VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Denúncias

Vanessa Grazziotin insere mensagem a Tio Sam em seus e-mails pelo Google


15/07/2013 - 20h04

por Luiz Carlos Azenha

Foi de autoria da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) o requerimento de criação da CPI da Espionagem, que será instalada no Senado depois do recesso Parlamentar para investigar as denúncias feitas pelo funcionário terceirizado da National Security Agency (NSA), Edward Snowden.

Snowden, que ainda se encontra em Moscou à espera de exílio, vazou documentos para o jornalista Glenn Greenwald, do diário britânico Guardian, que vive no Rio de Janeiro.

O Washington Post, a revista alemã Spiegel e o diário direitista O Globo também publicaram denúncias sobre o caso.

O conjunto de reportagens sugere que os Estados Unidos espionaram extensivamente usuários das redes sociais, governos aliados e fizeram acordo com um grupo de 80 corporações para obter dados, dentre os quais as gigantes da internet Microsoft, Google, You Tube e Facebook.

Nesta terça-feira a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado, presidida por Ricardo Ferraço (PMDB-ES), ouve o depoimento do jornalista Glenn Greenwald.

A CRE vem coletando uma série de depoimentos, que mais à frente pretende repassar à CPI. Na semana passada foram ouvidos os ministros de Defesa, Celso Amorim; das Relações Exteriores, Antonio Patriota; e das Comunicações, Paulo Bernardo; além do chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, general José Elito Siqueira.

Convidado, o embaixador dos Estados Unidos, Thomas Shannon, disse que depende de autorização de Washington para depor.

A senadora Grazziotin deverá participar da audiência de hoje com Greenwald. Ela identifica algumas das prioridades da CPI, além da óbvia, que é descobrir o grau da espionagem dos Estados Unidos no Brasil:

1. Vanessa Grazziotin quer saber mais detalhes sobre a intimidade da empresa Booz Allen Hamilton com o Brasil durante o governo de Fernando Henrique Cardoso. A empresa de consultoria, contratada por FHC, era a empregadora de Edward Snowden quando ele recolheu os documentos secretos da NSA que posteriormente vazou (ver o vídeo do senador Roberto Requião, no topo, durante audiência da CRE na semana passada).

2. A senadora comunista acredita ser necessário avaliar toda a infraestrutura brasileira e considera um “crime de lesa pátria” o fato de o Brasil ter vendido o controle de seu satélite junto com a Embratel — tornando-se, assim, completamente dependente de satélites estrangeiros.

3. Vanessa Grazziotin acha muito importante garantir a sobrevivência do próprio Snowden que, acredita ela, corre risco de vida.

Quanto à segurança atual do governo brasileiro, a senadora informou que autoridades do Executivo em geral usam mensagens criptografadas para troca de informações sigilosas. Porém, no Legislativo o mesmo não acontece. Grazziotin informou que usa o G-mail, ligado ao Google, para suas mensagens pessoais. Disse que já incorporou aos seus e-mails a mensagem “um abraço ao Tio Sam”. Mesmo como brincadeira, é revelador da insegurança do alto escalão da República brasileira diante da arapongagem dos Estados Unidos.

Ouça, abaixo, a íntegra da entrevista:

Mac Audio_recording 9

Leia também:

Estados Unidos espionaram “comunicação de lideranças” em Brasília

 

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


61 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

renato

16 de julho de 2013 às 20h09

Não abro mão do que penso, Snowden é espião americano e ponto final!
Muito cuidado com o cara.
E não precisava de espião para Portugues contar toda esta falcatrua
né meu caro Requião….Como você disse, vocês do Senado já sabiam, e
como fica………… é por qisto que perdemos a fé em politico, só
falam quando a coisa estoura…

Responder

Lafaiete de Souza Spínola

16 de julho de 2013 às 19h05

Este é o item 25 do meu tópico: UM PROJETO PARA A EDUCAÇÃO NO BRASIL>

25. Está disponível na internet uma grande gama de informações esclarecedoras; muito bem fundamentadas e algumas foram comprovadas com os vazamentos de documentos sigilosos pelo Wikileaks; de que nosso desenvolvimento tecnológico sofre sabotagens de todo tipo, daqueles que não desejam ver o nosso país no cenário internacional com produtos de alto índice tecnológico.

O interesse é que sejamos, exclusivamente, fornecedores de comodities!

Vejam, só, como exemplo, os revezes e sabotagens praticados ao PROJETO ESPACIAL BRASILEIRO, tendo seu ápice na explosão da base de Alcântara, quando tudo foi destruído e as vidas de 21 cientistas foram ceifadas, em 22 de agosto de 2003.

Até nossos satélites para uso nas telecomunicações, na vigilância do desmatamento, no monitoramento do clima estão sendo lançados no exterior, apesar de Alcântara ser um local privilegiado para essa atividade. Os interesses mesquinhos entrelaçam-se.

A sabotagem indireta é um ataque silencioso e muito perverso que o Brasil e o seu Programa Espacial vêm sofrendo, sem tréguas, já faz mais de 20 anos. Tudo isso acontece porque recebem a ajuda e cooperação dos mesmos que lutam contra a educação no Brasil.

Responder

abolicionista

16 de julho de 2013 às 16h18

Poxa, tio Sam, bastava pedir com jeitinho, o FHC entregava tudo. Nem precisava fazer tanto segredo.

Responder

alício

16 de julho de 2013 às 14h12

Cuidado com o Bernardo participando dessas reuniões! Sei não…!!! Todo cuidado é pouco, pois ainda não sabemos de que lado ele está. CUIDADO!!!!

Responder

    Roberto Locatelli

    16 de julho de 2013 às 17h19

    Ele está participando porque as teles e a microsoft precisam estar representadas na reunião.

ma.rosa

16 de julho de 2013 às 13h25

A frase:”O Brasil não é um país sério”, atribuída a um estrangeiro, porém de autoria de um diplomata daqui mesmo, diz muito sobre os políticos que temos! Poucos são os políticos deste nosso Brasil, sérios. Parabéns a esta Senadora e ao senador Roberto Requião, políticos com certeza sérios! Acho que esta frase agora cabe bem aos “esteites”: Obama e os Estados Unidos da America, não são sérios!!!!

Responder

Roberto Locatelli

16 de julho de 2013 às 12h39

Os Correios tinham um servidor de e-mail gratuito. Cheguei a me inscrever. Infelizmente, o serviço foi extinto.

Acho fundamental que o governo brasileiro disponibilize um sistema público de e-mails, para não dependermos de gmail, hotmail, yahoo, etc, que certamente são disponibilizados para a bisbilhotagem do tio Sam.

Responder

    José Sena

    16 de julho de 2013 às 17h33

    Prezado Locatelli,

    O problema é muito maior que e-mails, como profissional da área de tecnologia estou estarrecido e extremamente pessimista. Nossa independência como nação é apenas no papel. Para conseguirmos nossa independência, devemos ter um desenvolvimento tecnológico independente e fazer como a China: Reinventar a roda toda. Devemos ter nossos próprios microprocessadores, sistemas operacionais, veículos espaciais, equipamentos militares, satélites, protocolos de comunicação, etc., etc. e etc. …

    Atenciosamente,

    Lagrange

    16 de julho de 2013 às 17h42

    J. Sena, quando um país deixa à mingua um CPqD ligado a Telebrás, quando um país tem mais advogados que engenheiros, quando um país forma trocentos pedagogos por ano e poucos físicos, químicos e matemáticos, meu caro, está acontecendo algo muito errado com esse país. Mesmo correndo o risco de ser detonado por alguns, mantenho o que foi dito entre temores e desilusão quanto às perspectivas de se conseguir o que você também tanto deseja.

    Lafaiete de Souza Spínola

    16 de julho de 2013 às 18h52

    José Sena,

    Um país com mais de 8.5 milhões de quilômetros quadrados e 200 milhões de habitantes não pode ficar dependente da exportação de matéria prima!

    O caminho para resolver os problemas estruturais e amenizar as injustiças sociais do Brasil está, basicamente, atrelado à EDUCAÇÃO. Precisamos, com urgência, investir, pelo menos 15% do PIB no orçamento da educação. Deve ser disponibilizada escola com tempo integral às nossas crianças, oferecendo, com qualidade: o café da manhã, o almoço, a janta, esporte e transporte, nas cidades e no campo. Como é uma medida prioritária, inicialmente, faz-se necessária uma mobilização nacional. Podemos, por certo tempo, solicitar o engajamento laico das Igrejas, associações, sindicatos e das nossas Forças Armadas (guerra contra o analfabetismo e o atraso) para essa grande empreitada inicial.

    Para a construção inicial dos centros educacionais e formação de professores, sugiro que se invista cerca de 40% das nossas reservas.

    Alerto, que sem a federalização esse projeto não terá sucesso.

    Lafaiete de Souza Spínola

    16 de julho de 2013 às 18h55

    Correta sua observação Lagrange!

henrique de oliveira

16 de julho de 2013 às 12h23

Não é de se estranhar que os tucanos e fhc faziam isso , afinal essa gente não sabe administrar nem carrinho de pipoca , então o negocio é vender ou doar o nosso patrimonio para os yankes.
FHC e todos os tucanos são um bando de fdp.

Responder

Acássia

16 de julho de 2013 às 11h51

Isso me lembra a explosão de Alcântara….

E isso me lembra que alguns chegados de FHC foram enviados pra Amazonia sem razão conhecida.

Responder

Acássia

16 de julho de 2013 às 11h44

Eu não poderia votar nessa Vanessa, pois ela não é do meu estado. Uma pena. Gostei dela.

Quanto a FHC, já sabíamos geral, mas não a extensão. Vamos mostrar a qualidade desse sujeito para o mundo e para a França. Assim ele não terá mais companhia para tomar seu vinho às nossas custas.

Responder

    Acássia

    16 de julho de 2013 às 11h45

    E mais: devemos perguntar sobre isso a todos que estavam lá.

    Sarney, Calheiros, Maciel, Temer etc e todos que tem 15 anos de mandato. Sozinho FHC não faria esse crime.

Julio Silveira

16 de julho de 2013 às 11h23

Poucos brasileiros tiveram a sensibilidade para entender que o valor recebido pelos vendilhões da pátria, por investimentos em segurança nacional feitos por raros governantes com visão estratégica e de defesa de nossa soberania, não valeria o custo da perda da integridade de nossa cidadania. Mas em um país carente de sentimento cívico, onde alguns boçais chegam a dizer em publico que nacionalismo é coisa de idiotas, sem serem imediatamente escorraçados como traidores que são da própria unidade nacional, fica difícil. Um país carente, que costuma admirar negociações com cheiro de negociata, pela simples menção a um possível beneficio que poderia advir desse negocio, como beneficiários da prostituição, que só vem seu beneficio ignorando a maneira e a consequência, o que esperar?
O Brasil infelizmente é constituído de uma grande maioria de cínicos, uma boa parte de irresponsáveis, e uma pequena parte, a que lucra, de nefastos.

Responder

Wladimir

16 de julho de 2013 às 09h53

Mais uma do vendilhão da Pátria Fernando Henrique Cardoso: a venda do Brasilsat para o Tio Sam! Tá no DNA Tucano vender tudo aquilo que pertence ao povo brasileiro para os gringos! O Serra tb tá louco para vender todo o nosso petróleo pra eles!

Responder

Zanchetta

16 de julho de 2013 às 08h39

Os e-mails dela vão direto para o lixo eletrônico junto com o “junk mail”… kkkkkk

Responder

Andhersen

16 de julho de 2013 às 07h48

Esta CPI não vai dar em nada, vendo que alguns políticos apátridos ou seja, todos neste país, só defendem seus umbigos.Isto é para aparecer na mídia e garibar votos, pois 2014 está chegando.Referente ao fhc é um traidor,leviano e hipócrita que entregou o Brasil para os americanos e quer ser passar de santo do pau oco, onde acarrilhado por um bando de idiotas e baba ovos, que o julgam como mártir.Cadê a CPI Globo, que ninguém fala nada? E a sentença do mensalão, por que não se cumpre?Ora todo FDP tem direito a defesa, mas que provado o desvio de dinheiro!Quanto aos empréstimos singilosos do governo federal para Cuba e Angola? O governo atual (PTRALHA)está afundando o país, será que ninguém vê isso? E a mídia que se esconde e sai pela porta dos fundos!
Vivemos em um país, que tem tudo para ser de primeiro,mas infelizmente a corrupção fala mais alto.E o mensalão mineiro? Eduardo Azeredo e sua quadrilha? E o processo angavetado na mesa do Gurgel, do desvios de dinheiro público da saúde em MG, do senador Aécio Neves e Andrea Neves? E o Ministério Publico e Federal que fazem vista grossa,como se nada tivesse acontecendo.Hora está chegando ano de eleição, se mexer vou peder o emprego e não vou ter minhas regalias,vamos dar um cala boca na mídia e como sempre os brasileiros tem memória curta.

Responder

Diego -DF

16 de julho de 2013 às 01h31

Vendemos nosso satélite e nossa soberania em troca de um dos três acordos emergenciais com o FMI, não é óbvio?
Afinal, sem qualquer desses acordos com o FMI, o país teria falido e o sonho tucano teria sido abortado precocemente.
Em suma – os tucanos venderam nossa soberania pra não sair do poder.

Responder

    Acássia

    16 de julho de 2013 às 11h47

    Fato!

    Cadê os MPL. Essa causa vale uma passeaata gigante.

rociclea soares pimentel

16 de julho de 2013 às 00h24

Vá pro inferno TIO SAM. VALEU CAMARADA VANESSA

Responder

Marat

15 de julho de 2013 às 23h50

Aquelas frases tolas que as pessoas colocam nos comunicadores, poderiam ao menos ser criativas, assim:
“E ai negão, pare de bisbilhotar”;
“Ei, Tio Sam, vai caçar o que fazer”;
“Cuidado, Obama tá te olhando”
“Fuck Obama!!!!”

Responder

    Fabio Sp

    16 de julho de 2013 às 08h37

    Racista!!!!

Antonio

15 de julho de 2013 às 23h42

A piada que corre na internet sobre a espionagem americana:

Um garoto encontra o Obama e reclama

– Meu pai falou que você espiona todo mundo no mundo inteiro

Ao que Obama respondeu

-Mas ele não é seu pai, moleque.

Responder

    FrancoAtirador

    16 de julho de 2013 às 08h06

    renato

    16 de julho de 2013 às 20h06

    Obama quem matou o MAX, foi mesmo a Carminha?

Luís CPPrudente

15 de julho de 2013 às 23h41

E o finado FHC entregou o satélite Brasilsat para o inimigo. Ele fez isto de propósito, já que defende a submissão do Brasil aos interesses dos EUA.

O finado FHC sempre foi entreguista…e traidor.

Responder

cassio

15 de julho de 2013 às 23h29

Eu comentei hoje na empresa em que trabalho sobre este absurdo do desrespeito dos EUA com o Brasil e praticamente todos pareceram não se importar, até deram um certo apoio aos EUA e menosprezando o Brasil. A que ponto chegamos? Eles também não tem quaisquer respeito sobre as vítimas da ditadura, na verdade nem sabem o que foi este período, como se originou, nada. Apenas comentaram coisas como se caso os EUA dominassem aqui produtos como PS4, IPhone, IPad e outros produtos seriam mais baratos. Comentei também que existe um interesse muito grande dos EUA pelo pré-sal e simplesmente ignoraram. Somos todos reféns do que a mídia mediática publica aqui neste país. É lamentável! Sinceramente fiquei preocupado, pois são pessoas com quem trabalho, então próximas de mim.

Responder

    Acássia

    16 de julho de 2013 às 11h50

    Oi Cassio,

    Infelizmente está assim. Hoje no Brasil chega-se à universidade e até se forma sem se passar pela educação básica. A última vez que a educação foi concomitante com a formação profissional foi no ano de 1963.

    Qualquer pessoa com uma formação básica já é “diferenciada”.

    Francisco Cavalcante Souto

    16 de julho de 2013 às 12h38

    Infelizmente tem pessoas que nada entendem e nem tem ideia dos absurdos praticados pelos EUA. São ignorantes mesmo.

Antonio

15 de julho de 2013 às 23h29

Se tudo isto vai dar em algo, não sei.
Penso que não.
Penso sim que podemos fazer melhor do que a senadora.

Em cada e-mail que enviarmos colocar palavras soltas tais quais:

Bomba, Bin Laden, Taliban, Irão, Saddam etc.

Os computadores estão preparados para copiar mensagens com determinadas palavras.
Vamos entupir os computadores!

Responder

Lafaiete de Souza Spínola

15 de julho de 2013 às 23h05

Segunda-feira, 15 de julho de 2013
Publicado em Brasil de Fato

86 deputados federais são favoráveis à espionagem dos EUA contra o Brasil
Parlamentares do DEM, PMDB, PSDB, PMN, PP, PR, PRP, PSB, PSC, PSD e PTB votaram contra a moção de repúdio à espionagem estadunidense de cidadãos, empresas e instituições brasileiras apresentada no último dia 9
15/07/2013

A Câmara dos Deputados aprovou, na última terça-feira (9), uma moção de repúdio ao governo dos Estados Unidos em razão da denúncia de espionagem de mensagens eletrônicas e telefonemas brasileiros.

A proposta apresentada por José Guimarães (PT), no entanto, foi rejeitada por 86 deputados federais. Os votos contrários à moção foram registrados por deputados dos partidos DEM, PMDB, PSDB, PMN, PP, PR, PRP, PSB, PSC, PSD e PTB, pertencentes às bancadas evangélica e ruralista, como aponta o mapeamento da votação realizado pelaDiálogos do Sul.

Em números percentuais os partidos que se mostraram mais favoráveis à continuidade das ações de espionagem dos Estados Unidos contra o Brasil foram o DEM – 20 dos 23 deputados; o PSD – também 20 dos 32 deputados; o PP – 17 dos 24 deputados; e o PSC – 8 de 10 deputados. Merece registro que 14 deputados do PMDB votaram contra a moção, o que representa cerca de 20% da bancada do partido na Câmara dos Deputados.

Já as principais lideranças tucanas na Câmara se abstiveram na votação. Líderes do PSDB, tais como Mendes Thame, Duarte Nogueira, Eduardo Azeredo, Antonio Imbassahi, Jutahi Junior e Nelson Marchezan Júnior votaram pela abstenção. De acordo com a Diálogos do Sul, “tal fato reforça as denúncias de que desde o governo FHC, empresas e o próprio governo brasileiro colaboram com as autoridades e práticas imperialistas dos Estados Unidos”. (com informações da Revista Diálogos do Sul).

Confira abaixo o texto da moção de repúdio.

MOÇÃO DE REPÚDIO

Nós, parlamentares da Câmara dos Deputados da República Federativa do Brasil, manifestamos:

O nosso repúdio à espionagem e o monitoramento de bilhões de e-mails, telefonemas e dados de empresas e cidadãos brasileiros, bem como do governo do Brasil, supostamente realizados por agências de inteligência dos Estados Unidos da América, que violam direitos de empresas e cidadãos brasileiros e atentam contra a soberania nacional.

Ao mesmo tempo, externamos o nosso apoio às iniciativas do Estado brasileiro, que pretende levar este grave caso à consideração da Organização das Nações Unidas (ONU) e da União Internacional das Telecomunicações (UIT).
Declaramos, ademais, nossa concordância com as iniciativas destinadas a criar uma agência multilateral, no âmbito do sistema das Nações Unidas, para gerir e regulamentar a rede mundial de computadores, poderoso instrumento de uso compartilhado da humanidade.

Por último, externamos a nossa apreensão com a segurança do cidadão estadunidense Edward Snowden, que está refugiado, há dias, no aeroporto de Moscou.

Confira também a lista de parlamentares que são favoráveis à continuidade da espionagem dos EUA e contra o respeito à privacidade de cidadãos, empresas e instituições brasileiras.

Abaixo, segue a lista dos parlamentares que votaram contra a moção:

DEM – 16 votos

Abelardo Lupion – PR
Alexandre Leite – SP
Augusto Coutinho – PE
Claudio Cajado – BA
Davi Alcolumbre – AP
Eli Correa Filho – SP
Jairo Ataíde – MG
Jorge Tadeu Mudalen – SP
Júlio Campos – MT
Luiz de Deus – BA
Mandetta – MS
Mendonça Filho – PE
Onyx Lorenzoni – RS
Paulo Cesar Quartiero – RR
Rodrigo Maia – RJ
Ronaldo Caiado – GO
Total de Bancada: 20

PMDB – 12 votos

Aníbal Gomes – CE Obstrução
Darcísio Perondi – RS
Edio Lopes – RR
Fernando Jordão – RJ
Lucio Vieira Lima – BA
Marçal Filho – MS
Marcelo Almeida – PR
Mauro Mariani – SC
Osmar Terra – RS
Silas Brasileiro – MG
Valdir Colatto – SC
Wladimir Costa – PA
Total da Bancada: 64

PMN – 3 votos

Francisco Tenório – AL
Jaqueline Roriz – DF
Total da Bancada: 3

PP – 17 votos

Arthur Lira – AL
Dilceu Sperafico – PR
Esperidião Amin – SC
Iracema Portella – PI
Jair Bolsonaro – RJ
Jerônimo Goergen – RS
Lázaro Botelho – TO
Luis Carlos Heinze – RS
Luiz Fernando Faria – MG
Missionário José Olimpio – SP
Renato Andrade – MG
Renzo Braz – MG
Roberto Balestra – GO
Roberto Britto – BA
Roberto Teixeira – PE
Sandes Júnior – GO
Vilson Covatti – RS
Total da Bancada: 24

PR – 5 votos e 1 abstenção

Bernardo Santana de Vasconcellos – MG
Henrique Oliveira – AM
Maurício Quintella Lessa – AL
Paulo Freire – SP
Vicente Arruda – CE Abstenção
Total da Bancada: 24

PRP – 1 voto

Jânio Natal – BA
Total da Bancada: 2

PSB – 2 votos e 1 abstenção

Fernando Coelho Filho – PE Abstenção
Júlio Delgado – MG
Paulo Foletto – ES
Total da Bancada: 21

PSC – 8 votos

Andre Moura – SE
Costa Ferreira – MA
Deley – RJ
Lauriete – ES
Nelson Padovani – PR
Pastor Marco Feliciano – SP
Takayama – PR
Zequinha Marinho – PA
Total da Bancada: 10

PSD – 20 votos

Ademir Camilo – MG
Arolde de Oliveira – RJ
Átila Lins – AM
Carlos Souza – AM
César Halum – TO
Danrlei De Deus Hinterholz – RS
Eduardo Sciarra – PR
Eleuses Paiva – SP
Fernando Torres – BA
Guilherme Campos – SP
Hélio Santos – MA
Hugo Napoleão – PI
Jefferson Campos – SP
João Lyra – AL
José Carlos Araújo – BA
Júlio Cesar – PI
Manoel Salviano – CE
Onofre Santo Agostini – SC
Sergio Zveiter – RJ
Walter Ihoshi – SP
Total da Bancada: 32

PSDB – 2 votos e 10 abstenções

Alfredo Kaefer – PR
Andreia Zito – RJ
Antonio Carlos Mendes Thame – SPAbstenção
Antonio Imbassahy – BA Abstenção
Duarte Nogueira – SP Abstenção
Eduardo Azeredo – MG Abstenção
Jutahy Junior – BA Abstenção
Nelson Marchezan Junior – RS Abstenção
Nilson Leitão – MT Abstenção
Plínio Valério – AM
Reinaldo Azambuja – MS
Vaz de Lima – SP Abstenção
William Dib – SP Abstenção
Total da bancada: 39

PTB – 2 votos

Arnaldo Faria de Sá – SP
Sérgio Moraes – RS
Total da Bancada: 13

Responder

    Fernando

    16 de julho de 2013 às 07h26

    Vamos guardar a reportagem e divulgar maciçamente na proximidade das eleições do ano que vem. Temos que expor os anti nacionalistas brasileiros. Estes não podem ocupar cargo tão alto na política brasileira, aliás cargo público algum. Eles não nos representam.

Ednaldo Vieira osta

15 de julho de 2013 às 22h48

Imaginem como seriam as manchetes do Globo,Eolha, Estadão, Veja,Época…etc se tudo isso tivesse ocorrido no governo do Lula? Nós brasileiros com “S” estamos nus de Imprensa.

Responder

Ednaldo Vieira osta

15 de julho de 2013 às 22h16

Essa subserviência do governo Fernando Henrique Cardoso aos EUA, é uma coisa inacreditável.Isso tem que ser passado a limpo,esse cidadão não pode sair por aí dando uma de Estadista brasileiro.Gente isso que o senador Requião relata sobre o governo FHC é traição.O povo brasileiro precisa ser informado.Já que não temos imprensa-toda ela é de direita,pelo visto trabalha com o mesmo propósito de FHC- vamos mesmo de Redes Sociais.

Responder

    Fabio Passos

    15 de julho de 2013 às 22h50

    Sem dúvida.
    Eu defendo que fhc seja investigado. Comprovada a traição fhc precisa ser exemplarmente punido.

    Qual punição merece um traidor?
    O que merece um sujeitinho que negociou nosso futuro e entregou nossa soberania para os ianques?

    E os bandidos do PiG também.
    Todos capachos do tio sam!

    Zanchetta

    16 de julho de 2013 às 08h46

    Pior que ela, só a subserviência do Lula a Cuba…

    augusto2

    16 de julho de 2013 às 10h54

    Lula nao precisa de subserviencia – entra em qualquer palacio, em qualquer lugar
    e com tapete vermelho e pra isso basta antes dar um telefonema.
    é chato voce ter que engolir essa verdade, mas tome um sal.de.fruta q voce consegue.

    Ednaldo Vieira osta

    16 de julho de 2013 às 11h00

    Leitor de fonte única,PIG,ou sofre de idiotia.Tá perdoado!

lukas

15 de julho de 2013 às 22h14

CPI não quer descobrir nada, só desgastar os tucanos. Tudo no Brasil se resume a este FLA-FLU.

Responder

    Luís CPPrudente

    15 de julho de 2013 às 23h38

    O que os tucanos e o PIG querem é só desgastar um governo popular, tornando-o impopular. Pior que o Governo Dilma vem ajudando os tucanos e o PIG a tornar o governo do povo impopular.

    Isto não tem nada a ver com fla-flu como resumi o tal lukas. Isto é uma luta entre o avanço das conquistas sociais e a destruição destes avanços sociais. O PSDB e o PIG estão a favor da destruição dos avanços sociais, para isto vem atacando dioturnamente o Governo Dilma, que vem vacilando.

    Lagrange

    16 de julho de 2013 às 00h36

    Acho que não, viu Lukas. Há vários propósitos e um deles é tornar público de foram honesta o que aconteceu. Entendo que não seja preciso lançar mão desse expediente para desgastar os tucanos porque eles são auto-suficientes nisso.

FrancoAtirador

15 de julho de 2013 às 22h07

.
.
AGÊNCIA SENADO
Comissões – Relações Exteriores e Defesa Nacional

Cancelada audiência com jornalista que revelou operações secretas americanas

Da Redação

Foi cancelada a audiência da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) que ouviria, nesta terça (16), o colunista do jornal britânico The Guardian Glenn Greenwald.

Responsável pela divulgação de material secreto coletado pelo ex-funcionário da agência de segurança americana (NSA) Edward Snowden, ele daria mais detalhes sobre dados relativos a operações dos EUA, principalmente aquelas que teriam funcionado no Brasil.

O cancelamento do debate se deveu a compromissos profissionais de Greenwald.

O presidente da CRE, senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), reiterou que a participação do jornalista é muito importante para esclarecer as denúncias de monitoramento feito pelos EUA no país e ressaltou que uma nova data pode ser definida para ouvi-lo.

(http://www12.senado.gov.br/noticias/materias/2013/07/15/cancelada-audiencia-com-jornalista-que-revelou-operacoes-secretas-americanas)
.
.
*Em visita à Embaixada dos EUA, Ferraço reforça convite para embaixador comparecer ao Senado

*Comissão quer identificar e corrigir falhas no sistema de segurança das comunicações
.
.

Responder

    augusto2

    16 de julho de 2013 às 10h52

    huhmmh!
    Ou o congresso urinou pra trás ou foi
    o jornalista que digamos, pissed backwards, né atirador?

    Ednaldo Vieira osta

    16 de julho de 2013 às 11h08

    Isso tem cheiro de ameaça dos EUA.A central Globo de Informação deve estar por traz disso aí.

    Ednaldo Vieira osta

    16 de julho de 2013 às 11h43

    Único erro do jornalista Glenn Greenwald foi procurar justamente a Rede Globo e logo, a jornalista Sonia Brid,a divulgadora de obras pendentes,justamente ambos que estavam sendo queimados pela opinião pública.Coisa proposital.Na Rede Record,convenhamos o impacto a curto prazo seria menor, mas o resultado mesmo com atraso teria o mesmo impacto e evitaria muitas interrogações.

SERGIO GOVEA

15 de julho de 2013 às 21h57

A fala do senador é procedente e traz uma mensagem até então desconhecida por mim. Para além do Ministério das comunicações e do Ministério de Minas e Energia, a Casa Civil deve fazer parte de algum tipo de acordo tácito pela governabilidade. Não parece crível que informações estratégicas do Estado brasileiro possam estar no mesmo nível de fragilidade de um processo de sonegação fiscal e que pode ser furtada a troco de quatro anos de prisão não cumpridos.

Responder

hc

15 de julho de 2013 às 21h51

Venderam tudo mesmo, até o não imaginário, que devem estar em contratos de gavetas.

Responder

Francisco de Assis

15 de julho de 2013 às 21h44

Para incomodar o império o governo brasileiro, ou o grupo de países dos BRICS, tem que abrir reclamação, e pedido de investigação, na Organização Mundial do Comércio (OMC), por prática comercial desleal do Governo Estadunidense e das suas empresas cúmplices.

Afinal de contas, para que se quebrou a hegemonia dos estadunidenses e europeus naquele órgão, com a eleição do brasileiro Roberto Azevedo ?

Responder

Fabio Passos

15 de julho de 2013 às 21h13

É fundamental investigar e tornar pública a ação dos traidores e entreguistas que destruíram nossa nação durante o desgoverno fhc. O PiG tem participação direta como ponta de lança dos interesses ianques no Brasil.

Vou seguir o exemplo da senadora.
Só vou ser mais contundente: Ei, tio sam, VTNC!

Já a globo parece querer entregar a cabeça de fhc para livrar o próprio pescoço na mutreta da sonegação de mais de 600 milhões.

Está na hora de um acerto de contas definitivo com a “elite” branca.

Responder

    Antônio Nogueira

    15 de julho de 2013 às 22h10

    Eu não tenho conta nenhuma para acertar com “elite branca” nenhuma. Meu problema é com os neoliberais e entreguistas do PSDB e do DEM, sejam lá de que cor eles forem. E quanto à elite nacional-desenvolvimentista e progessista, meus cumprimentos à ela.

    Fabio Passos

    15 de julho de 2013 às 22h56

    Olha… os grã-finos são branquelos.
    Aumenta a concentração de melanina na medida em que a renda e patrimônio diminui.

    É que, ao contrário do que afirma ali kamel, somos um país racista.

    Ednaldo Vieira osta

    15 de julho de 2013 às 22h22

    É verdade Fabio, ela tem jogado contra o Tio Sam. Agora é tarde a casa caiu Globo!!!

    Fabio Passos

    15 de julho de 2013 às 22h45

    A globo ainda pensa que engana alguém… o clã marinho sempre foi desvairado defensor dos interesses imperialistas. E apoiou e sustentou a destruição da nossa soberania com o golpe de 64 e os governos neoliberais de collor-fhc.

Paulo ETV

15 de julho de 2013 às 21h06

seria muito levantar uma hipótese :

FHC,Serra,PSDB,Globo,enfim ,a quadrilha que fez(e ainda faz) negócios privados com o patromônio público,teriam acesso ,como parte da negociação,nas informações captadas pelo chefe da quadrilha?

Responder

    Flavio

    15 de julho de 2013 às 22h03

    Com certeza absoluta. A SIP existe para isto.

eros josé alonso

15 de julho de 2013 às 21h04

Sou a favor que milhares de pessoas enviem um e mail para a Casa Branca com os dizeres”Eu amo Bin Laden”. E vai também um abraço para o tio San, mas de homem bomba.Americano é tão bonzinho…

Responder

Jairo

15 de julho de 2013 às 20h44

Azenha,

Acho preocupante a forma como essa espionagem (roubalheira) e seus espiões (ladrões) americanos estão sendo tratado pelos blogs e “jornais” brasileiros.
Nesse seu texto lemos:”os Estados Unidos espionaram”…Em outras notícias
algo como “a CIA espionou até 2002”, ou seja, sempre no passado.
Acontece que a infraestrutura não foi e não será desmontada.
Logo é necessário focar que tudo continua acontecendo e que o Brasil precisa rever toda a área de comunicações civil e militar, se quisermos ter um mínimo de segurança e privacidade.
Evidentemente que isto não poderá ser feito com os Bernardos da vida.

Responder

    Luiz AA do Sacramento

    15 de julho de 2013 às 23h10

    Pois é, meu caro Jairo, em vista de tudo que ouvimos eu temo que quando a grande maioria do povo brasileiro se der conta da nulidade de todas as instituições, das ações de presidente(s), ministros, senadores, deputados, em fim ,de toda a estrutura que deveria proteger, zelar pelos interesses do país , já será tarde demais.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!