PATROCINE O VIOMUNDO

SOMOS 31.817 FAÇA PARTE !

As reações contra a charge de Chico Caruso

publicado em 28 de janeiro de 2013 às 14:32

Gilson Caroni Filho, no Facebook

Esta é a charge da primeira página de hoje de O Globo. Uma total afronta aos mortos e ao sentimento de seus parentes e amigos. Para travar a luta política, o jornal da família Marinho não faz humor; produz escárnio, ódio, desrespeito. Quem é pior? O jornal que publica ou o chargista que se dispõe a fazer o serviço sujo? Se você tem assinatura desse pasquim de direita, cancele. Se o compra nas bancas, deixe de fazê-lo. Amigos, não houve falhas ou gafes. A ” gracinha” do Caruso é a ilustração da linha editorial do jornalismo de esgoto.

*****

Rudá Ricci, em seu blog

Será que qualquer discussão política em nosso país tem que vir acompanhada deste infantilismo bestial? Não dá para elevar um pouco o nível, até atingir o nível da humanidade?

Cancelei minha assinatura do jornal O Globo porque, nas eleições presidenciais, os editores transformaram o jornal num panfleto eleitoral. Liguei informando (sei que foi ingênuo, mas meu fígado pedia) o motivo: se for para contribuir com alguma campanha, faço doação direta, sem intermediários. Vejo que a opinião de um assinante conta pouco, hoje, na trilha da difamação a qualquer custo, com ares de crítica. Não dá. É o abandono de tudo o que parece mais caro à quem tem alma. Mesmo para aqueles que desprezam ou nem sabem que têm alma.

*****

Renato Rovai, em seu blog

Esse jornalismo urubu perdeu completamente a capacidade de enxergar limites e de buscar alguma razoabilidade para a sua ação. Vale tudo para agradar aos que lhes pagam o soldo. Vale tudo para construir um discurso de ódio contra as posições políticas das quais não compartilham. Sinceramente, achei que só no limbo dos comentários anônimos fosse possível encontrar algo do nível desta charge do Chico Caruso publicada por Noblat. Sou um ingênuo. Esse pessoal que já havia transformado o acidente da TAM em um evento político, quer fazer o mesmo com Santa Maria. São carniceiros que evocam o que chamam de liberdade de imprensa para esse tipo de coisa.

*****

Gerson Carneiro, em comentário aqui

Charge de mau gosto sobre a tragédia em Santa Maria, de autoria de Chico Caruso, publicada na seção “Humor” no blogue do Ricardo Noblat. São esses aí os que “são sempre do contra” que a Dilma falou.

Leia também:

Jonathan Wheatley: É difícil legislar contra idiotas

 

131 Comentários para “As reações contra a charge de Chico Caruso”

  1. qua, 23/10/2013 - 18:58
    Cara da Concha

    É sim fedidos! Hahahaha….

  2. Pena, eu não sou chargista.

    Senão, seria assim: numa prancheta está o CC desenhando. No chão à volta, uma feijoada de lama, restos de comida misturados com toda sorte de detritos. No fundo, numa janela, o reflexo de um neon. Tudo o mais, noite bem escura. Sobre a prancheta, numa bacia, materiais de desenho. Entre colares, jóias, relógios, pulseiras, moedas, cacos e notas verdes, uma luz de Guernica aponta para o centro da cena: moscas voam em torno de alguma coisa podre e mal cheirosa começando a surgir numa folha. Do neon consegue-se ler apenas 4 letras, c, h, i, q. No balão, o desenhista fala: gruinch-oinc gruinc.

    Por falta de prática, o espaço da folha acaba. Fosse mais expert, uma velha Graúna estaria no primeiro plano, vendo isso tudo e: – “Bode, foi o espírito de Sun que assou o miolo dele?”

    —o0o—

  3. Só um verme perfeito desses para brincar com a dor incomensurável de pais e mães que perderam seus filhinhos , que certamente teriam futuro e brilhante!
    Caruso, vomito em voce!
    Jose Mário de Azevedo Noronha.

  4. Infelismente nesta vida a gente desde que vem a este mundo, temos que pagar para nascer, temos que pagar para viver e temos que pagar para morrer, mas existe uma opção ainda que eu tenho pagar mais o preço deste jornal, que a muito deixou de ser um informativo sério, e estÁ entregue a um humor negro que há muito tempo deixou de ser engraçado, este mesmo jornal que explora a dor dos parentes e dos sobreviventes desta tragédia, com o objetivo de vender seu folhetim, é o mesmo que pública esta charge de muito mal gosto e sem graça nenhuma!Espero que daqui a 50 anos não me venham com essa história de que a 50 anos atrás ele publicou esta charge, pois a lembrança dos que ficaram, nunca mais esquecerão esta trágédia.

  5. ter, 29/01/2013 - 16:02
    Elizabete Mello

    Este ser, tem família, toda ação tem uma reação, toda e qualquer maldade que praticamos tem efeito bumerangue, portanto…sensatez e equilíbrio deveria ser o mote de qualquer ser que se diz humano. Muitas vezes vem um revés sobre um filho ou outro ente querido e não sabemos o porquê, daí cuidado do que sai de sua boca, da sua mente e do seu coração.

  6. ter, 29/01/2013 - 14:39
    rita

    Gente tô chocada, queria encontrar este Merda, chamar ele de escroto, cuspir nesta cara nojenta. Fazendo piada com a desgraça alheia, 232 mortos,desespero, tantas perdas, tanta dor, futuro nenhum, multidões de famílias enlutadas, enterrando seus filhos, seus futuros, alegrias e sonhos e um merda desses fazendo graça. Vai pra lá cara e tenta te colocar um pouco no lugar desses pais, vai tentar ser útil, doar sangue, dar um abraço, dizer uma palavra de conforto ou somente escutar, e depois de tudo isso, faz uma charge, quem sabe tua, tomando o lugar de um desses pais!!! Deixo meu repúdio, e minha vergonha por ti e por este jornal!!!!

  7. ter, 29/01/2013 - 12:21
    JOSE NATONIO BATATA

    Este charge é um desrespeito a todo povo Brasileiro. O CARUSO está em decadência. Não existe humor nesta charge. Ele deveria pedir desculpa ao povo Brasileiro.

  8. ter, 29/01/2013 - 12:09
    Wilson

    Isso é que dá deixar ter poder quem não tem e nem pode ter: a mídia. Dita e bendita há muito tempo pelos incautos. Gente ignorante falando do que não sabe, do que não sabe ver e nem tem condições de fazer o que fazem. PURA CANALHICE. Leitores e e-leitores aprendam aser mais exigentes.

  9. ter, 29/01/2013 - 11:30
    Vitor

    Agora além da falta de Negligência dos proprietários da Kiss e das Autoridades Competentes. A total falta de bom senso e irresponsabilidade deste cidadão que se diz cartunista. A falta de limite está deixando o país caótico. Não adianta dar liberdade para quem não sabe usar. Isto que o mesmo tem estudo, que pelo jeito de nada adiantou. Respeito aos mortos e as famílias é o mínimo que se pede.

  10. O mau gosto está apenas no trocadilho com a legenda. O desenho está refletindo o ocorrido: pessoas trancadas num incêndio. E nisso, ele é mais crítico do que toda a pieguice que prolifera sobre o assunto.

    • ter, 29/01/2013 - 21:28
      xacal

      Quem sabe quando a mãe do Mariano morrer, nós desenhemos a autópsia?

      Ou um filme, tipo curta-metragem filmando o estupro da mulher dele?

      Escatologia?

      Pieguice?

      nada, liberdade poética e rigor estético!

  11. ter, 29/01/2013 - 8:40
    Sérgio

    Supondo que “seja somente uma charge” e que não haja conotação política na mesma: ainda assim é somente uma piada fraca, sem graça, infantil (que me perdoem as crianças)e apenas confirma a decadência da sua criatividade.

    • ter, 29/01/2013 - 9:42
      Paulo ETV

      apenas um comentário:as aspas que voce abriu significa o lema da propaganda que já dura decadas e que parece verdade:”vamos despolitizar a política !”

      FALSO E HIPÓCRITA(não de sua parteclaro)como é desde sempre a elite em qualquer país.

  12. ter, 29/01/2013 - 1:12
    sofia

    Não gosto da charge, acho-a inoportuna e indefensável mas acho que se mesmo o mais flagrante criminoso merece defesa … Gostaria que os que aqui afirmaram tratar-se apenas de uma charge, expusessem por quais mecanismos se poderia chegar a rir dela. Há, em toda peça de humor, significados, sentidos e interpretações não evidentes. Há mecanismos que já foram bem estudados, a partir dos quais piadas verbais e não-verbais provocam o riso. Gostaria, portanto de ver demonstrada como é que ela se constitui uma peça de humor – e não deve ser vista apenas um desrespeito à memória dos mortos, uma afronta a um sentimento do público em geral, uma agressão exposta à vista do público.

  13. ter, 29/01/2013 - 0:41
    Lindivaldo

    A vil direita, por sua pior face – a imprensa golpista – revela-se negra, atua nas trevas e se alimenta das misérias e das desgraças.
    Obsecada pela retomada do poder, difama o País e corrompe a consciência do seu povo sem nenhum constrangimento.
    Em suas ações suicidas conta com um exército de mercenários medíocres que concorrem entre si com seus trabalhos sujos.
    Por uma rede de esgotos, vem derramando impunemente sobre um povo bom e ordeiro seus dejetos fedendo a ditaduras e conspirações.
    De 2003 para cá, a lista de suas insanidades vem crescendo em número e ousadia.
    Em 2006, por exemplo, a globo, no JN, ignorou, por completo, a colisão do Gol, voo 1907, com o jato Legacy, com 154 vítimas, porque coincidiu de ocorrer às vésperas do primeiro turno das eleições de 2006, cuja prioridade era exibir a suposta tentativa da compra de um dossiê pelos aloprados.
    Com esta armação, levaram a eleição foi para o segundo turno…
    Logo após, em 2007, sua sensibilidade, que oscila ao sabor de seus interesses, inverteu-se, passando a cobrir os acidentes com uma total dramaticidade.
    Por exemplo, quem não se lembra da explosão do avião da TAM, em julho de 2007, quando a grande mídia indignada – globo à frente – quis subir a rampa do planalto, porque, segundo ela, o Lula foi o culpado de tudo?
    Recentemente, essa incansável corja conspiradora atentou impunemente contra a economia do País, derrubando a bolsa de valores, mediante falsas previsões de apagões sem a apresentação de nenhum embasamento.
    Em oito minutos, entretanto, a Presidente restabeleceu a verdade, anunciou a redução das tarifas de energia e trouxe novamente a luz e a paz para todos os lares brasileiros, deixando a velha direita cheia de ódio e desorientada.
    Até que, infelizmente, ocorreu esta tragédia em Santa Maria. A morte de tantos jovens que deixou todos os brasileiros consternados…
    A gravidade da tragédia, por si só, repudia qualquer exploração política, porque o momento é de solidariedade, respeito e apoio total…
    No entanto, a insensível mídia – a velha globo à frente – não viu a dor, mas farejou, mais uma vez, a possibilidade de retomar a escalada alarmista, sem nenhum respeito pela comoção nacional.
    Logo pela manhã, a globo news convocou o Dr. Tragédia, o vulgo Moacyr Duarte, para fazer seu trabalho sujo, ou seja, envolver o Tarso Genro, governador do PT; e, por tabela, questionar a competência do Brasil, que ora se prepara para sediar a copa em 2014 e as olimpíadas em 2016.
    O Moacyr, faz parte do exército de salvação da globo, sendo o mesmo alarmista que, recentemente, deu uma entrevista ao jornal The New York Times, alertando o mundo sobre as explosões dos bueiros do Rio de Janeiro, denegrindo, assim, as imagens daquela cidade e do Brasil.
    Apesar de tudo, mais uma vez a luz prevaleceu sobre as trevas; e a mentira não resistiu à verdade!
    Pois, a Presidenta Dilma esqueceu a formalidade do cargo, a coragem de guerreira; e deixou o coração de mulher e mãe pulsar livre e sinceramente!
    Quantos aos barões da mídia e seu soldados, não há como esperar deles emoções sinceras nessas horas, porque, afinal, eles não têm corações, movem-se de acordo com seus interesses…
    E se, por acaso, eles tiverem alguma coisa parecida com um coração, este deve ser de pedra e situar-se no lado direito do peito!

  14. ter, 29/01/2013 - 0:36
    Messias Franca de Macedo

    “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma”. Joseph Pulitzer ( 1847 – 1911 )
    Millor Fernandes já alertara em 2006: “A imprensa brasileira sempre foi canalha. Eu acredito que se a imprensa brasileira fosse um pouco melhor poderia ter uma influência realmente maravilhosa sobre o País. Acho que uma das grandes culpadas das condições do País, mais do que as forças que o dominam politicamente, é nossa imprensa. Repito, apesar de toda a evolução, nossa imprensa é lamentavelmente ruim. E não quero falar da televisão, que já nasceu pusilânime.”

    Comentário de Anac
    Em – Dilma encontrou seu ovo de Colombo
    Por Saul Leblon
    25/01/2013

    http://cartamaior.com.br/templates/postMostrar.cfm?blog_id=6&post_id=1178#comment-anchor

    Messias Franca de Macedo

  15. ter, 29/01/2013 - 0:24
    Messias Franca de Macedo

    … Muitos outros e outras, decerto minoria, choram uma dor desumana, e, perplexos, lamentam que a humanidade fracassou: a tragédia de Santa Maria – e apesar da sua dimensão atroz – não nos libertará da ganância, da avareza, da mesquinhez, da canalhice, da irresponsabilidade… Da desumanidade!…

    Um abraço respeitoso, sincero e fraterno,

    Messias Franca de Macedo

  16. ter, 29/01/2013 - 0:14
    Paulo

    Para os críticos: a charge que gera reflexão em risos já cumpriu o seu destino!

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Charge

  17. ter, 29/01/2013 - 0:14
    Guanabara

    Que baixaria. Pior é ainda ver gente vindo aqui defender isso.

  18. ter, 29/01/2013 - 0:05
    Denise

    Chico errou na mão. Que coisa feia.

    • qua, 30/01/2013 - 14:46
      Sandra Ferreira

      Denise,

      Esse cara que se diz “desenhar engraçado” não errou na mão, ele é a prova em desenho da insensibilidade humana. Não é uma desculpa “ele ter errado na mão”, ele não pensou em nenhum momento nas 235 vítimas e tantas outras dezenas de feridos que estavam ardendo e sufocados lá dentro, nem no sofrimento dos que ficaram. Ele não faria “uma piada” se o filho dele estivesse lá. Ele não errou na mão, ele é um erro.

      Sandra Ferreira

  19. seg, 28/01/2013 - 23:03
    Maria

    A essa coisa abjeta é que chamam liberdade de imprensa? É por atitudes e exemplos como esses que uma tal de Patrícia Anible postou no facebook que foi uma pena que o incêndio na boate de Santa Maria não tivesse ocorrido no Amazonas, Bahia, Piauí ou Ceará, onde,segundo ela, não existe vida inteligente. Lá ainda segundo ela , tudo bem.
    Caruso, entre outras coisas, mostrou uma total falta de respeito e sensibilidade em relação as famílias das vítimas. Ele e os seus coleguinhas ainda não engoliram o pronunciamento da nossa presidente e tentaram Agredi-la de todas as formas.
    Quanto a tal da Patrícia Anible, espero que o MINISTÉRIO PÚBLICO desses estados, processe essa “suposta” criatura, para que outras não venham a ser estimuladas aumentando o ódio, o preconceito,a ignorância e a violência que infelizmente são fomentado por alguns órgãos da imprensa.
    Quanto a famílias das vítimas,meu respeito, solidariedade e minhas orações.

    • ter, 29/01/2013 - 0:07
      Fabricio Fasolin

      Charge infeliz, de baixo calao, sem etica nem respeito a dor das pessoas q estao sofrendo essa perda absurda. Gostaria de sugerir ao autor dessa merda que ele mostre a um dos tantos pais q perdeu senao um ate dois dos seus filhos a sua obra de arte e ganhe o q merece…. cuspe e desprezo.

  20. seg, 28/01/2013 - 23:01
    Pitagoras

    O que esperar da cloaca da Globo e dos ratos que ali chafurdam (com o devido respeito aos roedores)?

  21. seg, 28/01/2013 - 22:57
    Gladis Delgado

    O desrespeito do Caruso e do Jornal o Globo com as vitimas de Santa Maria é vergonhoso como moradoura da cidade que me acolheu a trinta e oito anos me sinto indiguinada e ofendida com esse jornal.

  22. seg, 28/01/2013 - 22:55
    Benjamin Eurico Malucelli

    Caruso e Noblat: porcos da mídia!

  23. seg, 28/01/2013 - 22:32
    Jairo Falcucci Beraldo

    Perfeita a charge. Ela demonstra exatamente o sentimento que a elite e a mídia brasileira nutrem pelo povo brasileiro, independente da classe social. É exatamente a estatura sócio-cultural, moral e intelectual dos senhorinhos da casa grande. Perfeita!

  24. seg, 28/01/2013 - 22:18
    nelton

    A televisão transforma a tragédia num espetáculo midiático. Escrotos!
    Eles não estão nem aí. A globo deslocou o Bonner pra cidade. Por que?
    Será que a globo não tem outros “competentes” jornalistas? Ou foi pra promover a imagem do cara em cima do ocorrido? Dá credibilidade a um de seus sacanas-mor?
    É muita canalhice!

  25. seg, 28/01/2013 - 22:12
    Messias Franca de Macedo

    … Somos, apenas, seres efêmeros! E sem data de validade pré-estabelecida!… Talvez, se nós tivéssemos a compreensão desta ‘elementar obviedade’, a tragédia humana seria menos trágica!…

    Messias Franca de Macedo

  26. seg, 28/01/2013 - 22:11
    Walter

    Para completar,a edição espremer sai sangue do JN de hoje, com direito ao Bonner ao vivo do local.
    Circo Global.Ley de Medios , já!

  27. seg, 28/01/2013 - 22:08
    Zamora

    Eu, um sujeito calejado pelo tempo, que pensava já ter visto de tudo e mais um pouco, fiquei estarrecido com a falta de humanidade desse verdadeiro urubu plantonista.
    A tampa da privada da história o aguarda destampada.

  28. seg, 28/01/2013 - 22:00
    Marat

    Eu jamais assinei e jamais assinaria aquele pasquim. O curioso é que não fizeram esse tipo de gracinha quando o prédio desabou no centro do Rio, não é mesmo?

  29. seg, 28/01/2013 - 21:57
    rita

    usando a frase de Jonathan Wheatley: é dificil legislar contra a mídia… que perdeu o senso de limite! luto.

  30. seg, 28/01/2013 - 21:57
    hc

    O entrevista pior foi no fantástico quando a diretora do IML chamou trinta pessoas que estavam no hospital de corpos e, pior, ao se corrigir disse que iriam morrer. Imaginem alguém conta vidas como mortos. Uma venda de desastre ao vivo. Que vergonha, pois o repórter parecia que já sabia o itinerário da entrevistada. Aquele negócio: “Quanto mais tragédia melhor”.

  31. seg, 28/01/2013 - 21:55
    Abelardo

    O poder e o dinheiro, nada além desses dois objetivos parece ter mais prioridade para essa empresa. A ambição e o desejo de varrer pra longe tudo o que possa ameaçar os planos traçados de ganhar mais e mais, faz com que ela desconheça o que é respeito, o que é dor, o que é solidariedade e fraternidade. Torna-se um conglomerado de mentes insanas, doentes e criminosas do ponto de vista da ética, do respeito e da moral. Despreza o poder que emana do povo e transforma o segmento da imprensa em uma imensa poça lavagem fétida, através de suas matérias cada vez mais bestiais, mais indignas, mais rancorosas. É a cara da própria empresa estampada nas traiçoeiras linhas marginais expostas diariamente. Quanto ao adoentado e dependente desenhista, a sua covardia aliada a sua falta de respeito e a seu infeliz escárnio com essa triste tragédia nacional,não irá mais deixá-lo em sossego.

  32. seg, 28/01/2013 - 21:55
    Paulo Brasil

    Ha muitos anos deixei de assinar ou comprar qualquer coisa que passe pelo pig.

    Ninguem bate a minha porta para me dar Alguma informação que seja do meu interesse. Pior ainda temos que pagar para sermos (des)informados..
    Tem uns e outros que devem ser donos do pig. Estão sempre a disposição do pig para a sua defesa sem ao menos buscar informação de opinião contraria para que facilite fazer avaliação de valor.

    Afinal de contas, todos somos a favor do Brasil!

  33. seg, 28/01/2013 - 21:39
    Luís Carlos

    Péssima charge. Causo errou e foi absolutamente infeliz. Insensível, inoportuno e desrespeitoso. Charões também devem ter limite e respeitar a dor ds famílias e suas perdas irreparáveis. O artista deve ter sensibilidade e senso de oportunidade. Tudo que Caruso não teve. Foi meramente oportunista.

  34. seg, 28/01/2013 - 21:32

    Uma charge idiota, de um chargista idiota e de um jornal idiota.

  35. seg, 28/01/2013 - 21:32
    Bruce Guimarães

    A Patrulha é sinistra, nada demais charge!!!

    • seg, 28/01/2013 - 22:21
      Paulo

      Para saber se vc está certo, mande esta imagem para um morador de Santa Maria, que perdeu filhos naquela tragédia e pergunte o que ele acha, pergunte a ele se ele acha que é patrulha política, pergunte a ele se ele acha graça ou humor inteligente. Suporta-se com facilidade a cólica do próximo.

      • seg, 28/01/2013 - 23:12
        Bruce Guimarães

        E vc mandou a charge aos moradores de Santa Maria para saber a opinião deles e tomar a sua opinião???

      • ter, 29/01/2013 - 21:34
        xacal

        Paulo, eu tenho sugestão melhor!

        Uma charge com alguém pulando corda com os intestinos da mãe do Bruce(e de todos que não acharam “nada demais”), depois da autópsia!

        Um quadro impressionista com a cena de estupro de alguma parente dele(pode ser a mulher).

        Um arranjo musical com os gritos e urros dele sob tortura.

        Nada de fingirem chocados! Gente morre todo dia, são violadas e são torturadas!

        Maldade, psicopatologia, mau gosto? Nada arte! Rigor estético! Instalação!

        Arte-verdade, nua e crua! Ao gosto do Bruce e de seus “cúmplices”.

  36. seg, 28/01/2013 - 21:24
    Abelardo

    Poder e dinheiro, parece que essa é a única missão que essa empresa se dedica. A ambição e o desejo de varrer pra longe tudo o que possa ameaçar os planos traçados de ganhar mais e mais, faz com que ela desconheça o que é respeito, o que é dor, o que é solidariedade e fraternidade. Torna-se um conglomerado de mentes insanas, doentes e criminosas do ponto de vista da ética, do respeito e da moral. Despreza o poder que emana do povo e transforma o segmento da imprensa em uma imensa poça lavagem fétida, através de suas matérias cada vez mais bestiais, mais indignas, mais rancorosas e, cada vez mais a sua própria cara. Quanto ao doente e dependente desenhista, a sua covardia, a sua falta de respeito e a sua palhaçada com essa triste tragégia não irá mais deixá-lo em paz.

  37. seg, 28/01/2013 - 21:22
    Alexandro Rodrigues

    Anotem: essa tragédia será a partir de agora até as eleições de 2014 usada contra Tarso Genro!

  38. seg, 28/01/2013 - 21:15
    Abel

    Eu cancelei… em outubro de 2010.

  39. seg, 28/01/2013 - 20:57
    anac

    Verme. Mais digno de pena do que de odio.

  40. .
    .
    Como sempre acontece após as tragédias humanas,

    os abutres da Mídia Bandida começam a revoada

    para depois rapinar os cadáveres até os ossos.
    .
    .

  41. seg, 28/01/2013 - 20:54
    Pedro Cruz

    Cada um dá o que tem. A imensa maioria se solidariza, algumas bestas mostram o seu ódio e inveja. Êles são isso, o ódio e a inveja.

  42. seg, 28/01/2013 - 20:45
    Ivonete

    Com relação a esses jornalistas mencionados, e com justa razão criticados, o que me impressiona é a sua incapacidade de se colocar, ainda que por um segundo, no lugar do outro. Sr. Caruso, Sr Otávio Frias, é isso que vocês tem a dizer àquela mãe que na identificação de mortos, reconheceu quatro de seus filhos?

  43. seg, 28/01/2013 - 20:36
    Renato R.

    Dantesco, surreal e maquiavélico!!! Chargista a serviço do iníquo!!!

  44. seg, 28/01/2013 - 20:27
    lia vinhas

    Caruso, Aroeira, de o Dia, Jaguar….Eses outrora aclamados chargistas hoje se mostram absolutamente cooptados pelo espírito golpista, insensível e oportunista de seus patrões. Se o Serra ou qualquer outro tucano tivesse sido eleito em lugar de Lula ou Dilma, esse senhores estariam no olho da rua, porque o Brasil teria sido totalmente vendido e com a crise mundial galopante nossa economia estaria reduzida a pó, e nem com a ajuda dos patrões do Norte, os piguentos estariam se aguentando financeiramente. Nada mais me surpreende em relação a esses individuos que só se garantem em uma democracia burguesa, aquela que vale mais para uns do que para outros.

  45. seg, 28/01/2013 - 19:33
    jacó

    E se algum filho ou neto do cartunista estivesse entre as vítimas, será que ele faria esta charge desumana?

  46. seg, 28/01/2013 - 19:21

    São repugnantes.

    Imaginem se dentre as vítimas há um jovem eleitor da Dilma. Que desgosto pra família ver seu filho, depois de morto, ser usado como “fumaça” num desenho para atacar o governo que ele apoiava.

  47. seg, 28/01/2013 - 19:14
    mello

    Que charge abjeta !1 Como se desce tanto ? Qual o objetivo disso ?

  48. seg, 28/01/2013 - 19:07
    Tarciso B. Paixão

    Chegou a hora de fazermos uma campanha com prazo e metas quantitativas: vamos estabelecer como meta, o cancelamento de 1000 assinaturas do jonal O Globo, a cada semana. Cada um que cancelar tem que informar o blog do viomundo. Abraço para todos que defendem a democracia e a democracia da informação.

  49. seg, 28/01/2013 - 19:04
    Bonifa

    Chico Caruso se notabilizou como chargista chapa branca. Seu traço é tecnicamente escravizado ao traço estereotipado das histórias em quadrinhos, um traço vulgar e medíocre. Não há talento em suas criações, mas impresssiona aos que só entendem o clássico ululante. Sem espírito, é incapaz de ver a realidade que se estende por trás de meras notícias falseadas da imprensa de direita.

  50. seg, 28/01/2013 - 18:53
    Mateus Silva Ferreira

    Imperdoável!

  51. seg, 28/01/2013 - 18:51
    Luiz Hespanha

    Estúpida, imbecil, politicalha pura. Uma peça para enterrar um passado, enlamear o presente e comprometer o futuro. Tchau Chico Caruso…Fui…Atrás do Latuff!

  52. seg, 28/01/2013 - 18:44

    Ô Azenha, Conceição, “seu” Gerso ou outro ideiúdo que pensou em juntar os protestos contra a infâmia do gLobo e seu desenhador de aluguel Chico Caruso, valeu!

  53. seg, 28/01/2013 - 18:43
    Christian Ribeiro

    O ódio contra Lula/Dilma/PT está alcançando níveis insuportáveis, rasgando qualquer raia de bom senso e civilidade. Divergência, discordância política é uma coisa, isso que o “senhor” Caruso fez é CANALHICE, OPORTUNISMO da pior espécie, lamentável…

  54. [...] com outras reações, no Viomundo Você poderá gostar também de:TV Globo brincou com a morte no dia da tragédia de Santa [...]

  55. seg, 28/01/2013 - 18:34
    xacal

    Quando parecia que não haveria mais um pedaço de carniça a ser disputado pelos urubus da mídia, quando toda a infâmia parecia esgotada, e todo o asco já parecia ter revolvido nossas entranhas, eis que o o jornal o globo, e seu desenhista chamado caruso bateram todos os recordes de selvageria e falta de dignidade.

    Muito se dirá sobre a imagem e o (a falta de) caráter do autor deste desenho de péssimo gosto.

    Poderemos aproveitar e fazer um milhão de teorias e injunções sobre a falta de limites para a luta partidária que se instalou nas cocheiras do jornalismo, antes chamadas de redações.

    Mas nada se compara ao que vemos.

    Não há nada que substitua a própria imagem.

    Pela “teoria do domínio do fato”(e da imagem?)não há como dissociar o perdigueiro desenhista e o barão que lhe segura a coleira.

    Uma ação de reparação de dano moral pelas vítimas e pela presidenta, e quem sabe, por todos nós, seria um belo remédio, caso, é claro, ainda tivéssemos um Judiciário que não se curvasse frente as corporações de mídia.

    Antes El País a sapatear sobre o sofrimento de Chavez, agora o globo.
    Quando pensamos ter chegado ao fundo do poço, eis que o poço não tem fundo!

  56. seg, 28/01/2013 - 18:28
    Delvo de Oliveira

    Desse esgoto, só sai a podridão da gente que cultiva o ódio!

    Ontem, aquela tragédia ocorrida em Santa Maria, amigos que nos visitavam comentaram: “votei na Presidenta Dilma, e agora sou mais fã dela por sua atitude, de cancelar atividades no exterior visivelmente comovida e vir consolar os familiares… mostrou ser humana além de presidente…” o que tu pensas?

    Respondi: “Não se esperaria outra atitude, portou-se como Presidente e como pessoa sensível, visivelmente comovida, como a imensa maioria das pessoas.
    Mas, não te surpreendas se na imprensa for criticada por ter vindo e chorado, irão chamá-la de demagoga… tão ferozmente quanto se não tivesse vindo, chamariam de irresponsável e insensível.”
    Os amigos duvidaram, disseram “não acreditar que alguém fizesse isso…”
    Sinceramente, desejei que eles estivesse certos, e eu equivocado, quem sabe de “prevenção” com essa imprensa costumeiramente “de esgoto”, que diante de tamanha desgraça e sofrimento de milhares de pessoas diretamente atingidas pela perda de familiares na tragédia e da comoção de milhões de pessoas no País e no Mundo… lhes restasse um resquício de compaixão!

    Infelizmente, não me enganei!
    A perversidade dessa gente não tem mesmo limites!
    Romperam qualquer limite da convivência civilizada!

    Basta ver isso que o Jornal O Globo publicou…

    A perversidade não reconhece sequer que entre as pessoas vitimadas existe certamente muitas que não votaram na presidenta, que se posicionam à direita no espectro político, outras que não se envolvem com política…
    Que nada, o ódio dessa imprensa golpista está fora de controle! Não respeitam sentimentos, pessoas, horrores, tragédias… só pensam em faturar com o sensacionalismo e com o ativismo político!
    Não por acaso os herdeiros do Roberto Marinho são milionários! Acumularam mais dinheiro que Eik Batista!!! E produzem o que??? Esse lodo, o BBB, as telenovelas, e sua maior indústria: o assassinato de reputações, a chantagem política, a pressão midiática no interesse do sistema financeiro!

  57. seg, 28/01/2013 - 18:21
    ricardo silveira

    Esse chargista me parecia um sujeito decente, não cretino.

  58. seg, 28/01/2013 - 18:16
    maria meneses

    Por ser uma hora de recolhimento ee dor seria necessário a esse cartunista (?) desenhista ter um pouquinho de serenidade (humanismo) e entender que nesse caso não cabem piadinha nem charge alguma.Errou e errou feio. Só cabe agora (a ele) um humilde pedido de desculpa. Infelizmente sei que ele não o fará. Um abraço.

  59. seg, 28/01/2013 - 17:40
    yeda lima

    Chico Caruso perdeu uma boa oportunidade de deixar os lápis sobre a mesa.
    Nada de arte, nada de humanidade, nada de transformação ou de compaixão! Quanta distância de uma “Guernica” ou de “O grito”!
    Admitindo que chargista não é artista, mas apenas um desenhista do cotidiano cujo objetivo é criticar o que vê produzindo o riso, admite-se, também que deva conhecer que rir de determinados temas, assuntos ou em determinados momentos é um contrasenso, uma indelicadeza, uma afronta. A tragédia só produz o riso do insensível, do que não desenvolveu a alteridade. E, para se chargista há que ter sensibilidade e capacidade de colocar-se no lugar do outro.
    Não há como defender ou tentar justificar esse arremedo de charge. Fazê-lo é desmerecer tanto esse tipo de linguagem como os que a ela se dedicam com seriedade.

  60. seg, 28/01/2013 - 17:38
    Natale

    Para completar o mau gosto e a canalhice do chargista e do jornalista, deveriamos acrescentar “mais lenha nesta fogueira” e nesta charge, com chumaços de papel do Pig e/ou do GAFE, dos jornais O Globo, a Folha, o Estadão e a Editora Abril, Veja e etc…

  61. O cartunista precisa vender, se vender, puxar o saco de sua chefia, de seu patrão-dono.
    Também já notei nojenta parcialidade e no mínimo falha de interpretação (burrice, mesmo) nos desenhos dele no Roda Viva, como tb. já assinalou um outro comentarista acima.

  62. seg, 28/01/2013 - 16:52
    JOSE ANTONIO BATATA

    Este cidadão é um MONSTRO. Faltou com o respeito a todo povo Brasileiro.

  63. seg, 28/01/2013 - 16:50
    Ricardo Souza

    Corrigindo: “…Noblat levando bordoada…”

  64. seg, 28/01/2013 - 16:44
    Eduardo

    A charge do Caruso é do tamanho do jornal que o paga para isso que muitos chamam de talento! Caruso, corte essa folha do jornal (e de sua vida) e limpe ALGO com ela, com toda a liberdade que você tem.

  65. seg, 28/01/2013 - 16:43
    Maria Rita

    Chico Caruso já teve mais sensibilidade. Quando aqueles prédios desabaram no centro do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, prefeito da cidade foi imediatamente ao local. Não admiro Eduardo Paes, mas ele foi corretissimo nesse caso. Numa tragédia dessa gravidade, Dilma não poderia ter outra atitude.Ela governa o país. Quando o avião da TAM caiu, Serra foi até lá para fazer futrica e a Globo culpou o Lula. Podemos e devemos ser solidários com as famílias das vítimas, o jornalismo pode e deve informar e buscar alternativas e garantias para que uma tragédia dessas não se repita jamais. Se não for por isso, vira sensacionalismo de 5a. e oportunismo barato de bandidagem.

  66. seg, 28/01/2013 - 16:34
    Vladimir Kotler

    Esse Chico Caruso é um vendido.
    Ficava no “roda viva” (ou morta) desenhando, feito uma besta, os “convidados” do programa. Quando o entrevistado era alguém alinhado ao governo federal, botava pra fora em suas “charges” todo o seu veneno.
    Não vi nenhuma charge desse senhor criticando o buraco do metro em são paulo onde 8 pessoas morreram, no desgoverno Serra. Não vi nenhuma charge dele gozando a bolinha de papel do então candidato Serra.
    Este “chargista” não consegue viver apenas de seu “humor” precisa da grana que a venus platinada o paga regiamente. É mais um a serviço da casa grande.

  67. seg, 28/01/2013 - 16:21
    Messias Franca de Macedo

    … Jurei a mim mesmo que não iria fazer nenhum comentário público sobre a tragédia que se abateu naquela boate sinistra, vitimando não apenas o que lá estavam: familiares, amigos(as), o que resta de humanidade em muitas pessoas… A quem não pode fazer nada, o silêncio é a maior demonstração de pesar!…

    Lamento, mas depois de ver esta infame charge – o despudor dos beócios e energúmenos mais abjetos -, preservo o meu silêncio sobre a tragédia de Santa Maria, e faço o seguinte registro: este mesmo folhetim do esgoto jornalístico, pasme, teve o desplante de divulgar uma pesquisa encomendada pelo Partido Verde (PV), que aponta um empate técnico entre a presidente Dilma Rousseff e a Marina Silva, óbvio, a suposta candidata do PV que encomendou a tal pesquisa (sic)… E o que não faltam são rola-bostas da imprensa para repercutir ‘esta patranha dos números da corrida presidencial de 2014′!…

    (… Marina Silva pode ser o plano C do PIG!… O plano B continua sendo a via não institucional terrorista/golpista!…)

    … República da [eterna] OPOSIÇÃO AO BRASIL, despudorada, fascista, aloprada, alienada, histriônica, impunemente terrorista, MENTEcapta, néscia, golpista de meia-tigela, antinacionalista, corrupta… ‘O cheiro dos cavalos ao do povo!’ (“elite estúpida que despreza as próprias ignorâncias”, lembrando o enunciado lapidar do eminente escritor uruguaio Eduardo Galeano)

    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

  68. seg, 28/01/2013 - 16:20
    Frank

    Eu acho que o Álvaro Dias, o PSDB, deveriam entrar com uma representação contra o Caruso ou, a exemplo do modo Serra de atuar, pedir a demissão do mesmo por ter colocado a Dilma com roupa vermelha na charge.

    Sinceramente, a Glogo é uma pocilga.

  69. seg, 28/01/2013 - 16:16
    Aurelio Dubois

    Esta charge nojenta complementa outra igualmente asquerosa em que o autor mostra o ministro Lewandowsky lendo seu voto num rolo de papel higiênico. Mais informações no sítio DCM do jornalista Paulo Nogueira. Triste Chico Caruso.

  70. seg, 28/01/2013 - 16:16
    Muita Paz!

    Tudo que vem do Globo é ordinário. Ordinária são as charges do CHICO. É um bestalhão. Só quem ri destas sandices são os direitistas de o Globo

  71. seg, 28/01/2013 - 16:03
    Jota Ricardo

    As charges do Chico Caruso foram diminuindo , diminuindo…qualquer dia ficam do tamanho do autor.

  72. seg, 28/01/2013 - 15:55
    J Souza

    Gostaria de saber a opinião dos anunciantes do jornal e do blog… Principalmente dos públicos, incluindo as estatais!

  73. seg, 28/01/2013 - 15:54
    Mauro

    A ley de Medios que causa tanta preocupação na grande imprensa brasileira está justificada nesta charge… Fica claro que uma parte população não se indigna diante da tal LIBERDADE de IMPRENSA que confunde o dever de informar com liberdade de atacar. Alias, recentemente fizeram um grande barulho em relação ao discurso da Presidenta Dilma, pelo fato de ela ter lembrando a nação que alguns setores nessa pais são do time do contra.

    Isso gerou uma nota de repúdio de um partido, dizendo ser um ataque a democracia! Pergunto se eles farão uma nota de repudio a essa falta de respeito para com os familiares, amigos e a memória dos que partiram mediante a essa charge no minimo infeliz? Mas que denota o modus operandi de parte da mídia brasileira.

    Fica claro que não importa o que isso possa causar ao outro, pois se sentem seguros e vontade para fazer esse tipo de jornalismo, não temem processos judiciais, perda de venda ou repúdio público da grande parcela da população, pois devem contar com uma blindagem judicial, que lhes garantem total liberdade de imprensa no sentido pior da palavra.

    A liberdade pressupoe responsabilidade e ética mas o que podemos constatar em parte da mídia é que ela somente serve quando para justificar praticas nefastas que beiram os escárnios com a dor do outro.

    Com qual moral se colocam como porta-vozes da população diante dos diferentes problemas sociais,econômicos e culturais que vivemos se por detrás de tal discurso denuncista reside uma intenção de tomado do poder?

    Praticar o bom jornalismo essa seria a sua missão, mas usam os veículos de informação para atuarem como forças politicas, apoiar projetos de oposição e consolidarem-se como uma forma de poder e quando isso ocorre o cidadão é visto apenas como um objeto que produz notícias e no caso dos jovens vitimas da tragédia de Santa Maria mais que isso, uma peça de marketing político.

    Me solidarizo com os familiares, amigos e conhecidos que não foram respeitados na sua dor, sofrimento e vazio existencial mediante uma afronta ao caráter da população brasileira que se revela totalmente contrária a infeliz charge publicada com as manifestações de solidariedade a população de Santa Maria.

  74. seg, 28/01/2013 - 15:53
    carlos saraiva e saraiva

    Sabemos que a mídia dessas familias, assumiram ousadamente o papel do partido mais importante e atuante da direita nacional. A questão, são os jornalistas, que nela trabalham , assumirem o papel de militantes. O militante assume e se submete às decisões do partido. Deixam de ser jornalistas e colocam a camiseta e o boné militante.A charge, não é “apenas” uma charge e sim uma ferramenta politica. A charge, mais destruidora, do que qualquer, frase ou opinião. O Sr. Chico Caruso, assumiu, e não de agora, seu papel militante. Veja, suas atuações, na cultura, programa, “Roda Vida”, nos jornais televisivos e impressos. Como todo militante de direita, substituiu o humor, pelo cinismo, arrogante e soberbo. A charge não é “apenas” uma charge.

  75. seg, 28/01/2013 - 15:50
    trombeta

    Esse Caruso sobrevive puxando o saco do baronato midiático, a charge foi para agradar o patrão tucano.

  76. seg, 28/01/2013 - 15:40
    Gerson Carneiro

    Na adolescência fui bolsista em uma escola na Bahia em que o fundador sempre dizia:

    “Se as crianças pobres não tiverem oportunidade de empregar suas inteligências ao bem, não faltarão oportunidades para que as empreguem ao mal”.

    Eis uma inteligência e talento empregados ao mal. Chico Caruso foi brilhante antes de ser contratado para ilustrar as sandices do Arnaldo Jabor.

  77. seg, 28/01/2013 - 15:38
    Williane Nunes Leao

    _/\_ _/\_ _/\_

  78. No Brasil morrem anualmente 50 mil pessoas assassinadas e mais 50 mil nas péssimas e ultrapassadas rodovias, ou seja, 4166 por dia em cada caso e não há uma comoção nacional sobre estes dois assuntos.Morrem 793 crianças diariamente de fome neste país e também os meios de comunicação não transforma este número em comoção nacional.As vítimas das enchentes de 2 anos na região SERRANA do RIO estão morando em abrigos desconfortáveis e sem perspectiva de uma vida digna e ninguém toca no assunto.A seca no NORDESTE dizimou 12 milhões de cabeças de gado e levará a falência milhares de pequenos agricultores e não se dá a mínima importância a este fato.Bastou uma tragédia para os urubus da mídia sensacionalista botarem o bloco na rua.Daqui a 10 dias não se fala mais no assunto.A hipocrisia fede.

    • ter, 29/01/2013 - 1:01
      sofia

      Eu não gostei da charge, acho-a inoportuna e indefensável. Mas como penso que qualquer um merece defesa, me ofereço para debater, com quem vem afirmando neste forum de que se trata apenas de uma charge, o que a faria defensável em termos estritamente relativos ao humor. Tomando para este efeito, defesa irrestrita da liberdade de expressão, gostaria que estes defensores me explicassem por quais mecanismos se pode chegar a rir desta peça de humor. Eu tenho explicações, mas não falam a favor do autor, já aviso…

  79. seg, 28/01/2013 - 15:21
    Marcos André Lessa

    A charge mostra Dilma tão somente porque ela foi ao lugar da tragédia. Quem acompanha as charges de Chico Caruso sabe que outros presidentes também foram retratados da mesma maneira, desde João Figueiredo. A agenda política da imprensa não pode ser o pretexto pra julgarmos Chico Caruso como participante dessa agenda. É só ver seu trabalho durante os anos, muitas vezes sendo mais crítico do que as próprias matérias do Globo. Precisamos de uma lei de mídia? Sim. As Organizações Globo têm histórico golpista? Sim. Mas não se pode colocar no mesmo balaio todos os seus funcionários. Se for assim, então muita gente vai ter que retirar elogios ao ex-Secretário de Imprensa de Lula, Franklin Martins, pois este teve uma longa carreira na Globo.

  80. seg, 28/01/2013 - 15:20
    Mateus

    Não foi uma charge muito bacana, talvez, desnecessária. Mas não consigo ver “tanta falta de respeito” com os familiares das vítimas. Mostra a realidade, como foi. Se a figura na charge representa a Dilma, ou não, representa o desespero de qualquer pessoa que estivesse ali.
    A imprensa já fez e faz coisas muito piores do que esta charge. Acho que há muito exagero nas falas de quem comenta acima.
    A espetacularização com que as redes de TV trataram o assunto, e como tratam todas as tragédias, parecendo que acaba uma e já estão ansiosos pela próxima, é muito mais nociva. Como alguém falou acima, ficar passando as cenas de morte repetidas vezes, em uma mesma reportagem é muito mais desrespeitoso.

  81. seg, 28/01/2013 - 15:14
    HenriqueD

    Na epaca da eleicao tambem cancelei a assinatura da FSP. Asquerosa, repulsiva a nossa imprensa.

  82. seg, 28/01/2013 - 15:10
    Severino Marques dos Prazeres

    É estarrecedor! Agora eu dou um conselho ao C.Caruso. Faz uma charginha aí qualquer do profeta Maomé. Pra ver se fica pedra sobre pedra da sede do jornal…

  83. seg, 28/01/2013 - 15:10

    claro, marcus fabius, prenda-os com ouro ou sem ouro.
    desde que junto com marconi perillo, policarpo junior e veronica serra.

  84. seg, 28/01/2013 - 15:08
    Novaes

    Imaginem o seguinte: Depois de publicar a charge, o Chico Caruso olha pra ela, abrindo uma longa gargalhada, e diz: ” A caixa de papelão que simboliza a boite é o presente pra Dilma Roussef;A fumaça preta representa as 231 vítimas fatais; A mulher que olha espantada, com a camisa vermelha, é a Dilma Roussef pensando: ” meu Deus, perdi a reeleição”.
    Aí o Chico mostra a charge para os filhos do Roberto Marinho e pergunta: “Que tal? Ficou boa?”
    E eles respondem: ” Melhor que isso só outro disso”

  85. seg, 28/01/2013 - 15:08
    Ricardo Lima Vieira

    Quando Hitler mandou bombardear Guernica, num acordo com os franquistas, estava a testar, numa manobra real, a capacidade destrutiva de sua estrutura bélica.

    Mal comparando, o que essa charge expõe, em meu entendimento, é até onde vai a capacidade do (e)leitor em aceitar as futuras e piores ações de uma mídia golpista que partiu, definitivamente, para o tudo ou nada.

  86. seg, 28/01/2013 - 15:05
    Rafael

    Ainda bem que eu parei de comprar esse jornal de merda há muito tempo!

  87. seg, 28/01/2013 - 15:05

    fosse eu dirigente de uma Record, eu jogava no ventilador. Sem piedade.

  88. seg, 28/01/2013 - 15:01
    Ana Leão LULA

    O Jornalixo do PIG enfim deixa sua mascara cair,e exala o seu sentimento real pelo povo brasileiro” TUDO que querem é que a massa mal cheirosa morra”.

  89. seg, 28/01/2013 - 14:56
    Solange N. Pereira

    Simplesmente um horror

  90. seg, 28/01/2013 - 14:54
    Paula

    Por pior que seja esta charge, ela não deixa de ser verdade, 1500 jovens estavam presos dentro de uma pequena caixa chamada boate kiss. Não me entandam mal, eu também achei de extremo mal gosto, como quase tudo que vem deste jornal ou desta televisão, todas as noticias devem ser lidas ou ouvidas com dúvidas, sempre, mas infelizmete foi isso que aconteceu, 233 pais perderam seus filhos, netos, amigos ou conhecidos. Sinto muitíssimo pelo assassinato em massa destes que estavam começado suas vidas.

  91. seg, 28/01/2013 - 14:54
    jesus da silva

    Passei pelo blog do blogueiro nomeado acima e os comentários que encontrei
    revelavam a BESTIALIDADE da maioria dos comentaristas.
    Como pode um ser humano descer tanto assim, por paixão politica.
    Jésus da Silva

  92. seg, 28/01/2013 - 14:54
    antonio carlos ciccone

    Quem é pior ? O Globo ou o Folhão??

    Essa charge é pior que o BBB…..

  93. seg, 28/01/2013 - 14:52
    Alexandre Tambelli

    Observando as reações dos leitores do Blog do Noblat que repercutiu a “charge” vi uma situação impensada: não havia ninguém concordando com a “charge”, apenas gente pedindo para que o blogueiro a retirasse e outras dizendo, por exemplo: nunca mais acessarei o blog ou vou cancelar minha assinatura de O Globo.

    O suicídio coletivo da velha mídia é público e notório. Existe um descontrole das ações realizadas. Não há uma pequena parcela que seja de lucidez e de sensibilidade. Parecem aquele sujeito apaixonado pela mulher e que vive num ciúmes doentio e que não consegue distinguir um simples bom dia, de uma cantada.

    O mundo da velha mídia parece que entrou num beco bem estreito e que não dá para enxergar uma saída, para lado nenhum se enxerga uma luz, para lado nenhum se vê um mínimo de bom-senso e de sabedoria política.

    Eu imagino que uma parcela dessas vítimas da boate Kiss são filhas(os) de leitores de Jornais e Revistas, assistentes de emissoras, ouvintes das rádios e leitores dos blogs globais. Imagina o constrangimento dos pais, familiares e amigos dessas vítimas visualizando uma “charge” dessas, ao receber o jornal em sua residência. Humor numa hora dessas?

    Lembrando: A Universidade Federal de Santa Maria é frequentada, em sua grande maioria, pelos filhos da elite, como são a maioria das Universidades Públicas, muitos dos mortos eram estudantes da Instituição Federal.

    A velha mídia atira no próprio pé, diariamente, está tudo sem limite e sem o mínimo pudor!

    • seg, 28/01/2013 - 20:34
      Sonia

      Chico Caruso!

      Charme desumana!

      Charadista do Globo. Servidor do PIG, como todos que trabalham nessa imprensa marron!

      Marinho, Frias, Mesquita, Civita…..a mesma corja!

      Sim, vamos parar de assinar essas drogas!

    • ter, 29/01/2013 - 11:55
      eder tesio santi

      SANTA MARIA E A MÍDIA QUE SUFOCA E MATA

      Convém dar trégua a meu retiro, pois a fumaça da estupidez sufoca e mata. Que seja denunciada.

      Chocado, perplexo, vi mais uma obra canalha de Chico Caruso, reproduzida pelo não menos cafajeste Ricardo Noblat.

      No Globo, faz troça do suplício gaúcho e aproveita para empreender propaganda contra a presidente Dilma.

      Seu desenho, sempre ruim, mostra uma jaula com pessoas em chamas. Do lado de fora, Dilma assiste à cena, com as mãos na cabeça.

      De que forma o “cartunista” nos dá chance ao riso ou à reflexão?

      Qual a responsabilidade de Dilma na tragédia? Teria ela de expedir os alvarás de todas as casas noturnas dos mais de 5 mil municípios brasileiros?

      Quando do acidente da TAM, em São Paulo, anos atrás, a mídia e a direita carnívora (de dentro e de fora do PSDB) tentaram de todas as formas instrumentalizar a dor das famílias e fomentar um golpe de Estado.

      O movimento, liderado por facínoras como o ex-presidente da Phillips, fracassou. Afinal, não existe povo tão imbecil a ponto de não perceber o oportunismo tucano-midiático em eventos dessa natureza.

      A ignomínia, no entanto, progride nas redes sociais. O parvo Reinaldo Azevedo, de Veja, não teve outra ideia senão contestar a mensagem de Lula às famílias da vítimas de Santa Maria.

      Na noite de domingo, na emissora cujo nome faz homenagem aos bandos que incendiavam aldeias indígenas, o Pânico se excedia em suas sandices, inclusive numa que exibia uma inoportuna guerra de espadas de fogo.

      Na Internet, o Estadão se desmanchava de satisfação por reproduzir a crítica de um jornal inglês ao Brasil, em que se fazia chacota da frase “ordem e progresso”, estampada no pavilhão nacional.

      Afinal, parece que somente aqui ocorrem tragédias em boates. Rhode Island, Bangcoc e Buenos Aires, como se sabe, assentam-se em território nacional.

      Pior é a pândega cruel que se espalha pelas redes sociais. São inúmeros os jovens que mangam das vítimas de Santa Maria.

      Disseminam-se as piadas que tratam de temas como “churrasco gaúcho” e outras pândegas tolas e agressivas, postadas de Norte a Sul do país.

      As redes mostram o nosso Zeitgeist midiotizado e midiotizador. É a fumaça densa que confunde, insensibiliza e mata.

      Walter Falceta Jr.

  94. seg, 28/01/2013 - 14:50
    Ivanir

    É díficil de acreditar que chegaram nesse ponto. Mas infelizmente chegaram e é bom todos tomarem conhecimento que isso é só o começo, o pior ainda deve estar por vir. Não respeitaram a dor de duzentas e poucas famílias que perderam seus entes queridos, não respeitaram a maior parte da população brasileira que sofreu e está sofrendo com a tragédia. Total falta de respeito.

  95. seg, 28/01/2013 - 14:48
    Luiz Baú

    É uma charge…

    • seg, 28/01/2013 - 15:17
      Gerson Carneiro

      “… é uma piada”;
      “… é uma brincadeira”;

      … É UMA TRAGÉDIA COM CENTENAS DE MORTOS E FERIDOS. É UMA NAÇÃO EM LUTO.

    • seg, 28/01/2013 - 15:24
      Maria Hein

      De mau gosto, Luiz Baú! De muito mau gosto!!! Se algum parente teu estivesse alí nessa boate comemorando, confraternizando, e, morto nesse incêndio, como reagirias? Irias continuar afirmando ser: Uma charge?

    • seg, 28/01/2013 - 16:00
      Joe

      …. E ser charge justifica?????

    • seg, 28/01/2013 - 23:17
      Ximene

      Não é uma charge… è um NOJO !! Como se pode chegar a um ponto destes ??!! Falta a estas pessoas que se acham engraçadas terem um mínimo de sensibilidade. Certos assuntos, e em especial certos momentos não se prestam a brincadeiras… Lamentável , o “chargista” e as pessoas que ainda abrem a boca para esboçar algum tipo de defesa..

  96. seg, 28/01/2013 - 14:46
    José Ribeiro Jr.

    Nada mais surpreende em se tratando de um chargista que criou a charge que precisa de legenda explicativa.

    • seg, 28/01/2013 - 19:13
      igor

      Charge atemporal, acredito que daqui a 10 anos as pessoas possam entender, até mesmo o ilustríssimo crítico deste site.

      • ter, 29/01/2013 - 11:46
        sofia

        Desculpe, Igor, atemporal ? Com isto, penso que foi você que não entendeu o humor da charge…

      • ter, 29/01/2013 - 21:24
        xacal

        Atemporal deve ser a boçalidade. 1000 anos para frente, quem ler o que falou o igor saberá reconhecer a estupidez, que lhe parecerá com tal, daqui a 1000 anos.

Comentar