VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Aldir Blanc explica seu voto em Dilma


11/10/2010 - 18h58



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


102 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

POLÍTICA ► Aldir Blanc justifica seu voto em Dilma – Opinião do David

04 de maio de 2020 às 01h33

[…] Justificativa de foto do compositor Aldir Blanc. Reproduzo do Viomundo. O link original é este. […]

Responder

Aldir Blanc explica seu voto em Dilma « Impressionis

15 de outubro de 2010 às 20h55

[…] Aldir Blanc explica seu voto em Dilma | Viomundo – O que você não vê na mídia. […]

Responder

Wilma

13 de outubro de 2010 às 13h25

A Marina entrou no jogo do "quem dá mais", está negociando seus quase vinte milhões de votos, pois não acho que seja necessário esperar tanto tempo para dizer se apoia ou fica neutra, liberando o voto dos seus seguidores/eleitores. E eles se dizem diferentes dos outros. É Dilma neles!

Responder

    Sergio Lemos Pereira

    13 de outubro de 2010 às 13h48

    Pessoal é o seguinte:-"que votos que tem Marina, quem disse que ela tem eleitores,…pensem bem no Acre ela ficou em terceiro,…quem vota em marina não os intelectualoides, pessoas indefinidas politicamente, mas que no fundo, no fundo vão votar em Lula via Dilma, pois els ainda não entenderam que Dilma é Dilma" votos nacionais de Marina no máximo 5% o resto migra tudinho e Dilma só precisa de 3%+1. Abraços pessoal

malba tahan

13 de outubro de 2010 às 12h22

VALEU ALDIR:

Um verdadeiro Hai-Kai político. Nâo negas o Almirante Negro. Um GRAAANDE, um ENORME abraço

Responder

Toledo

12 de outubro de 2010 às 19h26

Quase tudo legal Aldir…Afora o fato de que a palavra correta é "privatizações" e não privadizações e que os banqueiros nunca ganharam tanto dinheiro como na era Lula. São fatos.

Responder

    arthur

    12 de outubro de 2010 às 19h41

    Caro Toledo Azevedo, na falta do que criticar você chama atenção sobe um erro de datilografia, frente e postura corajosa e digna do artista de se opor ao mar de lama que acontece na campanha ? Banqueiro, assim como eu e você , não podem ganhar dinheiro ? Você é contra a usura ? Missa em portugués ? Voto de mulher ? Tu caiu no blog errado… se manda…
    Vai inventar mais baixaria sobre a Dilma, aí da Paulista onde você trabalha, e divulgue em outros blogs… aqui não mermão!!!

    Emilio Matos

    13 de outubro de 2010 às 11h50

    Acho que não foi erro de datilografia não, foi de propósito mesmo. Privadização seria mistura de privatização com privada.

    Drauzio Gonzaga

    13 de outubro de 2010 às 00h13

    Parece até que você sabe português ou se incomoda muito com o ganho dos banqueiros. O importante, seu medíocre, não é a riqueza dos banqueiros, já que vivemos num capitalismo financeiro mundial, mas a extinção da miséria e a promoção social de milhões e milhões de pessoas.
    Drauzio Gonzaga.

    Luiz Vidal

    13 de outubro de 2010 às 02h51

    Toledo……privadizações é um neologismo fantástico,que remete à privatização da privada aonde boiam os dejetos juntamente com os ducano,os soros,e,infelizmente os enganos os toledos enganos….

    Augusto

    13 de outubro de 2010 às 03h18

    No caso em questão não se trata de erro. O poeta acerta em cheio. São privadizações mesmo. Não fosse ele um mago das palavras.

    Alceu C. Gonçalves

    13 de outubro de 2010 às 22h08

    Pra você as explicações tem que ser desenhadas, hein, Toledo? Em qual parte do mundo os bancos não ganham muito dinheiro? A diferença aqui no Brasil, durante a hiper crise de 2009 o LULA enquadrou os bancos através do Banco do Brasil e a crise por aqui foi realmente uma marolinha. Quanto à palavra "privadizações", devo desenhar uma privadinha, daquelas antigas, pra você?

    AlceuCG

Nilva

12 de outubro de 2010 às 18h42

Não esperam nada do Caetano. Ele é oco. Não soma.
Caetano, suma !

Responder

Abel

12 de outubro de 2010 às 18h17

Aproveitando este gesto corajoso de Aldir Blanc, gostaria de conclamar todos os que votam Dilma a boicotar o filme do Jabor, "A Suprema Felicidade", que estreia dia 29/10. A ideia vem do blog "O Arauto do Rei" – não vamos sustentar esse parasita fascista! http://oarautodorei.ning.com/profiles/blogs/jabor

Responder

    VLO

    12 de outubro de 2010 às 22h39

    Nem é preciso sugerir isso. Esse fascista já cometeu um ou dois filmes antes e ninguém se lembra deles.

    Herrero

    13 de outubro de 2010 às 13h45

    O melhor filme dele foi o Terra em Transe. Ah, é do Glauber?, então ele não fez nada que presta, mesmo, rsrsrs…

    MARILENA

    14 de outubro de 2010 às 23h41

    A-do-re-i seu comentário!!!!rs,rs,rs
    Em tempo: ando tão irada com o Jabor, tanta inteligência desperdicada!

José Pelegrino

12 de outubro de 2010 às 13h44

Vivemos em uma grande senzala, agora conhecida como periferia, onde os pretos de ontem são os pobres de hoje. A lei é apenas para aqueles que tem dinheiro. O pobre sofre em sua senzala dos açoites da vida diária, a chicotada foi substituída pela humilhação de ter que enfrentar quase 3 horas de aperto para garantir o pão de cada dia. Empregos escravizantes com salários que mal paga a condução, a comida e o aluguel. A falta de qualidade na educação garante a perpetuação da vida nesta senzala.
O país diz ter abolido a escravidão em 1888, mas não é o que vemos ainda hoje. O que está em jogo é a grande chance de tentar acabar com esta SENZALA, dando direitos à igualdade que só existe nas entrelinhas da CONSTITUIÇÃO.

Responder

Walter Cesar

12 de outubro de 2010 às 12h35

Aldir resumiu tudo. Espetácular texto.

Responder

Rondineli Vitor

12 de outubro de 2010 às 12h25

Duro, direto e emocionante o texto de Blanc.

Feito para alertar não apenas os que desejam um Brasil rumo ao progresso e com mais ações sociais do que jogos de capital e interesses de grupos econômicos.
Orgulha-me ver que pessoas que sempre dedicaram suas vidas e carreiras em prol da liberdade, estejam abraçando neste momento a campanha de Dilma.
Hoje, Dilma não representa apenas o projeto do Partido dos Trabalhadores, mas de todos os progressistas, democráticos e que prezam um futuro melhor ao Brasil.

Responder

Manu Andrade

12 de outubro de 2010 às 10h45

Nao sei porque a ilusao com Marina e PV. Eles já tomaram posição. Ontem mesmo Marina criticou o vale-tudo eleitoral, referindo-se a "agressividade" de Dilma. Marina é personalista, hipócrita, ficará em cima do muro, dando umas alfinetadas ora em um, ora em outro (mais em um que no outro). O PV é uma farsa e Marina conhece bem o jogo que se dispos a jogar. Gostaria de ser surpreendida, mas acho muito dificil.

Responder

Marat

12 de outubro de 2010 às 10h37

O pessoal que fica criando boatos sobre a Dilma deveria lembrar-se que o quase septuagenário Serra tem inúmeros problemas de saúde, alguns deles graves, além de um doentio estado de hipocondria. Além disso, sua prepotência e arrogância o faz ter inúmeros inimigos. Esse cara tá no bico do corvo, e, se morrer logo (que é o mais lógico), o fascista-demagogo-nazista-imbecil Índio assumirá o poder. Desse modo sim o Brasil vai probrejo!!! Não se esqueçam disso!!!

Responder

Daniel Pereira

12 de outubro de 2010 às 10h08

Artistas preocupados com o furturo da arte estão declarando seus votos em Dilma.
Cientistas preocupados com o futuro da ciencia e tecnologia estão declarando seus votos em Dilma.
Aviso aos blogueiros que comecem a se preocuparem com o futuro da internet no Brasil e com seus blogs, declarem seus votos a Dilma tambem e conclamem aos artistas, cientistas e demais personalidades preocupados com futuro do Brasil, vão lá e se ofereçam a se declararem eleitores da Dilma nos programas do horário eleitoral gratuito da mesma.
O Povo brasileiro conhecem muitos reporteres blogueiros como Paulo Henrique Amorim, Luiz Carlos Azenha, entre outros, ainda da época que trabalhavam no PIG e hoje não sabem a que lado eles (voces) estão.

Responder

El Cid

12 de outubro de 2010 às 09h12

Aldir Blanc e confrades: eis o senador fujão !!
http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2010/notici

Aloysio Nunes nega ter deixado debate por questão de Dilma

O Terra Eleições recebeu na tarde desta segunda-feira (11) nota do senador Aloysio Nunes sobre a reportagem "Homem-bomba" do PSDB é nova arma de Dilma em campanha e publica abaixo o seu inteiro teor:

"Com relação a uma citação indevida ao meu nome, em texto publicado neste portal, esclareço que tenho por hábito, já registrado por vários jornalistas, assistir apenas ao início dos debates políticos no estúdio: prefiro acompanhar o desenrolar dos debates em minha casa, de modo a ter uma percepção mais próxima à dos telespectadores. Excepcionalmente, no ultimo debate, de longe o mais empolgante entre os realizados até agora, acabei demorando-me mais na platéia, tendo me retirado ao fim do terceiro bloco. O Portal Terra não me ouviu a esse respeito. No entanto, veiculou a ilação de que eu buscava eximir-me de ser questionado sobre uma infâmia proferida pela candidata Dilma Rousseff a respeito de um ex-colaborador do Governo Serra. Essa é mais uma demonstração do facciosismo pró-PT deste portal, cuja credibilidade, por isso mesmo, tende a zero. Aloysio Nunes Ferreira Filho, senador eleito pelo PSDB-SP".

A reportagem do Terra presente ao debate na TV Bandeirantes – três repórteres e um fotógrafo – presenciou a saída do senador eleito do estúdio depois do episódio narrado.

O Terra reafirma seus princípios de pluralidade, claros desde o início desta Eleição 2010 e de eleições anteriores. Algo, de resto, comprovado ao longo da mais extensa cobertura das Eleições 2010, com mais de oito mil notícias publicadas sobre candidatos em 27 unidades da federação e com o acompanhamento diário dos principais candidatos à presidência da República.

Responder

duarte

12 de outubro de 2010 às 08h40

Por falar em forças retrógradas, segue abaixo um pouco sobre o caráter de dom aldo pagotto, que fêz um vídeo acusando o PT de defender o aborto. Vejam que excelência de caráter este cidadão tem, onde está a CNBB?
http://blogdojuniormiranda.blogspot.com/2010/10/a

Responder

El Cid

12 de outubro de 2010 às 08h26

Aldir Blanc e confrades: querem mais liberdade de imprensa do que isto? http://revistapiaui.estadao.com.br/herald/post_23

Ao lado de Serra, Fernando Gabeira confessou que nunca quis usar a sunguinha, mas foi convencido por Dilma: “Ela queria ferir a família brasileira.”

APARECIDA DO NORTE – Visivelmente transtornado, o candidato tucano à presidência da República, José Serra, declarou ontem à imprensa que não está preparado para lidar com a informação de que a sua opositora, Dilma Rousseff, “é uma desquitada”. O ex-governador de São Paulo explicou que recebera a notícia de “meu mentor Dom Eugênio Salles”, mas, a princípio, não acreditara. “Não sou ingênuo”, disse o tucano, “sei que Dilma já convenceu dezenas de companheiras a fazer aborto – e algumas delas nem estavam grávidas –, celebrou missas negras, leu as obras completas de Carlos Zéfiro e dançou muito iê-iê-ie, mas, daí a descobrir que ela é desquitada, isso já são outros quinhentos.”

Serra afirmou que, não obstante tais revelações, o PSDB fará uma campanha limpa. “Deus-Pai é minha testemunha de que nunca julguei o meu semelhante. Se Dilma dançava música lenta de Elvis colada a companheiros ateus, em saturnálias movidas a Cuba Libre, isso é problema dela, não meu, e cabe à família brasileira decidir que tipo de presidente o Brasil precisa”, disse o candidato, de joelhos diante de uma imagem de Nossa Senhora.

Persignando-se, Serra fez uma sentida oração pela alma de Dilma, “para que o Senhor tenha compaixão e a perdoe por aquela noite de março de 1963 em que chegou em casa depois de uma da madrugada, e não às onze da noite, como prometera aos pais.”

Tomando uma hóstia nas mãos, o candidato deixou claro que não se furtará a debater com a petista, “contanto que não seja em um domingo, pois, ao contrário de certas pessoas, Mônica e eu guardamos o dia santo, glória ao Pai”.

Serra deu a entender que a campanha petista quer marcar o primeiro debate do segundo turno propositadamente no dia de Nossa Senhora Aparecida, por sugestão de três hereges, dois maometanos e sete cismáticos ligados à candidatura governista.

o que eu posso dizer é o seguinte: NOJO A ESSE PARTIDO, O psdb !!

Responder

Amereno

12 de outubro de 2010 às 07h20

Eu te amo Aldir!,já era teu fã, agora eu te adoro, dignidade não se compra em supermercado.

Responder

Mauro Toshiuki

12 de outubro de 2010 às 03h13

Azenha você que estudou muito mais que eu e que possui o dom da escrita me explique como pode o PV ou os que possuem preocupações ecológicas e ambientais defenderem o voto em uma coligação que tem um de seus principais partidos formado por quase toda a bancada ruralista no congresso, o DEM do vice de Serra vai do doce e amável Ronaldo "UDR" Caiado até a sensibilíssima Kátia "CPI do MST" Abreu, essa é a vanguarda do movimento verde brasileiro. Realmente justifica-se a dúvida atroz que se instalou dentro do PV e provavelmente dos ecologistas da classe média paulista, com toda a sua preocupação com o meio ambiente.

Responder

SérgioFerraz

12 de outubro de 2010 às 02h28

O Brasil não é caranguejo para andar prá trás, by Dilma.

Responder

Silvio L. Morais

12 de outubro de 2010 às 01h26

Serra é o candidato do "BEM"? Não! Serra é o candidato da marcha ré da nação brasileira!

Responder

José Manoel

12 de outubro de 2010 às 00h48

Azenha: tá na hora do Ciro Gomes entrar em campo e chutar o balde da canalhada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

Wilson Nascimento

12 de outubro de 2010 às 00h42

Bala com bala.

Èééééé .Aldir Blanc, baterista, psicanalista, poeta e cronista.

Boto força e peso nas baquetas.

E não deixou pedra sobre pedra.

Boto pra quebrar, ou melhor quebrou tudo.

Sete toques de trombetas,duas notas cool jazz e um solo batera também pro combatente Aldir Blanc

Responder

King Childerico

12 de outubro de 2010 às 00h35

Dilma trouxe Paulo Preto para o debate da “Band”. Se você não sabe quem é Paulo Preto, não se culpe. A velha mídia escondeu a história. Em maio, duas revistas fizeram matérias discretas sobre o tal personagem, que seria ligado a Aloysio Nunes Ferreira (eleito senador pelo PSDB-SP) e teria arrecadado “recursos não-contabilizados” para a campanha tucana. Os detalhes você pode ler aqui.

Logo depois, o assunto sumiu da mídia. Imaginem se Paulo Preto fosse do PT? A “Folha” já teria pedido a prisão do sujeito. Já haveria provas da ligação dele com Zé Dirceu e Dilma. Mas como Paulo Preto é tucano…

Dilma perguntou a Serra sobre Paulo Preto no debate. Serra fingiu que não ouviu. Hoje, a imprensa perguntou a Serra sobre Paulo Preto, Serra não quis falar.

O “Jornal da Record” fez reportagem sobre Paulo Preto.

A Globo, não. A Globo não gosta de mostrar Preto na tela.

Leia aqui o texto do R-7 – que explica quem é Paulo Preto e mostra como Serra fugiu do assunto.

Leia trecho da reportagem do R-7, que traz informações da revista “Istoé” sobre o engenheiro Paulo Preto – amigo dos tucanos de São Paulo:

A revista diz que “segundo dois dirigentes do primeiro escalão do PSDB, o engenheiro arrecadou “antes e depois de definidos os candidatos tucanos às sucessões nacional e estadual”. Os R$ 4 milhões seriam referentes apenas ao valor arrecadado antes do lançamento oficial das candidaturas, “o que impede que a dinheirama seja declarada, tanto pelo partido como pelos doadores”, relata a revista.

A IstoÉ diz ainda que “até abril, Paulo Preto ocupou posição estratégica na administração tucana do Estado de São Paulo”. Foi diretor de engenharia da Dersa, estatal responsável por obras como a do Rodoanel, “empreendimento de mais de R$ 5 bilhões, e a ampliação da marginal Tietê, orçada em R$ 1,5 bilhão – ambas verdadeiros cartões-postais das campanhas do partido”. Mas, segundo a reportagem, “Paulo Preto foi exonerado da Dersa oito dias depois de participar da festa de inauguração do Rodoanel”.

É um caso que incomoda os tucanos. Por que será, Serra? E por que a Globo não levou Preto pro ar?

Responder

    José Manoel

    12 de outubro de 2010 às 00h39

    Porque tem gente, ali, que deve gostar de um pretinho básico!!!!!!!!!

Fernando C. Branco

12 de outubro de 2010 às 00h11

Que maravilha, seria excelente que todos os nossos artistas e formadores de opinião se manifestassem a favor da Dilma e fizessem uma opção pelo futuro que a gente acredita que é o melhor para o nosso país. Dilma neles.

Responder

Marat

11 de outubro de 2010 às 23h21

Enquanto isso, do outro lado os reaças Hebe Camargo, Marcelo Madureira et caterva…

Responder

Marat

11 de outubro de 2010 às 23h18

Assim como Aldior Blanc, Chico Buarque, Gilberto Gil e tantos outros, inteligentes, sensíveis e interessados num Brasil melhor, mais justo e, acima de tudo, dos brasileiros, os demais pensadores devem expressar seu apoio à Dilma, que representa o novo o engajado, o Brasil grande. Serra é o atraso…

Responder

    joaos

    12 de outubro de 2010 às 00h08

    O pt tem que por esta gente na tv, falando, testemunhando. 89 foi assim; 2006 foi assim, intelectuais na tv, artistas padres, dilma com seus familiares, mais emotiva,,,

    js

    Marat

    12 de outubro de 2010 às 10h29

    Seria legal, em horário nobre, colocar essa turma para falar porque vota nela e por que são contra o atraso…

    José Manoel

    12 de outubro de 2010 às 00h41

    Vamos colocar toda essa gente aliada no programa da Dilma, todos, incluindo a Alcione, a Hildegard Angel, o Abílio Diniz e, se possível, a bala de prata contra o Zé Caixão, ou seja, a DONA LILY MARINHO!!!!!!! Aí acaba a eleição!!!!! Ela é Dilma!!!!!

Josnei Di Carlo

11 de outubro de 2010 às 22h58

Aldir Blanc foi na veia. O sono dos justos, por assim dizer, de Marina e do PSOL contribuiará para a injustiça, caso eles recusem o pragmatismo nacionalista.

Responder

    José Manoel

    12 de outubro de 2010 às 00h43

    O PSOL depende de um acerto mais profundo! Se apertar, mesmo, eles recomendam o voto em Dilma. Pelo menos é a minha impressão!

    Zhungarian

    12 de outubro de 2010 às 10h54

    O PSOL ainda insiste numa posição mais à esquerda, mas esquece que, cedendo um pouco hoje, pode avançar muito amanhã.

    Sua posição intransigente acabou levando para o segundo turno, aqui em Brasília, a Weslian Roriz.

    Portanto, apoiar a Dilma não significa aderir a seu programa. Significa sobreviver.

    Pois a democracia demoram-se décadas para se construir.

    Mas pode ser destruída em um só golpe.

IV Avatar

11 de outubro de 2010 às 22h51

Matou a charada.
Se a direita entreguista voltar isto terá sido graças à Marina
Quando o povo cair na real e perceber que o Serra é um factóide não perdoará a Marina pela desgraça na qual ela terá metido o país

Responder

Marcos

11 de outubro de 2010 às 22h29

Yahoo, que texto!
Maravilha!

Responder

Zeca

11 de outubro de 2010 às 22h19

O Aldir Blanc nunca negou fogo, é isso aí. Temos que ter mais apoio de artistas como Aldir que lutaram contra a ditadura e em defesa da democracia.
To contigo e não abro

Responder

Alceu Farias

11 de outubro de 2010 às 22h12

Dando continuidade meu comentário de l hora atrás quero acrescentar que tenho por hábito conversar com pessoas
desconhecidas em onibus, metros e trens e pude comprovar que o candidato opositor conseguiu avanços com a pro-
messa de dar 10% para quem ganha acima de 1 salário mínimo. bem como 600,00 para o mínimo. Em vista disso
torço para que Dilma nesta área descubra um caminho que neutralize tal armação.Atenciosamente Alceu Farias

Responder

    Marat

    11 de outubro de 2010 às 23h22

    Alceu, eu converso ou mesmo discuto com as pessoas nos metrôs e nos ônibus, e faço-as ver como Serra representa o atraso abominável que representa…

    wmporto

    11 de outubro de 2010 às 23h48

    Essa promessa pode ser descontruída com aquele vídeo do debate para a prefeitura de S.Paulo na qual ele disse ter registrado em cartório que cumpriria os quatro anos de mandato como prefeito.

    José de Lima

    12 de outubro de 2010 às 11h59

    fui preso politico gostei do aldir blanc me lembrou muitas coisas… agora quero concordar com voce alceu … fui até recentemente presidente de uma associação de aposentados em piracicaba sp. e sei que os 26 milhões de aposentados do inss estão entrando na mentira de s/m de 600 reais alem de 10% de aumento … chamem p paulo paim no pregrama da dilma. ele foi reeleito senador no rio grande do sul e sabe muito bem que os tucanos só ferrou nós aposentados…

Cecília

11 de outubro de 2010 às 22h01

Marina e os ambientalistas (quem trabalha com o meio ambiente) nas universidades há muito optou pela direita, É um caminho sem volta. Ou eles votam Serra ou nulo. No PT jamais. Muitos colegas meus falam isso !!

Responder

    Marat

    11 de outubro de 2010 às 23h23

    Conheço muitos verdes progressistas que votarão na Dilma. Eles abominam o Serra.

    Leider_Lincoln

    12 de outubro de 2010 às 08h41

    Eu também conheço muitos; aliás, dos que eu conheço a maioria dos marinistas é Dilma.

David R. da Silva

11 de outubro de 2010 às 21h58

Matou a pau. Um recado á Traíra e Traidores. Simples e direto. de Belo Horizonte.

Responder

Apolônio

11 de outubro de 2010 às 21h54

Parece que a campanha de Dilma sob os auspícios de Ciro, vai tomando às rédeas. Concordo com a sugestão de internauta acima, tá na hora de Dilma sinalizar que pode dar os 600 reais de salário mínimo e 10% para os aposentados. O importante é tomar todos os discursos de Serra e procurando desconstruí-lo, compará-lo ele e o governo anterior ao de Lula e o governo dele em São Paulo, com enchentes, professores apanhando, policiais civis apanhando da PM, invasão da polícia à USP, etc.

Responder

edu marcondes

11 de outubro de 2010 às 21h33

Zé Serra está cada vez pior.Aacabo de vê-lo dando uma entrevista (em Goiania, se não me engano) e com a maior cara lavada reclamando que Dilma está atacando sua família. Deve ter sido uma referência à reclamação da candidata contra a esposa de Serra ter dito que ela Dilma matava criancinha.

Responder

EDUARDO SOUTO JORGE

11 de outubro de 2010 às 21h18

estou convocando todos os que nao querem a volta dessa cambada ao poder, para uma concentracao monstra na porta do teatro casa grande no dia 18. a ideia e' apos a entrega do manifesto a Dilma, todos os presentes dentro do teatro, sairem as ruas , e junto com o povo promover uma caminhada festiva. seria o golpe final na candidatura da direita.

Responder

william porto

11 de outubro de 2010 às 21h14

Aldir, Chico, Oscar Niemeyer… E o povão e os Napoelões retintos e os pigmeus do bulevar. Aldir tem rzão, ficar pensando, hesitanto, farrapando é crime de lesa-pátria. E priu,

Responder

zepgalo

11 de outubro de 2010 às 21h10

Precisamos de mais artistas apoiando publicamente à Dilma!

Apoio gratuito, por amor ao Brasil!

Responder

O JUIZ

11 de outubro de 2010 às 20h47

Marina, na verdade, não passou de um engôdo. Foram 20% de protestos e nada mais.
Marina foi uma criação da mídia, para confundir os eleitores. Uma afronta para jogar os "cristãos" um uma fogueira santa.
Assim que terminou o primeiro turno, já começou a "jogar" com aquilo que não possui.
Depois, "se achou" ao enviar os "Dez Mandamentos" aos candidatos que ficaram para o segundo turno.
Acho que alguém confundiu Marina com Maria.
Marina não existe.

Responder

    Kátia Aguiar

    11 de outubro de 2010 às 21h52

    Gente… é isso mesmo! Marina é um grande engodo. Será que quem votou nela leu o programa do PV?

    Marat

    11 de outubro de 2010 às 23h24

    Ela está preocupadíssima em agradar ao Waak, ao lembrar que devemos ser subservientes a Israel e brigarmos com o Irã… Se esse sicofanta ganhar as eleições, entraremos num estado fascista e cheio de ódio. Eu sairei daqui…

    Gerson

    12 de outubro de 2010 às 00h23

    Sai daqui e vai pra donde my friend ?

    Se achar algo melhor me avise que vou analisar, pra te acompanhar.

    valeu ! brother pelo toque !!

    Marat

    12 de outubro de 2010 às 10h31

    Qualquer lugar que não exista o Serra, o Uribe ou qualquer macacao amestrado pelos EEUU e pelo PIG… Isso aqui, se o malandrão ganhar vai virar um estado fascista-religioso-quintal dos EEUU…

    Maria

    11 de outubro de 2010 às 23h30

    Acabo de jantar com 5 pessoas que votaram na Marina no 1º turno. Todos eles votam agora em Dilma. Detalhe: Não sabem dizer porque votaram na Marina.

    rita lelis

    12 de outubro de 2010 às 00h23

    conheço alguns descolados que levaram o maior susto quando souberam que marina é contra a pesquisa de células tronco, casamento gay, aborto assistido etc. votaram achando que marina era moderninha. felizmente, todos vão votar em dilma no 2o turno.

    Carmen

    12 de outubro de 2010 às 01h11

    Por modismo…a classe média assalariada achou chiquérrimo votar na Marina… ou vocês pensam que eles são "chinelos" para votar na Dilma ou no Lula??? Se os teus amigos votarem na Dilma agora vão esconder isso no trabalho ou na faculdade. A mente é colonizada…difícil sair dessa situação. E aqui no Rio depois que as artistas da Globo disseram que votariam na Marina ela foi considerada "cult"….

    Kátia Aguiar

    12 de outubro de 2010 às 12h54

    Pois é isso, Maria… votaram sem saber qual é o projeto! É nessa hora que precisamos agir: divulgando, informando. Como professora, tenho cuidado de fazer isso… acho que é um dever.

mac

11 de outubro de 2010 às 20h41

A Dilma tem que botar esse pessoal todo citado aí no programara !

Responder

rubem

11 de outubro de 2010 às 20h37

Falou tudo com poucas e belas palavras poeta é outra coisa, eles usam as palavras com uma precisão!!!.
Quanto a Marina, sempre repito, se ela fosse uma grande brasileira e colocasse o país na frente de suas vaidades e ambições politicas ela já teria "decidido" quem apoiar, quando ela decidir, tenho certeza que não será a Dilma, pois o "caminho mais largo e confortável" (usando uma analogia biblica) para Marina será apoiar Serra, mesmo em detrimento de tudo aquilo que ela sempre disse ser.

Responder

Eduardo Goldenberg

11 de outubro de 2010 às 20h30

Azenha: vaidades à parte, a origem da declaração de voto de Aldir é aqui: http://butecodoedu.blogspot.com/2010/10/aldir-bla

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    12 de outubro de 2010 às 15h47

    Ok, desculpe nossa falha. Já foi corrigido. abs

Alceu Farias

11 de outubro de 2010 às 20h27

Dilma foi excelente no 1º debate Convém lembrar que outros debates ocorrerão e esta estória de 10% para quem
ganha acima do salário mínimo. é bom que o pessoal da campanha pense desde logo em oferecer coisa igual ou
melhor desde já, afinal promessa se cumpre quando se pode.O candidato da oposição promete e não cumpriria a
promessa ( se ocoresse o desastre em ser eleito ) e ainda com certeza. no poder teria desplante de dizer que Lula
arrazou o paíz e que tudo seria adiado..

Responder

Luiz

11 de outubro de 2010 às 20h17

Aldir Blanc me fez entender que nessa eleição Marina e Plínio foram os pensadores que, de tão egocêntricos, se esqueceram de que os torturados e mortos não tiveram tempo para optar/para votar.
Mal sabe Marina o que lhe espera pela frente. Cuspiu no prato que comeu. Não acredito que terá tanta desenvoltura numa futura eleição. Ambos se serviram de um banquete e, sem pensarem nos demais, entregaram, de bandeja, o que a esquerda havia consquistado.

Responder

    Luiz

    11 de outubro de 2010 às 23h54

    Acho que, depois desta mensagem de Aldir Blanc, Marina, Plínio, Zé Maria e outros deveriam refletir melhor suas posições e trabalhar para reverter o mal que fizeram à esquerda brasileira.

Lucas Secanechia

11 de outubro de 2010 às 20h06

PSOL vacila demais, não compreendo essa omissão. Realmente eles acham que tanto faz, Dilma ou Serra? Apoio a Dilma no segundo turno não significa abandonar posições que são divergentes com o PT. Deveriam reconhecer, como o MST, que a candidatura Dilma é, de longe, muito mais preferível do que José Serra.
O PSOL se perde no próprio radicalismo.

Responder

    Fabio_Passos

    11 de outubro de 2010 às 20h31

    Calma lá.
    Chico Alencar já declarou que não vota nulo.

    E escreveu a pouco no twitter:

    "Na Sérvia, skinheads atacam homossexuais em pleno século XXI. Deve ter candidato a vice apoiando, no Brasil…"
    http://twitter.com/depchicoalencar

    @marisps

    12 de outubro de 2010 às 13h34

    Fábio, esse comentário do Chico Alencar no twitter não ajuda em absolutamente nada! Quem não acompanha política nem vai entender. Porque se muitos dessem conta por si mesmos do que significa esse ódio e preconceito que estão sendo disseminados pela campanha do Serra, ele não teria tido nenhum voto. Não é hora de " enrolação". Passou da hora de se posicionar a favor do progresso e do bem estar do povo e do país. Aliás D. Marina, a vaidosa, no máximo conseguirá se redimir, porque o estrago maior ela já fez colocando em risco todas as conquistas dos últimos 8 anos. Está a um passinho de cobrir o que resta da sua biografia com os dejetos do esgoto, mas parece não se importar nem com isso e muito menos com o Brasil.

Nilson Moura Messias

11 de outubro de 2010 às 20h05

Aldir Blanc, do nível do grande Chico Buarque. Aguardem, as feras na nossa cultura se pronunciaram logo, logo.

Responder

Fabio_Passos

11 de outubro de 2010 às 20h03

Oscar Niemeyer, com 102 anos, continua lutando e declara voto em Dilma:

[youtube p2bL4z26CnA http://www.youtube.com/watch?v=p2bL4z26CnA youtube]

Responder

    Marat

    11 de outubro de 2010 às 23h26

    Grande Niemayer… sempre lúcido e sempre pelo Brasil. Esse é um Grrrraaaaaaaaaannnnnnnnddddeeeee Brasileiro!!!

    Fabio_Passos

    12 de outubro de 2010 às 00h37

    Eu fico emocionado com o exemplo.

    É muito legal olhar pro lado e saber que estamos com Niemeyer, Chico Buarque, Nicolelis… imagine os pobres diabos que estão em companhia de madureira, azedo, malafaia.

    José Manoel

    12 de outubro de 2010 às 00h45

    O Oscar Niemayer é o "cara"!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Zhungarian

    12 de outubro de 2010 às 10h56

    E, como diz o próprio Niemeyer, "a vida é um sopro"…

    A hora é agora!

    Dilma neles!

Baixada Carioca

11 de outubro de 2010 às 19h57

Eu só penso que ele não explica o seu voto em Dilma, mas exorta aos "verdes" para que usem racionalmente a consciência.

Responder

Fabio_Passos

11 de outubro de 2010 às 19h55

Cidadãos!
Não há lugar para omissão.

A extrema-direita quer impor uma derrota ao Brasil.

Não podemos mergulhar no atraso e no obscurantismo.
As baixarias e imundíces praticadas por serra e pelo PIG são movidas pelo ódio e pelo preconceito.

Dilma será a vitória do conhecimento, da democracia, da tolerância e da civilidade.

Responder

Luiz Correia

11 de outubro de 2010 às 19h53

A Heloísa Helena sumiu e acho que é o caminho da Marina também.Tem que se posicionar!

Responder

Bernardo

11 de outubro de 2010 às 19h50

Eu não esperaria menos de um dos compositores da belíssima música "Mestre Sala dos Mares".
Claro que os eleitores militantes da Dilma também têm que fazer o mesmo e declarar seu apoio abertamente, para não dar chance para o entreguismo voltar ao Planalto.

Responder

El Cid

11 de outubro de 2010 às 19h40

Esse depoimento do Eduardo Guimarães em seu blog é muito sério: http://www.blogcidadania.com.br/2010/10/na-mira-d

Há mais de dois anos guardo uma revolta dentro do peito que diante do cinismo e da vilania da direita tucano-midiática não posso mais conter. Melhor do que ninguém, sei o que faz gente como José Serra quando chega ao poder e sinto que tenho obrigação de contar por quê.

Para quem não me conhece, devo explicar que tenho uma filha de 12 anos, Victoria, que sofre de paralisia cerebral (Síndrome de Rett). No início de 2008, a doença de minha filha começou a se agravar. Sintomas como escoliose e crises epilépticas começaram a se pronunciar.

Os médicos nos orientaram a colocar a nossa filha em uma dessas clínicas em que crianças como ela – que, então, tinha dez anos – recebem terapias e estímulos pelo menos 5 dias por semana durante todo o período diurno.

Essas instituições, se privadas, são caríssimas, além da capacidade financeira da minha família. E como os médicos diziam que ou Victoria recebia esse tratamento intensivo ou a sua doença passaria a progredir com maior velocidade, minha mulher, como mãe, apelou ao impensável.

Disseram a Cristina que havia uma instituição municipal de São Paulo que poderia acolher a minha filha e dar a ela o que necessitava, mas que era preciso um “pistolão” para conseguir a vaga e deu o nome de uma vereadora da base do governo da cidade de São Paulo.

Minha mulher entrou em contato com essa vereadora, que se prontificou a interceder por minha filha junto à instituição, mas cobrou de minha mulher que participasse de um ato público com ela.

Minha mulher se recusou, sob minha orientação – entre o pouco que escutou do que lhe avisei ao saber que se meteria com políticos –, mas, em novas ligações, conseguiu que a vereadora indicasse uma instituição.

Em contato com a instituição, foi informada de que, sim, havia uma vaga. Preencheu documentos, apresentou Victoria para que seu estado fosse mensurado e ficou aguardando a liberação da vaga para a menina.

No prazo estipulado, Cristina foi até a instituição já dando como certo a admissão de minha filha porque ela se encaixava perfeitamente no perfil de pacientes que por lá eram admitidos. Contudo, foi informada de que a vaga para a filha teria sido “cancelada”.

Minha mulher nem esperou sair da instituição para recorrer à tal vereadora, mas foi atendida por uma assessora que lhe disse que não teria como interceder por Victoria e que, “de mais a mais”, Cristina não havia revelado que a menina era “filha do blogueiro Eduardo Guimarães”.

Em seguida, a assessora disse que não tinha mais nada a conversar com a minha mulher e desligou. A mãe de Victoria não conseguiu mais falar com essa assessora porque ninguém atendia o telefone. E não conseguiu mais falar também com a vereadora nos dias seguintes.

À época, amigos jornalistas me exortaram a denunciar o caso. Contudo, minha mulher me impediu dizendo que “por causa dessa maldita política a nossa filha estava pagando com a saúde e talvez, futuramente, até com a vida”. E me proibiu de revelar este assunto.

Diante do cinismo de Serra, de seu jogo imundo, Cristina mudou de idéia. Pelo menos me autorizou a contar esta história para que as pessoas saibam que tipo de país teríamos se esse homem chegasse ao poder. Não só por ele, mas também por conta dos que o cercam.

Responder

    luiz pinheiro

    11 de outubro de 2010 às 20h24

    Totalmente chocante, mas não me surpreende, porque conheço a calhordice sem fim dessa gente (gente??) tucana. São canalhas do dedo do pé ao útimo fio de cabelo, desprezam totalmente o povo, as pessoas que não lhes interessam, são capazes de toda e qualquer sordidez, tudo o que querem é o domínio da mídia, da informação. O exemplo apresentado pelo Eduardo Guimarães, infelizmente, está longe de ser único, pelo contrário, é a regra da política deles, aves agourentas, urubus comedores de carniça, corvos da meia noite.

    Cristiana Castro

    11 de outubro de 2010 às 21h55

    São os defensores da vida, dos valores morais… Cambada de canalhas. Os covardes vingam-se nas crianças. É essa gente imunda que quer dar lição de moral ao país.

    Nilton

    12 de outubro de 2010 às 19h23

    Ridiculo, esses tucanos e demos são o q de pior existe na politica brasileira.Esses vermes tem q serem combatidos sem treguas e não só na eleicões e nos votos, chega de cordialidades, temos q voltar a ações definifivas. Desculpem mas o sentimento fala mais forte. TEnho nojo, ojeriza, repugnância por estes pulias.

    Daniel Campos

    13 de outubro de 2010 às 13h54

    Essa é a "liberdade de expressão" que os donos dos jornais defendem. A "liberdade de expressão" deles consiste em "eu posso falar o que eu bem quiser, você fica calado e na sua".

Tânia Albino

11 de outubro de 2010 às 19h35

Parabéns pela lucidez!

Responder

antonienko

11 de outubro de 2010 às 19h35

Aldir Blanc, Chico Buarque,..
Tá ficando bom

Responder

    Jairo_Beraldo

    11 de outubro de 2010 às 21h29

    Aldir Blanc,
    Chico Buarque,
    Frei Beto,
    Dr. Miguel Nicolelis,
    Frei Boff,
    A dignidade,
    A honra,
    A verdade,
    A história,
    A luta,
    Os guerreiros…..

    Vamos lá para o front!!!!!!!!!!!!!!!!!!

ruypenalva

11 de outubro de 2010 às 19h31

Até agora estou esperando Caetano rodar a baiana. Será que o Leãozinho vai de Serra-Ìndio?

Responder

    José Manoel

    12 de outubro de 2010 às 00h48

    Tanto faz!!! Eles se merecem!!!!!!!!

    @marisps

    12 de outubro de 2010 às 15h07

    Concordo!

    Fabio_Passos

    12 de outubro de 2010 às 00h58

    Duvido que Caetano vá se aliar com a santa inquisição.

Jairo_Beraldo

11 de outubro de 2010 às 19h19

Magnífica as colocações do velho Blanc. Duras, para que TRAÍRAS como Marina e Heloísa Helena reflitam em suas atitudes egoístas.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!