VIOMUNDO

PM reprime ato contra aumento das tarifas de ônibus em SP

14 de janeiro de 2011 às 00h34

COMUNICADO DO SINTUSP FRENTE À BRUTAL REPRESSÃO AO ATO CONTRA O AUMENTO DAS PASSAGENS EM SP

A Policia Militar desferiu na tarde de hoje, 13 de janeiro de 2011, uma truculenta repressão contra cerca de mil pessoas, que se manifestavam em ato contra o inadmissível aumento da passagem de ônibus, anunciada pelo prefeito Gilberto Kassab, do DEM, para R$ 3,00.

O ato, convocado pelo MPL – Movimento Pelo Passa Livre – saiu do Teatro Municipal e, quando estava na Av. Ipiranga, a repressão começou. Os estudantes, trabalhadores, integrantes dos movimentos sociais, e a população, que aderiu ao ato espontaneamente pela justeza de sua demanda, foram repentinamente e violentamente reprimidos com balas de borrachas e bombas de efeito moral e de gás lacrimogêneo.  Não contentes com esta truculência, os policiais saíram em rondas, perseguindo as pessoas, e dando continuidade às agressões. O saldo são 30 pessoas presas no 3º Distrito Policial, e cerca de 10 estudantes feridos.

Não bastasse isso, os policiais saíram em rondas, seguindo com as agressões e prendendo dezenas de manifestantes, que nesse momento estão no 3º Distrito Policial.Enquanto a desgraça das famílias atingidas pelas enchentes se repete mais uma vez, a polícia do governador Geraldo Alckmin reprime os estudantes que se colocam ao lado do povo pobre desse país, que é quem sofre com as enchentes, com os aumentos do transportes e o  caos da saúde.

O prefeito de SP Kassab e seu aliado Alckmin demonstram que quando se trata de agir contra a tragédia das enchentes que lançam as famílias na miséria, a ação não existe. Porém, quando se trata de agir contra os trabalhadores, estudantes e jovens que se mobilizam pelos seus direitos a resposta é rápida. E vem sob a forma de bombas , cacetetes e balas de borracha.

Neste momento, cerca de 100 estudantes e representantes do MPL, Sintusp, Conlutas,  LER-QI, PSTU, DCE da UNESP, Diretório Acadêmico da Fundação Santo André, outras organizações democráticas, sindicaise da esquerda encontram-se diante da delegacia onde estão os presos. Chamamos todos os setores democráticos da sociedade, os sindicatos e as organizações populares e de esquerda e repudiar essa agressão criminosa do governo estadual, exigindo a imediata libertação dos estudantes presos e dando continuidade à luta contra o aumento da passagem de ônibus.

O 3º Distrito Policial fica na Rua Aurora com a Av. Rio Branco.

SINTUSP – Sindicato de Trabalhadores da USP

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR
117 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

PM reprime de novo ato contra aumento das passagens em SP | Viomundo - O que você não vê na mídia

18/02/2011 - 09h02

[…] de janeiro, manifestação contra o aumento das tarifas de ônibus da cidade de São Paulo foi violentamente rep… […]

Responder

Estudante denuncia: “A perseguição da PM no centro da cidade começou após a dispersão” « Samogin's Blog

17/01/2011 - 22h46

[…] O primeiro, na última quinta-feira, reuniu cerca de mil manifestantes e acabou reprimido pelo Políc…. Trinta e uma pessoas foram detidas e, pelo menos, dez ficaram feridas. […]

Responder

Luci

17/01/2011 - 11h56

Porque político no Brasil antes das eleições vão a butecos, feira livres, praças, missas, velórios, caminhadas ao lado do povo, comícios e depois de eleito somem como rugas depois da aplicação de botox? Porque a rua e o contato com o povo que era o palco da campanha passa a ser o esconderijo dos governantes.Em uma democracia séria o povo pode e deve manifestar-se contra decisões injustas que o governo adota.A população de São Paulo, que é a 3a maior cidade do mundo deve exigir que governador e prefeito adotem o diálogo como ação governamental. Mandar a polícia atirar é método ditatorial que expõe governantes que não sabem fazer política.Porque para ser um político que sabe governar é preciso estar ao lado do povo que o elegeu para ser seu representante, o mandato é do povo e este deve sim ser ouvido no momento dos aplausos ou das críticas.Isto é democracia.

Responder

assalariado.

16/01/2011 - 16h28

Nos dizem que o Estado existe para defender o bem comum,a liberdade para todos,etc..Também nos dizem que o Estado é NEUTRO e,as vezes,o Estado nos é apresentado como MEDIADOR dos conflitos sociais. Porém,através dos fatos podemos observar que, não é bem assim.Vemos frequentemente o governo(Estado) reprimindo trabalhadores,estudantes,sem terra,sem teto e de quebra colocando nossas lutas como ilegais,para com este pretexto jogar a policia/exercito para bater,prender e até matar os trabalhadores/ estudantes que lutam por melhores condições de vida.Do outro lado,podemos notar o governo(Estado) protegendo,por todas as formas os interesses da burguesia capitalista,estrangeiros ou nacionais,fazendo leis que os beneficiam,ouvindo suas opiniões antes de tomar decisões importantes… Esta claro que na sociedade capitalista,o Estado esta nas mãos da burguesia.Enfim,o Estado do capital e suas forças repressivas estão ai para manter a ordem,a ordem capitalista…

Responder

Estudante denuncia: “A perseguição da PM no centro da cidade começou após o fim da manifestação” | Viomundo - O que você não vê na mídia

16/01/2011 - 12h33

[…] O primeiro, na última quinta-feira, reuniu cerca de mil manifestantes e acabou reprimido pelo Políc…. Trinta e uma pessoas foram detidas e, pelo menos, dez ficaram feridas. […]

Responder

m.fóerbah

16/01/2011 - 12h31

É o pavor que o aquassab e o alquimismo tem da consciência popular em construção,
aguçado pela localização estratégica do prédio da prefeitura que o período progressista
empreendeu.

Responder

Anderson

15/01/2011 - 20h46

REVOLTANTE!! REVOLTANTE!!

Responder

Brasil: Brutalidade policial durante protesto de estudantes · Global Voices

15/01/2011 - 17h12

[…] blog Vi o Mundo compartilha vídeo feito pelo cartunista Carlos Latuff e uma mensagem do SINTUSP (Sindicato dos Trabalhadores […]

Responder

@sventura_sp

15/01/2011 - 15h47

Em relação à repressão, vejo aqui no blog pessoas a favor e contra a atitude da Polícia Militar, uns dizem que a culpa é dos manifestantes, outros dizem, inclusive de forma bastante agressiva, que os policiais são culpados e violentos, etc etc.
Vamos deixar uma coisa bem clara, a culpa SEMPRE vem de cima, a culpa por esses problemas é POLÍTICA e não policial, os policiais tem o dever e obrigação de agir para manter as vias limpas quando são ordenados, nenhum policial, que por definição é tão ser humano como eu ou qualquer outro aqui do blog, gosta de receber pedradas, ser xingado ou ter que ficar batendo em outras pessoas por mero prazer (a não ser algum que tenha disfunção, nesse caso é o mesmo tipo de disfunção por violência que acomete qualquer outra pessoa dentro da sociedade).
Assim sendo vamos deixar sempre bem claro, a CULPA é do Prefeito Gilberto Kassab, se ele não gosta da responsabilidade que renuncie ao cargo, é do Secretário de Segurança Pública, que não sabe onde e como utilizar a força pública, e é dos oficiais, esses sim incapazes de controlar seus homens e jamais vistos nessas situações (aliás, até a época do governador Fleury as viaturas vinham com a identificação COMANDO, significava quase sempre um oficial circulando naquela viatura por sua região de responsabilidade, hoje os muitos oficiais fazem aquilo que não devem, ficam cuidando de afazeres particulares, ficam em seus escritórios, mas jamais ficam fiscalizando e orientando seus homens, o que resulta em falta de comando, indisciplina, atuação inadequada por parte do policial em seu trabalho).
Assim sendo, responsabilizem a quem de direito, e não os soldados que estavam lá cumprindo ordens.

Responder

@sventura_sp

15/01/2011 - 15h33

Não vi em nenhum noticioso menção às balas de borracha, cassetetes e prisões efetuadas pela polícia de São Paulo contra a população que legitimamente protesta contra o aumento abusido do preço das passagens de ônibus e contra o péssimo serviço prestado.
O Prefeito Kassab, seguindo os passos de Serra, enterrou a proposta da Prefeita Marta, de remodelar os intinerários, estabelecendo microregiões de circulação bairro a bairro e linhas de longo percurso entre bairros distantes.
Não mudaram uma virgula do modelo falido que já vem desde que Paulo Maluf praticou a privataria cotra a CMTC, doando as linhas a verdadeiros cartéis mafiosos, e deixando o transporte público virar um caos nas mãos de Celso Pitta, já falecido e esquecido.
A Prefeita Marta remodelou o sistema, trouxe os perueiros irregulares para cooperativas, colocou novamente ordem, criou o bilhete único e se preparava para implantar o novo modelo, Serra ao assumir deixou tudo como estava, pois é seu jeito de governar, deixando as coisas andarem sozinhas e ver onde fica, Kassab seguiu o modelo à risca, a única coisa que souberam fazer foi elevar o preço das passagens, sob a desculpa de que há mais ônibus novos circulando, desculpa que não justifica os atos violentos da polícia contra a população em uma democracia, mas que para o Prefeito, acostumado a atos de truculência como a prisão de um comerciante em pleno posto de saúde, quando este reclamou da lei “Cidade Limpa”, é plenamente justificável.

Responder

    lourdes

    18/02/2011 - 10h15

    Análise perfeita, parabéns!

rodrigo.aft

15/01/2011 - 12h25

Colegas,

só para lembrar…

a) cadê o projeto de unificação das polícias civil e militar? A QUEM INTERESSA MANTER COMO ESTÁ?

b) A QUEM INTERESSA A MILITARIZAÇÃO DA PM, O DESMANTELAMENTO E INEFICIÊNCIA DA POLÍCIA CIVIL E DO JUDICIÁRIO ESTADUAL E O ALTO NÍVEL DE INTERVENÇÃO POLÍTICA E CORRUPÇÃO NAS DUAS POLÍCIAS E NO JUDICIÁRIO ESTADUAL (com honrosas exceções)?
Alguém já viu polícia milit. ou civ. prender altos empresários ligados a receptação de cargas roubadas ou financiamento de tráfico, políticos – DE QQUER PARTIDO ou qquer denúncia corajosa contra políticos, empresários ou altos funcionários públicos por parte da pol. mil. ou civ.? Só peixe pequeno, só traficantezinho, só cidadão comum é EXEMPLARMENTE punido.
Qdo, eventualmente, há flagrante ou denúncia, o justiça estadual é atuante? (eu, particularmente, não acho)
A lentidão, BRECHAS PROPOSITAIS NA LEGISLAÇÃO e bons advogados "absolvem" os "bacanas".

c) como se dá a promoção nos quadros da polícia e no judiciário?
Na maioria absoluta das vezes, somente as pessoas COMPROMETIDAS com os esquemas são promovidas, já q quase nunca se leva em conta o mérito, mas sim o grau de COMPROMETIMENTO com a famiglia. A exceção de boas promoções, fora da famiglia, se dá para pessoas omissas, q mesmo não compactuando, não se pronunciam contra o esquema (famoso "finge de morto").
Os bons quadros são "promovidos" (removidos) para cidades de 5 ou 10 mil habitantes BEM LONGE da capital (seja das polícias ou judiciário).
Foi detectado q o(a) cara é patriota, tem vergonha na cara e luta contra "esquemas", o caminho é previsível: ou PASSA A SOFRER ASSÉDIO MORAL no trabalho até pedir a conta ou é promovido (removido) a alguma cidadezinha inexpressiva.
EPA!!! estava esquecendo dos partidos… pessoas honestas, desvinculadas da famiglia e patriotas normalmente não ascendem na hierarquia partidária. Por que sera?

d) esse povo da pm q gosta de atirar balas de borracha não é o mesmo q foi fazer treinamento de "SEGURANÇA PÚBLICA" em ISRAEL e nos EUA?
É assim q foi ensinado a lidar com manifestações justas e pacíficas?
(sempre Israel para nos dar bons exemplos de como dominar os "inimigos" – mesmo q sejam nossos próprios irmãos de pátria, q eventualmente OUSARAM discordar da classe política dominante E, EVENTUALMETE, CORRUPTA).

alguém lembra de mais algum fator importante para explicar esse quadro dantesco de brutalidade e ineficiênica?

por favor, acrescente mais argumentos para q as pessoas "inocentes" vejam melhor o q está por trás dos fatos.

NÃO TEMOS MAIS O DIREITO DE SERMOS INGÊNUOS!!!

Responder

Marcio Leandro

15/01/2011 - 07h04

Após 16 anos de poder no estado de São Paulo e mais uns tantos na prefeitura de Sampa, levando em consideração a auto propaganda do tal "Choque de Gestão", devemos imaginar que as pessoas que protestam são apenas alguns rebeldes sem causa, afinal tudo funciona tão bem na maior cidade e no mais rico estado da federação.

Responder

Nilva

15/01/2011 - 03h19

Vivemos num verdadeiro estado policialesco e sob uma ditadura travestida de democracia. Aqui em SP PMs são nomeados secretários estaduais; PMs são nomeados sub-prefeitos; PMs são nomeados diretores de hospitais; PMs cumprem funções que deveriam ser da Guarda Civil Metropolitana. Os PMs são praticamente os únicos funcionários públ8icos que recebem aumento de salários. O que há por trás de tudo isto além da repressão aos movimentos da sociedade civil organizada?
Enganam-se aqueles que dizem que os tucanos estão aí há 16 anos. Esta turma governa São Paulo desde 1982. São as mesmas figuras conhecidas desde o velho MDB, depois PMDB e depois cisão criando a tucanalha.
Outra coisa. Um dos irmãos do Kassab é Presidente do Sindicato Patronal das Empresas de Transporte Público. A família da Mara Gabrilli também é proprietária de empresas de ônibus.
O que esperar dessa gente?

Responder

Marat

15/01/2011 - 00h37

Aquilo que se convencionou denominar "democracia" e que se convencionou crer que seja uma panacéia,obriga 25%, 37%, 49% etc. ter que engolir um bando de pilantras que, apoiados por uma infernal máquina de "justiça" e "política" que mantêm certas estruturas de poder altamente corruptas, num moto-contínuo!

Responder

ernesto de la serna

15/01/2011 - 00h31

queria ver se fosse com reportepig da Globosta, esse tenentinho valente ia tratar o videoreporter desse jeito.

Responder

    Jairo_Beraldo

    15/01/2011 - 01h19

    Óbvio que não…ela sabe que é um verme fudido, fedido e desprezado pela sociedade decente!

Sr. Indignado

14/01/2011 - 23h53

Abuso de poder, prisões arbitrárias (prisão não, sequestro), violência gratuita,…

Cadê o Ministério Público Estadual e Federal?
Cadê os procuradores? Ah… tiveram aumento, então estão nas bahamas.
Esse negócio de movimento social não é contigo batinado?
Quem defende esta constituição "cidadã"? Ou seria melhor consituição "faz de conta"?
Defendida por um ministério público de faz de conta.

Nenhum policial vai ser punido, é óbvio, continuarão batendo, prendendo sem fatos, censurando, decendo o cacetete. Enquanto isso nas bahamas…. " – garçon! dece mais uma kalik … mas sem gás lacrimogênio …hahahahahah"

Responder

Henrique

14/01/2011 - 23h25

É o maldito ensinamento do Stalin: "a bondade é uma coisa muito perigosa".
Ensinamento muito bem assimilado pelo PSDB/SP – então, prá que diálogo?
É na porrada mesmo!
É na bordoada e pronto!

Para que diálogo!
E a lavagem cerebral de Sampa continua de 16 para 20 anos.

Responder

Anderson

14/01/2011 - 23h21

E depois esses LIXOS fardados querem a compreensão da sociedade quando vão fazer greve…

Por mim seriam tratados com a mesma cortesia com a qual trataram nossos estudantes.

Bando de semi analfabetos…

Responder

    Jairo_Beraldo

    15/01/2011 - 01h24

    Semi como? São anencéfalos…..

Pedro Luiz Paredes

14/01/2011 - 22h34

Só com educação de qualidade as pessoas vão começar a compreender de que se trata de uma luta de classes sociais, como sempre. Assim, descobrir que só farão algum peso contra as decisões que as prejudicam o dia em que fizerem as classes dominantes apontadas em cada caso, se sentirem tão lesadas quanto elas.
A partir desse dia começarão a pensar melhor no modus de suas reivindicações para que elas surjam efeitos.
Por isso critico as medíocres metas de educação do PT, tanto no governo Lula quanto no governo Dilma.
Se trata de causar prejuízos para essa classe, nada mais é necessário.
Não há necessidade de sacrificar ninguém muito menos ser tão radical a ponto de causar o caos.
Para isso acontecer é necessário união entre as pessoas da base da pirâmide social.
Para isso é necessário aumentar a compreensão e a tolerância com o próximo, no acolhimento de diferenças e na certeza de que essas últimas é o que nos fazem iguais.

Responder

Márcio Gaspar

14/01/2011 - 22h17

A PM paulista gosta é de dar porrada em estudante e professor, enquanto os bandidos, traficantes e assassinos, estão barbarizando. Aqui, aonde moro, o tráfico rola solto. A PM só passa para pegar uns trocados.

Responder

    Jairo_Beraldo

    15/01/2011 - 01h25

    será que é só aí?

O_Brasileiro

14/01/2011 - 21h21

Igualzinho ao que eles fizeram com o pessoal do movimento Cansei… hehehe.
"Liberdade, liberdade
Abre as asas sobre nós
Que a voz da igualdade
Seja sempre a nossa voz!"

Responder

Denilson

14/01/2011 - 21h19

Quero ver se eles vão passar essas imagens naquele programinha chapa branca das noites de quinta feira que, acorda Brasil

Responder

Guilherme Milani, SP

14/01/2011 - 21h06

Alckmin e Kassab foram ELEITOS, não estão no governo por nenhum golpe. Muitos daqueles que os colocaram onde estão agora se escondem, sentem vergonha da "M" que fizeram, e vez ou outra se lançam à mídia falando mal da dupla dinâmica. Chega de hipocrisia. Todo mundo sabe que a população rica de SP não pega metrô nem ônibus, então esses já votam nas figuras citadas com certa frequência. Mas a população rica de SP não é, nem de longe, maioria. Então parem de se fazer de vítimas e aprendam a lição. Daqui a 2 anos teremos novas eleições municipais. Espero que 100% daqueles que hoje reclamam do preço da passagem de ônibus e metrô votem contra os que forem indicados pelo PSDB-DEM, sob pena de serem mais uma vez esquecidos e tratados como gado de corte. É isso!

Responder

claudio

14/01/2011 - 20h47

Mas a pergunta que fica, pra mim, é a seguinte: que crime foi cometido pelos manifestantes?
Uma ação oficial de governo não pode ser na base do "porque eu quis".
Em alguns casos o administrador público tem um certo poder discricionário, mas mesmo assim, não está isento de justificar seus atos.
Então, seu alquimim, qual é a justificativa, qual foi a infração cometida?
Lembrando que não há crime sem lei anterior que o defina.

Responder

    Klaus

    14/01/2011 - 22h00

    Impediram o dirieto de ir e vir do restante da população. Esta manifestação não é notícia nem no Datena.

    Leider_Lincoln

    15/01/2011 - 07h31

    Que crime violento, hein? Ainda bem que os paulistas têm a polícia para defendê-los, não é mesmo, Klaus? Pena que com corruptos, pedófilos, homicidas, ladrões, estelionatários e sobretudo, traficantes eles não mostram a mesma eficiência, não é mesmo? A gloriosa PM-SP só é boa com "bandidos" desarmados, não é mesmo? Aliás, e foram esse governador e o seu antecessor, mestres da competência em segurança pública, que você defendeu para sermos nossos presidentes?
    Qual será a próxima piada, Klaus? Nos convencer que só um cocainômano cantado pelo Mineirão inteiro para resolver o problema do tráfico de drogas?

    Jairo_Beraldo

    15/01/2011 - 19h44

    Com o Perigo de vice…chapa quente!

Tânia

14/01/2011 - 20h42

Por que esse 'bandidos policiais' não vão prender outros bandidos como eles e deixam a população em paz?

Responder

    Gerson Carneiro

    14/01/2011 - 21h42

    Tânia (a minha Tania não tem ^),

    Não são bandidos. Como dizia Cazuza:

    "…Dos seus salários de fome
    É a esperança que eles têm
    Neste filme como extras
    Todos querem se dar bem"

    São uns coitados, se não baterem, apanham.

    Jairo_Beraldo

    15/01/2011 - 01h26

    Ô dó cumpadi…ô dó!

    Gerson Carneiro

    15/01/2011 - 12h14

    agem com toda essa agressividade porque são amestrados.

    muitas vezes pensamos que não, mas comem também do pão que o diabo demotucano amassa.
    certa vez, no estádio, vi um soldado levar uma chinelada no rosto, atirado por alguém da torcida, que deu dó.

    enquanto todos na torcida se divertem eles permanecem de costas para o jogo, em pé, feito cães de guarda. passar por tudo isso e no final do mês olhar para o magro recibo de pagamento, não é fácil.

    Jairo_Beraldo

    15/01/2011 - 01h29

    Porque eles reclamam que ganham mal..acho que ganham mais que o QI deles pode produzir…e para varias TV's, são especialistas de ultima hora. Dão o diagnóstico na hora! Cuidem-se peritos estudados e formados doutores!

Joaquim63

14/01/2011 - 19h09

PSDB – Porrada, Sova, Detenção e Bordoada

Responder

    Marat

    14/01/2011 - 20h48

    E continuam ganhando eleições aqui. ABSURDO, SURREAL. Ou eles acabam com SP, ou parte do povo aprende a votar enquanto é tempo…

    Jairo_Beraldo

    15/01/2011 - 01h30

    Quá, quá,quá…glub, glub, glub…

Daniel Campos

14/01/2011 - 19h05

Esse é o "direito de expressão" que se pratica no Brasil. Uma emissora de televisão caluniar um dos melhores presidentes que este país já teve pode, enquanto alunos protestarem contra aumentos irreais de transporte público não pode.

Me pergunto o que a polícia vai fazer quando o povo chutar o balde e partir para o confronto armado.

Responder

Julio Silveira

14/01/2011 - 18h58

O malandro continua batendo na mulher submissa.

Responder

    Jairo_Beraldo

    15/01/2011 - 01h31

    Malandro tem catiguria….esses aí são bandidos mesmo!

Gerson Carneiro

14/01/2011 - 18h30

E vem mais por aí: o Kassab está com um projeto que objetiva cobrança, antecipada de 30 dias, de taxa para manifestações públicas. Ou seja, a população vai pagar antecipadamente para levar bala e porrada da PM.
http://blogdadilma.blog.br/2010/12/chega-logo-201

Responder

    Marat

    14/01/2011 - 20h50

    Esse cara tá querendo reeditar a revolta dos quebra-quilos (1874-75). Daqui a pouco reedita o imposto para as mulheres que penteiam o cabelo. Minha paciência com esse corrupto e incompetente já acabou há muito tempo. Ele tem sorte de ter o PIG a seu lado, seu único meio de sustentação!

    Jairo_Beraldo

    15/01/2011 - 01h32

    Mas a tchurma dele continua a dar as cartilhas pra voces rezarem!

    Marat

    15/01/2011 - 19h02

    Vocês quem? Aqui em SP quem vota no PSDB/PFL são, pela ordem: 1) Novos-ricos; 2) Classe média; 3) Ricaços e quatrocentões; 4) Os que são manipuláveis pela TV e pelo rádio; 5) População pobre que é ameaçada pelos patrões e recebem bombardeio diário de mentiras. Como se vê, o coronelismo aqui ainda é muito forte, mesmo que cada um de nós faça sua parte.

Ana Paula

14/01/2011 - 18h28

É a democracia dos tucanos para reprimir uma manifestação pacífica.Querm manter o povo acuado, com métodos diatoriais e de opressão na "democracia", que só a eles protege. O Estado mais rico da Federação a terceira maior cidade do mundo tem uma dministração que ordena que servidor publico que paga impostos (salários dos servidores públicos) reprima com truculência a população que deveria ser protegida.

Responder

francisco p.neto

14/01/2011 - 18h19

O interessante é que os valentões da PM ganham um salario de merda e se prestam a fazer um serviço desse.
Enquanto os integrantes da PM tiverem esse nível de QI, serão manipulados pelos governos de plantão.
Por que eles não dispararam balas de borracha nos parlamentares que aumentaram seus próprios salários?

Responder

    O_Brasileiro

    14/01/2011 - 21h24

    Por isso que não acabam com a polícia MILITAR!!!
    Para a hierarquia, soldado não tem direito de ter consciência no cumprimento do dever.
    Se tiver, pode pegar cadeia!!!
    É irmão matando irmão, meu velho!!! Como nos tempos da ditadura!!!

Paulo Villas

14/01/2011 - 18h18

Quer dizer , votaram no cara e, em agradecimento , êle manda despejar bala nos seus filhos. Queriam o que ? – Não sabiam com quem estavam lidando ? – Vão votar nêles de nôvo ?

Responder

Everton

14/01/2011 - 18h07

Os tucanos funcionam assim: cobram o IPVA mais caro do País…pedagiam as rodovias com tarifas exorbitantes…estão planejando a venda da CESP…pagam os piores salários ao profissionais da educação, segurança, saude etc….o Kassab há o Kassab não desde 2006 que não sei de nenhuma obra importante como as de prevenção as enchentes etc…só o que faz é criar leis para desdobrar em multas, taxas etc… tá insuportavel esses des gorvernos demo tucanos…issó só tera um basta se houver uma grande mobilização da classe trabalhadora, se não isso vai acabar mal…liberdade de imprensa…democracia aqui em SP só pra Ingles ver!

Responder

@Rildo27Pereira

14/01/2011 - 18h04

vamos esperar o protesto dos flagelados sem teto vitima das enchentes teremos que avisa-los para por capacetes e coletes a prova de balas de borrachas.

Responder

@Rildo27Pereira

14/01/2011 - 18h04

a policia não paga onibus talvez seja essa a razão de tanta selvageria gratuita dos gambés contra uma manifestação pacifica.

Responder

@Rildo27Pereira

14/01/2011 - 18h03

alkimim cerra e kassab fiseram o mesmo com os professores esta é a politica do psdb CACETETE.

Responder

Rildo

14/01/2011 - 18h02

alkimim cerra e kassab fiseram o mesmo com os professores esta é a politica do psdb CACETETE.

Responder

Adilson

14/01/2011 - 17h59

Essa é a Ditadura PSDB/DEM. Essa é a liberdade de expressão que o PIG prega para o povo? Agem como se estivessem na época da ditadura militar onde manifestações pacíficas são reprimidas com armas e cacetetes. É irônico chamar de transporte público algo que já virou privado, mas pior ainda é a exploração de um transporte de péssima qualidade, lento e perigoso. Mas, na visão do PSDB/DEM e do PIG temos que aceitar de forma calada sem resmungar. Muitos em São Paulo que andam de carro acham que isso não é problema deles, mas é, porque se o transporte "público" melhora serão menos pessoas andando de carro e com isso toda a população ganha em qualidade de vida. Mas, os demotucanos não têm essa visão de futuro.

Responder

Truculência

14/01/2011 - 17h11

Este vídeo deve ser enviado ao Ministro da Justiça. O governo da presidenta Dilma está começando e estas ações são desproporcionais.Estas balas são dirigidas a estudantes que tem o direito de manifestarem-see contra o valor abusivo de passagens que oneram o sofrido povo desta cidade.Segurança pública deve ser entendida além da repressão, que é acesso à saúde, educação, lazer, moradia digna, transporte digno e com valor acessível.Que se implante a tarifa social como em Buenos Aires por exemplo. Um país com salário mínimo de R$ 510,00, é inviável este valor de passagem.Porque sempre os empresários tem que lucrar e o povo arcar com o sacrifício. Já não bastam os impostos? Que tratamento é este aos cidadãos da cidade?

Responder

    Jairo_Beraldo

    14/01/2011 - 18h20

    Uma das grandes falhas do governo Dilma é o ministerio da justiça, onde jaz o sinistro Zezão Cardozo. Podem até mandar, mas com certeza ela dará uma banana pra voces!

Truculência

14/01/2011 - 17h01

O povo vai ficar refém de uma ação como esta?
Buenos Aires possui tarifa social. A cidade possui cinco linhas de Metrô que custa AR$ 0,70 (setenta centavos de peso argentino), para nós aproximadamente R$ 0,50 (cinquenta centavos de real),. ônibus Urbano AR$ 0,80 (centavos de peso argentino) mais ou menos R$ 0,60 (sessenta centavos de real).
O aumento da tarifa em São paulo foi de 17,4%. Intehração onibus Metro de R$ 3,65 custará R$ 4,00. Reajuste acima da inflação acumulada no período, o IPCA indice oficial da inflação) deverá ficar em torno de 15,5%.
Tarifa social já.

Responder

Guanabara

14/01/2011 - 16h53

Gente, eu vi o video agora e estou horrorizado com as imagens. É essa gente que pretendia chegar à Presidência? O que iriam fazer Serra ou Alckmin como presidentes? Usar a PF desse jeito? Botar os militares nas ruas contra os próprios brasileiros mais uma vez? Toda essa truculência para quem reclama seus direitos enquanto quem rouba milhões, faz caixa 2 e financia as suas campanhas levam o quê? Tapinhas nas costas?

E onde estão esses "governantes" (ou seriam déspotas?) para dar sua palavra sobre essas operações policiais contra esses cidadãos? De certos órgãos de imprensa sei que não adianta esperar nada, pois quando não aplaudiram ações como essa no passado, ainda ajudaram cedendo umas kombis.

Nessas horas me revolta quando ainda ouço uma meia dúzia de retardados falando em "ditadura do PT", cerceamento de liberdades e o escambal por parte da Dilma ou do Lula. Em 8 anos de governo Lula, houve algum ato semelhante? Agora vai ver a privatização da CVRD na Bolsa do Rio no governo do "príncipe" (com "p" minúsculo mesmo)…

Responder

chico

14/01/2011 - 16h46

Pois é… e eu mesmo mandei agora um e-mail pra Folha para quem sabe ela começar a relacionar as notícias que dão e fazer de fato uma matéria!! Não sei se todos se lembram, mas em Novembro do ano passado alguns sindicalistas foram assassinador por denunciarem esquemas de corrupção no transporte urbano de SP… E ninguém foi apurar? Deixaram quieto 3 mortes? Hum… sei. Tucanos bandidos!

Responder

mac

14/01/2011 - 16h13

Como pode ? isso é ditadura !!!

Responder

reinaldo carletti

14/01/2011 - 15h38

é obvio que essa ïmprensa ïdiota, não vai publicar nada do ocorrido. .porque o chuchu-daslu, não colocou essa mesma policia, para prender o seu cunhado ladrão, que a mesma imprensa ignora em dar esclarecimentos
eu acho que já devemos pensar no impedimento desse governador!
reinaldo carletti

Responder

Lucas

14/01/2011 - 15h30

Os 30 detidos foram liberados, graças a ação dos nossos advogados, antes do fim da noite sem nenhuma acusação formal específica, três dos feridos entraram com denúncia por agressão. Diversas pessoas foram obrigadas a apagar as fotos de suas câmeras.
dia 20/01 tem mais uma manifestação contra o aumento do ônibus, na paulista com a Consolação.

Responder

    Guanabara

    14/01/2011 - 16h38

    Como se obriga alguém a apagar suas fotos? E a liberdade de imprensa? Só serve pra Globo ou somos todos iguais perante a lei? Tem certeza de que isso é polícia? Parece mais milícia… Liberdade de expressão em SP então está ameaçada? Se fizerem uma manifestação contra a cobrança abusiva dos pedágios em todo o estado, a resposta será a mesma?

    A polícia de SP está aí para proteger quem? O cidadão que paga seus impostos e sustenta essa organização, ou a minoria bem servida de concessões públicas que presta um serviço de qualquer maneira e ainda ganha aumentos dados pelo simpático prefeito às custas dessa mesma população que paga impostos e o elegeu? A população deve explicações à polícia ou seria o contrário?

    maisquesaco

    14/01/2011 - 20h52

    Tá para nascer alguém que me fará apagar alguma foto, vídeo ou texto meu.

    Dia 20 estarei lá, até porque trabalho lá mesmo.

Michel Nunes

14/01/2011 - 15h29

Eles querem que a população de São Paulo seja a expressão da "massa cheirosa", não ande de onibus, exposto ao suvaco dos outros, querem que todos tenham carros, para, ai, criar mais congestionamento e poder superfaturar mais obras de ampliação de rodovias…

Responder

Gerson Carneiro

14/01/2011 - 15h07

Algum manifestante foi submetido a tomografia computadorizada?

Por muito menos o José Serra foi levado ao hospital, onde chegou queixando-se de náusea e tontura, e foi submetido à tomografia computadorizada. De repente, o Governo de São Paulo conhecedor dos perigos das consequências de uma agressão nesse tipo de situação pode proporcionar um preciso atendimento médico aos manifestantes. Experiência já demonstrou que tem.

Responder

    Jairo_Beraldo

    15/01/2011 - 02h27

    Cumpadi, tomografia computadorizada é coisa de cumedô de ova de sarmão, que eles chamam de caviá…vê lá se votante dus tucanu em sunpaulu comi caviá! Pra cuntinuá a cumê caviá, votaru na Dirma!

Ana cruzzeli

14/01/2011 - 15h05

Azenha

Os jovens que fizeram o manifesto deveriam seguir algumas regras:
-Pedir junto a Secretaria de segurança publica autorização para livre manifestação em local publico. Quando da autorização cabe o estado organizar o movimento liberando um faixa da via para os manifestos. Se isso não aconteceu é necessário que esses movimentos cultivem tal prática
-Caso o pedido tenha sido negado ou simplesmente não respondido cabe uma retração junto ao ministério publico . O direito a livre manifestação está na Constitução, logicamente em casos de multidão com autorização do Estado.

Bom, caso a meninada não tenha seguido o protocolo, o que caberia nessa situação:
-O comandante da operação policial deveria ter se dirigirido ao lider do movimento no local do manifesto e pedido a autorização por escrito. Caso o lider não a tivesse , o comandante deveria ter informado ao lider estudantil que naquele dia a manifestação não seria possivel pois eles estariam descumprindo a lei ( direito de ir e vir dos demais ) tudo testemunhado com a presença de jornalista e tudo. Caso a meninada se rebelasse, aí assim sim caberia um enfrentamento mas sempre com moderação.
-Por que esse procedimento de conversar é importante? A autoridade policial não pode deixar de cumprir o Estatuto da Criança e do Adolescente, e dentre esses jovens com certeza havia menores de idade, sob o risco de responderem por abuso de poder e cabendo até indenização por lesão ou constrangimento ilegal.

O Governo Alkimim tem muito que aprender ou ele acha que São Paulo não tem que cumprir a LEI.

Responder

José Eduardo Camargo

14/01/2011 - 14h59

A infame coligação demo-tucana de SP conseguiu nesses intermináveis 16 anos de desgoverno transformar setores da PM, principalmente os batalhões do Choque, em corpos militares equivalentes aos SS nazistas. Os comandantes dessa força são sempre nomeados por absoluta afinidade ideológica aos atuais donos do poder em SP. E a tropa é doutrinada em operações de lavagem cerebral também equivalente ao dos SS de Hitler. O totalitarismo dos demo-tucanos de SP reflete-se desse modo no tratamento truculento dado por essa polícia aos trabalhadores, pobres, estudantes e na criminalização reiterada dos movimentos sociais. SP vem passando por um processo criminoso e sistemático de eugenia social. E as chuvas dos últimos anos têm ajudado! Também a especulação imobiliária, sob as bençãos e a cumplicidade demo-tucana, expulsa os pobres das áreas habitáveis das cidades e o governo do Estado, por sua vez, cuida de abandonar e segregar essas populações em áreas precárias sem qualquer equipamento público urbano e sem qualquer assistência estatal. O encarecimento dos transportes públicos, por sua vez, sob a sanha criminosa da máfia das empresas responsáveis pelo setor, é outra das estratégias adotadas, com o apoio entusiasmado das elites e classes médias racistas de SP e seus órgãos midiáticos (Folha, Estadão, etc.), para a guetificação das populações carentes nas grandes e médias cidades paulistas. E nada indica que o governador da seita fascista Opus Dei, Alckmin, mudará de rumo. Ao contrário, ele é um ardoroso partidário desse verdadeiro Putsch de Munich sobre o Brasil e seu povo! E Serra, FHC e outros da mesma laia, são os eminentes criadores desse verdadeiro Ovo da Serpente que chocou em SP e que ameaça nossa ainda precária democracia. Os ataques aos migrantes nordestinos, homossexuais, negros e a todos que ousam ser diferentes é apenas o começo. Fiquemos atentos!

Responder

Isabella

14/01/2011 - 14h48

Olá Azenha

O pior é que esses policiais cumprem ordens, só isso, esse é o retrato da policia no Estado de Sao Paulo, comandada pelo Secretário Ferreira Pinto e seus superiores, demotucanos. É assim que eles querem as coisas aqui, ou a favor deles, ou a favor deles, entendeu!!! Senao…..

Responder

Urbano

14/01/2011 - 14h42

A puliça é a área mais 'competente' de qualquer dos desgovernos tunganos.

Responder

Vídeo: Polícia de SP reprime manifestação com balas de borracha | Conversa Afiada

14/01/2011 - 14h17

[…] O Conversa Afiada reproduz texto do Viomundo: […]

Responder

Elias SP SP

14/01/2011 - 13h44

Esse tipo de ação contra manifestações estudantis faz lembrar o arrogante e violento coronel Erasmo Dias. Naqueles anos (ditadura militar) o coronel descia a lenha nos estudantes e depois esbravejava no rádio e na TV. E chamava pra si toda responsabilidade. Era um troglodita assumido. O que se vê agora é tão igual ou pior. Só que hoje os trogloditas não se revelam. São maquiados por uma imprensa que se conluie por trinta moedas. Mas o povo não segue à deriva, não é uma nau sem rumo. Por isso, o povo, e somente o povo colocará a história nos eixos. Pode não ser daqui a pouco. Quem sabe amanhã.

Responder

    edv

    14/01/2011 - 14h37

    Esta uma das sutis diferenças entre os demotucanos e os tempos de imposição.
    Os últimos eram assumidos, os atuais são difarçados pelo marketing, maquiavelismo, leis alteradas na calada da noite, transações em envelopes fechados e mírdia protetora.
    São mais perigosos, pois a doença toma o corpo sem percebermos…

    Jairo_Beraldo

    14/01/2011 - 14h43

    Como não segue a deriva….já vai pra 20 anos que perderam o leme!

    Elias SP SP

    14/01/2011 - 16h48

    Concordo, Jairo, que paulistas e paulistanos perderam o leme há quase duas décadas, mas quem sabe amanhã… abs

ZePovinho

14/01/2011 - 13h32

Tão vendo?????Se vocês ameaçarem o caixa 2 das empresas de ônibus que financiam campanhas políticas de prefeitos,deputados e governadores(que depois premiam essas doações com renovações da concessão por 20,30 anos) levam porrada no lombo.
Nas prefeituras é o caixa 2 das empresas de ônibus com o prefeito.No governo do estado é o caixa 2 dos departamentos que cuidam das estradas estaduais,concessionárias de estradas privatizadas e governador.
Cadê o TCE e o MPE????????????Tucanaram????????????

Responder

    edv

    14/01/2011 - 22h54

    O estado de SP está demotucanamente aparelhado há muito.
    Secretarias, MP, polícia, legislativo, judiciário, mírdia.
    O povo paulista está quase refém…
    Mas pouco mais da metade parece que gosta…
    Intaum!

Jairo_Beraldo

14/01/2011 - 13h31

É o jeito tucano de governar…paulista adora…até porque quem usa BUSÚ lá é pobre, preto e nordestinos.

Responder

Marcelo Rodrigues

14/01/2011 - 13h16

Então é assim que as coisas se passam neste Estado e nesta cidade, cidadãos: organizações inomináveis secretamente se encontram no mocó com as "altas autoridades", tramam uma forma de espoliar os cidadãos que elegeram estas mesmas "autoridades", com campanhas bancadas pelas tais organizações inomináveis – e quem protestar vai levar cacete e ser preso.

São episódios como estes que me fazem entender as profundas raízes do cangaço.

Responder

    Jairo_Beraldo

    14/01/2011 - 18h25

    O cangaço, tinha um objetivo, pegar os algozes…neste caso, os algozes querem também o PRENDO EARREBENTO. E para roubar o erário, não precisa de agressões deste porte. E dizem que Opus Dei é picolé de xuxu…ufa! Ainda bem!

    Gerson Carneiro

    14/01/2011 - 22h02

    quando se fala do Cangaço, exigo respeito e profundo conhecimento.

    acabei de ganhar do meu amor, nesse natal, um livro lindo sobre o Cangaço. "Estrelas de Couro – a estética do cangaço", de Frederico Pernambucano de Melo, com prefácio de Ariano Suassuna.

    quem não conhece o Cangaço não pode jamais se atrever a falar sobre o Cangaço.

    Na Bahia, não servimos o Exército. Servimos o Cangaço.

    E adotamos e adaptamos o lema do Che Guevara (aliás, foi ele quem copiou de nós):

    "O caba tem que ser arrochado, mas sempre com uma peínha de bem querença".

    Jairo_Beraldo

    15/01/2011 - 00h56

    Cumpadi, por favor, releia o que eu escrevi….

    Gerson Carneiro

    15/01/2011 - 12h07

    cumpadi, não dei bronca no siô. foi só um adendo.
    muitas vezes não tenho o que dizer e invento.
    eu gosto de escrever os meus pensamentos.

    Marcelo Rodrigues

    14/01/2011 - 23h11

    Exato, é bem o que tentei dizer, o cangaço foi uma forma do povo responder ao Estado delinqüente e opressor.

buddy

14/01/2011 - 13h14

demotucanos fdp.nem na ditadura a policia agia assim.

Responder

    Juliano Iowa

    14/01/2011 - 14h20

    Será?

Rogerio

14/01/2011 - 12h55

Quem elegeu esses dois foram os mineiros, capixabas ou amazonenses ou foram os paulistas? CADA POVO TEM O GOVERNO QUE MERECE… Não estão elegendo esse pessoal ha 16 anos consecutivos?

Responder

Juliano Iowa

14/01/2011 - 12h09

Vi vários colegas da Faculdade nas fotos pelas matérias Brasil afora sobre esses protestos;

Infelizmente, são tratados como se fossem criminosos, todos jovens, lutando pelo que acreditam, e são recebidos desta maneira… lamentável.

O pior de tudo é ver gente que anda de ônibus glorificando essa truculência.

Gente, por DEUS!

Responder

    Jairo_Beraldo

    14/01/2011 - 14h45

    Felizmente ainda temos na juventude de hoje idealistas. Estava receioso, e voce acaba de me dar um alento.

Klaus K. Stein

14/01/2011 - 10h25

Que absurdo!!!! Que truculência da polícia!!
É hora desses cidadãos mostrarem seu valor!
Trabalho no centro, nao participei da manifestação pois estava correndo, sou professor de alemão, porém ao sair na calçada e ver tamanha covardia dos policiais fiquei chocado, simplesmente horrorisado. Esse é o tratamento aos cidadãos que pagam seus impostos e reclamam seus direitos??

O transporte público em SP é horrível, há pessoas que ficam 2 horas para chegar ao seus destinos, e quando reclamam (simplesmente reclamam um melhor transporte e mais barato), são tratados como qualquer coisa. Isso não é República!

Qual o próximo tratamento a quem reclamar das enchentes, quando suas casas estão alagadas? Bala de borracha? gás lacrimogênio? e para nossos governantesm, aumento de salário!
Repito, "É hora desses cidadãos mostrarem seu valor!" (klaus Stein)

Responder

    Paulo

    14/01/2011 - 13h04

    VC não sabe de nada, vc não estava lá, não viu o que aconteceu e está se baseando nos noticiários sensacionalistas da nossa imprensa horrorosa. Mais é assim mesmo, fazer o que? Os estudantes provocaram, atiraram pedras contra os policiais e nenhum policial quis ser atingido e virar herói. Foram usadas técnicas não letais em legítima defesa.

    Luis

    14/01/2011 - 17h45

    Paulo, vai se tratar, vai.

    Elton

    14/01/2011 - 18h14

    Ou era do comitê de campanha de Serra e Alckmin.

    Jairo_Beraldo

    14/01/2011 - 13h36

    "Isso não é República!"

    Claro que não…ISSO É SÃO PAULO, que se diz locomotiva do Brasil!

Jurandir Chamusca

14/01/2011 - 10h20

Como sabemos, os arautos da sabedoria do nosso estado – os jagunços do PSDB -, têm um grande fetiche em brandir seus instrumentos fálicos e educativos para a população que paga seus salários. Não sabemos se isso é em contrapartida à falha de seus membros (entendam como quiserem) ou se é porque o prefeito da nossa cidade, aliado dos tucanos, é chegado num cassetete (não me entendam mal, não falo de falos), gosta que batam não sei se de apanhar também, cada um com seus fetiches. Não gosto de uma coisa nem outra, os nossos membros (pessoas do ato) trabalham normalmente sem precisar dessas coisas que apimentam a relação membros da sociedade x membros do estado. Não somos tarados, psicopatas de fardas e cargos. Somos alunos, professores, bancários, desempregados, povo. Essa apimentadinha, esse choro lacrimogêneo, esse brandir de pistolas não é conosco. Deixamos para os tarados nas suas orgias e troca-trocas de caserna.
Nada aconteceu no ato que justificasse a violência, isto claro sob o nosso ponto de vista humanista, do lado de lá, motivo é o que não falta.
Vamos ao ato!

Responder

Jurandir Chamusca

14/01/2011 - 10h19

continuando…
Vamos ao ato.
Caminhamos do teatro municipal até a praça da República (república lembram, coisa pública, lá dos romanos, esqueci um pouco, sei lá). O percurso foi: viaduto do chá, Praça do Patriarca (da república), rua Direita, Quinze de Novembro (essa data me lembra algo), rua São João, rua Ipiranga (me lembra de algum grito por uma coisa que não conquistamos) e praça da República. Nada aconteceu entre os manifestantes que pudesse dar motivo para o que aconteceu depois.
continua…

Responder

Jurandir Chamusca

14/01/2011 - 10h17

Estive ontem no ato. Sou professor sub-empregado do Estado de São Paulo. Para quem no Brasil não sabe, em São Paulo existe uma coisa chamada "professor com contrato precário". Trata-se de uma contratação sem concurso para suprir a falta de professores da rede estadual de ensino. Trata-nos como sub-empregados fazedores de bico. Estudei cinco anos no bacharelado da Letras-USP e mais quatro na licenciatura para que eu possa aprender a como ser um professor. Não sou um caso à parte, como eu existem milhares de pessoas muito competentes na mesma situação.
Já na polícia militar não existe esse tipo de contrato temporário de trabalho, polícia no nosso estado é considerado muito mais importante do que professores e alunos, os bicos que eles fazem normalmente ou são para serem jagunços de puteiro, gigolôs de prostitutas ou segurança de boca, entre outras atividades educativas que tanto nos enchem de orgulho.

Responder

    Elton

    14/01/2011 - 18h15

    No Paraná é a mesma coisa, são os "PSS", que inclusive tiveram seus salários atrasados de novembro passado em diante. Outra "tucanagem", igualzinha à de São Paulo…

    Jr.

    15/01/2011 - 00h01

    Caro Jurandir:
    Seu texto é de uma lucidez sem igual, com uma pitada de humor… to "rachando o bico"… Tivéssemos mais cidadãos paulistanos com sua clareza de visão, talvez agora nosso querido Estado deixaria de ser esse bastião dos tucanalhas. Faltaram em torno de quarenta mil votos para haver segundo turno aqui, segundo o sítio do pt, então, mais uma vez fica um recado aos que insistem em desqualificar nós, paulistas: AQUI NÃO SOMOS TODOS QUE VOTAM NOS TUCANALHAS! Grande abraço, e na próxima venceremos.

pedrôncio

14/01/2011 - 09h10

http://www.youtube.com/watch?v=dDOm6g2V3ds&fe

Responder

chico

14/01/2011 - 06h27

video ainda melhor e mais detalhado…[youtube dDOm6g2V3ds http://www.youtube.com/watch?v=dDOm6g2V3ds youtube]

Responder

    Jairo_Beraldo

    14/01/2011 - 13h34

    O que mais gosto quando vejo imagens como estas, é a pose dos veste fardas…são uns fudidos, e se acham acima de Deus com tais vestimentas.Nasceram com cérebro por engano, bastava-lhes a medula espinhal.

Chico

14/01/2011 - 06h24

video retrata passo a passo a ação truculenta da polícia. [youtube 2ExBjlX8-wE http://www.youtube.com/watch?v=2ExBjlX8-wE youtube]

Responder

Guilherme

14/01/2011 - 06h22

Desconheço qualquer país do planeta, fora o Brasil, cujo transporte PÚBLICO seja pago.

Responder

    Klaus

    14/01/2011 - 11h34

    Sério isto? No resto domundo se anda de ônibus, metro e trem de graça?

    Jairo_Beraldo

    14/01/2011 - 14h49

    Se voce não entendeu,Klaus, ele disse TRANSPORTE PUBLICO…para ser pago teria que ser PRIVADO!

    Aline C Pavia

    14/01/2011 - 16h43

    Em algumas cidades da Itália vc entra e sai dos ônibus sem pagar nada. Firenze, San Geminiano, Pisa, por exemplo.

    Elton

    14/01/2011 - 18h17

    Em alguns lugartes sim, meu caro ser neoliberal assustado…….todo direitista adora pronunciar a frase de Milton Friedman "There's no free lunch"…….

    edv

    17/01/2011 - 17h20

    Talvez o Guilherme tenha se referido ao poder público pagar para empresas privadas, como é feito aqui em SP, mas isso só ele pode esclarecer.
    Mas o seu "espanto" sobre ser de graça reflete apenas pouca informação sobre interesse público.
    Diversos países, todos com alto IDH (onde os EEUU ficam lá em baixo, no meio da lista), como o Canadá, oferecem saúde e educação "digrátis" para TODOS!
    Os estadunidenses que moram perto da fronteira (ex: Michigan, Minnesota) arrumam comprovantes falsos de endereço (êpa!, isso é jeitinho de brasileiro esperto!…) para comprar remédios e fazer consultas e intervenções no Candá…
    Não é curioso, Klaus?

    dragoni

    14/01/2011 - 14h00

    a situaçao do brasil ta ridicula, mas transporte publico gratuito eu nunca ouvi falar… pra começar todos os paises da europa e a argentina sao paises que eu sei que pagam transporte publico.

    Legume

    14/01/2011 - 15h32

    em algumas cidades européias como Halset se anda de graça.

    Elton

    14/01/2011 - 14h09

    Na verdade aqui o transporte PÚBLICO é PRIVADO……

Deixe uma resposta