VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Brasil, o 1º no mundo em mortes de médicos e enfermeiros por covid
Blog da Saúde VIOMUNDO na Pandemia

Brasil, o 1º no mundo em mortes de médicos e enfermeiros por covid


21/06/2020 - 01h24

Da Redação, com ABMMD e RNMP 

Neste domingo, 21 de junho, a Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares (RNMP), a Associação Brasileira de Médicas e Médicos pela Democracia (ABMMD) e a Federação Brasileira de Enfermeiros (FNE), junto 21 entidades nacionais de saúde, realizam atos em 27 cidades em homenagem aos profissionais de saúde mortos por covid-19.

Treze são simbólicos presenciais e 14 atos virtuais

Todos estão marcados para as 10h, horário de Brasília.

Vão durar uma hora. às 10:00 hs (horário de Brasília) da manhã, e terão duração de uma hora.

Às 12h, haverá twitaço. Uma das hastags será #naoeumagripezinha.

TRÁGICO 1º LUGAR

O Brasil é hoje o “campeão” no mundo em mortes de profissionais de saúde devido ao novo coronavírus.

Segundo dados do Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp) e do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), até o dia 17 de junho de 2020,  139 médicos e 190 enfermeiros já morreram no País  por covid-19.

Esses números de óbitos podem ser ainda maiores, já que é difícil o acesso aos dados e existe subnotificação.

Ou seja, os números atuais de óbitos podem ser maiores.

Lamentavelmente, nesse sábado, 20/06, o Brasil ultrapassou os 50 mil óbitos pela covid-19.

Segundo levamentamento de um consórcio de veículos de imprensa, já são 50.058 óbitos1.070.139 casos confirmados

alcançaremos em torno de 50 mil mortes por COVID-19 no país e mais de um milhão de casos confirmados, mesmo considerando a significativa subnotificação e baixa testagem de casos.

ATOS SIMBÓLICOS PRESENCIAIS

Alagoas: Maceió

Ceará: Fortaleza e Juazeiro do Norte

Paraíba: João Pessoa

Pernambuco: Recife, Caruaru e Petrolina

Sergipe: Aracaju

Bahia: Salvador

Minas Gerais: Belo Horizonte

São Paulo: São Paulo

Mato Grosso: Cuiabá

Distrito Federal: Brasília

ATOS VIRTUAIS

Ceará: Canindé, Sobral e Itapipoca

Rio de Janeiro: Rio de Janeiro

São Paulo: Ilha Bela, Campinas

Paraná: Curitiba e Londrina

Rio Grande do Sul: Porto Alegre

Pará: Belém

Roraima: Boa Vista e Paracaima

Mato Grosso do Sul: Campo Grande

         

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

21 de junho de 2020 às 18h26

“Evidentemente ninguém acha ruim o JN denunciar as mais de 50 mil mortes por coronavírus e a participação de Bolsonaro nisso.
Está corretíssimo.
Isso não apaga a participação da Globo no golpe e na ascensão do neofascismo/bolsonarismo. São coisas diferentes,apesar de interligadas.”
https://twitter.com/MarciaTiburi/status/1274731213459206144

Responder

Zé Maria

21 de junho de 2020 às 12h31

Coronavírus veio se somar no Programa de Extermínio
(Aktion T4) do (des)governo Bolsonaro/Guedes/Mourão
#naoesoumagripezinha #SUSsalvavidasBolsonaronão

Responder

Zé Maria

21 de junho de 2020 às 12h24

A Gripezinha do Serial Killer do Cercadinho
Matou Mais de 50 Mil [email protected], em 3 Meses

E o Brasil tem hoje Mais de 1 Milhão de Doentes
confirmados pelo Órgãos Oficiais de Saúde, isto é,
sem considerar a enorme Subnotificação no País:

Para Cada Caso Confirmado de COVID-19
existem 7 Casos Reais no Brasil, diz UFPEL

Para cada caso confirmado de COVID-19 – segundo as estatísticas oficiais –
existem sete casos reais na população dos principais centros urbanos brasileiros,
de acordo com levantamento sobre a pandemia do novo coronavírus no Brasil
realizado em 90 municípios.

O dado é resultado da primeira fase do estudo Evolução da Prevalência de
Infecção por Covid-19 no Brasil:
Estudo de Base Populacional (Epicovid19-BR), coordenado pelo Centro de
Pesquisas Epidemiológicas da Universidade Federal de Pelotas (UFPel),
em parceria com o Ministério da Saúde.

“De cada sete pessoas com o coronavírus,
apenas uma sabe que está ou esteve infectada.
Isso é preocupante, visto que as demais seis pessoas
que não sabem da infecção podem, involuntariamente,
transmitir o vírus para outras pessoas”, disse o
coordenador geral do estudo e reitor da UFPel, Pedro Hallal.

| Reportagem: Camila Boehm – São Paulo | Agência Brasil | 01/06/2020 |

https://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2020-06/pesquisa-da-ufpel-estima-subnotificacao-de-casos-de-covid-19-no-brasil

“Em defesa da vida, em defesa do SUS,
em homenagem aos profissionais de saúde
que perderam a vida na luta contra a COVID-19
e aos mais de 50 mil brasileiros vítimas
da inépcia e descaso do governo federal.”
#Naoesoumagripezinha #SUSsalvavidasBolsonaronão

https://pt-br.facebook.com/medicospelademocracia/photos/pb.1001588619914645.-2207520000../3877499525656859/

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!