VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Sicsú: “Se você quer ver um Brasil em crise, leia os grandes jornais”

15 de junho de 2013 às 08h04

por Luiz Carlos Azenha

Um ping-pong com João Sicsú, autor dos Dez Anos que Abalaram o Brasil. O livro será lançado no mês de julho. O autor é professor de economia da UFRJ, não é filiado a partido político e é colunista da CartaCapital.

Viomundo: Abalaram como?

JS. A história brasileira foi sempre construída e escrita pelas elites. Nos dez anos de governos de Lula e Dilma o povo entrou em cena. Encontrou emprego, renda e ganhos sociais. Mostro no livro com números quanto o Brasil de hoje está diferente e melhor do que aquele país sem esperança dos anos 1990.

Viomundo: Abalaram só para o bem? 

JS. Não. O livro não é “chapa branca”. Eu penso que os governos do PT acertaram muito, muito mesmo, mas erraram também. Mostro, por exemplo, que não contribuíram para desconcentrar os meios de comunicação. Apresento números: somente os canais da TV Globo receberam ano passado mais que meio bilhão de reais do governo federal em verbas de publicidade.

Viomundo: E o abalo de agora, pelo menos o que aparece nos jornais?

JS. As notícias reais são boas: a inflação está em queda, há sinais fortes de recuperação da produção industrial, o investimento voltou a crescer e até o câmbio se desvalorizou para ajudar a competitividade dos produtos brasileiros. Se você quer ver um Brasil em crise, leia os grandes jornais. Se você quer conhecer o Brasil real, vá aos números do IBGE e saia às ruas para conversar com o povo trabalhador.

Leia também:

Nassif: PGR que livrou Dantas do mensalão ganhou contrato

 

27 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zemedeiros

31/08/2013 - 07h35

A estupidez da mídia brasileira só é comparável a burrice de quem acredita nela. Alguns até não acreditam mas acham melhor acreditar, só assim podem continuar sonhando com o passado, passado onde o povo não tinha vez mas eles eram o dona da vez. A mídia mentiu tanto que agora não sabe mais falar a verdade.

Responder

O PIB cresceu, mas a hecatombe é questão de tempo - Viomundo - O que você não vê na mídia

30/08/2013 - 20h09

[…] Sicsú: “Se você quer ver um Brasil em crise, leia os grandes jornais” […]

Responder

Messias Franca de Macedo

17/06/2013 - 13h06

[SARCÁSTICA E CINICAMENTE]

AÉCIO IRONIZA VAIAS A DILMA NO MANÉ GARRINCHA

FONTE: mídia nativa

##############################

… Vaias merecidas foram aquelas dadas pelo povo brasileiro a Aécio ‘Never’ & ‘Joaquim Coitado do Ruy Barbosa’: a dupla discursando em cima de uma ‘gambiarra’ no dia da Independência de uma Minas Gerais não livre graças ao neto do “dotô” Tancredo! Aplausos, abaixo da ‘gambiarra’: a claque eufórica!…

República Desses Bananas da [eterna, nefasta e famigerada] OPOSIÇÃO AO BRASIL – e às liberdades!
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Zhungarian Alatau

17/06/2013 - 11h38

A vaia nada mais é que ato de desespero, estertor de um grupelho raivoso e barulhento, mas pouco organizado, pois se imaginam representados pela mídia. Esta, moribunda.

O povo organizado e participando da vida política é o maior legado da Era Lula.

Responder

Alexandre Cardoso

16/06/2013 - 23h16

Corrigindo: “… estão apenas um pouco à direita do PT”.

Responder

Alexandre Cardoso

16/06/2013 - 23h15

Raslan, o descontrole fiscal cobra o seu preço com o tempo. Aliás, já estamos vendo isso acontecer. E já vimos muito disso nas décadas passadas também. Mais: no contexto que o Nigro usou, sistema fiscal cabe sim. Outra coisa: é falso que os tucanos queiram acabar com todas os programas sociais. Eles inclusive criaram o embrião do bolsa-família. É um grande erro classificá-los de neoliberais ou “de direita”, embora não haja nenhum problema em sê-lo. São de centro-esquerda! Estão apenas um pouco à esquerda do PT, e olhe lá…
Não há monopólio na mídia, nem virtual e muito menos real. Qualquer um pode criar um jornal ou um blog neste país. (Em Cuba, não.) De resto, o que o Brasil precisa é de discussão política de verdade, sem maniqueísmos e preconceitos. Sempre buscando-se a razão e procurando conhecer a mensagem, sem simplesmente desqualificar o mensageiro. O totalitarismo pode estar onde menos se espera.

Responder

nigro

16/06/2013 - 11h04

Apenas em termos. O povo continua miserável, ignorante. As estradas continuam inalteradas, um lixo só. As ferrovias beiram a inexistência.
Os salários dos políticos, o sistema fiscal e tributário continuam um lixo. Os problemas atacados pelos “governos” são superficiais. Mude-se a estrutura do estado, enxugando-o, pagando salários razoáveis para os políticos, reduzindo a máquina, a burocracia e a corrupção, deixando a iniciativa privada livre para criar, empreender e viver seus sonhos.
Ao governo, que crie as condições legais para o crescimento, com boa educação e saúde. Só isso basta.
Não vai acontecer nada, nunca. Lamentemos juntos o nosso fracasso global. Se puderem, abandonem o barco furado.

Responder

    Gilson Raslan

    16/06/2013 - 15h03

    “sistema fiscal”, Nigro? Que mico, cara! Certamente você quis se referir a maior controle da POLÍTICA FISCAL do governo. Por acaso você sabe o que é política fiscal? Vou desenhar para você.
    Política fiscal é o controle que o governo exerce sobre gastos correntes, sobretudo sobre salários e programas de assistência social.
    Quanto aos salários, a política fiscal preconizada pelos tucanos implica em arrocho de salários, que leva à queda de vendas de bens, que leva à queda de produção de bens, que leva à demissão de empregados, etc.
    Quanto aos programas de assistência social, o que os tucanos querem é acabar com todos eles, levando milhões de brasileiros à indigência total.
    Entendeu, Nigro?

    H. Back™

    16/06/2013 - 22h44

    “(…) As estradas continuam inalteradas, um lixo só. As ferrovias beiram a inexistência.(…)”
    E pelo que se depreende, o senhor Nigro não percebeu que o seu “gurú” do PSDB (fGAGÁc)privatizou as ferrovias,as estradas, etc. no governo anterior ao de Lula.

Messias Franca de Macedo

16/06/2013 - 10h51

AINDA SOBRE ‘A CRISE DE IDENTIDADE’ QUE SE ABATEU SOBRE “A ELITE” BRASILEIRA NESSES [ALVISSAREIROS] ÚLTIMOS DEZ ANOS!

[MAIS UMA] ENQUETE DO PIG! SÓ AGORA “CAPTEI” A MENSAGEM SUB-REPTÍCIA! AH! MATUTO BURRO, LENTO DE RACIOCÍNIO! ENTENDA

… Eis que o controle remoto nos remete a um dos canais televisivos que estava transmitindo a abertura da Copa das Confederações… E, inopinadamente, o questionamento: “[Durante as transmissões] Devemos nos referir ao Estádio Nacional Mané Garrincha ou Estádio Mané Garrincha?!” “Çês” sabem qual foi o resultado da “brilhante” enquete realizada pelos próprios jornalistas (ir)responsáveis pela transmissão?! Sim, venceu a resposta ‘Estádio Mané Garrincha’!… E o matuto que não tivesse apostado no que deveria ser a opinião publicada! [Risos]…
… Mas, somente agora, entendi a pertinência da enquete: óbvio que a referência a uma majestosa Arena pela expressão ‘Estádio NACIONAL Mané Garrincha’ iria homenagear merecidamente ao saudoso ex-craque e ponta direita(!) do Botafogo (RJ) e da seleção canarinha… *MAS, “na outra perna”, ressaltaria a nacionalidade, a vigente Presidência da República! Mesmo porque, segundo o PIG, “por agora”, é melhor mencionar ‘seleção canarinha’ – em vez de ‘seleção brasileira’! ‘Capiche’?!…
*como esse PIG gosta de usar as interjeições adversativas ‘mas, porém, todavia, contudo…!’

E VAPT VUPT!

PANO RÁPIDO! Limpa as sujeiras do PIG!…

República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

    Messias Franca de Macedo

    16/06/2013 - 11h22

    QUESTÃO DE ESCLARECIMENTO: … “a brilhante” enquete realizada pelos – e entre os – próprios jornalistas (ir)responsáveis pela transmissão?!

    … E vamos protestar! Viva!…

    República de ‘Nois’ Bananas
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

Luís Carlos

16/06/2013 - 10h30

A única crise que sei é a da Abril…

Responder

Paulo Agostinho

16/06/2013 - 10h28

Finalmente uma coisa sensata em termo de economia aqui no blog. Mas precisaria falar da barbeiragem do governo com o câmbio (ou a timidez, já que seria incorreto dizer que não fez nada). O mesmo vale para os juros.

Responder

Messias Franca de Macedo

16/06/2013 - 10h19

AGORA SOBRE ‘A CRISE DE IDENTIDADE’ QUE SE ABATEU SOBRE “A ELITE” BRASILEIRA! NESSES [ALVISSAREIROS] ÚLTIMOS DEZ ANOS!

APROVEITANDO “OS PROTESTANTEMENTE MANIFESTAMENTE MILITANTES TEMPOS DE AGORA NO BRASIL”
*lembrando o saudoso Odorico Paraguaçu: bom político – e militante (sic) – aquele!

… Não seria oportuno e didático aproveitar o momento tão embalado pelo PIG e, consequentemente, pela ‘opinião publicada’ (sic), no sentido de promovermos manifestações Brasil afora contra a falta de educação e de civismo de pessoas que, digamos, não sendo expressamente convidadas a um evento qualquer, ainda assim comparecem imbuídas do propósito de constranger/agredir aqueles e aquelas que se empenharam para a construção/materialização do mesmo evento?! E, sobretudo, quando o anfitrião ou anfitriã representa a instituição Presidência da República! Ou achincalhar os símbolos nacionais – “por agora”(!) -, pode?!

UMA PERGUNTINHA: se houver contundentes manifestações de repúdio a esses e essas mal-educados(as) “patriotas”, como será a cobertura do diligente PIG?!…

… E vamos protestar! Viva!…
República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Franca de Macedo

15/06/2013 - 22h20

AGORA SOBRE A CRISE DAS ELITES!

ESPONTANEIDADE, SEGUNDO O PIG &$ O RESTANTE DA DIREITONA [eterna] OPOSIÇÃO AO BRASIL! ENTENDA

Como entender o paradoxo? [Presentes no Estádio Nacional Mané Garrincha] Torcedores e torcedoras revoltados(as) (sic) com a realização, aqui no Brasil, dos próximos eventos esportivos internacionais resolveram, espontaneamente(?!), vaiar a presidente! Ora bolas! Se, realmente, houvesse um mínimo de espontaneidade nessas vaias orquestradas, “esses(as) torcedores(as) protestantes” deveriam estar em qualquer lugar do mundo, tirante as dependências do Estádio Nacional Mané Garrincha! Ponto para o PIG! Ganha comercialmente, ganha politicamente! *Vitória de Pirro, a bem da verdade!… Plin-Plin!…
*Vitória pírrica ou vitória de Pirro é uma expressão utilizada para expressar uma vitória obtida a alto preço, potencialmente acarretadora de prejuízos irreparáveis para “os vitoriosos”!
(…)

FONTE: http://pt.wikipedia.org/wiki/Vit%C3%B3ria_p%C3%ADrrica

… [Deve ter sido] O [cívico(?!)e espontâneo!?)] protesto dos **‘Com Estádio’!…
**Integrantes do MCE (‘Movimento dos Com Estádio’)

Saudações democráticas, progressistas, civilizatórias, nacionalistas e antigolpistas,

República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Franca de Macedo

15/06/2013 - 20h56

DA SÉRIE ‘ACORDA BRASIL’!

… Enfim, veio a público – pelo próprio público (sic) – o sentimento popular efervescente de indignação pela precariedade e alto custo dos transportes coletivos em Pindorama!…

… Ou seja, “enquanto temporariamente” (idem sic) [mais uma vez] se esgota ‘o tradicional menu golpista/terrorista’, o jeito é “requentar verdades caducadas ao modo do PIG” ! É verdade: mais tempo para o prazo de validade da pauta golpista respirar, moribunda!…

República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

elizabeth pretel

15/06/2013 - 19h54

Sabem que dívida é essa? Segundo a foia, (quem diria né), deve-se à falta de pagamento a receita Federal nos anos de 1.999 a 2.002. Portanto, dívida de quem mesmo????

Responder

FrancoAtirador

15/06/2013 - 19h40

.
.
Se liga Dilma!
A mídia é o partido da oposição!

As manchetes da mídia buscam criar um clima de crise (a palavra mais proferida pela mídia, junto com a de caos), visando desgastar a imagem do governo, artificialmente, a partir de dificuldades reais.
Para aumentar a dimensão do problema, o governo revela não ter uma politica de comunicações para desmentir as diárias falácias que a mídia lança.
A proximidade da campanha eleitoral aumentará a guerra no plano das comunicações.
Não basta o governo governar bem.
É preciso democratizar os canais de comunicação, ouvir e falar o tempo todo.

Por Emir Sader, na Carta Maior

Dilma buscou uma relação de boa convivência com a mídia privada.
Afirmou que preferia uma imprensa barulhenta que uma imprensa calada, como na ditadura.
Fez acenos para uma convivência pacífica.

A mídia fez que aceitou, cobrando como preço o distanciamento do Lula.

Quando a mídia percebeu que a ligação entre os dois é inquebrantável, retomou um clima de guerra contra ela e seu governo.

As manchetes da mídia buscam criar um clima de crise (a palavra mais proferida pela mídia, junto com a de caos), visando desgastar a imagem do governo, artificialmente, a partir de dificuldades reais.

A própria Dilma faz uma resenha dessas manipulações, recordando o caos energético, como modelo de manipulação, cujas previsões se revelaram totalmente falsas.
As manipulações em torno do suposto descontrole inflacionário.
Adeptos do governo que levou a inflação no Brasil à casa dos 4 dígitos querem aparecer como os defensores da estabilidade monetária.

Buscam igualmente passar a ideia de que não temos o governo competente que se impôs pela sua eficiência, mas uma presidenta supostamente incapaz de enfrentar os problemas do Brasil.

Para aumentar a dimensão do problema, o governo revela não ter uma política de comunicações – é a politica da não política -, para desmentir as diárias falácias que a mídia lança contra o governo. Para transmitir a posições do governo. Para abrir os espaços indispensáveis, para que a Dilma e todo o governo, possa falar e ouvir constantemente o povo.

Toda vez que a Dilma fala, os resultados são muito positivos, confirmando que o governo tem o que dizer, faltam canais de comunicação.

Além de que não se conhecem porta-vozes que estejam, constantemente, falando ao povo o que o governo tem a dizer.

A proximidade da campanha eleitoral aumentará a guerra no plano das comunicações.

Não basta o governo governar bem.

É preciso expandir, democratizar os canais de comunicação, ouvir e falar o tempo todo.

Se liga, Dilma!

Seja um pouco mais bolada na vida real!

Vai ser bom pro governo.

E o povo vai gostar!

(http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=22198)

Responder

Tonhão Alves

15/06/2013 - 19h37

OS TUCANALHAS ESTÃO INDÔMITOS EM CAUSAS PERDIDAS,SEGUIDOS DE AUTO FLAGELO ESTÃO RASGANDO O C… COM AS UNHAS. IMAGINE COM A RELEIÇÃO DE DILMA. HAJA C… E PENA!

Responder

Urbano

15/06/2013 - 14h34

Os bandidos da oposição ao Brasil estão fazendo o impossível e o imaginável (pois não vê quem não quer) para desestabilizar o país, da mesma forma como fizeram durante os primeiros anos da década de 1960, a fim de desembocar em sua ditadura fascilitadora do entreguismo.

Responder

Mateus

15/06/2013 - 13h32

Penso que inconscientemente, o Governo Lula, acertou em não contribuir diretamente para a desconcentração dos meios de comunicação. Porque agora quem esta agindo para tirar os monopólios e diversificar os meios de comunicação. É a própria população, com a ajuda os meios alternativos, que esta tomando cada vez a consciência de que é preciso extinguir o monopólio dos atuais meios.

Responder

Joao Carlos Antos

15/06/2013 - 13h21

O que acontece, é que hoje existem dois brasis, paralelos, o real e o da mídia golpista. O real é o que vemos, e o que vivemos. Esse aí das ruas, das compras, dos empregos, dos salários, das obras estruturais, da copa do mundo, dos novos estádios de futebol, e das olimpiadas. Esse é o Brasil real. O outro Brasil, é o Brasil do mensalão, do “vamos prender o maior ladrão da história”, do Brasil da inflação, do Brasil que esta indo para o buraco. É preciso ter muita atenção para não misturar os dois brasis: O REAL e O DA TV GLOBO. Incrível como uma televisão possa fazer isso.

Responder

    H. Back™

    16/06/2013 - 22h06

    “(…)Incrível como uma televisão possa fazer isso.”
    É fácil entender isso, é só atentar para o fato de que a tv globo (minúsculo mesmo revisor) é a campeã na área de ficção, portanto experiência neste quesito não falta).

Messias Franca de Macedo

15/06/2013 - 13h05

NO PAÍS DO ‘ATIVISMO JUDICIAL’, TEMOS [ACOPLADO] ‘O ATIVISMO DO PIG’! ENTENDA

PRISÃO DE ARAPONGAS DEVE ATRITAR CAMPOS E DILMA

Quatro funcionários da Agência Brasileira de Inteligência foram detidos em Pernambuco, quando se passavam por portuários; segundo reportagem da revista Veja, que não comprova suas acusações, eles tentavam bisbilhotar os passos do governador Eduardo Campos; para o Gabinete de Segurança Institucional, buscavam apenas antecipar movimentos e eventuais greves no setor de portos; espionagem política ou apenas mais uma denúncia requentada?
15 DE JUNHO DE 2013 ÀS 07:37

FONTE: mídia nativa!

LÁ VEM O MATUTO COM ‘O DIÁRIO DO MENTIRÃO & E DE OUTRAS TANTAS MENTIRAS(sic) NAS MÃOS [‘SUJAS’!]!…

… “Mais tá”, era só o que “fartava”(!): o governo da presidente Dilma Rousseff – índices recordes de aprovação popular – se preocupando com as andanças do neto do Miguel Arraes e/ou as pretensões da ‘BláBláBláMarina! O governo da Magnífica tem muito mais o que fazer! E o verdadeiro, honesto e sapiente povo trabalhador brasileiro sabe muito disso! Os índices recordes de aprovação popular “estão aí para não nos deixar mentir – ou duvidar!”

(“… Oxente, ‘o poste’ “inté” parece o Sol, sô!…”)
Saudações democráticas, progressistas, civilizatórias, nacionalistas e antigolpistas,

BRASIL (QUASE-)NAÇÃO [depende de nós enquanto ações e reações!]
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Fabio Passos

15/06/2013 - 11h39

O PiG e pior do que inutil.
O PiG e uma maquina de propaganda que promove o atraso.

O dever das forcas progressistas e defender a populacao do lixo vagabundo produzido pelas oligarquias marinho, civita, frias e mesquita.

Precisamos democratizar a midia e destruir a ditadura do pensamento unico.

Responder

Marcelo de Matos

15/06/2013 - 10h37

O Superior Tribunal de Justiça salvou Petrobrás da quebra: http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2013/06/14/stj-suspende-pagamento-bilionario-da-petrobras-ate-decisao-final-da-justica.htm
Nem é necessário três poderes: o Judiciário pode tomar conta do terreiro sozinho.

Responder

Deixe uma resposta