VIOMUNDO

Diário da Resistência


MAB:  Vale e BHP Billiton, controladoras da Samarco, são responsáveis pelo rompimento das barragens
Denúncias

MAB: Vale e BHP Billiton, controladoras da Samarco, são responsáveis pelo rompimento das barragens


07/11/2015 - 19h07

BB-Barragem-Mariana-20151106-3 CB_Barragem_Foto_Corpo_de_Bombeiros_06112015_005-001 CB_Barragem_Foto_Corpo_de_Bombeiros_06112015_006 JC_Cidade-de-Marian-em-MG-afetada-pelo-rompimento-de-barragem_07112015003 JC_trabalhos-das-equipes-do-Corpo-de-Bombeiros-em-Mariana-MG-apos-rompimento-de-barragem_07112015004

As três primeiras fotos (do topo para baixo) são do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, via Fotos Públicas; as outras duas são de Antônio Cruz, da Agência Brasil

Nota do Movimento dos Atingidos por Barragens 

O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) se solidariza com os trabalhadores e trabalhadoras da mineração e com todas as famílias do distrito de Bento Rodrigues, que pertence ao município de Mariana, região central de Minas Gerais, vítimas do rompimento de duas barragens de rejeito mineral que pertencem a Samarco Mineração S.A, empresa controlada pelos grupos Vale e BHP Billiton.

A onda de lama contaminada com mercúrio, arsênio e ferro arrasou a comunidade que tinha cerca de 600 moradores. Cerca de 30 trabalhadores estavam no local na hora do rompimento. Pelo menos 10 pessoas morreram e o número de desaparecidos ultrapassa 100 pessoas, incluindo crianças. Cerca de 500 foram resgatadas.

A lama chegou ao Rio do Carmo atingindo moradores a 70 km de Mariana e agora está próxima a barragem de Candonga, no inicio do Rio Doce. Corpos descem o rio em meio a grande quantidade de entulhos e sujeiras. Comunidades estão isoladas e sem energia. O abastecimento de muitas cidades está sendo comprometido.

O MAB denuncia que as empresas Vale e BHP são responsáveis pelo rompimento. Há muitos anos, a comunidade vem alertando sobre os riscos. Ontem, na hora do almoço, trabalhadores ouviram estrondos, mas as atividades continuaram. Suspeitas de que um terremoto teria provocado o acidente não se sustenta visto que foi um tremor de baixíssimo impacto. Não havia nenhum mecanismo de aviso e socorro à população, como exigido em lei. Todo o processo de socorro aos desabrigados está sendo feito pela Prefeitura de Mariana. A negligência das empresas é total.

Solidários na dor pelas perdas irreparáveis e pelos prejuízos incalculáveis causados pelas empresas, chamamos toda a população e as organizações sociais da região a se unirem em torno de uma pauta que garanta o respeito aos direitos das famílias e a dignidade da vida de cada trabalhador e trabalhador que produz a riqueza da Samarco Mineração que lucrou mais de R$2 bilhões em 2014.

A mineração deve estar a serviço da soberania popular e não dos desmandos e barbaridades cometidas por empresas como a Vale que tem no desrespeito às populações e aos trabalhadores a sua marca registrada. Por isto, continuamos em luta.

*****

Letícia Oliveira, da coordenação estadual do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), em Minas Gerais, ao Brasil de Fato. Vídeo: Rafaella Dotta 

Leia também:

FUP acusa Petrobras de mentir sobre a greve dos petroleiros

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



15 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Silvin

08 de novembro de 2015 às 22h12

Até o Fantástico foi omisso na reportagem. $$$$… e mais $$$$… Vão inventar terromoto em Minas pra justificar o desastre e as empresas se safarem dessa.
Vendem o país! Se vendem os brasileiros! E ninguém… ou melhor, nem vale, nem samarco vão pagar a conta do estrago às vidas daquelas pessoas e ao meio ambiente.

Responder

Urbano

08 de novembro de 2015 às 19h19

O grande sonhos dos bandidos da oposição ao Brasil é colocar toda a riqueza brasileira nas mãos dos gringos, independentemente da desgraceira de boston que venha a causar.

Responder

FrancoAtirador

08 de novembro de 2015 às 09h10

.
.
Os Rejeitos do Millenium
.
Tempo em que os Humanos são Descartáveis
.
em Prol de um Bem Maior: a Empresa Privada.
.
.

Responder

Mineirim

07 de novembro de 2015 às 21h54

E já tem um secretário de estado de MG (do PT!!!) dizendo que a Samarco é vítima… hummm, tampem o nariz!

Responder

H. Back™

07 de novembro de 2015 às 21h25

Esse episódio grotesco é mais um dos resultados “fantástico” do neoliberalismo.

Responder

Adriano

07 de novembro de 2015 às 20h17

Terremoto, SEI !
Essa nem minha vó acredita.
Eles querem se eximir das responsabilidades de pagar as indenizaçoes e as multas.

Responder

    FrancoAtirador

    08 de novembro de 2015 às 09h17

    .
    .
    Segundo a Mídia UltraLiberal Corrupta
    .
    a Culpa nunca é das Empresas Privadas.
    .
    O Responsável é Deus ou o Diabo do PT.
    .
    .

Julio Silveira

07 de novembro de 2015 às 19h54

Essa é a realidade de termos grupos grandes estrangeiros no comando de situações estrategicas do Brasil. Está mais que demonstrado que grandes grupos economicos desprezam as vidas terceiro mundistas, que é como nos vêem seus responsaveis inatingiveis pela justiça local, mas principalmente nas suas origens. Bophal é um simbolo do que digo, mas tem muito mais mundo afora para servir de exemplo e fazerem os locais botarem suas barbas de molho. Aqui mesmo tivemos, sem grandes consequencias, a queda de avião, a grave perturbação ambiental da Chevron, os inumeros casos de roubo de propriedade nacional, feita através de nosso patrimonio biologico. Assunto muito pouco difundido e por isso tão pouco combatido, mas ainda assim muito, mas muito lesivo, que resultará em pagamento de roialties por patentes conquistadas de forma ilegal. Temos que construir rapidamente uma consciencia nacional.

Responder

marcio ramos

07 de novembro de 2015 às 19h30

Criminosos, além de participarem ativamento no financiamento de campanhas para atingirem seus fins, estão envolvidos em praticas corruptas e sofrem todo tipo de investigação com denuncias gravíssimas; desrespeitam as comunidades próximas aos seus empreendimentos infernizando a vida local com seus projetos que visam o lucro privado em detrimento da boa função social que deveriam ter; prejudicam o equilíbrio ecológico além de sonegarem valores altíssimos. Cadeia nessa gente!!!

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.