VIOMUNDO

Diário da Resistência


Coletivo de Advogados pede ao STJ a apreensão dos passaportes de Moro, Dallagnol, Tessler, Lima e Gerum
Denúncias

Coletivo de Advogados pede ao STJ a apreensão dos passaportes de Moro, Dallagnol, Tessler, Lima e Gerum


17/06/2019 - 21h54

por Conceição Lemes

Às 20h29min44s desta segunda-feira(17/06), O Coletivo Advogadas e Advogados pela Democracia (CAAD) protocolou no Superior Tribunal de Justiça (STJ) pedido (na íntegra, ao final) para retenção de passaporte do ex-juiz Sergio Moro e dos procuradores federais Deltan Dallagnol, Laura Tessler, Carlos Fernando Lima Santos (aposentado) e Gotardo Gerum (lotado no TRF4).

A medida deve-se à publicização de fato novo: a viagem de Moro aos Estados Unidos  e o consequente risco de fuga.

O CAAD observa que o anúncio da viagem de Moro ao exterior só veio a público após o coletivo protocolizar nesse sábado notícia-crime pedindo a prisão preventiva dos cinco denunciados:

Como informado anteriormente, os Noticiados podem estar destruindo provas e estão fabricando fatos para impedir ou dificultar as investigações.

Não bastassem esses fatos, agora, corre-se o sério risco do Noticiado SÉRGIO FERNANDO MORO se evadir do país e não mais retornar, acarretando no mais completo e iminente perigo de se frustrar a aplicação da Lei Penal.

É público e notório que o Noticiado é pessoa que mantém relações duvidosas com membros do Governo dos EUA, como noticiado em matéria jornalística, que abaixo se transcreve :

Ademais, considere-se a elevada condição econômica do Noticiado SÉRGIO FERNANDO MORO, que poderia, facilmente, não mais regressar ao Brasil diante das sérias acusações que lhes são imputadas.

Trecho das conversas secretas divulgadas pelo veículo de imprensa The Intercept dão conta da existência de conversas entre os Noticiados SÉRGIO FERNANDO MORO e DELTAN MARTINAZZO DALLAGNOL, onde se afirmava que precisavam combinar operação com “os americanos”:

A petição acrescenta:

diante do fato novo que dá conta de que o Noticiado SÉRGIO FERNANDO MORO esta com viagem marcada para os Estados Unidos, torna-se ainda mais imperioso e urgente o deferimento das medidas cautelares requeridas na presente Notícia-Crime, requerendo-se, por acréscimo, a apreensão do passaporte do Noticiado que pretende se ausentar do país.

Em relação aos procuradores federais denunciados, os advogados  requerem que não deixem o país sem autorização judicial e entreguem os respectivos passaportes.

NO STJ, o processo recebeu o nº 0175846-13.2019.3.00.0000

Pedido ao STJ retenção de passaportes by Conceição Lemes on Scribd

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Hilário

18 de junho de 2019 às 06h15

MORO E PROCURADORES DA LAVA JATO QUEBRARAM AS MAIORES EMPRESAS BRASILEIRAS

REFLITA UM POUCO

SÓ NO BRASIL O MORO AINDA É MINISTRO
O que mais só tem aqui?
Fonte: Conversa Afiada

https://youtu.be/55dhBGOHygs

Na tentativa de justificar o Auxílio Moradia, Fux diz que os juízes passam dificuldades. Naturalmente que isto é uma gozação com quem ganha um salário mínimo. É sim, gozação!

POR QUE A GLOBO QUER A CAPITALIZAÇÃO DA PREVIDÊNSSIA?
O que está por trás da expansão “para além da mídia”

https://www.conversaafiada.com.br/pig/por-que-a-globo-quer-a-capitalizacao-da-previdenssia1

Só um trouxa acredita que a capitalização é a saída para o “deficit” da previdência. Com o desmonte da previdência, a Globo vai encher o cu de dinheiro.

MORO PROVOCA A MAIOR FALÊNCIA DA HISTÓRIA DO BRASIL

Era uma vez a Odebrecht! Um colosso, Míriam!

Publicado em 17/06/2019 no Conversa Afiada

De Raquel Landim e Julio Wiziack, na Fel-lha:

Odebrecht entra com maior pedido de recuperação judicial da história do país

A Odebrecht S.A. entrou com pedido de recuperação judicial nesta segunda-feira (17). A ação foi apresentada à Justiça de São Paulo.

Desde a manhã desta segunda havia a expectativa para que o grupo protocolasse o pedido.

A lista de credores foi definida e o calote deve ficar entre R$ 85 bilhões e R$ 90 bilhões.

Esta é a maior recuperação judicial da história do país. Com esses números, a empresa supera o pedido da companhia telefônica Oi, que chegou a R$ 64 bilhões.

A decisão para o pedido de recuperação judicial foi tomado depois de os membros do conselho de administração passarem todo o fim de semana analisando a situação financeira do grupo.

Acionar a Justiça foi a única saída encontrada pelos executivos.

Com a Operação Lava Jato, que revelou esquema de pagamento de propinas a políticos e servidores públicos, o grupo baiano passou a enfrentar dificuldades financeiras severas.

https://www.conversaafiada.com.br/economia/moro-provoca-a-maior-falencia-da-historia-do-brasil

EM TODOS OS PAÍSES DO MUNDO, E EM SITUAÇÃO DE COMPROVADA CORRUPÇÃO, OS EXECUTIVOS SÃO PUNIDOS E AS EMPRESAS PRESERVADAS.

Muitas das empresas que ajudaram os nazistas no extermínio de judeus, continuam existindo ate hoje: Volks, BMW, Hugo Boss, Bayer, Alianza Seguros, IG Farben

Leia um pouco a respeito da História completa da BAYER — Uma das maiores empresas de controle populacional do mundo

Em setembro de 2016, por Edward Morgan

A Bayer AG é um gigante da indústria química e farmacêutica fundada em Barmen, na Alemanha, em 1863 por Friedrich Bayer e pelo seu parceiro Johann Friedrich Weskott.

Hoje tem a sua sede em Leverkusen, na Alemanha. Registou a marca do ácido acetilsalicílico como aspirina em 1899.

Também registou a marca da heroína um ano antes e, posteriormente, comercializou-a por todo o mundo ao longo de décadas como um “remédio para a tosse para crianças “, e “sem efeitos colaterais”, apesar dos perigos de vício conhecidos.

Durante a Primeira Guerra Mundial, a Bayer voltou a sua atenção para o fabrico de armas químicas, incluindo o gás de cloro, que foi utilizado com efeitos horrendos nas trincheiras. Também construiram uma “Escola de Guerra Química”.

Durante esse tempo a Bayer criou uma relação estreita com outras empresas químicas alemãs, incluindo a BASF e a Hoechst.

Esta relação foi formalizada em 1925, quando a Bayer foi uma das empresas químicas que se fundiram para formar o enorme conglomerado alemão Interessengemeinschaft Farben ou IG Farben, abreviado.

Tornou-se na maior empresa na Alemanha e tornou-se o maior doador para a campanha de Hitler.

Depois de Hitler chegar ao poder, a IG Farben trabalhou em estreita colaboração com os nazis, tornando-se no maior especulador da Segunda Guerra Mundial.

Entre muitas outras coisas, a IG Farben produziu todos os explosivos para as forças armadas alemãs e sistematicamente saquearam as indústrias químicas da Europa ocupada. Tem sido descrita como “chacal industrial” dos nazis à sombra dos exércitos de Hitler.

Durante a Segunda Guerra Mundial a IG Farben usou trabalho escravo em muitas das suas fábricas e minas e, em 1944, mais de 83.000 trabalhadores forçados e prisioneiros de campos de morte tinham sido colocados a trabalhar no campo da IG Farben em Auschwitz, na Polónia ocupada pelos nazis.

Auschwitz era um vasto campo de trabalho e de morte, onde mais seres humanos foram condenados à morte dos que foram mortos em toda a Primeira Guerra Mundial

Matéria completa: https://pt.prepareforchange.net/2016/09/19/a-historia-completa-da-bayer-uma-das-maiores-empresas-de-controlo-populacional-do-mundo/

CORRUPÇÃO RECENTE NA VOLKS

Recentemente, um escândalo de grandes proporções envolvendo a fabricante automobilística Volkswagen veio à tona. No dia 18 de setembro, o governo dos Estados Unidos acusou a marca de fraudar resultados em testes de poluentes em 500 mil veículos vendidos no país – entre eles, as versões TDI dos carros Golf, Jetta, Beetle e Audi A3, produzidas entre 2009 e 2015, além de Passats feitos entre 2014 e 2015. Após o caso cair no noticiário e especulações começarem, a Volkswagen admitiu, no dia 22 de setembro, que 11 milhões de veículos movidos a diesel, em modelos de várias marcas pertencentes ao grupo, foram adulterados. O caso tem sido mencionado na mídia internacional como Dieselgate, em referência ao caso Watergate, grande escândalo da história política dos Estados Unidos.

FINAL: TODAS essas empresas existem até hoje, embora um punhado de executivos tenham sido punidos por falcatruas e crimes contra a humanidade. Ou vocês acham que os alemães eram loucos a ponto de destruírem suas próprias empresas, COMO FEZ MORO E SUA QUADRILHA DE PROCURADORES CRIMINOSOS COM AS MAIORES EMPRESAS BRASILEIRAS?

Responder

Abreu

18 de junho de 2019 às 04h07

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk É por conta de palhaçadas como essa que a esquerda não levada mais a sério em lugar nenhum do mundo.

Responder

    Ramoil

    18 de junho de 2019 às 14h04

    Poderia ser objetivo e explicar onde esta a palhaçada.

Zé Maria

18 de junho de 2019 às 00h55

Uma boa medida preventiva.
O Risco de Fuga é Grande.
Lembram-se da Catta Preta?
Era da Panela de Curitiba.
Sumiu do Mapa do Brasil.
E foi pra Miami-Flórida/USA com um Milhãozinho de Dólares.

https://epoca.globo.com/tempo/expresso/noticia/2015/07/ultimo-registro-de-saida-de-beatriz-catta-pretta-do-brasil-e-do-dia-24-de-junho.html

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.