VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


“Estarrecedora a notícia de que a PF pediu a prisão da ex-presidenta Dilma; visível abuso de autoridade do ministro Sérgio Moro”
Denúncias

“Estarrecedora a notícia de que a PF pediu a prisão da ex-presidenta Dilma; visível abuso de autoridade do ministro Sérgio Moro”


05/11/2019 - 20h57

Da Redação

Nesta quinta-feira, 5/11, a Polícia Federal (PF) deflagrou operação para investigar o repasse de R$ 40 milhões para políticos do MDB.

No final da tarde, soube-se que PF chegou a solicitar a prisão da ex-presidenta Dilma Rousseff, do ex-ministro Guido Mantega, do ex-presidente do Senado, Eunício Oliveira e do ex-senador Valdir Raupp. Nenhum deles tem foro privilegiado, por não ocuparem mais cargo público.

Além deles, a PF solicitou a prisão preventiva do ministro Vital do Rêgo, do Tribunal de Contas da União (TCU).

Os investigadores alegaram que a medida seria necessária para impedir interferências e garantir a continuidade das diligências: “É imprescindível a decretação da prisão temporária dos investigados de maior relevância nos crimes praticados pela associação criminosa, bem como daqueles que atuaram na entrega e no recebimento em espécie das quantias ilícitas”.

No entanto, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF) negou todas as solicitações de prisões.  Fachin é o responsável por autorizar o cumprimento dos mandados.

A Procuradoria Geral da República (PGR) também foi contra as prisões, alegando que não existem elementos suficientes para justificar esta medida.

Segue a nota da assessoria de imprensa da ex-presidenta Dilma.

 NOTA À IMPRENSA

“É estarrecedora a notícia de que a Polícia Federal pediu a prisão da ex-presidenta Dilma Rousseff num processo no qual ela não é investigada e nunca foi chamada a prestar qualquer esclarecimento.

A ex-presidenta sempre colaborou com investigações e jamais se negou a prestar testemunho perante a Justiça Federal, nos casos em que foi instada a se manifestar.

Hoje, 5 de novembro, ela foi convidada a prestar esclarecimentos à Justiça, recebendo a notificação das mãos civilizadas e educadas de um delegado federal.

No final da tarde, soube pela imprensa do pedido de prisão.

O pedido de prisão é um absurdo diante do fato de não ser ela mesma investigada no inquérito em questão.

E autoriza suposições várias, entre elas que se trata de uma oportuna cortina de fumaça.

E também revela o esforço inconsequente do ministro da Justiça, Sérgio Moro no afã de perseguir adversários políticos.

Sobretudo, torna visível e palpável o abuso de autoridade.

Ainda bem que prevaleceu o bom senso e a responsabilidade do ministro responsável pelo caso no STF, assim como do próprio Ministério Público Federal.

Assessoria de Imprensa
Dilma Rousseff

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Celso Junqueira

06 de novembro de 2019 às 09h26

Está claro que o juizeco continua usando o “timing” que ele usava na lava jato. Amanha~, o STF pode votar a questão da 2a. instância e o Luiz Inácio poderá ser liberado. Ora, se isso acontecer, nada melhor do que prender outro petista: a ex-presidente Dilma. Esse Moro é um palhaço mesmo.

Responder

Hélio Jacinto Pereira

06 de novembro de 2019 às 08h27

Lamentável, este ser destituído de espirito democrático , demonstra que tem lado !
Está muito claro que: o lado do ex Juiz de primeira instância, que sonha em se tornar Ministro do STF é ao lado de apoiadores de Milicianos , Laranjas e Políticos de extrema Direita que comungam de suas ideias …

Responder

Messias Franca de Macedo

05 de novembro de 2019 às 23h46

Deputado federal Paulo Pimenta responsabiliza Sergio Moro por tentativa absurda de prisão da presidenta Dilma Rousseff
“sergio moro é um [infame] jagunço de milicianos” Por deputado federal Paulo Pimenta
https://www.youtube.com/watch?v=rb7p7Ws7d_U

Responder

Messias Franca de Macedo

05 de novembro de 2019 às 22h40

Ninguém de sã e liberta consciência se engane:
o MONSTRO psicopata ‘SUJO mor(T)o’ – capacho do DIABOzo e do ‘deep state’ norte-americano – é mais fascista do que o próprio ‘presiMENTE’ DIABOzo!

Responder

LuisCPPrudente

05 de novembro de 2019 às 22h32

O Marreco de Maringá está descontrolado, mas também desacreditado e cada vez mais se aproximando do seu destino de Savonarola.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.