VIOMUNDO

Diário da Resistência


Ciro Gomes:  “Michel Temer é sócio íntimo de Eduardo Cunha em tudo o que você possa imaginar”
Denúncias

Ciro Gomes: “Michel Temer é sócio íntimo de Eduardo Cunha em tudo o que você possa imaginar”


05/12/2015 - 20h44





44 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Vicente Jr.

07 de dezembro de 2015 às 17h08

Ciro era do PSDB, foi pro PPS, depois pro PSB, depois pro PROS, agora no PDT… até 2018, ele entra no PT.

Responder

    abolicionista

    07 de dezembro de 2015 às 22h49

    Tá com medo, Vicentinho?

Messias Franca de Macedo

06 de dezembro de 2015 às 19h21

PREPARE-SE PARA O VÔMITO!

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

(…)

Na sexta (11), às 9h, uma palestra inaugural reunirá Mendes e *Temer sob o tema “Constituição e Democracia”. As inscrições, limitadas, devem ser feitas pelo idpsp.edu.br.
*pasme, um dos titulares da indecorosa ‘Escolinha do professor (sic) “supremo” gilmar mendes’
Em
Ministros do STF dão aulas em escola que abre unidade na cidade em 2016

CACHOEIRA – perdão, ato falho -, FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/saopaulo/2015/12/1714858-ministros-do-stf-dao-aulas-em-escola-que-abre-unidade-na-cidade-em-2016.shtml

Responder

Messias Franca de Macedo

06 de dezembro de 2015 às 18h48

MAIS LAMA ESCANDALOSA!
E não é a da Samarco dos ‘Privateiros Tucanos’!
A caixa registradora do ‘judiciário midiático-espetaculoso’ não pode parar!
A própósito, a Constituição Federal veda ou não a possibilidade de servidores públicos com dedicação exclusiva exercerem outras atividades remunerativas?
Ademais, é lícito e ético juízes da denominada “Alta Corte do país” utilizarem do prestígio do cargo para exercer atividades no setor privado?
E mais:
qual entidade irá analisar e acompanhar o conteúdo programático e a, digamos, linha ‘pedagógico-ideológica’ da tal ‘Escolinha do professor supremo (sic) gilmar mendes’?…

RESCALDO:
que Casa Grande escrota &$ avarenta é essa, siô?!
ENTENDA

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

Ministros do STF dão aulas em escola que abre unidade na cidade em 2016

Por Rafael Gregorio
EDITOR-ASSISTENTE DA REVISTA sãopaulo
06/12/2015 02h00

Uma nova escola de direito chega a São Paulo em 2016. A unidade local do IDP (Instituto Brasileiro de Direito Público) terá como chamariz a presença de ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) entre os professores.
São nomes como Teori Zavascki, Dias Toffoli e Gilmar Mendes, coordenador científico do IDP, alçados à popularidade após participações vistas de perto pela população —muitas vezes, ao vivo pela TV— em casos como o mensalão e a Lava Jato.
(…)

CACHOEIRA – perdão, ato falho -, FONTE:
http://www1.folha.uol.com.br/saopaulo/2015/12/1714858-ministros-do-stf-dao-aulas-em-escola-que-abre-unidade-na-cidade-em-2016.shtml

Responder

Valdeci Elias

06 de dezembro de 2015 às 16h54

No livro A arte da Guerra, Sun diz que antes de ir para Guerra , o General deve fazer o maior numero de alianças. E em relação a seu inimigo,o ideal é que aconteça o contrário.
Não vejo como Dilma, pode governar sem o PMDB. Nessa guerra que se aproxima, ela tem que fazer alianças, e não romper as velhas alianças , e com isso fazer mais inimigos.

Responder

    Valdeci Elias

    06 de dezembro de 2015 às 17h05

    Sem o PMDB Dilma pode até não cair, más não vai conseguir governar , pois o PT sozinho não consegue aprovar nada no congresso. Até a eleição de 2018, o Governo vai ficar parado.

Edivaldo

06 de dezembro de 2015 às 16h34

Marginais da politica, pior que bandido de rua, serpentes, esta e composiçao do pmdb, psdb, dem, pps, juntamente com a midia(rede esgoto de televisão) e falsos juízes.

Responder

Messias Franca de Macedo

06 de dezembro de 2015 às 16h34

A REDE DA LEGALIDADE AVANÇA!

###################

Golpe Nunca Mais

DOM, 06/12/2015 – 15:33

Por conspícuo e impávido jornalista Luis Nassif

O Jornal GGN e o Blog Luís Nassif se associam ao movimento Golpe Nunca Mais.

https://www.facebook.com/golpenuncamais.br/

FONTE [LÍMPIDA!]: http://jornalggn.com.br/noticia/golpe-nunca-mais

Responder

Messias Franca de Macedo

06 de dezembro de 2015 às 16h26

Vídeo sensacional: “Eduardo Cunha vai cair”, Aecím

Aceita que dói menos, netinho degenerado

publicado 06/12/2015

https://www.youtube.com/watch?v=JzKMT2MRBqM

FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.conversaafiada.com.br/politica/video-eduardo-cunha-vai-cair-aecim

‘O Netinho degenerado’

Risos à beça

Responder

Urbano

06 de dezembro de 2015 às 13h54

Eu sabia que tinha que temer michel. Também… com o letreiro em caixa alta.

Responder

FrancoAtirador

06 de dezembro de 2015 às 13h50

.
.
AMIGO DE QUEM?
.
Bumlai, o Pecuarista, disse à Polícia Federal
.
que ajudou a fundar o PFL (DEM) e o PSDB.
.
(http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/bunlai-diz-a-pf-que-ajudou-a-fundar-pfl-e-psdb)
.
.

Responder

Antonio

06 de dezembro de 2015 às 13h43

Fora de Pauta

No Blog do Nassif: http://jornalggn.com.br/blog/weden/o-que-esperar-de-um-governo-de-direita

O que esperar de um governo de direita?

DOM, 06/12/2015 – 12:21

Enviado por Weden

Com o improvável golpe ou daqui a três anos, o cenário é o mesmo. É fácil antecipar as medidas tomadas por um governo de direita, neoliberal sem resistências, e extremamente conservador como se corporifica no espectro político brasileiro.

1. Fim das garantias trabalhistas (assinatura em carteira, FGTS, 13o salário, etc), como previsto na lei da terceirização selvagem que tramita no Congresso. O que resultará em demissão em massa para recontratação dos trabalhadores como “pessoa jurídica”.

2. Revisão dos ajustes do salario mínimo para baixo, visto que parte do mercado acredita que esta medida vem levando à deterioração dos lucros.

3. Reforma brutal na Previdência Social, uma mantra repetido diariamente por jornais e pelo mercado financeiro, que se sente prejudicado pela cobertura da PS no teto até R$ 4.200. Todos os grandes bancos têm forte interesse na debilitação deste setor.

4. Emendas constitucionais para redução de investimento obrigatório na saúde (isto consta no tal documento preparado por financistas intitulado “Ponte para o futuro” do PMDB e visto com simpatia por partidos de oposição). O que levaria ao fim do SUS como concebido constitucionalmente.

5. Da mesma forma, emendas constitucionais para redução de investimento na educação. Entrega paulatina das escolas públicas à iniciativa privada (como acontece nos governos tucanos em Goiás, São Paulo, etc). Sucateamento, como política de estado, das universidades públicas.

6.Redução drástica de programas sociais (estes programas são vistos como negativos para uma expressiva classe e mídias conservadoras, fiéis aos partidos de direita, base de sua sustentação)

7. Reforma na Polícia Federal e no Ministério Público, como forma de evitar tanta liberdade de funcionamento. (basta ver o que acontecia no governo FHC e o que acontece, por exemplo, na escolha de procuradores estaduais sob os governos tucanos). (E, o que não tem a ver com governos, mas com atitudes da grande imprensa: silenciamento total ante qualquer denúncia que possa prejudicar a imagem do governo de direita de plantão)

8. Revisão do marco regulatório da internet, com o fim da neutralidade. É bom lembrar que havia projeto de lei de autoria de Eduardo Azeredo (PSDB-MG) neste sentido.

9. Redução paulatina da participação dos bancos públicos na economia, até a sua insignificância.

10. Criminalização intensa dos movimentos sociais. Liberalização do porte de armas, como paliativo para o aumento das tensões sociais.

11. Entrega do Pré-Sal às petroleiras estrangeiras.

Responder

Prof. Amilton de Jesus

06 de dezembro de 2015 às 13h17

Bom dia e parabéns ao conterrâneo (sou baiano) Ciro Gomes pela entrevista e coragem de dizer a verdade. Quero, primeiro, concordar com a questão política quando vc diz que não é preciso do PMDB para governar. Na verdade´, é preciso do povo para governar, é preciso mobilizar e engajar o povo no processo democrático e civilizatório do país, governando com o povo e para o povo. Quebrando de vez com a dependência do mercado financeiro, deixando de “ALIMENTAR” esse bando de PARASITAS do sangue e suor do povo, pagando 400 bilhões por ano de juros aos banqueiros.
Depois, politicamente o PMDB é desnecessário como aliado do governo federal, pois o prestigio e popularidade (quando tinha) do próprio governo (Lula e depois Dilma) iria fazer crescer um outro partido mais confiável e leal que pensei inicialmente que poderiam ser PDT e PSB porém esse último provou ser desleal na última eleição se aliando ao PSDB e levando seu líder Eduardo campos a ser assassinado pela CIA pra inflar Marina e tentar eleger o Aébrio Never, como de fato ocorreu, quase se elege.
Posso citar como exemplo de que não é necessário o PMDB no governo como defende o Ciro Gomes e eu já defendo isso a muito tempo como professor de Ciência política, o meu Estado a Bahia. Aqui o PMDB do bandido Gedel estava fora do governo até 2006 e tinha nesse período 20 prefeituras no Estado…repetindo o PMDB fora do governo Lula tinha 20 prefeituras no Estado da Bahia em 2006 e depois que entrou no governo pulou para 117 prefeituras… isso mesmo, pulou para 117 prefeituras! Então significa que o PMDB se tornou o maior partido por conta de está no governo, se estivesse fora seria diminuto. O que o governo Lula/Dilma e PT poderiam ter feito era ter um partido “meio centro” e leal como o PDT (já que o PSB se mostrou ser um partido de calhordas pois cuspiu no prato que comeu, pois tinha somente 2 governadores em 1998 e com Lula triplicou passando a ter 06 governadores) ou mais uns dois ou três partidos que fossem leais e que cresceriam junto com o PT e outros partidos mais a esquerda para dá sustentação ao governo e não ser refém do PMDB que é uma cobra que os próprios governos Lula e Dilma criaram (fizeram crescer) para agora serem mordidos por ele.
Uma observação: Isso ocorre, ou seja, um partido de centro ser sempre o maior partido do país como o PMDB por conta do perfil do eleitorado brasileiro que não é de esquerda nem de direita, ou melhor, a maioria do eleitor brasileiro ser que sabe que existe essas correntes políticas no brasil, se quer no mundo.

Responder

José Policarpo Jr.

06 de dezembro de 2015 às 12h18

Se Lula e o PT tiverem um mínimo de discernimento, apoiarão Ciro Gomes para a presidência em 2018. Desse modo, teríamos uma candidatura nacionalista, com vocação de país soberano, não dentista, e com o apoio do maior número de organizações populares. Além disso, o PT sairia da roda da demonização do judiciário e da mídia. Claro que outro ciclo de demonização midiática iria surgir, mas isso levaria algum tempo para poder se consolidar.

Às vezes para crescer é preciso ter solidariedade e visão de longo prazo.

Entre os proto-candidatos até agora surgidos, Ciro Gomes é de longe o mais bem preparado e mais combativo contra os interesses rentistas e do patrimonialismo político.

Responder

    Julio Silveira

    06 de dezembro de 2015 às 12h28

    Acho que poderia ser bem por aí.
    Mas acho que o PT tem uma compulsão submissa pela casa grande. Nestes periodos de governos, para minha total decepção, mostraram uma devoção suicida pelo PMDB a ponto de defenestrar muita gente boa idealista para casarem com esses trairas históricamente mercenários, que possuem uma tendencia forte para o oportunismo e outras cozitas mais, mas vou ficar por aqui.

    Messias Franca de Macedo

    06 de dezembro de 2015 às 16h30

    Parabéns, prezado e consciente José Policarpo Jr.!
    Por mais que eu me esforçasse, não conseguiria expressar esse sentimento e percepção que, humildemente, também são meus!

    Felicidades!

    Hasta la Victoria Siempre!

    Messias Franca de Macedo
    Feira de Santana, Bahia
    BRASIL – em homenagem ao verdadeiro, sapiente, leal, impávido e honesto povo trabalhador brasileiro

Amarildo

06 de dezembro de 2015 às 11h21

Como Dilma poderia fazer mais do que fez sendo sabotada desde antes de assumir o novo mandato? Por Paulo Nogueira

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/como-dilma-poderia-fazer-mais-do-que-fez-sendo-sabotada-desde-antes-de-assumir-o-novo-mandato-por-paulo-nogueira/

O que Ciro Gomes não diz em sua entrevista, Paulo Nogueira diz

Como Dilma poderia fazer mais do que fez sendo sabotada desde antes de assumir o novo mandato?

Postado em 05 dez 2015por : Paulo Nogueira

O momento de avaliá-la foi em outubro de 2014

Dilma está sendo bombardeada muito além da conta.

Me chamou a atenção o número de artigos em que pessoas que condenam o impeachment fazem questão de dizer que Dilma vem fazendo um governo péssimo e é irremediavelmente incompetente.

Um momento.

Gostaria de saber quais as razões concretas por trás dessa avaliação.

Dilma, a rigor, fez um mandato. Se os brasileiros não aprovassem seu desempenho ela não teria sido eleita. Isto é fato.

Para colocar em contexto, ela venceu em circunstâncias extraordinariamente adversas, o que dá ainda maior legitimidade à vitória.

A imprensa fez tudo o que podia para sabotar sua candidatura. Aécio foi escandalosamente favorecido. A imprensa tratou-o como seu candidato.

Dilma foi, em todos os momentos da campanha, massacrada por jornais, revistas, telejornais. O caso da Petrobras veio para liquidá-la.

Aécio não foi associado sequer ao helicóptero cheio de cocaína de seu amigo do peito (e de clube) Perrela.

O favorecimento criminoso da mídia a Aécio, neste episódio, pode ser avaliado diante das obsessivas menções, agora, a um “amigo de Lula”.

Perrela, para a imprensa e só para ela, não era amigo de Aécio.

Sequer o aeroporto privado que Aécio construiu com dinheiro público numa cidade mineira foi objeto de questionamento da imprensa.

A Folha tocou no assunto, e logo caiu fora. Aparentemente, estava mais preocupada em fazer marketing – o do rabo que não está preso – do que jornalismo efetivamente.

E a Globo fez uma palhaçada. Depois de ignorar o assunto, Bonner, em sua entrevista com Aécio, interpelou-o duramente sobre o aeroporto. De novo: depois de esconder o aeroporto.

Aécio, se fosse mais esperto, poderia responder: “Ora, Bonner, se o assunto fosse importante, vocês teriam dado bem no Jornal Nacional.”

Seria um ippon.

Dilma viveu uma situação oposta. A obra magna da imprensa foi a capa da Veja na véspera da eleição.

Baseada numa mentira acintosa, a de que um delator teria dito que Dilma e Lula sabiam de tudo no Petrolão, a capa foi maciçamente usada como propaganda política antipetista no maior colégio eleitoral do país, São Paulo.

O gangsterismo da Veja se comprovaria, algum tempo depois, quando foi publicado o real conteúdo da delação. Em nenhum instante o delator disse o que a Veja disse que ele disse.

Pois bem.

Com tudo isso, e sem ser uma debatedora com os dotes de Lula, Dilma venceu.

O povo, portanto, a aprovou. Deu-lhe mais um mandato.

E o que veio depois?

Dilma nem assumira e se iniciou um descarado movimento para derrubá-la. A direita, sem pudor, repetiu o que fizera em 1954 e 1964: tentar tirar na marra um governante de caráter popular.

Governar um país é difícil. Quando este país tem uma estrutura secularmente voltada para preservar privilégios e mamatas de uma pequena elite predadora, é ainda mais complicado.

Agora: quando você é sabotado a cada minuto, é simplesmente impossível. E Dilma vem sendo sabotada em regime de 24 horas por 7 dias. Não há feriado, não há dia santo, não há sábado e não há domingo.

Se você olhar para trás, vai ver que até os números de votos foram postos em dúvida. Nem a direita venezuelana chegou a tal grau de abjeção.

Como, diante disso, avaliar Dilma? Quem faria melhor? Quem teria chance de fazer melhor?

Ninguém.

A “incompetência” é, ao lado da corrupção, uma antiga arma usada pelo plutocracia brasileira contra presidentes que ela não controla. Jango foi o tempo inteiro acusado de incompetente quando criavam contra ele dificuldades simplesmente intransponíveis.

É a mesma história com Dilma.

A direita inviabiliza qualquer chance de você governar e depois acusa você de inepto.

Não há limites para o descaramento. Aécio, para defender o impeachment, disse nestes dias que a instabilidade é enorme no Brasil.

Ora, a instabilidade tem um nome: Aécio. Desde o primeiro dia ele se dedica a conspirar contra 54 milhões de votos.

O mandato de Dilma é de quatro anos. E no entanto desde a primeira semana cobravam dela como se fosse a última.

É golpe, é uma tentativa intolerável de destruir a democracia, falar em qualquer coisa que desconsidere que Dilma foi eleita para governar até 2018.

O momento de julgá-la – nas urnas – foi no final de 2014.

Querer tirá-la no poder agora, e com os argumentos desumanamente falaciosos que estão sendo utilizados, é um crime de lesa pátria e lesa democracia.

(Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui).
Paulo Nogueira
Sobre o Autor

O jornalista Paulo Nogueira é fundador e diretor editorial do site de notícias e análises Diário do Centro do Mundo.

Responder

Romanelli

06 de dezembro de 2015 às 10h58

Ciro Gomes ..parece que só sobrou ele, ou Marina (no caso dela bate 3 vezes na madeira ..melhor 6)
.
DISCORDO do CIRO – o Povo pouco tem a ver com o BAIXO NÍVEL dos políticos ..partidos comandados por e pra poucos, por velhacos (notadamente quadrilheiros e oligarcas, BANDIDOS) é que ditam quem serão os CANALHAS que temos que colocar lá ..NÃO tem como escapar nem como escolher (e vai piorar com lista fechada e financiamento que inviabilize independentes ..nada é perfeito, cobertor curto, infelizmente).
.
DISCORDO DO CIRO – Tiririca, pq era ANALFABETO, mesmo que com predicados próprios e RESPEITÁVEIS, DESRESPEITOU as regras, foi moleque com o país, é um DESPREPARADO e desqualificado pra exercer a função de legislador.
.
no mais, em linhas gerais, CIRO tá aprovado
.
Agora, será que o país aguenta um cara com o seu perfil bala na agulha, pólvora incendiada ?
.
Ainda acho que a saída esta na harmonia e em quem cultivar e prega a PAZ
.
..o país é grande demais, cabe todo mundo ..NÃO tem essa de esquerda e direita coisa nenhuma ..é um absurdo estarmos vivendo um período de homens públicos tão mesquinhos e de líderes de visão tão POBRE e curta
.
..é um absurdo TODAS AS OPOSIÇÕES não deixarem qq tipo de governo adversário governar – isso é uma violência, um desrespeito coma vontade da maioria – , quer seja em Brasília ou nos Estados do BR.
.
DILMA, por ter sido eleita e NÃO referendada, NÃO pode responder pelos PECADOS E CRIMES do seu 1o mandato (inclusive quando ela era ministra e chefe da Petrobrás) ..ademais, a JUSTIÇA ainda teria que acusá-la e condená-la por aqueles mal feitos (o que espero, como brasileiro, que venha a acontecer um dia)
.
AO final só sobrara a causa do TSE ..e tanto a chapa de Aécio e de DILMA cometeram os mesmos CRIMES, e por isso deveriam ser considerados inelegíveis ..resta saber se a justiça levará em consideração e terá coragem pra tanto ..e se o país vai aceitar uma decisão tão legalista.
.
NO MAIS, tirando o medo pelo voluntarismo de Ciro ..este é um cara que dá pra escutar sem que nos embrulhe o estomago.

Responder

FrancoAtirador

06 de dezembro de 2015 às 09h51

.
.
VALE-TUDO NA CÂMARA
.
A Manobra Rasteira de Eduardo Cunha,
em Conluio com PSDB, DEM, PPS e SDD,
para que a Câmara entre em Recesso
e adie a Votação do Impíxi na Comissão,
mesmo que o Congresso não vote a LDO.
.
(http://jornalggn.com.br/noticia/como-cunha-ajudara-a-oposicao-a-empurrar-o-impechment-para-2016)
.
.

Responder

FrancoAtirador

06 de dezembro de 2015 às 09h15

.
.
Governadores que apoiam
o Impíxi da Presidente Eleita:
.
GenAlckmin em São Paulo,
Sartóri Tumelero no RS
Beto Hitler no Paraná…
.
Meu Deus !!! Salve o BraSil !!!
.
.

Responder

FrancoAtirador

06 de dezembro de 2015 às 09h04

.
.
Mídia Jabáculê de Banqueiros Bandidos
e Políticos Corruptos não Derrubarão
a Honesta Presidente da República.
#OcupaMídiaGolpista #NãoVaiTerGolpe
.
.

Responder

FrancoAtirador

06 de dezembro de 2015 às 08h32

.
.
“Para aliar-se a Eduardo Cunha
é necessária uma qualidade especial:
equivaler-se a ele”
.
.
“O que se tem passado na Câmara,
ao longo de todo este primeiro ano de nova legislatura,
não são os meros artifícios com que casas legislativas
contornam dificuldades cronológicas,
impasses regimentais e acordos problemáticos.
.
São manipulações só possíveis com o uso impróprio do poder funcional,
são pressões, são ameaças, punições à resistência e recompensas indevidas.
.
Em grande parte, à sombra do desconhecimento público,
pouco e quase sempre mal abastecido, a respeito,
pelos Meios de Comunicação outra vez cedendo Espaço
do Jornalismo a Práticas Partidárias/Ideológicas
– o que parecia ser passado já distante
no Serviço Noticioso brasileiro.”
.
.
“Foi esta e foram outras Tolerâncias Interessadas,
com muita Contribuição de parlamentares destacados,
que levaram a Câmara à sua Situação Atual.
.
Ou seja, expeliram a Câmara dos Deputados
para Fora dos seus Deveres e Responsabilidades.
.
Em paralelo, o Ministério Público cumpre um papel
semelhante ao de Testemunha Indiferente,
com a Posse Inconsequente da Documentação
que lhe foi Presenteada pelo Trabalho Investigatório
de Promotores Suíços.
.
Talvez o que lhe seja permitido
esteja muito aquém do mínimo conveniente,
mas se um senador foi preso por palavras
que, umas, provaram-se balelas,
outras, não foram levadas a fato algum,
Documentos Incriminatórios devem servir
para algo mais do que se saber existirem.
.
O presidente da Câmara é o segundo na linha de sucessão,
elevado a presidente se o vice-presidente posto em exercício
precisar afastar-se, em intervalo ou em definitivo.
.
Só isso já indica a dimensão do que a atualidade degenerada
da Câmara representa, na sua marginalidade.”
.
.
Jornalista Jânio de Freitas
.
(http://jornalggn.com.br/noticia/camara-foge-aos-seus-deveres-e-responsabilidades-constitucionais-por-janio-de-freitas)
.
.

Responder

FrancoAtirador

06 de dezembro de 2015 às 07h21

.
.
2 Perguntas e 2 Respostas sobre o Sistema Político Brasileiro,
.
.
Pergunta 1:
Quem colocou Eduardo Cunha na Câmara dos Deputados?
.
Resposta 1
O Carioca Eduardo Cunha (PMDB) foi Candidato a Deputado Federal, em 2014,
pela Coligação PMDB-PP-PSC-PSD-PTB, sendo Eleito com 232.708 Votos (3.04%),
a Terceira Maior Votação, para o Cargo, em todo o Estado do Rio de Janeiro.
.
(http://www.eleicoes2014.com.br/eduardo-cunha)
(http://inter01.tse.jus.br/spceweb.consulta.receitasdespesas2014/abrirTelaReceitasCandidato.action)
(http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/quem-financiou-a-eleicao-de-eduardo-cunha)
(http://noticias.uol.com.br/politica/politicos-brasil/2014/deputado-federal/rj/29091958-eduardo-cunha.htm)
.
.
Pergunta 2:
Quem colocou Eduardo Cunha na Presidência da Câmara dos Deputados?
.
Resposta 2:
Eduardo Cunha na Disputa pelo Cargo contra Outros 3 Candidatos (PT, PSB e PSoL)
foi Eleito Presidente da Câmara dos Deputados Apoiado pelo Maior Bloco Partidário:
.
Ao todo, 14 Legendas declararam Apoio Formal à Candidatura de Cunha:
PMDB, PP, PTB, DEM, PRB, SD, PSC, PHS, PEN, PRTB, PSDC, PRP, PMN e PTN.
.
Se todos os Deputados Federais desses Partidos houvessem votado nele,
Eduardo Cunha teria 218 Votos, mas saiu vencedor com 267 Votos,
10 a mais do que precisava para vencer a Eleição para o Cargo no 1º Turno.
.
Isso significa que muitos Deputados
traíram a Decisão de seus Partidos,
principalmente PR, PSD, PPS e PSDB.
.
O Candidato do Governo Dilma Rousseff,
Arlindo Chinaglia (PT-SP), teve 136 Votos.
.
Júlio Delgado (PSB-MG) recebeu 100 Votos.
.
E Chico Alencar (PSoL) ficou com 8 Votos.
.
(http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,eduardo-cunha-e-eleito-presidente-da-camara-e-impoe-derrota-ao-pt,1628050)
(http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/01/1580668-apos-encontro-com-tucanos-cunha-aposta-em-voto-secreto-para-eleicao.shtml)
(http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/quem-e-eduardo-cunha-o-novo-presidente-da-camara)
(http://www2.camara.leg.br/a-camara/presidencia/noticias/eduardo-cunha-e-eleito-presidente-da-camara-para-bienio-2015-16)
.
.

Responder

FrancoAtirador

06 de dezembro de 2015 às 05h40

.
.
Mandato Tampão com Têmer, Cunha e Renan é a Piada do Millenium.
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    06 de dezembro de 2015 às 05h50

    .
    .
    A Única Pessoa que poderá evitar o Impíxi é Dilma Vana.
    .
    .

    FrancoAtirador

    06 de dezembro de 2015 às 07h33

    .
    .
    Agora, sim, é hora de dizer francamente ao Povo Brasileiro
    .
    que errou ao fazer as Escolhas, depois da Eleição Presidencial.
    .
    .

    FrancoAtirador

    06 de dezembro de 2015 às 09h56

    .
    .
    Por outro lado, se der Confiança pra Bandido,
    vai se ferrar bonitaço: dos 180 dias não tem volta.
    .
    (http://jornalggn.com.br/noticia/dilma-diz-que-espera-integral-confianca-de-michel-temer)
    .
    .

    FrancoAtirador

    06 de dezembro de 2015 às 10h40

    .
    .
    E mais: Dilma Vana deve afastar
    os Ministros com Inquérito no STF.
    .
    .

    FrancoAtirador

    06 de dezembro de 2015 às 12h15

    .
    .
    Dilma Vana haverá de ter finalmente a Coragem
    .
    de assumir o Papel de Faxineira da República,
    .
    ou será varrida com ela, e toda a Sujeira fica.
    .
    .

    FrancoAtirador

    06 de dezembro de 2015 às 12h36

    .
    .
    Quem com Porcos se Ajunta Farelo Come.
    .
    Cría Cuervos y te Sacarán los Ojos.
    .
    .

Rogério Maestri

06 de dezembro de 2015 às 00h47

Cada dia a candidatura de Ciro fica mais forte.

Responder

marcelo correia lima

06 de dezembro de 2015 às 00h31

O impeachment é um retrocesso institucional inimaginável para o país no caso em questão, tendo em vista que não há base legal. O impeachment em tramitação na verdade trata-se de um golpe.

Responder

ellen

06 de dezembro de 2015 às 00h16

Ou seja, mais um chantagista!
Ele foi citado na Lava Jato e tem o dedo do Cunha apontado para ele. Logo, ele deve demover os rebeldes do PMDB e fazê-los ir contra Dilma para salvar sua pele!

Responder

marco

06 de dezembro de 2015 às 00h14

Sr.Ciro.Meus respeitos.O Sr.M.Temer,assinou várias ” PEDALADAS FISCAIS “,quando ocupou à presidência,interinamente,já que é Vice Presidente.Se a base do pedido feito pelo ” LADRÃO “,é um pedido TÉCNICO,então ele entra também no ROLO.Por isso,ele tem é que ficar quietinho. É assemelhada sua situação,como aquela do futebol.Faz que fui,mas não fumos!

Responder

Lukas

06 de dezembro de 2015 às 00h02

Num momento que Dilma mais precisa de apoio do PMDB Ciro vem com esta.

Obrigado.

Responder

Walter

05 de dezembro de 2015 às 21h08

Não é à toa que pulou da barca do PT.
Ciro 2018.

Responder

    Augusto Andrade

    06 de dezembro de 2015 às 03h14

    A bem da verdade, Ciro nunca foi filiado ao PT.

Mauricio Gomes

05 de dezembro de 2015 às 20h57

Esse Temer nunca me enganou, assim como a esmagadora maioria do PMDB. O partido deles é o $$, e dane-se os escrúpulos, a ética e a decência. Qualquer governo que entrar, lá estará o PMDB e suas raposas farejando cargos e conchavos escusos. Até agora esse safado não veio a público dizer com clareza que é contra o GOLPE, então tudo que o Ciro disse tá valendo…

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding