VIOMUNDO

Diário da Resistência


Fernando Haddad coloca a economia no centro da campanha: “No segundo turno não tem como se esconder em rede social”; veja a entrevista
Denúncias

Fernando Haddad coloca a economia no centro da campanha: “No segundo turno não tem como se esconder em rede social”; veja a entrevista


08/10/2018 - 17h36

Nosso adversário é um político tradicional, com 28 anos de estrada e pouco serviço prestado ao país. Ele vai poder agora se apresentar. No segundo turno não tem como você se esconder em rede social. O momento agora exige que estendamos a mão para os brasileiros e brasileiras, independentemente de partido, que queiram contribuir com a reconstrução do país. Fernando Haddad, no Facebook

Entre Haddad e Bolsonaro, não há saída. Vou de Haddad. Fernando Henrique Cardoso, ao Catraca Livre



7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Bel

09 de outubro de 2018 às 11h33

O pessoal que vota em Bolsonaro está exigindo voto manual. Alegam que as urnas são fraudadas. Que virá o comunismo do PT. Na ditadura, também diziam que estavam combatendo o comunismo. O que é preferível, o comunismo ou o fascismo? Os dois são nefastos, mas desse jeito os brasileiros que só pensam no próprio umbigo terão de escolher.

Responder

    Nelson

    09 de outubro de 2018 às 22h54

    Tu já leste algo mais consistente sobre o conceito de comunismo para Marx e Engels e outros teóricos, Bel? Garanto que se tu te dispuseres a ler, vais mudar de opinião a respeito.

    Até agora, não tivemos um único Estado-nação do nosso planeta aonde tenha sido implantado o comunismo. Esta é a verdade. No máximo, dependendo do país, avançamos a determinados graus de socialismo. No geral, as experiências socialistas apresentaram enorme avanço na comparação com devastação capitalista.

    A meu juízo, o comunismo se confunde com a evolução mental e espiritual da humanidade. Algo, a que chegaremos somente daqui a, no mínimo, uns 600 anos, dada a lerdeza com que evoluímos.

Elena

09 de outubro de 2018 às 08h53

Haddad é mestre em Economia e fez uma administração responsável na Prefeitura de SP e li no blog do Kennedy Alencar que cogita indicar Josué Gomes da Silva para a Fazenda. Josué Gomes é filho do falecido ex-vice presidente José Alencar. https://www.blogdokennedy.com.br/haddad-cogita-indicar-josue-gomes-da-silva-para-fazenda/

Responder

Cláudio

09 de outubro de 2018 às 04h13

:
: * * * * 04:13 * * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra♥♥S♥♥il e postando:

#Haddad13
#Haddad13eManuela
#Haddad13omelhorparaoBrasil

Responder

Fernando

08 de outubro de 2018 às 22h01

Do jeito que é tucano é capaz de escolher o Bolsonaro. Moro destruiu o PSDB. Nem o PT conseguiria tanto.
Parece que o tiro da lava jato saiu pela culatra.
Isso que eu chamo de strike.
Todo mundo já tá de saco cheio dessa operação protege aliado. Muita gente perdeu o emprego por causa do golpe e da lava jato. Foi uma operação feita nas coxas. Não preservou os empregos, destruiu tudo que passava pelo caminho.
O povo se encheu dessa mierda.

Responder

Hudson

08 de outubro de 2018 às 18h14

Apesar de Bolorasno renegar e zombar do próprio Plano de Governo apresentado ao TSE, talvez fosse interessante destacar alguns pontos, já que é a única fonte de informação documentada e assinada das aspirações do ex-paraquedista.

Um ponto, econômico (pra abordar o assunto da entrevista de Haddad), é a proposição da Renda Básica Cidadã (ideia grandemente defendida por Eduardo Suplicy) e, vejam, só, Imposto de Renda Negativo! Mas Bolso zombou do próprio programa (em tweet sobre uma matéria sobre o assunto), e o que diz o Posto Ipiranga é algo muito diferente. A palavra de Guedes vale, desde que não seja proferida em público?

Acabei de notar que, na página 32, sobre segurança e combate a corrupção, ele propõe GARANTIR PROPRIEDADE DE TERRAS para NARCOTRAFICANTES e ESCRAVAGISTAS, através da revogação da Emenda Constitucional 81/2014.

Sem falar nos direitos trabalhistas, que ele propõe extinguir totalmente através da Carteira de Trabalho Verde e Amarela. Só restaria algum direito que não fosse possível mudar constitucionalmente. Se bem que o Mourão já adiantou a intenção de trocar a Constituição atual por outra que desconsidere a voz do povo…

Responder

carlos

08 de outubro de 2018 às 18h04

A esperança mais uma vez vai vencer o ódio, o preconceito e a violência, não há Saída ou a gente decide por uma candidatura mais humana ou o povo brasileiro vai enfrentar um levante como ocorreu em canudos com Antônio conselheiro. Pensem nisso.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!