VIOMUNDO

Diário da Resistência


Humberto Costa: Sempre falantes, Bolsonaro e Moro se calam sobre massacre do Exército contra família inocente
Evaldo/Reprodução Facebook
Denúncias

Humberto Costa: Sempre falantes, Bolsonaro e Moro se calam sobre massacre do Exército contra família inocente


09/04/2019 - 14h43

Nota do PT no Senado sobre ação do Exército no Rio de Janeiro

A bancada de senadores do Partido dos Trabalhadores manifesta indignação à ação de integrantes do Exército que, no último domingo, metralharam uma família inocente no Rio de Janeiro

A bancada de senadores do Partido dos Trabalhadores manifesta sua veemente indignação à ação de integrantes do Exército que, no último domingo, metralharam uma família inocente no bairro de Guadalupe, no Rio de Janeiro.

Foram oitenta tiros disparados contra o carro da família, deixando como vítima fatal o músico Evaldo Rosa dos Santos, 51 anos, morto diante da mulher, a enfermeira Luciana Oliveira, e do filho de sete anos de idade.

Era uma família que se dirigia a um chá de bebê em um domingo, dia consagrado ao lazer e à convivência com entes queridos.

A imagem do carro fuzilado pelos militares impressiona e revolta.

É resultado de mais uma “ação” desastrosa por parte de quem deveria proteger a população, mas também é um alerta: a violência em Guadalupe ilustra com nitidez o que devemos esperar se for aprovado o famigerado “pacote anticrime” do ministro Sérgio Moro, com seus dispositivos que se traduzem em licença para matar.

O Brasil registra 60 mil assassinatos por ano. Para enfrentar essa epidemia, só ocorre ao governo Bolsonaro criar condições para multiplicar a presença das armas de fogo, como fez com seu decreto de liberação da posse, e flexibilizar a vedação ao homicídio, ao ampliar o conceito de legítima defesa para o agente policial, abraçando a tese da violenta emoção, como faz no “pacote anticrime”.

Diante da violência praticada em Guadalupe, também chama a atenção o silêncio do presidente da República e de seu “superministro” da Justiça, tão fluentes em frivolidades nas redes sociais, mas incapazes de uma palavra de solidariedade à família tão brutalmente atingida.

Ao tempo em que aguardam a rigorosa apuração dos fatos e responsabilidades, os senadores do Partido dos Trabalhadores manifestam sua solidariedade à família do músico Evaldo.

Nossa tarefa é lutar por um Brasil sem armas, sem impunidade e sem violência, não importa de onde ela venha.

Senador Humberto Costa (PE), líder do PT no Senado

PS do Viomundo: O Exército prendeu dez integrantes da tropa sob a acusação de não respeitarem as regras de engajamento.

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



11 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

09 de abril de 2019 às 20h12

“Quando eu digo que o Bolsonaro é fachada
de um governo militar que mata impunemente
com 80 tiros vocês piram.
As Forças Armadas estão no poder.
Todo o entorno é perfumaria.”

“A midia que apoiou o golpe de 64
é aquela que divide o governo em alas
e faz parecer a ala militar a mais aceitável.
É a única que de fato manda.
Estamos sob governo militar,
dos coturnos do Haiti submetidos a Washington.”

LCA

https://twitter.com/VIOMUNDO/status/1115426936765992961
https://twitter.com/VIOMUNDO/status/1115428298283200513

Responder

Zé Maria

09 de abril de 2019 às 19h58

https://static.poder360.com.br/2019/04/CARRO-METRALHADO.png

“As Forças Armadas brasileiras não têm
nenhuma condição de realizar atividade
de policiamento ostensivo no Rio,
não são treinadas para operar
em territórios urbanos”.

Rafael Borges
Presidente da Comissão
de Segurança Pública
da OAB=RJ

https://odia.ig.com.br/rio-de-janeiro/2019/04/5632880-oab-defende-que-autoridades-revejam-atuacao-das-forcas-armadas.html

Responder

Zé Maria

09 de abril de 2019 às 19h43

https://twitter.com/i/status/1115728518728560640

“O assassinato do músico Evaldo dos Santos Rosa,
que levava sua família para um chá de bebê
quando seu carro foi alvejado por nada mais
nada menos do que 80 tiros de fuzil
exige de nós a luta por justiça, mas também
por um outro modelo de segurança pública.”

Deputado Federal Reginaldo Lopes (PT=MG)

https://twitter.com/ReginaldoLopes/status/1115728518728560640

Responder

Zé Maria

09 de abril de 2019 às 19h31

Questionar racismo no Brasil é impressionante
como atiça e revela imbecis né,
na mesma de sempre de desqualificar, descaracterizar,
“é engano disso” “é engano daquilo”, se fosse um carro
lotado de brancos, ainda viriam dizer:
“Taí agora cadê a galera do mimimi do racismo”!

E sabe pq isso?
Pq a intenção é negar o racismo, é relativizar ditadura,
é esteriotipar mulheres feministas….
qualquer reivindicação de qualquer grupo,
em prol de justiça social, de tratamento equânime,
é mimimi, isso é o termo dos IGNORANTES,
infelizmente nada de novo.

https://twitter.com/fafarioss/status/1115314194604331010
https://twitter.com/fafarioss/status/1115314197959708674

Responder

Zé Maria

09 de abril de 2019 às 19h23

https://pbs.twimg.com/media/D3rkHNfW4AEe_7H.jpg

No Brasil, o genocídio tem cor!
#ParemDeNosMatar
#VidasNegrasImportam

https://twitter.com/MidiaNINJA/status/1115454679771688961

Responder

Zé Maria

09 de abril de 2019 às 19h14

Militares freqüentemente ‘se enganam’,
Quando se trata de alvejar pessoas negras …
.
“111 tiros contra cinco rapazes
que comemoravam o primeiro emprego
80 tiros contra pai de família
que ia a chá de bebê
Pai de família no ponto de ônibus
segurando guarda chuva toma tiro
Tomou tiro porque segurava furadeira

Tiros tiros tiros

Homem preto serve pra tomar tiro”…

https://twitter.com/Ka_Bral/status/1115302921028161536

Responder

Zé Maria

09 de abril de 2019 às 19h07

“80 tiros só é engano para quem acredita
em mamadeira de piroca.
Para os demais, 80 tiros é ideologia.
Uma ideologia que se sustenta em racismo, classismo
e capitalismo.
Quem paga pela munição dos fuzilamentos somos nós.
A pergunta é: quem tá lucrando com essa ideologia criminosa?”

Milly Lacombe

https://twitter.com/millylacombe/status/1115353451758747648

Responder

Zé Maria

09 de abril de 2019 às 18h48

Agora ficou evidente que os cabos eleitorais do Jair
se referiam à intervenção militar em defesa da família…
… de pele clara.

Responder

    Zé Maria

    09 de abril de 2019 às 19h18

    de pele clara … e de bolsos cheios …

Zé Maria

09 de abril de 2019 às 17h34

https://i.postimg.cc/wjdqXMjL/Racistas-Tanque-Guerra-Guadalupe.jpg

Os Assassinos serão acusados, se forem, por um
procurador militar e julgados pela justiça Militar.

Certamente prevalecerá a tese da defesa do Exército:

O Batalhão de Soldados com seu Tanque de Guerra,
atuando como polícia interna nas zonas urbanas,
metralhou com 80 tiros o Pai de Família, Negro,
porque foi movido por “violenta emoção, surpresa
e medo”, com fulcro na lei anticrime que prevê que
todo motorista preto dirigindo um Sedan branco
é um assaltante de carros.

http://www.planalto.gov.br/CCiVil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13491.htm

Responder

Zé Maria

09 de abril de 2019 às 16h55

O Batalhão de Soldados com seu Tanque de Guerra
metralhou com 80 tiros o Pai de Família, Negro,
porque foi movido por “violenta emoção, surpresa
e medo”

Responder

João Lourenço

09 de abril de 2019 às 14h51

Senador e aqueles 1,5 milhão ?

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.