VIOMUNDO

Diário da Resistência


Nassif: Documento da Receita comprova pagamentos de Tacla Duran a Rosângela Moro e complica mais o juiz da Lava Jato
Denúncias

Nassif: Documento da Receita comprova pagamentos de Tacla Duran a Rosângela Moro e complica mais o juiz da Lava Jato


03/09/2017 - 22h57

 Advogado espanhol fez pagamentos a Rosangela Moro

por Luis Nassif, no GGN

A nota da seção Radar, da Veja, mostrando página de um relatório da Receita Federal, de advogados que trabalharam para o escritório de Tacla Duran traz um complicador a mais para o juiz Sérgio Moro.

No dia 27 de agosto passado, a colunista Mônica Bérgamo revelou que o advogado Rodrigo Tacla Duran, que trabalhava para a Odebrecht e está foragido na Espanha, acusou o primeiro amigo de Sergio Moro, Carlos Zucolotto Júnior, de tentar intermediar negociações paralelas com a Lava Jato.

Zucolotto e a senhora Sérgio Moro eram sócios em um escritório de advocacia.

Segundo Duran, haveria diminuição da multa e da pena que Duran deveria pagar, em um acordo de delação premiada, em troca de um pagamento que seria feito pelo caixa 2 para acertos com membros da Lava Jato.

Segundo Duran, a proposta de Zucolotto era alterar o regime de prisão em regime fechado para domiciliar e redução da multa para um terço do valor, ou seja US$ 5 milhões. A proposta teria sido feita no dia 27 de maio de 2016.

Moro respondeu através de uma nota:

“O advogado Carlos Zucolotto Jr. é advogado sério e competente, atua na área trabalhista e não atua na área criminal;

O relato de que o advogado em questão teria tratado com o acusado foragido Rodrigo Tacla Duran sobre acordo de colaboração premiada é absolutamente falso;

Nenhum dos membros do Ministério Público Federal da força-tarefa em Curitiba confirmou qualquer contato do referido advogado sobre o referido assunto ou sobre qualquer outro porque de fato não ocorreu qualquer contato;

Rodrigo Tacla Duran não apresentou à jornalista responsável pela matéria qualquer prova de suas inverídicas afirmações e o seu relato não encontra apoio em nenhuma outra fonte;

Rodrigo Tacla Duran é acusado de lavagem de dinheiro de milhões de dólares e teve a sua prisão preventiva decretada por este julgador, tendo se refugiado na Espanha para fugir da ação da Justiça;

O advogado Carlos Zucolotto Jr. é meu amigo pessoal e lamento que o seu nome seja utilizado por um acusado foragido e em uma matéria jornalística irresponsável para denegrir-me; e

Lamenta-se o crédito dado pela jornalista ao relato falso de um acusado foragido, tendo ela sido alertada da falsidade por todas as pessoas citadas na matéria.”

Há dois anos, em matéria no Conjur, Moro havia alegado que a sociedade da esposa com Zucolotto visava apenas a “partilha de honorários”, o que significa que não atuariam necessariamente no mesmo processo.

Agora, a informação da Veja traz um componente explosivo, que a revista tratou de amenizar, levantando apenas a consequência menos relevante do furo: o fato de Moro ter que se declarar impedido de julgar Duran:

O juiz Sergio Moro poderia ser impedido de julgar o ex-advogado da Odebrecht Rodrigo Tacla Duran não fosse o Ministério Público, que, estranhamente, ocultou uma resposta da Receita Federal que investigou o acusado.

Ora, tem muito mais coisa em jogo.

Vamos entender como a Receita age em circunstâncias semelhantes.

Um escritório de advocacia faz pagamentos a terceiros, outros escritórios ou advogados. A Receita resolve investigar. E o procedimento inicial é a DIRF (Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte), com a relação de todos os pagamentos efetuados pelo escritório.

A Receita vai até o escritório e pergunta porque pagou. O escritório explica. Seria para acompanhamento de uma ação ou para serviços a ou b. Aí a Receita vai até o prestador de serviços e confere se os serviços foram efetuados.

Se o nome da senhora Moro consta na DIRF, significa que o escritório Tacla Duran efetuou pagamentos ao escritório e aos advogados do escritório.

Ou seja, pagou a senhora Moro.

Aí se entra o território da especulação. Qual teria sido a razão para a investigação da Receita? Pode ser uma explicação mais simples, de conferir se Tacla efetivamente pagou Imposto de Renda. Pode ser explicação mais complexa, sobre a natureza dos trabalhos efetuados. Principalmente porque se sabe que a maior ocupação de Tacla era a de doleiro.

O fato dos procuradores da Lava Jato terem escondido o documento por dois anos permite toda sorte de elucubrações.

Se a Receita mandou o resultado há dois anos, significa que a investigação deve ter dois anos e meio, período em que Rosângela Moro sai do escritório. Ou seja, ela saiu quando recebeu sinais de que a Receita estaria investigando Zucolotto.

Em qualquer hipótese, os pagamentos se referem a fatos contemporâneos, quando a Odebrecht e o próprio Tacla Duran já estavam na mira da Lava Jato. E desmontam as versões de Moro sobre as relações do primeiro-amigo e da primeira-dama com o escritório de Tacla Duran.

Segundo a inocente explicação de Moro, Zucolotto teria sido contratado por Duran para tirar cópia de um processo em Curitiba.

Desde o início, estranhava-se que as delações ainda não tivessem chegado ao Judiciário. É possível que essa escrita seja quebrada com o fator Tacla Duran..

O advogado Santos Lima

Conforme anotou o leitor Francisco de Assis, nos comentários, entre os recebedores está o advogado Leonardo Guilherme dos Santos LIma, também do Paraná, e cujo sobrenome coincide com o do procurador Carlos Fernando dos Santos Lima

PS do Viomundo: O GGN ficou fora do ar ontem à noite e hoje quase o dia inteiro.  Está sofrendo ataque maciço que, coincidentemente, começou após o Nassif postar este texto sobre o pagamento  de Tacla Duran a Rosângela Moro.

Leia também:

Rosinha, sobre os R$ 20 mi desviados da Educação no PR: Ficará mais uma vez por isso mesmo?

Ricardo Barros participou de “venda” de cargo no governo do Paraná, diz delator

Livro do Luiz Carlos Azenha
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet



30 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Frances luz ferreira

15 de agosto de 2018 às 07h15

Milo mycro, como diz o Moro, ñ precisa de provas, temos a convicção! Vale pra todos, essa frase infeliz! Se fosse usada, numa acusação a sua família, voce acharia legal ou uma canalhice? Só um detalhe: comparar Curitiba a qquer pedaço da Europa é pq nunca lá esteve, certamente

Responder

Odair Reis Cardoso

05 de dezembro de 2017 às 23h00

Não temos prova, mas temos convicção.

Responder

Edson Ribeiro

03 de dezembro de 2017 às 08h37

Curitiba lava mais branco: BANESTADO, APAE, LAVA JATO, CIA…

Responder

Donizeti boldrin

03 de dezembro de 2017 às 02h40

Tem provas e muitas provas de tudoooo,tacla duran disse que os documentos que provam estão todos com ele,e mais ate os que foram ocultados estao com ele,pmdb e psdb esta ferrado é uma mafia enorme

Responder

Clara

05 de novembro de 2017 às 17h46

Juizeco de merda.
Até agora não provou nada e só levou dinheiro do povo.
A republica de CUritiba é uma farsa, cidadizinha atrasada.

Responder

Luiz César Falcão de Oliveira

09 de outubro de 2017 às 13h32

A hora do juízeco tucanalha tá chegando! A sorte ou azar dele é a globosta que na forma de proteção, com certeza visando uma volta, está prolongando o seu calvário! E sempre pensando, como dizia meu velho pai: “Enquanto o pau vai e volta, folga as costa. “

Responder

    Milo Mikro

    13 de outubro de 2017 às 16h45

    Moro é um heroi nacional, quem não o apoia esta apoiando a corrupção, ele esta derrubando todos os ladrões canalhas que estavam sugando nosso país. Viva Moro! Quem te apoia não liga pra essas mentiras! Força, o povo de bem ta com você!

maria isabel gregio

30 de setembro de 2017 às 02h34

Onde estão as provas das denúncias feitas por Luiz Nassif a Rosângela Moro?

Responder

    Photossyntese

    03 de novembro de 2017 às 08h38

    Segundo o Dr. Moro, não precisa ter prova. Basta ter convicção!

Luiz Francisco Fernandes

23 de setembro de 2017 às 14h36

Tendo chegado ao ponto que chegou, doravante, mais do que nunca, a operação lava jato terá que seguir em frente. Sobretudo pela imperiosa necessidade de revisão de determinadas decisões Sérgio Moro, cujo conteúdo foi contaminado pela denúncia de Tacla Duran. A circunstância evoca a Revolução francesa. O carrasco de hoje era o guilhotinado da amanhã. Aos que mais é dado, mais deve ser o exigido.

Responder

maria isabel gregio

21 de setembro de 2017 às 02h57

Muitos nem sequer de dão ao trabalho de
Investigar o que lêem. Só encontrei sobre o caso em blogs petista. Não é estranho? Não
mostram um documento sequer!

Responder

    Cesar

    20 de outubro de 2017 às 20h02

    A matéria, em parte, saiu na Veja e em outros periódicos e já faz algum tempo que vem sendo veiculadas notas quase taquigráficas sobre o assunto, que não dá para jogar embaixo do tapete… Não estou nem um pouco preocupado com os desdobramentos desse caso; se for investigado pra valer, alguns “heróis” transformar-se- ão bonecos de barro… E isso vai acabar por acontecer, mais dia, menos dia… Tentar desqualificar Azenha e Nassif é falta de conhecimento do jornalismo investigativo, é leitura seletiva. Vamos esperar… O governo Temer é um manto de pureza e vai acabar com o futuro do país. E muita gente apoiou… agora é tarde!

    JOSE DACOSTA

    02 de dezembro de 2017 às 15h51

    Segundo o Dr. Moro, não precisa ter prova. Basta ter convicção!

RONALD

05 de setembro de 2017 às 16h32

Nassif, estamos contigo !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

RONALD

05 de setembro de 2017 às 16h30

Vai aí uma CONDUÇÃO COERCIVA da esposinha????????????????????????????

Responder

    RONALD

    05 de setembro de 2017 às 16h42

    Chama a Globogolpe para mostrar !!!!!!

DUARTE

05 de setembro de 2017 às 15h31

O MORO,esta na mesma linha dfa direira querendo ferrar o povo

Responder

    Milo Mikro

    13 de outubro de 2017 às 16h45

    Me explique por que ele ta ferrando o povo? Pois eu, e o povo de bem estamos vendo justamente o contrário.

tony Amaro

04 de setembro de 2017 às 21h09

A lei do retorno, humilhou dona Marisa agora passa por pior momento.Está a experimentar do forte veneno que usou e abusou contra Lula.

Responder

Rosalva S M Fonseca

04 de setembro de 2017 às 19h05

Será que Sérgio Moro agora está sentindo na pele o que é apresentar provas ao usar um papel sem assinatura como documento de acusação?

Responder

    Milo Mikro

    13 de outubro de 2017 às 16h46

    Acho que não, afinal, essa bobagem só saiu nesse blogzinho aqui? Duvido que ele tenha ao menos visto essa matéria! Cade as provas? como vocês mesmo dizem. kkkk..

    Sergio

    04 de dezembro de 2017 às 17h56

    As provas estão com os parlamentares da CPMI a qual o Tacla Duran depôs por quase três horas no dia 30/11.

Marcio Brito Mota

04 de setembro de 2017 às 15h28

Será que não vem ao caso?

Responder

vitorf

04 de setembro de 2017 às 09h19

Que feio para os heróis de Curitiba! Tem muito pra vir dos falsos moralistas.

Responder

    Milo Mikro

    13 de outubro de 2017 às 16h50

    Feio pra nós? Acho que não em! Estamos defendendo a corrupção, aqui somos 100% Moro. Venha conhecer nossa linda cidade, a melhor cidade do país sem duvida nenhuma. O que temos aqui é um pedaço da Europa, quem sabe você gosta e muda de opinião.

Joao Maria

04 de setembro de 2017 às 07h21

O juiz do Parana comanda uma verdadeira quadrilha, roubando o dinheiro dos que roubaram da Petrobras.

Responder

    Milo Mikro

    13 de outubro de 2017 às 16h52

    Baseado em que você diz isso? Não vejo provas. Só palavras!

Roberto

04 de setembro de 2017 às 06h57

O resumo é o seguinte: em pleno tiroteio da Lava-Jato, a esposa de Moro recebeu dinheiro de um DOLEIRO ligado à Odebrecht. Não é estranho? Não é o caso de investigar?

Responder

    Fátima Carneiro

    04 de setembro de 2017 às 16h32

    É uma excelente pergunta, mas……..já sabemos a resposta.

    Milo Mikro

    13 de outubro de 2017 às 16h51

    Ta, mas cade as provas? Não é isso que vocês dizem? kkkk.. não sei o que é pior, ler essas bobagens nesses blogs ou ver que tem bobos que ainda acreditam nisso.. kkkk


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!