VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Carlos Neder: A tentativa de esconder o “apagão” da água em SP
Denúncias

Carlos Neder: A tentativa de esconder o “apagão” da água em SP


14/04/2014 - 19h35

A mídia atribui apenas à falta de chuvas. Será?

O “apagão” da água

por Carlos Neder*

Por mais que o governador Alckmin tente esconder, a situação real é que estamos muito próximos de um verdadeiro apagão da água no Estado de São Paulo. E o quadro só vai piorar durante a Copa do Mundo, quando inevitavelmente haverá aumento do consumo. Isso significa que, se nenhuma medida for adotada, não teremos água nas torneiras de nossas casas.

Há 10 anos o governo do PSDB, que está há cerca de 20 anos à frente da administração estadual, deveria ter construído uma nova rede de abastecimento. Ao renovar a concessão do Sistema Cantareira, em 2004, a Agência Nacional das Águas determinou que a Sabesp reduzisse essa dependência e aumentasse a oferta de água para abastecimento em volume equivalente à vazão atual.

Mas seguindo o cada vez mais questionável bom modelo de gestão tucana, que se esparrama também nos problemas nos trens e no metrô, nada foi feito. Com isso, as quase 9 milhões de pessoas que dependem da Cantareira se veem reféns do descaso do governo do PSDB e da falta de planejamento da Sabesp.

O fato de somente agora Alckmin começar, ainda de maneira tímida, a assumir a possibilidade de racionamento, com a súbita troca de comando da Secretaria de Recursos Hídricos, dá uma dimensão da gravidade da situação.

A realidade é que no Estado mais rico do país a população já convive com um rodízio forçado de água, inclusive em vários bairros da capital. A desculpa do órgão, que é ligado à administração estadual, é que se trata de interrupção momentânea no fornecimento por motivos técnicos. Uma grande mentira quando se sabe que o Sistema Cantareira já chegou a 12% de sua capacidade, a pior marca nos últimos 84 anos.

Especialistas dizem que se nada for feito com urgência a água certamente vai acabar em outubro. A situação é lamentável e muito revoltante, diante do alto lucro gerado pela Sabesp, com o pagamento de dividendos aos acionistas, enquanto faltam investimentos da empresa estadual para evitar crises como a que estamos vivendo.

O governo do PSDB é quem mais sai lucrando nessa história por ser o maior acionista da Sabesp. Para se ter ideia, entre 2011 e 2013, a gestão Alckmin recebeu R$ 725 milhões de dividendos. Enquanto isso, cidades como Guarulhos, com mais de 1,3 milhão de habitantes, enfrentam um duro racionamento desde o começo do ano.

A população de São Paulo precisa ter bem claro que a culpa da desastrosa falta de água é toda do governo estadual e da Sabesp. E do jeito que a coisa anda, não demora muito para que a população paulista tenha de incluir um novo componente em seu kit de higiene pessoal: caneca para tomar banho. Será essa a tão propalada gestão tucana de qualidade?

(*) O autor é médico e deputado estadual.

Leia também:

Paulo Henrique Amorim: A Polícia Federal como agência de notícias



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


29 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Carlos

17 de abril de 2014 às 14h49

Não é apagão; é Alckagão.

Responder

Francisco

16 de abril de 2014 às 23h37

Se Alckmin fosse humilde (mas ele não pode ser, pois é tucano) ele pedia ajuda ao governo federal. Agora. Até outubro o exército se rasgava, mas dava um jeito emergencial na situação. um tubulão, uma coisa desse tipo.

Não vai pedir ajuda. Agora.

Vai deixar para a antevéspera da Copa, para poder ir para a TV reclamar que “até agora os petralhas incompetentes não cumpriram com suas responsabilidades”. E completar: “Imagina semana que vem, na Copa!”.

Quanto mais eu conheço as oligarquias mais eu gosto do meu cachorro…

Responder

renato

16 de abril de 2014 às 19h29

Isto é porque o jogo de abertura vai ser no Corintians..FC.
É muita sacanagem….
Vamos mudar para outro lugar, São Paulo é dos home…
Pelo menos que se tenha um plano de contingência..
(adoro usar esta palavra).

Responder

Mardones

16 de abril de 2014 às 15h25

A blindagem do PIG é quase absoluta. Quando aborda o assunto quer culpar a AG. Nac. das Águas pelo choque de gestão tucano. rs rs rs.

Viva o controle remoto!

Responder

    Regina Braga

    16 de abril de 2014 às 18h13

    A oposição comprou um estoque de pilhas…e o volume morto já está sendo usado!

Urbano

16 de abril de 2014 às 12h56

O pig, dentre as principais pastas de assessoramento ao fascismo de oposição ao Brasil, recebe rios de dinheiro para isso mesmo.

Responder

Paulo

16 de abril de 2014 às 11h40

O PSDB, com FHC promoveu o apagão elétrico, com Alckmin o apagão da água. Parece que seu próximo projeto é o apagão do petróleo, com Aecio Never.

Responder

Julio Silveira

16 de abril de 2014 às 08h11

Esse é outro detalhe que a cidadania deve ser obrigada a perceber, quando digo obrigada, digo que a fraca comunicação dos simpatizantes do governo devem se obrigar a mostrar essa condescendência com que é tratada as gravíssimas falhas quando vem dos tucanos, essa capacidade de transferência das culpas, quando acontece, de ir para a santidade ou divindade, ou mesmo o silencio quando assuntos criminosos envolvem seus participantes, como aquele da cocaína no helicóptero do deputado, assunto nebuloso, e informado de forma protocolar, para rapidamente sair dos noticiários, sem mostrar ou cobrar consequência nas apurações. Vejo uma fraqueza muito grande na comunicação dos simpatizantes governistas por não conseguir mostrar esse processo. Ao contrario dos adversários, que conseguem associar tudo de ruim contra o principal partido do governo, inclusive nos atos irregulares de seus parceiros de outros partidos que mesmo não sendo do partido são colocados todos no mesmo cesto. O PT deveria entender que a luta ideológica não permite distensões, a luta tem que ser constante por que dou outro lado existem anos de domínio das estruturas do país e as ramificações são fortes.

Responder

gab

16 de abril de 2014 às 05h34

Isso tem que ser usado na campanha do PT em São em Paulo, abrir os olhos do povo de lá. Mais um mandato do PSDB e o estado quebra de vez, esses moloides tucanos não sabem absolutamente nada de gestão pública. A única coisa que estas pragas fazem é meter pedágio e privatizar tudo pra se livrar de responsabilidades e gerar lucros para os amigos que compram. FORA TUCANALHA. PT tem que ter culhões e emparedar o PSDB em SP.

Responder

lukas

15 de abril de 2014 às 18h52

A mesma falta d’àgua que seca as torneiras pode levar ao racionamento de energia.

Mas aí a culpa é de São Pedro.

Responder

    Marcelo

    16 de abril de 2014 às 06h20

    Pode até ter falta de energia, pelo que tenho acompanhado as termelétricas e as linhas de transmissão de outros estados para o sudeste, mais a volta do funcionamento de angra e tapajós podem afastar o problema, mas a falta de água em SP já e um fato consumado, a não ser que chova muito nos próximos dias.

Luís Carlos

15 de abril de 2014 às 17h53

O apagão da água em SP só é superado pelo apagão da mídia corporativa que esconde racionamento de água para não prejudicar tucano.

Responder

abolicionista

15 de abril de 2014 às 14h44

Povo de São Paulo, acho que agora deu de PSDB, né? Não tem água, não tem transporte público, não tem segurança, não tem educação, não tem nada. Bora tirar esses tucanos do nosso estado.

Responder

Joselito

15 de abril de 2014 às 09h24

De acordo com o afirmado pelo Autor, a Sabesp possui responsabilidade objetiva, culpa direta pela situação, mas a Agência Nacional das Águas também é culpada, eis que a mesma é responsável pela fiscalização.
A Sabesp parada nesses 10anos e a ANA fez o que?? Condicionantes como a exposta, como encargo que é, possui capacidade resolutiva da concessão……

Responder

    Ulisses

    15 de abril de 2014 às 14h37

    Você falou uma piada? Quem fiscaliza o PSDB? Se a mídia, o 4º poder e que quer derrubar o PT a todo custo, é conivente com o PSDB? Se o judiciário, o pseudo 3º poder, também quer derrubar o PT? Cara, conheça o país que vive. É vergonhoso.

RodrigoR

15 de abril de 2014 às 07h48

Gostei dessa…

Responder

    lukas

    15 de abril de 2014 às 18h54

    Brinquedinho novo? Não quebra que o dia das crianças e o natal estão longe.

Fabio

14 de abril de 2014 às 22h53

Nem o mais anti-PSDBista poderia prever esta: mas Alckmin cairá por deixar a torneira secar.

Responder

Lucas

14 de abril de 2014 às 21h17

O racionamento deveria ter sido estabelecido ao final do último ano, uma vez que quando atingimos valores de 15% de um reservatório essa água é de pessima qualidade e leva uma série de riscos aos consumidores, por se tratar da Zona Morta. A região abastecida pelo sistema cantareira está recebendo água com altos teores de toxinas produzidas pelas algas prezente nesse volume.

Responder

jose

14 de abril de 2014 às 21h05

Seria muito interessante se ao menos no minimo 20% do que o governo federal surrupia do povo de São Paulo fosse devolvido a cidade, com certeza grande parte da necessidade porque passa não ocorreria. e eu disse só 20%.

Responder

    bira

    14 de abril de 2014 às 21h21

    que burro, dá zero pra ele :-)

    francamente, reduzir os problemas da má gestão do PSDB a uma questão de impostos repassados ao governo federal é, na melhor das hipóteses, má-fé. ou é burrice sua, josé.

    leia um pouco mais.

    bira

    Sidnei

    15 de abril de 2014 às 08h52

    José,
    São Paulo, por acaso, está fora do Brasil? Tente ser só um pouco razoável, para não dizer…

    Lamarca73

    14 de abril de 2014 às 21h47

    hã ???????

    Observador

    15 de abril de 2014 às 06h51

    José só em 2013 o governo federal repassou ao Estado de São Paulo a módica quantia de R$17.007.894.447,71. Dados da transparência Brasil. Informe-se melhor, não embarque nessa história inventada que que o Federal não repassa verbas ao estado. Inclusive há uma lei específica sobre isto. Some ao valor acims o que São Paulo arrecada em ICMS, ipva, e outros impostos estaduais….constata-se que é pura incompetência dos governos paulistas mesmo.

    abolicionista

    16 de abril de 2014 às 21h05

    Pomou?

    raphael_subversivo

    16 de abril de 2014 às 08h44

    Isso pq a noticia fala da alta taxa de lucro da própria Sabesp, que em vez de ser investida na infraestrutura da empresa, foi embolsada. Mt desonestidade sua senhor Jose

    ccbregamim

    17 de abril de 2014 às 16h47

    você sabia
    que o governo estadual foi multado
    por fazer especulação financeira com dinheiro do SUS?
    eles jogam o dinheiro federal numa conta só, o que é ilegal
    e fazem isso não só na saúde.

Karlo Brigante

14 de abril de 2014 às 21h01

“A realidade é que no Estado mais rico do país a população já convive com um RODÍZIO forçado de água, inclusive em vários bairros da capital.”

Rodízio???

Mas pode chamar também de r-a-c-i-o-n-a-m-e-n-t-o!!!

Responder

AlvaroTadeu

14 de abril de 2014 às 20h28

Hoje conversei com algumas pessoas na rua, aleatoriamente. Eram caixas de loja e supermercado. E todas, por coincidência, moram em Guarulhos. Disseram que a falta d’água na cidade está terrível. Eu disse para todas que Guarulhos fora escolhida para “Cristo” porque o prefeito é do PT. É pura vingança do Alckmin, já que o município de Guarulhos fica ao lado da represa da Cantareira e deveria ser um dos últimos lugares da região metropolitana a ter a água racionada. Faltar água numa região assolada por enchentes é a melhor marca da gestão tucana.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!