VIOMUNDO

Diário da Resistência


Bolsonarista que agrediu deputado do PT em vôo — e depois chorou — mentiu à PF e vai responder por calúnia e difamação
Denúncias

Bolsonarista que agrediu deputado do PT em vôo — e depois chorou — mentiu à PF e vai responder por calúnia e difamação


01/10/2019 - 21h15

Agressor de deputado petista mentiu em depoimento à Polícia Federal e responderá a processo judicial

do PT na Câmara

O militante bolsonarista que atacou o deputado José Guimarães (PT-CE) num voo entre Fortaleza (CE) e Brasília (DF), nesta segunda-feira (30), Gilberto Alves Junior, vai responder a processo por injúria e difamação, movido pelo parlamentar.

Guimarães decidiu entrar com a ação judicial em razão de Alves Junior ter mentido no depoimento dado à Polícia Federal no aeroporto de Brasília.

O bolsonarista apagou os vídeos registrados no celular com as ofensas destinadas contra o deputado e garantiu que não havia enviado o material para terceiros.

Entretanto, os vídeos começaram a circular por grupos de Whatsapp pouco depois das 21h – o voo, da Latam, pousou em Brasília às 21h10.

Ao ser levado para prestar depoimento na sala da PF no aeroporto de Brasília, Alves Junior, que estava acompanhado da esposa, pediu desculpas ao parlamentar e chorou.

No voo, o agressor gritou ao manifestar apoio a Bolsonaro, o que é confirmado em seu perfil no Facebook.

Na sessão da Câmara desta terça-feira (1º), Guimarães recebeu palavras de solidariedade de vários colegas e relatou que o vídeo preocupou seus familiares no Ceará. A mãe do petista, que mora no interior do Ceará, tem 94 anos.

“A nossa família chora, a nossa família fica doída, mas eu só posso dizer que eu não vou recuar um milímetro das minhas posições políticas e muito menos do que eu faço aqui no Parlamento brasileiro, dado o compromisso que eu tenho com o Brasil”, declarou Guimarães, que também publicou vídeo no Facebook detalhando as medidas contra o seu agressor.

Fake News

Gilberto Alves Junior mudou de lugar no avião para ficar ao lado de Guimarães e registrar as ofensas em vídeo.

O bolsonarista, que é gerente do hotel Nobile Plaza, em Taguatinga (DF), afirmou que o parlamentar havia sido flagrado com dólares na cueca e preso por conta disso.

Na verdade, isso ocorreu com um assessor de Guimarães quando ele era deputado estadual no Ceará, em 2005.

O parlamentar foi absolvido das acusações de envolvimento no episódio.

“Vagabundo”, “ladrão” e “cabra safado” foram outras ofensas proferidas por Alves Junior.

Até o ministro da Economia de Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, durante audiência pública na Câmara, em maio passado, reproduziu a “fake news” e atacou Guimarães mencionando o episódio, mas pediu desculpas em seguida ao ser repreendido e informado pelo deputado sobre o desfecho das investigações do caso.

O deputado cearense também defendeu a importância da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito que investiga o fenômeno das “fake news” no Congresso.

“Nada melhor para inibir isso como a CPI das Fake News, porque, a partir de um celular, outros aproveitaram esse fato para viralizá-lo pelo país inteiro”, disse Guimarães.

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



59 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Junior

04 de outubro de 2019 às 22h56

E a pessoa que disse a verdade esta sobrendo as consequências. Politicos estão de parabéns. Cambada de ladrão. Eu apóio esse cara que falou a verdade.

Responder

Aiza Pereira de Araujo

03 de outubro de 2019 às 19h08

SERIA ótimo deixarem de tanto ódio dos dois lados.
Lamentável a maneira como nós estamos nos tratando.Aguentamos o PT dizimando o Brasil por 16 anos. Agora os petistas não aguentam ficar fora do poder por poucos meses.Mas,seria bem melhor tentarmos nos tolerar sem tantas ofensas mútuas.Chega gente.Eu não votei em ninguém mas torço para o Brasil dá certo.Afinal,somos todos brasileiros.

Responder

André de Menezes

03 de outubro de 2019 às 08h58

Primeiro ele não atacou, ele protestou, mas como as mentiras que são propagadas, essa é mais uma, segundo esse deputado teve seu assessor direto, assim como vcs falam tanto do Queiroz, e eu acho que tem que ser apurado msm, flagrado com 209 mil reais numa mala e 100 mil dólares na cueca. Portanto, continuem se enganando e andando o povo, a maioria já não se engana mais, e o PT defende tanto a democracia que agora implanta a ditadura. Enquanto gleisi, Boulos, Ciro, Haddad, Maria do Rosário e outros podem falar o que querem, inclusive agredindo e incitando agressão, e defendendo um esfaqueador, outros não podem se manifestar. Parabéns a ditadura petista! Fascismo bom é o vermelho.

Responder

Márcio Gonçalves Vieira

03 de outubro de 2019 às 07h51

Aonde tem fumaça, ou teve ou vai ter fogo, no caso do deputado com certeza este deve ter culpa, um secretário carregando uma quantidade desta de dinheiro na cueca, de quem era este dinheiro?? Quem deu?? Pra quem ia??
Este país está com este alto índice de desemprego por qual motivo??
Se eu tombar com um destes no avião farei a mesma coisa.

Responder

André Benevides

03 de outubro de 2019 às 07h40

Acho desnecessário e sou contra esse de agressão invadindo a privacidade das pessoas. Mas a imprensa se aproveita do momento pra associar o rapaz ao Bolsonaro. Em momento algum foi revelado que a pessoa votou ou fez qualquer referência ao governo atual. Chamam o cidadão de Bolsonarista e foram às suas redes sociais buscar imagens pra acusar. A mídia imparcial que defende a corrupção acaba dando razão ao rapaz. Guimarães é um parlamentar petista que, provavelmente esteja envolvido em corrupção, dado o fato de seu assessor ser pego, é arrogante e militante do ladrão Lula. Mas deve responder pela justiça. Não podemos sair gravando as pessoas e acusando sem limites. Todos têm direitos. Espero que Guimarães seja revelado na lava jato. Seu dia vai chegar. Imprensa deturpadora dos fatos!

Responder

Christiano Pereira de Almeida Neto

03 de outubro de 2019 às 01h09

Aí, macho abestado, tu vai gastar mais do que teu salário aguenta para, TALVEZ, mais uma vez, pedir desculpas, perdão ou coisa que o valha e, quem sabe (acho difícil), o deputado te perdoar. Bom azar prá ti, abestalhado!

Responder

Jair

02 de outubro de 2019 às 21h29

Quando é um assessor de parlamentar do PT, o parlamentar é culpado. Quando é um assessor (Queiroz) de um Bolsonaro, o assessor é culpado. Dois pesos e duas medidas.

Responder

Zé Maria

02 de outubro de 2019 às 20h21 Responder

Zenildo Fernandes

02 de outubro de 2019 às 17h13

Que se foda trabalhadores e os Brasileiros !! Coisa boa regaca mesmo galera do BOZO e tira todos os benéficos dos trabalhadores o coisa boa….tira tudo deixa só o salário seco.. vcs quis assim agora segura 😆😆😆😆😆😆

Responder

    Gifoglilda

    03 de outubro de 2019 às 13h29

    Em primeiro lugar qualquer um sabe que a reforma é para IGUALAR os direitos dos cidadãos e marajás que ganham muito mais do que deveriam quando se aposentam. Qualquer outra patifaria que digam por ai é MENTIRA.
    Segundo que um cara que rouba dólares e coloca na cueca só é digno de respeito por ladrões iguais a ele.
    A única falta de respeito nessa história foi ele não ter tomado, pelo menos, um cacete pelos milhões que ajudou o partido das trevas a roubar.
    As pessoas que votam em um cara desses não respeitam nem a si próprias.

Ministério

02 de outubro de 2019 às 16h51

Que toda imbecilidade radicalista seja castigada!
#NAOHAMESSIASDEARMANAMAO

Responder

Eumar

02 de outubro de 2019 às 16h48

Agrediu,falar a verdade agora é agredir ,quem apoia o Capitão cueca e igual a ele

Responder

Rubens

02 de outubro de 2019 às 16h39

O Brasil está sob nova direção. Não vai ser fácil tirar o país do fundo do poço em que foi colocado pelo governo corrupto e incompetente do PT. Muitos políticos roubaram mas, tiveram seus processos arquivados no STF. O mesmo STF composto por ministros escolhidos pelo próprio PT.
Mas estamos no caminho certo e mais cedo ou mais tarde todos os ladrões e larápios que levaram dinheiro em malas, mochilas, ternos ou cuecas irão pagar.

Responder

    Sônia Bulhões

    03 de outubro de 2019 às 00h51

    Se você tem as provas de que o PT roubou é preciso que as denuncie e as numere. A famiglia do miliciano que vocês elegeram é que rouba descaradamente há muito tempo. Ah ! tem um casinho aí o do queiroz, dos cheques da milcheques, o cartão corporativo, só para ficar nestes exemplos.

Rodrigo

02 de outubro de 2019 às 16h15

Eu não vi nenhuma agressão, pelo contato, só ouvi verdades!!!

Responder

    Willian

    03 de outubro de 2019 às 00h43

    Exatamente.

Norma de Morais Leal

02 de outubro de 2019 às 15h08

Deveria fazer “arminha” e chamar o “mito” para defendê-lo, fez foi chorar?Esses “bozolóides” pensam que podem tudo.
Eita, acho que vai ser mais um para a fila que não para de crescer.😬

Responder

Cristofher Maskarine

02 de outubro de 2019 às 14h02

Essa PTralhada deve ser mandada toda para a Venezuela, bando de ladrões.
E no final da contas ainda saem como vítimas, a exemplo do bode velho ladrão que está preso em Curitiba

Responder

    Sônia Bulhões

    03 de outubro de 2019 às 00h57

    Imbecil, na Venezuela tenho vergonha de dizer que sou brasileira. O povo de lá não é gado alienado como a racinha ruim, idiota, imbecilizada como os bolsominios. Vou à Venezuela quando e quantas vezes eu queira. Agora vcs tem mania de mandar quem pensa diferente para lá e também para Cuba. Sabia que em Cuba o analfabetismo foi zerado ? Analfabetismo político então, como aqui, é bem pouco. Não há uma criança que durma com fome ou abandonada na rua. Cuba exporta a melhor medicina. Mortalidade infantil praticamente não existe e é menor do que a dos países nórdicos e são mortes infantis por incompatibilidade com a vida, mortes inevitáveis. Sabia ?

Marco Ribeiro

02 de outubro de 2019 às 12h46

Infelizmente a intolerância e o Ódio propagado pelo próprio presidente, faz com seus eleitores percam a noção de que quem não voltou no atual presidente não tenha que ser tratado como inimigo!!!!!!!

Responder

    Alfredo Santa Rita

    03 de outubro de 2019 às 13h27

    Kkkkkkkkkkkkkkkk
    Deve ser frustrante defender o PT a vida toda e depois ter q viaitar seus lideres na cadeia.

Soraya

02 de outubro de 2019 às 10h39

Apesar de nao ser eleitora do Deputado José Guimarães, ele tem todo meu apoio, afinal essas agressões vãs, infundadas por puro ódio, tática vil da extrema direta brasileira, hoje representada pelo bolsonarismo, tem que acabar e por isso deve ser severamente punida. Parabéns Deputado.

Responder

J Fernando

02 de outubro de 2019 às 10h35

Eu pensava que foi, realmente, o Dep José Guimarães que tinha sido pego com dólares na cueca. Vejam só o poder de uma mentira (fake news) espalhada aos quatro cantos. Eu acreditava que o deputado foi inocentado da acusação em virtude de outros fatos (que os dólares eram dele mesmo ou coisa assim). E agora descubro que sempre foi o ASSESSOR do deputado. E que o deputado foi inocentado de qualquer envolvimento nesta situação.
Essa fake news é tão famosa que todos os sites fizeram alusão ao “capitão cueca” – alguns, pelo menos, colocaram a veracidade dos fatos.

Responder

Lucy

02 de outubro de 2019 às 09h59

Gente nosso país só vai crescer quando todos nós entendermos que passada as eleições, o cotidiano de todos fica no mesmo patamar. Qualquer político que entrar é torcer pra dar certo. Mirar na política de governo deixando essa de esquerda e direita. Até porque isso nem existe!!! São todos oportunista! Qualquer um que entrar. E enquanto a gente briga um com outro eles fazem a festa.

Responder

JHEFFERSON ANDRE ROSA NUNES

02 de outubro de 2019 às 09h56

ave maria,o.cara só falou a pura verdade,fico observando quer esses deputados podem chama vários de vagabundos mais quando chama eles ate processa eles querem aff

Responder

    Roberto Monteiro

    02 de outubro de 2019 às 10h38

    Qual parte deste texto, tu não entendeste???

    O bolsonarista, que é gerente do hotel Nobile Plaza, em Taguatinga (DF), afirmou que o parlamentar havia sido flagrado com dólares na cueca e preso por conta disso.

    Na verdade, isso ocorreu com um assessor de Guimarães quando ele era deputado estadual no Ceará, em 2005.

    O parlamentar foi absolvido das acusações de envolvimento no episódio.

    “Vagabundo”, “ladrão” e “cabra safado” foram outras ofensas proferidas por Alves Junior.

    Até o ministro da Economia de Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, durante audiência pública na Câmara, em maio passado, reproduziu a “fake news” e atacou Guimarães mencionando o episódio, mas pediu desculpas em seguida ao ser repreendido e informado pelo deputado sobre o desfecho das investigações do caso.

    Ivo

    02 de outubro de 2019 às 10h57

    Ele mentiu e o gado do bozo vem confirmar as mentiras.

    Marisa

    02 de outubro de 2019 às 16h12

    É um absurdo mesmo,esses deputados fazem o que quer rouba, muitas das vezes é mal educado, só defende ladrão, e nós não podemos falar nada que já vem um processo AFF, cadê a Liberdade de expressão.

    Denise Alves

    03 de outubro de 2019 às 03h20

    Liberdade de expressão não é liberdade de agressão, de calúnia, injúria etc, menos ainda de mentira

    Thiago

    03 de outubro de 2019 às 05h29

    Roberto Monteiro

    Que bom que a reportagem tá bem claro que foi o acessor…..

    partindo deste princípio nao vamos reclamar o fim que irá ter o caso Queiroz….

Mario

02 de outubro de 2019 às 09h52

O hotel ainda vai deixar esse mentiroso gerenciando o negócio?

Responder

Marcos Videira

02 de outubro de 2019 às 09h48

Gilberto Alves Junior: um covarde difamador, um fascista cagão. Não tem que ter pena desse covarde cagão. Os fascistas precisam ser excluídos do convívio social, como mais uma vez ficou demonstrado – é só ver o vídeo que ele próprio divulgou.

Responder

    Adileno Santos Costa

    02 de outubro de 2019 às 16h37

    Fascista é quem está fazendo de tudo pra se perpetuar no poder. É quem estar perseguindo quem pensa diferente, é quem desde de 2002; tem tirado a todo custo a liberdade de expressão de quem tem uma visão política diferente. Fascista é quem quem impor medo e opressão ao que não apoiam a corrupção dissiminado pelos partidos comunistas aqui do Brasil, que não está apenas no congresso mas também, nas instituições de ensino superior, médio e fundamental; tentando assim impor medo e terro nos chamando e nos acusando daquilo que vocês são. Seus comunas do inferno.

Marcio

02 de outubro de 2019 às 09h35

Apoio o governo Bolsonaro, mas não aprovo esse tipo de coisa. Só que quem começou c isso foi a esquerda. Então, toma…

Responder

henrique de oliveira

02 de outubro de 2019 às 08h49

O cafajeste chorou e pediu desculpas , é como sempre digo , todo fascista no fundo pe um covarde.

Responder

Sene

02 de outubro de 2019 às 08h43

A Polícia Federal nesta quarta-feira as investigações contra o deputado federal José Guimarães (PT-CE) e indiciou o parlamentar pelos crimes de corrupção passiva qualificada e lavagem de dinheiro. Conforme revelou VEJA, o delator da Operação Lava-Jato Alexandre Romano, conhecido como Chambinho, contou aos procuradores do Ministério Público que o deputado José Guimarães havia usado sua influência política junto ao Banco do Nordeste para destravar um negócio milionário: a concessão de financiamento de 260 milhões de reais pela instituição a subsidiárias de uma empresa responsável pela construção de usinas eólicas na Bahia. Em troca, Guimarães recebeu cerca de 97.000 reais de propina em dois cheques.

No Brasil o bandido ainda sai como vítima! É mole?

Responder

    Zé Maria

    02 de outubro de 2019 às 11h21

    Sene.
    Esse Inquérito foi arquivado no STF.
    A Denúncia do MPF foi Rejeitada:
    http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=364617

    Supremo Tribunal Federal

    INQ 4259
    NÚMERO ÚNICO: 0001731-83.2016.1.00.0000
    INQUÉRITO
    Origem: DF – DISTRITO FEDERAL
    Relator: MIN. EDSON FACHIN
    Redator do acórdão: MIN. DIAS TOFFOLI (Inq-ED)
    Relator do último incidente: MIN. DIAS TOFFOLI (Inq-ED)

    Decisão: A Turma, por maioria, REJEITOU A DENÚNCIA,
    nos termos do voto do Ministro Dias Toffoli,
    no que foi acompanhado pelo Ministro Gilmar Mendes,
    vencido o Relator.
    Ausentes, justificadamente, os Ministros Celso de Mello
    e Ricardo Lewandowski.
    Redator para o acórdão o Ministro Dias Toffoli.
    Presidência do Ministro Edson Fachin.
    2a Turma, 18.12.2017.

    14/03/2018
    Despacho
    Trata-se de embargos de declaração opostos pela Procuradora-Geral da República Raquel Elias Ferreira Dodge (petição nº 12.672/18), contra o v. Acórdão de fls. 1.108/11.166, publicado no DJe de 7/3/18, por intermédio do qual a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal, por maioria de votos, rejeitou a denúncia oferecida contra o Deputado Federal José Nobre Guimarães…

    24/04/2018
    Decisão: A Turma, por maioria, REJEITOU os embargos de declaração, nos termos do voto do Relator, vencido o Ministro Celso de Mello, que conhecia dos embargos e os acolhia com efeitos infringentes, e recebia a denúncia, no que foi acompanhado pelo Presidente. Presidência do Ministro Edson Fachin. 2ª Turma, 24.4.2018.

    Marcelo

    02 de outubro de 2019 às 11h56

    Se esse hotel realmente tem credibilidade tem de por na rua esse cara alem de defender um governo onde 60 por cento sa populaçao desaprova ainda faltar com respeito ao seu semelhante .Nao é agindo assum que vamos mudar o Brasil .

    Kleber Duda

    02 de outubro de 2019 às 12h47

    Desde quando ser absolvido pelo STF nos dias de hoje é indicativo de inocência? Essa esquerda são um bando de lesados, para eles seus deputados são paladinos da justiça, não importa que apontem mil evidências de ilicítudes.

    Neto

    02 de outubro de 2019 às 13h33

    Acusado não é culpado até o trânsito em julgado, portanto, houve difamação sem fundamento legal.

    Miguel Araujo de Matos

    02 de outubro de 2019 às 14h35

    Tá vendo o exemplo, Sene? Antes de pinçar um trecho de uma reportagem (e logo da Veja!) qualquer para acusar, procura te informar sobre o desfecho do caso.

brancoalvess

02 de outubro de 2019 às 08h41

So falou a verdade!

Responder

    Cristofher Maskarine

    02 de outubro de 2019 às 14h08

    O problema é que a verdade é dolorida companheiro. Só não entendo é q porr eu faço lendo matéria de um sitezinho medíocre de esquerda, o qual só publica merda.kkkkkkkk

António Ramos Paulino

02 de outubro de 2019 às 08h36

Pois é o Brasil só vai mandar quando os militares tomar o poder. Eu sou a favor assim acaba era palhaçada.

Responder

    Marcio

    02 de outubro de 2019 às 10h02

    O Brasil só vai melhorar qdo pessoas como vc pararem de falar besteira e aprenderem a escrever.

    Lenno Santana

    02 de outubro de 2019 às 11h07

    Como pode esse indivíduo gerenciar um hotel sendo um desequilibrado. Sera que a direção do hotel ainda vai querer um funcionário com esta conduta na empresa?

Doryan Greiky

02 de outubro de 2019 às 05h30

É isso que eu não entendo, quando os de esquerdas chamam Sérgio Moro de vagabundo, ladrão, picareta …. É liberdade de expressão, mais ai quando as ofensas são contra alguém da esquerda ao já muda o tom, e crime tem que ir para a cadeia…
O negócio difícil da porra, aqui no Brasil só um lado tem direito de se pronunciar

Responder

    Roberto Monteiro

    02 de outubro de 2019 às 10h44

    Caso não tenha entendido, se chama de juiz ladrão no futebol, quando o que apita tende para um lado. É o caso do moro… apitou para um lado apenas… entendeste?

Joao Cordeiro

02 de outubro de 2019 às 02h49

Processe-o deputado. Precisamos nos responsabilizar quando cometemos crimes. Estamos desde 2013,com paciência, ouvindo e defendendo o PT, e lutando contra essa perseguição política.
Estamos juntos.

Responder

    Adileno Santos Costa

    02 de outubro de 2019 às 16h40

    Perseguição política?! Kkkkkkk

    Mooorto… É muito presunçoso mesmo, viu. 🤢

Jardel

02 de outubro de 2019 às 01h03

Bozoloides pirando: rachadinha nos gabinetes da família Bozo, candidatos laranja, cocaína no avião presidencial, milícias ligadas ao Bozo e ao assassinato de Mariele, enriquecimento ilícito do Bozo 01, escândalo Itaipu etc.
Tudo isso com menos de um ano de governo.

Tomou, boszoloides? Ou querem mais?

Responder

Zé Maria

02 de outubro de 2019 às 00h58

É indesculpável a Agressão Verbal Gratuita que esse BolsoAsno fez ao Deputado Guimarães do PT do Ceará.
Foi uma Demonstração de Degradação Humana, sobretudo porque se tratou de uma
Injúria Ostensiva e uma Difamação baseada em umà Grande Mentira, crimes que devem ser punidos com rigor.

Responder

    Zé Maria

    02 de outubro de 2019 às 11h37

    Agrava a Ofensa, diante do fato que o Deputado José Guimarães
    sequer sofreu Ação Penal, porque a Denúncia da PGR foi REJEITADA
    na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF).
    A PGR nem recorreu ao Pleno e o Inquérito (4259) foi Arquivado.

    Notícias STF
    Segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

    Por maioria, 2ª Turma rejeita denúncia
    contra deputado José Guimarães (PT-CE)

    http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=365159
    http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=364617

    Jorge

    02 de outubro de 2019 às 20h00

    O Sr. Tem algum probleminha de memória, esqueceu do que os políticos fizeram com nosso país. E não acredito que na idade que estou vou ver uma melhora, pois votar é a única arma do cidadão, votei em todas as eleições que já teve após o regime militar, no período militar eu era criança e fiquei adolescente, e nunca vi meus pais falarem mal deles, pois eram cidadões que só cuidavam de suas obrigações, que era nos educar, alimentar e nós mandar para escola para adquirirmos conhecimento, e com um porém eles tinham apenas a quarta série. Hoje poucos pais tem esse compromisso com a família. Pense no que aconteceu no país nesses últimos 30 anos de democracia, segregação racial, jogaram patrão contra empregado e vice versa, é esse país que vc quer?

    Ricardo

    04 de outubro de 2019 às 12h39

    Isso que o Gilberto fez, tem milhões de brasileiros querendo fazer !!! O fato foi visto pela tv por toda a população na época , mas a justiça no Brasil é só para os pobres … Os privilégios de alguns são sempre absolvidos … O povo brasileiro sabe da verdade, encheram a cueca de dinheiro roubado !!!!! Isso é fato !!!!

a.ali

01 de outubro de 2019 às 23h31

toma cagão, levando o que merece. bem típico de safado admirador do miliciano…

Responder

Professora Benalva

01 de outubro de 2019 às 22h49

Todo meu apoio ao companheiro,,diante desta situação inusitada do ataque de ódio do bilsonarismo,doença gravissima!

Responder

Roberto De Paulo

01 de outubro de 2019 às 22h08

Eleitor do bozo,tão covarde quanto seu presidente,é processar se cagam e mijam,e na frente da esposa. Kkkkk

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.