PATROCINE O VIOMUNDO

SOMOS 31.817 FAÇA PARTE !

Rio: Cruz Vermelha divulga endereços em vários estados para receber doações

publicado em 14 de janeiro de 2011 às 19:02

A Cruz Vermelha divulgou endereços em diversos estados para receber doações destinadas às vítimas da tragédia. A entidade pede que sejam doados água potável, alimentos, roupas, cobertores, colchonetes e itens de higiene pessoal, como sabonetes, pastas de dente e fraldas descartáveis. Saiba quais são os locais:

Alagoas
Endereço: Av. Com. Gustavo de Paiva, 2.889 – Mangabeiras
CEP:57.038-000 – Maceió – AL
Tel.: (82) 3325-2430 – Fax: (82) 33325.1607

Amazonas
Endereço: Parque Residencial Adrianópolis, QB – Casa 16
CEP:69.020-210 – Manaus – AM.
Tel. Res.: (92) 3236.5704

Bahia
Endereço: Av. Luis Eduardo Magalhães, 3091
Bairro: Cabula
CEP:41.150.595, Salvador – Bahia
Tel.: (71) 33410414 – (71) 3555.4112

Ceará
Endereço: Rua José Lourenço, 3.280 – Aldeota
CEP: 60.115-282 – Fortaleza – CE.
Tel.: (85) 3472.3535 / (85) 3472-3531

Distrito Federal
SCLRN 715, Bloco C, Loja 25
Brasília – DF
Tel.: (61) 3361.6904

Maranhão
Endereço: Av. Getúlio Vargas, 2342 – Monte Castelo
CEP: 65.025-001 – São Luiz – MA
Tel.: (98) 3222-4331

Mato Grosso
Endereço: Av. Historiador Rubens de Mendonça (Av. do CPA) s/n° ao
lado do Comando Geral da Polícia Militar
CEP: 78.058–970 Cuiabá – MT
Tel.: (65) 3641.2629

Mato Grosso do Sul
Endereço: Av. David Correia Leite, 273 Universitaria 2
CEP: 79.071-310 Campo Grande – MS.
Tel: (67) 3388.0056

Minas Gerais
Endereço: Alameda Ezequiel Dias, 427- Centro
CEP: 30.130-110 – Belo Horizonte – Minas Gerais
Tel.: (31) 3224.2987 / (31) 3226.4233

Pará
Endereço: Av. Gentil Bitencourt nº 1.840 Bairro São Braz
CEP: 66.040-000 Belém – PA.
Tel. Filial (91) 3226.2556 / Fax 3226.5934 / 3226.2554

Paraná
Endereço: Rua Vicente Machado, 1.310-Centro
CEP: 80.420-011 – Curitiba – PR.
Tel:(41) 3016.6622 / (41) 3017.5260
Fax: (41) 3017.5261

Pernambuco
Endereço: Rua Itaquicé, 140 IPSEP
51.350-160 Recife m- PE.
Tel.: (81) 3224.5906

Rio Grande do Norte
Filial do Estado do Rio Grande do Norte
Rua Gastão Mariz, 191 Nova Descoberta
CEP: 59.075-280 Natal – RN
Tel:(84) 3234.1292

Rio de Janeiro
Endereço: Praça Cruz Vermelha, 10/12 Térreo Centro
CEP: 20.230-130 Rio de Janeiro – RJ.
Tel.: (21)2508.9090

Rio Grande do Sul
Endereço: Av. Independência, 993 – Centro
CEP: 90.035-076 – Porto Alegre – RS.
Tel.: Filial (51) 3391.5955 – 3391.5953

Santa Catarina
Endereço: Rua Santos Saraiva, 821 – Estreito
CEP: 88.070-100 – Florianópolis – SC.
Tel.Filial (48) 3244.6681
Tel.: (48) 3244.4718

São Paulo
Endereço: Av. Moreira Guimarães, 699 – Indianópolis
CEP: 04.074-031 – São Paulo – SP.
Tel.: (11) 5056-8666

A organização também cadastra doadores pelo site: http://cruzvermelha.org.br/

 

14 Comentários para “Rio: Cruz Vermelha divulga endereços em vários estados para receber doações”

  1. sáb, 22/01/2011 - 18:16
    Sandro Pimentel

    Oi meu nome é Sandro Pimentel, sou de Ferraz de Vasconcelos – SP,
    gostaria de parabenizar a Cruz Vermelha por estes jestos e de sugerir uma unidade
    da Cruz Vermelha na minha Cidade.

    Obrigado e que DEUS abençoe a todos os funcionários doadores/ voluntários de bom coração,
    para esta terrivél tragédia.

  2. [...] mais endereços acesse o link. from → Conteúdo, Notícias ← Nem tudo está perdido no caso Belas Artes [...]

  3. [...] Para mais endereços acesse o link. [...]

  4. seg, 17/01/2011 - 1:42
    ROBERTO

    Encontro-me na cidade de Santos-SP e através do noticiario de TV e Internet soube que as pessoas de Nova Friburgo-RJ necessitam de muitas velas pois não ha energia eletrica na cidade, bem como dizem que não existe estoque de velas para comprar. Disponho de alguma quantidade de velas que gostaria de doar e assim pergunto: como fazer chegar essas velas através da Cruz Vermelha para aqueles necessitados? Existe algum endereço aqui em Santos onde eu possa levar as velas? Quem puder me informar agradeço antecipadamente. Favor responder por e-mail: [email protected] URGENTE POR FAVOR

  5. dom, 16/01/2011 - 12:29
    Morvan

    Já enviei,a exemplo (bom exemplo) de Nilva, para os meus contatos. Inclusive enviei para a minha Secretaria de Estado, onde temos um programa permanente de arrecadação e de auxílio aos mais necessitados (a minha Secretaria se chama Seplag e fica no Estado do Ceará. Ela é a Pasta de Planejamento e de Gestão do Estado. Temos um programa permanente com foco na qualidade de vida dos colaboradores (internos e externos) e em promoção social.

    Morvan, Usuário Linux #433640

  6. sáb, 15/01/2011 - 21:18
    Luisa

    Bem, não sei se as pessoas aprendem com a vida, há sempre aquelas que aprendem. Não sei a população será capaz de aprender com isto, mas o Rio precisa aprender como tem mostrado o país, que somos todos brasileiros e irmãos, a prova disto está aí, nas doações que chegam de todo o país. VAmos ver se isto é apenas mais uma tragédia das que virão, ou se finalmente eles vão aprender. De uma coisa eum sei, tenho convicção disso, enquanto não aprenderem, a Natureza se encarregará de ensiná-los, infelizmente ou felizmente. Em tudo que há causa, haverá sempre consequência., sobretudo nas leis da Natureza. Talvez Lavosier precisa está mais presente do que nunca "Na Natureza nada se tem, nada se cria, tudo se transforma". O Rio mais do que qualquer outro estado, por se manifestar contra os seus irmãos precisa aprender com isto. Mas os outros estados precisa ter isto como exemplo, também.

  7. sáb, 15/01/2011 - 21:14
    Luisa

    Motivações egoístas e interesses políticos prevaleceram na espetacularização do Rio contra os outros estados. O Rio estava sendo impedido do progresso, da evolução porque queriam roubar o Rio de Janeiro. Foi um pandemônio, juda foi feito em desrespeito às pessoas. Líderes religiosos tiveram posição. O Rio, não todo o seu povo, é preciso deixar claro, mas aqueles que os representam, mostraram ao país o egoísmo, o individualismo, a mesquinhez e a ganância, veio março do ano passado, vimos os desastres nos Morros do Bumba e dos Prazeres, menos de um ano, estamos assistindo a esta calamidade. Será que esta é a maneira de parte do povo fluminense precisa aprender a ser solidário e dividir, mas não apenas em momentos de comoções, mas solidariedade enquanto identidade de um povo?

    continua

  8. sáb, 15/01/2011 - 21:10
    Luisa

    Veja como o mundo dá voltas não é, Azenha?

    Cenas tristes, chocantes, pessoas perdendo não apenas bens materiais, mas sobretudo à vida. Espero que isto de alguma forma sirva lição para aqueles que têm consciência, quem não tem, é indiferente. Não faz um ano, um grupo de pessoas influentes no Rio, liderada pelo governador e pelas Organizações Globo, semearam dentro do estado, um ódio, uma revolta contra os outros estados, o governador chegou ao ponto de dizer que os nordestinos estavam roubando o Rio. Olha que situação, a região mais pobre do país, seus governadores foram reivindicar algo que pertence ao país e não apenas o Rio, e ouvimos os insultos mais absurdos, os comentários mais preconceituosos,

    continua

  9. sáb, 15/01/2011 - 16:07
    Roselli Penha

    Vamos arregaçar as mangas e doar o que temos de melhor.
    Sou psicóloga e desejo estar presente, colaborando em tudo que puder fazer.
    Por favor entre em contato comigo para viabilizarmos ações.
    Eu vi o mundo, Azenha, e não gostei do que vi.
    Abços
    Roselli Penha

  10. sáb, 15/01/2011 - 15:42
    Eduardo

    Só espero que não aconteça com as doações no Rio o que fizeram em São Luís do Paraitinga onde separavam os melhores produtos para os mais ricos e os pobres ficavam com as sobras e produtos de qualidades inferiores, tenho como fonte um menbro do corpo de bombeiros que esteve na época trabalhando em São Luiz…

  11. [...] Os endereços para doações em todo o Brasil, estão aqui> Cruz Vermelha no Brasil [...]

  12. sáb, 15/01/2011 - 2:34
    Nilva

    Já enviei pros meus contatos.
    É uma hora de muita angústia para todos nós.
    Azenha, acredito que tenhamos que nos mobilizar e cobrar providências das autoridades para que estas catástrofes não mais aconteçam ou, pelo menos sejam minimizadas. Não podemos vencer a fúria da natureza, mas podemos prevenir a perda de tantas vidas.
    Abs.
    Nilva

Comentar