VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Denúncias

Privataria vai à Globo do Rio; em Fortaleza, “sonegação padrão FIFA”


04/07/2013 - 09h19

PS do Viomundo: A manifestação foi organizada pela turma do Rio do Centro de Estudos de Mídia Barão do Itararé. Um protesto diante da TV Globo, na rua Lopes Quintas, Jardim Botânico, por causa da sonegação fiscal de milhões de reais na compra dos direitos da Copa de 2002 — e pela proposta de lei de iniciativa popular de democratização da mídia (veja mais aqui). Quem foi diz que o evento foi vigiado de perto por seguranças/policiais não identificados.

Abaixo, o evento diante da TV Verdes Mares, afiliada da Globo em Fortaleza (foto divulgada por Daniel Pearl Bezerra):

do Miguel do Rosário, nO Cafezinho

Foi uma manifestação pacífica, mas com muito sangue nas veias! Não quebramos nada, mas xingamos. Ah, como xingamos! Imagine mil pessoas na porta da Globo mandando o Merval e Jabor pra aquele lugar. Imagine mil pessoas ouvindo discursos sobre o mensalão que a Globo levou dos Estados Unidos para apoiar o golpe de 64. Imagina mil pessoas exigindo que o Ministério Público investigue a sonegação bilionária da Vênus Platinada.

O microfone era aberto. Qualquer um que se inscrevia, podia falar, caracterizando o caráter genuinamente democrático da manifestação. Diferente de algumas recentes onde só diretores de Ongs tem voz… As pessoas que trabalham, aqui no Rio, com o tema da democratização da mídia estavam em estado de êxtase, porque conseguimos juntar um público mais diversificado e mais jovem.

Importante: foi uma manifestação com foco. Uma coisa é reunir 20 mil pessoas numa manifestação esquizofrênica, com um grupo pedindo a volta da ditadura, outro pedindo o anarquismo, outro espancando militantes partidários, outro pedindo socialismo, outro pedindo “bolsa Louis Vitton”. Não. Éramos mil pessoas com um foco: protestar contra a Globo, contra o monopólio da mídia.

Um estudante de economia da UFRJ, muito jovem, disse uma coisa bonita: “não estamos aqui para protestar contra a política, mas contra o poderio econômico que sequestra a política. Não estamos aqui para protestar contra a corrupção, mas contra os corruptores”.

O refrão mais cantado foi o mesmo que esteve presente nas grandes manifestações, mas que a grande mídia, naturalmente, escondeu:

“A verdade é dura! A Globo apoiou a ditadura!”

Fizemos uma verdadeira assembléia popular. Claudia de Abreu, coordenadora da Frente Ampla pela Liberdade de Expressão (Fale-Rio), um dos movimentos sociais que lideram os debates sobre democratização da mídia no estado do Rio, fez belíssimos discursos, sempre pontuando que não estávamos ali para uma catarse emocional, mas preparando ações concretas para acabar com o monopólio da grande mídia.

Eu mesmo fiz alguns discursos, explicando a denúncia contra a Globo feita no Cafezinho, sempre enfatizando que a ficha criminal da Globo vai muito além dessas estrepulias em paraísos fiscais. A Globo cometeu crimes históricos contra o Brasil. Lutou contra a criação da Petrobrás. Fez parte do golpe que levou ao suicídio de Vargas. Consolidou-se financeiramente, com dinheiro estrangeiro de um lado, e de golpistas internos, de outro, sobre o cadáver da nossa democracia. Essas coisas tem de ser ensinadas no colégio, para que nossas crianças, adolescentes e jovens parem de sofrer lavagem cerebral dos platinados.

Quantos milhões de brasileiros não deixaram de se alimentar porque a Globo patrocinou e sustentou um golpe de Estado que interrompeu o processo de modernização democrática que apenas se iniciava com João Goulart?

Quantos milhões de brasileiros foram humilhados pela miséria, pela fome, pela falta de escolas, hospitais e emprego, para que a família Marinho se tornasse uma das mais ricas do mundo!

O ministro Paulo Bernando também foi alvo dos manifestantes. Todos muito indignados com a gestão reacionária, entreguista e covarde do Ministério das Comunicações. Sua recente entrevista à Veja, tentando dar uma facada nas costas dos movimentos que defendem a democratização da mídia, foi a gota d’água. A incompetência da ministra Helena Chagas que não propõe à presidenta a abertura de uma mísera conta de twitter, deixando a direita midiática pautar a agenda política nacional, também foi muito questionada pelos manifestantes.

Ficamos orgulhosos também com a participação dos jovens ativistas da mídia ninja, um dos movimentos mais atuantes nas grandes manifestações populares que tomaram conta do país nas últimas semanas. A manifestação foi toda exibida ao vivo. Tivemos mais de 10 mil pessoas assistindo via mídia ninja, mais uns dez mil pela Pos-TV. Ou seja, vinte mil pessoas acompanharam ao vivo a nossa manifestação!

O momento alto do evento foi quando centenas de pessoas levaram uma fita listrada e “lacraram” a Rede Globo, numa alusão ao que a Polícia Federal costuma fazer com as pequenas rádios comunitárias acusadas de alguma mísera irregularidade burocrática. A Globo pode dever bilhões, pode fraudar, e ninguém faz nada. A gente fez, simbolicamente. Lacramos a TV Globo.

A quantidade de policiais era impressionante. Havia mais PM na porta da Rede Globo do que protegendo a Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro naquela manifestação que terminou em depredação da Alerj. Mais do que em frente à sede do governo. A gente conversou com o major, explicamos o programa da nossa manifestação e nos comprometemos a não deixar nenhum “infiltrado” cometer atos de violência. Mas fizemos questão de pontuar, ao microfone, que o pior vandalismo no Brasil vem das Organizações Globo. Um vandalismo informativo, moral e político. Alguns garotos irresponsáveis quebraram alguns vidros da Alerj. Depredaram uma ou duas cadeiras. A Globo, ao apoiar o golpe de 64, ajudou a destruir os alicerces de todas as assembléias legislativas do país, inclusive da principal, em Brasília.

Houve muitas cantorias. Uma das mais fortes, mais emocionantes, foi “Amanhã vem mais! Amanhã vem mais! Amanhã vem mais!”, que deve ter feito os platinados tremerem com a possibilidade de trazermos dezenas ou mesmo centenas de milhares de pessoas para protestar à sua porta, e à porta de todas as suas filiadas Brasil à fora.

Foram distribuídas quase quinhentos exemplares da revista Retrato do Brasil, do jornalista Raimundo Pereira, que denuncia, com fartura de documentos, a farsa do mensalão, outro golpe patrocinado pela Globo. Vale lembrar que a Globo, aliada a forças obscuras, tem procurado manipular o sentido dos protestos para pressionar o Supremo Tribunal Federal a agir ao arrepio da Constituição. A Globo, além de sonegadora, é adepta de linchamentos – de seus adversários, é claro.

Saímos todos extremamente satisfeitos com o resultado da manifestação. Encerramos a noite num bar das redondezas, falando de política e mídia. O deputado Protógenes Queiroz deu as caras e se dispôs a criar uma CPI da Globo, ao que respondemos que daríamos nosso apoio, mas que, dessa vez, tinha que ser pra valer. Não adianta só colher assinaturas. Tem de ser efetivamente criada e conduzida com coragem, não por nenhum “Odarelo”.

Mais importante que tudo, porém, é que produzimos um ato político que por si só pode ajudar a conscientizar as pessoas de que a concentração da mídia, do jeito que existe no Brasil, representa um perigo à nossa estabilidade democrática. Porque a nossa mídia é golpista, reacionária e anti-trabalhista, de um lado; e detêm um poder financeiro monstruoso, de outro. A concentração apavorante da mídia brasileira em mãos de meia dúzia de herdeiros da ditadura é uma anomalia que os amantes da democracia devem combater com todas as suas forças.

A presidenta Dilma tem de entender que, se não combater a mídia golpista, não vai conseguir fazer o Brasil avançar. A mídia já está patrocinando greves patronais de caminhoneiros, possivelmente está em conluio com alguns industriais para sabotar a economia, tenta manipular o sentido das manifestações, tudo para trazer a direita de volta ao poder em 2014. O plebiscito proposto pela presidenta, por exemplo, pode vir a se tornar um tiro no pé sem uma nova e mais ousada estratégia de comunicação, e sem um contraponto decente à Globo. A Vênus Platinada, que é a líder do principal partido conservador, quer enterrar o plebiscito, para desmoralizar o governo. Ou então levá-lo adiante, mas dominar o debate, fazendo aprovar seus itens mais nocivos ao povo, como o voto distrital.

Como uma amiga, presente à manifestação, me disse, enquanto observava orgulhosamente as pessoas protestando na porta da Globo: essa é mãe de todas as batalhas!

Leia também:

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


60 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Marcio H Silva

04 de julho de 2013 às 22h41

Acho que a Globo, usando o Heraldo pereira, quer calar o PHA, azenha. Aquele processo está dando pano pra manga………..

Responder

Liz Almeida

04 de julho de 2013 às 22h09

Belíssima descrição do evento, Azenha!

Leitura empolgante. E é só o começo…

Responder

Eduardo Oliveira

04 de julho de 2013 às 22h01

Essa mídia golpista( Globo),sem sobra se dúvida,tem ações nocivas na consolidação do estado democratico,que repercutem por gerações.

Responder

Mário SF Alves

04 de julho de 2013 às 21h47

“Houve muitas cantorias. Uma das mais fortes, mais emocionantes, foi “Amanhã vem mais! Amanhã vem mais! Amanhã vem mais!”, que deve ter feito os platinados tremerem com a possibilidade de trazermos dezenas ou mesmo centenas de milhares de pessoas para protestar à sua porta, e à porta de todas as suas filiadas Brasil à fora.”
__________________________________________
Parabéns a todos. Brilhante. Não um brilho qualquer; não um brilho qualquer de tipo Time Life, com padrão midiático do que há pior no mecanismo de sequestro do Estado nos EUA; não não isso; não esse vandalismo travestido de bom mocismo que na verdade é nada mais que caras, prostituição e bocas; não esse pseudo jornalismo, sensacionalista, vezeiro na pirataria de imagens e sangue, suo e lágrimas humanas; não isso; não o falso brilho dos sonegadores de impostos, mas, sim, o brilho próprio daqueles e daquelas que brilham com luz própria. E esse brilho, essa luz, nada a pode apagar. Nem a deplorável tortura, nem o frio assassinato.

Responder

Eu

04 de julho de 2013 às 20h58

è só parar fe assistir a Globo e pronto tão simples….

Responder

Donizeti - SP

04 de julho de 2013 às 17h59

A rede globo se apropriou de um terreno público do governo do estado de são paulo, que fica ao lado da sua sede na Avenida Berrini na capital paulistana quando o tucano Serra era governador. Era uma praça e a globo fechou o espaço e passou a usar o terreno de forma particular.

Quando o assunto explodiu na midia, o tucano serra(predileto do PIG) correu e transformou a invasão de área publica cometida pela globo numa cessão da área para a globo construir um prédio e lá treinar seus reporteres amestrados!

Essa é a mídia da qual eu tenho nojo, em público posam de vestais da moral e da ética em relação a governos trabalhistas, mas por baixo dos panos não ficam nem um pouco preocupados de praticar desvios de conduta e até crimes como essa sonegação fiscal da globo em paraiso fiscal, alías no mesmo caribe onde os tucanos privatas operavam.

O governo federal devia cassar a concessão publica da globo, usada para cometer crimes e desestabilizar o Brasil.

Responder

Bonifa

04 de julho de 2013 às 17h48

Parece que a doce ilusão de um plebiscito está a ponto de se desvanecer. Fi perdida uma oportunidade histórica de ouro. Os políticos do Governo não foram capazes de defender a ideia com a veemência necessária para fazê-la vitoriosa. Não se pode negar, embora, que a reação contra a ideia foi muito forte, principalmente por parte da imprensa. O Superior Tribunal Eleitoral a início falou que estava pronto para o plebiscito. Depois, se estendeu em desdobramentos de dificuldades. Essas dificuldades foram amplificadas, evidentemente, pelos políticos que jamais desejariam ver realizado um tal plebiscito. O plebiscito valeria por si, só pelo processo de fazê-lo, sejam quais e quantas fossem as perguntas.Isto significaria a realização da Reforma Política e são poucos os políticos detentores de mandatos que querem uma mudança das regras com as quais se elegeram. O Brasil chegou bem perto de mudar radicalmente seu sistema e seu ambiente político. Mas os manifestantes não tiveram tempo para entender que dentro deste sistema atual não há solução possível para as grandes mazelas nacionais. Nem tiveram tempo para entender que o plebiscito seria a forma perfeita para obrigar os políticos em mandatos a destruírem os meios viciados que elegeram a eles mesmos, pois traria a força da manifestação oficial do povo brasileiro. Este era o caminho para combater objetiva e substancialmente a tão propalada corrupção, que no entanto é ainda um ser disforme para os valorosos manifestantes. Porém, toda revolução tem duas ondas, e assistimos apenas à primeira onda. Talvez na próxima onda, já com os manifestantes mais politizados, o país seja obrigado a realizar com a máxima urgência o sonhado plebiscito.

Responder

Indio Tupi

04 de julho de 2013 às 17h38

Aqui do Alto Xingu, os índios recordam como a imprensa noticiou a realização da Copa do Mundo em 2014 no Brasil, bem como sobre a composição da Delegação Brasileira presente ao evento do Comitê Executivo da Fifa, inclusive os governadores de 12 Estados brasileiros que apoiaram a realização do certame no País, entre os quais Aécio Neves e José Serra. O texto segue abaixo:

“”Copa do Mundo de 2014 será no Brasil

swissinfo.ch 19. Novembro 2007 – 17:26

Agora é oficial. Pela primeira vez desde a Copa de 1950, da qual a grande maioria dos brasileiros só ouviu falar, o Brasil vai sediar uma Copa do Mundo, em 2014.

A decisão era esperada porque o Brasil era candidato único. Além disso, as conclusões do relatório da inspeção feita no Brasil, em agosto, eram muito favoráveis.

O Brasil acaba de passar nas eliminatórias para a Copa de 2014. Agora começa o trabalho de organizar “a mais extraordinária de todas as Copas do Mundo”, como afirmou o presidente Lula, depois que a Fifa anúunciou, sem surpresa, a decisão do Comitê Executivo da Fifa, em Zurique. O Brasil era candidato único e o presidente da Fifa, Joseph Blatter disse que o voto foi por unanimidade.

“Se o Brasil foi capaz de organizar uma Copa de Mundo quando eu tinha 4 anos e meio, é claro que será quando eu tiver 69 anos” disse o presidente Lula. Ele acrescentou que “saímos daqui ainda com mais vontade e responsabilidade do que quando chegamos”.
64 anos depois

Referia-se à Copa do Mundo de 1950. Naquela ocasião, a Alemanha também era candidata mas, com a Segunda Guerra Mundial, o país renunciou à organização do evento. Ao final da guerra, a Alemanha não tinha condições de organizá-lo e o Brasil foi designado.

Na decisão da Copa, no Maracanã, a seleção brasileira vencia por 1 a 0 mas perdeu, de virada, de 2 a 1 para o Uruguai, que foi, então, bicampeão mundial.

Anteriormente, durante a apresentação final da candidatura do Brasil, Paulo Coelho também provocara o riso geral da sala. Para dizer que será a Copa da emoção, disse que “já viu pessoas discutirem futebol durante cinco horas mas nunca vira ninguém discutir sexo durante tanto tempo”. Antes de precisar que “que a emoção no futebol não é melhor mas dura mais”.

Depois de citar os benefícios que a Copa trará na modernização dos estádios e da infra-estrutura, o presidente Lula declarou “que o que mais irá empolgar será o comportamento extraordinário do povo brasileiro”.
Presidente ou torcedor

Disse ainda que naquele momento “estava dividido entre as funções de presidente e de amante de futebol. Dirigindo-se a Michel Platini, ex-craque e atual dirigente do futebol europeu, “que os brasileiros choravam quando ele marcava contra nós e riam quando Romário empatava”. Dirigindo-se a Franz Beckenbauer, membro do Comitê Executivo, disse que “todos que o viram jogar o admiraram mas que, na geração dele, Deus tinha criado Pelé”.

Para concluir ,com o riso geral no auditório da Fifa, Lula disse que o
“Brasil vai organizar uma Copa para argentino nenhum botar defeito”.

O presidente disse também que durante a Copa será um simples torcedor. Questionado se ainda estará no cargo, o presidente da CBF, Ricardo Teixeira disse que os estatutos já foram alterados e ele será presidente em 2014.
Futebol é emoção mais prolongada

Anteriormente, durante a apresentação final da candidatura do Brasil, Paulo Coelho também provocara o riso geral da sala. Para dizer que será a Copa da emoção, disse que “já viu pessoas discutirem futebol durante cinco horas mas nunca vira ninguém discutir sexo durante tanto tempo”. Antes de precisar que “que a emoção no futebol não é melhor mas dura mais”.

Ricardo Teixeira, presidente da CBF, prometeu que a Copa será “da nação e não de alguém em particular”, acrescentando que o Brasil está unido, independentemente de coloração”.

Esta é justamente uma das causas da presença de uma delegação tão importante nos últimos dias em Zurique, composta, além de ministros, de 12 governadores de estado. Eles já estão na batalha para sediar grupos.
Disputa entre governadores

Na Copa da Alemanha, em 2006, foram disputadas partidas em 12 cidades. No Brasil, por enquanto, existem 18 candidatas. Há consenso pela final no Maracanã mas pelo menos três cidades pretendem receber o jogo de abertura: Belo Horizonte, São Paulo e Brasília.

O governador mineiro Aécio Neves disse a swissinfo (ouça no áudio na coluna à direita), que o “Mineirão será o primeiro estádio a atender as exigências da Fifa e que poderá servir de modelo para os outros”.

O governador José Serra (ouça o áudio) afirma as pretensões de São Paulo mas ressalva que “não somos nós que decidiremos”. O governador Jacques Wagner enfatiza os méritos da Bahia. Estes e os demais estavam em Zurique para isso. A decisão das 12 cidades

Ao final da cerimônia, Paulo Coelho voltou a falar como membro da comissão de candidatura dizendo que obter a organização da Copa de 2014 “é o começo de um sonho e sonho dá trabalho”. E precisou que o sonho não é só do Brasil mas do mundo porque todos os torcedores têm duas seleções: a nacional e a brasileira. “Quando a nacional perde, eles torcem pelo Brasil”.

Segundo Dunga, na Copa 2014, o mundo descobrirá um outro país, além de futebol e carnaval. Romário falou do carinho e da alegria do brasileiro.
A ausência de Pelé

A ausência de Pelé na comissão de candidatura foi notada pela imprensa internacional. Questionado, o presidente da CBF disse que tinha convidado Romário e Dunga por serem “atletas de sua administração. Disse que a comissão estaria “muitíssimo bem representada com Pelé mas que estava muito bem representada com Dunga e Romário.

Questionado por swissinfo, Michel Platini aludiu às divergências antigas com o ex-presidente da Fifa, João Havelange. Disse ainda que “até 2014, Pelé estará lá”.

Antes de anunciar a Copa no Brasil em 2014, o Comitê Executivo atribuiu a Copa de 2011 de futebol feminino à Alemanha.

swissinfo, Claudinê Gonçalves, Zurique.
Delegação brasileira em Zurique

Luiz Inácio Lula da Silva, presidente da República
Ricardo Teixeira, presidente da CBF
Orlando Silva, ministro do Esporte
Celso Amorim, ministro das Relações Exteriores
Marta Suplicy, ministra do Turismo
Dunga, técnico da seleção brasileira
Romário, jogador
Paulo Coelho, escritor
Governadores de 12 estados:
Acre: Binho Marques
Amazonas: Eduardo Braga
Bahia: Jacques Wagner
Ceará: Cid Gomes
Distrito Federa: José Roberto Arruda
Goiás: Alcides Rodrigues
Mato Grosso: Blairo Maggi
Minas Gerais: Aécio Neves
Pará: Ana Júlia Carepa
Pernambuco: Eduardo Campos
Rio de Janeiro: Sérgio Cabral
São Paulo: José Serra
Calendário

03 de agosto de 2000 – Comitê Executivo da Fifa aprova o princípio da rotação da Copa do Mundo.
5 de agosto de 2000 – Essa decisão é ratificada pelo 52° Congresso da Fifa, em Zurique.
15 de março de 2001 – Comitê Executivo decide começar a rotação pela África.
7 de julho de 2001 – Decisão ratificada pelo congresso da Fifa em Buenos Aires. 6 de março de 2003 – Comissão de Estudos Estratégicos da Fifa aprova o pedido da Commenbol de organizar a Copa do Mundo de 2014 na América do Sul.
7 de março de 2003 – Comitê Executivo da Fifa decide atribuir a organização da Copa de 2014 à América do Sul.
22 de dezembro de 2006 – Comitê Executivo da Fifa confirma o interesse da Colômbia e do Brasil pela organização da Copa de 2014.
1° de fevereiro de 2007 – Fifa envia protocolo de acordo para a Copa de 2014 aos países interessados.
16 de abril de 2007 – Prazo da Fifa para que as associações interessadas submetam um acodo de candidatura.
31 de julho de 2007 – Prazo para que os países confirmem o interesse submentendo à Fifa o acordo e garantias concretas dos governos.
23 de agosto a 1° de setembro – visita de inspeção ao Brasil.
30 de outubro de 2007 – Apresentação final da associação candidata (CBF) na sede da Fifa e decisão do país organizador da Copa de 2014.
Decisão do Comitê Executivo de atribuir a Copa de 2014 ao Brasil.””

Responder

leia

04 de julho de 2013 às 16h42

Achei muito interessante uma coisa. Conheco gente apaixonada por futebol, mas näo viu os jogos das confederacöes, porque seguiu na risca a orientacäo dos manifestantes do feicibuki . O engracado é que durante todo o dia vê a globo, mas na hora do jogo desligou. Como é fácil manipular nosso povo.

Responder

Ari

04 de julho de 2013 às 16h38

Azenha, cadê a Record? Por que ela não cobriu o protesto? Virou PIG também?

Responder

    M. S. Romares

    04 de julho de 2013 às 21h11

    Sinceramente, você acha que a record seja diferente da globo? Só não faz as mesmas coisas porque ainda é pequena. Se crescer, fará tudo igualzinho. A band, sbt sendo pequenas já estão se projetando no “padrão global”. Por exemplo, que diferença existe entre um jabor e um casoy? A idade, talvez…

Ari

04 de julho de 2013 às 14h56

Só um reparo: o protesto ocorreu em frente à Globo na Rua Von Martius, quase esquina com Pacheco Leão. A Lopes Quintas também dá acesso à sede da emissora, mas pelo outro lado da quadra.

Responder

FrancoAtirador

04 de julho de 2013 às 14h30

.
.
REDE GLOBO É FICHA SUJA!

VERBA ZERO PARA A GLOBO!

EU APOIO!
.
.

Responder

jaime

04 de julho de 2013 às 14h28

Tá, tá tudo muito bom, tá tudo muito bem. Aí você fica sabendo que de tanta gente que lê, comenta e se beneficia dos textos do Viomundo, tem 142 que estão dando uma esmola que é a assinatura. Cadê a coerência? Todos os comentários falando sobre a importância da mídia, isso e mais aquilo, mas açõe$ que é bom, nada…
Deixo aqui meu apelo para que contribuam pela manutenção dessa mídia INDEPENDENTE, acho que a única que temos.
Mídia é fundamental, é a base sobre a qual se ergue todo o resto; aliás, é a mídia que tem ditado a pauta de todos os políticos do Congresso, principalmente desde o fim da ditadura.
Sem mídia vamos ficar eternamente aqui conversando uns com os outros, num clubinho que continuará sendo solenemente ignorado se não puder se expandir.

Responder

rita

04 de julho de 2013 às 14h25

e hoje é o dia do protesto na porta da rede globo em são Paulo. tragam pra gente aqui no blog!

Responder

FrancoAtirador

04 de julho de 2013 às 14h13

.
.
A transmissão do protesto contra a Rede Globo

pela TV Ninja teve mais de 70 mil visualizações.

(http://twitcasting.tv/midianinja/movie/14981939)
.
.

Responder

wagner

04 de julho de 2013 às 14h02

O problema que esses movimentos quando e vão se tornar maiores eles(globo) vão tentar colocar gente deles no meio do protesto como fez nas outras e vai coloca pra quebra tudo para a policia pode senta o pau e ai o que eles estão querendo é derrubar o atual governo, para depois colocar novamente no poder quem eles conseguem tirar mais dinheiro. E e vai o processo depois de alguns anos no poder eles os tiram novamente e colocam outro “partido” para assumir a presidência e ai conseguem mais dinheiro ainda. E isso favorece sempre a eles esse jogo interminavel de sai governo entra governo e em todos quem se fode é a população salvo poucos que fazem parte desse processo de sugação humana.

Responder

    wagner

    04 de julho de 2013 às 14h04

    Precisamos encontrar uma saída estratégica para evitarmos que isso ocorra e dessa maneira. As proximas manifestações tem que ter muito cuidado com isso ainda mais agora que vai envolver muito mais pessoas.

Valcir Barsanulfo

04 de julho de 2013 às 13h55

A Rede Globo se apropriou da TV PAULISTA, e o processo está no STF, e não é julgado. Quem é pior, o sonegador, o apropriador indébito ou a Suprema Corte?

Responder

    batista neto

    04 de julho de 2013 às 17h21

    O judiciário e o MP! Que servem de para-choque para qualquer investigação contra o os representantes e os interesses do capital ao passo que inventam crimes para punir com rigor os verdadeiros defensores do POVO BRASILEIRO!!!

Eduardo Albuquerque

04 de julho de 2013 às 13h36

Um dos aspectos relevantes dessas manifestações contra Rede Globo é que não houveram depredações ou violência policial.
Sinal que movimentos politizados, com foco, com lideranças afastam fascistas, neonazistas e os “independentes” que sao antipartido, antiorganizações, etc.

Responder

G.A Almeida

04 de julho de 2013 às 13h20

Minha única dúvida é:

Com a regulamentação da mídia quem é que vocês vão usar de bode expiatório?

Culpar à quem agora?

Responder

    Valcir Barsanulfo

    04 de julho de 2013 às 13h52

    Precisa responder, nobre fascista?

    Tony-SC

    04 de julho de 2013 às 13h56

    Almeida, eu te entendo. É difícil se livrar da dependência química, principalmente se você cresceu consumindo. Mas tem gente que consegue sobreviver porque nunca consumiu, ou se o fez, não gostou nem viciou #DiaSemGlobo

    Gil Teixeira

    04 de julho de 2013 às 14h07

    Cara, não haverá bode!

    G.A Almeida

    04 de julho de 2013 às 15h41

    Não haverá bode mas os problemas continuarão.

    E então?

    Começarão a ver que este governo não é o sonho que vocês imaginam que existe por trás da nuvem escura da mídia?

    Começarão a ver que ele tem problemas e erra e MUITO?

Raimundo

04 de julho de 2013 às 13h18

Cadê o pessoal do Movimento do Passe Livre? Aonde estão eles? Porquê não engrossaram o movimento Ocupe a Rede Globo? Será que foram cooptados por ela?

Responder

RicardãoCarioca

04 de julho de 2013 às 13h00

1) Empresa que sonega impostos pode receber dinheiro da SeCom e de demais órgãos governamentais?

2) Que tal uma lei para regulamentar a exibição de propaganda governamental gratuita? Numa quantidade de anúncios tal que atenda a publicidade dos governos sem pôr em risco o negócio das emissoras de rádio e TV (mesmo porque elas precisam faturar para sobreviver).

Responder

paulo p

04 de julho de 2013 às 12h31

O POVO QUER SER OUVIDO
PLEBISCITO JÁ

Responder

psgd

04 de julho de 2013 às 12h17

A globo não gosta do Brasil. A globo é um prostíbulo a céu aberto.

Responder

Ozzy Gasosa

04 de julho de 2013 às 12h16

Valeu pessoal!!!

Responder

Mariano

04 de julho de 2013 às 12h16 Responder

abolicionista

04 de julho de 2013 às 11h56

rede Globo corrupta se apropria do dinheiro do povo! Mensalão da Globo já, sejamos udenistas! Globo corrupta, safada e vagabunda! Devolva o dinheiro dos nossos impostos. Onde está a classe média indignada agora? Cambada de panacas!

Responder

cid elias

04 de julho de 2013 às 11h53

Ué…cade os revoltados do feicebuqui?

Responder

    Janah

    04 de julho de 2013 às 13h12

    Ué, cadê os paulistas na passeata? Medo da rede bobo?!

    Rodrigo

    04 de julho de 2013 às 14h22

    Que eu saiba os paulistas há 10 dias atras botaram 200000 pessoas na porta da Central Grobo de Manipulação, na Berrini, zona sul de SP. Só que não passou no JogralNacional e nenhum helicóptero ousou se aproximar da zona de exclusão Sócio-Espacial… sinto muito.
    O problema não são os paulistas, é a falta de democracia nas comunicações!

Edno Lima

04 de julho de 2013 às 11h27

Nossa, quanta gente!!! Todo esse pessoal coube numa kombi??

Responder

    J Fernando

    04 de julho de 2013 às 11h56

    O que você quer dizer? Que é conivente com a corrupção global? Que protestos com menos de 1000 pessoas não merece nenhum destaque? Você gostou de poucas pessoas protestarem contra a sonegação fiscal da globo?

    Os protestos do MPL em São Paulo contavam no início com menos de 1000 manifestantes.
    O protesto do ano passado do MPL, quando o prefeito era o Kassab tinha menos de 20 pessoas.

    Edno Lima

    04 de julho de 2013 às 15h15

    Vão prostestar também contra a sonegação da PETROBRAS ( ou ela foi autuado por cumprir a lei?), que deve cerca de sete bilhões á receita? Vão protestar contra os cerca de onze bilhões enterrados pela Caixa Econômica petista no banco Panamericano do dono do SBT? Váo protetar contra os cerca de dez bilhões que o BNDES emprestou ao , agora insolvente, Eike Batista? Vão protestar contra a farra do aliado Henrique Alves que utilizou um jatinho da FAB para assistir, junto a familiares e amigos, á final da Copa das Confederações e para justisficar a utilização do jato inventou um encontro no sábado com o Eduardo Paes para discutir a situação política do país? Ou não vão porque em todas essas tem o didinho petista? Se protestarem por alguma dessas causas, serei mais um disposto a lotar a Kombi!!!

    abolicionista

    04 de julho de 2013 às 11h57

    Isso, vamos ser coniventes com a corrupção, cidadão, vamos ajudar a depredar o patrimônio público. É por causa de vândalos como você que o país está desse jeito, sr. Edno. Belo exemplo, o seu!

    Edno Lima

    04 de julho de 2013 às 15h21

    Querem tirar o sofá da sala!!!

    RicardãoCarioca

    04 de julho de 2013 às 12h55

    Se defende quem sonega imposto, defende também mensaleiro e aloprado, certo? Porque são todos cometedores de malfeitos, ou a sua indignação contra malfeitos é seletiva?

    psgd

    04 de julho de 2013 às 12h56

    Calma rapaz a manifestação foi só ontem. Hoje, sem a presença de manifestantes, para constrangê-los, os seus clientes estarão de volta.

    Edno Lima

    04 de julho de 2013 às 15h19

    Curioso! Não vi nenhum negro, nenhum pobre protestando contra a Globo!!Será que é a classe média reacionária que está por trás desse golpe???

trombeta

04 de julho de 2013 às 11h20

Ontem, era dia da festa na globo para comemorar a chegada de mais uma ditadura no mundo, a república do kibe com um general na função de chefe de cozinha.

Foi muito sentida a ausência dos revolucionários de final de semana do MPL que se importam mais com 0,20 centavos na passagem de ônibus do que com o monopólio da comunicação no país que suga o cérebro do povo brasileiro.

Responder

    Mário SF Alves

    04 de julho de 2013 às 11h30

    Tem de interditar essa máfia. E o mais rápido possível. Ah! A justificava? Sim, vejamos a seguir:
    Resposta I: a própria Constituição Federal do Brasil. É ela o principal instrumento legal a ser usado na interdição de qualquer uma das máfias que assolam este País.
    Resposta II: a prática compulsiva da mentira e da difamação; manipulação antidemocrática (vide direito de resposta concedido ao Brizola e em horário dito nobre); o sensacionalismo calhorda e oposição sistemática e ilegal ao Governo Federal eleito democraticamente.
    ________________________________
    Ah! A interdição privaria o povo das novelonas?
    _______________________________________________________
    Ah! A interdição favoreceria outras mídias “talvez” ainda mais lesivas à inteligência e ao patrimônio do povo?
    __________________________________________________________________
    Simples. Transformem essas máfias em empresas cooperativas. Aí, sim, pode despejar dinheiro em propaganda. Sem problema.

    Wagner

    04 de julho de 2013 às 12h30

    Mesmo as propagandas, devem ser regulamentadas. Não se pode ‘despejar propagandas’ à vontade. Propagandas envolvem ideologias, cultura, desenvolvimento psíquico, toda uma construção psicossocial que deve ser revista e regulamentada, não podemos ser sugestionados incansavelmente a determinados estímulos que vão nos atingir não só conscientemente, mas também inconscientemente em nossos desejos individuais e coletivos, e como a justiça é pautada no bem comum, no bem de todos, não podemos permitir propagandas que constroem o imaginário coletivo ao consumo desenfreado por ideais inalcançáveis e inescrupulosos em detrimento do lucro da minoria de poderosos que usam a comunicação de forma vil.

    Mário SF Alves

    04 de julho de 2013 às 22h01

    Entendi, prezado Wagner. Tem razão. Sem isso seria o mesmo que trocar seis por meia dúzia. Ou seja, o crime de lesa humanidade seria o mesmo.
    ____________________________
    Valeu.

FrancoAtirador

04 de julho de 2013 às 11h09

.
.
MAJESTADE REDE GLOBO: DITADURA DO PODER ABSOLUTO NO BRASIL

POLÍCIA MILITAR IMPEDE LIVRE MANIFESTAÇÃO EM SÃO PAULO

ESTADO DEMOCRÁTICO, CONSTITUIÇÃO FEDERAL… PURA BALELA!
.
.
Manifestante para Policiais: “VOCÊS ESTÃO PROTEGENDO A GLOBO?”

Foi mais fácil protestar em frente ao Palácio do Governador
do que em frente de quem governa, de fato.

O Conversa Afiada reproduz vídeo em que manifestantes tentam protestar em frente à Globo, em São Paulo.

Paulo Henrique Amorim

(http://www.conversaafiada.com.br/tv-afiada/2013/06/18/protesto-contra-a-globo-voces-estao-protegendo-a-globo)
.
.

Responder

renato

04 de julho de 2013 às 10h57

É claro que ela sabe….
A batata assa………..
Vai perder sua credibilidade.
Vai ser parecida com a Bomba de Boston.
Socando tanta novela no povo que ninguem
mais sabe que é o mocinho de qual novela.

Responder

Hélio Pereira

04 de julho de 2013 às 10h44

A Globo não deu,mas todo mundo sabe o que aconteceu!

Responder

FrancoAtirador

04 de julho de 2013 às 10h38

.
.
REDE GLOBO SE APROPRIA DO DINHEIRO PÚBLICO COM SONEGAÇÃO!

VERBA ZERO PARA A GLOBO!

EU APOIO!
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    04 de julho de 2013 às 10h43

    .
    .
    CONCESSIONÁRIA PÚBLICA DE RÁDIO E TELEVISÃO

    DEVE TER FICHA LIMPA PARA RECEBER VERBA ESTATAL

    VERBA ZERO PARA A GLOBO!

    EU APOIO!
    .
    .

    Hélio Pereira

    04 de julho de 2013 às 11h47

    Estou com você!

Rui

04 de julho de 2013 às 10h16

Para os defensores da tese de que o gigante teria acordado, uma pergunta: por que o gigante não foi ontem protestar conta o oligopólio da mídia nacional? Por que o gigante não se incomoda com as manipulações da Rede Globo e de seus coleguinhas da mídia? Por que o gigante não acha importante democratizar a mídia? Quem é o gigante? Por que os anões são os que, no final das contas, pegam no pessado da história? Teria o gigante preferido assistir à Malhação e depois à novelinha das 18 horas? Como dizem nossos hermanos: Me cago! Gigante é uma ova!

Responder

    Carlos J. R. Araújo

    04 de julho de 2013 às 11h01

    Meu caro Rui, à exceção de uma minoria, o “Gigante”, desde o Brasil-Colônia, sempre cumpriu o desejo das elites, desejo que foi lembrado e escrito na letra do hino nacional -“deitado eternamente em berço esplêndido…” O hino é uma verdadeira paródia do comportamento da sociedade brasileira.

    O “Gigante” ainda não acordou, até porque a despolitização e o có-ró-có-có das manifestações refletem o sono eterno da quase totalidade dos brasileiros. Quando muito, se o “Gigante” “acordou” foi como simples sonâmbulo. Até porque patricinhas e mauricinhos são o que são: eternos sonâmbulos. Eles são nada mais que os atuais vampiros hollywoodianos, que existem apenas para sugar o sangue alheio – no caso, o sangue da sociedade.

    Wagner

    04 de julho de 2013 às 12h45

    ou até acordou… mas só tem 2 anos de idade, chora, mama e dorme.

Mardones

04 de julho de 2013 às 10h13

Sensacional. Principalmente porque esses estão acordados há muito tempo.

Responder

francisco niterói

04 de julho de 2013 às 09h43

Inicialmente devo confessar que nao li o artigo a que me refiro abaixo, só li resumo na blogosfera. Caso ocorra alguma incorrecao, perdoes antecipados, mas vamos lá.

Folha comenta o caso da Globo/sonegacao, mas tenta proteger a mesma.

1- omite a ligacao do caso com a questao do suborno na FIFA e o processo na justica suica.

2- Da uma manipulada aventando a hipotese da globo ter PAGO pra depois discutir na Justica. BALELA. Pra discutir na justica se efetua DEPOSITO ( ADMINISTRATIVO OU JUDICIAL).

3-Por fim, indiretamente, pede punicao aos vazadores. É a moda assange/snowden chegando ao Brasil.

Responder

    francisco niterói

    04 de julho de 2013 às 09h51

    Em tempo: mesmo em discussao administrativa, pode-se efetuar o deposito. Dessa forma, a empresa evita a incidencias de juros de moras.

    PAGAR PRA DISCUTIR? KKKKKKKKKKKKK. Com a “discussao” , o litigio, a empresa pode oarticipar de concorrencias e tem a exigibilidade do tributo suspensa. Ou seja, tudo de acordo com o sagrado direito de defesa. No qual se insere tb a protecao do deposito. Aglobo e seus milionarios advogados sabem disso. E a Folha tambem. Mas tentam enganar a populacao.

    Mas tem empresas que nao querem depositar( acham que é dinheiro parado que deixa de render no mercado financeiro), confiando na morosidade administrativa e judicial. É o velho ” daqui a trinta anos a gente vê como fica”.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!