão corretos, de sorte que o “resto” é golpista; fascista; amigo da mídia manipuladora; amigo do capital; etc. Foi assim com Bicudo, Heloísa Helena, Marina Silva, Babá, Luciana Genro, Marta Suplicy e, agora, Molon.
.
Preparem-se, pois ainda veremos o Senador Paim e outros grandes nomes do partido caindo fora. E é melhor que o façam, antes de ficarem sozinhos com o Lula e o Rui Falcão em uma canoa furada chamada PT.

Responder

    [email protected]!r [email protected]+35

    29 de setembro de 2015 às 17h39

    Quando acabarem com “a canoa furada” do PT, é atrás deles que eles vão.
    Ou você acha vão passar a mã na cabeça de que qualquer um que falar em valorização do salário mínimo, direitos das empregadas ou deixar o povão viajar de avião?

Leo F.

29 de setembro de 2015 às 15h21

Discordo dessa visão de exclusividade com a velha imprensa.
.
O deputado já havia dado entrevista à Rede Brasil Atual, expondo com mais detalhes os motivos de suas saídas do partido. Segue abaixo :
.
http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2015/09/eu-cheguei-no-meu-limite-diz-alessandro-molon-sobre-saida-do-pt-1420.html
.
Em que pesem o momento extremamente inoportuno para a saída de mais um quadro aguerrido e militante social do partido, além da falta de coerência programática ao ter ido para uma legenda ultra-liberal do ponto-de-vista econômico (como a Rede), as frustrações internas de poder e graves problemas de alinhamento de mudanças saltam aos olhos.

Responder

lulipe

29 de setembro de 2015 às 10h01

O prefeito de João Pessoa e seu irmão também deixaram o PT. O último que sair apague a luz, se ainda tiver porque com o preço que tá a energia….

Responder

roberto

29 de setembro de 2015 às 09h36

Molon, sai oportunisticamente do PT e vai para o partido de Marina, que apoiou o nazi fascista Aécio no segundo turno, Marina é agora uma “neoliberal verde” associada aos milionários do Itau e da Natura, que esqueceu o discurso de distribuição de renda , redução da miséria e apoio ao trabalhador e adotou o discurso neoliberal de triple macro econômico. Me poupe MOlon, você é uma oportunista vendido a direitona.

Responder

    robson

    29 de setembro de 2015 às 18h45

    Caro Roberto, Você tem razão, são oportunistas que se aproveitaram do auge do PT, pra se elegerem. e agora que a coisa não tá muito boa, pulam fora… Uma vergonha e falta de caráter…

Sidnei Brito

29 de setembro de 2015 às 09h03

O importante para essa turma é que, em eleições, esses caras se candidatam a cargos majoritários e sempre servem ao papel de, com seus votinhos (no caso de Marina, nem tão “votinhos” assim) , levar as eleições para o segundo turno.

Responder

Messias Franca de Macedo

28 de setembro de 2015 às 21h43

… Um dos próximos traíras a sair será o atual senador Walter Pinheiro (PT/BA)!
Tomara que nunca mais se (re)aproximem do PT nem tampouco de algum partido político efetivamente de esquerda!
Arrivistas e mercenários!…

Responder

C.Paoliello

28 de setembro de 2015 às 19h34

Vergonhoso!

Responder

Edgar Rocha

28 de setembro de 2015 às 18h40

Com todo respeito ao comentarista, mas, eu não sei direito o que pegou pior: a atitude do Deputado (ainda não li a entrevista dele) ou a argumentação contrária a ela.
“Apanha anos e anos e, de repente, saem do PT e se abrem as cortinas da velha mídia.”
“Quer sair do PT, saia, mas não vá no dia seguinte dar entrevista à velha mídia”.

Sei lá, viu, ficou parecido com “quer estuprar estupra, mas não mata”. Deve ser a sequência das sílabas.
Tudo bem, é só uma questão de métrica. Nada muito profundo que mereça análise, não é mesmo?

Responder

    J Fernando

    29 de setembro de 2015 às 10h32

    A questão é clara: um dia depois de sair do PT ganhou as páginas de um dos jornais mais anti-PT do país.
    Em todo o tempo que era petista jamais teve esta “honraria” (página inteira do jornal).
    Leia a entrevista e conte para nós o quanto ele elogiou os militantes petistas que ajudaram sua eleição, seus eleitores que o associaram à legenda, sua militância aguerrida em prol das políticas sociais que o PT implantou no país…

    Edgar Rocha

    29 de setembro de 2015 às 17h48

    J. Fernando, avaliar o quanto há de traição na atitude do Deputado é direito de todo petista e de todo eleitor que nele depositou confiança. Não estou questionando isto. O que questiono é o teor da argumentação acima, que dá margem pra certas interpretações que fazem o texto parecer uma espécie de “tiro no pé”, indo ao encontro de certos questionamentos feito por petistas de carteirinha internamente (e externamente, às vezes), revelando certa mentalidade do que seja a atuação “ética e coerente” de um militante. “Apanha anos e anos e, de repente (?????)saem do PT e se abrem as cortinas da velha mídia. Ficou ambíguo, não? Não ficou claro se o “apanha” se refere ao próprio PT ou à mídia que oportunamente lhe cedeu espaço. Ainda mais, se seguido da outra frase que eu destaquei: “Quer sair do PT, saia, mas não vá no dia seguinte dar entrevista à velha mídia”.
    Ficou muito estranho. Às vezes, quando comentamos de chofre, pode ocorrer de não sabermos escolher perfeitamente as palavras e deixar margem pra interpretações. No decorrer do debate, no entanto, as coisas se resolvem. Mas, quando o mesmo se torna uma postagem, a discussão extrapola o espaço cedido para discussão (quem nunca?). De um texto explicitado sem muita releitura, pra algo entendido como “ato falho”, sujeito a interpretações brilhantes de “semiótica”, dando munição a quem a procura, é só um pulinho.
    Enfim, comentar e levar as lambadas possíveis num espaço de reação imediata, é uma coisa. Elaborar um discurso com vistas a formar opinião, já é outro patamar. Como comentário o texto é ótimo. Não devia ter sido selecionado como postagem.

    J Fernando

    30 de setembro de 2015 às 12h30

    Parabéns por manter o alto nível do debate.
    Sou eleitor do PT, mas não do RJ.
    Suas considerações são bastante válidas. E só depois de seu comentário percebi que não é uma matéria e sim um comentário que “subiu” a post. Neste sentido, as críticas ao texto do comentarista são válidas.

FrancoAtirador

28 de setembro de 2015 às 18h11

.
.
O Deputado Federal do Paraná Aliel Machado deixou o PCdoB, onde estava desde 2007,
.
para se filiar, nesta segunda-feira (28), à Rede Sustentabilidade. Machado tem 26 anos
.
e se juntará a outros Parlamentares que passaram a integrar a Rede nos últimos dias:
.
o Senador Ranfolfe Rodrigues (PSoL-AP), os Deputados Federais Miro Teixeira (PROS-RJ)
.
e Alessandro Molon (PT-RJ), e os Vereadores do PSoL Heloísa Helena (AL) e Jefferson Moura (RJ).
.
(http://www.jb.com.br/pais/noticias/2015/09/28/rede-sustentabilidade-filia-mais-um-deputado-federal)
.
.

Responder

    Samuel Souza

    19 de outubro de 2015 às 12h04

    Oportunismo de esgoto é pouco para essa turma…. vão lançar a rede para “pescar” os incautos e desavisados.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

Últimas matérias
Abrasco: Democracia e SUS, sim! Ditadura e privatização, não!

Associação científica representativa da saúde coletiva

Ler matéria