VIOMUNDO

Diário da Resistência


Viúva de Paulo Freire cobra ação contra biografia alterada na Wikipedia: “Manipulação da máquina do Estado a serviço do amesquinhamento”
Denúncias

Viúva de Paulo Freire cobra ação contra biografia alterada na Wikipedia: “Manipulação da máquina do Estado a serviço do amesquinhamento”


03/07/2016 - 15h02

Paulo FreireExmo. Sr. Presidente Interino do Brasil

Prof. Dr. Michel Temer

ASSUNTO: PAULO FREIRE: Wikipedia e SERPRO

Na qualidade de viúva, estudiosa e sucessora legal da obra do Educador PAULO FREIRE, quero, através dessa carta, estabelecer um diálogo cordial e franco com V.Exa., mesmo estando nós dois, em termos ideológicos, em posições diferentes, no sentido de esclarecer assunto que vem sendo divulgado pela imprensa nacional, de que partiu de dentro do governo através da rede do SERPRO, uma entidade pública, portanto sob a responsabilidade do Estado Brasileiro, a alteração no conteúdo da biografia de meu marido na enciclopédia livre Wikipedia (veja no PS do Viomundo, as alterações), colocando-o como envolvido com um projeto de educação atrasado e fraco de caráter doutrinário marxista e manipulador.

Se não o tivesse conhecido na festividade de formatura de uma de suas filhas, creio que do curso de Psicologia/PUC-SP, ocorrida nos gramados do Clube Hípico de Santo Amaro, em São Paulo, quando sentados lado a lado na Mesa Diretora, ouvi de V.Exa. o enorme respeito e admiração que tinha pela obra e pela pessoa de Paulo Freire, não teria a ousadia de Vos escrever.

Como V. Exa. sabe, enquanto intelectual e jurista, o meu marido jamais praticou nenhum ato e nunca escreveu nenhuma palavra dos quais se pudesse, em sã consciência, outorgar-lhe a pecha de doutrinador marxista e homem de princípios filosóficos e educacionais fracos e débeis, acusações contidas na nova biografia agora publicada pela Wikipedia.

Para a construção de um país verdadeiramente democrático é da mais alta importância, que, órgãos do Estado ou que prestam serviços a ele, como o SERPRO, não estejam compactuando com interpretações de espíritos liberais inescrupulosos, que, intencionalmente maculam a honra de um homem que deu sua vida para que a educação, sobretudo a do Brasil, possibilitasse a libertação e a autonomia dos homens e das mulheres de nosso querido país. Nunca sob o bastão da intolerância, do fascismo ou do comunismo.

Acredito que o atual Ministro da Educação, natural do estado de Pernambuco, Mendonça Filho, como Paulo Freire o foi, teria o prazer (pessoalmente considero que o dever) de esclarecer e inibir que inverdades sejam ditas de seu conterrâneo, homem ético, probo e honrado, Patrono da Educação Brasileira. Acredito que o referido ministro se colocará e agirá, positivamente, a favor, no momento em que for instigado a isso por V. Exa., de um dos mais importantes homens desta Nação.

É claro que Paulo Freire não é unanimidade, ninguém o é. Ele pode ser lido, analisado e contestado, isso faz parte da liberdade de expressão necessária e desejável à construção da cultura letrada de alto nível de qualquer país. Entretanto, o local dos contraditórios deve ser aberto, responsável, no seio da sociedade civil — na rua, na universidade e nas escolas, através da mídia, nos sindicatos e fóruns etc — e nunca dentro, exaltado por fato tendenciosamente ideológico-inverídico, acobertado pelo anonimato, por qualquer órgão da sociedade política.

É inconcebível que numa sociedade democrática se divulgue frases carregadas de ódio e de preconceito como: “Paulo Freire e o Assassinato do Conhecimento” — absurda e ironicamente, no ano em que Paulo Freire está sendo considerado nos EEUU como o terceiro intelectual do mundo, de toda a história da humanidade, mais citado, portanto mais estudado nas universidade norte-americanas, que, a princípio são contra o marxismo.

Contando com Vossa compreensão e interferência para que se restabeleça a Justiça e a Verdade.

Cordialmente

São Paulo, 30 de junho de 2016.

ANA MARIA ARAÚJO FREIRE

Mural_en_la_Facultad_de_Educación_y_Humanidades,_Universidad_del_Bío-Bío

Painel.Paulo.Freire

paulo freire - escultura

Painéis e esculturas em várias partes do mundo homenageiam Paulo Freire. De cima para baixo: na Faculdade de Educação e Humanidades da Universidade do Chile, no Centro de Formação, Tecnologia e Pesquisa Educacional da Secretaria Municipal de Educação de Campinas, SP; escultura em Estocolmo, Suécia. Paulo Freire (segundo da esquerda para a direita) aparece entre outras figuras internacionais, entre as quais Pablo Neruda e Mao Tsé-Tung

PS do Viomundo: Aqui, você pode ler a biografia original de Paulo Freire no Wikipedia. Aqui, está a manipulada no Serpro.

As alterações foram feitas no dia 28 de junho às 16h51m. Abaixo, os trechos acrescentados.

Paulo Freire Alterado-002

Leia também:

Risco de Temer não completar mandato explica manobras para abafar a Lava Jato 

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



21 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Joaquim

05 de julho de 2016 às 11h37

Pelo menos ela admite que Paulo Freire pode ser lido, analisado e contestado. Se não por sinceridade, pelo menos para aparentar “abertura de espírito”.

Responder

themente

04 de julho de 2016 às 21h53

O mais “engraçado”nisso é que, tudo aquilo que o tal imbecil acrecentou é oque eles fazem e sempre fizeram! Não riam dele! Vai que é doença!

Responder

Bacellar

04 de julho de 2016 às 13h24

Pra mim essa ideia de doutrinação marxista soa tão engraçada…Eu que fiz colegial (o equivalente ao ensino médio) num colégio particular paulistano de classe-média nos anos 90 vivi de fato doutrinação. Doutrinação neoliberal.

A única aula de marxismo que tive em 3 anos foi na disciplina de História Geral, algo como 20 minutos e um box de rodapé no livro, explicando basicamente porque o marxismo até era bem intencionado mas jamais poderia funcionar. Nunca vou esquecer, na época era simpatizante do PSTU, como a professora explicou o conceito de mais-valia erroneamente de forma a fazer entender que Marx cometeu um erro crasso a não levar em conta a mecanização, uma coisa absurda. Aliás nesse colégio fui aluno de filosofia do Gabriel Chalita…Quem me dera ter tido uma formação um pouco menos precária…E ainda falam de doutrinação marxista!

Extremamente preocupante o pendor golpista pela valorização da ignorância, esse caso se mostra claramente inserido nisto, pois o discurso golpista é tão precário que só encontra ouvidos naqueles que não possuem o mínimo do mínimo de conhecimentos político-socioeconômicos. Ou nos ouvidos que se fazem de surdos para absurdos por interesse direto.

Algo que ainda não está claro na estratégia golpista, se é que existe, é; o que pretendem fazer em relação ao Brasil pensante que não aceita um golpe de republiqueta como esse?

O que vão fazer para calarem todos os maiores juristas, economistas, sociólogos, jornalistas, artistas, filósofos, etc? Como vão ignorar e calar toda essa juventude pensante que surgiu nas últimas décadas, senão maioritária extremamente relevante e combativa? Toda a massa intelectualizada recém egressa da miséria, senão maioritária, também extremamente relevante? Como pretendem impor tamanho retrocesso e fazer uma regressão dessa magnitude? Como pretendem criar esse país de idiotas que acreditam na Globo e no neoliberalismo? O Brasil pensante não vai simplesmente desaparecer ou se calar…

Temo a resposta.

Responder

oseias de novaes

04 de julho de 2016 às 13h07

Bando de assaltantes do brasil so fazem merda escracho nesses trairas golpistas

Responder

Gilmar de Oliveira

04 de julho de 2016 às 07h04

Lamenta-se que, para mostrar serviço aos seus donos, o governo Ilegítimo e truculento de Temer queira sujar a imagem “imaculada” do proeminente é imortal Paulo Freire. Só vendo para crer!

Responder

Serjão

04 de julho de 2016 às 04h50

A quadrilha do Mal é insuperável.
A Máfia Tucana e o Tráfico de órgãos:
https://www.youtube.com/watch?v=ZwwZuNfST7s

Responder

Cláudio

04 de julho de 2016 às 04h13

:
: * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra♥♥S♥♥il e postando: A grande mídia (mérdia) é composta por sabujos sujos a serviço dos ianque$ e do $ionismo de capital especulativo internacional e outras máfias (como a ma$$onaria) dos canalhas direitistas…
.:.
* 1 * 2 * 13 * 4
*************
.:.
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
* * * * * * * * * * * * *
* * * *
Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) !!!! Lula 2018 neles !!!!
* * * *
* * * * * * * * * * * * *
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Responder

FrancoAtirador

04 de julho de 2016 às 02h35

.
.
“A Alteração Partiu de um Órgão Público Federal”

Afirmou em Nota o SERPRO que é
Vinculado ao Ministério da Fazenda
.
.
Em Nota, o Serpro [Serviço Federal de Processamento de Dados],

empresa de Tecnologia da Informação do Governo Federal,

disse que “a Alteração Partiu de um Órgão Público Federal” [!!!]

que não pode ter o nome divulgado por questões contratuais.

http://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2016-06/artigo-na-wikipedia-sobre-paulo-freire-e-alterado-em-rede-do-governo
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    04 de julho de 2016 às 06h25

    .
    .
    https://t.co/QNFU93M76v
    https://twitter.com/BlogdoMiro/status/749804245738745857
    .
    A PEDAGOGIA DA IGNORÂNCIA
    .
    Por Cynara Menezes, no blog Socialista Morena
    .
    Apenas um mês atrás, um levantamento feito
    com base na ferramenta de busca Google Scholar
    apontou a “Pedagogia do Oprimido”,
    do Educador Brasileiro Paulo Freire (1921-1997),
    em Terceiro Lugar entre os Livros Mais Citados
    por Pesquisadores em Ciências Sociais
    de Todo o Mundo.
    .
    O Pernambucano Freire é Reconhecidamente uma Sumidade Internacional
    na Área da Educação e deveria ser Motivo de Orgulho para qualquer um de Nós
    – menos para os reaças que nunca o leram e que não sabem patavinas do que falam,
    mas se dedicam a atacá-lo.
    .
    Esta semana veio à tona a denúncia de que um cidadão [SIC] de Direita
    encastelado no Governo Ilegítimo de Michel Temer (https://t.co/wL4hgcyTm6)
    utilizou a rede do SERPRO (Serviço Federal de Processamento de Dados)
    para mexer no verbete sobre Paulo Freire na Wikipedia.
    .
    O SERPRO, empresa de tecnologia da informação do governo federal,
    soltou comunicado dizendo
    que “a alteração realizada não partiu das instalações do SERPRO,
    mas, sim, de um Órgão Público,
    cujo Acesso à Internet é Administrado pela Empresa.
    Entretanto, o SERPRO não está autorizado, por questões contratuais,
    a divulgar informações de acesso de seus clientes à rede”.
    .
    O Discípulo de Alexandre Frota [Colaborador do Mendoncinha],
    que adulterou o verbete, acrescentou trechos de artigo escrito
    por integrantes do Instituto Liberal com a clara Intenção
    de Espalhar Ignorância sobre o Trabalho do Educador
    (https://twitter.com/ebcnarede/status/748224736447070208)…
    .
    [O Verbete foi] já modificado novamente para fazer jus à realidade:
    o que Paulo Freire Pregava era uma Educação Libertadora,
    capaz de tornar o Estudante num Cidadão Crítico, Questionador.

    Ou seja, Educar como sinônimo de Formar Cidadãos Pensantes,
    independentemente da ideologia que abracem.
    .
    A Adulteração do Texto da Wikipedia teve [o Evidente Propósito]
    de Reforçar os Argumentos do Estúpido Movimento Direitista ‘
    Escola Sem Partido’, que pressupõe que os Educadores Brasileiros
    querem ‘doutrinar’ seus alunos para que sejam ‘comunistas’.

    Contra essa falácia, os mentores da ideia apelam à Censura
    do professor em sala de aula – um tiro no pé que vai atingir
    também os docentes identificados com a ideologia de direita.

    Quem nunca teve um professor reaça?

    Em abril, a Assembleia Legislativa de Alagoas aprovou um projeto
    que PROÍBE os Professores do Estado de Emitir Opiniões em Sala de Aula.

    O Sindicato dos Professores Alagoanos está recorrendo
    da iniciativa que vai de encontro à Liberdade de Expressão
    prevista no artigo 5º da Constituição.

    A Secretaria Estadual de Educação também está recorrendo.

    Os “Pedagogos da Ignorância” fizeram o mesmo projeto
    em pelo menos Nove Estados e 13 cidades,
    incluindo Capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba.

    Um projeto de lei com teor idêntico tramita na Câmara dos Deputados.
    .
    Escrito em 1968, quando Paulo Freire estava exilado no Chile,
    a Pedagogia do Oprimido é um clássico em sua área
    e foi traduzido em mais de 20 idiomas,
    inclusive [retraduzido] para o português:
    proibido pela ditadura militar,
    só foi publicado no país em 1975.

    É considerado um dos textos fundadores da pedagogia crítica,
    que defende um pensamento crítico por parte do estudante, “libertador”.
    .
    E é aí que reside o problema da direita brasileira com Freire:
    no fundo, o que eles querem impedir é a formação de cidadãos
    que questionem as injustiças da sociedade
    e que sejam incapazes de protestar contra elas.

    Mal sabem os reaças que, não fosse pela Concepção
    de Paulo Freire, os movimentos de jovens de Direita
    que questionavam o governo Dilma
    nem sequer existiriam.

    Ser contra Freire não é ser contra a esquerda:
    é querer que o jovem, de direita ou de esquerda,
    seja como gado e aceite tudo passivamente.
    .
    https://t.co/ZVG52DypSV
    https://twitter.com/cynaramenezes/status/749651950912888832
    http://www.socialistamorena.com.br/pedagogia-da-ignorancia
    .
    .

    FrancoAtirador

    04 de julho de 2016 às 09h25

    .
    .
    Os Vândalos da Educação Sequer Disfarçam:

    ‘Escola Sem Partido’ Vibra: – O MEC é do DEM!

    https://twitter.com/andreaugfonseca/status/749654179178803200
    .
    .

jõao

03 de julho de 2016 às 22h56

Atenção!!!
Galera de SP e quem tem rede social ampla.
Repassando:

Rose Gimenes:
“”Douglas Izzo:
ATENÇÃO CAÇA AO GOLPISTA O Temer estará num evento de agronegócio em SP na segunda-feira, às 9h será no Grand Hyatt próximo da Globo e estação Morumbi da CPTM
Ele confirmou a participação de ultima hora e pediu para que nao houvesse divulgação””

Responder

jõao

03 de julho de 2016 às 22h50

essa maçonaria é um câncer que corroí o Brasil

Responder

MARCIO RAMOS

03 de julho de 2016 às 22h33

Esse interino esta indo longe demais. Precisa mais o que pra ser ditadura? Se ja não bastasse impunidades parlamentares e PM subordinada as Forças Armadas?

Responder

Silas Mó La Craia

03 de julho de 2016 às 20h29

Quando a imundície vai ter limites?

Responder

José Fernandes

03 de julho de 2016 às 20h05

É algo inacreditável! só com governo ilegitimo,usurpador,corrupto,canalha,e fascista ,pra acontecer este tipo de barbárie,,e algo baixo,que só aqueles governos sem nenhuma representação democrática e aceitável .mesmo em pleno seculo 21.

Responder

Luiz

03 de julho de 2016 às 18h46

É pouco provável que Temer tenha controle sobre a horda de fascistas que estão adentrando nas dependências do governo. Se repuserem o perfil anterior daqui a pouco ele será novamente alterado pois este tipo de pessoas desconhecem o respeito pela dedicação a causas que digam respeito aos menos favorecidos.

Responder

Torres

03 de julho de 2016 às 17h59

Ué, onde está a seriedade da Uiquepéde?Pensei que eram merecedores de total credibilidade. Fazem mil exigências a quem quer fazer anotações nos textos. Agora ficou fácil? Pobres das nossas crianças, jovens e quem confia e se utiliza dos seus 10 serviços.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.