VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Em Foz, fascistas culpam Dilma pela presença de haitiano e passam a espancá-lo
Denúncias

Em Foz, fascistas culpam Dilma pela presença de haitiano e passam a espancá-lo


15/05/2016 - 10h45

Captura de Tela 2016-05-15 às 10.37.17

Grupo ataca estudante haitiano em Foz do Iguaçu

via Rafael Gomes, no Facebook

Getho Mondesir foi vítima de racismo e sofreu espancamento na manhã deste sábado, no centro de Foz do Iguaçu.

Às 5h25 da manhã, Getho caminhava até o ponto de moto taxi.

Seu plano era chegar à rodoviária para tomar o ônibus da 6h da manhã, com destino a Cascavel, onde passaria o final de semana com seu filho de oito meses.

O grupo de agressores estava sentado numa mesa de bar, na Avenida Brasil, no centro da cidade.

— Macaco, você só está aqui por causa da Dilma, mas agora você vai ter que voltar — foram as palavras dos agressores.

Getho não reagiu e apesar do pouco domínio da língua portuguesa, tentou iniciar um diálogo com o grupo.

A reação deles foi chama-lo de macaco repetidas vezes e partir para a série de golpes com garrafas de cerveja.

Ainda no chão, Getho continuou sofrendo agressões. Ao escapar, correu até um ponto de taxi, onde foi reconhecido por um dos taxistas.

O homem prestou os primeiros socorros, chamou a polícia e Getho foi encaminhado ao Pronto Socorro da cidade.

Assim foi interrompido o plano de final de semana do  Getho Mondesir.

O estudante tem 33 anos e cursa o terceiro semestre de Administração Pública e Políticas Públicas, na UNILA – Universidade Federal da Integração Latinoamericana.

Getho chegou do Haiti no dia 2 de maio de 2013 e em 2015 foi contemplado pelo programa Pró-Haiti, da UNILA. O programa oferece bolsas de estudo para imigrantes haitianos.

Coletivo Mídia Livre





39 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Eduardo

17 de maio de 2016 às 08h13

Sei que Sobral Pinto utilizou o código de direitos dos animais para defender um homem. Mas nunca vi um animal ser condenado pelo direito dos homens. Portanto esse “animal”, esse “macaco” deveria era trucidar esses “humanos” e continuar tranquilamente seu curso na Unila, pois é inimputável.

Responder

Gustavo de Sá

17 de maio de 2016 às 05h15

É um absurdo existir este tipo de atitude. Vejamos a história e reconheçamos nossa construção social.
Hoje o mundo clama por respeito.
Um Brasil miscigenado, forjado por elementos de diversas nacionalidades, etnias, cores, credos e realidades não pode ser exemplo de preconceito e discriminação.
O ser humano não se faz menor por sua pele e nem maior por seu cabelo. Se faz idiota por suas atitudes violentas, se mostra imbecil pelo desrespeito e racismo.
Punição a estes elementos.

Responder

Márcio José Pereira de Souza

17 de maio de 2016 às 00h05

Todo fascista é covarde. Agem em bandos, em maioria que não oferece nenhuma chance para as vítimas. Covardes e imundos, que colocam em prática as ordens do golpismo servil, de encomenda americana. As elites brasileiras são as mais pervertidas e rebaixadas do mundo. Não escondem suas traições e deslealdades e, conspiram de dia, com hora marcada e endereço anunciado. Fazem o comunicado de suas tramas, pelos jornais de seus colaboradores. É assim por toda a nossa história, a cada tempo se repete a tirania como se fosse a primeira vez.

Responder

MARIA DO CARMO

16 de maio de 2016 às 15h54

Conceicao Lemes, boa tarde, gostaria de saber se for possivel, que os nomes e fotos desses espancadores, fossem exibidos neste blog, e que sejam presos e punidos, sem do e nem piedade, e que sirva de exemplo para todos os covardes, que nos envergonham, desculpas e muito pouco para tamanha agressao desses monstros!

Responder

Urbano

16 de maio de 2016 às 13h42

A condição em que o Getho Mondesir se apresenta acima vem ser a cópia fiel do caráter dos bandidos fascistas da oposição ao Brasil. Eles não conseguem galgar um nano acima disso.

Responder

Flavio Macedo

16 de maio de 2016 às 10h29

Estão de acordo com os facistas de Brasília.

Responder

Kyosuke

16 de maio de 2016 às 07h18

Fascista no Brasil ??????? E’ uma piada RIDICULA !!!!
Esse COVARDES que fizeram isso deveriam ser presos, julgados e punidos EXEMPLARMENTE com TODO o vigor da lei. Por mim, deveriam apodrecer no pior presidio….. do Haiti.

Responder

    Flavio Macedo

    16 de maio de 2016 às 10h31

    Brasiia esta cheia. Do PSDB , PMDB, ETC. Não sabe?

Serjão

16 de maio de 2016 às 00h17

Desculpa, Azenha, aceite este comentário se achar que deve. Tem um babaca chamado Lucas Machado de Paula que fez um comentário acima questionando a veracidade dessa notícia, afirmando ser só mais uma mentira.
http://fronteiraurgente.com.br/estudante-haitiano-e-agredido-em-foz-do-iguacu-por-questoes-politicas/
http://www.marechalnews.com.br/policial/chamado-de-macaco-estudante-haitiano-e-espancado-no-centro/
Lucas, vá procurar sua turma!!! Vá [email protected] f#*&r!!

Responder

Irineu

16 de maio de 2016 às 00h00

Parabéns Azenha e toda equipe Viomundo.
Isso sim é jornalismo que tem compromisso com a sociedade.
Creio que terão retaliações agora com esses golpistas.
Mas muita força a todos esses blogs que vem iluminando a população.
_______________________
Lamentável e repugnante o ocorrido.
Bando de criminosos fascistas
Cria da mídia PIG golpista
Mídia criminosa
Pois ela que inflama a ira e intolerância.

Abraços!

Irineu

Responder

Milena Fernandes

15 de maio de 2016 às 23h30

Quero ver qdo os adoradores do Trumpo começarem a espancar coxinhas!

Responder

    Flavio Macedo

    16 de maio de 2016 às 10h32

    KKKKKKKKK

Fátima Espíndolá

15 de maio de 2016 às 23h01

Esse é o legado da elite Fora Dilma, Tchau querida….. o legado sem medo errar da globo, veja, moro….

Responder

Marco

15 de maio de 2016 às 21h36

Parabéns ao VIOMUNDO pela denúncia desse crime bárbaro, cruel, repugnante para qualquer ser humano sensível. Alguém precisa tomar a frente desses casos contra os Haitianos e denunciá-los internacionalmente. Mostrando que eles ocorrem por conta da complacência da midia brasileira que não os denuncia.

Responder

Marco

15 de maio de 2016 às 21h28

Por que a grande imprensa deixa de lado uma barbaridade dessa? Cadê o papel de denunciante de uma imprensa livre que é concessão publica e não mostra um crime tão repugnante ao país como sendo resultado de uma loucura que se apossou de pessoas que se acreditam impunes?

Responder

Marco

15 de maio de 2016 às 21h22

Cadê a igreja católica? Cadê os pastores vendedores de milagres para denunciar?

Responder

Marco

15 de maio de 2016 às 21h18

Cadê a Justiça do Paraná? Esse tipo de crime está ocorrendo em vários estados do Sul e Sudeste. Cadê a Justiça Federal? Especialmente a justiça federal do Paraná? Cadê o Fantástico, o Jornal nacional , cadê a Band e a Jovem Pan?

Responder

Marco

15 de maio de 2016 às 21h15

Cadê a polícia do Paraná?

Responder

Marco

15 de maio de 2016 às 21h14

Por que a Tv que explora tantos casos isolados de violência não mostra essa violência padronizada, mais revoltante ainda pelo tipo de covardia com pedias indefesas?

Responder

Marco

15 de maio de 2016 às 21h10

Por que a TV tão rica na exploração de cenas de violência não mostra esses casos?

Responder

Marco

15 de maio de 2016 às 20h49

Cadê o Ministério Público?

Responder

FrancoAtirador

15 de maio de 2016 às 20h22

.
.
A República de Weimar apoiou os FreiKorps
que foram incorporados por Hitler às SS.

Depois de 1918, o termo FreiKorps foi usado pelas Organizações Paramilitares
que se espalharam pela Alemanha à medida que os Soldados Alemães
retornavam da Humilhante Derrota na Primeira Guerra Mundial,

Foram a Chave dos Grupos Paramilitares
de Weimar, Ativos Durante Aquele Tempo.
Alistavam-se e eram todos Incorporados
num Esforço para derrotar os Comunistas
ou para obter Alguma Forma de Vingança.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Freikorps

Os FreiKorps receberam considerável Apoio da República de Weimar
que usou-os para derrotar a Liga Espartaquista com Enorme Violência.

Em 15/01/1919, assassinaram, inclusive, Karl Liebknecht e Rosa Luxemburgo.
No mesmo ano, foram usados para derrubar a República Soviética da Baviera.

(https://pt.wikipedia.org/wiki/Rep%C3%BAblica_Sovi%C3%A9tica_da_Baviera)
.
.

Responder

Messias Franca de Macedo

15 de maio de 2016 às 19h48

A IRA DOS NAZIGOLPISTAS *’NÃO PARA, NÃO PARA, NÃO!
E **’NUNCA DESLIGA’!

Getho foi chamado de macaco e agredido fisicamente a ponto de ser jogado no chão, onde continuou sofrendo ataques

[*TVs BAND(IDA)NEWS &$ **’ROUBONEWS’, respectivamente!]

Responder

novelli

15 de maio de 2016 às 19h37

Esse caso de agressão infelizmente não vai ser o único como a mídia Internacional classificou este país e a República de bananad ou República de ladrões tenho vergonha de tal fato. Agora com ao deputado Bolsonaro ele não é a favor da violência e sim da ordem. Mais algumas pessoas entende errado.

Responder

Renata Mandel

15 de maio de 2016 às 18h56

Quem não tem um parente lá atrás, que chegou aquí , deixando a vida que tinha por um motivo ou por outro, por acreditar numa vida melhor, trabalhando duro,. comendo ao pão que o diabo amassou, construiu a trancos e barrancos, uma nova vida , vencendo obstáculos e preconceito, e hoje sua família não lembra do passado. A maioria de nós descendemos de imigrantes.

Responder

    Viviane

    16 de maio de 2016 às 09h34

    Renata, o problema é que, para essas criaturas (recuso-me a chamá-los de “gente”), imigrantes só merecem respeito se vieram de países europeus e se forem brancos. O mesmo país em que muita gente adora ostentar um sobrenome italiano ou alemão é o que permite essa barbárie.

Mario Augusto Correia de Freitas

15 de maio de 2016 às 17h53

Culpa desse governo golpista e racista. Espero que isso não se torne rotina.

Responder

    Ethol Exime

    16 de maio de 2016 às 00h20

    Bom,eu agradeço de coração cada um de vocês que deixaram suas palavras contra essa barbaridade, eu espero que a justiça brasileira consegue realmente nós ajudar para não continuar com tanta violências, seja com haitiano e qualquer outro povo. Getho meu irmão, meu conterrâneo,eu sei quantos que gosta trabalhar e estudar,sem dormir,para ser alguém no futuro. Meu irmão,o povo,a nação haitiana estam com você, lakay se lá kay,vamos pedir a Deus proteção, sendo o único que pode realmente nós proteger.
    Muitíssimo obrigado ao meus amigos do RJ é do território nacional!

Mario

15 de maio de 2016 às 17h51

Culpa desse governo de golpista. Espero que isso não se torne rotina. Vergonha de ser brasileiro quanto vejo uma coisa dessa.

Responder

Julio Silveira

15 de maio de 2016 às 17h08

Isso é mais uma vergonha nacional. Mas nada que possamos ficar surpresos afinal esse infames estavam apenas camuflados esperando a oportunidade de mostrarem suas garras.
Mas isso tem um lado bom quanto mais se mostrarem mais estão expostos e mais terão que estar preparados para a reação.

Responder

Serjão

15 de maio de 2016 às 16h56

Bertolt Brecht: ¨A cadela do fascismo está sempre no cio.¨
Martin Luther King: ¨O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons.¨
Vamos ficar todos passivos e acovardados?
Não é o mundo a que quero pertencer e compactuar! Melhor a morte!

Responder

    Mariabrasil

    15 de maio de 2016 às 18h23

    Serjão, você está certíssimo. Estou muito preocupada com a disseminação do culto ao ódio que pessoas como Bolsonaro estão propagando e que a justiça nada faz. Uma coisa é não gostar (o que já não faz sentido) outra é a total intolerância.

Serjão

15 de maio de 2016 às 16h34

Envergonhado por ser brasileiro nessa hora. Barbárie dos canalhas, animais. Perdão, Getho Mondesir.

Responder

José de pindorama

15 de maio de 2016 às 16h15

Caros Comentaristas, boa tarde!
Episódio pra lá de lamentável, tenho certeza, que a maioria dos que atacaram esse Haitiano, são fruto de pais, avós, quiça bisavós, que em algum momento de suas vidas, devido a contingências diversas, tiveram de abandonar seu País de origem, e tentar a vida no longínquo Brasil, que os acolheu.
Também tenho a convicção, que a vida para esses imigrantes no Brasil não foi nada fácil. Provavelmente, foram discriminados, enganados, tratados com indiferença. Contudo, os pontos positivos foram suplantando os negativos, e construíram uma vida nesse País. O que iriam pensar, dizer, e até se posicionar, os ancestrais desses ‘tresloucados’ diante duma atitude dessa — será que iriam aprovar?
Outro ponto, o Brasil deve receber bem os imigrantes, independente de onde venham, isso é humanismo, civilidade, educação, solidariedade.
Lembrando que num futuro, pode ser, que os brasileiros necessitem abrigo em alguma outra nação — atenção para a reciprocidade!
Finalizando, espero que o Judiciário coíba fortemente esse tipo de atitude, sob pena de assistirmos, com todo seu vigor e esplendor; o renascimento do fascismo no Brasil — que aliás estava adormecido! Mas que aos poucos vai mostrando um despertar amargo e sinistro.
Um abraço a todos e melhores dias a Nação.

Responder

Paulo Cezar Soares

15 de maio de 2016 às 16h12

Lamentável que o nosso país esteja convivendo com cenas dessa ordem. No caso em tela houve uma mistura de racismo e radicalismo político. Os agressores precisam ser – o mais rápido possível – identificados e presos.

Responder

wiki

15 de maio de 2016 às 14h40

Soltaram a coleira dos animaizinhos fascistas, vulgos coxinhas. Cambada de midiotas.

Responder

Bacellar

15 de maio de 2016 às 13h17

Por esses casos, que se avolumam a cada dia, precisamos botar o bloco na rua e inviabilizar um governo ilegítimo que acoberta e incentiva o fascismo.

Responder

Sérgio

15 de maio de 2016 às 10h53

Covardes, devem se achar europeus, bando de medíocres ou melhor midiotas!

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding