VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Adir Colombo: E a novela do “voto qualificado” continua


08/11/2010 - 19h22

Azenha:

Saudações!

Essa foto fiz em Toledo/Pr, dia 06/10, pleno centro da cidade.

Me chamou o lado preconceituoso da frase e sua ligação com quem vota ou é ligado a Serra. Claramente, atacam o bolsa-família.

É o submundo do preconceito. E pelo jeito ele vai continuar a ser movido…

Abraços,

Adir Luiz Colombo





303 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Resumo Rebelde

26 de junho de 2011 às 13h51

Está aí mais uma prova de como as classes mais ricas estão incomodadas com o crescimento do país… Uma vergonha, pois todos devem ter os mesmos direitos… É muito triste morar em um estado tão preconceituoso…

Responder

Adenir

10 de novembro de 2010 às 22h46

A elite que se diz anti-pt, não vota em operário e não vota em Mulher. Mas nas últimas três eleições eles perderam para o partido dos trabalhadores, antes para um operário chamado ( LULA ) e agora para uma mulher chamada ( DILMA ).
Aqui em Toledo é assim ou é elite ou é PT.

Responder

Ouro de Tolo

10 de novembro de 2010 às 22h14

Sou morador de Toledo/Pr., o Município tem aproximadamente 80 mil eleitores (119 mil habitantes),
apesar do preconceito, apesar da elite nogenta, a Dilma perdeu por apenas 2400 votos aqui em
Toledo.
Viva o norte e o nordeste que deram um banho de votos no smigol (Serra).
Viva a Dilma, Viva o Brasil.

Responder

Marina

10 de novembro de 2010 às 15h03

Eu sou paranaense e a parte materna da minha família é de Toledo. A foto não me surpreende em nada… na verdade, é disso pra pior. Predominantemente elitistas, classistas e xenófobos (como a foto sugere), racistas e machistas… é um antro. Com certeza existem exceções… mas provavelmente são raras.

Responder

    Secil

    10 de novembro de 2010 às 18h30

    A elite é elite em qualquer lugar,mas penso que a paranaense é ainda pior por ser, na média, semianalfabeta.

jefferson

10 de novembro de 2010 às 12h00

PR e SC não votou com o estomago…votou com o figado!

Responder

Rsilva

10 de novembro de 2010 às 11h29

Ninguém vota com o estômago a não ser que seja et.

Eu mesmo votei com o dedo indicador da mão direita e foi assim 1 depois 3 depois confirma. Votei para o Brasil dar continuidade a projetos que estão pra lá de dando certo, votei para o pré-sal continuar sendo do povo brasileiro, votei para que os menos favorecidos tenham sim um prato de comida em sua mesa (viva Betinho) e doravante seja de mais qualidade.

SC – Florianópolis, Floriano Peixoto um nordestino impôs esse nome a cidade.

Tem gente que não conhece a própria história. E como diriam aqui em São Paulo…"Você perdeu playboy"

Responder

Rafael Frederico

10 de novembro de 2010 às 11h15

São Paulo e o Tempo – me veio depois dessa foto

Querem que eu diga que são meu país
Mas não tem graça o que essa gente diz
Querem que odeie sem qualquer razão
Povo que há muito só queria o pão

Crêem na lenda de um papel sem dono
Mas que das poucas mãos nunca saiu
Papel que engana quem nele se esbalda
E paga o pobre no final do mês

Notas que compram pais de mil famílias
Não erguem prédios onde moram três
Não fossem braços pretos, fortes, sábios
Não fosse a calma de quem nunca viu

A vida mansa que se leva em cima
Que só de birra põe-se a anunciar
Dizer que vêm de um povo nobreróico
Fazer soar as guerras de além-mar

De trás de seus castelos gradeados
Entrincheirados sob os próprios pés
Despidos de seus típicos trajados
Desmascarados seus reais papéis

E vão na contra-mão de um mundo novo
Bem diferente de onde pensam estar
Correndo o risco de em tempo concreto
Se verem cegos, fracos, sós e nus

Responder

TavaresdeMello

10 de novembro de 2010 às 11h05

Aqui no Nordeste, desde o primeiro mandato de Lula,
seu sucessor "já tava" eleito. O lance, é que ganhamos por causa dos votos do Sudeste e Sul…
Aqueles eleitores que fizeram os quase 50%, têm muito do que se orgulhar.

Quem fez a diferença, no final das contas, foi o Sudeste e o Sul… Que blz!

Viva o Brasil e o povo brasileiro!

Responder

Wellington_Vibe

10 de novembro de 2010 às 10h58

MInha maior preocupação é até quando vai se estender esse debate. Já estamos no fim da descarga de ódio pós-surra nas urnas ou infelizmente, estamos só no começo de uma onda reacionária cuja pavio foi aceso pelo Zé Pedágio?
Vamos aguardar os próximos capítulos, mas continuo acreditando que só fazendo justiça com aqueles que foram denunciados e com outros que vierem a surgir é que vai ser possível calar os mais exaltados que confundem liberdade de expressão com liberdade de agressão.

Responder

Alex

10 de novembro de 2010 às 10h56

a considerar a quem a maioria dos votos do PR e SC foram dedicados, com certeza nem obra do estômago…tampouco do cérebro…rsrsrsrs! Mas falando sério, os paranaenses poderiam fazer um mínimo de autocrítica, afinal em 89 foram um dos amiores entusiastas de Collor de Mello, dedicando-lhe quase 70% dos votos e colocando em cadeia nacional (predoem o trocadilho infame) José Carlos Martinez, Ratinho e Luiz Carlos Alborghetti como próceres da política tupiniquim..depois o engodo Jaime Lerner..ah, dá licença aqui!

Responder

Leo

10 de novembro de 2010 às 10h47

Ora, ele votam com o bolso!!!

Responder

Arnaldo Garcia

10 de novembro de 2010 às 10h32

É SC ficou pior depois do boom da migração de classe média notadamente paulistas e gaúchos (Aqueles do sul é meu pais) e depois que a gaucha RSB monopolizou a informação por aqui. Suadades tenho da época da novembrada (1979)em que botamos Figueiredo para correr e em 89 quando lula teve 75% dos votos contra Collor, é… mas era uma época que esses seres superiores não habitavam por cá.

Responder

    Freitas

    10 de novembro de 2010 às 11h23

    O PT vai Governar o RS. A propósito, sou Gaúcho, moro em SC há 20 anos, classe média, e votei na Ideli, Vinhatti, Guizzoni, Boera e Décio Goes (só PT e PC do B). Não sou exceção. Não adianta ficar alimentando preconceitos.

    Luiz

    10 de novembro de 2010 às 11h34

    Bem lembrado Arnaldo.
    Esse processo de tbém ocorreu aqui no PR, em especial Curitiba.
    Claro que a grande maioria de novos paranaenses/curitibanos são tbém pessoas com fortes compromissos cristãos, interesses genuínos em boas políticas de inclusão, ajuda aos que mais precisam, etc…. mas é inegável a presença de novos irmãos sulistas com um que de gente metida a elite, que só engrossa a turma dos NEO DIREITISTAS espalhados Brasil afora.

Louzada

10 de novembro de 2010 às 10h14

A realidade é dura e cruel
Foi mesmo a Plebe ignara a responsavel pela eleição da Dilma
Nós os frequentadores de Blogs Progressistas não enchemos duas Kombis
Um Tiririca elege mais deputados do que toda Blogosfera progressista e reacionária juntas

Responder

Louzada

10 de novembro de 2010 às 10h07

E dai???
É verdade que quem elegeu a Dilma votou com o estomago sim
O meu e os votos de quem comenta aqui não foram preponderantes para a vitória de Dilma , os votos que foram preponderantes foram os votos do BOLSA FAMÍLIA SIM, E DAÍ!!!! Por um acaso é pejorativo ser eleito pro uma parcela significativa de assistidos socialmente pelo Estado.
Não votei com estomago e votei Dilma, mas nossa classe média não é tão menos ignorante do que a dos assistidos socialmente, tanto não é , que por essa medilcre classe média que dirige um importado de segunda linha, o Serra seria eleito

Responder

    @zeroka21

    10 de novembro de 2010 às 10h50

    Adorei Louzada. Essa classe média chinfrim que arrota mortadela e diz que comeu caviar…É burra, surda aos anseios populares, racista e completamente ignorante. É a classe média dos condomínios, do "far niente" de seus filhos alienados que frequentam o "Glória" nos Jardins, do abuso da nossa paciência democrática. É só dar uma passadinha no Shoping Higienópolis em São Paulo para ver o quanto é estúpido, imbecil, ostendadores da riqueza obtida através da exploração do trabalho humano, esses ricos que se mantém com pose de Senhores de Engenho. temos que avançar na democratização do Estado e das comunicações para não sermos obrigados a engulir somente o esgoto editorial de Veja, Estadão, Folha, Rede Globo etc… Queremos um Estado inclusivo, mais justo com toda a cidadania que é desrespeitada por esta classe de terroristas de classe. Imagina se um pobre põe no seu gol 1000 "Não voto em vagabundo explorador e capitalista" – Nossa! Seria um escãndalo e o cara iria ser crucificado pela imprensa golpista.

    Louzada

    10 de novembro de 2010 às 12h24

    Adorei tb essa sua " Imagina se um pobre põe no seu gol 1000 "Não voto em vagabundo explorador e capitalista" – Nossa! Seria um escãndalo e o cara iria ser crucificado pela imprensa golpista"
    Eu proporia, Não voto em quem tira ferias em Miami. ou Fala grosso com Colombiano e Paraguaio e arreia as calças pra americano.

    moises

    10 de novembro de 2010 às 10h51

    quando teve as enchentes em sc eles comeram minha farinha do bolsa familia

    Fábio Luís Plácido

    10 de novembro de 2010 às 11h11

    Louzada, se retirarmos os votos do norte e nordeste, ainda assim Serra seria derrotado.

    Louzada

    10 de novembro de 2010 às 12h20

    Abra os olhos companheiro!__Não existe só asistidos pelo Bolsa Família no Norte e Nordeste.__Repito o que postei depois um Tiririca elege mais do que toda Blogosfera Progressista e reacionária.]__Nossa classe média é tão ou mais manobravel do que a Plebe ignária

José Manoel

10 de novembro de 2010 às 10h03

Olha, Azenha, só posso dizer que sinto pena e nojo dessa gente "entendida"!!!! Vai ver que é porque sempre tiveram energia elétrica, casa e comida. Queria ver ela com essa empáfia, no meio do agreste, na escuridão, tendo que enterrar alimento no solo para conservar aquilo que vai comer dias após! Enquanto existir esse tipo de ser humano preconceituoso e desprezível, ficará mais difícil para o Brasil obter a justiça social!!!

Responder

Marat

10 de novembro de 2010 às 09h44

O logotipo (pança) vem bem a calhar para os nossos barrigueiros de plantão, que são os porta-vozes do preconceito de alguns…

Responder

José

10 de novembro de 2010 às 09h25

Santa Catarina e Paraná mostraram que são analfabetos políticos (infelizmente maioria que elgeu essas duas figuras, sem maiores questionamentos). Já recebi e-mail preconceituoso, na mesma linha do relato. Mas por aqui, preconceito contra nordestino e contra "PT" não é novidade. São só caipiras pseudodesenvolvidos que, como disse alguém, comem mortadela e arrotam caviar. Antes que me façam reparos, sou catarinense.

Abraços!

Responder

mauricio

10 de novembro de 2010 às 09h17

Se eles conseguem viver felizes com tanta miséria a sua volta, então bom pra eles não é?! Eu e mais 56% do eleitorado brasileiro não suportam ver tanta miséria que ainda há no país.

Responder

José Ribeiro Jr.

10 de novembro de 2010 às 09h07

Esse sujeito (ou sujeita) de Toledo certamente não vota com o estômago, deve votar com o meio das pernas, forma como a elite brasileira conseguiu cartórios, empregos públicos, cargos em comissão, promoções, transferências, aumentos de salários, colocações em assembléias legislativas, câmaras, tribunais de contas, carguinhos no judiciário etc. São descendentes de Francisco Rufino de Souza, aquele que ganhou cartórios, sesmarias e títulos de nobreza a partir da nobre função de masturbador de Dom João VI. O sujeito (ou a sujeita) aí do carro prata de Toledo precisa explicar suas relações com o dono do Paraná, Anibal Khury. Que favores terá prestado ao falecido mas onipresente deputado para "subir de quatro" na vida?

Responder

    Valtair Apolinario

    10 de novembro de 2010 às 09h23

    Como paranaense também estou envergonhado de esta tipo de gente por aqui. Acima de tudo arrogantes, prepotentes e mentirosos, pois o Serra perdeu na maioria dos municípios, ganhou nos grandes. Sem falar que mesmo com o governador eleito do lado dele a diferença foi de pouco mais de 6oo mil num universo de quase 8 milhões.

    juarez

    10 de novembro de 2010 às 09h39

    esse sujeito acompanha aquele time que vota,prevendo a volta do FMI,impondo regras para o país,aquele grupo político que ficou oito anos de quatro para os americanos,parabens pela visão do tatu,tu vais rastejar sempre.

@andregoth

10 de novembro de 2010 às 08h42

Chororô de perdedor…até nisso são colonizados, copiam, descaradamente, o fundamentalista tea party estadunidense…só faltam manisfestações em seus condomínios "greens hills of Miami Beach", dentro das grades, claro…

Responder

Fabiano

10 de novembro de 2010 às 07h47

Sou paranaense e isso me envergonha!

Responder

MirabeauBLeal

10 de novembro de 2010 às 04h19

.
Este foi resultado da pregação do Vigário Serra e da Beata Mônica, os semeadores de ódio.
.
Muita gente caiu no Conto do Vigário Serra.
.

Responder

    juarez

    10 de novembro de 2010 às 09h48

    É verdade, o santo da canção nova deixou a sua marca,a do ódio é claro,a mooca prepara um altar para o colocar asim que for canonizado,é esse o são cipriano serra.

Miguel Oliveira

10 de novembro de 2010 às 03h49

Esse pessoal é igual boi quando castrado. Sai escoiceando, marrando e pulando. Depois fica manso, manso…

Responder

Ramon

10 de novembro de 2010 às 02h36

Digite o texto aqui![youtube TFR-_flsO7U http://www.youtube.com/watch?v=TFR-_flsO7U youtube]

Responder

JOÃO PROTA

10 de novembro de 2010 às 01h50

De fato eles não votam com o estômago, mas com o fígado.

Responder

Henrique

10 de novembro de 2010 às 00h43

Esta é a social democracia do 45.
Que nunca falte um prato de comida para os dos 45, pois o pessoal que ganha de 60,00 a 200,00, consegue comer, comprar um par de chinelos de dedos, um caderno, um lápis e um apontador…e de quebra, os míseros 60 a 200 reais desenvolve economicamente o lugar onde vivem.
A social democracia do 45 não entende que o Bolsa Família é bem feito porque há desenvolvimento no país.
A social democracia do 45 é a AVAREZA.

Responder

    juarez

    10 de novembro de 2010 às 10h04

    Amigo eles entendem de bolsa senado,aquela bolsa que o heráclito dava para a filha do FHC,entendem tambem de bolsa imprensa aquela criada em são paulo pelo FDE do serra,que em quatro anos gastou a bagatela de duzentos e cincoenta milhões de reais,esses votam pela conta bancária ,são os mercenários.

Alexandre

10 de novembro de 2010 às 00h43

E muitos não votam com o cérebro também, por isso que Bornhausen, Pavan, Alvaro Dias, entre outros, ainda tem espaço…

Responder

    Glauco Lima

    10 de novembro de 2010 às 08h29

    Você disse exatamente o que eu queria dizer.
    Obrigado!

SérgioFerraz

10 de novembro de 2010 às 00h32

Sou de São Paulo-Capital e votei em Dilma com o cérebro, estomago e coração – e ela ganhou !
O resto é coisa de gente que seguer aprendeu a perder e acham que podem dirigir uma imensa Nação, mestiça, democrática e plural.

Responder

Urbano

10 de novembro de 2010 às 00h13

Mas eles estão propagando o óbvio, pois para votar em zé contra-rampa, o mitômano, só podem usar mesmo aquela outra parte do corpo, que sequer dar para explicitar.

Responder

Anna Amorim

09 de novembro de 2010 às 23h52

To com medo de dizer que moro no cariri cearense,berço da cultura do ceara…mas eles nao devem nem saber onde fica!
Agora com tanta violencia nao sei se sinto orgulho ou medo?
quem ja se viu,discutir "BRASIS" em um unico BRASIL

Responder

Paulo

09 de novembro de 2010 às 23h50

Sou paulistano, moro no PR, votei com o dedo indicador esquerdo (mas com cérebro e coração juntos!!!) em Dilma e vibrei muitissimo com sua vitória!!! Como mencinou o Tramontini, cerca de 44% dos eleitores de PR e SC votaram em Dilma também!!!
O melhor deste país é esta mistura etnica e cultural, além da tolerância religiosa que permite a convivência fraternal de gente de todos os credos (e sem credos tb!).

Responder

Marcus Netto

09 de novembro de 2010 às 23h41

Azenha , gostaria de chamar a atenção sobre as manifestações iradas de setores da Classe Media Alta Paulistana com relação as falhas do ENEM, Moro e trabalho em Sampa apesar de não ser Paulista . Sou Carioca. No primeiro dia de aplicação do ENEM fui com um amigo apanhar sua filha que tinha acabado de prestar o ENEM . Estudante do Colégio Bandeirantes , de onde partiram radicais campanhas fascistas contra a Dilma e os Nordestinos . Ao entrar no carro perguntei como havia sido a prova . Amenidades . Então perguntei o que ela achava do ENEM . Sua resposta irada porém convicta era de que o "ENEM não era justo" . Eu perguntei porque . A resposta foi : "vem aquele pessoal de fora (Nordeste) disputar vagas conosco que somos de São Paulo nas melhores faculdades . Eles deveriam prestar exames na região deles , onde moram ."

Azenha , discute-se muito o assunto da regulação da mídia . No entanto ouca atenção se dá para a verdadeira tomada e compra em atacado das Instituições de Ensino Privado por Grupos Econômicos poderosos e notadamente fascista , muito ligados a Igrejas Evangélicas , ao Opus Dei e Renovação Carismática . Outros dominados por Empresários Comerciantes do Ensino como Grupo Objetivo , UNIP e outros . Vejam o caso da "familglia Civita" , associada ao Grupo Neo-Fascista Sulafricano compraram toda a Rede Anglo de Ensino . Isso é muito, mas muito perigoso . Nestas instituições não há contraditório . São as Madrasssas do Mundo moderno , disfarçadas, soft power . Lembrem-se que desde que o USAID aportou por aqui para implantar a estratégia da CIA para divisão do movimento Estudantil em 1968, a pravatização radical da Educação em paralelo com a destruição do Ensino Público e a Escravização Indigente dos Professores Públicos , o domínio destes grupos crescem exponencialmente . Até mesmo o o Governo Federal dá dinheiro a eles com Fundos Públicos . Esse assunto é grave e merece ser levantado.

Responder

    MirabeauBLeal

    10 de novembro de 2010 às 01h02

    .
    .
    Estranho !

    Se os jardinenses paulistanos são tão preparados, tão poderosos e tão superiores, não deveria haver problema algum em "disputar vagas" com "aquele pessoal de fora".
    .
    Ou será que há algum problema na qualidade do ensino na maior e melhor cidade do mundo (depois de Manhattan, claro).
    .
    .

    Oscar

    10 de novembro de 2010 às 20h08

    Meus caros, hoje na PROVA SÃO PAULO aplicada aqui no município de São Paulo, da gestão dos demos kassabianos, uma questão me chamou a atenção, pois tinha a logomarca da Veja e o nome da Editora Abril. A questão perguntava quem era o presidente da instituição e entre as alternativa, é claro, apareceu o nome de Vitor Civita. Que estranho? Isto pode?

Lênin

09 de novembro de 2010 às 23h12

Jesus, chega!!!
NÃO AGUENTO MAIS LER POSTS SOBRE QUEM VOTOU NO PSDB!!
Pelo amor de DEUS, a Dilma ganhou!
Virem o disco, please!!
Coloquem especulações sobre os novos ministros do governo Dilma que ganharemos mais!!

Responder

turmadazica

09 de novembro de 2010 às 23h12

E a elite separatista do Paraná, cadê…

Responder

Pereira

09 de novembro de 2010 às 23h08

Mas é isso que eles querem. Dividir e provocar, inclusive, divisão entre nós, jogando um estado contra o outro. Gente assim tem em todo lugar do Brasil e em todas classes sociais, infelizmente. Não podemos cair nessa.

Responder

paulo pavaneli

09 de novembro de 2010 às 22h53

Todos votamos com o dedo… digitamos 13 e confirmamos. Simples, direto, objetivo.
Ganhamos. Eles perderam. Assim é a democracia dos verdadeiros democratas.
O resto é golpe.

Responder

Roberto de Paulo

09 de novembro de 2010 às 22h47

Como digo sempre,a inveja mata,perderam e estão viuvos,e são burros tapados metidos a ricos,vão assistir a mais um extraordinário Governo do PT para todo o País,e VIVA O LULA que elegeu a DILMA o resto é pura falencia moral do psdb.

Responder

Lucio Dias

09 de novembro de 2010 às 22h26

Gente, sou paraibano, resido em João Pessoa, e esse tipo de gente também tem por aqui, ponto final. Creio que isso vem muito, principalmente, da desinformação. Gente que só assiste jornal nacional, lê somente "Veja", assiste novelas e os "Big brothers" da vida. Se voces perguntarem se eles conhecem Emir Sader, os professores Comparato, Venicio Lima, Mariena Chauí entre outros, eles certamente vão dizer que nunca ouviram falar.

Responder

Rafael, BHte

09 de novembro de 2010 às 22h23

esse sul, ou seja essa parte q vota em Serra, é separatista, racista etc me dá preguiça, nem quero perder tempo e ter raiva com essa raçinha

Responder

    Leandro Pio

    10 de novembro de 2010 às 10h06

    Rafael, eu também sou de BH e discordo de você que o o problema é o Sul… Não podemos esquecer que nesses estados, Serra ganhou com uma diferença pequena. Podemos dizer que praticamente 48% da população da região Sul votou na Dilma. Então o problema não é a região… o problema é a elite que não aceita ver o país sendo feito para todos e não mais só para eles. E infelizmente, essa elite não existe apenas no sul… tem no sudeste, no nordeste e aqui em MG também.

Amarildo

09 de novembro de 2010 às 22h17

Realmente, não votam com o estômago. Votam com o fígado!

Responder

    Leider_Lincoln

    10 de novembro de 2010 às 06h31

    Certamente. Também é certo que não usam o cérebro durante o processo.

Ciro

09 de novembro de 2010 às 22h12

PR e SC não votam com o estomago – votam com o fígado!

Responder

Osmar

09 de novembro de 2010 às 22h05

Porisso são dois estadinhos ( PR/ SC) atrasadinhos em tudos o que fazem no Brasil. Com raras exceções, no meio destes povinhos, o que os salva são as belezas naturais. Fazer o que?

Responder

    PAULO HENRIQUE RÖDER

    10 de novembro de 2010 às 12h16

    Ai vc tb se igualou a este/a idiota..quem sabe ele não veio do seu estado!

J. Tramontini

09 de novembro de 2010 às 21h47

Típico de um setorzinho besta da classe média sulista. Esses aí são franca minoria. Isso mesmo, não passam de um grupelho de pessoas que podem até não votar com o estômago, mas também não votam com o cérebro, pois isto é manobrado pelas RPCs e RBSs da vida. Agora inventaram essa.

Sou PARANAENSE, apesar de há 8 meses não residir mais por lá. E votei com o cérebro, com o coração e com o espírito realizador e solidário que caracteriza a maioria dos brasileiros.

Somente para lembrar ao marionete que colou tal adesivo:

No PARANÁ, 2.593.086 brasileiros (44,56%) votaram na DILMA.

Em SANTA CATARINA, 1.556.226 brasileiros (43,39%) votaram na DILMA.

Esse tipo de mesquinharia é típica desses grupelhos fascistóides. Preferem ficar com seus preconceitos estúpidos do que ver todos se desenvolvendo. Esse imbecil deve estar feliz com a volta dos que foram governo no Paraná com Jaime Lerner. Provavelmente queira a privatização da Copel e da Sanepar, provavelmente queiram que o desemprego no Paraná volte a bater os 20%. Talvez queiram a decadência da agricultura, que sempre foi orgulho dos paranaenses e decaiu sob o tacão de Lerner e seus asseclas.

Outra lembrança é que o sr. Beto Richa, quando deputado estadual, apoiou a privatização do Banestado, que tanto prejudicou o Paraná e os paranaenses (sem contar as maracutaias), além de ter votado a favor da privatização da COPEL, hoje, líder nacional em produção de energia, que distribui energia mais barata a todos, com desconto para agricultura familiar (que produz alimentos), que fornece energia gratuita a 1 milhão de famílias paranaenses e, ainda assim, gera os maiores lucros de sua história.

Gente que não vota com o estômago e muito menos com os neurônios é assim mesmo: Reclama do preço do leite e vota no dono da vaca!

Responder

    João

    10 de novembro de 2010 às 00h02

    Concordo com tudo que escrevestes Tramontini.
    Quase a metade dos paranaenses votou em Dilma. Logo, o adesivo vale só para aquela metade que "reclama do preço do leite e vota no dono da vaca".

Marcos Gomes

09 de novembro de 2010 às 21h39

Eu voto com Estômago e Cérebro!

Responder

Maria Thereza

09 de novembro de 2010 às 21h37

Dilma foi eleita com votos de brasileiros de todas as regiões, de todos os níveis de escolaridade, de todas as faixas de renda (talvez não daqueles muuuito ricos, onde seguramente o dono do carro na foto não se enquadra). Portanto, não faz nenhum sentido ficar polarizando vermelhos e azuis.
Além do mais, estamos comemorando a inclusão de grande número de pessoas em classes sociais. Com Dilma, o dono do carro pode aspirar a, nas próximas eleições, já estar com um carro melhor, viajar mais de avião, ter seu emprego/renda garantidos. Uma hora ele entende que modelo de governo e de nação proporciona oportunidades.

Responder

    marinho

    10 de novembro de 2010 às 09h06

    Tenho estabilidade financeira com carro do ano e não é popular e passei por este preconceito em meu condominio onde foi arrancado no meu vidro dois plasticos da Dilma .Só não fui as vias de fato pois minha idade e o bom senso não me permite, porém o vizinho teve que se explicar cara a cara comigo, já que somos quase da mesma idade.Votei, evotarei sempre no PT E ACREDITO que nossa presidente dará um banho de governança, nesses preconceituosos fajutos e mesquinhos de pensamento.

@adirluizcolombo

09 de novembro de 2010 às 21h35

Pessoal. Sou o autor da foto. Só esclarecendo, o carro tem placa do município de Dois Vizinhos, que fica no sudoeste do Pr., próximo a SC. Além dos elementos preconceituosos já relatados nos diversos comentário, existe ainda um sentimento SEPARATISTA, inclusive existe um movimento separatista chamado "O SUL É O MEU PAÍS". O argumento básico é que pagamos impostos no sul para sustentar desocupados no norte. Esse argumento é tão velho que algo similar é que desencadeou a guerra dos farrapos.
Mas creio que essa frase não é da campanha. É posterior. Pq tão logo encerrou a apuração os adesivos serristas sumiram. Esse aí tem outra intenções, manter o discurso, a oposição, etc. etc.

Responder

    Antonio Alves

    09 de novembro de 2010 às 23h19

    Sobre o movimento separatista, fiquei sabendo de histórias daqui de Toledo que são no mínimo curiosas (não sou daqui do Paraná)…
    Na década de 80 cogitou-se serpara o oeste do Paraná do Brasil, e Toledo foi "escolhida" para se tornar a capital do Paraguai Oriental, assim que separação se consumasse.
    Paraguai Oriental…

Regina

09 de novembro de 2010 às 21h31

Imagine,o grupinho deles saõ clones…Dá primeira ameba do Planeta…Vive…É alimentada…mas naõ pensa.

Responder

Oscar

09 de novembro de 2010 às 21h26

Eu sou paulista e paulistano. Votei na Dilma e com o estômago. Aqui em São Paulo o preconceito da elite moribunda, falida e semi-politizada me causa enjôo e dores estomacais. E é pra curar minha dor de estômago que tento há alguns ano tirar o psdb do governo. Por isso voto contra os tucanos. Contudo, e infelizmente, a maior parte do eleitora paulista vota com os intestinos soltos, por isso fazem ca…g… há mais de 15 anos.

Responder

easonnascimento

09 de novembro de 2010 às 21h10

A quantidade de votos que Dilma recebeu, suficiente para se eleger, não vieram de todas as classes sociais? Que papo é esse sem sentido. A verdade é que um candidato ruim, sem discurso, com os correligionários fugindo dele, com uma campanha suja, com o enfrentamento de um governo bem sucedido, queriam o que? Uma vitória de Serra? Fala sério.
http://easonfn.wordpress.com

Responder

Baixada Carioca

09 de novembro de 2010 às 21h07

Se isso é um absurdo, imagine esse mesmo preconceito vindo de gente que se beneficiam de programas sociais como o ProUni e acham que o Bolsa Família é bolsa esmola!

Pois tenho vivido isso nos últimos dias.

Responder

Guilherme Milani, SP

09 de novembro de 2010 às 21h05

Que bom que PR e SC não votam com o estômago, assim estaremos livres de suas diarréias mentais!
PS: Reitero meu protesto contra a logística de entrega da revista Carta Capital. Há duas semanas meus pais não a recebem, apesar de serem assinantes. Já reclamamos por email, telefone e nem resposta escrita nos mandaram. Que papelão, hein, Sr. Mino Carta??? Quem sabe manifestando meu descontentamento através dos blogs parceiros eles façam alguma coisa. Obrigado pelo espaço, Azenha!

Responder

joaos

09 de novembro de 2010 às 20h55

Ele vota com o cérebro. Porém, no cérebro dele tem aquilo que passou pelo estomago e na saída, fica armazenado na cachola do indivíduo!
Sou paranaense e vot pt!

Responder

MAUFERRI-SP

09 de novembro de 2010 às 20h47

MARAVILHA DE FRASE ESSA NO VIDRO TRASEIRO DO RENAUT SCENIC, MAL SABEM QUE A REVOLUÇÃO FRANCESA FOI FEITA POR PESSOAS COM FOME, OS "SANS CULOTTE".

Responder

    Sergio F. Castro

    10 de novembro de 2010 às 10h22

    Les Aristocrats a las lanternes!!!!

Jukinha

09 de novembro de 2010 às 20h35

Se fôssemos fazer um estudo sobre quem são as essas pessoas, de onde vêm, como vivem, o que fazem na vida, encontraríamos as respostas que já sabemos. A campanha da oposição fez muito bem o seu trabalho de lavagem cerebral, despertando num parte da população aquilo que estava lá no fundo, enraizado, latente, esperando um motivo ou movimento para vir a superfície. Infelizmente, entramos no mundo da xenofobia, que já existe na Europa e EUA há vários anos. Isso é muito ruim.

Responder

Jukinha

09 de novembro de 2010 às 20h35

O que esse pessoal quer fazer é incutir na cabeça daqueles que têm a "cabeça fraca ou oca" de que vivemos em um país dividido, onde quem tem que ter chance é o da classe média, média-alta, alta, branco, de olhos claros etc. Aquelas características de sempre. Essas pessoas não tem formação cultural ou "pensam" que tem, e se acham superiores a todos os outros. São pessoas que têm uma formação escolar sofrível ou deturpada. Frequentam escolas que estimulam o preconceito (mesmo que isso seja feito de forma velada, quase invisível).

Responder

Jukinha

09 de novembro de 2010 às 20h35

Pois é…. vejo nisso tudo uma grande campanha para tentar desvirtuar mais uma vitória da esquerda no Brasil. A tentativa da cúpula opositora (PSDB-DEM, principalmente) foi a de querer afirmar que o Brasil é um país dividido. Da forma como a coisa vai e cada vez mais se dá ouvido a isso, essa atitude ganha espaço. Daqui a pouco vai chegar aos estádios de futebol. Vai chegar ao cinema, vai chegar aos parques públicos, ônibus, shoppings etc.

Responder

Hilda

09 de novembro de 2010 às 20h32

Eu custo a acreditar no que meus olhos vêem e lêem sobre o preconceito aos nordestinos e aos mais pobres. Grande parte da elite branca do sul descende de europeus fugindo da miséria e da perseguição lá no velho continente. Meus antepassados alemães, por exemplo, vieram para o Brasil no início do século 19 fugindo da fome e vieram para cá com a promessa de terra farta e fértile e uns trocados para iniciarem uma roça de café. Era o bolsa-familia da época…Ai se misturaram com indio, negro, português…Agora vem alguns babacas e se acham melhores do que todo mundo! Não sabem nem a própria história.

Responder

Lucas

09 de novembro de 2010 às 20h19

o mais engraçado é o cara utilizar o NOME dos Estados… como se seu pensamento representasse TODA A POPULAÇÃO.
lamentável.

Responder

Henry

09 de novembro de 2010 às 20h06

Moro no Sudoeste do Paraná e aqui deu Dilma com folga! Fomos para a avenida comemorar enquanto nos bairros centrais onde predominaram votos do Zé Baixaria o dia de finados foi bem prolongado!!!

Responder

Mõnica Rangel

09 de novembro de 2010 às 20h04

Votei com o ESTÔMAGO, com o CÉREBRO, com o CORAÇÃO e sobretudo com conscientização e politização. Por isso votei "inteirinha" na DILMA. De CORPO e ALMA LAVADA!!!

Responder

MirabeauBLeal

09 de novembro de 2010 às 20h00

.
.
LOS NADIES de EDUARDO GALEANO

Por ele próprio: http://www.youtube.com/watch?v=pEkyblfn6oo&fe

OS NINGUÉNS

As pulgas sonham com comprar um cão,
e os ninguéns com deixar a pobreza,
que em algum dia mágico a sorte chova de repente,
que chova a boa sorte a cântaros;
mas a boa sorte não chove ontem,
nem hoje, nem amanhã, nem nunca,
nem uma chuvinha cai do céu da boa sorte,
por mais que os ninguéns a chamem
e mesmo que a mão esquerda coce,
ou se levantem com o pé direito,
ou comecem o ano mudando de vassoura.

Os ninguéns: os filhos de ninguém, os donos de nada.
Os ninguéns: os nenhuns, correndo soltos, morrendo a vida, fodidos e mal pagos:
Que não são, embora sejam.
Que não falam idiomas, falam dialetos.
Que não praticam religiões, praticam supertições.
Que não fazem arte, fazem artesanato.
Que não são seres humanos, são recursos humanos.
Que não têm cultura, têm folclore.
Que não têm cara, têm braços.
Que não têm nome, têm número.
Que não aparecem na história universal, aparecem nas páginas policiais da imprensa local.
Os ninguéns, que custam menos do que a bala que os mata.”
.
.

Responder

José Flávio

09 de novembro de 2010 às 19h59

Toledo é uma cidade média para os padrões do Paraná, tem pouco mais de 110 mil habitantes, possui 5 universidades muito respeitadas. Na maioria das cidades desta região – Oeste do Paraná -, Serra venceu, mas venceu por uma margem pequena. Acho muito interessante que essa gente que fala conforme a faixa no carro em questão, não se deu conta ainda que em torno deles há muita gente, cerca de 50% da população que pensam de forma diferente, justamente porque não acham o tal 45 assim tão preparado e nem estão dispostos a abrir mão das conquistas realizadas até agora.

Responder

Luiz Carlos

09 de novembro de 2010 às 19h50

FRASE DO ANO:
Por mais alto que voe um TUCANO, ele jamais alcançará uma ESTRELA

Responder

Orlando

09 de novembro de 2010 às 19h48

Qual será a parte do corpo que o dono do carro usa pra votar no Serra?!?! Terá sido o cérebro? Que coisa, hein?!?!?!?!

Vamos falar sério? Isso aí é coisa de gente preconceituosa, que existe em todo o Brasil, infelizmente. Sou carioca, moro no Rio de Janeiro, onde Dilma ganhou com larga vantagem, e vi muita gente daqui falando coisa semelhante.

Responder

malu

09 de novembro de 2010 às 19h45

Essa gente não vota com o estômago, vota com o fígado.

Responder

    Gerson Carneiro

    09 de novembro de 2010 às 20h44

    Não,malu.Essa gente vota com o que o vi o mundo não libera nos comentários. Mas que todo mundo sabe.

Orlando

09 de novembro de 2010 às 19h44

Portanto, sou contra generalizações. O bobão, dono do carro aí da foto, fala por ele e não por todos os paranaenses e catarinenses. Cabe a nós, que temos argumentos, refutar tamanha asneira. O cidadão não deve saber que, expurgados os votos do Nordeste, ainda assim Dilma teria vencido.

Responder

    VLO

    09 de novembro de 2010 às 20h39

    E qual o problema com os votos do Nordeste? Você quer dizer que tirando os votos dos miseráveis nordestinos, ela ainda venceria? Seu cometário é tão preconceituoso quanto o do proprietário do veículo.

    Leandro Pio

    10 de novembro de 2010 às 10h45

    VLO, não há problema nenhum com o os votos do Norte e Nordeste. Mas o preconceito está nessa questão. O que o Orlando quis dizer é que se o Brasil fosse somente Sul e Sudeste, como os preconceituosos gostariam, mesmo assim a Dilma teria vencido.

    Pereira

    09 de novembro de 2010 às 22h26

    Mas a raiva dessa gente não foi contra o nordestino em geral. Mas o nordestino mais pobre. E viva o valente povo nordestino! Em 2014, teremos 90% por lá. hehehehe

Orlando

09 de novembro de 2010 às 19h43

Do "voto qualificado" pro voto facultativo é um pulo. Reparem que todo direitista é a favor do voto facultativo. Por que? Porque exclui, teoricamente, largas parcelas da população mais humilde e manipulável. Isso é música nos ouvidos da direita. Logo estarão ressuscitando essa questão. Pior é que o povão é favorável ao voto facultativo, desconhecendo os seus malefícios.

Responder

    Rudinei Marques

    09 de novembro de 2010 às 20h34

    Vc não está trocando as bolas, Orlando?
    Se exclui a população manipulável não seria melhor para nós, "eleitores conscientes"?
    Mas pra falar bem a verdade, perto de 25% de abstenção é porque o voto já é, na prática, facultativo. Não acontece nada com quem não vota. Só fica lá o registro da multinha até a próxima anistia.

Orlando

09 de novembro de 2010 às 19h42

Vejam o caso dos EUA, onde o voto não é obrigatório: Louisiana, Alabama e Mississipi, estados com população majoritariamente composta de negros, ficaram entregues à própria sorte, por ocasião da passagem do furacão Katrina. O Governo Bush demorou até três anos pra atender aquelas populações. Chama a atenção o fato de que os negros norte-americanos, especialmente os daquela região, não têm o hábito de votar. Não se sentem representados por nenhum candidato há muito tempo. Sendo assim, não comparecem às urnas e, portanto, não "elegem" ninguém e, por isso mesmo, ninguém olha por eles, porque não dá voto. A lógica é simples.

Responder

Orlando

09 de novembro de 2010 às 19h41

Precisamos conscientizar nosso povo que voto facultativo é uma roubada que só atende interesses das camadas privilegiadas. Então esse negócio de "voto qualificado" é cortina de fumaça, preparação de terreno pro golpe do voto facultativo. Todo cuidado é pouco!!!!

Responder

Luiz Clete

09 de novembro de 2010 às 19h39

Blz…os nordestinos votaram com o estomago, talvez por ter sido esse orgão mais beneficiado pelo governo Lula. Mas…e os paulistas que votaram no serra? Votaram com a cabeça e mente lavadas pela veja? jn? fsp? o estadao? Qual é o senso critico nos votos de SP que deram mais quatro anos para o psdb deitar e rolar? E os paulistas que votaram na Dilma, votaram com o estomago.

Responder

milton freitas

09 de novembro de 2010 às 19h35

Enquanto isto e Record,Globo ,Band e SBT continua mostrando que não se tem vida inteligente fora do eixo Rio São Paulo.
Talvez esteja na hora destas emissoras mostrarem o melhor do Brasil em suas telas.
Esta mais que na hora de se ter a revista Brasil,mostrando todo o desenvolvimento do nordeste .
O duro é que nem os nordestinos que esta no sudeste fazem propagandas do seu melhor.

Responder

Edmundo Adôrno

09 de novembro de 2010 às 19h25

Meus Caros,
Existem, também, aqueles que votam com o fígado.
Abraços.

Responder

Maria

09 de novembro de 2010 às 19h19

Eu votei com o fígado! Na Dilma!

Responder

Cícero

09 de novembro de 2010 às 19h13

Atualmente o número de famílias consideradas pobres no Estado do Paraná é de 546 mil (famílias). Tomando-se, como média, 3 membros por família, temos um total de 1.638.000 milhões de pessoas pobres, beneficiadas pelo bolsa família. O que corresponde a cerca de 20% da população do Paraná. Considerando apenas 3 membros por família (lembrando que há famílias com mais de 3 membros). OU SEJA: No Paraná, cuja população é de 10 milhões de habitantes, existem 2 milhões de pessoas pobres, dentre as quais, 1.638.000 milhões recebem o bolsa família.
Eu pergunto: Qual a razão da frase preconceituosa no carro da foto acima?

Para os paranaenses que não conhecem os programas sociais do governo Lula, cliquem no link para conhecê-los:
http://www.mds.gov.br/bolsafamilia/beneficios

Responder

Carlos.

09 de novembro de 2010 às 19h10

O cara que vota com o estômago está votando com mais consciência do que um bobo-alegre que lê a veja, segue orientação da igreja e tem um monte de preconceitos. Porque? Porque o cara que votou com o estômago votou em função de um benefício concreto que obteve, enquanto o que votou com a "cabeça" o fez a troco de nada e ainda em favor do que de pior existe na política.

Responder

Carlos.

09 de novembro de 2010 às 19h05

PR e SC não votam com o estômago e muito menos com o cérebro!

Responder

Haroldo Cantanhede

09 de novembro de 2010 às 18h54

Pois eu voto por causa do meu estômago. Pois que ele estava embrulhado com décadas de descaso, omissão, cinismo, roubalheira, arrogância e espoliação. Meu estômago ficava mal quando eu lia na imprensalona bandida as defesas apaixonadas de tudo que a nossa direita mais gosta de fazer: vender, vender, vender e sumir com o dinheiro. Engavetamento geral da vergonha na cara. Meu estômago agora já se livrou de uma bela parte desta azia horrorosa.

Responder

Luana

09 de novembro de 2010 às 18h54

Eu tenho o maior orgulho de votar com o estômago, pois estarei contribuindo para as desigualdades sociais deste país, que já nasceu estamental, infelizmente.

Responder

Cícero

09 de novembro de 2010 às 18h51

Só sendo mentecapto pra criticar programas sociais. Ora, se o sujeito não precisa do bolsa família, tem quem precise. Então, se milhões de benefiários do bolsa família elogiam esse programa, que direito têm alguns de criticá-lo. Questão de lógica: se "A" recebe bolsa família, e "B" não faz uso do programa, que direito tem "B" de reclamar de "A"? Essa atitude é típica de pessoas insanas.

Sobre o programa, acesse o link:
http://www.mds.gov.br/saladeimprensa/artigos/sete

Responder

rubem

09 de novembro de 2010 às 18h45

SC E PR não votam com estomago, más votam com a burrice, obscurantismo religioso, mentira , com os pastores e bispos católicos vendidos,com a ultra direita, vota com a incompetência daqueles que quase levaram o Brasil a falência quando governaram.
Agora quem é mais politizado????

Responder

    João

    10 de novembro de 2010 às 00h07

    Rubem, não coloque todos os gatos no mesmo balaio.
    45% dos paranaenses votaram em Dilma.
    Logo, o Paraná não é uma "trincheira" do PSDB, embora o Betinho Lerner tenha ganho aqui para governador.
    O Paraná está melhorando, e muito, sua consciência política.
    Pensem nisto.

Gerson Carneiro

09 de novembro de 2010 às 18h32

Eu voto com os dedos.

Com o indicador eu indico Dilma na urna.

Com o médio eu mando o Serra ir tomar.

Responder

vanraz

09 de novembro de 2010 às 18h23

Serra não se manifestou contra o preconceto ao nordestino em São Paulo. Isso era o mínimo que ele podia fazer como pessoa pública. http://www.vanraz.wordpress.com

Responder

Luiz Jornaleiro

09 de novembro de 2010 às 18h16

O eleitor "mais preparado" que votou no candidato "mais preparado", perdeu né? Ambos terão quatro anos para se prepararem melhor! Ou serão oito?

Responder

    Orlando

    09 de novembro de 2010 às 19h57

    Acho que oito. Ou serão dezesseis?

Marcos C. Campos

09 de novembro de 2010 às 18h05

Eu voto com o estomago, com o coracao, com o cerebro, com as pernas (pernas ?)
É !!!! Fiz uma média e votei na DILMA !!

Com o estômago por que minha vida melhorou (sustento quatro com salario de professor da UFPR)
Com o coração por que não só de pão vive o homem.
Com o cérebro porque ela é a melhor (Opinião minha e da maioria dos brasileiros)
Com as pernas porque se o Serra ganhasse teria que correr muito, mas muito mesmo atrás de dinheiro.

Responder

    Zauri

    09 de novembro de 2010 às 19h35

    Ótima resposta, pena que a maioria deles sejam analfabetos políticos. Um grande abraço! Zauri

    Zauri

    09 de novembro de 2010 às 19h39

    Ainda em relação a sua resposta quero dizer que sou do Paraná e votei na Dilma com muito orgulho e certeza da vitória.

    Sergio F. Castro

    10 de novembro de 2010 às 10h29

    Sou carioca e vivo num grotãozinho (limpo, agradavel e com qualidade de vida) no PR onde, tenho orgulho de dizer, Dilma ganhou (por duzentos votos, mas venceu), portanto energumenos como o proprietario do carro acima se enquadram num sábio ditado "este se cair de quatro, não levanta mais".

Mario Jordão

09 de novembro de 2010 às 18h00

Esses idiotas querem fazer crer que representam seus estados. Como bem disse um leitor, aqui no Rio a Zona Sul vota diferente da maioria da cidade e do estado. Querem dividir o Brasil porque pensam que podem deter o progresso, que na opinião cega deles ameaça suas "conquistas". Talvez seja verdade, se essas forem à base de privilégios indevidos e às custas da miséria de outros. O resultado é de todo o Brasil e, no Brasil, não importa de onde veio o voto, deu Dilma. Ponto final.

Responder

marx

09 de novembro de 2010 às 17h56

Essas pessoas deviam passar fome um dia só na vida pra ver como é. Este preconceito com nós nordestinos é um absurdo inimaginável num país tão miscigenado e de diferenças culturais tão intensas como o nosso.
"Perdoe-os Pai, eles não sabem o que fazem!"

Responder

MÁRCIO

09 de novembro de 2010 às 17h45

Ironicamente os estado mais AZUIS são da região Norte. http://www.jornalfloripa.com.br/blog/?p=123270 http://animot.blogspot.com/2010/11/o-brasil-e-rox

Ilustra bem que Dilma ganharia mesmo sem NORTE/NORDESTE.

"Mesmo sem os eleitores do Norte e do Nordeste, Dilma venceria Serra" http://g1.globo.com/especiais/eleicoes-2010/notic

Responder

hercio

09 de novembro de 2010 às 17h37

Isso é para os cientistas politicos explicarem. O que se esta vendo ultimamente em SC, é algo de no mínimo muito curioso. O número de Igrejas (Diversas), já superam em muito a quantidade de Padarias. Interessante não é?

Responder

Antonio

09 de novembro de 2010 às 17h21

Quero perguntar a essas pessoas com que parte do corpo elas votam. Pois votar no Serra não é votar com o cérebro. Não é com o estomago. Então, com que parte essa gente vota? Será que é com aquela parte que o FHC gosta de oferecer aos ianques?

Responder

benjamim

09 de novembro de 2010 às 17h11

Tenho até vergonha de dizer que sou paranaense. Como citou o Jorge Pimentel quando há enchentes, vamos pedir ajuda, não é! O paranaense critica os estados do nordeste e o Tiririca, mas vota contra o Paraná, incluindo o governador eleito Beto Richa que empenhou-se em eleger o Zé .
Entrem no site, abaixo, e vejam como a emenda protagonizada pelo Zé tirou dinheiro (mais de 30 bi) dos paranaenses: http://www.youtube.com/watch?v=OPvHrJTBzul&NR
Benjamim

Responder

    benjamim

    09 de novembro de 2010 às 17h37

    Corrigindo o site: http://www.youtube.com/watch?v=OPvHrJTBzul
    Benjamim

    Cícero

    09 de novembro de 2010 às 17h57

    Tenha vergonha não, mano. Conheço alguns paranaenses honrados os quais, assim como você, prezam pelo respeito e pela dignidade da pessoa humana e não sofrem desse mal terrível que é o preconceito.

    PS: esse link que vc mandou aí leva a lugar nenhum… Mas tá tudo bem, tá tudo certo.

Jener

09 de novembro de 2010 às 17h08

Sim, eles votam com a b… desculpem, com os glúteos.

Responder

    Cícero

    09 de novembro de 2010 às 17h46

    No português claro: bunda! (tá no aurélio)

ana cruz

09 de novembro de 2010 às 17h05

10 dias no sertão nordestino capinando sem agua nem comida e depois agente conversa se comida não é importante.

Responder

Ramon

09 de novembro de 2010 às 17h00

2º TURNO 2010 – RIO DE JANEIRO

1) Municípios onde o campo popular e democrático representado pela candidatura Dilma venceu com ESMAGADORA diferença de votos (a partir de 69,5% dos votos válidos). 10 Municípios.

Belford Roxo – 76,17% (Eleitorado: 302.637)
Comendador Levy Gasparian – 70.05% (Eleitorado: 6.478)
Duque de Caxias – 73,28% (Eleitorado: 590.214)
Itaboraí – 71,62% (Eleitorado: 149.470)
Japeri – 74,06% (Eleitorado: 64.222)
Magé – 71,44% (Eleitorado: 161.109)
Queimados – 74,71 % (Eleitorado: 94,116)
São Gonçalo – 70,17% (Eleitorado: 652.786)
São João de Meriti – 73,19% (Eleitorado: 351.287)
Tanguá – 71,30% (Eleitorado: 21.386)

2) Municípios onde o campo conservador e neoliberal representado pela candidatura Serra venceu com ESMAGADORA diferença de votos (a partir de 69,5% dos votos válidos). 01 Município.

São José do Vale do Rio Preto – 72,12% (Eleitorado: 14.956)

3) Municípios onde o campo popular e democrático representado pela candidatura Dilma venceu com GRANDE diferença de votos (a partir de 59,5% até 69,4% dos votos válidos). 22 Municípios.

Rio de Janeiro – 60,99% (Eleitorado: 4.671.849)
Barra do Piraí – 59,83% (Eleitorado: 69.781)
Barra Mansa – 60,37% (Eleitorado: 127.731)
Cachoeiras de Macacu – 59,61% (Eleitorado: 41.278)
Carapebus – 61,55% (Eleitorado: 9.631)
Carmo – 61,60% (Eleitorado: 13.015)
Guapimirim – 65,43% (Eleitorado: 34.820)
Itaguaí – 62,52% (Eleitorado: 79.122)
Macaé – 62,07% (Eleitorado: 133.675)
Mesquita – 68,81% (Eleitorado: 127.523)
Nilópolis – 68,98% (Eleitorado: 122.048)
Nova Iguaçu – 65,37% (Eleitorado: 545.670)
Pinheiral – 68,12% (Eleitorado: 15.286)
Piraí – 63,37% (Eleitorado: 18.840)
Porto Real – 59,73% (Eleitorado: 12.742)
Quatis – 62,43% (Eleitorado: 9.384)
Rio Claro – 67,88% (Eleitorado: 14.249)
Seropédica – 67,33% (Eleitorado: 49.544)
Trajano de Moraes – 60,61% (Eleitorado: 8.342)
Três Rios – 62,66% (Eleitorado: 58.150)
Valença – 61,30% (Eleitorado: 56.866)
Volta Redonda – 61,74% (Eleitorado: 212.395)

4) Municípios onde o campo conservador e neoliberal representado pela candidatura Serra venceu com GRANDE diferença de votos (a partir de 59,5% até 69,4% dos votos válidos). 6 Municípios.

Areal – 62,46% (Eleitorado: 8.741)
Itaocara – 64,14% (Eleitorado: 18.527)
Parati – 61,82% (Eleitorado: 24.197)
São Fidélis – 68,84% (Eleitorado: 29.706)
São Francisco de Itabapoana – 62,43% (Eleitorado: 34.488)
Teresópolis – 68,90% (Eleitorado: 118.944)

Responder

    Ramon

    09 de novembro de 2010 às 17h03

    5) Municípios onde o campo popular e democrático representado pela candidatura Dilma foi VITORIOSO (a partir de 52,5% até 59,4% dos votos válidos). 17 Municípios.

    Angra – 56,89% (Eleitorado: 112.569)
    Cardoso Moreira – 52,85% (Eleitorado: 10.711)
    Itatiaia – 57,53% (Eleitorado: 21.492)
    Macuco – 56,63% (Eleitorado: 5.747)
    Mangaratiba – 59,37% (Eleitorado: 25.782)
    Maricá – 57,82% (Eleitorado: 77.312)
    Miracema – 54,23% (Eleitorado: 21.914)
    Niterói – 52,64% (Eleitorado: 371.183)
    Paracambi – 54,64% (Eleitorado: 31.251)
    Paty do Alferes – 53,02% (Eleitorado: 20.832)
    Porciúncula – 53,07% (Eleitorado: 13.719)
    Quissamã – 53,72% (Eleitorado: 14.464)
    Rio das Flores – 53,22% (Eleitorado: 6.991)
    Rio das Ostras – 53,19% (Eleitorado: 62.636)
    São José de Ubá – 53,87% (Eleitorado: 6.299)
    Sapucaia – 57,47% (Eleitorado: 15.497)
    Silva Jardim – 52,80% (Eleitorado: 15.996)

    6) Municípios onde o campo conservador e neoliberal representado pela candidatura Serra foi VITORIOSO (a partir de 52,5% até 59,4% dos votos válidos). 24 Municípios.

    Aperibé – 54,30% (Eleitorado: 7.829)
    Araruama – 56,69% (Eleitorado: 82.432)
    Armação de Búzios – 54,86% (Eleitorado: 19.230)
    Arraial do Cabo – 55,51% (Eleitorado: 23.823)
    Bom Jardim – 55,20% (Eleitorado: 20.704)
    Bom Jesus do Itabapuana – 56,27% (Eleitorado: 27.536)
    Cabo Frio – 56,90% (Eleitorado: 126.954)
    Campos – 52,85% (Eleitorado: 334.487)
    Cantagalo – 58,64% (Eleitorado: 16.335)
    Casimiro de Abreu – 53,39% (Eleitorado: 24.831)
    Cordeiro – 53,98% (Eleitorado: 15.850)
    Iguaba Grande – 52,89% (Eleitorado: 18.224)
    Itaperuna – 56,90% (Eleitorado: 73.504)
    Miguel Pereira – 54,44% (Eleitorado: 21.031)
    Natividade – 54,40% (Eleitorado: 10.920)
    Nova Friburgo – 59,34% (Eleitorado: 145.145)
    Paraíba do Sul – 58,02% (Eleitorado: 32.509)
    Petrópolis – 58,97% (Eleitorado: 238.098)
    Santa Maria Madalena – 53,22% (Eleitorado: 8.104)
    Santo Antônio de Pádua – 56,68% (Eleitorado: 31.667)
    São João da Barra – 57,84% (Eleitorado: 27.652)
    São Sebastião do Alto – 52,74% (Eleitorado: 7.469)
    Sumidouro – 56,44% (Eleitorado: 5.454)
    Varre e Sai – 59,21% (Eleitorado: 7.141)

    7) Municípios onde o resultado final mostrou equilíbrio de forças com pequena vantagem para o campo popular e democrático representado pela candidatura Dilma (índice igual ou menor do que 52,4%). 3 Municípios.

    Lage do Muriaé – 51,05% (Eleitorado: 6.810)
    Mendes – 50,68% (Eleitorado: 14.359)
    Saquarema – 51,93% (Eleitorado: 56.167)

    8) Municípios onde o resultado final mostrou equilíbrio de forças com pequena vantagem para o campo conservador e neoliberal representado pela candidatura Serra (índice igual ou menor do que 52,4%). 9 Municípios.

    Cambuci – 51,68% (Eleitorado: 10.757)
    Conceição de Macabu – 51,03% (Eleitorado: 16.136)
    Duas Barras – 52,01% (Eleitorado: 8.485)
    Engenheiro Paulo de Frotim – 51,15% (Eleitorado: 8.837)
    Italva – 51,87% (Eleitorado: 10.174)
    Resende – 51,36% (Eleitorado: 83.704)
    Rio Bonito – 50,74% (Eleitorado: 42.873)
    São Pedro da Aldeia – 51,36% (Eleitorado: 53.737)
    Vassouras – 52,41% (Eleitorado: 28.221)

sergio mario

09 de novembro de 2010 às 16h46

O fato é que embora serra tenha tido mais votos que Dilma na região sul, a diferença percentual não foi significativa, isto é, há um apoio muito grande às políticas do governo do PT também na região sul, tanto que elegeram o Tarso Genro. Já nos estados do N/NE as diferenças percentuais foram enormes indicando clara preferência do eleitor. Na verdade há os de um lado e do outro no país inteiro mas aonde o resultado das ações do governo foi mais impactante, nos estados com menos recursos, a votação pró-governo foi maciça.

Responder

Se Nagao

09 de novembro de 2010 às 16h44

Os que se acham engraçadinho e colocam adesivo deste tipo votam com o figado!
Não são nada engraçados, se alimentam de ódio e vociferam preconceitos.

Responder

fernandoeudonatelo

09 de novembro de 2010 às 16h36

Não é o Sul do país.

Na Zona Sul do Rio de Janeiro, estado que mais recebe repasse de verbas públicas federais e com um dos maiores blocos de investimento público em infra-estrutura, saneamento (sim aqui até a CEDAE colocou plaquinhas) e urbanização (comunidades atendidas pela integração), Serra ganhou como se não tivesse existido governo Lula. Dá pra acreditar ??

Responder

    Orlando Bernardes

    09 de novembro de 2010 às 17h23

    Puro preconceito da burguesia ignorante. Aquela que quando vai viajar, o único destino é o USA, mais precisamente Miami. Precisa dizer mais alguma coisa?

    renato

    09 de novembro de 2010 às 20h04

    eu moro no paraná com muito orgulho e só voto no lula e dilma.. que sacanagem é esta de me colocar na mesma vala….esta parecendo a mulherzinha que falou dos nordestinos, isto é só para ter chente entrado no blog?????se for to fora…..

ADRIANA

09 de novembro de 2010 às 16h33

Sr. Jorge Pimentel, sempre quando há catástrofes fazem campanhas para que todo pais ajude o local atingido…foi assim nas enchentes em Santa Catarina, nas queimadas no Mato Grosso, e também nas enchentes do Nordeste…eu ajudei a todos pois acredito que é minha obrigação de cidadã……. e como Brasileira estarei sempre disposta a ajudar meus irmãos indiferente do local ou estado em que nasceram!.

Responder

Cunha

09 de novembro de 2010 às 16h30

Os que assim afirmam,não votaram com o estômago,mas, com o intestino !

Responder

El Cid

09 de novembro de 2010 às 16h27

eis o link para download do documentário da BBC: "Racismo, a História"… – http://www.megaupload.com/?d=OBOGX275

recomendo, um ótimo material !!

Responder

Ramon

09 de novembro de 2010 às 16h26

Vejam este vídeo postado no site do Nassif:
[<object width="480" height="385"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/4xjPODksI08?fs=1&amp;hl=pt_BR"></param><param name="allowFullScreen" value="true"></param><param name="allowscriptaccess" value="always"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/4xjPODksI08?fs=1&amp;hl=pt_BR&quot; type="application/x-shockwave-flash" allowscriptaccess="always" allowfullscreen="true" width="480" height="385"></embed></object>]

http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/um-video
abaixo a tradução:
One Love
Bob Marley

Um só amor!
Um só coração!
Vamos seguir juntos para ficarmos bem.

Ouça as crianças chorando! (um só amor)
Ouça as crianças chorando! (um só coração)
Dizendo:-seja grato e louve ao senhor para sentir-se bem.
Dizendo:-vamos seguir juntos para ficarmos bem.

Deixe-os passar com suas observações sujas (um só amor)
Há uma pergunta que eu realmente gostaria de fazer (um só coração):
-havera um lugar para os pecadores desesperados?
Quem vem pra ferir a humanidade
Pelas suas próprias crenças?

Um só amor!
Um só coração!
Vamos seguir juntos para ficarmos bem.

Como era no inicio (um só amor)
Que assim seja no fim (um só coração)
Seja grato e louve ao senhor para sentir-se bem.
Vamos seguir juntos para ficarmos bem.

Temos que manter a união para enfrentarmos o armagedom sagrado (um só amor)
Assim quando o homem vier, estaremos seguros (um só coração)
Tenha dó daqueles cujas as chances são poucas
Pois não haverá como se esconder do pai da criação…

Um só amor!
Um só coração!
Vamos seguir juntos para ficarmos bem. http://www.muitamusica.com.br/119-bob-marley/3748

Responder

El Cid

09 de novembro de 2010 às 16h26

O PiG planta o ódio e preconceito ao dividir o Brasil entre azuis-cultos e vermelhos-ignorantes.

Lei dos medios, já!!!!!

Responder

ADRIANA

09 de novembro de 2010 às 16h24

O Serra é um anticristo…nunca vi um eleição tão dura, preconceituosa e baixa, e parece que isso via ficar por muito tempo …eu estou muito receosa das conseqüências que virão!.

Responder

    Cícero

    09 de novembro de 2010 às 18h11

    Acho que até o demo tem medo desse cara.

Luciano

09 de novembro de 2010 às 16h24

Os tucanos paranaenses e catarinenses tiram o estômago na hora de votar, é? Se não tirassem, votariam em Serra ainda? ehheheh

Responder

Kátia

09 de novembro de 2010 às 15h59

Moro em Sc, e sou natural de SP eu e meu marido fizemos campanha acirrada para Dilma… Fiquei envergonhada pelos governadores eleitos nesses estados.
Continuo com o adesivo da Dilma no meu carro, e sou vou tirar qdo estiver desbotado.

Responder

Paulo

09 de novembro de 2010 às 15h53

Vamos combinar um adesivo – "O brasileiro vota com o coração". PT saudações.

Responder

Carlos eduardo Luz

09 de novembro de 2010 às 15h44

Eu tambem não tive estômago para votar no serra !!!!!

Responder

baarbaaraa

09 de novembro de 2010 às 15h41

adorei ler os comentários!

Responder

Rodrigo

09 de novembro de 2010 às 15h38

É por isso que eles perderam e vão continuar perdendo váaaarias eleições presidenciais. Com cabos eleitorais como esses, os adversários nem precisam gastar com campanha, só os eleitores tucanos já se queimam sozinhos!

Responder

Levy Santos

09 de novembro de 2010 às 15h30

Deveriam assistir àquele video cristalino e brilhante da marilena Chauí que já foi vista por quase 200.000 pessoas, onde explica de forma suscinta as diferenças entre PT e PSDB, ou porque Dilma e não Serra.

Responder

Jô Portilho

09 de novembro de 2010 às 15h29

Curioso que no carro da foto conste o adesivo do Instituto Ayrton Senna, cuja missão é ajudar crianças carentes, inclusive do "Sul Maravilha"! Para ver em que regiões do país a instituição atua: http://senna.globo.com/institutoayrtonsenna/
Esta foto ilustra, portanto, a hipocrisia de certos "filantropos" que não entendem mesmo o que significa solidariedade!

Responder

    El Cid

    09 de novembro de 2010 às 16h34

    bem observado, Jô !!

Ayrton

09 de novembro de 2010 às 15h23

Se não é com o estomago deve ser com o produto final!

Responder

    Alex

    10 de novembro de 2010 às 10h58

    isso, isso, isso….

Paulo

09 de novembro de 2010 às 15h18

o mais estranho disso é que essa pessoa nao quer que o bolsa familia continue e apoia um candidato que até prometeu dar o 13 bolsa familia..

Vai entender né..

Responder

    El Cid

    09 de novembro de 2010 às 16h37

    não dá pra entender como aquele "pústula" pode conseguir 43.711.388 de votos… queria ver os argumentos de quem votou…

Marcos

09 de novembro de 2010 às 15h16

http://g1.globo.com/jornalhoje/0,,MUL1159745-1602…

Responder

Hans Bintje

09 de novembro de 2010 às 15h13

De Paul Krugman ( http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMos… ):

"E se alguém lhes diz que seus argumentos não se sustentam, enfurecem-se. Tente explicar-lhes que se os devedores gastam menos, a economia fica deprimida, a menos que outro gaste mais, e vão dizer-lhe que você é socialista. (…)

Uma das razões é que os funcionários estavam tão preocupados com que os acusassem de ajudarem a quem não merecia, que finalmente não ajudaram a quase ninguém. Ou seja, os moralizadores seguem ganhando. Cada vez mais votantes, tanto aqui como na Europa, estão convencidos de que aquilo de que necessitamos não é mais estímulo, mas castigo. Os Estados devem ajustar o cinturão; os devedores devem pagar o que devem.

A ironia é que, em sua determinação de castigar os votantes que não merecem, castigam a si mesmos: rechaçando o estímulo fiscal e o alívio da dívida, perpetuam o desemprego elevado.

Na realidade, estão reduzindo seus empregos para incomodar seus vizinhos. Mas não o sabem. E como não o sabem, a depressão continuará."

Responder

Marcos

09 de novembro de 2010 às 15h09

PR e SC são ótimos "gestores", principalmente SC, quando recebeu ajudas na épocas dos desmoronamentos. Tinha comerciante afanando água oriunda de doação para vender em mercados. Isto não serve para todos, mas que fique destacado o pouco caso que alguns fazem até nos momentos de tragédia. Isto define o caráter. Ou seja, em nada me surpreende esse adesivo de merda.

Responder

    Márcia Nogueira

    10 de novembro de 2010 às 00h22

    Somos paulistas, votamos na Dilma e enviamos ajuda para os desabrigados de SC. Será que da próxima vez deveríamos imitá-los e parar de pensar no próximo????

    Marcos

    10 de novembro de 2010 às 09h18

    Seguindo a lógica de alguns malandros de lá, sim. Na verdade, tem muita gente estranha (ou safada) por aí. Veja-se que o argumento de alguns para não votarem na Dilma era o "bolsa-esmola". Pura ignorância…tanto é assim, que declararam voto ao Serra que, por sua vez, prometeu o 13º para o "bolsa-esmola". Um eleitor assim só tem 2 enquadramentos: ou é ignorante, ou é mentiroso, pois sabe que o Serra é contra o "bolsa-esmola" e torce para que o benefício acabe.

Thiago

09 de novembro de 2010 às 15h06

Já vi isso antes – http://www.youtube.com/watch?v=GTlKKxfuUJs

E dessa outra vez foi o Lula quem disse.

Responder

Alexandre

09 de novembro de 2010 às 15h01

Esse pessoal vota com o câmbio, com a má vontade e com a falta de visão de país.

Responder

Luiz Henrique

09 de novembro de 2010 às 14h59

Vou de Raul:

"É pena
Que você pense que eu sou seu escravo
Dizendo que eu sou seu marido
E não posso partir
Como as pedras imóveis na praia
Eu fico ao teu lado sem saber
Dos amores que a vida me trouxe
E não pude viver

Eu perdi o meu medo
Meu medo, meu medo da chuva
Pois a chuva voltando pra terra
Traz coisas do ar

Aprendi o segredo
O segredo, o segredo da vida
Vendo as pedras que choram
sozinhas no mesmo lugar
Vendo as pedras que choram
sozinhas no mesmo lugar

E não posso entender
Tanta gente aceitando a mentira
De que os sonhos desfazem
Aquilo que o padre falou
Porque quando eu jurei
Meu amor eu traí a mim mesmo
Hoje eu sei que ninguém nesse mundo
É feliz tendo amado uma vez
Uma vez

Eu perdi o meu medo
Meu medo, meu medo da chuva
Pois a chuva voltando pra terra
Traz coisas do ar

Aprendi o segredo
O segredo, o segredo da vida
Vendo as pedras que choram
sozinhas no mesmo lugar
Vendo as pedras que choram…

Responder

Fábio Carmo

09 de novembro de 2010 às 14h56

Eis uma perfeita síntese de como pensa a maior parte do "Sul Maravilha": no recente show de Paul McCartney em Porto Alegre, quando o astro agitou a bandeira do Brasil no palco o público começou a gritar "Ah, eu sou gaúho"… Acho que não preciso dizer mais nada…

Responder

    Julio Silveira

    09 de novembro de 2010 às 16h18

    Fabio, Fabio, menos amigo,menos.
    Sou carioca resido aqui no RS e posso te dizer que essa expressão "Ah, eu sou gaucho" é de respeito as tradições gauchas, por sinal um dos poucos estados brasileiros que valorizam as tradições regionais, e quando digo regionais amigo quero dizer tambem nacionais, em vez dessas importadas, com que vez por outra querem nos impingir por interesses comerciais, modismos tipo esse novo chamado "Hallouwin" nem sei se é assim que se escreve.
    Há que ter cuidado para não pegar, por desconhecimento, algo em um contexto e querer contextuálizá-lo em outro fazendo o jogo dos interesses preconceituosos .
    Aqui no RS, elegemos um governador do PT no primeiro turno, não esqueça disso, Se a Dilma não obteve maioria aqui no estado foi por pouco, e por que seus aliados acreditaram com a eleição do Tarso, que seus adversários estavam derrotados, houve salto alto, ainda assim a midia quer vender uma miragem de que o gaucho é Paulista, ledo engano. Aprendi com a história que o Gaucho costuma se levantar para ensinar a São Paulo como se deve governar o Brasil para os Brasileiros.

    trombeta

    09 de novembro de 2010 às 16h33

    Caro Fábio, você tem toda a razão.
    Uma das desgraças do RS é o provincianismo e a chamada "identidade gaúcha" reforçada na publicidade e no PIG local (RBS/globo). Para você ter uma idéia do tamanho disso, eu sou gaúcho e me sinto sitiado na minha própria terra por essa tsunami gauchista, o pior, as novas gerações são mais recionárias e suscetíveis a doutrina do "gauchismo".
    Em boa hora, alguns historiadores estão desmistificando a história do RS e a chamada revolução farroupilha, repondo a verdade de uma "revolução" que não passou de uma guerra da elite estancieira, uma guerra do latifúndio em que muitos falsos heróis não passavam de malandros em busca de vantagens financeiras mas quem morreu mesmo foi a pobretada.
    Para seu alívio, afirmo que a turma do "ah eu sou gaúcho" não é tão grande assim, vive em CTGs e em alguns idiotas que nunca ultrapassaram os limites do estado e não conhecem a grandeza do Brasil, em poucas palavras vivem num mundinho cor de rosa apresentado pela RBS.
    Abraço.

Aguinaldo Garcez

09 de novembro de 2010 às 14h48

É lamentável lermos aqui num blog progressistas tanto comentários preconceituosos de pessoas supostamentes bem informadas e que dizem que não se deixam manipular pelo PIG.
Sou catarinenese e me assusto quando constato que os brasileiros de outro lugar pensam que todos nós somos loiros de olhos azuis. Outra constatação é que PR e SC terão que carregar o fardo de ter dado 100% de votos ao Serra e que no RS 49% é maioria, e portanto, a Dilma venceu no RS (49 a 51- ou 49,5 a 50,5, sei la). Pois é, Yeda Crusius deve ter sido eleita pelos migrantes catarinenses e paranaenses para governar e saquear o RS por 4 anos, e não é aqui em Santa Catarina que volta e meia aparece um louco querendo fundar a república dos Pampas.
Fatos: As 3 capitais do Sul deram vitória ao Serra, no oeste dos 3 estados Dilma teve ótimo desempenho, a região serrana de SC e RS deram boa margem para Serra.
É gente! O mapinha vermelho e azul pegou…

Responder

J. Carlos

09 de novembro de 2010 às 14h34

O Nordeste, Norte, parte do centro-oeste e Sul, Minas e Rio Votaram com inteligência, por isso votaram em Dilma.

Responder

Julio Silveira

09 de novembro de 2010 às 14h31

As bestas não haverão de herdar o mundo.
O Brasil é e sempre será de todos os Brasileiros de norte a Sul, de leste a oeste, de todos.
Os imbecis que pensam falar em nome dos cidadãos de seus estados ou pela nação, não conhecem os limites de sua pequenesa, apenas se acham.
Nosso País não é aquele da colonização, onde tribos silvicolas se digladiavam, alguns vencedores dessas lutas comiam os perdedores. O Brasil se quer civilizado, integrado, nação. Mesmo idioma, destino compartilhado entre todos.
Somos tão generosos que chegamos a discutir a bossalidade expressa pelo individuo paranaense, alguns se chateiam outros como eu podem até se divertir com a demonstração publica e despudorada de exercicio da ignorância explicita.

Responder

GILBERTO

09 de novembro de 2010 às 14h21

O Voto reacionário de SC vem de sua colonização.
Do PR tb.
E o pior é que eles acham que foram colonizados pela elite européia, quanto todos sabemos que form os mais humildes e cultos que se dispuseram a iimigrar para o Brasil, além dos nazistas fugidos.

Responder

    Eduardo

    09 de novembro de 2010 às 19h06

    Isso é um baita preconceito, o sr. fala sem saber.

    Só pessoas muito mal informadas acham que são descendentes da fina flor européia. Ou se fazem porque são pessoas de má fé, o que existe em todo o lugar.

    Se existe descendente que arrota ser isso ou aquilo, não é problema de suas origens, mas sim do nosso sistema educacional precário e dos valores imbecis que nos são passados diariamente pela mídia e afins.

    Não estou querendo dizer que não existe descendente de alemão preconceituoso (isso tem aos montes), mas não são a totalidade, e com esse seu comentário dá a entender que o problema do Sul é sua etnia (ou o conjunto delas).

    Quero ressaltar que cada um tem sua bagagem cultural, e isso é o que faz o Brasil ser colorido e diverso, portanto é imperioso separar o joio do trigo e valorizar o que é de bom de cada região.

    Aliás, em Florianópolis, onde o Serra levou 68% dos votos, é bem pouco expressiva a população de origem alemã.

    Pense nisso.

Flávio Ávila

09 de novembro de 2010 às 14h10

Apesar de manifestações como esta e do resultado das eleições aqui no Paraná, não é o que se observa/percebe no dia-a-dia. Moro em Londrina e a avaliação do Governo Lula é boa por aqui. Tenho conversado com muita gente que votou no Serra e não descredencia o atual Governo, creio que o que ocorreu com o resultado neste pleito deve ser analizado e revisto pelas lideranças do PT, principalmente quanto a condução da política e suas formas de permear a sociedade no sentido de informar como é a administração conduzida pelo PT. Londrina já foi administrada pelo PT em 03 períodos, 1993 a 1996, 2001 a 2004 e 2005 a 2008 no entanto não da pra dizer que a cidade é conservadora e que elege somente políticos de direita, muito menos que é preconceituosa e reprova políticas as atuais sociais. O que se observou durante a campanha foi um forte movimento das TVs Globo, SBT e Bandeirantes, Jornal de Londrina (Globo) e Folha de Londrina, juntamente com grandes empresários para eleger o candidato do PSDB e a forma utilizada foi difamar o atual governo, criando boatos e factóides.

Responder

victor

09 de novembro de 2010 às 14h08

Tempos modernos

Patroa- Edileusa!!!! vc esta usando meu perfume?
Diarista- Nao dona Filomena,estou usando o meu!!
Patroa- Qual é seu perfume?
Diarista-É o ultimo lançamento da gucci!
Patroa- Onde voce comprou?
Diarista-No freeshop,quando fui a Buenos Aires na minha folga

XUUUUUUUUUPA FILOMENA!!!!!!!

Responder

Ivonete

09 de novembro de 2010 às 14h07

Sou catarinense, e quero manifestar minha indignação ao raivoso proprietário do automóvel, que está ignorando o meu voto em Dilma que, aliás, foi orientado por minhas reflexões, na qual contribuíram axaustivas leituras, tanto realizadas em livros que li quanto em aulas que ministrei durante toda a minha vida. Aulas, aliás, que abrangeram um clientela que vai do nível fundamental ao superior. O preconceito é como a inveja ou o ciúme: turva o discernimento.

Responder

ciro hardt araujo

09 de novembro de 2010 às 14h04

Como sou catarinense (autoexilado em sp, fazer o que…), posso falar com conhecimento de causa.

Muito catarinense e paranaense (é bom lembrar que até dezembro de 1853, a província do Paraná fazia parte de São Paulo, o que explica muita coisa…), claro que nem todos, vota com a extremidade do reto oposta ao cólon…

Responder

Roberto

09 de novembro de 2010 às 13h59

Paraná e Santa Catarina (moro em SC) formaram a "liga Sul", nossa versão da Liga Nord italiana, tão fascista quanto. Há uma série de elementos a serem levados em conta, mas é indispensável não perder o foco da incrível concentração de poder em certos meios de comunicação nos dois Estados. No caso de Santa Catarina, praticamente 100% da informação provém da RBS. Essa é uma questão de marco regulatório da mídia evidente.

Responder

Valdir

09 de novembro de 2010 às 13h55

Prezado Azenha: não devemos esquecer da frase de Clausewitz " Os exércitos marcham sobre os estômagos".Não importa que digam que só os miseraveis e analfabetos votaram em Dilma. Isto é papo de perdedor.Veja quantos intelectuais e grandes empresários votaram em Dilma.Não sou empresário, mas fui executivo de grandes empresa com 1.000; 2 mil e até 3.500 empregados.Não sou analfabeto, sou economista e professor universitário.Votei em Dilma 13, não votei com o estômago e sim com a consciência política que adquirí ao longo da vida.Épossivel que alguem tenha votado com o estômago afinal de contas o estômago faz parte do corpo humano, mas foi preciso pensar e usar as mãos.

Responder

Gerson Carneiro

09 de novembro de 2010 às 13h52

Ontem, 08/11, fui ao dentista, e lá, na sala de espera, resolvi dá uma bisoiada na Vesga dessa semana, que traz matéria enaltecendo as conquistas do PSDB nessas eleições, até fiquei com a impressão de que a Vesga assumiu o papel de "livro de auto ajuda" dos tucanos. Lá para as tantas, há estampada uma foto grande do Serra, onde se lê "Serra comprovou a musculatura eleitoral do PSDB", fazendo referência aos 43 milhões de votos (menos do que Dilma conseguiu no primeiro turno) e ao fato de que "Serra ganhou no Acre sem sequer ter visitado".

É pra dar risada, não?

Responder

Davi Lemos

09 de novembro de 2010 às 13h47

O problema dessa gente é a ignorância. Não sabem absolutamente nada sobre o que é, e o que significa o Bolsa Família.

Responder

    Flávio Ávila

    09 de novembro de 2010 às 14h43

    Ops, essa gente gereraliza, não é isso que precisamos.

    Roger

    09 de novembro de 2010 às 15h50

    Sim.
    Ignorância de nem ter idéia sobre o que é passar fome. Ter acesso ás suas necessidades básicas.
    Egoísmo. Visão estreita.

Luís Felipe

09 de novembro de 2010 às 13h46

O mais absurdo é que tem gente que sem bolsa família MORRERIA DE FOME!!

Ainda que o bolsa família fosse um bolsa esmola (e não é), faria sentido o miserável com larica votar no partido que lhe dá os meios para sobreviver. Do contrário ele MORRERIA!

É um absurdo mesmo esse preconceito!

Responder

    Regina

    09 de novembro de 2010 às 14h16

    E pensar que para muitos migrantes que sairam da Europa para o Brasil rumo ao Paraná e Santa Catarina, por exemplo, este país, originalmente de muitas nações indígenas, era uma verdadeira bolsa familia. Sem ela eles morreriam onde estavam. Todos os brasileiros, na sua grande maioria de origem pobre (os índios e os descendentes da Europa e África e de outros países da América e Ásia) são importantes e foram beneficiados (uns mais do que outros) pelas políticas e riquezas do Brasil. E em diferentes momentos, diferentes ajudas e políticas são bem vindas e necessárias. Cada um, à sua maneira e com sua inteligência ajuda a construir mossa rica e potente nação.
    Os preconceituosos são pessoas fracas e com visão envernizada. É uma pena!!!…Para eles. A vida é tão curta e o mais importante é vivê-la com a alma leve e o coração cheio de calor humano e de solidariedade. São atos de generosidade que nos proporcionam momentos de felicidade.

Wladimir

09 de novembro de 2010 às 13h41

É Azenha, pelo jeito essa turma vota mesmo é com o fígado!

Responder

trombeta

09 de novembro de 2010 às 13h38

Estive em floripa ano passado, é assustador o reacionarismo da classe média catarina, fiquei hospedado num mané amigo de um amigo do RS. Certo dia, achei uma pilha de revistas veja num depósito da casa, é o tipo de gente que lê esse lixo. O paranense é conhecido pelo seu consevadorismo, até hoje me pergunto como Requião conseguiu ser governador nesse estado. A classe média gaúcha também é extremamente conservadora mas não é homogênea, tem gente que vota na esquerda, tanto é que o PT governou Porto Alegre por 16 anos e, agora, chega a segunda vez ao governo do estado.

Essa classe média metida a besta tem alguns traços em comum: ostenta um padrão de vida muito superior às suas possibilidades financeiras, é colonizada e despreza a cultura brasileira, as mulheres ainda veem no casamento (com algum rico) a oportunidade de ascender socialmente, não se acha reacionária mas racional, detesta pobre e a cultura popular, tem horror do PT, Lula, MST…, e suscetível ao "jornalismo" do PIG…

Responder

    Aguinaldo Garcez

    09 de novembro de 2010 às 14h02

    Meu caro trombeta,
    Não incorra no mesmo erro xenofóbico: "é assustador o reacionarismo da classe média catarina" (SIC). Rotular paranaenses e catarinenses em razão de uma postura que é da classe média em geral me parece que é mais do mesmo. Não te enganes, via de regra a classe média pensa igual seja no sul ou no nordeste. Sem ser pretencioso, mas te corrigindo: "É assustador o reacionarismo da classe média".
    Abraço

Gerson Carneiro

09 de novembro de 2010 às 13h38

É que antes de votar eles operam, extirpam o estômago para não embrulhar depois da derrota.

É esse o tipo de eleitor do candidato que dizia querer fazer um governo de "União Nacional".

É acintoso o preconceito dessa gente. O bom é que não ganharam a eleição. Portanto, deixemo-os votar com o que quiserem; o importante é que não vençam.

Enquanto isso, continuaremos votando com o dedo e vencendo as eleiçõs. Isso é o que importa.

Responder

Anderson

09 de novembro de 2010 às 13h23

Infelizmente aqui no Paraná esse é um pensamento recorrente! Quem vota no PSDB se acha melhor que os outros…

Responder

moitadecarvalho

09 de novembro de 2010 às 13h21

qem nao vota c/ estomago vota c/ o intestino kkkkk

Responder

    Lúcia Bernardes

    09 de novembro de 2010 às 14h51

    Ou com o reto.

    cesar a giometti

    09 de novembro de 2010 às 15h30

    Eu diria que vota com a bunda? Que voto doído, não? Vamos e venhamos, essa gente se acha grande coisa. Só não vota com o estômago quem fez cirurgia e o retirou, não é verdade? Eu votei com meu corpo inteiro e não vou nessa conversinha de "votar com o estômago". Esses eleitores preconceituosos não entendem que quem votou em Dilma, disse não ao serra,simples, só isso. Como a maioria venceu, com Dilma, o coiso pode esperar mais 4 anos e se candidatar de novo. E perder de novo! Estou com você, kkkkkkkkkkkk!

dbacellar

09 de novembro de 2010 às 13h14

PR e SC não votam com o estômago. Nem com a cabeça, pelo jeito. Devem usar outra parte da anatomia!

Responder

    Raphael

    09 de novembro de 2010 às 13h24

    Mais respeito com o povo daqui ô engraçadão. Assim você desrespeita não somente os eleitores do Serra (que merecem respeito como qualquer um), como também os mais de 4 milhões de votos que a Dilma teve nesses dois estados.

    Teu comentário demonstra que o respeito falta em todos os lados.

    Aguinaldo Garcez

    09 de novembro de 2010 às 14h08

    Diria mais: o comentário de nosso amigo demonstra que ele critica o PIG, mas no fundo ele é fortemente influenciado pela mídia golpista, a impressão que ele teve é que SC e PR deram 100% de votos ao Serra. lamentável

    adalton

    09 de novembro de 2010 às 14h41

    Menas, Raphael, menas.
    Respeito não é bom e eu não gosto.
    Sorria, o mundo é bom, é só não ser politicamente correto e manter o bom humor.

    viviane magalhães

    09 de novembro de 2010 às 15h37

    Desculpe Rafael, mas o cara está se referindo aos riograndenses e catarinenses que colocam esse tipo de frase em seus carros e partilham um pensamento preconceituoso! Acho que isso ficou muito claro, tanto que outras pessoas que são do sul, deixaram seu comentário aqui, condenando a atitude de seus conterrâneos. Sendo eleitor do Serra ou não, sendo da região sul ou não, se pensa dessa forma, não merece respeito, pois eles não tem respeito algum pelos brasileiros da região nordeste e norte, e até meso do sudeste! Quem falta ao respeito não merece ser respeitado!

Marcia Costa

09 de novembro de 2010 às 12h59

Ficará em minha memória para sempre a frase de um intelectual que esqueci o nome, ao apoiar a Dilma: quem tem fome, não tem cidadania.

Se formos até os primórdios da construção da matriz desta palavra – cidadão – vamos entender a beleza filosófica e humana desta frase.

Mas, muitos brasileiros estão encantados e satisfeitos com suas próprias entranhas que não veem o vazio das outras que precisam de alimento para que suas vidas prossigam.

Foram capturados pelos sentimentos expostos na reportagem do Todorov.

Responder

Denise

09 de novembro de 2010 às 12h58

Nem eu nem minha família precisamos do Bolsa Família. Mas dou total e pleno apoio ao programa>
Esses imbecis preconceituosos, se acham o máximo, esquecem que a casa pode ruir para eles e necessitarem não apenas do Bolsa Família, mas também de esmola.
Eu votei no LULA em todas as eleições e faria tudo novemente.
VOTEI e VOTAREI na DILMA para presidente, com muito orgulha e com muita consciência, assim como mais de 56.000 milhões de brasileiros!
Votamos sim , não apenas com a barriga, mas com consciência e coração, algo que falta nesses imbecis, que nada sabem de política e muito menos de gente. Cuja as informações , quando muito vem pleo jornal nacional

Responder

Mariana Andrade

09 de novembro de 2010 às 12h22

Infelizmente no sul (sou paranaense) muitos dos descendentes de imigrantes europeus se comportam como se seus familiares fossem príncipes na Europa, e não tivessem vindo para o Brasil fugindo da guerra e da miséria que os ameaçava por lá.
Às vezes essa gente me envergonha!
Afff!!!

Responder

    Henrique Finco

    09 de novembro de 2010 às 15h14

    Infelizmente no Sul (e no Norte, Nordeste, Sudeste, Centro-Oeste) muitos não-descendentes de europeus "se comportam como seus familiares fossem príncipes" na América, Ásia, África, "e não tivessem vindo para o Brasil fugindo da guerra e da miséria que os ameaçava por lá", ou que tivessem vindo para cá contra a vontade e para enriquecer meia dúzia de patrões.
    "Às vezes essa gente me envergonha!"
    Arre.

Lili

09 de novembro de 2010 às 12h04

Afff, esses eleitores do Serra se acham. Não suporto essa síndrome de superioridade que eles sofrem. Se acham melhores que os outros. Aliás, essa era uma característica do Serra durante a campanha toda, subestimava a Dilma. E deu no que deu.

Responder

Rodrigo Ferro

09 de novembro de 2010 às 11h56

Então esse pessoal tira o estômago quando vai votar? E como faz para colocá-lo depois?

Responder

    Antônio de Lélis

    09 de novembro de 2010 às 14h42

    Caro Rodrigo Ferro, você foi fantástico nessa sua colocação… Ri muito! Essa é a maneira de dizer muito com poucas palavras! Abraço!

    malu

    09 de novembro de 2010 às 19h55

    Adorei o teu comentário! Só tirando um sarro mesmo dessa gente!

Gustavo Miranda

09 de novembro de 2010 às 11h04

É uma grande pena que ainda exista aqui no sul gente racista com o pessoal do sudeste e nordeste, garanto que se o paranaense soubesse o quanto o brasileiro dos estados mais "acima" são mais humanos, mais amigos e mais felizes, certamente esse racismo deixaria de existir. Esse adesivo também mostra como as pessoas repetem como papagaios ditos sem fundamentação alguma, como se a direita maçônica estivesse muito preocupada com o progresso de nosso país… vivem bradando que constroem "homens", mas o mundo está aí, cada vez pior e com péssimos líderes e pessoas de poder em qualquer área.

Responder

    Gustavo Miranda

    09 de novembro de 2010 às 11h04

    Se todos os brasileiros voltassem suas hostilidades exclusivamente contra os responsáveis pelo ensino precário e pelo péssimo desenvolvimento humano, cobrassem educação de qualidade, isso sim seria útil ao invéz de achar que o problema está na cor, raça ou região tropical. Mais uma prova que os mesmos racistas brasileiros não têm uma mente suficientemente desenvolvida para perceber que o problema está na falta de interesse do país em criar cidadãos com dignidade e cultura. Já estamos na terceira geração de ignorantes formados por um sistema que não reprova, não ensina, não desenvolve, não paga bons salários, não cobra qualificação e não está nem aí para nós.

Aristharco

09 de novembro de 2010 às 10h47

Por que a chapa do cidadão está encoberta?

Responder

vera

09 de novembro de 2010 às 09h39

Não votaram com o estomago pra não ter que vomitar depois do voto

Responder

Amaury Andrade

09 de novembro de 2010 às 09h24

Se analisarmos a divisão do país pela ótica dessa turma Azenha, nós veremos que esses idiotas de "SC e PR" votaram com o agronegocio,ou seja: Moto serra; desmatamento; xenofobia; estupidez; imbecilidade; etc… e etc… E dessa forma vou começar e pensar que essa turma deve ser espulsa do país.
Entenderam?

Responder

    Eduardo

    09 de novembro de 2010 às 11h35

    Concordo, sr. Amaury.

    Preconceito não se combate com preconceito. Fato.

    Elitista, idiota e elitista idiota existe em todo o país. Inclusive o Zé Bolinha teve mais voto no Amapá e em Roraima do que em SC.

    Temos que ter cuidado com a generalização. Venham para o estado e conheçam um pouco da cultura daqui, que é bem diversa, antes de chamar catarinense de europeu xenófobo e filho do Bornhausen, só porque 56% do eleitorado votou no Serra.

    E ah, fora alguns descendentes de imigrantes que se enquadram nos imbecis que tem Brasil afora, niguém fica lambendo bota de europeu, a maioria tem orgulho de ser brasileiro.

    rundfunk

    09 de novembro de 2010 às 13h55

    Amapá não, Acre.

    Rosa Maria

    09 de novembro de 2010 às 13h22

    Por favor me "inclua" fora dessa, moro em Santa Catarina mas sou gaúcha e agradeço de coração a todos mas todos mesmo que conseguimos eleger a nossa Presidente, não tem voto desse ou daquele estado, todos os que votaram na Dilma fizeram dela a nossa Presidente.

Rafael Andrade

09 de novembro de 2010 às 02h48

É verdade, pessoas como essas não votam com o estômago, tampouco com o cérebro …

Responder

    FabioT

    09 de novembro de 2010 às 13h44

    Elas pensam e votam pelo figado …

Hans

09 de novembro de 2010 às 02h27

Nossa.
Que raivosos!!
Agora o cara não pode manifestar a opinião dele? Grande coisa dizer que o bolsa-família é eleitoreiro. Até o São Lula já admitiu (aliás, usou o mesmo termo "votar com o estômago") quando ainda não tinha a faixa presidencial na barriga.
Daqui a pouco vão querer fazer o Controle Social dos Adesivos.
Toledo votou dividida sim, e daí? oh esquerdopatas raivosos.
Têm dificuldade de lidar com a democracia?

Responder

    Mauro Silva

    09 de novembro de 2010 às 15h26

    Prezado Ham
    O tal "votar com o estômago" que o Lula disse foi editado: em verdade, ele estava a questionar a honestidade dos críticos do bolsa-família que usavam esse argumento: não passava de um programa eleitoreiro.
    É isso que dá participar dessas correntes reacionárias do tipo "repasse para seus amigos", e cuja maior vítima é sempre a verdade.

Raphael Tsavkko

09 de novembro de 2010 às 01h44

O preconceito – e assustador – está mais que arraigado. Em São Paulo a campanha do Serra despertou o ódio aos nordestino e mesmo morando aqui ha 5 anos não estava preparado para presenciar a cena absurda de racismo como a que vi no ônibus semana passada. Uma branca basicamente enojada por estar no mesmo ambiente que uma negra com sua filhinha no colo.

ali Kamel, obviamente, estava errado. Nós somos sim racistas…
http://tsavkko.blogspot.com/2010/11/sim-nos-somos

Responder

    Mauro Silva

    09 de novembro de 2010 às 15h31

    Prezado Raphael
    Hoje, não estou deixando barato não.
    Quando vejo essas coisas, armo um barraco.
    Se a gente ficar quieto, essa cambada monta.
    É por isso que defendo o armamento para os cidadãos.
    Como na Suiça.

Eduardo

09 de novembro de 2010 às 00h47

Espero que o Motorista quando for passar suas férias lembre de tirar o adesivo quando for a PORTO DE GALINHAS OU PIPA, OU MORRO DE SÃO PAULO, OU A COQUEIRINHO, JERICOACOARA, CANOA QUEBRADA, IRACEMA, ITACARÉ, PRAIA DO FORTE

Responder

Guilherme Dourado

09 de novembro de 2010 às 00h43

Haja estômago pra votar em Serra!

Responder

Fabio_Passos

09 de novembro de 2010 às 00h39

É claro que tem muitos racistas no Sul.
Gente que odeia preto e despreza pobre.
Pessoas que consideram uma mulher incapaz de assumir o principal cargo da nação…

Prá mim não é surpresa alguma.
Esta coisa ruim sempre tem força eleitoral e dificulta os avanços progressistas na região.

Agora… passada as eleições, o desejo e a expectativa por um bom governo da Dilma é o sentimento majoritário.

Creio inclusive que estas manifestações preconceituosas servem para demonstrar clareza para todos os brasileiros qual era a opção pelo atraso. E daquilo que nos livramos.

Responder

    Henrique Finco

    09 de novembro de 2010 às 15h25

    Prezado Fabio, há muitos racistas em TODO o Brasil, infelizmente. Não acredito, inclusive, que seja no Sul onde haja mais racistas. Porém – agora felizmente – também há muitos não-racistas em todo o Brasil. Pelo que pude observar, a campanha serrista se utilizou mais foi é da XENOFOBIA (preconceitos contra os nordestinos), pois o contrário seria supor que os paulistas quatrocentões, descendentes de mamelucos (era assim que até o início do século XIX os paulistas era conhecidos – paulistas estes que, aliás, não falavam o português correntemente, mas sim a "língua geral", que era uma fusão do tupi com o guarani) odiassem a si próprios.

Mariana

09 de novembro de 2010 às 00h35

Deve ser de um plantador de soja que ganhava muito dinheiro com as desvalorizações do Real, enquanto o resto do Brasil suava e se f.., por causa dela, a senhora inflação. . Não havia cesta básica que agüentasse. Enquanto eles ganhavam dinheiro para mandar as filhas estudarem na Europa, nós aqui ficávamos buscando salário para cobrir o mês. Por mais que o governo tenha feito por eles e pelos calçadistas, eles odeiam," de paixão", o Presidente Lula, odeiam Requião – que chamam de Maria Louca – e odeiam tudo que não sejam eles próprios. É um mar de ódio real. Talvez um mês de praia aqui – no verdadeiro sul maravilha como dizia Henfil – fizesse eles melhorarem o humor e abrandasse esse seu ódio visceral.

Responder

Renato Lira

09 de novembro de 2010 às 00h31

Santa Catarina, como disse a professora Tânia Bacelar, é um dos últimos redutos de oligarquia no Brasil. Lá ainda prevalece, além do preconceito imbecil, o voto de cabresto.

Santa Catarina, com seu "herr coronel" e São Paulo, com sua elite fútil e ignorante, sua classe média manipulada e seus ultra-reaças, mantêm vivo o atraso que o Nordeste mandou pras cucuias.

Responder

Renato Lira

09 de novembro de 2010 às 00h25

PR e SC (demotucanos e reaças de lá, claro) votam com o intestino. Para estes a urna é penico.

Ah, não se pode dizer que este cidadão dono deste carro, bem como outros iguais a ele, votam com o cérebro, pois certamente não os tem. E, se porventura tiverem, não funciona.

Responder

pedro

08 de novembro de 2010 às 23h43

o PR e SC não votaram com o estômago mas votaram com o esfincter anal externo……

Responder

Gersier

08 de novembro de 2010 às 23h41

Esse imbecil ai pensa que vota com a cabeça e o pior é que ele está certíssimo.É que a cabeça desse idiota aí é identica a de um camarão.

Responder

Fernanda.

08 de novembro de 2010 às 23h41

Não podemos generalizar, mas o preconceito aqui em SC infelizmente é como respirar.

Trabalho num lugar que em tese deveria só ter pessoas esclarecidas, no entanto a ignorância e preconceito imperam. E ainda é tido como normal, o estranho é não ser racista, machista, puritano e hipócrita.

Assim como a língua não evoluiu, aqui se fala um alemão/italiano/polonês morto, o preconceito continua os mesmos dos nossos tataravós.

Sou neta de imigrantes, 2ª geração no Brasil, tenho orgulho das minhas raízes, mas sei o quanto é necessário que se dê o pão para quem tem fome, educação para que precisa de instrução. Como é importante as pessoas terem opção, e não ficarem acorrentadas no vortex da pobreza e ignorância.

Posso dizer que votei com o estômago sim, pois me enoja, me embrulha o estômago a possibilidade de voltarmos ao esquema que vivíamos a 10 anos atrás.

Que a Dilma continue com o caminho trilhado pelo Lula, e que sejam feitas ainda mais coisas para melhorar a vida de todos.

Responder

    Figueiredo

    08 de novembro de 2010 às 23h50

    Excelente, Fernanda, parabéns pelo seu texto!!

    Sérgio

    08 de novembro de 2010 às 23h53

    Parabéns Fernanda pelo seu depoimento! Sou paulistano, e aqui, todos que conheço, família, amigos e parentes votaram a favor do atraso. E vinham com a famosa frase "nao vai me dizer que voce vai votar na Dilma!". E nao há argumento racional que os convença. Só ódio e PRÉconceito arraigados até a alma. Triste, mas é a verdade. O caso da estudante racista só confirma a regra…

    Miguel

    09 de novembro de 2010 às 00h24

    Fernanda, que bem escrito!

    Juçânia Facchin

    09 de novembro de 2010 às 00h45

    Fernanda, concordo contigo. Também moro em SC.Não sou nascida aqui, mas no RS. Já me sinto catarinense pois já moro aqui em Floripa a 23 anos. Meus filhos vieram bebês ainda.
    Nunca consegui entender como uma capital tem um voto tão conservador. Vamos combinar, ter Paulinho Bornhausem como representante de alguma coisa que não seja seus próprios interesses, é no mínimo intrigante. E olhe que ele nem precisa fazer muita campanha. Tivemos aqui na capital, pelo menos nos anos que eu moro aqui Sergio Grando como talvez o melhor prefeito. Nunca mais conseguiu se eleger para nada, na época que ele foi prefeito concorreu pela Frente Popular.Nesta campanha para presidente, no 2º turno Serra teve 68% dos votos. E a cantilena era a mesma que no Paraná: bolsa Esmola, Cotas Raciais, Petralhas, e por aí vai.Só que aqui o pessoal é medroso, não sai do armário de jeito nnhum. Então quando eles vêm que tem gente que assume que tem lado, te olham como se tu fosse bandido. Quem achar que estou exagerando, passe por aqui a próxima campanha, pode ser para prefeito mesmo.

Luis

08 de novembro de 2010 às 23h39

Primeiro: é bom evitar generalizações. Nem todo mundo do PR e SC, mesmo que eleitor do Serra pensa assim. O mesmo raciocínio serve para os eleitores do Serra em SP. Não foi só burguês e pequeno burguês que votaram nele. Afinal, não há tantos assim em sampa. Muito pobre e nordestino deve ter votado também, e ficaram estarrecidos com o eugenismo da tal da Petruso.
Segundo: tem gente que vota com o estômago e outros votam com o bolso ou com o intestino grosso. Esse deve ser o caso do dono do carro flagrado com frase tão imbecil.

Responder

    elizabeth

    09 de novembro de 2010 às 10h47

    Luis, sou paulistana e concordo com você em termos. De fato, não é aconselhável generalizar demais, como aliás fazem os representantes do atraso neo-udenista. Entretanto, à exceção de um pequeno grupo familiar e de amigos, estou cercada de gente que pensa exatamente como lembraram a Fernanda e o Sérgio. Há, evidentemente, também nordestinos e pobres que são racistas e preconceituosos, já vi muito disso, mas independentemente da origem étnica, social e geográfica de cada um, o que sobra é uma imensa dose de ignorância sobre o país, em todos os níveis sociais. Daí o fato de tantos não terem compreendido, ainda, o que representou a guinada do governo Lula em termos de redistribuição de renda. Preferem ficar vidrados no "conceito" de país que a rede globo vende todo dia em suas novelinhas estúpidas e nos bbbs da vida.
    Agora, você me desculpe mas todo eleitor do Serra tem que pensar de maneira reacionária sim. Depois das barbaridades e dos verdadeiros hinos ao atraso mental que vimos e ouvimos nessa campanha, só muito preconceito, atraso ou má-fé arraigados na alma justificariam o voto no psdb.

Fabio_Passos

08 de novembro de 2010 às 23h24

Em Toledo o farsante teve menos de 2% a mais que a Presidenta Dilma…

A intenção dos preconceituosos é criar esta falsa impressão de que falam por todos.
Não é verdade. Não é assim. O rancor que estes figuras nutrem pelo avanço do Brasil não é contagioso.

Não tenham dúvida que a maior parte do povo do PR e SC torce muito por um bom governo Dilma.

Responder

    Fabio_Passos

    08 de novembro de 2010 às 23h47

    Correção: menos de 4%

Edson

08 de novembro de 2010 às 23h20

Aqui no Rio Grande do Sul, o "derrotado" ganhou apertado, e isto significa que milhões votaram na Dilma, então esta frase está errada. Não se pode generalizar, uma grande parcela do povo gaúcho, quase 50 % (faltou pouco), foi com Dilma no 2.o turno.

Responder

Fabio_Passos

08 de novembro de 2010 às 23h18

Os dois senadores eleitos pelo Paraná apoiam a Presidenta Dilma:
– Gleisi Hoffmann do PT
– Roberto Requião do PMDB

Responder

Paulo

08 de novembro de 2010 às 23h12

Mesmo com o apoio ao Serra dado pelos três mais influentes caciques da política catarinense (Jorge, Amim e Luís Henrique) 44% dos catarinenses votaram em Dilma e não compactuam com essa "besteira" estampada no automóvel fotografado no Paraná. Chega de xenofbia. O povo catarinense é muito melhor que a sua elite.

Responder

Elton

08 de novembro de 2010 às 23h11

A verdade é que a ESMAGADORA maioria de nós sulistas Não conhece o Nordeste brasileiro. E os "partidários do apocalipse" apostam na desinformação da juventude local para disseminar mais e mais preconceitos. Como professor de Geografia tenho de 'matar um leão por dia" em minhas aulas contra tudo isto. Mas vale a pena.

Responder

    Leonardo Câmara

    09 de novembro de 2010 às 00h28

    O segredo está aí, Elton, está bem aí… Teu trabalho é fundamental. Firme no leme!

    Coralina

    09 de novembro de 2010 às 15h41

    Como é bom encontrar gente, como eu, disposta a construir e desenvolver as consciências, em Educação! Endosso o Elton em que a desinformação e falta de HISTÓRIA e vivência política da juventude é um dos principais obstáculos. É esse, sim, um desafio a encarar a cada encontro com alunos/as; e, com certeza, vale à pena!

luiz

08 de novembro de 2010 às 23h11

SC, infelizmente, sempre lambeu as botas dos oligarcas, como fez elegendo no primeiro turno o lobo demotucano travestido de cordeiro, Raimundo Colombo. Masoquismo puro…

Responder

Pall Kunkanen

08 de novembro de 2010 às 23h06

A Dilma ganhou no primeiro e no segundo turno no sudoeste do PR. Aliás região histórica de esquerda e grande votação do Lula em 2002 e 2006. O que acaba com SC é a RBS, que fez uma lavagem cerebral no povo, principalmente no litoral. Depois a paulistada passou a visitar e morar em floripa, ai a maionese desandou. O que me decepcionou por completo foi Curitiba, antes moderna, aberta para o futuro, fechou em si. Pactuou-se com o atraso e votou no que mais de atrasado existe.

Responder

luiz antunes machado

08 de novembro de 2010 às 23h05

É verdade, aqui no Rio, onde Dilma venceu de goleada tenho colegas, até no trabalho, que insistem no discurso neocom da patifaria mainardiana. Energúmenos existem em toda a parte, estes suspiram pelo voto censitário da época do império. Vão amargar esta derrota e muitas outras até aprenderem a superar a mentalidade escravista.

Responder

ValmontRS

08 de novembro de 2010 às 23h00

Não se pode combater preconceito com preconceito. A ignorância somente será vencida com educação e informação de qualidade.

Responder

    Pereira

    09 de novembro de 2010 às 00h09

    Disso tudo, irmão

Rodrigo Penna

08 de novembro de 2010 às 22h57

Tem razão, não votam com o estômago! Votam com a consciência de que querem votar em corruptos, como alguns governadores eleitos foram acusados. Agora e em eleições anteriores!

Responder

Silver

08 de novembro de 2010 às 22h54

Ai pessoal do sul deixa de hipocrisia, somos todos brasileiros, nosso orgulho tem que ser um Brasil desenvolvido por inteiro. Dê uma ida ao nordeste e vejam um nível de crescimento comparado ao maior do mundo.

Responder

Jorge

08 de novembro de 2010 às 22h47

O dono do carro, presumindo seja um homem, a única coisa que deve ter no meio das pernas são joelhos.

Responder

erickfigueiredo

08 de novembro de 2010 às 22h30

Voto qualificado era nos tempos do Império, quando só os homens, brancos, com certo nível de escolaridade e renda votavam. Muita gente sonha em retornar ao passado, infelizmente.

Responder

duarte

08 de novembro de 2010 às 22h28

A qualidade deste blog me impede de dizer qual foi o órgão do corpo humanos que estes caras utilizaram para votar.

Responder

    alexandredea

    08 de novembro de 2010 às 23h11

    hahahahaha

    Gersier

    08 de novembro de 2010 às 23h28

    Eu quis postar isso também,mas em respeito as muitas senhoras e senhoritas que com certeza frequentam o blog,contei até cem.Mas que dá uma vontade danada de dizer,ah,isso dá.Juro que gostaria de encontrar com esse imbecil desse em qualquer lugar.

mello

08 de novembro de 2010 às 22h22

Até no Paraná e em Santa Catarina tem energúmenos como esse, o do carro, ora!

Responder

    Taciana

    09 de novembro de 2010 às 00h25

    Por que "até"? Tão simples assim?

    mello

    09 de novembro de 2010 às 21h32

    Tem razão, Talvez Mesmo…no Paraná e em… Só quis acentuar que não são todos os que vivem lá mass idiotas como aquele. Valeu a correção, obrigado.

Rodrigo

08 de novembro de 2010 às 22h21

Votei com o estômago pois tenho fome de justiça social.

Responder

Kleber

08 de novembro de 2010 às 22h14

Nessas horas sinto vergonha de dizer que sou catarinese e que moro no Paraná. Espero que não generalizem, pois ainda há catarineses e paranaenses que não compactuam com esta mediocridade.

Responder

Janes Rodriguez

08 de novembro de 2010 às 22h09

Nas enchentes da SC branca, alemã,. o governo Lula despencou de Brasilia e destinou milhões para o governo do EStado resolver a vida dos flagelados das enchentes. Santa Catarina agradeceu votando nos que desprezaram a segurança ambiental e açilaram a especulação imobiliária matando centenas de pessoas, destruindo o patrimonio de muitos, e infraetrutura quen teve que ser reconstruida. Eu mandei muitos pacotes de leite em pó em solidariedade aos atingidos pelas chuvas. SO-LI-DA-RIE-DA-DE. Por isso votei Dilma, porque não penso só em mim. Porque a fome de milhões de brasileiros pela vida afora, me comove e me incomoda. E votei num governo que se preocupou com isso sinceramente. E está superando essa vergonha e esse constrangimento num país tão rico e tão produtivo. Os colonizadores do sul emigraram da Europa para cá porque lá estavam comendo grama, passando fome. E receberam AJUDA DO GOVERNO para se instalarem aqui: terra. fincanciamento, apoio. E trabalharam muito, claro. A mesma sorte não tiveram os escravos, que também trabalharam, muito mais. Nem terra, nem apoio, nem financiamento. E construiram a base econômica e agrícola que os colonizadores do sul já encontraram pronta. É bom lembrarem a história. É bom lembrarem que em algum momento os famintos imigrantes europeus, precisaram e receberam, o que hoje desdenham, soberbos, estúpidos, arrogantes, egoístas, moralistas, puritanos: AJUDA DO GOVERNO. Todos os brasileiros merecem: os da Oktobfest e os do Frevo e do maracatu. Saiam detrás das batinas e dos púlpitos da hipocrisia e assumam que o que lhes foi dado foi nnegado aos brasileiros que aqui estavam muito, muito antes dos brancos europeus chegarem. E lembrem-se: chegarem com fome, com uma mão na frente e outra atrás, humilhados por uma Europa fodida, que os expulsou, que os humilhou. A mesma arrogância e soberba que demonstram hoje em relação aos brasileiros ,mais brasileiros que existem: os que não querem ser europeus, os que se orgulham de ser completamente brasileiros. Não como mestiços de terceira geração que reivindicam uma descendência européia como sinal de distinção. Qual Europa? Aquela que lhes obrigou a emigrar? Aquela que lhes ofereceu a miséria, o desemprego e o exílio como esperança de sobrevivência? Esse Deus é fiel a quê? A teologia da prosperidade mercantil só é fiel a uma coisa: ao dinheiro. E quando os morros desabarem de novo sob as chuvas em Santa Catarina, peçam ajuda ao alemão Borhausen. E à igreja da teologia da multiplicação do dinheiro, do poder e da mesquinharia. Tudo a ver.

Responder

    Andre paulo

    08 de novembro de 2010 às 22h23

    Pessoal! Aqui tambem muitos votaram com a dilma!

    ana cruz

    09 de novembro de 2010 às 17h30

    O problema esta na desqulificação que fazem daqueles que votaram em Dilma.Quero acreditar que existam aqueles que votaram em serra que não são preconceituoso, odientos, rancorosos e raci. Por isso não vou generalizar afirmando que todos são do mal. Mas quem era o candidato que se auto intitulava do bem? Pois é…
    Sou nodestina, descendente de italianos e tenho dupla nacionalidade; Votei em Lula e agora em Dilma. Sigo os ensinamentos de Jesus Cristo.

    "No fim da nossa vida não seremos julgados pelos muitos diplomas que recebemos.
    Pelo dinheiro que ganhámos, ou por quantas grandes coisas realizámos.
    Seremos julgados por:
    "Eu tive fome e deste-me de comer.
    Eu estava nu e vestiste-me.
    Eu não tinha casa e abrigáste-me."

    Madre Teresa de Calcutá

    Fabio_Passos

    08 de novembro de 2010 às 22h28

    Não caia nessa… um amargurado põe um adesivo no carro e você acredita que a maior parte do povo do PR e SC será contra o governo federal? Conversa.

    A eleição acabou e a grande maioria dos paranaenses e catarinenses torce pelo sucesso da Presidenta Dilma.

    jose david rhoden

    09 de novembro de 2010 às 08h34

    concordo com você sou catarina criado no parana e tenho orgulho de ter perdido tres vezes com mas tenho um orgulho maior de ser brasileiro e ter ajudado lula em duas oprtunidades e agora dilma a fazer um brasil para todos inclusive pro imbecil da frase do carro ai que axo naum deveria darmos nem bola isso parece mais um que esta chorando e derramando as lagrimas da derrota alias que diga se de passa vai acostumando o brasil hoje e dos brasileiros véi corroneis manda e olha nem tanto mais nem em toledo kkakakkakakk viva dilma a primeira mulher presidente!

    Pereira

    08 de novembro de 2010 às 22h45

    Também enviei mantimentos, Jorge. Eu sei que é chato, mas acho que o Fábio Passos tá certo. Não vamos nos igualar a eles

    J. Passos

    09 de novembro de 2010 às 00h02

    Verdade, sou catarinense, digamos que de classe média, e até hoje só votei em duas pessoas para Presidente: LULA e DILMA. Sem querer dar uma de "bom samaritano", digo que fiz isso pensando menos em mim mesmo e mais no grande contingente de miseráveis que a elite podre e egoista criou no Brasil durante os cinco séculos – com pequenos intervalos – que o governou. Assim como os miseráveis, essa elite nefasta existe em Santa Catarina e em todo o país, inclusive no Nordeste, onde "coronéis" milionários expoliam o povo.

    Eduardo

    09 de novembro de 2010 às 00h16

    Olha, concordo que tem gente estúpida politicamente aqui em SC, como em qualquer outro canto.
    Só historicamente falando, essa "ajuda de governo" que falaste é meio imprecisa. Os imigrantes que cá vieram receberam pouco mais do que um baú, ferramentas manuais e um guia para levar-los para abrir a mata virgem dos recém adquiridos 20 hectares à machado.
    Tenho fotos das primeiras "casas", choças construídas com folhas e colmos de palmiteiro. As escolas e agremiações foram os próprios imigrantes que construíram, e, durante a segunda guerra, foram estupidamente reprimidos pela sua cultura.
    Grande parte das cidades daqui foram construídas sem "apoio" nenhum da coroa brasileira.
    Agora acho que é importante frisar uma coisa: que tal começar a respeitar a cultura de cada lugar do Brasil, começando a dissociar origem germânica, italiana ou polonesa de soberba, estúpidez, arrogância, egoísmo, moralismo e puritanismo?
    Tenho orgulho de minha ascendência, como espero que cada brasileiro o tenha, seja descendente de indígenas, negros ou europeus, o que não me faz superior a ninguém. Ou deveria ser um aculturado?
    Enfim, acho que o preconceito não se combate com preconceito.

    victor hugo

    09 de novembro de 2010 às 00h28

    Gente, ele não está falando de todo o povo do PR e SC da mesma forma que o amargurado não os representa embora quisesse, assim como o serra perdeu, e não nos representa, embora quisesse… Ele está apenas dizendo que esses poucos amargurados arrotando sua amargura são mesmo uns vergonhosos de uns mal agradecidos, isso sim…

    Juçânia Facchin

    09 de novembro de 2010 às 01h23

    Clap!Clap!Clap! Sou casada com um brasileiro de origem italiana. Meu sogro e sogra, já falecidos, me chamavam carinhosamente (apesar de eu sentir um pouco de rascismo) de "negrota. Devo lhes dizer que sou morena, mas não negra. Mas aqui no Sul, nas regiões onde houve imigração européia, basta você ter a cor do Brasil, para ser considerada negra. Não tenho nenhum problema com isso, digo apenas para situar. A vezes perguntava para meu sogro se ele não tinha vontade de conhecer a Italia.Ele prontamente respondia ,que não. Sua pátria era o Brasil, que a Italia quis se ver livre deles, e que provavelmente os parentes que porventura ainda houvessem lá, nunca quiseram saber dos que para cá vieram. Eu o admirava muito, tinha lá seus preconceitos, mas era uma pessoa muito correta.Talvez influenciado políticamente pela militância dos filhos e noras, eles(sogro e Sogra) votavam no PT, permitiam inclusive que colocassemos propaganda do partido na fachada de sua casa. Era aberto para discutir conosco sobre a injustiça social, que aqui no Sul como em todas as partes do Brasil existem.
    O que quero dizer com todo esse "tro-lo-ló", é que essa divisão que a mídia está alimentando não é bem assim. Gostei de um mapa eleitoral por municípios, que vi no Estadão. Lá essa divisão, Brasil Rico votou em Serra, Brasil Pobre votou em Dilma, não é bem assim
    Vamos deixar para lá esse pessoal elitista, que só se emenda quando sai do Brasil,e vai para Europa ou USA, e é tratado como terceiro mundista, seja negro ou branco. Nunca tive tanto orgulho de ser brasileira. Apesar de morar aqui na ponta de baixo do Brasil, sou amiga de longa data de muitos nordestinos, que acabei conhecendo ao longo da vida. As poucas viagens que meu marido e eu fizemos ao nordeste nos deixou encantados, com a beleza e a gentileza do povo. Zé Chiricos da vida existem e existirão sempre, vamos deixa-los para lá. O BRASIL TÁ MUDANDO E NÃO PODE PARAR!!!!!

cesar

08 de novembro de 2010 às 22h09

Pois é, cada um vota no que acredita.Provavelmente( a maioria) os SC e PR votam naqueles que bancam o desmatamento, o uso de fertilizantes, a agressão a natureza acreditando que são os desenvolvidos.Não tem a minima sensibilidade para o outro.Sou de Sp e votei Dilma e não votei com o estomago e sim com a razão e o coração.

Responder

Milton

08 de novembro de 2010 às 22h06

Acho que estão certos. Êles não votam mesmo com o estômago. Votam com os pés …

Responder

    alexandredea

    08 de novembro de 2010 às 22h37

    Sou de SC e posso falar: Não votam com os pés, votam com o inestino.

    Pode crer, deu vontade de mandar fazer um adesivo: "PR e SCnão votam com o estômago mas com o intestino 45", que tal ? :)

    E se foi fotografado em Toledo-PR, quer dizer que o proprietário é catarinense, porque o mais normal é não tomar conhecimento de SC hehehe

ZePovinho

08 de novembro de 2010 às 22h03

E ainda venderam os mantimentos que muitos nordestinos enviaram para Santa Catarina,Jorge Pimentel.Esses pseudo-europeus são de lascar!!!

Responder

Fabio_Passos

08 de novembro de 2010 às 22h00

É verdade.
Não votaram com o estômago.
Foi o conteúdo dos intestinos que lhes subiu a cabeça…

Não caiam no erro de acreditar que a maior parte da população do PR e SC será contra o governo Dilma.
A eleição acabou. Dilma é a Presidenta de todos os brasileiros… e mesmo os eleitores enganados pelo farsante desejam que o Brasil avance.

Os rancorosos e amargurados são minoria…

Responder

    alexandredea

    08 de novembro de 2010 às 23h02

    Cara, não sei como é na tua cidade.

    Moro em Joinville e, entre a classe média, é problemático falar que votou no PT.

    Ainda mais depois que o atual prefeito, do PT (!), diminuiu drasticamente a verba de publicidade e a maioria acha que ele não fez nada.

    É bom explicar. O Carlito Mers (PT) só venceu por larga margem aqui porque o prefeito anterior, o Marco Antonio Tebaldi (PSDB) fez uma administração pavorosa e nào elegeu o sucessor que é originário de outra cidade e caiu de para quedas aqui na época da eleição, o que também contribuiu à derrota. O Tebaldi foi "o nosso George W. Bush".

    Agora a classe média daqui voltou ao "normal" e abomina o PT. O pior é que uma boa parte das classes C e D, pra não "ficar feio", adotam o mesmo discurso da classe média. É triste.

    Eu posso falar de camarote. Tenho alguma ascendência alemã e já fui assim. Caí na real, pelo menos.

    Fabio_Passos

    08 de novembro de 2010 às 23h33

    Em Curitiba jose serra venceu por larga margem.
    Em muitos municípios da região metropolitana deu Dilma.
    No Paraná como um todo próx a 10% de vantagem.

    A classe media tem ojeriza ao PT.
    Há muito preconceito e ignorância. Pode-se dizer que vivemos em um curral eleitoral do PIG.

    De qualquer forma, a eleição acabou. Dilma é Presidenta do Brasil.
    A maior parte da população quer que o Brasil continue evoluindo…

    Ainda há os muito rancorosos… azar deles.

    victor hugo

    09 de novembro de 2010 às 00h32

    Eu sou goiano, por aqui o serra ganhou, o que me envergonha, mas tem explicação, o pt goiano se queimou, esteve muito envolvido na parte podre e suja do pt, o pt goiano cresceu fazendo oposição ao pdmb que dominou o estado por 16 anos, e terminou dando apoio ao pmdb… o tucanato agora faz oposição ao pmdb, e de quebra, ao pt… o que posso dizer? nós goianos estamos lascados, se correr o bicho pega, se ficar o bicho come, na verdade temos a sensação de que estamos a escolher o menos ruim entre os piores possiveis.. E depois de anos se opondo ao pmdb o pt se afundou de vez ao apoiá-los… sobrou pro psbd… não tem mais ninguém…

Fernando

08 de novembro de 2010 às 22h00

O preconceito é a solução final dos que não possuem argumentos.

Responder

Gilberto

08 de novembro de 2010 às 21h59

Tambem não votei com o estomago, e tambem não votei com a RPC.(globo); votei com o coração e a alma mais ainda, com a inteligençia de quem vota livre, por saber analizar fatos e realidade; não comprado por uma imprensa nefasta e pouco séria, como do Paraná.

Responder

Bernardo

08 de novembro de 2010 às 21h51

PR e SC não votam com o estômago. E se votam no PSDB, certamente também não votam com o cérebro…
Somente uma classe média tacanha como a nossa não reconhece que minorar as desigualdades e acabar com os bolsões de miséria que ainda existem no país beneficia a todos, inclusive a eles.

Responder

Elton

08 de novembro de 2010 às 21h50

Sou professor de escolas particulares em Santa Catarina, de elite e o que vejo é preconceito atrás de preconceito contra o Nordeste, separatismo dos anos 1930 ainda em voga e coisas do gênero. No Paraná é muito parecido, sou paranaense.
Muitossulistas acham que só eles trabalham. Esse tipo de idéia muitos de nossos jovens adquirem em casa.

Responder

    Edson

    08 de novembro de 2010 às 23h24

    Concordo contigo, aqui em minha cidade (Caxias do Sul) o "derrotado" fez 60 % dos votos. Porque? O caxiense na sua maioria é descendente de italiano, se acha europeu e é muito preconceituoso com os nordestinos e com as minorias.

    ana cruz

    09 de novembro de 2010 às 17h15

    Hitler, Mussolini e Francisco Franco.
    Esperar o que dos descendentes desses ditadores?

Marcus

08 de novembro de 2010 às 20h18

Só faltou um adesivo escrito "Deus é Fiel". Daqueles escritos em letras horríveis, de péssimo gosto.

Enchem o carro de adesivos, são verdadeiros animais ao volante.

Responder

    ivomar

    08 de novembro de 2010 às 22h30

    Agora você falou uma verdade.Esses adesivos me enojam.

    alexandredea

    08 de novembro de 2010 às 23h05

    ahhahahaha

    Pois é. Sempre que vejo esses adesivos eu penso que a mensagem por trás disso é: "Deus é fiel… mas eu não presto !" hehehe

    ana cruz

    09 de novembro de 2010 às 17h12

    Deus é fiel. E os pulhas esperam sempre ser perdoados…

Pedro Soto

08 de novembro de 2010 às 19h46

Esse assunto já deu o que tinha que dar.
Mas vamos lá de novo: Dilma ganhou fácil no Sudeste e no conjunto Sul/Sudeste/Centro-Oeste.
Ganhou de lavagem no Rio de Janeiro (capital cultural do país) e em Minas Gerais.
Perdeu de muto pouco no RGSul, onde elegeu facilmente o Tarso Dutra, do PT.
Portanto, a próxima choradeira, por favor!

Responder

    Ed Döer

    08 de novembro de 2010 às 21h53

    Corrigindo, Tarso Genro.

    Emilio Matos

    08 de novembro de 2010 às 22h40

    Próxima choradeira: Rio de Janeiro, capital cultural do país??

    Pereira

    08 de novembro de 2010 às 23h17

    Pessoal, nao vamos cair em bairrismos. É isso que eles querem. O Rio talvez nao seja a capital cultural do país. Sou carioca e sei que "exportamos" várias bobagens para o resto do Brasil. Mas foi aqui que o farsante Serra levou uma "bolinha de prata A4" bem na careca. hehehehehe Com a ajudinha do Jornal Nacional, virou piada nacional e inspirou um belo partido alto que deixou o Silas Malafaia falando sozinho. heheheheh….Alegria, gente. Não vamos deixar esta minoria rancorosa, seja lá de que estado for, nos dividir.

    Emilio Matos

    09 de novembro de 2010 às 10h54

    Foi só uma brincadeira! Como eu disse: choradeira…

    Pereira

    09 de novembro de 2010 às 22h47

    Tranquilidade Emilio, mas me diz seu estado pra eu tacar uma bolinha de papel em vc hehehe
    Abraços

    vinícius

    09 de novembro de 2010 às 11h33

    O Dilma ganhou na capital do Rio de Janeiro.
    No interior do Estado do Rio de janeiro, só deu Serra. A vantagem foi pequena, mas ganhou.
    Em Nova Friburgo, município metido a ser a Suíça Brasileira, deu Serra. Morei lá durante 15 anos. Percebi muita semelhança nas atitudes deles com o pessoal do sul do Brasil.
    Tenho opinião bem definida sobre o tema. Político locais, traiçoeiros e fisiológicos, receberam rios de dinheiro do governo Lula, na última hora liberaram suas bases para votar no Serra. Não tenho a menor dúvida que isso aconteceu lá no Paraná e Santa Catarina.

    vinícius

    09 de novembro de 2010 às 11h33

    Continuando…
    Penso que essas análises, a sociologia do voto, será um grande tema e merece reflexão.
    Lendo blogs e sites do "time do contra" percebo que elas já estão fazendo isso. Os caras tão de olho no comportamento do eleitor para conseguir tirar melhor proveito e direcionar estratégias diferenciadas para cada região.
    Apesar da nítida vantagem de Dilma no segundo turno, penso que o "time do contra" foi muito eficiente.
    Portanto, militante, simpatizantes, professores, analistas, comentaristas de blogs: os próximos anos serão eletrizantes…

    Sergio F. Castro

    10 de novembro de 2010 às 10h49

    Com certeza, ignorante!

Jorge Pimentel

08 de novembro de 2010 às 19h43

Não, não votam com o estômago mas na hora da fome ficam fazendo campanhas para o envio de mantimentos como aconteceu nas últimas enchentes quando doei 50 quilos de arroz para os flagelados, da próxima vez mandarei os catarinas pedir comida para o 45.

Responder

    Fabio_Passos

    08 de novembro de 2010 às 21h55

    Não faça assim.
    Por conta de um tolo vai pegar raiva?

    ivomar

    08 de novembro de 2010 às 22h30

    Isso é o que eles querem. Dividir para conquistar.

    Pereira

    08 de novembro de 2010 às 22h47

    É isso, pessoal. Nada de cair na armadilha deles

    Fábio Carmo

    09 de novembro de 2010 às 14h18

    Mas que dá raiva, isso dá. Sou nordestino, de Natal mais precisamente, mas quando das enchentes em Santa Catarina, doei R$ 120,00 para ajudar os flagelados. A questão é que não é apenas um tolo. Muitas pessoas, a maioria da população eu diria, pensam dessa forma lá. Se que não devemos devolver na mesma moeda, mas às vezes é complicado manter a cabeça fria.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding