VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Sociedade Brasileira de Pediatria chora morte de 25 colegas pela covid e cobra dos governos “cuidar de todos que labutam em favor da vida”
Blog da Saúde VIOMUNDO na Pandemia

Sociedade Brasileira de Pediatria chora morte de 25 colegas pela covid e cobra dos governos “cuidar de todos que labutam em favor da vida”


28/07/2020 - 20h35

por Conceição Lemes

No Brasil, anualmente celebra-se em 27 de julho o  Dia do Pediatra.

A data foi escolhida por ser o dia da fundação da Sociedade Brasileira de Pediatria, ocorrida em 1910.

No 27 de julho de 2020 não houve o que comemorar.

De março a julho de 2020, pelo menos 25 pediatras brasileiros morreram devido às complicações causadas pela doença.

O dado é preocupante.

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), o número é significativo, pois nesse período faleceram mais do que a metade da média do total de pediatras que morrem por ano.

Isso fez com que a SBP enviasse ao ministro interino da Saúde, o general Eduardo Pazuello, um ofício  (na íntegra, ao final), alertando para os riscos a que estão expostos os profissionais que atuam na linha de frente contra a Covid-19.

No ofício,  a SBP também cobra providências dos gestores: “É importante que a vida e a integridade desses trabalhadores sejam preservadas”.

O documento é assinado pela presidente da entidade, a doutora Luciana Rodrigues Silva.

“(…) os pediatras não fugiram à luta e, atendendo o chamado da Nação, continuam a oferecer assistência à população, mesmo com a chegada da pandemia de Covid-19 ao Brasil”.

“Infelizmente, entre março e julho desse ano, enquanto o País registra o avanço de uma de suas piores crises em saúde pública, até o momento, pelo menos 25 pediatras faleceram em decorrência de complicações geradas pelo contágio com o novo coronavírus”.

“A maioria dos pediatras mortos estava na ativa, atuando em emergências e hospitais públicos. Muitos também se dedicavam à assistência ambulatorial, em consultórios, ambulatórios e clínicas”.

“Eles eram trabalhadores que agiram de modo heroico, com total compromisso com as crianças e os adolescentes brasileiros. Contudo, não possuíam superpoderes, não tinham como se proteger sozinhos do coronavírus, precisavam de equipamentos de proteção individual (EPIs) e outros tipos de insumos e suporte para atuarem adequadamente”.

“Diante desse quadro preocupante, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) vem, respeitosamente, pedir ao Ministério da Saúde o reforço em medidas que possam impedir o surgimento de novos casos de óbitos e adoecimento entre médicos e outros profissionais da área da saúde”.

“Como tem sido relatado por diferentes especialistas, em vários serviços da rede pública ainda há dificuldade de seu acesso a equipamentos de proteção individual (EPIs) e até aos testes de diagnóstico, quando apresentam sintomas leves”

“Esse é um dever do Governo Federal, dos Estados e dos Municípios, que não podem se furtar de sua responsabilidade de cuidar de todos que labutam em favor da vida”. 

HOMENAGEM DA SBP AOS PEDIATRAS VÍTIMAS DA COVID-19

A SBP enviou ma carta aos familiares dos colegas falecidos devido à covid-19:

 “Dizem que instituições não choram. Enganam-se. A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) lamenta profundamente o ocorrido e manifesta sua inconformidade diante dessa perda. No entanto, diante do luto, faz-se necessário reconhecer o legado que ficou, no qual a prática diária dos cuidados com crianças e adolescentes materializou uma grande paixão compartilhada por outros 43.699 especialistas

Abaixo, a íntegra da carta aos familiares.

Na sequência, um pouco da trajetória dos 25 pediatras que tombaram devido à covid-19.

Ao final, a íntegra do ofício ao Ministério da Saúde





























Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

28 de julho de 2020 às 22h21

“Adeus, menino Rodrigo Rodrigues

A dor de perdê-lo aos 45 anos é implacável.

Consolo não há.”

Juca Kfouri

https://twitter.com/BlogdoJuca/status/1288151295413682188

Responder

Zé Maria

28 de julho de 2020 às 22h13

“Rodrigo Rodrigues era alguém de quem nos sentíamos próximos
através da televisão. Foi cedo demais, e isso podia ser evitado,
se tivéssemos um presidente que não desprezasse
as orientações da ciência e a gravidade da pandemia,
o que torna tudo mais triste.” https://t.co/2LKg1OhUiN

https://twitter.com/LulaOficial/status/1288211825713184776

Responder

Zé Maria

28 de julho de 2020 às 22h01

PQP! Tantos Malas e Falcatruas no Futebol Brasileiro e
esse Vírus Fiá da Puta mata logo o Rodrigo Rodrigues,
um dos melhores, senão o Melhor, da Nova Geração
de apresentadores de Esporte na Televisão Brasileira.

“O telespectador simpatizava com ele de cara.
Muito talento, desperdiçado cedo.
Condolências à família do Rodrigo Rodrigues.”
https://twitter.com/VIOMUNDO/status/1288252151962230784

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!