VIOMUNDO

Diário da Resistência


Damous: O que Bolsonaro — “tiete de torturador” — tem de informar é por que Queiroz desapareceu
Reprodução redes sociais
Denúncias

Damous: O que Bolsonaro — “tiete de torturador” — tem de informar é por que Queiroz desapareceu


29/07/2019 - 14h19

Felipe Santa Cruz sabe como o pai dele desapareceu. Não precisa perguntar ao colega de seus assassinos, Bolsonaro. O que esse tiete de torturador tem que informar é como e porque o Queiroz desapareceu. O ataque de Bolsonaro ao Presidente da OAB e a memória de seu pai mostra que somos governados por um verme. Ele já havia feito essa afirmação quando deputado e foi rebatido por mim na hora, da tribuna. Bolsonaro é um lixo humano. Receba um forte abraço, meu amigo Felipe Santa Cruz. Wadih Damous, ex-deputado federal (PT-RJ)

Da Redação

A agressividade do governo Bolsonaro para defender o ministro da Justiça, Sérgio Moro, contra os vazamentos feitos através do Intercept Brasil, levaram o líder do PT na Câmara a pedir o impeachment de Jair Bolsonaro.

No sábado, ao comentar a portaria 666, assinada por Moro, o presidente da República disse que ela não tinha como objetivo intimidar Glenn Greenwald, o co-fundador do Intercept, através do qual foram vazadas as trocas de mensagens entre Moro e procuradores, inclusive da Força Tarefa da Lava Jato em Curitiba.

A portaria prevê a expulsão de estrangeiros do Brasil em rito sumário e juristas dizem que é inconstitucional.

“Ele [Glenn] não se encaixa na portaria. Até porque ele é casado com outro homem e tem meninos adotados no Brasil. Malandro, malandro, para evitar um problema desse, casa com outro malandro e adota criança no Brasil. Esse é o problema que nós temos. Ele não vai embora, pode ficar tranquilo. Talvez pegue uma cana aqui no Brasil, não vai pegar lá fora não”, afirmou Bolsonaro.

Em resposta, Glenn escreveu no tweeter: “É verdade que o governo não tem o poder de me deportar. Mas eu tenho o poder de sair o Brasil voluntariamente — e tinha esse poder o tempo todo. Mas não fiz e não vou, apesar dessas ameaças. Pq? Pq sei que não têm nada contra mim. Vou defender a democracia do país dos meus filhos”.

As ameaças ao jornalista e advogado norte-americano repercutiram na imprensa internacional.

Com a divulgação de novas informações da Vaza Jato, segundo as quais o então juiz federal Sérgio Moro vazou a delação não homologada do ex-ministro Antonio Palocci com objetivos eleitorais, faltando alguns dias para o primeiro turno de 2018, os questionamentos a Bolsonaro da parte da oposição subiram mais um degrau.

“O Brasil é governado por um mafioso que posa de valentão para fazer ameaças a quem incomoda, mas que foge correndo de entrevistas porque não tem o que dizer sobre as falcatruas da sua família e do governo”, escreveu hoje o líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta.

Ele se refere ao fato de que Bolsonaro interrompeu uma entrevista quando foi questionado sobre o uso de um helicóptero oficial para o transporte de sua família a um evento privado, o casamento do filho no Rio de Janeiro.

“Não podemos mais tapar o sol com a peneira. Bolsonaro tem que ser impedido. Ele é um criminoso que idolatra genocidas, torturadores e ditadores. Ele e seu clã miliciano conduzem o país para um estado policial autoritário que corroe a democracia e as instituições da república. Ameaça de Bolsonaro contra @ggreenwald é típica do miliciano que ele é”, completou Pimenta

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé do rolo

30 de julho de 2019 às 01h25

Por falar no Fabrício Queiroz por qual galáxia andará esse senhor que poderia solucionar o caso que envolve o Flávio Bolsonaro?

Responder

marcio gaúcho

29 de julho de 2019 às 21h05

Queiroz já não está mais entre nós. Foi eliminado num “microondas” em cima de um morro, por traficantes a pedido das milícias. Já não é mais um problema bolsonário!

Responder

Zé Maria

29 de julho de 2019 às 21h04

Tá começando a surtir efeito [positivo pro Trump]
o tiro no pé do Reverendo Araújo: https://t.co/amD6K6sXNm
E quem sifu é o Brasil …

Jornal GGN – Ao tomar partido às propostas dos EUA
contra o tratamento especial diferenciado (TED),
de países em desenvolvimento na Organização Mundial do Comércio (OMC),
o governo Bolsonaro pode levar o Brasil ao isolamento.

Na quinta-feira, 25 de julho, a Índia vetou o Brasil
para concorrer à presidência na OMC da negociação
sobre subsídios ao setor de pesca, “que experimentados
negociadores vincularam rapidamente à posição
brasileira sobre o TED”, escreve Assis Moreira,
repórter do Valor Econômico, de Genebra.

https://twitter.com/luisnassif/status/1155922727804592129
https://jornalggn.com.br/comercio-exterior/india-veta-brasil-na-omc-em-retaliacao-a-parceria-com-trump-para-derrubar-tratamento-diferenciado/

Responder

Zé Maria

29 de julho de 2019 às 20h47

Tá rolando Mamadeira de Piroca em todos os Ministérios.
Até a Assessora do Astronauta anda mamando …

Noticia a Jornalista Bela Megale, em O Globo (29/7):

Nos 12 dias de folga que tirou para viajar para os EUA,
o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes,
levou uma funcionária da pasta com ele.

Em despacho assinado pelo próprio Pontes,
ele autorizou o afastamento do país de
Christiane Gonçalves Correa, chefe da
Assessoria Especial de Assuntos Institucionais,
de 13 a 25 deste mês, para acompanhá-lo na viagem a Orlando.

As despesas da ida de Christiane a Orlando
foram pagas pelo ministério, segundo documento
do Diário Oficial da União.

Leia também:

Sócia de Marcos Pontes vira ‘Assessora Especial’ no MCTIC:
https://www.capitaldigital.com.br/?p=21024

Responder

Zé Maria

29 de julho de 2019 às 17h46

“saberiam dizer quantos jornalistas
foram ameaçados de prisão
depois que dezenas de veículos
(incluindo Globo, Record e Band)
divulgaram GRAVAÇÕES ILEGAIS
da Presidenta da República?

https://twitter.com/manotelli/status/1155601792069185536

Responder

Zé Maria

29 de julho de 2019 às 17h22

https://t.co/wraY7yL6OV

Michelle Bolsonaro consome R$ 328,8 mil
dos cofres públicos para “readequar espaço”
de trabalho [sic]

https://twitter.com/DeputadoFederal/status/1155904924003241987

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.