VIOMUNDO

Diário da Resistência


PT pede à PGR suspensão de propaganda que exorta ditadura militar: ”SBT incorreu em vários crimes”
Reprodução de vídeo
Denúncias

PT pede à PGR suspensão de propaganda que exorta ditadura militar: ”SBT incorreu em vários crimes”


07/11/2018 - 16h31

PT cobra da PGR suspensão de propaganda do SBT que exorta a ditadura militar

PT na Câmara

A rede Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), pertencente ao empresário Sílvio Santos, incorreu em vários crimes, alguns incluídos na Lei de Segurança Nacional, ao divulgar em sua programação, na terça-feira (6), vinhetas com o bordão “Brasil, ame-o ou deixe-o”, um dos principais slogans do período da ditadura militar.

A denúncia foi feita pelo líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS), e os deputados Paulo Teixeira (PT-SP) e Wadih Damous (PT-RJ) em representação encaminhada à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, na qual pedem a suspensão da propaganda e a vedação de nova veiculação semelhante, além de apurar a responsabilidade civil, administrativa e criminal do SBT.

Segundo os parlamentares, “a propaganda veiculada dissemina ainda mais o ódio que vem sendo destilado contra adversários e minorias pelo grupo político vitorioso nas eleições presidenciais” e tenta “promover retrógrados valores ‘patrióticos’ que vigiam no regime militar, como se a prática de tortura, perseguição de adversários, constrição de liberdades civis e políticas fossem valores a serem cultuados nessa nova fase a ser vivenciada pela sociedade brasileira.”

Sanguinário – A frase “Brasil ame-o ou deixe-o” surgiu durante o governo sanguinário do ditador Emílio Garrastazu Médici (1969/1974), patrocinador de mortes, torturas e desaparecimentos de adversários do regime ou dos que assim eram considerados.

O SBT chegou ao cúmulo de reprisar músicas que foram compostas em louvação ao governo Médici, “numa espécie de homenagem ao presidente da República eleito”, lembram os parlamentares do PT.

Na representação, os três deputados destacam que a propaganda pró-ditadura disseminada pelo SBT confronta a ordem constitucional vigente, a liberdade de expressão e pensamento e o direito constitucional das minorias, expressa através da oposição democrática.

Para os deputados, o SBT, que é uma concessão pública, deu “vazão ao discurso de ódio tantas vezes pregado” pelo presidente eleito Jair Bolsonaro no tocante à postura que assumiria com os adversários políticos, oposicionistas ou minorias, no sentido de que estes deveriam escolher entre “cadeia” ou “exílio”.

Os parlamentares consideram a propaganda do SBT “ultrajante, desrespeitosa, ofensiva e antidemocrática”, pois suscita a divisão da Nação e a perseguição aos que pensam de modo divergente.

Segundo noticiário da imprensa, com a repercussão negativa e uma onda de críticas na internet, a mensagem específica sobre “Brasil, ame-o ou deixe-o” foi tirada do ar pela direção do SBT na noite da própria terça.

Mas pelo menos outras quatro foram mantidas na programação.

De acordo com a assessoria de imprensa do SBT, a escolha do slogan teria sido um equívoco da emissora. Eles não teriam notado que a frase remete a uma das épocas mais duras do regime militar, embora qualquer livro de história ou uma pesquisa no Google mostrem que a frase foi cunhada na ditadura Médici.

Leia a íntegra da representação:

Livro do Luiz Carlos Azenha
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet



Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!